Pequeno cão russo
Rusia FCI 352 . Epagneul anão continenta e outros

Pequeno cão russo

O Pequeno cão russo ele é incrivelmente amoroso e próximo de sua família, com o qual você deseja passar o máximo de tempo possível.

Conteúdo

História

O “Pequeno cão russo” é uma raça de cachorro recente, mas sua história começou no século 18, na Rússia, com a importação de muitos Terrier de brinquedo inglês. Um deles foi até adotado pelo imperador Pedro I o Grande (1672-1725), durante os últimos anos de sua vida e seu reinado.

Durante os séculos 18 e 19, a popularidade de Toy Terrier cresceu entre a aristocracia russa. Eles se tornaram um elemento essencial, e no início do século 20 eles se tornaram claramente um símbolo de prestígio. Participar de eventos culturais e encontros sociais com um cachorrinho bem comportado tornou-se a norma da boa sociedade da época..

Embora muitos desses cães tenham sido importados da Grã-Bretanha, a maioria nasceu na Rússia, e um programa de reprodução livre já havia começado a diferenciá-los gradualmente de seus ancestrais. Presente em exposições caninas russas há algum tempo, eles começaram a se ligar oficialmente Terriers de brinquedo russos em uma exposição realizada em São Petersburgo em 1907, onde eles foram expostos 11 cópias.

A revolução de 1917 Eu ia mudar as coisas: associado à aristocracia, o Terrier de brinquedo russo experimentou um declínio repentino e brutal, que o deixou à beira da extinção. Alguns criadores tentaram preservar a raça, mas eles enfrentaram muitas dificuldades numa época em que a criação de cães era administrada pelo regime, que, em vez disso, incentivou o desenvolvimento de cães que poderiam ser usados ​​pelos militares.

A morte de Josef Stalin em 1953 restrições atenuadas e alguns criadores de Moscou, São Petersburgo, Svendlosk e Irkutsk foram capazes de reviver a raça. Mas depois 40 anos, não havia mais espécimes com ancestralidade perfeitamente conhecida e características puras, então eles tiveram que começar do zero, de indivíduos com características semelhantes às previamente conhecidas.

O ano 1958 marcou um ponto de viragem para a raça, quando um cara chamado Chicky nasceu com cabelo comprido e orelhas e cauda com franjas. Até então, todos os representantes da raça tinham uma pelagem lisa e curta. A criadora Yevghenina Zharova quis preservar essas características e cruzou com uma fêmea com pelagem maior que a média e iniciou um programa de criação específico. Sua iniciativa foi coroada de sucesso: começando pelo 1966 e a criação de um padrão específico, esses cães foram considerados como pertencentes a uma raça diferente da Terrier de brinquedo russo e eles foram chamados Moscow Long-haired Toy Terrier.

O ano 1988 marcou outro ponto de viragem, porque a Federação Cinológica Russa (RKF), a organização de referência na Rússia, então decidiu unificar cabelo curto e cabelo comprido novamente sob o mesmo padrão, considerando-os como duas variedades da mesma raça.

Nos anos seguintes, após a queda da Cortina de Ferro em 1989, as primeiras cópias de Terrier de brinquedo russo Eles conseguiram sair para conquistar a Europa e a raça começou a se desenvolver, particularmente na Finlândia e nos países orientais.

No entanto, a abertura das fronteiras também causou a entrada de novas raças na Rússia, que substituiu os cães locais no coração dos amantes de cães. Como um resultado., na década de 1990, este cachorro estava novamente à beira da extinção na Rússia. No entanto, por um lado, já havia sido imposta no exterior e, por outro, Criadores russos conseguiram manter um pool genético suficiente em seu país para manter a raça saudável.

Na primeira década de 2000, as coisas aceleraram. Em 2006, Fédération Cynologique Internationale (FCI) reconheceu a raça provisoriamente e deu-lhe o nome oficial de Pequeno cão russo, removendo o nome de Terrier. Dois anos depois, em 2008, um clube de raça foi fundado nos Estados Unidos (Russian Toy Club of America), e nesse mesmo ano o United Kennel Club (UKC) Americano também aceitou a raça. El American Kennel Club (AKC) fez o mesmo em 2010 incluindo-o em seu serviço de estoque da Fundação (FSS), um passo antes do reconhecimento total.

Em 2017, o Pequeno cão russo obteve o reconhecimento definitivo da FCI, bem como o famoso Kennel Club (KC) Britânico. Na verdade, hoje é reconhecido pela maioria das grandes organizações caninas nacionais – é o caso, em particular, del Canadian Kennel Club (CKC), por exemplo.

Hoje, o AKC está presente em quase toda a Europa, mas ainda raro na América, o que explica porque o reconhecimento final do AKC ainda está pendente.

Na Grã-Bretanha, os registros anuais em torno do KC são 50 desde a aceitação da raça em 2017.

Este número é maior na França, onde eles foram registrados entre 100 e 150 nascimentos no livro francês das origens (LOF) em 2010, o que mostra que esse cachorro, embora permaneça relativamente discreto no país, conseguiu encontrar seu público.

Foto: A Pequeno cão russo de 20 meses por Skest na Wikipedia alemã, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Pequeno cão russo leva bem o nome dele, uma vez que pertence às menores raças de cães do mundo nos lados específicos do Chihuahua, dos quais compartilham várias características.

Seu corpo quadrado com barriga elevada é mais alto no pescoço do que a garupa. As extremidades, de ossos finos e músculos magros, eles são bastante longos, dando a impressão de que têm pernas altas. A cauda é relativamente curta, portado em forma de foice ou sabre, e com franjas, no caso de cães de pêlo comprido. Em áreas onde o corte da cauda é permitido, cauda cortada é aceita, contanto que um toco seja deixado com 2 - 4 vértebras.

A cabeça é pequena em proporção ao corpo, com uma parada claramente marcada. O focinho é pontudo e termina em um nariz de preferência preto. Os olhos são grandes, redondo e muito expressivo. sua cor deve ser a mais escura possível. As orelhas, que são uma característica distintiva da raça, Eles são elevados e sustentados. Grandes e magros, eles formam dois triângulos isósceles no crânio. A variedade de pêlo comprido é coberta por pêlos longos e grossos que caem em forma de pluma..

Este cachorro não tem subpêlo. No entanto, a parte superior do cabelo difere de cachorro para cachorro, a ponto de haver duas variedades da raça: aquele com cabelo liso é curto, Lisa e brilhante, enquanto o de cabelo comprido tem comprimento médio (de 3 - 5 cm). Estes últimos também possuem franjas nas orelhas e na cauda., que cobrem toda a parte externa da orelha quando maduro.

Várias cores de revestimento são permitidas: English Toy Terrier, Brown e fogo, Azul e fogo, lilás e fogo, e vermelho com azul, marrom ou preto. Existem também alguns cães lisos: o pelo dele é vermelho, leonado ou creme. A cor mais comum é preto e castanho.

