Cão de aponte frisão
Holanda FCI 222 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Cão de aponte frisão

O Cão de aponte frisão é muito parecido com o Spaniel perdigueiro de Drente, mas menor. É praticamente desconhecido fora da Holanda.

Conteúdo

História

O Cão de aponte frisão, o Stabijhoun, É uma das cinco raças de cães mais raras do mundo. Criado no século 19, é reconhecido como o tesouro nacional da Holanda. Como poderia ser diferente com apenas 1.000 espécimes vivos? Vem das terras florestais da Frísia. Agricultores pobres, eles não podiam pagar mais de um cachorro, eles realmente precisavam de um trabalhador versátil. Da caça à vigilância e proteção do gado, também foi capaz de eliminar roedores. Na verdade, poderia fazer quase qualquer coisa.

É possível que ele descendesse do Spaniels importado para a Holanda pelos espanhóis e cruzado com o Spaniel perdigueiro de Drente. Ele também teria laços familiares com ele Pequeno munsterlander.

É muito pouco conhecido fora de seu país de origem.

Foto: “Cão de aponte frisão” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Stabyhounlayingingrass.jpg

Características físicas

O Cão de aponte frisão ele tem uma tez robusta e um belo pelo preto, marrom ou laranja, às vezes com manchas brancas. O cabelo liso é de comprimento médio, suave e sedoso ao toque. Eles são cães de tamanho médio.

Altura e peso

    Tamanho macho: De 53 - 53 cm

    Tamanho fêmea: De 50 - 50 cm

    Peso macho: De 15 - 20 kg

    Peso fêmea: De 14 - 20 kg

Caráter e habilidades

Se você tiver a sorte de encontrar um Cão de aponte frisão, você certamente apreciará seu caráter dócil. Calma e paciente, eles são cães inteligentes que às vezes podem ser teimosos. Extremamente paciente com crianças e outros animais, esta raça é, com educação adequada, obediente e leal ao seu dono. Embora o Cão de aponte frisão tem um temperamento calmo por dentro, requer muito exercício e atividade física.

Eles desconfiam de estranhos, mas eles não são agressivos por natureza. Sua educação é fácil de trabalhar porque ele é obediente por natureza. No entanto, deve ser iniciado desde os primeiros meses com métodos benevolentes e consistentes.

O Cão de aponte frisão ele é um cachorro muito próximo de seu dono, tornando difícil suportar a solidão. Períodos de solidão podem causar ansiedade e levar a distúrbios comportamentais, como destruição ou latido. Ele também é um cachorro barulhento que late regularmente., o que pode levar a problemas na vizinhança.

Com seu instinto de caça, ele pode ser um fugitivo para seguir uma trilha, se sua propriedade não está devidamente vedada.

Saúde

O Cão de aponte frisão é um cão forte e robusto que não é afetado por nenhuma patologia particular. No entanto, tema o calor e não deve ficar em um local com sombra durante uma onda de calor, pois você está em risco de forte insolação.

Limpeza

O Cão de aponte frisão é um cão resistente que não requer muita manutenção. Sua pelagem deve ser escovada regularmente para evitar nós.

Olhando para seus olhos e ouvidos, eles devem ser limpos regularmente, especialmente se for um cachorro que vive no exterior.

Classificações do “Cão de aponte frisão”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Cão de aponte frisão” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “Cão de aponte frisão”

Fotos:

1 – “Cão de aponte frisão” por https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Stabyhoun.jpg
2 – 10 adolescente de um mês Stabij por Molliever, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
3 – Uma foto de um stabyhoun filhote de wetterhoun para o stabyhoun página wiki de Daisai Gaming, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
4 – Stabijs – exposição mundial de cães 2010 por MJ Klaver
5 – “Cão de aponte frisão” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Binky_Stabyhoun.jpg
6 – “Cão de aponte frisão” por https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Stabyhoun_with_11_puppies.jpg

Vídeos do “Cão de aponte frisão”

Stabyhoun puppy, mum and Welsh Springer Spaniel playing
Working Stabyhoun

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 222
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • AKCHound
  • FSSFoundation Stock Service
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Cão de aponte frisão”

Seção:Padrões FCI

Padrão FCI Nº 222 / 9.01.1999 / E
FRISON PERDIGUERO
(Stabyhoun)
TRADUCCION: Federação Mexicana de Canófila, A.C..
ORIGEM: Holanda.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 30.05.1989.

CLASSIFICAÇÃO FCI

:

Grupo 7 : Cães de Parar ou Cães Apontadores.
Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, tipo “Spaniel”.
Com prova de trabalho.

UTILIZAÇÃO

: Cão mostra.

OLHAR GERAL

: Cão de amostra de proporções normais, cabelos compridos com estrutura corporal forte e formato quadrado; ele não é desajeitado ou magro; a pele não tem dobras ou queixo duplo; lábios não estão pendurados.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Está apegado ao seu mestre, pacífico e amigável como um cão doméstico; é inteligente, obediente e capaz de aprender; é silencioso, alerta, sem mostrar falsidade ou astúcia.

CABEÇA

: É magro. Bem proporcionado ao corpo, é mais longo do que largo; O crânio e o focinho têm o mesmo comprimento.

REGIÃO CRANIANA:
Crânio: É ligeiramente abobadado; não estreito, mas também não dá a impressão de ser largo; sua transição para as bochechas mostra uma ligeira convexidade.
Nasofrontal depression (Stop): Pouco forte.

REGIÃO FACIAL

:

Trufa: Preto em cães cuja cor básica é preta e marrom em cães cuja cor básica é laranja-marrom. A trufa é bem desenvolvida, não dividir; as janelas estão abertas.
Focinho: Poderoso, diminui gradualmente em direção à trufa, sem ser apontado. Focinho reto e largo; seu perfil não é convexo nem côncavo.
Lábios: Aderente, não pendurado.
Mordida / Dentes: Dentes poderosos, mordida da tesoura.
Bochechas: Mal desenvolvido.
Olhos: Colocado na linha horizontal, médio e redondo; pálpebras firmemente aderidas ao globo ocular, conjuntiva não visível; eles não são protuberantes ou afundados. Sua cor é marrom escuro em cães pretos e marrom em cães cuja cor básica é marrom ou laranja. Os olhos de uma ave de rapina são punidos.
Orelhas: Definir bastante baixo. O pavilhão auricular é tão subdesenvolvido que as orelhas ficam planas nas laterais da cabeça sem formar uma dobra. Orelhas com pavilhão auricular fortemente desenvolvido não são aceitáveis, que não são dobrados diretamente em sua inserção, mas mais baixos e, portanto, não ficam planos nas laterais da cabeça. As orelhas são de comprimento médio e em formato de espátula de pedreiro. O cabelo que cobre as orelhas é típico da raça : é longo na base da orelha e gradualmente encurta para baixo, de modo que no terço inferior eles são cobertos com cabelos curtos. Cabelos longos são lisos; cabelo levemente ondulado é tolerado; cabelo cacheado é inaceitável.

PESCOÇO

: Curto e arredondado; cabeça normalmente portada baixa, o pescoço forma um ângulo obtuso com a linha superior das costas. O pescoço é ligeiramente arqueado, e não tem pele flácida ou queixo duplo.

CORPO

: Strong.

Voltar: Em linha reta, bastante longo.
Lombo: Poderoso.
Alcatra: Pouco inclinado.
No peito: Visto de frente, é bastante largo. É mais amplo do que profundo, de modo que os membros da frente fiquem bem separados uns dos outros. O peitoril não em forma de quilha atinge apenas os cotovelos e não abaixo. Costelas bem arqueadas e dorso bem desenvolvido.
Barriga: Apenas ligeiramente retraído.

CAUDA

: Longo, chega até a articulação tíbio-tarsal; sua inserção não é alta. Em repouso é carregado baixo, pendurado, o terço inferior dobrando-se um pouco. Durante o movimento é transportado mais alto, mas nunca enrolado. A cauda é coberta com pêlos longos ao redor, sem formar ondas ou cachos. Estúpido, mas não forma penas.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES
Ombro: Escápulas muito próximas ao tronco e oblíquas, com boa angulação da articulação escapulo-umeral.
Antebraço: Forte e reto.
Metacarpo: Em linha reta, não está inclinado.
Pés anteriores: Os dedos são bem desenvolvidos e arqueados; não tem pés de gato ou lebre; almofadas duras.
MEMBROS POSTERIORES: Strong, com boas angulações em todas as articulações.
Perna: Não muito longo.
Jarrete: Colocado baixo.
Metatarso: Curta.
Pés de volta: Redondo com almofadas bem desenvolvidas.

PELES

CABELO: O cabelo de corpo inteiro é longo e reto, embora possa ser ligeiramente ondulado na região da garupa.
O cabelo que cobre a cabeça é curto. Na parte de trás dos membros anteriores e nas calças, cabelo é grosso e grosso, mais grosso do que emplumado. Os membros posteriores são cobertos por cabelos longos. A presença de cabelos ondulados indica uma cruz: Por conseguinte, cães com esse tipo de pele não devem ser reconhecidos como Stabyhoun.
COR: Black, marrom ou laranja com manchas brancas; manchas ou manchas podem aparecer na parte branca.

TAMANHO

:

Tamanho ideal em machos 53 cm
Tamanho ideal em mulheres 50 cm

FALTA

S: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
OBS..: Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Stabij, Beike, Stabijhoun, Fryske Stabij (Inglês).
    2. Stabyhoun (Francês).
    3. Stabijhoun (Alemão).
    4. (em alemão: stabyhoun) (Português).
    5. Perro de muestra frisón, Perro de muestra de Frisia (español).

Spaniel perdigueiro de Drente
Holanda FCI 224 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Spaniel perdigueiro de Drente

Uma peculiaridade de Spaniel perdigueiro de Drente Consiste no fato de que durante a busca a cauda faz um movimento giratório cada vez mais rápido conforme o cão se aproxima da presa..

Conteúdo

História

O Spaniel perdigueiro de Drente é uma raça canina ancestral, que pode ser encontrado em pinturas pintadas há séculos.

Originaria de Drenthe, uma província holandesa, a raça foi desenvolvida durante o século 16 a partir de cães da Espanha, quais eram os nomes deles Spionenen o Spaniolen. Na Holanda, eles receberam o nome Patrijshond, o que significa retriever.

No leste do pais, especialmente na província de Drenthe, esses cães foram criados como raças puras, sem qualquer mistura com outras raças estrangeiras, como aconteceu em outros lugares. Este isolamento permitiu que o Perdiguero permanecesse inalterado durante 3 o 4 séculos.

O 15 em Maio de 1943, foi reconhecido pelo Raad van Beheer op Kynologish Gebied dos Países Baixos, um reconhecimento fortemente encorajado pela Baronesa van Hardenbroek e Srs. van Heek junior e Quartero.

O clube da raça responsável foi fundado em 5 em Junho de 1948, com o nome de Nederlandse Vereniging de Drentsche Patrijshond.

Relacionado a ele Pequeno munsterlander e o Spaniel francês, o Spaniel perdigueiro de Drente é bastante limitado em número, e a raça é quase desconhecida fora de suas fronteiras.

Foto: “Drentsche Partridge Dog” macho por Stefanie Joksch, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Spaniel perdigueiro de Drente ele é um cachorro bem proporcionado, com músculos secos, puro em suas linhas. Seu corpo revela força e também a capacidade de correr na velocidade adequada a um cão de caça. O focinho em forma de cunha é ligeiramente mais curto que o crânio. Os lábios estão bem secos e não pendem. Seu corpo, ligeiramente mais longo que a altura da cernelha, é ligeiramente alongado. Embora o pelo não seja muito longo no corpo, dá a impressão de sê-lo por causa das orelhas bem povoadas, cabelo um pouco mais abundante no pescoço e no peito, as franjas nas patas dianteiras e traseiras e na cauda espessa, abundantemente povoado por todos os lados.

Eles têm uma camada densa que cobre bem o corpo. Não é cacheado. O cabelo não é muito comprido, mas como é mais longo em algumas partes, o cão, no seu conjunto, dá a impressão de ter cabelo comprido. No pescoço e no peito, o cabelo está mais comprido. Nos ouvidos, o cabelo é longo e de preferência ondulado. As orelhas, a parte de trás das pernas dianteiras e traseiras e a parte de trás das coxas são franjadas. Cabelo de preferência ondulado na parte superior do corpo e cauda. Exceto por sua base, a cauda é abundantemente provida de pêlos longos em todos os lados. Esses fios são gradualmente encurtados em direção à ponta.

