papagaio-da-serra (Amazona pretrei) - pássaros exóticos da América do Sul | Mascote

    Postado por Mascote | 28 Janeiro 2017

    - Amazona pretrei

    papagaio-da-serra

    Descrição:

    32 cm. comprimento e 295 gramas.

    papagaio-da-serra

    O papagaio-da-serra (Amazona pretrei) tem o frente, lordes, frente do coroa e bochechas superiores até o abrigos de fones de ouvido, vermelho brilhante; atrás do coroa, nuca, manto, de volta e Grupa, verde com uma estreita terminal de banda preto na maioria penas; colares Verde; abrigos de supracaudales verde pálido. Borda frontal da ala, área do carpo, alula e principais coberturas, vermelho brilhante; outros coberturas, green estreito com pontas pretas.

    Penas de voo, dicas verdes azul violeta. Abaixo o asas Verde. O partes inferiores Eles s√£o normalmente verdes, ligeiramente tingida de amarelo, com pontos pretos na maioria penas dando uma efeito scalloping; coxas Red; coberteras infracaudales verde amarelado claro. Cauda verde com uma grande ponta e verde amarelado claro manchas vermelho, com base em redes internas dos tr√™s penas exterior. O pico amarelo p√°lido com laranja p√°lido com base em maxilar superior; anel orbital Branco; √ćRIS laranja; pernas gris pardusco.

    O feminino provavelmente mostra muito menos vermelho na √°rea com o borda do carpo e o principais coberturas, na maior parte ou completamente verde. Imaturo aparentemente semelhante feminino adulto.

    Nota Taxonomia:

    ES Lactoridaceae. Algumas vezes ele é considerado conspecific com Amazona tucumana, mas eles são melhor tratados como formando um superspecies.

    • Som do papagaio-da-serra.

    Habitat:

    Este cavaleiro está fortemente associada com as florestas Araucária angustifolia para utilização como roosts estação non-breeding. Ele prefere florestas de savanas abertas e baixas matas ciliares para reprodução, com árvores e coníferas do gênero Podocarpus, Scutia e Celtis e onde eles estão ausentes Araucária angustifolia. A maioria dos registros localizados em altitudes entre 300-1.000 m, mas eles são distribuídos e criado em altitudes mais baixas no sul Rio Grande do Sul.

    S√£o dispersos em pares durante a reprodu√ß√£o, mas s√£o altamente greg√°ria fora da √©poca de reprodu√ß√£o. Eles formam grandes concentra√ß√Ķes comunidade, muitas vezes em planta√ß√Ķes pinus ex√≥ticas e Eucalipto. Os maiores reuni√Ķes de inverno coincidem com as sementes amadurecem arauc√°ria. rebanhos de 30 um. 50 aves, composto por jovens adultos e rec√©m-nascidos, Podem reunir-se antes da dispers√£o, a partir dos locais de reprodu√ß√£o para quart√©is de inverno.

    Reprodução:

    O papagaio-da-serra ninho na cavidades de √°rvore, por exemplo, Casearia, brasiliensis Ouillaja e Ficus. √Č se reproduzir no final de setembro-janeiro, com os jovens e filhotes, de um modo geral, no in√≠cio de dezembro no sul. Embreagem 2-4 ovos.

    Alimentos:

    Alimentos relatados incluem sementes de Araucária angustifolia (especialmente importante em maio-agosto) e lambertii Podocarpus (importante em algumas áreas em janeiro-fevereiro), frutas de Eugenia, Campomanesia e Melia. A dieta é alterada com a cidade ea estação. Eles tomam uma variedade de frutas na primavera e no verão (Outubro-fevereiro), entre outros: Cupania, Eugenia, Phytolacca, Allophylus, Nectandra, Ocotea, Campomanesia, Cytharexylum, Myrcianthes, Blepharocalyx, Ficus e Symplocos.

    O movimentos diurnos cobrir 100 km, talvez em relação com a disponibilidade de alimento.