Último mas não menos importante, não há dimorfismo sexual real nesta raça: machos e fêmeas são aproximadamente do mesmo tamanho e aparência.

Tamanho e peso

Tamanho: 20 – 28 cm
Peso: 1 – 3 kg

Variedades

As associações caninas nacionais e internacionais geralmente distinguem entre duas variedades de Pequeno cão russo: o de pelo liso, às vezes chamado de shorthair, e o de pelo longo. Embora não seja usual, desde os criadores de Pequeno cão russo eles geralmente se especializam em um ou outro, essas variedades podem ser cruzadas: então as ninhadas misturadas são obtidas, composto por indivíduos de cabelos curtos e de cabelos compridos.

A variedade de longa-haired, com suas franjas específicas nas orelhas, é o mais procurado pelos fãs, e também o mais comum. Tem um casaco semilongo (entre 3 e 5 cm) no organismo, enquanto a cauda e as orelhas são cobertas por pêlos longos e grossos que formam franjas características.

A variedade de cabelos lisos, Por outro lado, tem um casaco superior curto, liso e brilhante. Historicamente, os primeiros representantes da raça eram todos de pêlo curto.

Nenhuma das variedades de Pequeno cão russo tem subpêlo. Em geral, além de sua pele, são perfeitamente idênticos em caráter e características físicas.

Caráter e habilidades

O Pequeno cão russo ele é incrivelmente amoroso e próximo de sua família, com o qual você deseja passar o máximo de tempo possível. Seu apego pode até se transformar em possessividade e, se eu não fosse bem socializado, pode ser abertamente ameaçador (na medida em que seu tamanho permite) para aqueles que chegam muito perto de seu mestre. Ele também tende a desconfiar de estranhos, pelo menos no começo: se você ver que eles são convidados para a casa, rapidamente curioso para saber mais sobre eles.

Se você conseguir ficar sozinho por algumas horas, ficará ansioso rapidamente se ausente por muito tempo (especialmente se isso acontecer quase todos os dias) e pode então se comportar de forma destrutiva. A presença de um pequeno companheiro em casa pode ser uma solução pertinente para ajudá-lo a não ver o tempo passar quando seu patrão está no trabalho e reduzir o risco de ansiedade de separação.. De um modo geral, seu animal de estimação vai se dar bem com outros animais, já ser parceiros, gatos, roedores ou répteis, e isso geralmente acontece mesmo com aqueles que não moram em sua casa. No entanto, tenha cuidado para não ser incomodado ou assustado por este cachorro latindo e hiperativo. E não se esqueça que um gato geralmente é muito maior, rápido e melhor armado em caso de discussão…

Em qualquer caso., vive perfeitamente em um apartamento, contanto que sua necessidade de exercício seja atendida. Este último também é relativamente consistente devido ao seu tamanho., já que é necessário viajar pelo menos meia hora por dia. Em outras palavras, carrego você em uma bolsa, em um carrinho de cachorro ou mesmo nos braços de seu dono não é o melhor presente que pode ser dado, já que você precisa esticar as pernas. No entanto, se você mora em uma casa com jardim no interior, pode ser perigoso deixá-lo sozinho no jardim, porque seu tamanho o torna uma presa potencial para muitos animais selvagens: aves de rapina, raposas, doninhas…

Como outras raças de cães em miniatura, não estou realmente ciente do último, por isso é capaz de se colocar em situações perigosas. Sem dúvida, por exemplo, em provocar um cachorro que pesa mais que 20 vezes seu peso, sem se preocupar com as possíveis consequências. Por conseguinte, é melhor conduzi-lo na coleira quando ele sair e ensiná-lo a conter sua queima.

Para o inteligente Pequeno cão russo ele gosta de ser estimulado intelectualmente. Jogos e quebra-cabeças de cães podem ser uma boa maneira de mantê-lo ocupado enquanto seus donos estão fora de casa., e ele adora aprender novos truques. Você também pode participar de esportes caninos, como obediência e agilidade, mas seu tamanho pequeno torna difícil competir.

Por outro lado, não recomendado para famílias com crianças pequenas. Em vigor, seu pequeno tamanho e sua fragilidade significam que pode ser facilmente maltratado pelos mais pequenos, e os riscos de acidente são muito reais – para os dois protagonistas, Além disso. Você pode se ferir gravemente por um pequeno carro atirado contra você em um momento de raiva, assim como ele pode responder mordendo se sua cauda ou orelhas forem puxadas. Além disso, um cachorro nunca deve ser deixado sozinho sem supervisão com uma criança pequena, e isso é válido qualquer que seja a sua raça.

Último mas não menos importante, o Pequeno cão russo late frequentemente. Sua voz estridente é um excelente alarme em caso de ameaça, mas também pode irritar rapidamente os vizinhos.

Educação

Como todos os seus semelhantes, o Pequeno cão russo precisa ser socializado desde as primeiras semanas. Isso é tanto mais importante quanto você tende a ser cauteloso: só uma socialização bem-sucedida pode permitir que você se torne um adulto sociável e equilibrado. Por conseguinte, preciso conhecer muitas pessoas (família, amigos…) mas também outros animais, sejam cachorros, gatos o roedores.

O fato de ser inteligente e gostar de ser estimado facilita muito sua educação. Aprender a limpar e lembrar dos pedidos geralmente não é um problema. Se a família for paciente e firme, é possível ir muito mais longe, já que eles também podem aprender muitos truques.

O reforço positivo é o melhor método para alcançar e educar o melhor possível Pequeno cão russo. Os humores, carícias e mimos são motivações reais para ele, e rapidamente aprende a fazer todo o possível para satisfazer seu Mestre.

Na verdade, o Pequeno cão russo É uma raça de cão adaptada para um iniciante, mas seu mestre nunca deve esquecer que um cão precisa de um líder para dirigi-lo. Este papel de líder, é ele quem deve exercê-lo. Seu parceiro precisa de limites, que deve ser imutável, impostos desde muito jovens e consistentes ao longo do tempo, bem como de um membro da família para outro. Se ele puder fazer o que quiser quando for pequeno, ou se as regras são diferentes dependendo do dia da semana ou da pessoa, você não sabe o que esperar e seu comportamento é afetado.

É sobre o famoso “a síndrome de cachorro pequeno”, comum a todas as raças em miniatura: aos poucos adota atitudes inaceitáveis (não deixe espaço no sofá, rosnar para seu mestre, roubar comida…) mas ignorado por seu mestre, que permanece hipnotizado por seu filho e “lindo” parceiro. Como nada te impede, essa frouxidão o incentiva a empurrar os limites cada vez mais, a ponto de assumir gradualmente o controle da casa. Quanto mais o dono espera para assumir o controle da situação e permitir que maus hábitos se enraízem, mais difícil será para você colocar seu parceiro de volta em ordem. Para evitar isso, as regras devem ser claras e instiladas desde o início, e então aplicar em todas as circunstâncias, sem exceção. Na mesma lógica, não é aconselhável segurá-lo em seus braços com muita frequência, especialmente se se trata de se mover com ele, quando ele também pode andar ao lado de seu mestre, porque não apenas não o ajuda a viver sua vida de cachorro e gastar, mas também pode provocar uma tendência de dominar.