COR: Pêlo branco com manchas marrons, manchado ou não. Casacos com uma mistura de cabelos castanhos e brancos, com ou sem marcas, são menos desejáveis, como os casacos de capa. As orelhas são marrons, como o cabelo ao redor dos olhos.

TAMANHO:

Machos: 58 - 63 cm.
Fêmeas: 55 - 60 cm.

Peso: De 20 - 25 kg

Caráter e habilidades

Eles são ideais para caça em uma ampla variedade de terrenos. Eles caçam com tiros de pistola. Manter contato com o caçador é aparentemente uma qualidade inata. Uma característica de muitos cães desta raça é que, durante a caça, a cauda descreve um movimento circular, especialmente quando o cão está ciente da proximidade da presa. Quando ele está perto de caçar, o cachorro espera o caçador se aproximar e quando o caçador está atrasado, vire sua cabeça para procurar o jogo. Graças à sua adaptabilidade, o cão é capaz de caçar todos os tipos de animais nas planícies e pântanos. É também um bom retriever e se destaca na busca por jogos perdidos.. Essas características são inatas. Por esta razão, não requer treinamento longo.

O Spaniel perdigueiro de Drente Também é um cão de companhia muito bom porque é fiel, amigável, atencioso. Sua educação deve ser feita sem problemas, sem agressividade ou muita firmeza.
Este cachorro requer manutenção regular. Será cúmplice dos filhos e é possível deixá-los juntos. sob vigilância, É claro. Morar em um apartamento vai te derrubar, ele precisa ter pelo menos um jardim para ele. para desabafar e também para caminhadas diárias.

Saúde

O Spaniel perdigueiro de Drente ele é um cachorro robusto, mas você pode se machucar enquanto caça (fratura, entorse, tendinite, ferida…). Suas orelhas estão caídas, mal ventilado, propenso a infecções de ouvido. Alguns cães podem ser afetados por displasia femoral do quadril, uma malformação dos quadris que causa claudicação e dor.

Limpeza

O Spaniel perdigueiro de Drente deve ser escovado uma vez por semana para remover pelos mortos e sujeira. Você pode tomar banho uma vez por mês com um shampoo adequado.

Inspecione e limpe as orelhas flexíveis uma vez por semana. Quando voltamos da caça, vamos verificar se ele não está ferido. Boa cobertura antiparasitária e de férias será lançada.

Classificações do “Spaniel perdigueiro de Drente”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Spaniel perdigueiro de Drente” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens “Spaniel perdigueiro de Drente”

Spaniel perdigueiro de Drente
Drentsche Patrijshond Bowi the Gloucester during upland game hunt in Idaho by DutchID, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
Spaniel perdigueiro de Drente
Dutch Partridge Dog por mjk23, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons

Vídeos “Spaniel perdigueiro de Drente”

Spyker – Partridge Dog (Spaniel) – 4 Week Residential Dog Training at Adolescent Dogs
Drentsche patrijshond Indy: avonturen deel 27

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 224
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Spaniel perdigueiro de Drente”

FCI Padrão No. 224 / 27.10.2003 / E

DRENTE PERDIGUERO
(Drentsche Partridge Dog)

TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..
Avaliado por Jorge Nallem.

ORIGEM : Holanda.

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 25.03.2003.

UTILIZAÇÃO : Cão mostra.

CLASSIFICAÇÃO FCI :

Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel"
Com prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : A raça teve suas origens no século 16 com ponteiros da Espanha que chegaram pela França.; eles eram chamados de "Spanioles" ou "Spioenes". Na Holanda, eles eram conhecidos como “Patrijshonde” (retrievers). Estes cães foram criados como raça pura na região leste, especialmente na província de Drenthe; eles não foram misturados com raças estrangeiras, como aconteceu em outras regiões. O 15 em Maio de 1943 a raça foi oficialmente reconhecida pela “Conselho de Administração na Área Cinológica” da Holanda. O reconhecimento foi promovido ativamente pela Baronesa de Hardenbroek e pelos Srs. Van Heek Jr. y Quartero. A raça está intimamente relacionada com o Little Münsterländer (Cão pequeno de Munsterlander apontando) e com o Spaniel Francês. O 5 em Junho de 1948 o clube da raça correspondente foi fundado sob o nome de “Associação Holandesa do Cão Perdiz Drentsche”.

OLHAR GERAL :

Cachorro bem proporcionado, secamente musculoso com uma estrutura de corte bem definida, cujo corpo mostra força e também capacidade de desenvolver a velocidade necessária para um cão de caça.

Tem um focinho em forma de cunha que é ligeiramente mais curto do que o comprimento do crânio e relativamente seco, sem lábios pendurados. Seu corpo é ligeiramente mais longo que sua altura na cernelha , portanto, ligeiramente alongado. O manto, embora realmente não demore muito no corpo, dá aquele visual porque as orelhas e cauda são bem cobertas de pelos e por causa da abundância de pelos no pescoço e no peito, bem como a presença de franjas nas orelhas, membros dianteiros e traseiros e especialmente na cauda.

TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO :
É o cão de caça ideal para vários tipos de terreno. Caça dentro do alcance da espingarda. Ficar em contato com o caçador parece ser uma qualidade inata. Uma característica de vários cães desta raça é que ao procurar uma presa, a cauda tem um movimento circular, especialmente quando você sente o traço. Ao se aproximar da presa o cão espera a chegada do caçador, quando está atrasado, olhe para trás procurando por seu mestre.
Possui a adaptabilidade que o torna capaz de caçar todos os tipos de presas na terra ou na água., à parte, ele é um bom colecionador e buscador de presas perdidas. Essas características são inatas, portanto, precisa de muito pouco treinamento.
Devido à sua natureza gentil, não é bom usar métodos de força para seu treinamento.
Es leal e inteligente, que faz, junto com uma boa educação e treinamento, um cachorro de família muito estimado, além de um valioso companheiro caçador.

CABEÇA :

REGIÃO CRANIANA : O crânio é bastante largo e apenas ligeiramente abobadado.. Na linha média tem uma ranhura quase invisível do stop, que é leve, até a metade da distância para a protuberância occipital, moderadamente desenvolvido.

Nasofrontal depression (Stop) : Visto de frente e de lado, o crânio gradualmente inclina-se em direção ao focinho, as bochechas também afinam gradualmente em direção ao focinho. Os arcos superciliares são bem desenvolvidos.

REGIÃO FACIAL :

Trufa : Bem desenvolvido e de cor marrom. Janelas abertas.
Focinho : Em forma de cunha e ligeiramente mais curto que o crânio, truncado no final, nenhum sinal de corte sob os olhos. O focinho é largo, não é côncavo nem convexo. É permitida uma ligeira curva ascendente atrás do nariz. Nariz romano é uma falha séria.
Lábios : Bem fino e seco.
Mandíbulas / Dentes : Mordida forte, mordedura em tesoura bem ajustada.
Bochechas : Moderadamente desenvolvido.
Olhos : Eles são amplamente separados e posicionados de forma que fiquem bem protegidos; eles não são proeminentes ou afundados, tamanho médio e formato oval. Sua expressão mostra o caráter bem-humorado e inteligente deste cão de caça. É desejável que a cor dos olhos seja âmbar, i.e., que não são nem escuros nem muito claros como os olhos de uma ave de rapina. As pálpebras estão bem aderidas ao globo ocular.
Orelhas : Eles não são pesados, eles são altos; desde a sua inserção foi bem colado nas bochechas sem formar pregas; quando são puxados para frente, faltam três dedos para que seu comprimento alcance a ponta do nariz. Eles são largos na inserção e arredondados na ponta. O cabelo abundante que cobre as orelhas é ondulado e longo; não tem cabelo cacheado. O cabelo é mais curto na ponta das orelhas, a borda interna também com franja abundante. Quando ele é atraído pela atenção, ele coloca as orelhas para frente e as levanta. Vistas de frente, as orelhas formam um triângulo com a dobra no meio do couro destes. As orelhas são móveis mostrando diferentes estados de espírito.

PESCOÇO :

Strong, médio longo, mais curto do que longo; forma uma linha contínua e fluida entre a cabeça e o tronco. Um pescoço mais longo do que o desejado, dar a impressão de mais elegante, mas sem força é indesejável. A barbela e a pele solta na garganta são atípicas na aparência deste cão de constituição seca com linhas bem definidas e são, portanto, indesejáveis.

CORPO :

Top de linha : Uma linha suave do pescoço, de comprimento moderado, com costas retas e lombos, forma uma linha fluida que termina em uma garupa ligeiramente descendente.
Voltar : Strong, médio longo, não muito curto; junto com as patas dianteiras e traseiras bem anguladas dá a impressão de que o corpo é alongado.
Lombo de porco : Fortemente musculado.
Alcatra : Largo e comprido, ligeiramente descendente.
No peito : Alcançando profundamente os cotovelos; visto de frente é bastante largo; os membros anteriores não devem ser obstruídos por costelas excessivamente arqueadas, peito estreito e raso é considerado deficiente. Caixa torácica alongada; costelas bem desenvolvidas, curvado, não achatado ou em forma de barril.
Linha inferior : Poco retraída.

CAUDA :

Inserção muito alta, o comprimento da cauda atinge a articulação tíbio-tarsal. A primeira metade está pendente e o resto forma uma ligeira curva ascendente. Em ação, parte da cauda é portada horizontalmente e a última parte em uma ligeira curva para cima. Ele nunca usa o rabo enrolado nas costas. Exceto por sua raiz, a cauda é coberta com muita franja, que diminui em direção à ponta.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES :
Ombros e braços : Escápulas compridas, inclinado para trás bem posicionado de forma que o ombro, braço e antebraço têm boa angulação. Também quando visto de frente, as escápulas são bem oblíquas, mantendo assim o corpo bem unido e harmoniosamente integrado.
Cotovelos : Apertado no peito, sem desvios para fora ou para dentro, o que poderia limitar o movimento do cão.
Antebraço : Reto e bem musculoso.
Articulação do carpo : Strong, com bons ossos.
Metacarpo : Sem desvios para fora ou para dentro, ligeiramente inclinado.
Pés dianteiros : De formato redondo ou oval com dedos unidos, arqueado e forte, com palmilhas sólidas.

MEMBROS POSTERIORES : bem desenvolvido, largo e bem musculoso.
Coxa e perna : O conjunto de ossos da pelve, coxa e perna mostram bons ângulos uma com a outra. Membros posteriores, visto de trás, eles não estão nem muito próximos nem muito distantes; são retos e absolutamente verticais.
Articulação do pé-quente : Definir baixo.
Metatarso : Curta, sem desvios para fora ou para dentro.
Pés traseiros : Igual aos avançados.

MOVIMENTO :

Movimento energético e harmonioso, cobrindo muito terreno; durante o trote, os membros não se movem muito próximos ou muito afastados; sem balançar ou desviar os cotovelos ou as articulações tibitársicas para fora. À medida que a velocidade aumenta, ele tende a buscar a linha média.

MANTO

CABELO : Pele densa, que cobre bem o corpo, sem ser cacheado; a capa não é muito longa, mas porque em algumas partes do corpo é mais longo, o cachorro dá a impressão de ter pêlo comprido. No pescoço e no peito, o cabelo está mais comprido. Sobre as orelhas, o cabelo é longo, preferência ondulada. As orelhas, a parte de trás dos membros anteriores e posteriores, coxas e cauda são cobertas por pêlos franjados.
Sem estar na base, a cauda, é coberto com cabelos longos que gradualmente encurtam em direção à ponta.

COR :

Branco com manchas marrons, com ou sem manchas. Menos desejável é uma pelagem com uma mistura de cabelo branco e castanho com ou sem manchas.. Menos desejável é o manto. As orelhas são castanhas, assim como o cabelo ao redor dos olhos.

TAMANHO :

Altura à Cruz :
Machos: 58 - 63 cm.
Fêmeas: 55 - 60 cm.
Um ou dois centímetros a mais são aceitos se o cão for bem proporcionado.

