Periquito-regente (Polytelis anthopeplus) - Aves exóticas | Mascote

    Postado por Mascote | 22 Abril 2015

    - Polytelis anthopeplus

    Periquito-regente

    Descrição

    37 um. 42 cm. comprimento e cerca de 114 gramas.

    Periquito-regente

    O Periquito-regente (Polytelis anthopeplus) tem de cor amarelo- cabe√ßa, tendendo para o amarelo-verde-oliva na coroa e o nuca. Verde-oliva a manto; colares de cor marrom oliva obscuridade; √°rea a de volta e o cauda de atraente cor amarela, tendendo para o amarelo-verde-oliva em abrigos de supracaudales. Pequenos e corbeteras m√©dio, Amarelo; grandes coberturas de cor preto azul no externo as canetas, Vermelho com pontas amarelas nas penas mais √≠ntimos; terci√°rio cinzento preto em vexilos interno; Rosa avermelhado, com a ponta amarela na vexilos externo; principais coberturas preto-azulada; prim√°rio e secund√°rio preto-azulada, com c√Ęmaras de ar pretas. Penas de asa amarelo; fundo do penas de voo Brown, quase preto. O partes inferiores Amarelo, mais fora a azeitona amarela em coberteras infracaudales com algumas marcas laranja indistinta em torno dele zona anal.

    O cauda é preto com azul escuro-de-rosa na parte superior de suas penas centrais e os segmentos internos de suas penas laterais.

    O pico é vermelho-rosado. O íris são laranja-marrom; pernas cinza.

    O feminino tem o parte inferior cinza e de cor verde- Início. Lordes e abrigos de fones de ouvido são de cor mais esverdeada. Do escuro da cor azul da faixa da penas é mais ampla e estende-se até o Abrigos de asa que são mais do que a cor verde-amarelo que no sexo masculino. O Grupa azeitona verde é opaco, Não amarela. O ponto vermelho da área Ele é menos desenvolvido e tem menos brilho. Cauda verde azulado no topo. Tem uma ponta-de-rosa abaixo.

    O Juventude se assemelham a fêmeas, No entanto, os jovens do sexo masculinos tem mais amarelo nele cabeça.

    • Som do Periquito-regente.

    Clipe de áudio: Adobe Flash Player (Versão 9 ou acima) é necessário para reproduzir este clipe de áudio. Baixe a versão mais recente aqui. Você também precisa ter o JavaScript habilitado no seu navegador.

    Descrição 2 subespécie.
    • Polytelis anthopeplus anthopeplus

      : (Lear 1831) – O nominal.

    • Polytelis anthopeplus monarchoides

      : (Schodde 1993) РO masculino tem muito mais brilho do que o espécie nominal, particularmente, o amarelo do parte inferior.

    Habitat e h√°bitos:

    O Periquito-regente Eles residem principalmente no leste, Embora os pássaros dispersam-se depois da época de reprodução.

    Movimentos mais regulares foram registrados na popula√ß√£o ocidental, com propaga√ß√£o em dire√ß√£o ao sul durante o ver√£o, e uma concentra√ß√£o inferior a 32 ¬į S no outono.

    Os pássaros mover-se para o Nordeste no inverno; movimentos de cima para 320 foram registrados km. Pássaros orientais estão ligados às margens dos rios, Onde está a de borracha vermelha (Eucalyptus camaldulensis) árvores com Mallee moitas parceiros (Eucalipto gracilis). Também são distribuídos nas florestas de eucalipto, áreas com fina pinho cipreste (Callitris preissii), pomares e vinhedos.

    No oeste, a espécie é menos dependente do Mallee e residem em lotes mistos de acácia e eucalipto (wandoo, salmonophloia) e dentro de terras agrícolas.

    O Periquito-regente Eles n√£o s√£o nas florestas da regi√£o de Poitou-Charentes, Embora tenha havido em clareiras da floresta.

    Fora da época de reprodução, os pássaros podem ser encontrados em bandos ruidosos de cem ou mais indivíduos, sendo em geral cauteloso. Alimentam-se principalmente na terra.

    Reprodução:

    O √©poca de nidifica√ß√£o tem lugar entre Janeiro e agosto. Estas aves nidificam em pares √ļnico ou em pequenas col√īnias, compostas por um m√°ximo de 18 casais. Antes do acasalamento, Existem oferendas rituais de comida.

    O local escolhido para a reprodução é geralmente um grande a árvore da borracha morto ou morrendo, um. 20 metros acima do chão e perto de um curso de água permanente. Estes ninhos são reutilizados muitas vezes.