Saúde

O Pequeno cão russo é particularmente robusto e apresenta pouco risco de doenças.

No entanto, É sensível a temperaturas extremas e deve ser protegido do calor e do frio. Quando o termômetro está subindo, você deve limitar suas atividades às horas mais frescas e não deixá-las ficar muito tempo ao sol, enquanto umcasaco de cachorronão muito quando você tem que sair no frio., não tem vocação para passar a maior parte do tempo ao ar livre: seu lugar natural é dentro de casa.

Entre as condições que podem afetar a raça, os mais comuns são:

  • dente impactado, quando um dente de leite não cai e, portanto, não dá lugar a um dente de adulto em crescimento. Este é um problema bastante comum, que é resolvido sem grande dificuldade por um veterinário;
  • o luxação patelar, um problema de rótula: sai de sua posição e força o cão a mancar para se mover. Este problema é relativamente comum em todos os cães pequenos e, às vezes, requer cirurgia;
  • o atrofia progressiva da retina, degeneração dos tecidos oculares levando à cegueira total É uma doença hereditária e os portadores normalmente são excluídos da reprodução, então ainda é muito raro;
  • o Doença de Legg-Calvé-Perthes, que ataca o quadril e causa necrose que causa rigidez e dor., esta doença é muito rara e pode ser operada para aliviar a dor causada.

No entanto, o principal risco para a saúde do Pequeno cão russo vem de seu tamanho pequeno e caráter impetuoso, que pode ser a causa de muitas fraturas. Caindo um livro sobre as pernas, Uma carreira que termina em uma colisão com uma cadeira ou uma discussão agitada com um sujeito maior pode terminar na sala de emergência., sua família deve estar constantemente vigilante.

Outro risco a que você está particularmente exposto é a obesidade, e mais uma vez, apenas seu mestre pode ajudá-lo. Você precisa monitorar seu peso regularmente e agir aos primeiros sinais de excesso de peso, ajustando o tamanho das porções e o nível de atividade.

Como em qualquer corrida, a adoção de um criador de Pequeno cão russo sério e responsável aumenta muito a probabilidade de se obter um filhote saudável O profissional deve fornecer um atestado de boa saúde emitido por um veterinário, apresentar o histórico médico ou registro de vacinação, em que as vacinas administradas ao animal são registradas, e disponibilizar os resultados dos testes genéticos realizados aos pais. um pequeno.

É claro, Isso não garante que você permanecerá saudável por toda a vida. Para maximizar as chances de que seja esse o caso, prevenção é essencial: é aconselhável usar regularmente (Pelo menos uma vez por ano) Leve seu cachorro ao veterinário para um checkup de rotina.Isso não apenas identifica o início de um possível problema, também garante que você não perca seus lembretes de tiro.

Expectativa de vida

12 - 13 anos

Limpeza

Tanto para a variedade de cabelos lisos quanto para a variedade de cabelos compridos, a manutenção do casaco do Pequeno cão russo é simples. Em vigor, uma escovação semanal é suficiente para evitar nós e remover possível sujeira. Muda pequena, mas pode ser útil aumentar a frequência de escovação para 2 o 3 vezes por semana quando aplicável, na primavera e no outono.

Como ele tolera bem o banheiro, limpe tudo 1 o 2 meses para livrar-se de todas as impurezas e garantir que não faça bagunça na casa normalmente também não é um problema. Você só precisa ter certeza de usar um shampoo específico para cães, e em nenhum caso um produto feito para humanos.

O resto é uma questão de curso. Por exemplo, sua sessão semanal de higiene também deve ser uma oportunidade para verificar e limpar seus olhos e ouvidos com um pano úmido. Isso impedirá que detritos e sujeira se acumulem, reduzindo assim o risco de infecção.

Você também deve aproveitar a oportunidade para escovar os dentes do seu cão com um creme dental especial para cães, embora duas vezes por semana (ou mesmo diariamente) é ainda melhor. Isso ajudará a prevenir o acúmulo de tártaro., isso pode causar mau hálito, cavidades e outros problemas.

Último mas não menos importante, embora tenha apagado o suficiente, suas garras tendem a crescer mais rápido do que se desgastam. Por esta razão, eles precisam ser aparados com um cortador de unhas simples quando se tornam muito longos, para impedi-los de atrapalhar ou mesmo quebrar. Um corte mensal geralmente é suficiente. A primeira vez, você pode aprender como fazer isso com um veterinário ou um tratador, para evitar fazer isso errado.

Alimentos

O Pequeno cão russo se encaixa perfeitamente com os alimentos industriais para cães disponíveis comercialmente. Basta ter o cuidado de escolher um produto adequado para cães deste porte, especialmente se você comer ração. Você também deve escolher alimentos de qualidade suficiente e estabelecer uma ração diária adaptada para fornecer todos os nutrientes de que necessita., especialmente considerando seu nível de atividade e sua idade.

Em qualquer caso., comida de gato, embora seja certamente o tamanho perfeito para seu tamanho, nada adequado. Muito rico, são susceptíveis de causar ganho de peso rápido e perigoso.

Isso é especialmente verdadeiro porque a obesidade é um problema muito real para esta raça, cujas necessidades são freqüentemente muito menores do que sua família pensa.. É necessário seguir escrupulosamente as rações diárias recomendadas pelos fabricantes ou pelo veterinário., e pesar regularmente seu cão para detectar rapidamente uma variação muito grande. Um ganho de peso de 200g é insignificante para um ser humano, mas por um Pequeno cão russo isso é em torno do 10% do seu peso normal.

No caso de ganho de peso injustificado, é aconselhável reagir sem demora, ajustando a ração diária do cão e o nível de atividade. Se isso não ajudar, uma visita ao veterinário é necessária para explorar a possibilidade de uma doença e desenvolver uma dieta mais adequada se este não for o problema.

Último mas não menos importante, como todos os cachorros, o Pequeno cão russo você deve sempre ter acesso a uma tigela de água doce, então você pode matar sua sede quando quiser.

Uso

O Pequeno cão russo é acima de tudo – e também sempre – um cão de companhia, feito para passar a maior parte do tempo com sua família. Brincalhão e carinhoso, perfeitamente capaz de viver em apartamento, representa uma opção ideal para quem tem pouco espaço para oferecer ao seu cão, mas, por outro lado, podem estar disponíveis para dedicar tempo.

Seu caráter afetuoso também o torna um cão de terapia muito bom, capaz de passar horas ao lado de seu mestre se ele precisar, e para ajudá-lo com sua mera presença.