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado como falta, e a gravidade desta refere-se ao grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Drentse Patrijshond, Drent (Inglês).
    2. (en néerlandais : Drentse Patrijshond), épagneul à perdrix de Drente, épagneul hollandais de Drente (Francês).
    3. Drentscher Hühnerhund (Alemão).
    4. (em neerlandês: Drentsche patrijshond) (Português).
    5. Drentsche Patrijshond, Drent (español).

Spaniel de Pont-Audemer
Francia FCI 114 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Spaniel de Pont-Audemer

O Spaniel de Pont-Audemer ele é um cachorro gentil, muito equilibrado e obediente. Enérgico, inteligente e leal, eles são fáceis de treinar.

Conteúdo

História

O Spaniel de Pont-Audemer é originário da região de Pont-Audemer, procurando o Marais Vernier, na normandia, onde é tradicionalmente usado para caça de aves aquáticas. Em 1886, o Kennel Club de Le Havre começou a selecioná-lo. Após a II Guerra Mundial, Apenas alguns espécimes deste pequeno spaniel marrom permaneceram e cruzamentos foram feitos com o Cão d'água irlandês para salvar a corrida.

O Spaniel de Pont-Audemer é muito raro. A população total da raça é de cerca de trezentos indivíduos na França. Alguns criadores perpetuam a raça, principalmente na Normandia e Picardia.

Foto: Riga, Vencedor do Báltico 2013, 9-10 Novembro por Tomasyna, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Spaniel de Pont-Audemer ele é um Spaniel atarracado e vigoroso, cujo corpo é quase quadrado. Colocado quase ao nível da linha dos lombos, a cauda é portada bem reta. Geralmente é cortado no terceiro; quando a cauda não é cortada, Ele deve ser de comprimento médio, um pouco curvo. Âmbar escuro ou avelã, os olhos são bastante pequenos. A parte superior do crânio e as orelhas longas são bem providas de rolos que enquadram a cabeça, dando a impressão de estar usando uma peruca.

O cabelo é ligeiramente áspero no corpo, ondulado, nem liso nem crespo. O pelo é marrom, de preferência marrom e cinza manchado, com reflexos de folhas mortas.

Altura e peso

  • Tamanho macho: De 52 - 58 cm
  • Tamanho fêmea: De 52 - 58 cm
  • Peso macho: De 19 - 20 kg
  • Peso fêmea: De 17 - 19 kg

Caráter e habilidades

O Spaniel de Pont-Audemer é amoroso e mostra lealdade inabalável aos seus mestres. No entanto, se eles não recebem sua dose regular de cuidados, esses cães muitas vezes podem ficar ansiosos, que é um traço importante de sua personalidade.

Esses cães são especialmente bons com crianças e são muito sociáveis. Eles também são ótimos companheiros de jogos e companheiros de família.. No entanto, se você está procurando um bom cão de guarda, pode não ser a melhor opção, porque eles são muito amigáveis ​​e quietos para ficar de olho em algo ou alguém.

Esta raça se dá muito bem com outros cães, mas não se dá bem com cães da mesma raça que não pertencem à mesma matilha ou grupo. Também não é muito amigável com outros animais de estimação.. No entanto, filhotes desta raça se misturam facilmente com outros animais de estimação e são conhecidos por terem um comportamento amigável com eles.

Treino e educação

O treinamento do Spaniel de Pont-Audemer é facil. Este cão é muito obediente e leal às ordens do dono. No entanto, as sessões de treinamento devem ser curtas, já que o cachorro odeia qualquer tarefa longa e repetitiva.

Exercício de Spaniel de Pont-Audemer

Este cachorro tem necessidades agressivas de exercício, o que significa que mesmo caminhadas longas geralmente não o satisfazem. A maior satisfação que você obteria seria em qualquer longa sessão de caça. No entanto, se a caça não é uma realidade, este cão deve ter permissão para brincar em áreas controladas para que queime calorias suficientes e atenda aos seus requisitos de exercício.

Saúde

Como o resto dos animais, esta raça tem condições de saúde a serem observadas. Displasia de quadril canina, uma condição relacionada às cavidades do quadril, pode causar artrite em cães. Esses cães também são propensos à doença de Von Willebrand (uma doença hemorrágica relacionada à coagulação), e hipertireoidismo (superprodução de hormônios na tireóide).

Além desses problemas, luxação da patela e problemas dentários são os mais comuns nesta raça. Alopecia, uma doença de pele causada por micose ou outros parasitas, também pode afetar esses cães.

Em resumo, os seguintes problemas de saúde não são incomuns na raça Spaniel de Pont-Audemer:

  • Displasia de quadril canina
  • Doença de von Willebrand
  • Hipertireoidismo
  • Doença dentária
  • Luxação da patela
  • Alopecia

Limpeza

A pele desses cães pode parecer que precisam de muito cuidado, mas na realidade, esta raça precisa de pouca ou nenhuma manutenção. Uma escovagem regular uma ou duas vezes por semana é tudo que você precisa.

No entanto, as orelhas do cão precisam ser limpas sempre que necessário e estão sob risco de infecção se não forem mantidas limpas.

Classificações do “Spaniel de Pont-Audemer”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Spaniel de Pont-Audemer” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Quanto custa ter um Spaniel de Pont-Audemer?

Cubs Spaniel de Pont-Audemer normalmente custa entre 1000 e 1300 EUR.

Imagens do “Spaniel de Pont-Audemer”

Fotos

1 – “Spaniel de Pont-Audemer” na Exposição Canina Mundial em Poznań por Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – The Epagneul Pont Audemer is a french pointing dog by Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
3 – Head profile of a Pont-Audemer Spaniel male by Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
4 – Um Spaniel Pont-Audemer masculino por Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
5 – Pont-Audemer Spaniel male by Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
6 – “Spaniel de Pont-Audemer” por https://worlddogfinder.com/es/razas/spaniel-de-pont-audemer

Vídeos do “Spaniel de Pont-Audemer”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 114
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • Sociedade Canina CentralGun Dog

Padrão da raça FCI “Spaniel de Pont-Audemer”

FCI Padrão No. 114 / 25.09.1998 / E

SPANIEL DE PONT-AUDEMER
(Spaniel Pont-Audemer)

TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..

ORIGEM : França.

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 6.05.1964.

UTILIZAÇÃO : Cão mostra.

CLASSIFICAÇÃO FCI :

Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel". Com prova de trabalho.

OLHAR GERAL :

É vigoroso e gordo.

CABEÇA

REGIÃO CRANIANA

Crânio : Redondo, desenvolvido no topo; crista occipital proeminente; os parietais são bastante redondos. A testa sobe em direção ao pompadour; a cabeça é coberta com cabelo crespo, pompadour, que atinge o topo do crânio, deixando a testa nua.

Nasofrontal depression (Stop) : Faça um pequeno ângulo, mas a parada está marcada.

REGIÃO FACIAL

Trufa : De cor marrom, excede significativamente a frente do lábio superior, bastante afiado.
Cana do nariz : Longo, com destaque no meio.
Lábios : Bem e um pouco pendurado, tornando o focinho bastante pontudo.
Olhos : Âmbar escuro ou cor de avelã, bastante pequeno, bem colocado em sua órbita; olhar franco e gentil.
Orelhas : Moderadamente grosso, plano, inserido mmmm mais para baixo para limpar as bochechas, Longo adornado com cabelo sedoso e crespo, que, junto com o cabelo pompadour, forma uma linda peruca cacheada que enquadra bem a cabeça.

PESCOÇO :

Um pouco arqueado, bem delineado, muscular, finamente inserido na cabeça e solidamente nos ombros.

CORPO :

Voltar : Reto ou ligeiramente convexo.
Lombo de porco : Bem curto, Largura, sólido, muscular.
Alcatra : Muito ligeiramente inclinado.
No peito : Profundo, ampla, cai completamente ao nível do cotovelo; costelas longas, excepcional, aproximando-se do quadril nas costas.
flancos : Plano e um pouco elevado.

CAUDA :

Inserido quase ao nível da linha da coluna, portado bastante reto, geralmente cortado em um terceiro; grosso em sua inserção; É coberto por cabelos crespos e deve haver cabelo em volta da cauda. Quando a cauda não está cortada, deve ser de comprimento médio e ligeiramente curvado.

MEMBROS :

Os membros devem ser bastante curtos, para que o cão fique um pouco perto do chão, mas sem parecer o Cocker.

MEMBROS ANTERIORES :

Ombro : Strong, longo, oblíqua, fechado em sua junção com a coluna vertebral.
Braços : Forte e musculoso.

MEMBROS POSTERIORES :

Quadris : Extrovertido, alcançando o nível das costas.
Coxas : Em linha reta, bem descido, muscular, muito forte com calças bem desenvolvidas. Ponta protuberante da coxa.
Articulações do tarso quente : Amplo e reto, sem entrar ou sair.
Metatarsos : Bastante curto, especialmente adornado nas costas por uma franja de cabelo encaracolado. Evite ergôs.

PÉS : Rodada, Prumo bem, coberto por longos cabelos cacheados entre os dedos.

PELES

CABELO : Encaracolado e ligeiramente sentido.

COR :

Brown, de preferência marrom e cinza manchado, com tons de folhas secas.

TAMANHO :

De 52 - 58 cm.

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

• Crânio achatado dos lados, testa paralela ao focinho; ausência de pompadour, topete que atinge o osso da testa ou formado por cabelos caídos.
• Ângulo da depressão naso-frontal (Stop) muito direto.
• Trufa preta, pálida, redondo ou com manchas brancas.
• Focinho curto ou muito arqueado.
• Lábios grossos e pendentes.
• Olhos muito leve, ao nível da cabeça ou muito afundado; olhar agressivo ou taciturno.
• orelhas grossas, inscritas, muito curto, inserção muito alta, transportado para frente ou para trás.
• Pescoço muito pesado, achatado em sua linha superior, grosso em sua junção com a cabeça.
• costas compridas, estreito ou selado.
• Lombo longo, estreito ou plano.
• Garupa caída ou muito reta.
• Peito sem profundidade, muito arredondado, afundado; costelas planas ou juntas.
• Flancos arredondados, muito baixo.
• Cauda de inserção muito alta ou muito baixa, muito curvo, carregada na forma de um sabre ou com uma pluma.
• Ombros curtos, em linha reta, separados perto do topo.
• braço fino.
• Quadris baixos.
• coxa plana.
• Articulações tarsais-quentes desviadas, linhas retas, muito distantes ou muito próximos.
• Metatarsos longos, inclinar-se para trás ou inclinar-se para a direita ou esquerda, sem franjas.
• Pés estreitos, muito longo, muito peludo; almofadas muito grossas.
• Cabelo muito liso, muito cacheado, muito duro ou muito fino; sem topete cacheado ou com pelos que caem como no Poodle.
• Cor preta, preto e branco, English Toy Terrier.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Epagneul Pont-Audemer, Setter of Pont-Audemer (Inglês).
    2. Épagneul de Pont-Audemer (Francês).
    3. Epagneul de Pont-Audemer (Alemão).
    4. (em francês: epagneul de Pont-Audemer) (Português).
    5. Epagneul du Pont-Audemère (español).

Spaniel da Picardia
Francia FCI 108 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Dócil e resistente, feliz com pouco, o Spaniel da Picardia no entanto, precisa da atenção constante do seu cuidador.

Conteúdo

História

O Spaniel francês e o Spaniel da Picardia as duas raças de Spaniel mais antigo no continente europeu. Ambos parecem descendentes de “cachorro oysel” descrito nas obras de Gaston Fébus (siglo XIII). Naquela época, A caça era uma das atividades mais populares da nobreza francesa e dos Spaniel O tipo francês era uma das raças mais populares. A raça está representada em pinturas deste período de artistas como Alexandre-François Desportes e Jean-Baptiste Oudry. É também a primeira raça canina a ser admitida em exposições..

A raça se tornou mais popular após a Revolução Francesa, desde que a caça deixou de ser uma atividade reservada exclusivamente à nobreza. Embora seja encontrado em todo o país, um grande contingente está presente no noroeste do país, onde seu casaco impermeável o torna uma raça ideal para caça em florestas e pântanos. Durante o século XIX, Caçadores ingleses cruzaram o Canal da Mancha e viajaram para o noroeste da França para caçar nestas terras famosas. Então, eles trouxeram seus próprios cães de caça, que os franceses gradualmente adotaram, assim, colocando em perigo o Spaniel da Picardia. Além disso, a infusão de sangue de Setter inglês na corrida criou o Spaniel azul da Picardia.