    Distribuição e estatuto:

    Tama√Īo de su √°rea de distribuci√≥n (cr√≠a/residente ): 95.400 km2

    Esta esp√©cie √© end√™mica do Sul Brasil e distribu√≠do apenas nos estados de Rio Grande do Sul e Santa Catarina (Mart√≠nez, 1996). Alguns indiv√≠duos foram registrados nas florestas Miss√Ķes, no nordeste do Argentina (Chebez 1994) e que recentemente tamb√©m foram relatados de Paraguai (seg Lowcn et ai., 1997).

    √Č um tipo Nomad; Eles tendem a concentrar-se nas florestas remanescentes Arauc√°ria sudeste Santa Catarina entre Mar√ßo e Junho para alimentar sobre a produ√ß√£o de sementes Araucaria augustifolia. Durante agosto e janeiro, o papagaio-da-serra Eles est√£o dispersos em pequenos bandos que variam de dezenas a centenas de indiv√≠duos em uma ampla distribui√ß√£o em todo o estado Rio Grande do Sul, particularmente nos habitats Campos da Cima da Serra, planalto M√©dio, Alto Uruguai, depress√£o Central e Serras de Sudeste.

    As redu√ß√Ķes no fornecimento de sementes Arauc√°ria Eles podem ter sido a causa da mudan√ßa na alimenta√ß√£o de Esta√ß√£o Ecol√≥gica Aracuri-Esmeralda em 1991 (distrito Muitos Cap√Ķes) para as √°reas pr√≥ximas do Sudeste Santa Catarina. Aqui os fragmentos florestais remanescentes Arauc√°ria Eles podem fornecer sementes suficientes para alimentar as popula√ß√Ķes papagaio-da-serra. O gado intensivo de pastagem e agricultura quase erradicada habitat Arauc√°ria. Estes impactos no habitat reduziram a regenera√ß√£o natural e tamb√©m pode ter reduzido o n√ļmero de locais de nidifica√ß√£o em √°rvores velhas.

    um censo em 1994 Estima-se a população total do papagaio-da-serra em 10.000 indivíduos, inquéritos repetidos mostraram os tamanhos da população nas proximidades 12.600 indivíduos em 1996. e cerca de 16.300 indivíduos em 1997 (J. Martinez no processo 1997, N. Prestes no processo 1997).

    Conservação:

    ‚ÄĘ Atual categoria da lista vermelha do UICN: Vulner√°veis.

    ‚ÄĘ Tend√™ncia de popula√ß√£o: Diminuindo.

    Justificação da categoria da lista vermelha

    A combinação de uma comparação das estimativas da população 1971 e 1997 e as taxas de desmatamento durante o mesmo período sugerem que a espécie tem vindo a diminuir rapidamente, qualificando a espécie como vulnerável. ameaças atuais A perda de habitat e captura Eles sugerem que este declínio é provável que continue.

    Justificação da tendência

    Se sospecha una continuou rápido declínio da população devido à destruição, degradação e fragmentação de habitat e comércio ilegal.

    A√ß√Ķes de conserva√ß√£o em curso
    A√ß√Ķes de conserva√ß√£o propostas
    Em cativeiro:

    Desconhecida até anos 80, quando alguns atingiram Europa; não é bem conhecido em outros lugares.

    Relativamente silencioso em compara√ß√£o com outras esp√©cies amaz√īnicas. Inquisitivas embora geralmente tranquila. Eles t√™m um natureza agrad√°vel, mas podem, ocasionalmente, ser muito barulhento, especialmente primeira coisa na parte da manh√£ e √† noite. Eles tornar-se confiante relativamente r√°pida. Fora da √©poca de reprodu√ß√£o, Eles podem ser definidos em um sistema de col√īnia. mastiga√ß√£o duro e excelentes voadores e escadas alpinistas, ent√£o eles precisam de amplas oportunidades para o exerc√≠cio.

    Sua criação em cativeiro raramente conseguiu.

    Acredita-se que a principal amea√ßa para esta ave √© a com√©rcio interno ilegal, particularmente nos munic√≠pios de Lagoa Vermelha, Barracao, Esmeralda e Muitos Cap√Ķes. Aproximadamente 500 pintos s√£o tomadas anualmente a partir de ninhos para serem vendidos nos grandes centros urbanos Caxias do Sul, Florian√≥polis, Curitiba e S√£o Paulo (Prestcs et ai., 1997).