    O desova inclui de 3 um. 6 ovos brancos Você se acomodar em uma camada de aparas de madeira em decomposição. A fêmea incuba sozinha durante 21 días. Seu companheiro, ele desertou da árvore do ninho e se juntou a um grupo constituído somente machos, se trata de colaborar com as tarefas de comida. Os filhotes têm branco para baixo. De um modo geral, deixar o ninho após 5 um. 6 semanas, Mas depois da pena, por algumas semanas ainda permanecem no grupo familiar.

    Alimentos:

    O dieta geralmente é composto por sementes de gramíneas, ervas, frutas, bagas, rebentos e flores. Eles também levam as culturas de cereais e frutos secos de pomares, assim como o grão derramado nas estradas.

    No Oriente, os machos tendem a alimentar na esfoliante de Mallee (por exemplo Mallee blanco Eucalipto dumosum. e Mallee rojo Eucalipto socialis) durante a época de reprodução.

    Distribuição:

    Tama√Īo del √°rea de distribuci√≥n (reproducci√≥n/residente): 1.520.000 km2

    Confinado a Austr√°lia, onde em duas popula√ß√Ķes muito distantes. Em Austr√°lia Ocidental s√£o distribu√≠dos principalmente na cinto de trigo, estendendo-se para norte Ajana, no interior da Sidnei Lima e Karonie, e para baixo em Israelita Bay, na costa sul; tamb√©m est√° localizado ao sul de Perth, Mas eles n√£o totalmente colonizaram a √°rea arborizada do sudoeste.

    No sudeste da Austr√°lia o intervalo diminuiu nos √ļltimos anos. No Sul da Austr√°lia, a esp√©cie ocorre ao longo do Rio Murray, em torno de Morgan na fronteira de Nova Gales do Sul, Victoria (sete col√īnias).

    Em Victoria distribuem-se na P.n. Wyperfeld e desde o início da Rio Wimmera ao sul da Lago Hindmarsh, Mas a reprodução, provavelmente, deixou de ocorrer na Lago Albacutya como recentemente como 1988.

    Em Nova Gales do Sul é isolado ao longo de focos do Rio Murray, e ao redor da boca da Rio Murrumbidgee.

    Ao longo da fronteira de Nova Gales do Sul, Victoria, Eles agora est√£o agrupados em quatro √°reas, e est√° ausente 100 quil√īmetros em ambos os lados do Mildura; Existem alguns casais em todo o norte do Rio Darling em Pooncarie, e desde o in√≠cio da Rio Wakool Leste.

    Há um certo dispersão post-cria, Mas os pássaros é improvável encontra-se a nordeste de Balranald ou para o sul da Castenaso, Exceto, talvez, durante períodos de seca.

    Localmente comum em √°reas de mata ciliar e Mallee (Eucalipto gracilis).

    A população do mundo acredita-se ser superior para o 15.000 indivíduos, Mas a subespécie do Oriente é de longe o menor dos dois.

    Completamente protegidos pela lei de em todos, mas algumas regi√Ķes do sudoeste.

    Um n√ļmero moderado de cativeiro.

    Distribuição 2 subespécie:
    • Polytelis anthopeplus anthopeplus

      : (Lear 1831) – O nominal. Sudoeste de Austr√°lia.

    • Polytelis anthopeplus monarchoides

      : (Schodde 1993) – Interior a oeste da parte sudeste do Austr√°lia (Sudeste, do Sul do Austr√°lia, Sudoeste de Nova Gales do Sul e noroeste de Victoria).

    Conservação:

    ‚ÄĘ Atual categoria da lista vermelha do UICN: Pouco preocupante

    ‚ÄĘ Tend√™ncia de popula√ß√£o: Diminuindo

    A espécie tem uma população estimada 21.500 indivíduos (Garnett e Crowley 2000).
    A população da subespécie anthopeplusis Estima-se em 20.000 indivíduos.
    A população da subespécie monarchoides Estima-se em 1.500 indivíduos (Garnett e Crowley 2000).

    A população da subespécie anthopeplusis é provavelmente estável como um todo., Enquanto a subespécie monarchoides Isso pode ser minguante (Garnett e Crowley 2000).

    √Āreas de degrada√ß√£o Mallee (eucalipto), acidentes na estrada, cavidades naturais de ocupa√ß√£o de enxames de abelhas e persegui√ß√Ķes devido a agricultores, Eles s√£o o a maioria das amea√ßas recorrentes. Apesar de seu desenvolvimento original do sudoeste atrav√©s do desenvolvimento da agricultura nas √°reas, mesmo nestas √°reas, √Č considerado um ligeiro decr√©scimo. A esperan√ßa vem do fato de que pode ir para colonizar novos territ√≥rios em √°reas de floresta, no extremo sudoeste. At√© agora, a esp√©cie √© considerada n√£o apresentando N√£o h√° problema importante. No entanto, em quase todas as regi√Ķes, exceto em √°reas de agricultura intensiva, benef√≠cios da protec√ß√£o.