O Spaniel da Picardia é uma raça de cachorro muito rara, que quase só é encontrado na França metropolitana.

O Spaniel da Picardia é reconhecida por uma grande variedade de clubes e associações caninas, como a International Canine Federation, mesmo no exterior como ele North American Kennel Club, o American Rare Breed Association, o United Kennel Club. Todas essas associações usam o padrão FCI. Também é reconhecido pelo Continental Kennel Club, mas ao contrário do Spaniel azul da Picardia, que está intimamente relacionado a ele, não é reconhecido pelo Canadian Kennel Club.

Foto: “Spaniel da Picardia” na Exposição Canina Mundial em Poznań por Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Spaniel da Picardia ele é um cachorro lindo, forte, elegante, nervoso, sólido e bem musculoso. Sua pelagem é cinza com manchas marrons nas diferentes partes do corpo e freqüentemente bronzeada na cabeça e nas pernas.. Seus olhos âmbar escuros se arregalam, dando a você uma aparência expressiva. Sua pelagem abundante e levemente ondulada lhe confere proteção, permitindo que você trabalhe nos lugares mais difíceis, especialmente na água. As orelhas são longas, bastante baixo, localizado na linha dos olhos e decorado com lindas franjas. A cauda, adornado com pele bonita, usado com distinção. Seu tamanho varia de 55 e 60 cm.

Caráter e habilidades

O padrão da raça FCI não descreve um temperamento típico para o Spaniel da Picardia. O Spaniel da Picardia é considerada uma raça de cão dócil que adora brincar com crianças, e se relacionar facilmente com seu cuidador. Geralmente descrito como um cão dócil, bem humorado e fácil de treinar.

Acima de tudo, são cães de caça que precisam de muito exercício para expressar sua energia, resistência e rusticidade.

O treinamento dele é natural; o Spaniel da Picardia eles trabalham para agradar seu cuidador. Relatório, em terra e em águas profundas, é um prazer para ele. As recompensas, carícias e elogios são a base de sua educação.

Utilitário

O Spaniel da Picardia é um cão de caça, que precisa de partidas diárias.

O Spaniel da Picardia são usados ​​para caça, na floresta para o faisão ou nos pântanos onde eles caçam, em particular, narceja. Também é um cão eficaz para a caça ao pato, a lebre ou o coelho. Eles são especialmente eficazes em pântanos, onde eles não hesitam em pular na água. Sim é necessário, também pode recuperar caça. Este cão adora espaços amplos onde pode fazer exercício, mas você também pode se contentar com espaços menores e pode viver muito bem na cidade. O cabelo é abundante e ligeiramente ondulado, permitindo que você cace em vegetação densa e entre na água sem qualquer dificuldade.

Esses cães dóceis são cães de companhia agradáveis, mas eles exigem muito exercício físico.

Saúde

Não existem doenças genéticas hereditárias conhecidas em cães Spaniel da Picardia. Sua longevidade é de 14 anos em média. O Spaniel da Picardia é especialmente sensível a infecções de ouvido, como a maioria dos cães com orelhas caídas, como outras raças de “Spaniels ou Bassets”. O Spaniel da Picardia tendem a ganhar peso rapidamente se forem alimentados em excesso.

Classificações do “Spaniel da Picardia”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Spaniel da Picardia” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens “Spaniel da Picardia”

Spaniel da Picardia

Nossa “Spaniel da Picardia”, Gibbs des Chaumes de Thiérache para o 6 meses por Rachelle Vafidis, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Spaniel da Picardia

Nossa “Spaniel da Picardia”, Gibbs des Chaumes de Thiérache para o 6 meses por Rachelle Vafidis, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Vídeos do “Spaniel da Picardia”

Spaniel picardo (Epagneul picard) – Raça de cachorro
Picardy Spaniel (Epagneul Picard)

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 108
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • KC – cão de caça
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Spaniel da Picardia”

FCI Padrão No. 108 / 25.09.1998 / E

SPANIEL PICARDO
(Picard Spaniel)

TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..

ORIGEM : França.

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 30.10.1964.

UTILIZAÇÃO : Cão mostra.

CLASSIFICAÇÃO FCI :

Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel".
Com prova de trabalho.

OLHAR GERAL :

Cachorro bem compacto, com membros fortes e musculosos, aparência doce e expressiva; carrega a cabeça com uma atitude alegre e altiva. Seus membros anteriores são bem desenvolvidos.

CABEÇA :

REGIÃO CRANIANA
Crânio : Redondo e largo, com o occipital bem pronunciado; ossos parietais são achatados.
Depressão fronto-nasal (Stop) : Bem inclinado, sem formar um ângulo reto.

REGIÃO FACIAL

    Trufa : Marrom, médio, bastante arredondado.
    Focinho : Longo, bastante largo, ele se afina gradualmente da testa até a ponta do focinho e tem uma leve convexidade na parte média da ponte nasal.
    Lábios : Moderadamente grossa; o lábio superior cai um pouco no
    baixa, mas sem enforcamento.
    Olhos : Cor âmbar escuro, bem aberto com um olhar franco e expressivo.
    Orelhas : Baixo o suficiente para enquadrar bem a cabeça; os cabelos são lindos, sedosos y ondulados.

PESCOÇO :

Bem posicionado e bem musculoso.

CORPO :

    Os quadris são ligeiramente mais baixos que a cernelha.
    Voltar : Moderadamente longo, ligeiramente afundado depois
    Cruz.
    Lombo de porco : Bem direto, não muito longo, largo e grosso.
    Alcatra : Muito ligeiramente inclinado e arredondado.
    No peito : Profundo e bastante amplo; claramente desce ao nível do cotovelo.
    flancos : Planos, mas profundo, bastante levantados.

CAUDA :

A inserção da cauda não é muito alta; forma duas curvas ligeiramente côncavas e convexas; Não é muito comprido e é coberto por lindos cabelos sedosos.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES : Reto e com músculos fortes, adornado com franjas de cabelo.

    Ombro : Omoplatas razoavelmente longas, bastante reto e dotado de músculos fortes.
    Braços : Bem musculoso.
    Cotovelos : Bem localizado.

MEMBROS POSTERIORES : Presença de uma boa franja de cabelo até a articulação tarsal quente.

    Quadris : Proeminente, no nível da espada e nas costas.
    Coxas : Em linha reta, bem descido, largo e bem musculoso
    Articulações do tarso quente : Ligeiramente inclinado.
    Metacarpo : Em linha reta.

PÉS : Rodada, larguras, juntos, com um pouco de cabelo entre os dedos.

PELE :

Muito fino e flexível.

PELES

CABELO : Espessura, não muito sedoso, bem na cabeça, ligeiramente ondulado no corpo.

COR :

Cinza mosqueado, com placas marrons em diferentes partes do corpo e no nascimento da cauda; mais frequentemente manchas bronzeadas na cabeça e pés.

TAMANHO :

Altura à Cruz : 55 - 60 cm.
Tolerância até 62 cm nos machos.

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e sua gravidade é considerada até o grau de
desvio padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão.

• Cabeça em forma de pêra, muito estreito.
• Caveira quadrada, estreito ou curto.
• Ângulo da depressão fronto-nasal muito reto.
• Trufa preta, Sharp, Fechado; nariz duplo.
• Focinho muito curto, muito convexo.
• Lábios muito grossos, muito apertado.
• Olhos de cores muito claras, muito afundado, a nível da cabeça, vestido; olhar maligno.
• orelhas estreitas, curto, implantação muito alta, coberto com cabelo crespo ou sem cabelo sedoso.
• pescoço muito longo, muito curto ou muito fino.
• Dorso muito comprido ou selado.
• Lombo muito longo, muito estreito ou muito fraco.
• Garupa muito inclinada.
• Peito muito estreito ou não profundo o suficiente.
• Flancos redondos, muito elevado ou muito caído.
• cauda em forma de sabre, muito longo, cabelo muito cacheado, inserção muito alta ou muito baixa.
• Ex-sócios sem listras, magro; cotovelos fechados ou abertos.
• Escápulas muito curtas, muito reto ou inclinado, dirigido bem atrás.
• Braço muito fino.
• Carpo desviado para frente.
• Quadris muito altos, Muito baixo, muito estreito.
• coxa estreita, sem franjas de cabelo.
• Articulações do tarso quente excessivamente anguladas ou em formato de vaca.
• Pés estreitos, esmagado, dedos bem separados.
• Pele muito grossa.
• Belo cabelo, seda, crespo ou muito curto.
• Muito marrom, manchas brancas ou pretas.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Epagneul picard (Inglês).
    2. Épagneul picard (Francês).
    3. Epagneul Picard (Alemão).
    4. (em francês: Epagneul Picard) (Português).
    5. Epagneul picard (español).

Spaniel francês
Francia FCI 175 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Spaniel francês

Natureza muito gentil, cortês e inteligente, o Spaniel francês está ansioso por aprender.

Conteúdo

História

As origens do Spaniel francês são muito incertos e muitas hipóteses foram levantadas.

Seu nome viria da Espanha ou do antigo espaigner francês, Isso significa “mentira”. Ele também é considerado o ancestral do “Cães de Parar ou Cães Apontadores”.

De acordo com a hipótese mais provável, o Spaniel francês seria o descendente dos cães Oysel descritos por Gaston Phoebus e usados ​​na Idade Média.

O Spaniel francês está na origem das diferentes variedades de spaniels de caça. Selecionando, tornou-se a raça elegante e atlética do tipo de “Cães de Parar ou Cães Apontadores” muito firme que hoje brilha nas competições de trabalho.

O primeiro padrão foi escrito em 1891 por James de Connick, e posteriormente foi retrabalhado e adaptado aos diferentes desenvolvimentos da raça.

Foto: “Spaniel francês”, do grupo de Cães de Parar ou Cães Apontadores franceses por Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

Cabelo: Plano, sedoso e denso. Ligeiramente ondulado atrás do pescoço, acima da cauda sobre as orelhas. Curto e fino na cabeça, mas mais longo nas orelhas.

Sua cor: Branco e marrom (canela para fígado escuro), com manchas regulares, pouco ou moderadamente manchado.

Sua cabeça : usado com orgulho, com relevos bem marcados, comprimento e largura médios. A parada é moderadamente íngreme.

Orelhas : descontraído, puxado para frente, com franjas mais ou menos longas e onduladas.

Olhos : Tão grande, oval, bronzeado a marrom na cor, de acordo com o casaco. Expressão suave e inteligente.

Seu corpo : ligeiramente mais longo que a altura na cernelha. A linha superior é reta, sempre bem apoiado, a cruz está seca e larga, as costas são largas e musculosas, a garupa é arredondada e harmoniosamente inclinada, o tórax é dividido e a região do esterno larga e curva.

Cola : Grosso na base e afunila em direção à ponta. Está abaixo da linha superior, transportado mais ou menos curvado, fornecido com cabelo longo e sedoso, ligeiramente ondulada.

Altura e peso

▷ Tamanho macho: De 56 - 61 cm

▷ Tamanho fêmea: De 55 - 59 cm

▷ Peso macho: De 24 - 25 kg

▷ Peso fêmea: De 24 - 25 kg

Caráter e habilidades

Natureza muito gentil, elegante e inteligente, o Spaniel francês está ansioso por aprender. Embora a caça seja sua principal vocação, sua sociabilidade e doçura fazem dele um cachorro que se adapta a todos os estilos.

Equilibrado e franco, eles são cães calmos e dóceis que estão dispostos e ansiosos para caçar, durante o qual eles são flexíveis e robustos.

Muito apegado ao seu mestre, sua profunda sensibilidade requer um treinamento suave.

Eles não toleram a solidão e exigem passeios regulares.

Como cuidar do seu “Spaniel francês”: suas necessidades

Como um cão de caça, o Spaniel francês você precisa se exercitar e, Por conseguinte, precisa de grandes espaços abertos. No entanto, pois se adapta muito bem a todos os ambientes, pode viver muito bem na cidade, desde que seu dono o tire regularmente. Deve ser capaz de fazer longas caminhadas, se possível também na floresta ou em uma área arborizada. É um cachorro que adora água.

Em relação à manutenção, o Spaniel francês deve ser escovado uma ou duas vezes por semana para desembaraçar o pelo.

