Braco da Transilvânia (Braco-da-transilvânia)
Hungría FCI 241 - Farejadores de médio porte

Braco-da-transilvânia

É usado na caça à raposa e à lebre; a variedade de tamanho maior é usada na caça de javalis, veado e lince.

conteúdo

História

O Braco-da-transilvânia é uma raça húngara muito antiga, cujo desenvolvimento foi influenciado pelas condições climáticas, a natureza do terreno e métodos de caça nesta parte do mundo.

A raça teve sua idade de ouro na Idade Média, Quando o Braco da Transilvânia Ele era o cão de caça favorito da nobreza. O desenvolvimento da agricultura e da silvicultura se afastou dos locais de caça, e seu uso mudou para as montanhas e florestas inacessíveis dos Cárpatos.

Esta mudança de território e hábito levou à criação de duas variedades diferentes de Braco-da-transilvânia: um maior e um menor.

  • Variedade de pernas compridas: altura 56-66 cm; cor preta com marcações brancas na frente, peito, pés e ponta da cauda. Usado para raposa e lebre.
  • Variedade de pernas curtas: altura 46-51 cm; cor de base marrom-avermelhada com manchas brancas. Usado em urso, veado e lince.

Ambas as variedades sempre foram cruzadas. Originalmente, o grande Braco da Transilvânia foi usado para caçar grandes animais: primeiro búfalo, mais tarde urso, javali e lince. O “cão de caça de pequeno porte” eles eram usados ​​para caçar pequenos animais (raposas, lebres) em terreno coberto e para caça “camurça” em áreas rochosas.

No início do século XX, o ameaçado Braco-da-transilvânia quase desapareceu completamente, mas foi recuperado em 1968. Hoje existe um grande número de cães de Braco-da-transilvânia na Hungria e na vizinha Romênia. A variedade de “cão de caça de pequeno porte” tornou-se extinto.

Fotos: Macho, 1 ano de idade Transylvanian Hound, na Hungria por Rio Jahnna, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas “Braco-da-transilvânia”

O cão Sabujo Carpathiano cresce 65 cm e pesa pelo menos 25 kg. Todo o corpo, incluindo barriga, está coberto de cabelo curto, densa, liso e grosso que se encaixa bem no corpo. A cor básica é preta com bronzeado no focinho e nas pernas. A cauda é e é portada acima da linha superior quando acordado, ligeiramente curvado para cima. Orelhas penduradas, definido na altura média, deitar perto das bochechas sem rugas, apresentado mal cobre os olhos.

Caráter e habilidades “Braco-da-transilvânia”

Natureza expressiva e amorosa – um cachorro com habilidades muito boas.

Cão de caça da Transilvânia
Braco da Transilvânia fêmea por Lnko2323, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

O Braco-da-transilvânia adaptado perfeitamente às condições climáticas extremas de sua terra natal. Aqui, a raça robusta teve que lutar não apenas com os invernos frios e com neve, mas também com dias quentes de verão. A caça nos Cárpatos era muito exigente devido às montanhas densas e de difícil acesso. Ser capaz de trabalhar o ano todo nessas áreas traiçoeiras, o Braco da Transilvânia desenvolveu não apenas sua estatura física, mas também suas habilidades mentais.

Com seu olfato marcante, seu extraordinário senso de direção, sua grande resistência e sua enorme destreza, Esta corrida, além de qualidades como autoconfiança e instinto predatório, fornece tudo que um excelente cão de caça precisa. Eles são capazes de tomar decisões inteligentes em quase todas as situações de caça e comunicar seu sucesso com uma voz clara. Como muitos cães de caça, o Braco da Transilvânia é um profissional que trabalha duro.

Em casa, o Braco-da-transilvânia ele é um cachorro muito amigável e calmo, que está intimamente ligado ao seu dono, para crianças e seus familiares. Como também é altamente considerado um cão de guarda, se comporta de forma suspeita com estranhos, no começo geralmente é um pouco reservado, mas não parece nem um pouco perigoso ou agressivo.

Se o cão é bem socializado e educado desde jovem, comportamento relaxado é expresso, obediente e social, também junto com conspecífico.

O Braco-da-transilvânia precisa de muito exercício, preferencialmente combinado com trabalho, tais como a caça. Seus proprietários devem ter um estilo de vida ativo para atender aos requisitos de manter um cão de caça.. Se as condições suficientes para exercício e emprego forem atendidas, esta raça pode ser mantida em casa ou apartamento sem problemas.

Avaliações do Braco da Transilvânia (Braco-da-transilvânia)

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Braco da Transilvânia (Braco-da-transilvânia)” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

adaptação ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ cão amigável

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

necessidade social ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

casa ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

sanita ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

cascas ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

saúde ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ territorial

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

versatilidade ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

vigilância ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vídeos do “Braco da Transilvânia (Braco-da-transilvânia)”

Transylvanian Hounds -Wild boar Dogs
Hector – Transylvanian Hound – 3 Weeks Residential Dog Training

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 241
  • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
  • Seção 1.2: Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Farejadores de médio porte.
  • UKCScenthounds

Padrão da raça FCI “Braco da Transilvânia (Braco-da-transilvânia)”

FCI Padrão No. 241 / 13.09.2000 / E
HUNGARIAN HOUND-TRANSYLVANIA HOUND(Erdelyi Kopo)
TRADUÇÃO: Lucas Bazzurro de Rodríguez.
ORIGEM: Hungria.