Sua desconfiança natural pelo desconhecido e sua propensão a latir fazem dele um excelente cão alerta., mas seu tamanho o impede de ser um verdadeiro cão de guarda, embora sua bravura não seja questionável.

Último mas não menos importante, é comum encontrá-lo em exposições caninas, onde seu sucesso não é negado. Eles também podem participar de competições esportivas caninas, como obediência, mas seu tamanho pequeno é definitivamente uma desvantagem.

Quanto custa um "Pequeno cão russo"?

O preço de um cachorro Pequeno cão russo é de alguns 1500 EUR, mas esta média esconde grandes disparidades. Em vigor, dependendo da reputação do canil, do prestígio de seus ancestrais, mas também e acima de tudo de suas características físicas intrínsecas, pode ir de 800 euros para cópias com alguns pequenos defeitos até quase 4000 euros para os destinados à criação e / ou exposições. Por outro lado, não há grandes diferenças de preço de acordo com o sexo.

Classificações do "Pequeno cão russo"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pequeno cão russo" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do "Pequeno cão russo"

Fotos:

1 – “Pequeno cão russo” por Ernst Vikne, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
2 – “Pequeno cão russo” Filhote de cachorro, 4 meses de idade por Shamanofthistown, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
3 – “Pequeno cão russo” Pelo curto, casaco liso, marrom e bronzeado por NiaNike, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
4 – Cabelo curto “Pequeno cão russo” por Ernst Vikne, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
5 – Dois “Pequeno cão russo”, um com cabelo curto e outro com cabelo comprido por Ernst Vikne, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
6 – “Pequeno cão russo” Daniel, Rostov del Don por Sofiya357, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Vídeos do "Pequeno cão russo"

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Grupo 9: Seção 9: Epagneul anão continenta e outros
  • AKCToy
  • CKC – Grupo 5 – (Toy)
  • KC – Toy
  • UKC – Grupo 8 – Cão de serviço

Padrão da raça FCI "Pequeno cão russo"

Origem:
Rússia

Data de publicação do padrão original válido:
21.02.2006.

Uso:

Cachorro de brinquedo.



Aparência geral:

Um cachorrinho chique, animada, pernas altas, com ossos finos e músculos secos. Dimorfismo sexual apenas um tanto definido.

proporções importantes: Construção quadrada. A altura nos cotovelos é apenas ligeiramente superior à metade da altura na cernelha.. O peito é profundo o suficiente.



Comportamento / temperamento:

Ativo, muito feliz, nem covarde nem agressivo. O comportamento é significativamente diferente entre homens e mulheres.

Cabeça:

Pequeno comparado ao corpo.

Região craniana:
  • Crânio: Alto mas não largo (a largura ao nível dos arcos zigomáticos não excede a profundidade do crânio).
  • Stop (Depressão naso-frontal): Claramente pronunciado.

Região facial:

  • Nariz: Pequeno, preto ou de acordo com a cor da pelagem.
  • Focinho: Limpo e afiado, ligeiramente mais curto que o crânio.
  • Lábios: Belas, seca, justo e escuro ou de acordo com a cor da pelagem.
  • Mandíbulas / Dentes: Pequeno e branco. Bite em tesoura. A falta de 2 incisivos são permitidos em cada mandíbula.
  • Bochechas: Apenas um pouco pronunciado.
  • Olhos: Tão grande, rodada, ligeiramente proeminente, bem inserido e voltado para a frente. Pálpebras escuras ou de acordo com a cor da pelagem, justa.
  • Orelhas: Grande, Bem, inserção alta, na vertical.

Pescoço:

Longo, limpar. Carregada alto, ligeiramente arqueado.

Corpo:

  • Top de linha: Em queda gradual da cernelha até a inserção da cauda.
  • Cruz: Pronuncia-se ligeiramente.
  • Voltar: Forte e direto.
  • Lombo de porco: Curto e ligeiramente arqueado.
  • Alcatra: A garupa é um pouco arredondada e ligeiramente inclinada..
  • No peito: O peito é oval e profundo o suficiente e não muito largo.
  • Linha inferior e abdômen: Abdômen retraído e flancos alongados, formando uma linha curva do peito aos flancos.

Cola:

Amputada: (apenas duas ou três vértebras sobraram), transportado alto. Em países onde o corte da cauda é proibido por lei, é deixado natural. Sem amputar: em forma de foice, não deve ser inferior ao nível da linha superior.

Extremidades

Belas, limpar. Vistos de frente, os membros são retos e paralelos.

Membros anteriores

  • Lâminas: As escápulas são moderadamente longas e não muito inclinadas.
  • Úmero: Forma um ângulo de 105 graus com a escápula. O comprimento do úmero é aproximadamente igual ao da escápula.
  • Cotovelo: De acordo com o corpo.
  • Antebraço: Longa e reta.
  • Carpo: Limpo.
  • Metacarpo: Quase vertical.
  • Pés anteriores: Pequeno, oval nem dentro nem fora, dedos arqueados e juntos. Unhas e almofadas pretas ou de acordo com a cor da pelagem.

Membros posteriores

Vistos por trás, os membros posteriores são retos e paralelos, mas um pouco mais separados do que os membros anteriores. O joelho e o jarrete com angulação suficiente.

  • Coxas: Músculos limpos e desenvolvidos.
  • PATA: O fêmur e a perna têm o mesmo comprimento.
  • Jarrete: Suficientemente angular.
  • Metatarso: Vertical.
  • Pés de volta: Arqueado, um pouco mais estreito do que os pés da frente. Unhas e almofadas pretas ou de acordo com a cor da pelagem.

Movimento:

Fácil, sempre em frente e rápido. Você não deve notar qualquer mudança na linha superior quando em movimento.

Manto

Cabelo

 Existe 2 caras para a raça, cabelo curto e cabelo comprido.

  • Cabelo curto: curto, colado, brilhante, sem manchas embaixo do cabelo ou descamação.
  • Cabelos longos: o corpo é coberto por pêlos moderadamente longos (3 – 5 cm.) reto ou ligeiramente ondulado, colado, que não esconde a figura natural do corpo. Cabelo na cabeça e na frente dos membros é curto e colado. Franjas notáveis ​​na parte de trás dos membros. Os pés têm cabelo comprido, sedoso que esconde completamente as unhas. As orelhas são cobertas por pêlos grossos formando franjas. Cachorros acabados 3 anos apresentam essas franjas, com o qual eles cobrem completamente a borda e a ponta das orelhas. Os pêlos do corpo não devem parecer bagunçados ou muito curtos (menos de 2 cm).

Cor

Preto e Tan, Brown e fogo, Azul e fogo. Também vermelho em qualquer tom com ou sem carbono preto ou marrom. Tons mais fortes são preferíveis para todas as cores.