    √Č uma esp√©cie que s√≥ devem ser mantidos em cativeiro com a finalidade de alcan√ßar a sua reprodu√ß√£o e subsequente inser√ß√£o na vida selvagem.

    Nomes alternativos:


    - Red-spectacled Parrot, Pretre's Amazon, Pretre's Parrot, Red spectacled Parrot, Red-spectacled Amazon (inglés).
    - Amazone de Prêtre (francés).
    - Prachtamazone (alem√°n).
    - papagaio-da-serra, charã, Charao, charão, chorão, maragato, Papagaio-charão, papagaio-chorão, serrano (portugués).
    - Amazona Charao, Amazona de Cabeza Roja, Charao, CharaoChorao (espa√Īol).

    Temminck Coenraad Jacob

    Temminck Coenraad Jacob

    Classificação científica:

    - Orden: Psittaciformes
    - Familia: Psittacidae
    - Genus: Amazona
    - Nombre científico: Amazona pretrei
    - Citation: (Temminck, 1830)
    - Protónimo: Psittacus pretrei

    Imagens papagaio-da-serra:

    ————————————————————————————————

    papagaio-da-serra (Amazona pretrei)

    Fontes:

    Avibase
    – Papagaios do mundo ‚Äď Joseph Vaz M
    – Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
    BirdLife

    Fotos:

    (1) РRed-de-óculos Amazon que é mantido como animal de estimação em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil Por Marie (originalmente carregada no Flickr como Perroquet familial) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (2) РUm animal de estimação Red-spectacled Amazon em uma gaiola do papagaio. Isto é 32 cm terra e 295 gm em peso por Amazona_pretrei_-bird_cage-8c.jpg: Andrea O Guimarãesderivative work: Snowmanradio [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (3) РRed-de-óculos Amazon que é mantido como animal de estimação em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Algumas de suas penas das asas são cortadas por Amazona_pretrei_-Rio_Grande_do_Sul_-Brasil-8e.jpg: trabalho Mariederivative: Snowmanradio [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (4) РRed-de-óculos Amazon que é mantido como animal de estimação em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil Por Marie [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (5) РAmazona_pretrei, um nativo do Brasil meridional. Espécime em Palmitos Park, Gran Canaria por Bjoertvedt (Próprio trabalho) [CC BY-SA 3.0 ou GFDL], via Wikimedia Commons
    (6) – Um animal de estima√ß√£o Red-spectacled Amaz√īnia em cativeiro. Ele tem um anel em sua perna direita por Andrea O Guimar√£es (originalmente carregada no Flickr como eu estou vendo voc√™) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (7) РRed-de-óculos Amazon que é mantido como animal de estimação em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil Por Marie (originalmente carregada no Flickr como Temporaire) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (8) – Red-de-√≥culos Amazon que √© mantido como animal de estima√ß√£o em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil Por Marie (originalmente carregada no Flickr como Calins… :)) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (9) РUm animal de estimação Red-spectacled Amazon em uma gaiola do papagaio. Isto é 32 cm terra e 295 gm em peso por Andrea O Guimarães [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (10) – Amazona pretrei = = Papagaio Psittacus pretei Priest por Jean-Gabriel Priest (1768-1849) [Dom√≠nio p√ļblico], via Wikimedia Commons

    Sons: Vitor de Q. Piacentini, XC27028. acessível www.xeno-canto.org/27028.

    Deixar uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

    *

    print friendly, PDF e e-mail



    Vídeo papagaio-da-serra

    Anatomia do Psitacidae


    Anatomia-papagaios-pt

    Espécies del género Amazona

    raton

    Utilização de cookies

    Este web site utiliza cookies para que voc√™ tenha a melhor experi√™ncia de usu√°rio. Se voc√™ continuar navegando voc√™ est√° dando seu consentimento para a aceita√ß√£o dos cookies acima mencionados e a aceita√ß√£o de nosso pol√≠tica de cookies, Clique no link para obter mais informa√ß√Ķes.cookies de plugin

    ACEITAR
    Aviso de cookies
    lightbox WordPress