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO VÁLIDO ORIGINAL : 06.04.2000

USO:

Cachorro usado para caça (Sabujos). Ele é capaz de caçar mesmo a uma grande distância de seu guia. Ele é especialmente talentoso em localizar e seguir uma trilha. Quando você descobre uma nova trilha, emite um latido agudo em um tom lamentável. Durante o rastreamento, latir alto com um som ressonante à distância. Depois da batida, para a presa excelente. Normalmente trabalha sozinho ou com um parceiro.

CLASSIFICAÇÃO FCI

  • Grupo 6 Sabujos, cães rastreadores (exceto Lebreles) e raças afins.
  • Seção 1.2 Cães de caça de tamanho médio.

Com trabalho julgamento.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : É uma raça húngara antiga ; seu tipo desenvolvido dadas as particularidades do clima, o terreno e as características da caça. Viveu seu período de esplendor na Idade Média ; naquela época era a raça de caça amada pelas casas nobres. Para o desenvolvimento da agricultura e silvicultura, ele foi relegado em suas funções às florestas intransponíveis dos Cárpatos. Dadas as características variadas do terreno, Erdélyi Kopó evoluiu em duas variedades : a grande variedade e a pequena variedade. As duas variedades eram regularmente mantidas juntas. Anteriormente, a grande variedade do cão húngaro era usada na caça grossa, originalmente búfalo, depois ursos, javali e lince ; a pequena variedade de húngaro húngaro era usada para pequenos jogos de caça, como raposas ou coelhos em terras arborizadas, bem como camurça em terreno rochoso. No começo do século 20, o cão húngaro estava praticamente extinto. Reprodução foi retomada no ano 1968. Hoje, o estoque tem um número significativo de espécimes da grande variedade na Hungria e na vizinha Romênia. A pequena variedade desapareceu.

OLHAR GERAL :

A forma e o porte da cabeça, as proporções do corpo, os membros poderosos e musculosos e a inserção da cauda correspondem às características do tipo de cão da Europa central. É um cão de porte médio. A estrutura corporal do Hungarian Sabujo adapta-se ao trabalho com golpes longos ; é atleticamente construído, nem pesado nem fino de osso.

PROPORÇÕES IMPORTANTES

• A relação entre o comprimento do crânio e o comprimento do focinho é próxima a 1:1.
• A relação entre a altura na cernelha e o comprimento do corpo é 10:11

TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : É de bom temperamento, corajoso, persistente. Essencialmente, o comportamento do cão húngaro é silencioso, equilibrado, também determinado e cheio de temperamento. É capaz de resistir a condições climáticas extremas.

CABEÇA :

A cabeça é de um cão, alongado, mas não pontudo ; diferenças de acordo com o sexo são marcantes.

REGIÃO CRANIANA : A pele da cabeça é esticada e sem rugas.

  • Crânio : Ligeiramente abobadado. A protuberância occipital não é marcada. Os arcos supraciliares são mal desenvolvidos.
  • Links de depressão (Stop) : Pouco forte.

REGIÃO FACIAL

  • Trufa : A trufa não é cortada muito abruptamente ; sua cor é preta. As asas das narinas são móveis. As janelas são largas.
  • Focinho : Leme nasal é reto.
  • Lábios : Seco e firmemente aderente. A cor da mucosa é preta.
  • Mandíbulas / Dentes : As mandíbulas são fortes. Dentes são fortes, bem desenvolvido. Bite em tesoura, completo e de acordo com a fórmula dentária do cão.
  • Bochechas : Arredondado, apenas subdesenvolvido.
  • Olhos : Tamanho médio, macarons, corte ligeiramente oblíquo. A cor é marrom escuro. As pálpebras repousam firmemente sobre o globo ocular.
  • Orelhas : Inserido em altura média, não muito pesado. Eles ficam pendurados sem rugas descansando ao lado das bochechas. A partir de sua inserção, eles se alargam e depois ao longo de sua extensão, ajuste fino até terminar em uma extremidade arredondada. Apresentados, eles cobrem os olhos, embora em geral, seu comprimento não os excede muito.

PESCOÇO :

Fortemente musculado, tempo médio. A pele está ligeiramente enrugada na parte inferior do pescoço. Um leve queixo duplo é admitido, mas não desejado.

CORPO :

O corpo tem a forma de um retângulo deitado.

  • Top de linha : Em linha reta.
  • Cruz : Marcado de volta : Da cruz, musculatura reta e bem desenvolvida.
  • Lombo de porco : Um lombo ligeiramente mais longo é permitido nas mulheres.
  • Alcatra : Ligeiramente descendente.
  • No peito : O esterno não está saliente. A caixa torácica é larga, longo e não muito profundo. Secional, a caixa torácica é oval, quase arredondado, para permitir uma boa respiração.
  • Linha inferior e barriga : A barriga é ligeiramente encolhida.

CAUDA :

Inserção do meio, forte. Em repouso, o terço distal da cauda se curva suavemente para cima ; é desejável que alcance 1-2 cm. do nível do tarso para baixo. Estando excitado, o cachorro tem o rabo dobrado sobre a linha dorsal ; no entanto, não deve ser rolado para trás. A cauda não deve ser cortada.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES : Os membros anteriores sustentam o corpo como se fossem colunas. Frente, membros anteriores parecem paralelos, dependendo do tórax largo correspondentemente separado.