Tamanho e peso:

  • Altura à Cruz: Machos e fêmeas: 20 – 28 cm (tolerância +/-1 cm)
  • Peso: Machos e fêmeas: até 3 kg.


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Comportamento tímido.
  • Mordedura em torquês ou incisivos inclinados para frente.
  • Orelhas semi-erguidas. Esta condição em cães de pêlo comprido com franjas pesadas é permitida, mas não desejada..
  • Inserção de cauda baixa.
  • Presença de manchas calvas em cães de pêlo curto.
  • Cabelo muito longo ou muito curto em cães de pêlo comprido.
  • Pequenas manchas brancas no peito ou nos dedos.
  • Black, castanho sólido ou azul. Marcas queimadas que são muito grandes ou sombreadas.

Faltas desqualificadas:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Enognatismo ou prognatismo pronunciado. Ausência de 1 canino; ausência de mais de 2 incisivos em cada mandíbula.
  • Orelhas penduradas.
  • Membros curtos.
  • Muitas manchas carecas em cães de pêlo curto.
  • Cães de pêlo comprido: ausência de franjas nas orelhas e presença de cabelos cacheados.
  • Manto branco, manchas brancas na cabeça, abdômen e acima dos metacarpos; grandes manchas brancas no peito ou na garganta, presença de marcas tigradas.
  • Tamanho maior que 30 cm. o menor a 18 cm.
  • Peso menor que 1 kg.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.



N.B.:

Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Russian Toy Terrier, Russian Terrier, Moscow Toy Terrier, Moscovian Miniature Terrier, Toychik (Inglês).
    2. Toychik, Toy-chic (Francês).
    3. Russischer Zwergspaniel, Moskauer Langhaariger Toy Terrier (московский длинношерстный той-терьер) (Alemão).
    4. (em russo: Русский той-терьер) (Português).
    5. Miniatura ruso, Toy Terrier ruso (español).

Pastor-da-ásia-central
Rusia FCI 335 - Molossóides . Montanha

Pastor de Asia Central

O Pastor-da-ásia-central É um gato com pele de cão, sensível e parceiro.

Conteúdo

História

O cão Pastor-da-ásia-central (среднеазиатская овчарка o Sredneaziatskaya Ovtcharka, também conhecido como, Volkodav o The Crusher Wolf) é reconhecida pela FCI, como uma raça de cão molossóide Rússia, onde a maioria das cópias.

Os clubes de cinológicos russa concordam que esta é uma das corridas mais populares por todo o país, em muitas ocasiões, Considerando que o número 1 no ranking das raças de cães russa.

O Pastor-da-ásia-central Ele provavelmente se originou em uma área geográfica entre os Montes Urais, o mar Cáspio, Ásia menor, e o noroeste da fronteira da China. O cão pastor da Ásia Central, como misturar com outras raças, ainda, pode ser encontrada em seus países de origem, como Quirguistão, Tadjiquistão, Turcomenistão, Cazaquistão, Afeganistão, Usbequistão e países vizinhos.

Alguns servem como guardiões da pecuária, alguns proteger seus proprietários, e alguns são usados para a luta do cão, É uma tradição nacional em muitos países da região. Cientistas e biólogos de Rússia estudaram a população canina local desde o século XVIII, até agora.

Após a revolução comunista, o governo soviético enfoca as raças de cães de trabalho para o exército vermelho, importados os melhores representantes da raça em conformidade com os requisitos dos cães exército e protetor de Rússia e. Por décadas, Esta prática tem prejudicado a população local. Além de um grande número de vítimas, a introdução de novas raças na região levou a cruzamentos. Com o tempo., cães de raça pura foram esquerda apenas com alguns pastores e entusiastas de corrida, mas em outros lugares, houve um excesso de cruzes.

No entanto, e apesar de todos os, Hoje a população de cães Pastor-da-ásia-central mantém-se estável, em geral, e a reprodução de alguns cães de qualidade verdadeira honra a sua capacidade de trabalho tem sido, independentemente do país de origem.

Na Europa, o Pastor-da-ásia-central é relativamente desconhecido, mas nos países da Ásia Central ainda é usado como cão de trabalho e acompanha os pastores em suas caminhadas nas estepes.

Características físicas

Esta raça tem muitas variedades que diferem no tamanho, a cor, tipos de cabeçalho, e os tipos de peles. Por estas razões é muito difícil estabelecer um padrão oficial da raça.

O Pastor-da-ásia-central é um cachorro de tamanho grande ou médio, de constituição aproximada e musculatura forte. Sua pelagem é composta pela camada superior dura e lisa e pela abundante e densa camada interna. A camada superior pode ser curta (3 – 5 cm) ou um pouco mais (7 – 10 cm). Com uma camada superior mais longa forma uma crina distinta ao redor do pescoço. Devido a um subpêlo bem desenvolvido e a diferentes comprimentos da camada superior, cães se adaptam bem a diferentes condições climáticas.

A cor da pelagem do Pastor-da-ásia-central é muito diverso: vem nas cores branco, Black, cinza, Raposa vermelha, Marrom acinzentado, amarelo palha, sarda, manchado e manchado.

As orelhas são triangulares, baixo e pendente. A cauda é grossa na base e bem alta. A cauda natural é longa e é portada como uma cauda falciforme. O corte de cauda e orelha ainda é praticado nos países de origem.

Embora existam características únicas da raça de cães de raça pura Pastor-da-ásia-central, como sendo extremamente flexível, Isso é muito perceptível nas suas articulações, ter false costelas, o pescoço muito forte e um queixo grande.

Alguns têm uma máscara preta. A cabeça é muito sólida, o pescoço é de inserção baixa, curto, com duplo queixo. O corpo é bastante abrangente e fornecido com boas músculos planos. A caixa torácica aparece muito longa, porque eles têm suas costelas false famosas. As pernas são retas, o movimento típico é um galope.

Ele tem os olhos expressivos, quase humana, revelando sua inteligência inimitável.

De acordo com as qualidades de trabalho exigido pelos proprietários, o Pastor moderno da Ásia Central foi levantada em diferentes direções, tentando realçar habilidades específicas. Dentro da área tradicional de origem destes canes, cão de combate foram sempre, mas eles nunca foram tão cruéis e destrutiva como as lutas do tipo Pit Bull Terrier.

Todos os anos os pastores na área se reuniram para organizar lutas de cão de pastor da Ásia Central, Mas ao contrário as lutas sangrentas e cruel do que estamos acostumados a ouvir Notícias, Neste caso eles estavam lutando para a tutoria de um rebanho, e o vencedor foi o cão que eventualmente, foi feito com o comando do mesmo. Ele foi 'dominação' em vez de destruir entre espécies próprias.

Cães raramente foram feridos entre si, Ele causou arranhões menos na maioria dos casos. Só os verdadeiros líderes, Na verdade, Você medías uma verdadeira luta, mas que não era mais comum. A principal tarefa destes cães sempre foi a defesa da tropa aos ataques de vários predadores e cobras venenosas.