    Em cativeiro:

    √Č um p√°ssaro muito tranquilo. √Č costume de seu cuidador r√°pido o suficiente. Amig√°vel, Ele tamb√©m ir√° tolerar outras esp√©cies n√£o-agressiva. Muito ativo na manh√£ e tarde. Podem ser propensos a infec√ß√Ķes nos olhos e p√©s.

    Uma amostra ainda estava viva depois de 13,8 anos em cativeiro. Relatou-se que estes animais podem viver até 27,5 anos em cativeiro, mas não foi capaz de ser verificado; o mesmo estudo relatou que estes animais podem reproduzir de por volta do primeiro ano de idade em cativeiro.

    Não é muito comum em cativeiro.

    Nomes alternativos:

    - Regent Parrot, Black-tailed Parakeet, Black-tailed Parrot, Black-throated Parrot, Blossom-feathered Parakeet, Mallee Smoker, Marlock Parakeet, Marlock Parrot, Mountain Parrot, Plaide-wing Parrot, Regal Parrot, Rock Pebbler, Royal Parrot, Smoker, Smoker Parrot, Yellow King-Parrot (ingles).
    - Perruche mélanure, Perruche à queue noire (francés).
    - Bergsittich (alem√°n).
    - Periquito-regente (portugués).
    - Perico Regente, Periquito de Rock Pebbler (espa√Īol).

    Edward Lear

    Edward Lear

    Classificação científica:

    - Orden: Psittaciformes
    - Familia: Psittaculidae
    - Genus: Polytelis
    - Nombre científico: Polytelis anthopeplus
    - Citation: (Lear, 1831)
    - Protónimo: Palaeornis anthopeplus

    Imagens Periquito-regente:

    ————————————————————————————————

    Periquito-regente (Polytelis anthopeplus)

    Fontes:

    Avibase
    – Papagaios do mundo ‚Äď Joseph Vaz M
    – Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
    BirdLife
    РGerenci: O Animal envelhecimento e longevidade banco de dados РGerenci sujeição Polytelis anthopeplus

    Fotos:

    (1) – Um papagaio regente juvenil (Polytelis anthopeplus) no p√© do p√°ssaro (Avi√°rio de walk-in), Canberra, Territ√≥rio nacional da Austr√°lia, Austr√°lia por Polytelis_anthopeplus_2.jpg: JJ Harrison ([email protected])obra derivada: Diliff (Polytelis_anthopeplus_2.jpg) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
    (2) – Um macho adulto empoleirado por Josep del Hoyo – Lince
    (3) – Um papagaio regente juvenil (Polytelis anthopeplus) tamb√©m conhecido como o Rock Pebbler, Periquito-de-cauda-preta, Fumante, Marlock periquito e, por vezes, periquito regente por Rainey06au na en. wikipedia [Dom√≠nio p√ļblico], de Wikimedia Commons
    (4) – Dois papagaios de regente em um avi√°rio na Austr√°lia. √Č tamb√©m conhecido como o Rock Pebbler, Periquito-de-cauda-preta, Fumante, Marlock periquito e, por vezes, periquito regente por Kristina (Originalmente postado no Flickr como papagaios) [CC POR 2.0], via Wikimedia Commons
    (5) РUm papagaio de regente no santuário elevado de pássaros a voar, Austrália. O papagaio está a alimentar as sementes da mão esquerda do menino pequeno ’ braço estendido s por paulgear (Picasa Web Albums) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
    (6) – O papagaio de cabo (Polytelis anthopeplus) Iniciado por Dallas – Gros-becs.net

    Sons: Scott Connop (Xeno-canto)

    Deixar uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

    *

    Clasificación Polytelis anthopeplus

    Espécies:
  • Polytelis anthopeplus
  • Subesp√©cies:
  • Polytelis anthopeplus anthopeplus
  • Polytelis anthopeplus monarchoides
  • V√≠deo Periquito-regente

    Anatomia do Psitacidae


    Anatomia-papagaios-pt

    Espécies do gênero Polytelis

    raton

    Utilização de cookies

    Este web site utiliza cookies para que voc√™ tenha a melhor experi√™ncia de usu√°rio. Se voc√™ continuar navegando voc√™ est√° dando seu consentimento para a aceita√ß√£o dos cookies acima mencionados e a aceita√ß√£o de nosso pol√≠tica de cookies, Clique no link para obter mais informa√ß√Ķes.cookies de plugin