  • Ombro : A escápula é bem musculosa, correspondentemente longo e moderadamente oblíquo.
  • Cotovelo : Apoiado próximo à caixa torácica.
  • Antebraço : Reto e simétrico.
  • Pés dianteiros : Eles são grandes, com os dedos juntos, forte e arqueado. As almofadas são grandes, firme e bem acolchoado. As unhas são fortes e tão pretas quanto possível.

MEMBROS POSTERIORES : Em posição de parada, as costas estão ligeiramente esticadas para trás, bom muscular.

  • Coxa : Longo.
  • Hock : Baixo.
  • Metatarso : Reto e paralelo.
  • Pés traseiros : Os dedos são fortes e juntos. As almofadas são grandes, firme e bem acolchoado. As unhas são fortes e tão pretas quanto possível. As esporas terão de ser removidas.

MOVIMENTO :

Boa passagem de alcance e boa cobertura do solo, nunca com passos curtos. O trote é largo. Durante o trabalho, ele é extremamente constante no galope.

PELE :

A pele do Hound Húngaro é de espessura média ; particularmente ao redor do pescoço um pouco solto, embora nunca enrugado. A pele é de pigmentação escura. As áreas sem pelos da pele são pretas.

PELES

CABELO : Todo o corpo, incluindo a área da barriga, é coberto por um cabelo curto, espesso, suave e bem suportado. No pescoço, na cruz, na borda posterior das coxas e na parte inferior da cauda, o cabelo é ligeiramente mais comprido do que o resto do corpo. Características redemoinhos e cristas no cabelo. O pelo é áspero e brilhante. Sob a camada externa de cabelos, apresenta lã interna.

COR :

A cor básica da pelagem do Hound Húngaro é preta. Sempre tenha uma marca bronzeada não muito escura, em forma de ponta, sobre os arcos orbitais. Marcas bronzeadas no focinho e extremidades. A cor castanha deve ter limites claramente diferenciados da cor preta. Uma mancha branca pode aparecer no nariz ; pode ser continuado como uma linha na testa, no pescoço e botão no peito, sob o peito, sob os membros e nos pés. Também pode haver uma mancha branca na ponta da cauda. Não é desejável que a cor branca cubra mais de um quinto da superfície total do corpo.

TAMANHO E PESO

ALTURA NA CERNELHA : de 55 até 65 cm.
Altura medida em centímetros, não será de forma alguma decisivo, mas a harmonia do todo.

PESO Mínimo 25 kg.

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

FALHAS ELIMINATÓRIAS

• cão agressivo ou medroso.
• Crânio e região facial muito estreitos, muito longo ou arredondado.
• Depressão nasal frontal (Stop) macio ou muito marcado.
• Focinho curto
• Mordida incorreta
• orelhas claras, de terrier o de lebrel.
• Cabelo de arame, pêlo macio, ondulado, insuficiente.
• Cor marrom ou azul com marcações.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
NB : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. húngaro: (Erdélyi kopó), Transylvanian Bloodhound, Hungarian Hound (Inglês).
    2. húngaro: (Erdélyi kopó), Brachet hongrois (Francês).
    3. húngaro: (Erdélyi kopó), Siebenbürger Bracke (Alemão).
    4. húngaro: (Erdélyi kopó) (Português).
    5. húngaro: (Erdélyi kopó), Braco húngaro, Cazador húngaro, Sabueso de los Cárpatos (español).

Cão-de-taiwan
Taiwán FCI 348 . Tipo primitivo - cães de caça

Cão-de-taiwan

A raça é patrocinada pelo Japão.

conteúdo

História do Cão-de-taiwan

Em 1980 a raça foi objeto de um estudo da Universidade de Taiwan, Universidade Gifu do Japão e Universidade de Nagoya. O objetivo do estudo era descobrir as origens do Cão-de-taiwan. Para fazer isso, os alunos examinaram 29 raças de cães indígenas e concluiu que o Cão-de-taiwan current é uma raça nativa que na verdade descende de cães de caça do sudeste asiático. Esta raça de cães asiáticos é agora popular em toda a ilha como cão de guarda e de companhia.. Em 2004 foi oficialmente reconhecido pela FCI.

Características físicas Cão-de-taiwan

Os machos de Cão-de-taiwan atingir uma altura de cernelha de até 52 cm. Quando totalmente crescidos eles pesam 18 kg, enquanto as mulheres estão sobre 5 cm menor e 2 kg mais leve. Animais musculosos caracteristicamente se movem com passadas muito largas, mas eles são rápidos e ágeis devido à sua musculatura pronunciada. O Cão-de-taiwan tem um casaco muito apertado de cerca de 1,5 a 3 cm de comprimento. Uma variedade de cores é permitida, incluindo preto, distribuídos, Amarelo, Branco, preto e branco ou branco e tigrado. O patrocínio da raça foi assumido pelo Japão.

Personagem e habilidades Cão-de-taiwan

Companheiro de caça sociável e leal.
Seu caráter corajoso e intrépido serve ao Cão-de-taiwan em seu papel de cão de caça. Os animais são conhecidos por sua rápida percepção e pelo fato de serem fiéis e leais ao seu dono.. Eles também são adequados como cães de guarda e adestramento e são considerados extremamente sociáveis.