Dieta “Spaniel francês”

Como outros cães de caça, o Spaniel francês você só precisa de uma refeição por dia como adulto, de preferência à noite. Você não precisa de nenhuma comida especial. Só tem que ser de boa qualidade, variada e adaptada à sua idade, estado de saúde e exercício físico.

Saúde “Spaniel francês”

O Spaniel francês está com boa saúde. No entanto, pode ser o alvo de certas doenças, como catarata, displasia do quadril ou eczema. Também é aconselhável monitorar e limpar seus ouvidos regularmente.

Preço de um cachorro “Spaniel francês”

O preço de um cachorro Spaniel francês vai depender do sexo, o pedigree dos pais, conformidade com os padrões da raça, etc.

Preço médio de um homem de Spaniel francês: 625€.
Preço médio de mulher de Spaniel francês: 625€.

Classificações do “Spaniel francês”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Spaniel francês” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “Spaniel francês”

Fotos:
1 – “Spaniel francês” por Vertwatt94, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – “Spaniel Francês” por Tux-Man, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
3 – Une femelle épagneul français à exposition por Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
4 – “Spaniel Francês” por http://epagneul-francais-buck.e-monsite.com/
5 – “Spaniel Francês” por https://www.perdrioles.com/produit/chiots-epagneul-francais-2/
6 – “Spaniel Francês” https://chiens.photos/epagneul-francais-chiot/

Vídeos do “Spaniel francês”

Epagneul français
Haniel & Cloé no jardim

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 175
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • CKCMiscellaneous
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Spaniel francês”

Padrão FCI no. 175 / 21.01.2009 / E
FRANCÊS SPANIEL(Spaniel francês)
TRADUCCION : IRIS Carrillo (Fédéración Canófila de Puerto Rico). Revisão técnica : Miguel Angel Martinez (Federação Cinológica Argentina).
ORIGEM : França.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 04.11.2008.

UTILIZAÇÃO : Cão mostra.
CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 7 Seção de cães apontadores 1.2 Cães de Parar Continentais, Tipo Spaniel com prova de trabalho.
BREVE RESUMO HISTÓRICO : O Spaniel Francês descende de cães ossela (perdigueros) descrito por Gaston Febus e usado durante a Idade Média. É este cão que dá origem a muitas variedades diferentes de Spaniels de caça. A seleção fez dele um cão elegante e atlético que se mostra com confiança e que hoje se destaca nas competições de trabalho.. O primeiro padrão foi estabelecido em 1891 por James Connick. Desde então, foi modificado várias vezes e depois adaptado às várias evoluções da raça.
OLHAR GERAL : Cachorro de tamanho médio, elegante, muscular; de proporções médias e tipo bracóide. Sua construção harmoniosamente proporcionada revela a força e energia necessárias para o seu

UTILIZAÇÃO. A estrutura óssea é forte, sem ser áspero.

PROPORÇÕES IMPORTANTES : O comprimento do corpo (comprimento escapulo-isquiático) é de 2 - 3 centímetros maior que a altura na cernelha. O comprimento do peito é igual ou maior que 6/10 comprimento do corpo.
TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : Ele é bem equilibrado, franco, doce, calmo e dócil. Veio durante a caça, sociável com seus pares é o companheiro ideal em qualquer circunstância. Cão Apontador Excelente, ele também é um bom colecionador de jogos.
CABEÇA : O porte da cabeça é altivo, sem aparência de peso. Não é excessivamente fino e possui relevos bem definidos. É de comprimento e largura moderados.
Crânio REGIÃO CRANIANA : As faces laterais são quase paralelas. Os arcos superciliares são marcados. Visualizacões de perfil, as linhas superiores do crânio e do focinho são ligeiramente divergentes. (Stop) : É progressivo e moderadamente pronunciado.
REGIÃO FACIAL : Trufa : Brown, bem pigmentado e as janelas são bem abertas. : Um pouco mais curto que o crânio. Um focinho ligeiramente convexo é preferível a um focinho reto. : O lábio superior é bem aplicado. No perfil, cai quase verticalmente da frente e curva-se progressivamente para o canto, o que não é muito aparente, mas bem fechado. O lábio superior não deve cobrir excessivamente o lábio inferior. / Dentes : A dentadura está completa. A mordida é em forma de tesoura ou pinça (borda a borda). Os incisivos em tesoura são preferíveis aos incisivos de ponta a ponta. : Olhos castanhos a castanhos escuros, o mais próximo possível da cor das manchas, expressar doçura e inteligência. Bastante grande e de formato oval. As pálpebras próximas ao globo ocular. Na pálpebra superior as sobrancelhas são abundantes. : Bem aplicado e colocado para trás na linha dos olhos com uma boa projeção próximo às bochechas. Eles são fornecidos com cabelos sedosos e ondulados. Se a orelha for estendida para frente sem forçá-la, o membro deve chegar ao nariz da trufa.
PESCOÇO : Muscular. O perfil é ligeiramente arqueado, oval e sem barbela.
CORPO : Top de linha : Em linha reta, muito firme tanto em movimento quanto em pé. Cruz : Fina, bem extrovertido, amplo. : Largura, não muito longo e fortemente musculoso. : Ampla, arredondado, harmoniosamente inclinado ao longo da coluna. O relevo da estrutura óssea não é aparente. : Muito largo e volumoso; desce ao nível do cotovelo. Osso do peito : Linha de fundo ampla e arredondada : Ele sobe harmoniosamente em direção à região do ventre sem exagero.
CAUDA : Não aparado e atinge a ponta do jarrete. Não se desvia. É inserido abaixo da linha superior e cai obliquamente, na curva para baixo na base, curvando-se mais ou menos para cima na ponta. É grosso na base e afunila progressivamente até a ponta. Possui pêlos longos, sedosos e ondulados que começam a alguns centímetros da raiz e se estendem até o meio da cauda., e, em seguida, diminuir progressivamente para o membro.
MEMBROS
MEMBROS ANTERIORES : Eles estão bem posicionados. A parte posterior do membro anterior é dotada de pêlos sedosos e ondulados de comprimento médio acima do cotovelo, mas muito mais na região do antebraço. Esses cabelos caem até o nível do metacarpo. : Eles estão bem presos ao peito e são bastante oblíquos (50% em relação à horizontal).Braços : Seu comprimento é menor que um terço da altura na cernelha e sua obliquidade na horizontal é de quase 60 °. : Carpo e metacarpo magro e musculoso : São bem definidos, magro com ossos aparentes, mas não grosso. Metacarpos ligeiramente oblíquos. Patas dianteiras : São ovais. Dedos juntos e bem arqueados; unhas são fortes e escuras. Os espaços interdigitais são fornecidos com fios de cabelo. As almofadas são duras e escuras.
MEMBROS POSTERIORES : Visto de trás, eles são verticais, poderoso e musculoso, da coxa à perna. O cabelo na parte de trás dos membros é particularmente abundante atrás da coxa. : É largo e bastante longo, com músculos poderosos e muito aparentes. Sua obliquidade na horizontal é de 65 ° a 70 °. : Seu comprimento é visivelmente igual ao da coxa; músculos são esculpidos e aparentes. Jarrete : Sólidos e musculosos. Patas traseiras : Oval e ligeiramente mais longo que os pés da frente, mas no resto com as mesmas características.
MOVIMENTO : É solto, fácil, regular e enérgico, enquanto mantém a elegância. Os membros se movem bem no eixo do corpo, sem deslocamento vertical exagerado da linha superior e sem oscilação.
PELE : Flexível e bem preso ao corpo.
PELES
CABELO : Longo e ondulado nas orelhas, projetando-se nas extremidades destes, bem como na parte de trás dos membros e cauda. É suave, sedoso e bem abundante no corpo, com algumas ondulações atrás do pescoço e no nascimento da cauda. É plano e fino na cabeça.
COR : Pele branca e marrom, com manchas de extensão moderada que, às vezes, pode se tornar predominante. Eles são de forma irregular, pouco ou bastante manchado. Roano sem excessos. A castanha varia de canela a fígado escuro. A faixa branca e a cor branca na cabeça são valorizadas, se a marca não for muito grande. A ausência de branco na cabeça é perfeitamente admitida.
Todas as membranas mucosas externas são castanhas, sem despigmentação, especialmente no nariz e nas pálpebras.
TAMANHO : Machos : 56 – 61 cm.Hembras : 55 – 59 cm em mulheres Tolerância : + 2 cm- 1 cm.
FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada como a medida do desvio padrão e seu efeito sobre a saúde e o bem-estar do cão.
FALHAS GRAVES
• Crânio muito largo.
• Dentes posicionados incorretamente.
• Olhos claros
• orelhas parcialmente brancas, muito curto ou triangular.
• Estrutura óssea pobre.
• Cabelo crespo no corpo.
• Ausência de cabelos longos e sedosos.
FALHAS ELIMINATÓRIAS :
• cão agressivo ou medroso.
• Falta de tipo (características étnicas insuficientes, o que tem como consequência que o animal como um todo não se parece com seus semelhantes).
• Prognatismo superior o inferior, com uma perda de contato de mais de um milímetro.
• Ausência de qualquer dente (exceto PM1).
• Entropia ou ectrópio.
• Olhos heterocromos (de cor diferente).
• Olhos muito leve.
• Mancha branca ao redor do olho (marca branca dos olhos).
• Esporas nos membros posteriores.
• Qualquer cor diferente de branco e marrom.
• despigmentação perceptível no nariz e nas pálpebras, o ambos.
• Tamanho que excede os limites do padrão.
Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Canadian Setter, French Setter (Inglês).
    2. Épagneul français (Francês).
    3. Epagneul Français (Alemão).
    4. (em francês: epagneul français) (Português).
    5. Epagneul Français (español).

Spaniel azul da Picardia
Francia FCI 106 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Spaniel azul da Picardia

Usado para caça, o Spaniel azul da Picardia distingue-se pelo seu estilo muito pronunciado, sua excepcional resistência física e sua capacidade de evoluir em todos os tipos de terreno.

Conteúdo

História

Como o nome sugere, o Spaniel azul da Picardia é um nativo da Picardia, uma região do norte da França. É o resultado dos cruzamentos feitos no final do século 20 entre os Picardo Spaniel (em um casaco cinza salpicado com manchas marrons, que apareceu por volta do ano 1000 durante as Cruzadas e são primos muito antigos da Spaniel francês) e o Setter inglêsBlue Belton” (com um casaco preto e branco, de origem espanhola e importado para a Inglaterra na Idade Média).

Mais precisamente, Esses cruzamentos foram possíveis graças à chegada a Travessura e na boca do Soma de muitos caçadores ingleses que vieram a bordo de seus cães de caça, após as quarentenas drásticas introduzidas em seu país. As duas raças se misturaram naquela época, o objetivo inicial era provavelmente terminar com um cão com um andar mais longo do que o Spaniel azul da Picardia, mas também mais rápido e com um melhor olfato.

No início, o Spaniel da Picardia e o Spaniel azul da Picardia eles consideraram a mesma raça, apesar de seus casacos diferentes. O clube de l’Epagneul Bleu de Picardie Foi fundada em 1907, mas não foi até 1938 que foi finalmente reconhecido oficialmente como uma raça distinta pela Fédération Cynologique Internationale (FCI). O ano passado, O clube de l’Epagneul Bleu de Picardie tinha se fundido com o Clube l’Epagneul Picardie, fundado por sua parte em 1921.

Em 1980, O clube de l’Epagneul de Pont-Audemer fundido por sua vez, e o grupo assumiu o nome de Clube de l’Epagneul Picardie, du Bleu de Picardie e l’Epagneul Pont-Audemer. Em 2015, a associação muda de nome e passa a se chamar Clube des Epagneuls de Picardie et de Pont-Audemer (CEPPA).

Vários espécimes foram exportados para o Canadá em torno 1987, e o Canadian Kennel Club, por sua vez, reconhece a raça em 1995. El American United Kennel Club (UKC) fez o mesmo no ano seguinte, ao mesmo tempo que o Picardy Spaniel. Por outro lado, o American Kennel Club (AKC), a outra organização de referência americana, ainda não deu o passo.

O Spaniel azul da Picardia, como é chamado em inglês, Também é reconhecido pela American Association of Rare Breeds (ARBA), e isso não é uma coincidência: Na verdade, permanece desconhecido na maior parte do mundo, e sua aquisição é principalmente na França, mais particularmente em sua região natal.