O Pastor da Ásia Central, Ele é um dos mais poderoso grupo de cães de guarda de cães de gado, Após o Pastor-do-cáucaso, o Kangal, Akbash, por exemplo.

A altura na Cruz 60 - 65 cm. E pesar 37 - 50 kg.

Caráter e habilidades

Na notícia, as populações rurais continuam a exigir e usar o Pastor-da-ásia-central como cão de guarda de gado, Embora não tão bem como yesteryear.

Estes cães, em diferentes graus, são protetores contra intrusos humanos, eles são muito territoriais, excelente com crianças, deve assegurar-lhes como se foram seu rebanho foram. O amor e respeito para os idosos são algumas de suas características, para proteger todos os pequenos animais de predadores, eles são muito gentis e conectados com os membros da família.

Eles não precisam de qualquer formação complicada para aprender as regras básicas da casa, mas eles são cães muito independentes e um pouco teimosos, o Pastor-da-ásia-central Ele deve ser capaz de trabalhar como uma equipe para proteger ovinos contra predadores, Por conseguinte, Se o animal tem um carácter excessivamente agressivo, outros cães como com pessoas de fora da família, eles não podem ser membros de um Pack, e não seria o teste simples para fins de conformidade com o objectivo da corrida.

O Pastor-da-ásia-central pode vir de linhas de criação que imprimem um caractere muito diferente: Trabalhando, combater, e guardião de gado, e agir em conformidade, independentemente do país de origem.

Variam de acordo com os grupos de classificação diferentes clubes canina, o Rússia Kennel Club classifica o Pastor-da-ásia-central como um cachorro que trabalha, Isso reflecte-se nos resultados excepcionais em obediência, proteção e formação relativas ao exército.

Reprodução moderna dos requisitos principais clubes canino da Rússia, requer registrar cópias de Pastor-da-ásia-central um teste de temperamento obrigatório e um diploma de treinamento credenciado, Além de mostrar a classificação. Nestes ensaios a capacidade do cão fica ajustar e adaptar-se a pastores de guardiões do cão de outros bandos, não ser motivo de conflito entre cães. O FCI classifica Pastor-da-ásia-central no grupo de cães Molossóides.

Embora seja um bom cão viver, Não podemos esquecer que o Pastor da Ásia Central é um cão de proteção de animais, as pessoas e bens, Ele foi criado para resolver problemas simples, é a mentalidade independente, forte, corajoso e responsável.

É um cão grande mas ágil, por vezes descrita como um gato com pele de cão, por esse motivo e tendo em conta sua forte instinto de proteção e territorialidade, Pode não ser uma raça recomendada para um proprietário de principiante.

Sensível e Inteligente, o Pastor-da-ásia-central você responderá melhor a alguém que possa inspirar lealdade em você, além de uma liderança forte.

Formação pesada será contraproducente com esta raça, formação mas respeitosa, reflexiva resultará em um companheiro dedicado e inseparável.

O Pastor-da-ásia-central ele passou uma quantidade considerável de tempo se movendo em sua terra natal, e esse tipo de exercício lento mas constante é o que ele gosta mais.

Com um trabalho a ser feito e um pedaço de propriedade para proteger, é o ponto mais alto da felicidade e sempre ficar de olho em tudo o que acontece.

Saúde do Pastor-da-ásia-central

a raça ainda é considerada muito saudável e extremamente robusta. Os proprietários não devem temer doenças típicas da raça. No entanto, de vez em quando, como em todos os cães grandes, problemas articulares ocorrem, especialmente nos joelhos.

Nutrição do Pastor-da-ásia-central

Embora muitas doenças articulares sejam herdadas, os sintomas geralmente podem ser evitados ou pelo menos aliviados com a ajuda de dieta e postura adequadas. Particularmente na fase de crescimento de cães, deve-se tomar cuidado para que os animais não atiram rápido demais. O crescimento rápido demais devido à ingestão excessiva de proteínas nos meses de crescimento é considerado uma das causas mais comuns de doença articular subsequente. Além de um alimento razoavelmente baixo em proteínas, administrado em pequenas quantidades três a quatro vezes ao dia, cães jovens também devem ser preservados fisicamente durante esta fase. Escadas ou longas caminhadas devem ser evitadas..

Carne como principal componente dos alimentos

Quando o Pastor-da-ásia-central está totalmente desenvolvido, o teor de proteínas dos alimentos pode ser aumentado novamente. O principal componente da comida de cachorro deve ser – como em todos os cães – carne de alta qualidade. Pode ser cozido ou cru ou, se forem utilizadas misturas alimentares produzidas industrialmente, pode ser apresentado na forma seca ou úmida. Independentemente do método de alimentação preferido pelo respectivo proprietário, é importante que o conteúdo e a composição do alimento sejam adaptados às necessidades do cão. De acordo com a idade, sexo, tamanho, nível de atividade e ambiente de vida, a composição dos nutrientes necessários pode variar consideravelmente. Não existe alimento correto para Pastor-da-ásia-central.

Quanta comida o Pastor-da-ásia-central?

A questão da quantidade de alimentos para todos os cães desta raça também não pode ser respondida em geral.. Se a composição do alimento estiver correta, o Pastor-da-ásia-central pode lidar com porções surpreendentemente pequenas. Por conseguinte, duas refeições por dia são geralmente suficientes para um cão adulto, que deve ser dado em horários fixos, se possível. Porções muito grandes, muitos “sanduíches” entre as refeições e a falta de descanso após a alimentação pode aumentar o risco de torção no estômago.

Cuidando de um Pastor-da-ásia-central

Como cachorro nômade, o Pastor-da-ásia-central é bastante pouco exigente, isso se aplica não apenas ao tamanho das porções de alimentos, mas também sob seus cuidados. Casaco de comprimento curto a médio mostra-se muito resistente e requer pouca limpeza. No entanto, deve ser escovado regularmente para remover a sujeira e manter uma estrutura saudável. As garras também devem ser aparadas para evitar ferimentos e dentes, orelhas e olhos devem ser verificados e limpos regularmente.

Educação do Pastor-da-ásia-central

Comprando um Pastor-da-ásia-central deve ser bem considerado – embora isso se aplique a todas as raças de cães, é especialmente verdade para esta raça da Ásia Central. Não é um cão de família no sentido clássico, nem é adequado para uma vida urbana. Este cão independente, amante da liberdade, acha difícil lidar com as condições de vida dos países industrializados europeus.

Para quem esta raça é adequada??