TAIWAN DOG

Eles se adaptam muito bem ao meio ambiente e é por isso que eram capazes de viver tão incrivelmente bem com os povos primitivos no passado.. Além disso, esses cães podem sobreviver no deserto no meio das montanhas, eles podem se destacar de forma excelente e podem lidar com quase todas as situações. Todas essas qualidades fortes podem ser rastreadas até sua dura vida anterior com os povos pré-históricos das montanhas.. Suas habilidades também são aprimoradas ao trabalhar em conjunto com as pessoas. Isso cria confiança entre o cão e o homem., amizades e experiências compartilhadas. O Cão-de-taiwan eles são cães de família grandes e simples. Por causa da vida no deserto, eles não têm uma grande demanda por comida. O Cães taiwaneses eles podem até ser usados ​​como cães de proteção e como cães policiais, porque têm um olfato inconfundível e estão prontos para lutar.

Até hoje esses cães são conhecidos principalmente na região asiática. Na Europa, eles não foram capazes de despertar popularidade comparável até agora.

Saúde Cão-de-taiwan

O Cão-de-taiwan são extremamente resistentes a doenças.

Vídeos do Cão-de-taiwan

Cão taiwanês
Perro de montaña de Formosa / Perro de Taiwan / Taiwan Dog – Raza de Perro / Dog Breed

Fotos:

1 – Cão-de-taiwan por https://pixabay.com/zh/photos/taiwan-dogs-dog-the-black-dog-4890098/

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 348
  • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 7: – Tipo primitivo – cães de caça. Sem prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 5: Cães tipo Spitz e tipo primitivo – Seção 7: Tipo primitivo - cães de caça.

FCI Cão-de-taiwan

FCI Cão-de-taiwan
TRADUCCION:Jorge Nallem, Uruguaio Kennel Clube.

ORIGEM:Taiwan.

PATROCÍNIO:Japão.

DATA DE PUBLICAÇÃO DA NORMA OFICIAL VÁLIDA:09.11.2004.

UTILIZAÇÃO:cão de caça, guarda e companhia.

CLASSIFICAÇÃO FCI:

Grupo 5 Cães tipo Spitz e tipo primitivo.
Seção 7 Tipo primitivo – Cães de caça.
Sem prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO:

Cães taiwaneses são originalmente cães taiwaneses nativos, descendentes de cães de caça do sul da Ásia, chamados de "Cão Pária", com os quais os antigos habitantes locais viviam nos distritos montanhosos centrais. Esta raça era a companhia leal de antigos caçadores da selva.

Em 1980, um estudo cooperativo realizado pelas Universidades: Taiwán Nacional, Japão Gifu y Nagoya, em cães nativos de Taiwan, visitando vinte e nove tribos de habitantes locais, resultou na confirmação de que o atual Taiwan Hound é descendente de cães de caça do sul da Ásia. Esta raça agora é popular em toda a ilha como cão de guarda e companhia.

OLHAR GERAL:

Cachorro de tamanho médio, cabeça triangular, olhos amendoados, orelhas finas e eretas e cauda em forma de foice. Seco, muscular, bem equilibrado.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:

  • Profundidade do peito : altura na cernelha = 4.5 – 4.7 : 10
  • Altura à Cruz: comprimento do corpo = 10 : 10.5 As mulheres podem ser um pouco mais longas.
  • Comprimento do focinho : comprimento do crânio = 4.5 : 5.5

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO:

Extremamente leal ao seu mestre, de sentidos agudos, alerta de movimento, valente e destemido.

CABEÇA

REGIÃO CRANIANA:

Frente:Banda larga, arredondado, sem rugas.
Crânio:O crânio é ligeiramente mais longo que o focinho.
Stop (Depressão fronto-nasal):Bem definido, com um leve sulco.

REGIÃO FACIAL:

Nariz:Tamanho moderado. Narinas amplias. Cor preta, pode ser ligeiramente mais claro em todas as cores exceto pretos.
Focinho:Ponte nasal plana. Lábios apertados, sem pendulosos. O focinho afunila ligeiramente da base em direção ao nariz, mas não é pontiagudo.
Mandíbulas / Dentes:MANDÍBULAS fortes. Bite em tesoura, dentes são inseridos em ângulos retos nas mandíbulas.
Bochechas:Bem desenvolvido e ligeiramente proeminente.
Olhos:Amêndoa. Cor marrom escuro. Marrom também é aceito, olhos amarelos ou claros devem ser evitados.
Orelhas:Erigir, inserido em ambos os lados do crânio em um ângulo de 45º. O interior do contorno é reto, enquanto o exterior do contorno é ligeiramente arredondado.

PESCOÇO:

Muscular, forte, longo, levemente arqueado. Sem queixo duplo.

CORPO:

Geral:Fibroso e musculoso, quase quadrado.
Voltar:Em linha reta, curto. Cruz bem desenvolvida.
Lombo de porco:Firmemente musculado.
Alcatra:Ampla. Plano ou ligeiramente inclinado e curto.
No peito:Bastante profundo, mas não alcançando os cotovelos. Antepecho levemente marcado. Costelas bem arqueadas.
Barriga:Bem retraído.