Em França, Na verdade, sofreu um pouco mais do que 1.200 registros LOF entre 2010 e 2016, ou alguns 180 por ano. A tendência é globalmente estável, provavelmente apoiado pela boa reputação que pode gabar-se de cão de caça ou animal de estimação.

Foto: Blue Picardy Spaniel at the World Dog Show in Poznan, Poland by Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

Um cão “tipo braacóide”, o Spaniel azul da Picardia não é muito grande. No entanto, seu corpo robusto e musculoso dá-lhe uma impressão de poder e vitalidade.

Seu pelo azulado é devido à presença do Setter inglês entre seus ancestrais. Também é salpicado de cinza e preto, o que lhe dá reflexões muito particulares e específicas. O cabelo está plano no corpo, com alguns fios ondulados nas orelhas, as pernas e sob a cauda.

Os olhos do Spaniel azul da Picardia são grandes, marrom escuro e tem uma expressão calma e benevolente. As orelhas arredondadas são relativamente longas e caem para os lados.

Enfim, sua cauda é longa, flexível e com franjas.

Caráter e habilidades

Usado para caça, o Spaniel azul da Picardia distingue-se pelo seu estilo muito pronunciado, sua excepcional resistência física e sua capacidade de evoluir em todos os tipos de terreno. Sim é necessário, ele pode até mesmo submergir na água gelada sem hesitar em devolver o jogo ao seu mestre.

No entanto, embora a caça esteja em seus genes e ele esteja acostumado a viver no campo, pode se adaptar à vida da cidade. No entanto, eles são cães esportivos que precisam correr e fazer muitos exercícios. Por conseguinte, vida na cidade – especialmente se for em um apartamento – só pode ser adequado para ele se houver tempo para longos passeios na natureza. Em qualquer caso., Não é uma raça de cão recomendada para pessoas idosas ou sedentárias, pois deve ser capaz de permitir que ele use sua energia transbordante e gaste-se.

Equilibrado e suave (contanto que sua necessidade de atividade seja satisfeita), amante para agradar seu mestre, também é um excelente cão de companhia, curtindo muito a vida em família, do qual ele é um membro pleno. Em especial, É uma raça de cão adaptada a crianças: nada agressivo, seu afeto por eles é ilimitado, e adora compartilhar jogos e mimar com eles, que ele gosta muito.

É perfeitamente possível que seu cão more com outros cães, ja que ele Spaniel azul da Picardia É um cão sociável e gentil por natureza.

Por outro lado, é fortemente desencorajado colocá-lo na presença de pequenos animais, como coelhos ou pássaros: iria inevitavelmente identificá-los com o jogo que deve ser levado ao seu goleiro, o que pode levar a pequenos mal-entendidos.

Como eles não latem muito, não têm um forte senso de território e, portanto, não podem ser usados ​​como cães de guarda.

Uso

O Spaniel azul da Picardia é principalmente um cão de caça. É particularmente adequado para trabalhar em pequenos animais em florestas e pântanos, embora ele ainda seja o especialista em galinholas.

Usado para caça, eles são excelentes cães de apontar e escolher com um olfato muito pronunciado e uma resistência física excepcional, qualidades que os tornam a verdadeira alegria de seus proprietários de caça.

É também um cão de companhia ideal. É fácil conviver com eles e muito sociável, aclimatar-se facilmente com a vida familiar e encontrar rapidamente seu lugar nela, quer no meio de adultos apenas ou na presença de crianças, dos quais rapidamente se tornam os melhores e mais leais amigos.

Saúde

Não há doenças genéticas conhecidas peculiares a Spaniel azul da Picardia No entanto, como todos “Spaniel”, são particularmente propensos a infecções de ouvido, que são muito comuns em cães com orelhas caídas.

Você também corre o risco de se ferir durante as caçadas, especialmente nas pernas e almofadas. Por conseguinte, é aconselhável se acostumar a verificar se você não manca ao retornar da caça ou de uma longa atividade ao ar livre. Isso pode ser um sinal de entorse ou fratura., ou simplesmente causado por picos, que pode ser tão escondido quanto doloroso.

Enfim, o Spaniel azul da Picardia você pode ser vítima de sua ganância e ganhar peso facilmente se não for ativo o suficiente. Por conseguinte, é necessário monitorar escrupulosamente o peso do seu cão e, acima de tudo, certifique-se de sempre ter sua dose diária de adrenalina.

Limpeza

Em geral, a escovação é recomendada quando Spaniel azul da Picardia semanalmente, já que seu pêlo semilongo pode facilmente reter galhos e folhas mortas.

Além disso, e embora obviamente dependa das atividades que são realizadas com ele, pode ser necessário, de vez em quando, lavar o cabelo com um shampoo específico para cães quando estiver muito sujo.

Em todos os casos, se você voltar da caça ou sair para o campo, você deve inspecionar cuidadosamente seu animal em busca de espinhos ou uma ferida escondida pelo cabelo.

Como qualquer raça de cachorro com orelhas caídas, orelhas caídas representam um risco maior de infecção e outros problemas, portanto, eles devem ser limpos pelo menos uma vez por semana com um produto veterinário adequado.

Enfim, devido ao seu alto nível de atividade, suas garras devem normalmente se desgastar em contato com os vários pisos sobre os quais caminha. Sim, não é assim, não deve hesitar (Faz) cortando as garras do seu cachorro uma ou duas vezes por ano.

Compre um “Spaniel azul da Picardia”

O preço de um cachorro Spaniel azul da Picardia é de alguns 600 EUR. Não há diferença significativa entre o preço de um homem e de uma mulher.

Classificações do “Spaniel azul da Picardia”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Spaniel azul da Picardia” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “Spaniel azul da Picardia”

Vídeos do “Spaniel azul da Picardia”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 106
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • AKCGun Dog Group
  • CKC – Esportes
  • UKCGun Dog Group

Padrão da raça FCI “Spaniel azul da Picardia”

TRADUCCION: Federação Mexicana de Canófila, A.C..

ORIGEM: França.

DATA DE PUBLICAÇÃO DA NORMA OFICIAL VÁLIDA: 24.06.1987.

UTILIZAÇÃO:

Cão mostra. CLASSIFICAÇÃO FCI: Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores. Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel". Com prova de trabalho.

OLHAR GERAL:

É um cachorro bem perto do chão, bem moldado para o trabalho. Sua aparência geral é a do Picard Spaniel.

CABEÇA:

REGIÃO CRANIANA:

Crânio: oval, relativamente largo, sem os parietais saindo; osso occipital ligeiramente pronunciado.

Nasofrontal depression (Stop): Médio acentuado, mas bem marcado.

REGIÃO FACIAL:

Trufa: Ampla, com as janelas abertas.

Focinho: Longo, e bastante amplo.

Lábios: Queda ampla e boa. Eles formam um focinho quadrado.

Olhos: Expressão calma; olhos escuros, grande, open wide.

Orelhas: Sua inserção deve ser um pouco abaixo da linha dos olhos, enquadrando bem a cabeça. Eles devem ser bastante espessos em consistência, cabelo bonito, sedoso e ondulado; o comprimento da orelha deve chegar ao fim do focinho

PESCOÇO:

Bem inserido no porta-malas; um leve queixo duplo é permitido.

CORPO:

Costas e lombo: Não muito tempo, bem sustentado.

Alcatra: Levemente inclinado.

No peito: Boa profundidade média.

Costelas: Harmoniosamente arqueado, que descem ao nível do cotovelo.

CAUDA:

Não deve exceder a articulação tíbia-tarsal muito em comprimento, nem presente forma de gancho.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES:

Ombro e braço: Ligeiramente oblíqua.

Antebraço: Forte e muito musculoso.

Pé anterior: Redondo, um pouco largo, mas não amassado. Dedos unidos com cabelo abundante um no outro.

MEMBROS POSTERIORES:

Coxa: Muito musculoso.

Perna: Longo e adornado com penas abundantes.

Articulação do pé-quente: Angulado sem exagero e adornado com penas da articulação tíbia-tarsal até o pé.

Pé traseiro: Redondo, um pouco largo, mas não esmagado; com cabelo abundante entre os dedos, que são muito próximos uns dos outros.

MANTO:

Cabelo: Liso ou ligeiramente ondulado. As penas adornam bem os membros e a cauda.

Cor:

Cor cinza preto salpicado dando uma aparência azulada com manchas pretas

TAMANHO:

Altura à Cruz: 57 - 60 cm nos machos. Um pouco menos nas mulheres.

FALHAS:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Nomes alternativos:

    1. Bleu Picard (Inglês).
    2. Épagneul bleu de Picardie (Francês).
    3. Epagneul Bleu Picard (Alemão).
    4. (em francês: epagneul bleu de Picardie) (Português).
    5. Épagneul bleu de Picardie (español).

Braco alemão de pelo longo
Alemania FCI 117 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Braco alemão de pelo longo

A primeira coisa a ter em mente é que o Braco alemão de pelo longo é um cão de caça da cabeça aos pés.

Conteúdo

História

O Braco alemão de pelo longo É uma das mais antigas raças alemãs de apontar. Cães de caça de pêlo comprido já podem ser vistos em antigas pinturas de caça e tapeçarias da Idade Média, que são muito semelhantes aos atuais “Cães de Parar ou Cães Apontadores” Alemão. Esses cães foram usados ​​principalmente como cães de caça para perseguir, mas também para capturar pequenos animais com redes.

É raça pura desde 1879. Por ocasião de uma exposição da associação para o requinte de raças caninas em Hannover, as características da raça foram estabelecidas, o padrão da raça. A raça foi baseada em cinco linhagens diferentes, com os nomes de garanhões autorizados que já correspondiam ao padrão da raça na época.

O Braco alemão de pelo longo ganhou o nome de “Cachorro velho da floresta” em particular por sua capacidade de fazer trabalhos de rastreamento muito bons, para alertar o caçador com latidos altos durante a busca e para trazer animais perdidos seguindo seu rastro de sangue. Trabalhar na água também é um de seus pontos fortes, que é apreciado por caçadores.

Foto: Um cabelo comprido alemão chamado Falko por Wikimedia

Características físicas

A raça é produzida em marrom, Marrom e branco, e marrom e branco. O mais conhecido e mais comum é o Braco alemão de pelo longo castanho puro, que também pode ter marcas brancas no peito ou nas pernas. Taupe vem em gradações de cinza claro a cinza escuro e a rara variação de cor cinza truta.

O Braco alemão de pelo longo geralmente é um cachorro forte, muscular, constituição baixa e com formas corporais harmoniosas. Os machos geralmente têm altura dos ombros 63 – 66 cm, as fêmeas de 60 – 63 cm. Tem olhos castanhos, jarretes longos e bem marcados e uma cauda com uma bela bandeira. Seu casaco deve ser de comprimento médio e não muito exuberante.

Caráter e habilidades

A primeira coisa a ter em mente é que o Braco alemão de pelo longo ele é um cão de caça da cabeça aos pés. Nas mãos de um instrutor experiente, é um ajudante útil na caça e, posteriormente, em um segundo emprego, um cão de família muito bom. A raça gosta muito de crianças e família. Mas isso não deve ser mal interpretado. Por quê “Amigável para a família” não significa “cachorro de familia”. É um cão de trabalho bastante pronunciado. O Braco alemão de pelo longo tem uma forte motivação e vontade de trabalhar, tanto na caça ou, Sim é necessário, seu substituto na forma de esportes caninos de todos os tipos. Por conseguinte, Não é um cão para iniciantes nem um cão para pessoas que não querem ou não podem trabalhar intensamente com ele.

Braco alemão de pelo longo
“Braco alemão de pelo longo” durante a exposição internacional de cães em Katowice, Polônia

Na prática da caça, o Braco alemão de pelo longo é especialmente elogiado por sua calma pronunciada. É um cachorro líder, resistente aos nervos e de natureza calma e serena. Ao mesmo tempo, ele é um amigo gentil e pacífico com um alto limiar de irritação.. No entanto, o Braco alemão de pelo longo precisa de uma educação consistente, competente e sensível para dirigir sua alta inteligência, sentidos de alerta e sua pronunciada vontade de agir nos canais certos. Com uma atmosfera de caráter tão apropriada, esta raça de cachorro é uma grande amiga das crianças, um grande companheiro de família também fora da caça ou do trabalho esportivo e em todo caso uma maravilhosa experiência da associação de homem e cão.