Nas mãos de criadores e criadores que vivem em lugares remotos e isolados, este cão protetor do bando ainda está nas melhores mãos. Também pessoas que moram longe da cidade, possui muito e deseja ter um cão de guarda capaz, podem ser considerados proprietários deste Pastor-da-ásia-central. No entanto, experiência e algum conhecimento em treinamento de cães devem ser pré-requisitos para manter esta raça. Além disso, um proprietário precisa acima de tudo tempo e paciência, porque a socialização e educação desse amigo de quatro patas confiante, que não pensa muito em obediência cega, É trabalho duro. Como os cães da Ásia Central tendem a dominar, eles precisam de um treinador que constantemente estabeleça limites para eles e mostre a eles a empatia necessária (para não ser confundido com vontade de comprometer) que vale a pena confiar e seguir o seu humano.

Pode uma coexistência harmoniosa ter sucesso?

O Pastor-da-ásia-central certamente não é um cão de família no sentido clássico, razão pela qual sua manutenção como cão puro da casa e da empresa é absolutamente desaconselhável. Isso não significa que um Owtscharka não pode viver junto com humanos. Em uma família que aprecia seu instinto natural de vigilância e proteção e lhe dá sua tarefa original de vigiar a casa, o quintal e o gado, o Pastor-da-ásia-central é bastante adaptável e orientado para o ser humano. Uma socialização básica, i.e., contato precoce com outras pessoas e animais, é tão importante para a coexistência harmoniosa quanto oportunidades suficientes para administrar e manter a paternidade consistente.

Fotos do Pastor-da-ásia-central

Vídeos do Pastor-da-ásia-central

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Cães do tipo Pinscher e Schnauzer-Molossoide – Cães de Montanha e Boieiros Suiços. Seção 2.2 Molossóides, tipo de montanha.
  • AKC – FSS
  • ANKC – Grupo 6 (cães utilitários)
  • NZKC – Cão utilitário
  • UKC – Cão de guarda

Padrão da raça FCI "Pastor-da-ásia-central"

Origem:
Rússia

Data de publicação do padrão original válido:
13.10.2010

Uso:

Cão de guarda e vigilância.



Aparência geral:

O cão pastor da Ásia Central tem uma constituição harmoniosa e grande estatura, moderadamente longa (nunca com um corpo longo ou curto). Corpo robusto e musculoso, volumoso, mas não com músculos visíveis.

Dimorfismo sexual claramente definido. Os machos são mais espessos e mais corajosos que as fêmeas, com uma cruz mais pronunciada e uma cabeça maior.. A maturidade total é atingida aos três anos de idade.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: O comprimento do corpo excede levemente sua altura na cernelha. Aumento da altura é desejada, mas a estrutura proporcional deve permanecer. O comprimento dos membros anteriores aos cotovelos é 50 – 52% a altura na cernelha.

O comprimento do focinho é inferior a ½ do comprimento da cabeça, mas superior a 1/3.



Comportamento / temperamento:

Autoconfiante, em silêncio, equilibrado, orgulhoso e independente. Os cães têm muita coragem e alta capacidade de trabalho, resistência e um instinto natural de territorialidade. Coragem diante de grandes predadores é uma de suas características

Cabeça:

Sólido e bem equilibrado com a aparência geral. A forma da cabeça é retangular, vista superior e lateral.

Região craniana:
  • Crânio: profundidade. A antecara é plana e a área do crânio é plana e longa. Occipital bem definido, mas pouco visível devido à musculatura bem desenvolvida. Arco supraorbital moderadamente definido.
  • Nasofrontal depression (Stop): Moderadamente definido.

Região facial:

  • Trufa: Grande, bem desenvolvido, mas não excedendo o contorno geral do focinho. A cor é preta, mas nos cães brancos e bege a trufa pode ser um pouco mais clara.
  • Focinho: O focinho é rombudo e de comprimento moderado., é retangular visto de cima e os lados afunilam levemente em direção ao nariz. O focinho é volumoso, profundo e bem cheio sob os olhos. Ampla ponte nasal, reto e às vezes ligeiramente afundado. Queixo bem desenvolvido.
  • Lábios: Espessura. Lábio superior apertado, cobrindo o fundo quando a boca está fechada. Preferida a pigmentação preta completa.
  • Mandíbulas / Dentes: As mandíbulas são fortes e largas. Dentes são grandes, branco e próximos um do outro, 42 no total. Incisivos posicionados alinhados. Mordida em tesoura aceita, tesoura e clipe reverso. Caninos bem posicionados. Uma lesão no dente que não afeta o uso da mordida não tem conseqüência.
  • Bochechas: Ossos das bochechas são longos e bem desenvolvidos, sem interferir com a forma retangular reta da cabeça.
  • Olhos: Tamanho médio, forma oval, bem separados, olhando bem à frente. Posicionamento moderadamente baixo. Cor dos olhos de marrom escuro a castanho. A cor mais escura é preferida. As pálpebras são grossas e de preferência com a pálpebra inferior não muito frouxa. A terceira pálpebra não deve estar visível. A borda das pálpebras é preferida totalmente pigmentada. Qualquer que seja a cor do cabelo, as pálpebras devem ser pretas. Sua expressão é confiante e digna.
  • Orelhas: Tamanho médio, Forma triangular, espessura, baixo inserto e pingentes. Seu nível mais baixo ou ligeiramente abaixo dos seus olhos. Orelhas tradicionalmente amputadas, como ilustrado na primeira página, praticado no país de origem e em países onde não é proibido por lei.

Pescoço:

O pescoço é de comprimento médio, muito forte, oval transversalmente, conjunto bem musculoso e baixo. O queixo duplo é uma característica da raça.

Corpo:

  • Top de linha: Bem proporcionado e bem sustentado. Na postura, você deve manter a linha superior típica.
  • Cruz: Bem definido, especialmente em homens, músculo, longo e alto, com uma transição bem definida para as costas.
  • Voltar: Direito, Largura, bom muscular; o comprimento é ½ do comprimento da cernelha até a cauda ser inserida.
  • Lombo de porco: Curta, Largura, músculo, levemente arqueado.
  • Alcatra: Moderadamente longo, Banda larga, bem musculado, ligeiramente inclinado para a inserção da cauda. A altura na cernelha excede a altura acima do quadril 1 – 2 cm.
  • No peito: Profundo, longo, Largura, bem desenvolvido, caixa torácica alargada para a posterior. Costela longa falsa. Parte inferior do peito ao nível do cotovelo ou ligeiramente abaixo. O peitoril se estende levemente em frente à articulação úmero / escápula.
  • Linha inferior e barriga: Abdômen moderadamente retirado.