CAUDA:

Em forma de foice, inserção alta, transportado ereto, Ativo, com a ponta curvada para frente.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES:

Ombro:Bem musculado. Escápulas inclinadas para trás. Eles devem encontrar o úmero em um ângulo de 105 a 110 graus.
Cotovelos:Perto do corpo.
Braços:Retos e paralelos um ao outro.
Metacarpo:Empresa.

MEMBROS POSTERIORES:

As patas traseiras devem ser finas, com boa ossatura, bem musculosos e paralelos uns aos outros. A angulação posterior deve estar em equilíbrio com a anterior.

Coxa:Ampla, inclinado e bem angulado com o joelho.
Pernas:Deve estar em equilíbrio com a coxa.
Metatarso:Perpendicular ao chão.
Almofadas:Grosso.

PÉS:

Sem desvios dentro ou fora. Almofadas firmes e grossas. Unhas pretas, mas cores mais claras são aceitáveis ​​em todas as cores, exceto preto.

MOVIMENTO:

Passo poderoso, com escopo. Ágil o suficiente para ser capaz de girar 180º rapidamente.

MANTO

Cabelo:Curto e duro, colada ao corpo. Muito tempo entre 1,5 e 3 cm.
Cor:Black, distribuídos, Bayo, Branco, preto e branco, branco e louro, branco e tigrado.

TAMANHO E PESO:

Altura:Machos: 48 cm. – 52 cm.
Fêmeas: 43 cm. – 47 cm.
Peso:Machos: 14 kg. – 18 kg.
Fêmeas: 12 kg. – 16 kg.

FALHAS:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Timidez
  • Bite em clipe.
  • Dentes ausentes devem ser penalizados, mas faltando menos de 3 PM1 é aceitável.
  • Olhos salientes.
  • Ângulos dianteiro e traseiro muito retos.
  • Anterior ou abaixo do tamanho marcado.

FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • Prognatismo.
  • Overshot.
  • Orelhas não eretas.
  • Cabelo extremamente comprido (excedendo 4,5 cm.).
  • Falta de um canino.
  • Fila de rosca.

N.B.:

  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

Nomes alternativos:

    1. Formosan Mountain Dog, Takasago Dog, Taiwan Canis, Taiwanese Dog, Taiwanse Canis (Inglês).
    2. Chien de Taïwan (Francês).
    3. Taiwan Dog (Alemão).
    4. Cão de taiwan (Português).
    5. Perro de montaña de Formosa (español).

Cão-lobo-checoslovaco
Eslovaquia FCI 332

Cão lobo checoslovaco

Não é um cão adequado para todos.

conteúdo

História

A origem do Cão-lobo-checoslovaco fica no ano 1955. Karel Hartl, considerado o pai da raça, cruzou um teste biológico um Pastor alemão com um lobo do Cárpatos.

Após algumas tentativas, ele conseguiu criar uma nova raça híbrida bem estabelecida, quem foi criado 1965. Em 1982 e depois de algumas vicissitudes, O Wolfdog da Checoslováquia foi reconhecido como raça nacional pelo Comitê Nacional de Associações Cinofílicas da União Soviética.

Características físicas

É um cão de constituição forte, estrutura de tamanho médio e retangular. É semelhante ao lobo na constituição, movimento, cores, capa e máscara. O chefe, simétrico e bem musculoso, tem a forma de uma cunha truncada. os olhos são pequenos, macarons, âmbar, com pálpebras bem unidas.
As orelhas estão eretas, fina, triangular e curto. A cauda é implantada alta, mas trava direto. Quando o cachorro está excitado, levanta-o em uma foice.

Cabelo: O pêlo é reto e aderente. No inverno, tem um subpêlo muito denso.
Cor: Do cinza amarelado ao cinza prateado, com a característica máscara branca.
Tamanho: Os machos são pelo menos 65 cm. as fêmeas, mínimo 60 cm.

Caráter e habilidades

É um cão utilitário versátil, com muito temperamento, muito ativo, resistente, disciplinado, de reações rápidas, destemido e corajoso. Muito hierárquico, está intensamente ligado ao seu dono, mas ele é extremamente desconfiado de tudo o que não conhece, por esse motivo, ele precisa de uma grande socialização do filhote.

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:Grupo 1 –> Pastores e cães de gado (exceto cães suíços). / Seção 1 –> de pastor. Com trabalho julgamento.
  • FCI 332
  • Federações: FCI , AKC , ANKC , UKC
  • Padrão FCI da raça Cão-lobo-checoslovaco

Nomes alternativos:

    1. Czechoslovak Vlcak (Inglês).
    2. Československý vlčiak (Francês).
    3. tschechisch československý vlčák, slowakisch československý vlčiak (Alemão).
    4. Československý vlčák (Português).
    5. Československý vlčák, PLC (español).

Foto:
Wolfdog checoslovaco por UsernameNotInUse / CC BY-SA

Tornjak
Bosnia & Herzegovina Croacia

Pastor de Bosnia-Herzegovina y Croacia

O Tornjak É um cão muito sensível e tranquilo.

O Tornjak é uma raça de montanha nativo cão pastor de Bósnia e Herzegovina e Croácia.