Aptidões:

Se ocasionalmente oferecido simplesmente como um cão de família e apartamento, deve-se abordar esses vendedores com o máximo de cautela. Essas ofertas certamente vêm de fontes duvidosas. Como uma regra, um Braco alemão de pelo longo pertence às mãos de um caçador que trabalha com ele profissionalmente. Se você não ficar com ele para a caça, deve se manter ocupado com longas caminhadas na natureza ou desafios em esportes caninos. Além disso, precisa de uma conexão pessoal com o cuidador e sua família. Se o cão de caça não tem um desafio físico ou mental, no longo prazo, isso levará a sérios problemas de comportamento. Não pertence a um edifício de vários andares e nem à cidade grande. Em todos os outros aspectos, ele não tem problemas e sua atitude é pouco exigente.

Educação

A Braco alemão de pelo longo só deve ser treinado por um proprietário experiente. Deve absolutamente vir de uma criação reconhecida da Associação de “Cães de Parar ou Cães Apontadores” Alemão, onde pais e filhotes já foram socializados para suas tarefas a partir da caixa de areia em diante. Além disso, você precisa treinar e trabalhar profissionalmente para a caça ou para fins esportivos adequados. Apenas cães que passaram com sucesso nos exigentes testes de reprodução de outono são permitidos para reprodução. “Schorlemer”. Pergunte nos clubes de criação do Braco alemão de pelo longo.

Saúde

A corrida Braco alemão de pelo longo é servido de forma exemplar por seus clubes de criação organizados no Deutsch-Langhaar-Verband. Como um resultado., a saúde média dos cães não tem problema.

Limpeza

Cuidando de um Braco alemão de pelo longo é pouco exigente. Escovar regularmente o pêlo é suficiente.

Compre um “Braco alemão de pelo longo”

Se você está pensando em comprar um Braco alemão de pelo longo, você deve estar se perguntando se pode atender aos requisitos para uma atitude de caráter apropriada deste cão de caça. E o que durante 12 anos e mais será seu companheiro em uma base diária. Então você deve entrar em contato com os criadores locais que são membros do “Deutsch-Langhaar-Verband“. Um filhote desta raça custa cerca de 1000 EUR.

Classificações do “Braco alemão de pelo longo”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Braco alemão de pelo longo” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vídeos do “Braco alemão de pelo longo”

Canis Obenstaat – Filhotes Braco alemão de pelo longo – Introdução à água

“Braco alemão de pelo longo”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 117
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • CKCGrupo 1 – Sporting
  • KC – cão de caça
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Braco alemão de pelo longo”

FCI Padrão No. 117 / 16.03.2001 / E
CÃO PONTO DE CABELO COMPRIDO ALEMÃO( Cabelo comprido alemão)
TRADUCCION : Federação Canófila Mexicana a.c..
ORIGEM : Alemania.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 25.10.2000.

UTILIZAÇÃO :

Cão de utilidade variável na caça.

CLASSIFICAÇÃO FCI :

  • Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel". Com prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : Este longo cabelo cão Hunter atende aos cães de sangue, caçadores de aves, cães de água e caça com Falcons e, portanto, tem a tendência de grande versatilidade. Como do ano 1879 os reprodutores puro foi realizada e se estabeleceram as características essenciais da raça. No ano de 1897, O Barão Schorlemer estabeleceu o primeiro padrão para o cão apontador de pêlo comprido alemão e, assim, lançou as bases para a criação pura de hoje.

OLHAR GERAL :

É forte, muscular, sob, linhas fluidas. Em cães pequenos, é necessária muita substância. Cães pesados ​​e compactos não são desejáveis.

PROPORÇÕES IMPORTANTES :

O focinho e o crânio têm o mesmo comprimento; na sua região posterior não é muito alto, porque os ombros são um pouco mais altos do que a garupa.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO está equilibrado, Vá com calma, com um temperamento regular, Tipo, Guia de fácil.

CABEÇA :

Ênfase especial deve ser dada à bela cabeça coberta por cabelos longos. É alongado e de aparência nobre.

REGIÃO CRANIANA :

  • Crânio : Ligeiramente arredondado.
  • Nasofrontal depression (Stop) : A depressão naso-frontal aumenta ligeiramente, sem interromper abruptamente.

REGIÃO FACIAL :

  • Trufa : De cor marrom, leve despigmentação é permitida.
  • Cana do nariz : Ligeiramente arqueado, não muito estreito.
  • Lábios : Eles não se sobrepõem muito.
  • Mandíbula / dentes : Mandíbula não refinada. Dentes bem desenvolvidos. Mordida completa (42 dentes) em forma de tesoura, isto é, os incisivos superiores cobrem de perto os inferiores.
  • Fórmula dental : 3 1 4 2 x 2 = 423 1 4 3
  • Bochechas : As maçãs do rosto não se destacam muito.
  • Olhos : Marrom, o mais escuro possível; pálpebras aderidas ao globo ocular, nenhuma membrana nictitante vermelha visível. Nem afundado nem saliente.
  • Orelhas : Sua inserção não é muito baixa; estão ligeiramente curvados para a frente.

PESCOÇO :

Forte e nobre, sem papada; estende-se alargando em direção ao peito formando uma bela linha; não é muito curto.

CORPO :

  • Voltar : Em linha reta, empresa, não muito longo.
  • Lombo de porco : Especialmente musculoso.
  • Alcatra : Longo, cai moderadamente.
  • No peito : Peitoril bem desenvolvido; a caixa torácica é larga e profunda; atinge pelo menos o cotovelo.

CAUDA :

Não é muito íngreme. Deve ser transportado horizontalmente com o último terço ligeiramente levantado.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES :

  • Como um todo. : Enquanto o cachorro está de pé, o braço, antebraço e metacarpo devem formar uma linha próxima à vertical, quando vistos de frente.
  • Ombro : Bem colado. Visto de lado e em repouso, a escápula e o braço devem ser angulados o mais próximo possível de um ângulo reto.
  • Cotovelos : Bem colado.
  • Articulação do carpo : Ligeiramente inclinado.
  • Metacarpo : Não completamente hetero.

MEMBROS POSTERIORES :

  • Como um todo. : Visto de trás, protrusão ilíaca, a coxa, a perna e a planta do pé formam uma linha vertical.
  • Articulação do pé-quente : É muito importante que faça uma boa angulação.
  • Esporas : Eles devem ser removidos imediatamente após o nascimento.

PÉS : Almofadas duras e resistentes.

MOVIMENTO :

Cobre o solo com bom impulso dos membros posteriores.

PELE :

Muito perto do corpo, sem pregas.

PELES

CABELO :

A pelagem correta é muito importante, que não deve ser excessiva ou muito curta. Nas laterais das costas e tronco, o cabelo deve ser 3,5 cm de comprimento, boa pasta. Na região inferior do pescoço, no peito e abdômen os pelos podem ser mais longos.

• Abdômen : Bem coberto com pelos.
• Orelhas : Cabelo ondulado caindo.
• Cola : Com boa caneta, coberto com cabelo até a ponta.
• Região posterior dos membros anteriores : Capa de penas.
• Região posterior dos membros posteriores: Capa de penas(calças).
• Abaixo da articulação tíbio-tarsal : O cabelo é consideravelmente mais curto. O excesso de franjas de cabelo é indesejável. O espaço entre os dedos deve ter cabelo denso e curto.
• Chefe : O cabelo é muito mais curto, embora mais longo do que o cão apontador alemão de pêlo curto. A formação de um tufo na região craniana não é desejável.
• No corpo : Cabelo é firme, suave, reto ou ligeiramente ondulado, muito perto. Denso com uma boa quantidade de subpêlo.

COR :

• Castanho sólido.
• Marrom com marcas brancas ou pontilhadas (especialmente no peito e pés).
• Dark Roano (com placas marrom-escuras mais ou menos grandes ou pequenas; cabeça marrom, eventualmente com uma lista, uma pequena mancha ou uma estrela branca).
• Roano Ligeiro (com placas castanhas claras mais ou menos grandes ou pequenas; cabeça marrom, eventualmente com uma lista, uma pequena mancha ou uma estrela branca).
• Salpicado (muitas pequenas manchas marrons em um fundo branco. Cabeça marrom, eventualmente com uma lista, uma pequena mancha ou uma estrela branca).
• marrom esbranquiçado, ou completamente marrom esbranquiçado ou, com muito poucos pontos pequenos (grandes pratos marrons, na sela ou casaco; Cabeça marrom, eventualmente com uma lista, uma pequena mancha ou uma estrela branca).
• Isoladamente, a cor amarela ardente pode aparecer como uma herança ancestral dos cães..

TAMANHO E PESO :

Altura à Cruz : Machos : 60 – 70 cm, medida ideal 63 – 66 cm.Hembras : 58 – 66 cm, medida ideal 60 – 63 cm.
Peso : É aproximadamente 30 kg

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima mencionados deve ser considerado uma falta e a gravidade deste é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão.

• Olhos claros de falcão, colocação oblíqua.
• Orelhas não colocadas, pontas sem pelos (de couro).
• Convexo ou torto.
• Baú em forma de barril, muito estreito.
• Chifre ou cauda em forma de gancho.
• Membros antigos : Articulação escapuloumeral muito aberta; metacarpo muito reto.
• Posteriores em forma de vaca ou barril.
• Pés com dedos abertos, pé de gato ou pé de lebre.
• Pele : Cabelos mais longos na barba, sobrancelhas abundantes, cabelos crespos.

FALHAS ELIMINATÓRIAS :

• cão agressivo ou medroso.
• Aparência geral: Cães com ossos e músculos fracos.
• Chefe : Cães com formatos de cabeça diferentes do tipo.
• olhos : Ectropión (pálpebras caídas), entrópio (pálpebras viradas para dentro), pálpebras corrigidas também são consideradas ausentes.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. GLP, Pointer (German Longhaired), Langhaar (Inglês).
    2. Langhaar (Francês).
    3. Deutsch-Langhaar (Alemão).
    4. (em alemão: Deutsch Langhaar Vorstehhund) (Português).
    5. Pointer de pelo largo (español).

Pequeno munsterlander
Alemania FCI 102 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Münsterländer Pequeño

O Pequeno munsterlander, é brincalhão, alegre, Ativo, dócil e aprender muito rápido.

Conteúdo

História

O pequeno Münsterländer, É uma raça de cão em alemão, Tipo Epagneul (Spaniel). Nascido na região da Holland de onde deriva o seu nome.

Sobre o ano 1870 eles eram conhecidos em Holland, muitos cães de Tipo Epagneul (Spaniel) Alemães que animais muito confiantes, oficiais de Justiça e muito boas trackers. Mas as necessidades da aristocracia e seu gosto por caça desencadeou uma série de mudanças no mundo canino…

No ano 1906 o poeta Hermann Löns, Dedicou-se a investigar al - então tudo- chamados Roten Hannoverischen Heidebracke "o"Braco Vermelho do Prado de Hannover”. De uma forma abreviada, eles chamaram de "Heidewachtel”.

O Conde von Bevervörde - Lohburg e Master Chief Reitmann de Burgsteinfurt, ao mesmo tempo eles alcançados os primeiros resultados com sua crianzas. "Nos próximos anos começaram a aparecer em Westphalia a"Dorsterer Schlag”.

Y, em Março de 1912 a "Associação de Pequeno Münsterländer”. Os objectivos da associação foram: "para promover a pureza e o elevado nível de pequena amostra de cão de pêlo curto tempo de reprodução como ele cresceu em Holland durante décadas".

A falta de características comuns da raça teve uma influência negativa na obtenção de ambos a actividade da associação.

Foi a partir do ano 1921 Quando ele começou a ser executado um programa de reprodução - principalmente- consenso e compatível com o padrão da raça para o Dr. Friedrich Jungklaus publicou seu trabalho científico sobre Pequeno munsterlander.

É este estudo, características descritas de corrida. Esta descrição da raça permanece - fundamentalmente- válido hoje e é o que distingue o Pequeno munsterlander, outros cães de caça alemães de longo-haired e versátil.

Em seguida, resumiendo…, o Pequeno munsterlander nasceu do cruzamento de Spaniel com o Braco alemão de pelo longo no início do século 20.

Mas sua seleção, Embora seja muito parecido com o do Grande munsterlander, uma vez que compartilham como ancestrais o Braco alemão de pelo longo, eles foram desenvolvidos separadamente.