É um tipo de cão moloso, grande e forte, bem proporcionado e muito ágil. Seu corpo é quase quadrado. Seus ossos não são luz, mas não especialmente pesados ou espessura e sua pele é longa e densa e protege o corpo contra más condições ambientais em que levantou tradicionalmente. O corpo deste cão é forte e bem construído, com movimentos harmoniosos e dignidade clara. Sua cauda é peluda e transportadas em alto como se fosse uma bandeira.

Ele tem uma visão clara, confiante, grave e calma. Seu manto é geralmente longo mas tem cabelo curto sobre o rosto e pernas com a longa superior, LaCie, grosso e duro, sendo particularmente longos na parte superior da alcatra, sobre os ombros e na espinha podem ser ligeiramente ondulado.

Leia tudo sobre a corrida, clicando em: Tornjak.

  • Outros nomes: Tornjak / Bosnian and Herzegovinian-Croatian Shepherd Dog / Bosnian Shepherd Dog / Croatian Mountain Dog.

Raças de cães: Tornjak


Braco tirolês
Austria FCI 68 - Farejadores de médio porte

Braco Tirolés

O Braco tirolês É um cão com um carácter muito equilibrado, ideal para a caça na floresta.

conteúdo

História

O Braco tirolês ou Tyrol hound descende o hound celta e com seu pêlo Duplo resistente representa o tipo mais puro de cães cão. Sabe-se que já no ano 1500, o imperador Maximilian I Ele usou esses cães na região de Tirol para caça lebres, raposas e rastreamento de animais feridos. Em seus livros de caça mencionados para seus guias de extrajo de cães.

Em torno de 1860 eles começaram no Tirol disparar raças puras individualmente. Em 1896 Ele estabeleceu um padrão que foi oficialmente reconhecido em 1908. A variedade de espécies de cães do Tirol natural, só permaneceram os de cor vermelha e preta com fogo. O cão do Tirol: tamanho pequeno é tomado do nível de 1994.

No passado, Houve também um tamanho pequeno que foi retirado o sniffer Tyrol padrão em 1994.

Características físicas

O Braco tirolês é uma raça de caça tipo de Sabujo de cão de tamanho médio e orelhas ampla eretas provenientes do Tirol austríaco.

Este cão médias e grandes orelhas planas na parte superior da cabeça, tem um Duplo grossa, casaco e pernas bem cobertas.

Existem dois principais cores de cabelo: Vermelho ou preto e Tan, todos eles podem ter manchas brancas.

A altura à Cruz no exemplar do sexo masculino é de 44 a 50 cm; nas fêmeas de 42 a 48 cm e pesar 15 a 22 Kg. Há também, uma menor variedade que tem uma altura de 30 a 39 cm.

Caráter e habilidades

É um cão de caça, ideal para a caça na floresta e a montanha, forte caráter, apaixonada, com fino senso de cheiro, pesquisas persistentes e caça independente; Ele tem uma boa casca na caça, será um pronunciado para controlar e tem um bom senso de orientação.

ES conhecido por sua força em um terreno difícil e não ter medo do tempo.

Além de habilidades para a caça, O cão do Tirol é uma mente ágil, Inteligente e bom caráter. É ao mesmo tempo alegre e independente, muito apegados ao seu mestre e sua família.

Como todos os cães de caça, Natureza obstinada deste cão. Sua educação requer alguma paciência, mas com perseverança o seu dono vai ter bons resultados.

É um cão que necessidade de exercício. Por esta razão, vida na cidade ou artamentos não fez para ele.

Imagens de Braco tirolês

Vídeos de Braco tirolês

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:Grupo 6 –> Tipo Hounds, farejadores e raças assemelhadas / Seção 1.2 –> Tipo de Hounds de tamanho médio. Com trabalho julgamento (teste prático para sabujo e rastreador.
  • FCI 68
  • Federações: FCI
  • FCI Estádar a raça Braco tirolês

Nomes alternativos:

    1. Tiroler Bracke, Tyroler Bracke (Inglês).
    2. Brachet autrichien, Chien courant du Tyrol (Francês).
    3. Tiroler Bracke (Alemão).
    4. Braco tirolês (Português).
    5. Sabueso del Tirol (español).

Terrier checo
República Checa FCI 246 . Terrier de pequeno porte

Terrier Checo
vivaz “Terrier checo” Ele é pequeno e, como qualquer terrier, amores para cavar.

conteúdo

História

O Terrier checo é um cão pequeno caracterizada por uma cabeça longa, aborrecido, em forma de cunha com um rosto barbudo, orelhas caídas, um corpo e um revestimento longo, cinza de seda. Em 1949, o criador Terrier escocês e ávido caçador Frantisik Horak que é hoje a República Checa cruzou os escoceses com “Sealyham terrier” para criar o que viria a ser o “Terrier checo”, um elegante terrier caçador pacote com um longo casaco, macia e sedosa. Horak amou habilidades de caça de sua Terrier escocês ea personalidade do Sealyham Terrier, mas não o revestimento branco Sealyham. Ele acreditava que tanto iria produzir um get criação de cães ao longo enquanto o grupo de caça. cães Horak foram cruzados pela primeira vez uma cadela terrier escocês chamado Donka Lovuzdar, que era tanto um cão de caça como uma apresentação de conformação cão, e Sealyham chamado Buganier Urquelle, É pertencer a uma caça rebanho Sealyhams. Ao escolher as características que ele queria (um cão que poderia ir caçar em uma sexta-feira e que poderiam ser facilmente lavado e escovado e ele estava pronto para competir em reconhecimento exposições no sábado e domingo), o Cruze foi um cão com excelentes habilidades olfativas e uma macia pele cinzenta. Ele projetou um corte de cabelo com uma tesoura para mostrar o músculo e pele macia do “Terrier checo” e dar-lhe um olhar magro. documentação Horak sobre os pedigrees de cães e cruzes que se tornaram uma das raças raras que podem ser rastreados de volta para seus fundadores.

Características físicas

O “Terrier checo” É um musculoso bem terrier caçador, -Pernas curtas, bem pigmentada, formato retangular. Ele tem orelhas de abano e veste um casaco comprido, fina mas sólido, ligeiramente ondulada, com um brilho sedoso, não muito enchendo. O revestimento vem em duas variedades de cores: cinza-azul (para os filhotes nascem preto) e castanho claro (para os filhotes nascem marrom escuro, chocolate). Em ambas as variedades de cores marcações amarelas permitido, cinza ou branco. O “Terrier checo” É mais do que o alto com uma linha superior que é ligeiramente levantada para trás. Eles são relativamente semelhantes aos de Sealyham terrier e o Terrier escocês. É a altura para a Cruz de 25 a 32 cm (ideal 29 cm para os machos, 27 cm para as fêmeas). O peso deve estar entre 7 e 10 kg.

Caráter e habilidades

Como todas as raças, o “Terrier checo” Não é adequado para todos. Pode ser mais silencioso do que algumas raças de Terrier, mas ainda um Terrier. Um filhote de cachorro “Terrier checo” É um cão muito difícil de lidar, com muita energia. Estas pequenas Terrie gosta de caçar e desenterrá-los, e eles precisam de exercício diário em um playground seguro. Ele vai perseguir uma bola e recuperar, e gosta de ir para um passeio. Eles não gostam de ser deixados sozinhos por longos períodos e pode se tornar camelôs chato se eles têm actividade regular e empresa para canalizar sua energia. O “Terrier checo” gosta e se destaca em agilidade e rastreamento. natureza cão sempre em alerta, sua desconfiança de estranhos e profundo e alto latindo-se um excelente cão de guarda. Ele é leal ao seu dono, Mas a falta de socialização durante puppyhood pode fazer mais reservados ou até mesmo medo de estranhos. O seu novo cachorrinho precisa de caminhadas diárias e viagens a lugares adequados para os cães para que você possa conhecer pessoas e ver, cheirar e ouvir coisas novas. Como a maioria dos terriers, o “Terrier checo” Eu posso ser teimoso. Isso não significa que ele é inteligente, mas terá que usar a paciência e astúcia para trem. sessões de treinamento fazem são curto e divertido. Use muitos elogios e recompensas como jogos e guloseimas quando você faz algo que você gosta. Sempre estou firme e consistente no que você pede que não deve ser confundido com o que você quer ou acha que pode fugir com ele. No entanto, É sensível, assim evitar correções severas. Você deve ser capaz de transmitir o seu desagrado através da expressão e tom de voz, Nunca gritar ou bater. Começar a treinar o seu cachorro o dia que você trazê-lo para casa. Mesmo a oito semanas de idade, Ele é capaz de absorver tudo o que você pode ensinar. Não espere até que você tenha 6 meses para começar a treiná-lo ou você vai ter que lidar com um cão mais teimoso. Sim é possível, Leve-a a um treinador para filhotes quando você tem entre 10 e 12 semanas para socializar. No entanto, Note-se que muitos tipos de filhotes de formação exigem certas vacinas (tais como tosse do canil) são um dia, e muitos veterinários recomendam exposição limitada aos cães e outros locais públicos até vacinas filhotes (incluindo a raiva, cinomose e parvovirose) Eles são concluídas. Em vez de treinamento formal, Você pode começar a treinar o seu cachorro para socializar em casa e entre amigos e familiares até a sua vacinação completo. Fale com o criador, Ele descreve exatamente o que você está procurando um cão e pede ajuda para selecionar um filhote de cachorro. Breeders ver os filhotes diariamente e pode fazer recomendações incrivelmente precisos, uma vez que eles sabem algo sobre seu estilo de vida e personalidade. Independentemente do que você quer um “Terrier checo”, olhar para aquele cujos pais têm personalidades agradáveis ​​e tem sido bem socializados desde o primeiro estágio do filhote de cachorro.
Sabia? O “Terrier checo” É uma daquelas raças desenvolvido para trabalhar um certo tipo de terreno: no seu caso., as florestas da Bohemia. Prey variando de pato e faisão para a raposa, coelho e javali.