Características físicas

O Pequeno munsterlander, é um elegante cão, seu corpo tem uma estrutura médias, forte e harmonioso, proporções equilibradas. Cabeça elegante. Com uma postura ereta, Exibe as linhas de fluido do seu corpo e cauda com uma simples porta.

Sua pelo brilhante deve ser suave para um pouco ondeado, não muito longo e espesso.

Vídeo do “Pequeno munsterlander”
Pequeno Munsterlander localiza furar

O comprimento da corpo medido da ponta do esterno para o ísquio deve ser maior que a altura na Cruz como máximo 5 cm.

O pele é muito aderente, sem formação de dobras. A pele é grossa, tempo médio, suavizar a algo ondeado, bem colada e impermeável. Seu contorno silhueta não deve ser escondido sob um demasiado longos cabelos.

O pelo grossa deve ser a melhor protecção possível contra as intempéries, influências do solo e evitar lesões. É um pêlo curto, suave.

O peles Ele deve ser marrom e branco e marrom Roan com placas marrons – manto – malhada, permitir uma lista branca na cabeça, fogo nas marcações focinho são tolerados, os olhos e em torno do ânus (Marcas de Jungklaus).

O altura vontade de 52 - 54 centímetros.

Caráter e habilidades

Münsterländer pequeno é um cão inteligente, adepto a aprendizagem, temperamental e equilibrado.

É um cão muito versátil, Adapta-se perfeitamente a qualquer tipo de caça, clima e relevo, É uma corrida perfeita para o 'amostra' e 'recuperação', É arriscado e não tem medo de nada nem ninguém.

Como um cão de companhia é estável, pessoas atenciosos e amigáveis (a família), lúdico, animada e alegre.

O Pequeno munsterlander aprenda muito rápido.

Muitas vezes referem-se bem com outros cães e sempre manter seu instinto apaixonado e perseverante no sentido da barragem, várias condições para a caça e seus nervos temperados e acuidade.

Observações

É o menor dos Cães de Parar ou Cães Apontadores Alemão.

De Filhote de cachorro geralmente aprendem muito rápido a fazer suas necessidades fora de casa, porque eles têm uma tendência de inata para manter limpo o lugar em que vivem.

Educação

O Pequeno munsterlander ele é um cachorro inteligente e confiante. Eles são fáceis de treinar e educar, e muito raramente desapontam o professor na velocidade de aprendizagem. Ensinar truques a eles não deve ser muito mais complicado do que ensinar as regras da vida..

Dito isto, Recomenda-se começar a aprender cedo e começar a socializar o filhote o mais rápido possível, especialmente para um indivíduo que vai morar na cidade, para desenvolver sua confiança e capacidade de resistir aos seus instintos de perseguição.

Se o cachorro está destinado a caçar, deve ser treinado para caça através de brincadeiras e não por meio de treinamento repetitivo. Também é importante ensiná-lo que não deve caçar em qualquer lugar e a qualquer hora.. Felizmente, aprendizagem de memória, seja por voz ou gestos, funciona muito bem com esta raça.

Em resumo, a consistência, a bondade, estímulo intelectual e diligência são necessários para torná-los o companheiro de família perfeito e canalizar sua energia.

Saúde

O Pequeno munsterlander é resistente e, devido ao seu grande pool de genes, não tem doenças próprias.

Seu único calcanhar de Aquiles são as orelhas: sofrem de infecções de ouvido e ouvido um pouco mais frequentemente do que a maioria das raças.

Limpeza

Cuide de Pequeno munsterlander requer pouco esforço: escovar o pelo do seu cão de vez em quando é o suficiente para mantê-lo brilhante durante as atividades normais.

Escovar e verificar as orelhas do cão deve ser sistemático após as saídas para a floresta ou campos, para se certificar de que não há sujeira presa entre os cabelos mais longos. Secá-los bem depois de nadar também reduz o risco de infecções de ouvido recorrentes.

Compre um “Pequeno munsterlander”

São necessários entre 500 e 800 euros para adotar um cachorro de Pequeno munsterlander.

O preço de um cachorro desta raça varia de acordo com o sexo: uma mulher é mais cara que um homem.

Classificações do “Pequeno munsterlander”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Pequeno munsterlander” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “Pequeno munsterlander”

Vídeos do “Pequeno munsterlander”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 102
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • CKCMiscellaneous
  • KC – cão de caça
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI “Pequeno munsterlander”

TRADUCCION:Senhorita. Brigid Nestler. Supervisão técnica: SR. Miguel Angel Martinez.

ORIGEM:Alemania.

DATA DE PUBLICAÇÃO DA NORMA OFICIAL VÁLIDA:09.11.2004.

UTILIZAÇÃO:

Cachorro usado para caça multiuso.

CLASSIFICAÇÃO FCI:

Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores. Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, digite "Spaniel". Com prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO:Perto do ano 1870 cães do tipo Spaniel alemão eram conhecidos em Münsterland, excepcional, com enorme segurança na trilha e que também poderia recuperar. No ano 1906 o poeta HermannLöns juntamente com seus irmãos começaram a procurar os restos mortais do chamado "Roten HannoverischenHeidebracke" (Braco Vermelho do Prado de Hannover). Eles o chamaram de "Heidewachtel" (Spaniel alemão de Prado). O Conde von Bevervörde - Lohburg e Master Chief Reitmann de Burgsteinfurt, ao mesmo tempo eles alcançados os primeiros resultados com sua crianzas. Nos anos seguintes, o "DorstererSchlag" começou a aparecer na Westfália.. Então em março 1912 foi fundada a "associação de cão pequeno da amostra Münsterländer". Os objetivos da Associação eram os seguintes: << A associação visa promover a pureza e a criação de alto nível do pequeno ponteiro de pêlo comprido, tal como é criado em Münsterland há décadas.. A falta de características da raça teve uma influência negativa na criação de ambos a actividade da associação. Como do ano 1921 Ele começou a produzir de acordo com o padrão desenvolvido pela Dr. Friedrich Jungklaus.

OLHAR GERAL:

Aristocrático e elegante, seu corpo tem uma estrutura de médio tamanho, forte e harmonioso, proporções equilibradas. Cabeça aristocrática. Com uma postura ereta, Exibe as linhas de fluido do seu corpo e cauda com uma simples porta. Membros anteriores bem cobertos de penas, membros posteriores em calças com a cauda mostrando uma bandeira marcada. Seu cabelo brilhante deve ser liso a ligeiramente ondulado, não muito longo e espesso. Seus movimentos são harmônicos cobrindo bem a superfície.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:

O comprimento do corpo medido da ponta do esterno para o ísquio deve ser maior que a altura na Cruz como um máximo 5 cm.

O comprimento do crânio da protuberância occipital ao stop é igual ao comprimento do focinho do stop ao nariz.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO:O pequeno Münsterländer é um cão inteligente, adepto a aprendizagem, temperamental e equilibrado. Seu personagem é estável; pessoas atenciosos e amigáveis (adequado para a família.). Boas relações sociais e a capacidade de fornecimento com o guia (qualificação da equipe). Apaixonado e perseverante instinto para a barragem, várias condições para nervos de caça, bem como temperados e acuidade.

CABEÇA:

Sua cabeça e expressão criam sua tipicidade.

REGIÃO CRANIANA:

Crânio: Aristocrático, seca, plano a ligeiramente abobadado.

Nasofrontal depression (Stop): Ligeiramente marcado, mas claramente reconhecível

REGIÃO FACIAL:

Trufa: Unicolor, Brown.

Focinho: Strong, longo, bengala nasal reta.

Lábios: Curto, bem sobreposto, bem pigmentado - sólido - marrom.

Mandíbulas / Dentes: Dentes brancos grandes. Mandíbulas fortes com mordedura em tesoura regular e completa, em que os incisivos superiores fecham na frente dos inferiores sem perder contato e os dentes são posicionados verticalmente nas mandíbulas. Com 42 dentes de acordo com a fórmula dentária. Número maior ou menor de 2xP1 é permitido.

Bochechas: Forte e bem musculoso.

Olhos: Médias, nem protuberante nem afundado. Onde possível marrom escuro. Pálpebras próximas ao globo ocular, cobrindo a conjuntiva.

Orelhas: Ampla, inserção alta, bem preso à cabeça; tornam-se pontiagudos em sua borda inferior e não ultrapassam o canto da boca.

PESCOÇO:

Seu comprimento deve estar em harmonia com a aparência geral, alargando um pouco em direção ao tronco. Nuca muito musculosa e ligeiramente abaulada. Pele apertada na garganta.

CORPO:

Top de linha: Derecha, inclinado ligeiramente.

Cruz: Marcado.

Voltar: Strong, com boa musculatura. A coluna deve estar coberta de músculos. Lombo de porco: Curta, largo e musculoso.

Alcatra: Longo e largo com uma ligeira inclinação para a cauda e bem musculoso. Pelve larga.

No peito: Mais profundo do que largo, com um esterno que atinge o mais longe possível. Costelas bem arqueadas.

Resultado e barriga: Elegante, desenvolve-se com um leve arco para trás. Seca

CAUDA: Elevada com uma longa bandeira. Sua inserção é forte, então refinando. Médio longo. Inativo, em movimento, seu rolamento é horizontal e oscilante, não muito acima da linha superior. Seu último terço pode dobrar ligeiramente para cima

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES:Como um todo.: Visto em frente e paralelo, se possível. Visto de perfil, membros posicionados bem abaixo do corpo. A distância do solo ao cotovelo deve ser a mesma que do cotovelo à cernelha.

Ombro: Escápulas bem ajustadas, músculos fortes. Escápula e antebraço formam um ângulo correto de aproximadamente 90 °.

Braço: O mais longo possível e bem musculoso.

Cotovelo: Perto do corpo sem virar nem para dentro nem para fora. Braço e antebraço formam um ângulo correto. Antebraço: Ossos fortes colocados verticalmente.

Articulação do carpo: Strong.

Metacarpo: Mal direcionado para a frente.

Pé anterior: Redondo e arqueado com dedos apertados e almofadas grossas, áspero e resistente sem cabelos exuberantes. Pés paralelos em pé e durante o movimento, sem virar nem para dentro nem para fora.

MEMBROS POSTERIORES:Como um todo.: Visto de costas, reto e paralelo. Ângulos corretos de joelho e articulação. Ossos fortes.

Coxa: Longo, largo e musculoso. Pelve e coxa estão no ângulo correto.

Perna: Longo, muscular e tendão.

Articulação do tarso: Strong.

Metatarso: Curta, colocação vertical.

Pé traseiro: Redondo e arqueado com dedos apertados e almofadas grossas, áspero e resistente sem cabelos exuberantes. Pés paralelos em pé e durante o movimento, sem virar nem para dentro nem para fora.

MOVIMENTO:

Cobre a superfície com muito impulso e alcance correspondente. Membros dianteiros e traseiros direitos e paralelos, mantendo uma atitude orgulhosa. Uma etapa de caminhada não é desejada.

PELE:

Muito aderente, sem formação de dobras.

MANTO:

Cabelo: Espessa, tempo médio, suavizar a algo ondeado, bem colada e impermeável. Seu contorno silhueta não deve ser escondido sob um demasiado longos cabelos. Cabelo espesso deve fornecer a melhor proteção possível contra as intempéries, influências do solo e evitar lesões. É um pêlo curto, suave. Membros anteriores emplumados, membros posteriores até a junta do calcanhar com calças. A cauda tem uma longa bandeira e sua ponta é branca. Pêlos pesados ​​no peito são indesejáveis.

Cor: Castanho branco e castanho ruão com placas castanhas - manto - salpicado, permitir uma lista branca na cabeça, fogo nas marcações focinho são tolerados, os olhos e em torno do ânus (Marcas de Jungklaus).

ALTURA E PESO:

Altura à Cruz: Machos: 54 cm. Fêmeas: 52 cm. Uma variação de tamanho é permitida em mais ou menos 2 cm. (Tolerância nas medições).

FALHAS:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Nomes alternativos:

    1. Munsterlander (Small), Kleiner Münsterländer, Vorstehhund, Spion, Heidewachtel (Inglês).
    2. Petit münsterländer (Francês).
    3. Vorstehhund, Spion, Heidewachtel (Alemão).
    4. (em alemão: Kleiner münsterländer) (Português).
    5. Pequeño Münsterländer (español).
Snippets de código PHP Distribuído por : XYZScripts.com