Saúde do “Terrier checo”

Todos os cães têm o potencial de desenvolver problemas de saúde genéticos, e todas as pessoas têm o potencial para doenças hereditárias. Fuja de qualquer criador que não oferece uma garantia de saúde em filhotes, para lhe dizer que a raça tem problemas não conhecidos, ou cujos filhotes são isolados a partir da parte principal da casa por motivos de saúde. Um criador respeitável será honesto e aberto sobre os problemas de saúde de raça e muitas vezes produzidos em suas linhas. Dito isto, o “Terrier checo” É uma raça saudável. Uma das sua base de corridas, el Sealyham Terrier, ele pode ter uma doença ocular chamada deslocamento da lente, por isso recomenda-se que os olhos são examinados anualmente Terrier. Alguns “Terrier checo” Eles podem desenvolver uma condição chamada Scottie Cramp hereditária, ocasionalmente, ela afeta a marcha do cão. Normalmente não é grave. Lembre-se que depois de levar um cachorro para casa nova, Você tem o poder de proteger um dos problemas mais comuns de saúde: a obesidade. Manter um “Terrier checo” com um peso adequado é uma das maneiras mais fáceis para a vida prolongar. Tirar proveito de todo o potencial de prevenção para ajudar a garantir um cão saudável para a vida.

Classificações da Terrier Checo

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Terrier checo” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

adaptação ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ cão amigável

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

necessidade social ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

casa ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

sanita ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

cascas ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

saúde ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ territorial

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

versatilidade ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

vigilância ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens “Terrier checo”

Créditos: 1. Cesky Terrier Terrier checo por ceskyfreund36 / CC0 2. terrier Cesky por https://pxhere.com/es/photo/1039221 3. Inglês-Terrier – bitche durante os cães internacionais mostram em Katowice, Poland por Pleple2000 / CC BY-SA 4. terrier Cesky por https://pxhere.com/es/photo/1391429 5. terrier Cesky em uma floresta de pedra por árvores ceskyfreund36 / CC0 6. Cesky Terrier durante cães show em Katowice, Poland por Lilly M / CC BY-SA 7. Inglês-Terrier – bitche durante os cães internacionais mostram em Katowice, Poland por Pleple2000 / CC BY-SA

Vídeos “Terrier checo”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:Grupo 3 –> Terriers. / Seção 2 –> Terriers - de pequeno porte. Sem prova de trabalho.
  • FCI 246
  • Federações: FCI , AKC , ANKC , CKC , KC , NZKC , UKC
  • raça FCI padrão de Terrier Checo

Nomes alternativos:

    1. Bohemian Terrier, Český Teriér (Inglês). 2. Cesky Terrier (Francês). 3. Böhmischer Terrier, Český Teriér(Alemão). 4. Ceský Teriér (Português). 5. Cesky Terrier (español).

Tosa
Japón FCI 260 - Molosoides - Dogue

Tosa Inu

O Tosa é silencioso, Sereníssima, digno e extraordinariamente tranquilo.

conteúdo

História

O Tosa É uma raça de cão originários do Japão. Molossóide impor aspecto, É uma das raças favoritas para os amantes de tamanho grande de cães em todo o mundo. A raça surgiu no século XIX, Quando cruzar Europeia várias raças de tamanho grande (Dogue alemão, Mastim, São-bernardo, Buldogue, Braco alemão ) com os indígenas Shikoku.

Tosa Inu varia consideravelmente de tamanho. Japão-raça espécimes tendem a ter metade do tamanho dos espécimes criados em todo o mundo. Cópias japoneses são geralmente pesam entre 35 e 55 kg, Enquanto os estrangeiros exemplares têm um peso que varia entre o 60 e o 100 kg. O manto é caracterizado pela aparência curta e suave e muitas vezes é vermelho, distribuído ou marrom claro. A manutenção de sua pele é menos.

Esta raça que se originou na segunda metade do século XIX. A corrida começou de nativos – Shikoku, um cão de indígenas. Ele pesa algumas 25 kg e suporte sobre 55 centímetros de altura, que se assemelha a Spitz Europeu. Estes cães foram cruzados com cães de raças europeias, como o Bulldog Inglês antigo em 1872, Mastim, em 1874, São-bernardo, Ponteiro alemão em 1876, Dogue alemão, em 1924, e o Bull terrier. O objetivo era levantar um cão maior, mais poderoso.

Ler maisTosa

Terrier Tibetano

Terrier Tibetano

O Terrier Tibetano (o Terrier Tibetano) É um cão de tamanho médio e longos cabelos. Seu perfil é geralmente um quadrado, com uma aparência robusta e uma expressão que denota força.

O nome dado para o Terrier Tibetano, É um erro ou um paradoxo histórico. Falta de conhecimento dos membros da Kennel Club Inglaterra, que considerou foram de pequena dimensão cães Terrier, Ele fez que ambos o Terrier Tibetano como a Lhasa Apso eles foram classificados como a mesma raça Lhasa Terrier. Em 1931 o Kennel Club da Inglaterra acreditar o Terrier Tibetano como uma corrida para além de Lhasa Terrier, Nesta etapa, em seguida, renomeado Lhasa Apso.

Terrier vem do latim terra (Terra, solo) e se refere a cães que caçam na terra. O Terrier de origem espanhola são chamados de urubus que predam ratos e camundongos. Essa função nunca foi realizada pelo Terrier Tibetano ou Lhasa Apso. Apso referenciado em vez em tibetano cão longo-haired. O Terrier Tibetano é também conhecido como o Terrier Tibetano, Lhasa Terrier, Tibet Apso, Tsang Apso.

Ler maisTerrier Tibetano

Utilização de cookies

Este web site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência de usuário. Se você continuar navegando você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionados e a aceitação de nosso política de cookies, Clique no link para obter mais informações.cookies de plugin

ACEITAR
Aviso de cookies