Cola:

Espessa na base e inserção um pouco alta. A cauda natural é usada curvada na forma de uma foice ou curvada em um anel solto que começa no último terço. Quando alerta, a cauda sobe ao nível das costas ou ligeiramente mais alta. Tradicionalmente, a cauda é amputada da maneira ilustrada pelo que é praticado no país de origem ou em países onde não é proibido por lei. A cola natural tem o mesmo valor que a amputada.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES:

  • Aparência geral: Membros certos de ossos fortes, visto de frente paralelo e não muito perto um do outro. Visto do lado, o antebraço é reto.
  • Ombro: Escápula longa, bem inclinado, formando um ângulo com o antebraço de aproximadamente 100 °. Bem musculado.
  • Antebraço: Oblíquo, longo e forte.
  • Cotovelos: Encaixe apertado sem entrar ou sair. Braço: Direito, osso muito forte, longo, oval transversalmente.
  • Metacarpo: Moderadamente longa, Largura, forte, direitos.
  • Pés anteriores: Grande, arredondado, dedos arqueados, almofadas volumosas e grossas; unhas podem ser de qualquer cor.

MEMBROS POSTERIORES:

  • Aparência geral: Visto por trás, reto e paralelo, colocados um pouco mais separados do que os anteriores.
  • Coxa: Largura, moderadamente longo e com musculatura forte.
  • Joelho: Sem virar nem para dentro nem para fora. Sua angulação é moderada.
  • Perna: Sempre o mesmo comprimento da coxa.
  • A articulação do jarrete: Moderadamente angulado.
  • Metatarsos: Muito forte e de comprimento moderado, perpendicular. Sem esporas.
  • Pés de volta: Grande, rodada, dedos arqueados, almofadas volumosas e grossas; unhas podem ser de qualquer cor.

Movimento:

Bem equilibrado e elástico. Corrida com alcance livre dos membros anteriores e forte empurrão por trás. A linha superior permanece firme durante o movimento. Todas as articulações se inclinam sem esforço. As angulações do posterior são mais definidas durante o movimento do que durante a parada..

Manto

PELE: Espessura, solto o suficiente para evitar lesões durante o combate contra predadores.

  • Cabelo: Abundante, suave, grossa com cabelos internos bem desenvolvidos. O cabelo na cabeça e na frente dos membros é curto e grosso.. O cabelo na cruz às vezes é mais longo. Os pêlos externos podem ser curtos ou ligeiramente mais longos. Dependendo do comprimento do cabelo externo, pode haver cabelos mais curtos (3 – 5 cm), cobrindo todo o corpo ou cabelos mais longos (7-10 cm) formando uma juba no pescoço, penas atrás das orelhas e na parte de trás dos membros e na cauda.
  • Cor: Todos, exceto azul genético ou marrom genético em qualquer combinação e capa preta em chamas.


Tamanho e peso:

Altura à Cruz:

  • Machos: Mínimo 70 cm.
  • Fêmeas: Mínimo 65 cm.

O maior tamanho é desejado, mas a estrutura proporcional permanece.

Peso:

  • Machos: Mínimo 50 Kg.
  • Fêmeas: Mínimo 40 Kg


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Pequeno desvio da tipicidade da raça.
  • Mulheres com tendências masculinas.
  • Crânio arredondado, focinho estreito, maxilar inferior estreito, nariz pequeno.
  • Colocação ocular oblíqua ou olhos próximos, pálpebras frouxas.
  • Inserção alta das orelhas.
  • Lábios finos ou pendurados.
  • Altura acima da garupa. Garupa ligeiramente curta.
  • Testa estreita.
  • Angulações exageradas da região posterior.
  • Pé aberto e dedos longos.
  • Movimento Hackney, movimento ligeiramente desequilibrado.
  • Cabelo muito curto.

FALTAS GRAVES:

  • Muito nervoso.
  • Desvios significativos do tipo e estrutura necessários.
  • Aparência de membros longos, Ossos leves, músculos macios.
  • Olhos muito claros ou olhos salientes.
  • Linha superior abaixada.
  • Garupa muito superior à cruz.
  • Garupa estreita, curto e íngreme.
  • Cauda naturalmente curta, cauda quebrada.
  • Metacarpo muito alto, baixa.
  • Posteriores colocados muito afastados sob o corpo.
  • Altura à Cruz 2 cm abaixo do mínimo exigido na norma.

FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • Tímido ou superexcitado.
  • Tipo feminino masculino.
  • Mordida prognática o claramente enognática.
  • Olhos de cores diferentes, olhos azuis ou verdes, Bizco.
  • Articulações frouxas.
  • Pêlos de qualquer combinação de marrom genético ou azul genético.
  • Cor de fogo com uma capa preta.
  • Manto ensortijado o suave.
  • Movimento desequilibrado.


N.B.:

Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Alabai, Central Asian Ovtcharka, CAO Aziat (Inglês).
    2. Chien de berger d’Asie centrale (Francês).
    3. Zentralasiatischer Owtscharka (Alemão).
    4. Türkmen Alabaý, mastim-da-ásia-central (Português).
    5. Perro Pastor de Asia Central (español).

Ovtcharka
Rusia FCI 328

O Ovtcharka é um cão forte, Vá com calma, equilibrado mas extremamente reativo.

O Ovtcharka (Pastor-do-cáucaso) É uma raça muito popular de cão na Armênia, Azerbaijão, Geórgia, Rússia, e outros países onde pastores precisam de muita proteção para seus rebanhos e propriedades.

Um cão Ovtcharka bem criado deve ser um animal saudável, para ossos fortes, construção muscular e temperamento estável.

Os temperamentos muito calmos e muito agressivos, eles são considerados graves falhas em um cão da raça.

Outros nomes: Kavkazskaïa Ovtcharka / Circassian sheep dog / Caucasian Ovcharka / Armenian Khobun / Georgia Nagazi / Sage Ghafghazi / Kars Çoban Köpeği / კავკასიური ნაგაზი / Kavkasiuri nagazi / Caucasian Ovcharka / Caucasian Mountain Dog / Kars Çoban Köpeği / Kavkazty Uasahichala / Circassian Sheep dog / Адыгэ Мэлыхъуахь (Adyghe melekhuah).

Grupo 2 / Seção 2 – Cães Molosoides e montanha.

Raças de cães: Ovtcharka

Samoieda
Rusia FCI 212 . Cães Nórdicos de Trenó

Samoyedo

O Samoieda, Embora possa parecer uma peluche, É um verdadeiro atleta precisa de exercício diário.

Conteúdo

História

De onde ele vem Samoieda originalmente?

O Samoieda é o arquétipo de um cachorro do extremo norte. Pertence aos arquétipos do cão em geral. O Samoieda é uma das raças de cães mais antigas. O tipo de cães Samoieda acompanham os povos da Sibéria há milhares de anos. O Samoiedas (o nenets) são vários povos indígenas que viveram por milhares de anos em toda a Sibéria até o Oceano Ártico. Muitos vivem como nômades e seguem os rebanhos de renas selvagens ou semi-selvagens. Seus cães têm tarefas diferentes. Eles puxam os trenós com os utensílios domésticos ou com os caçadores para a caça. Eles puxam os barcos sobre a neve em águas abertas. Eles ajudam com os rebanhos de renas. Eles guardam e protegem as pessoas como se fossem rebanhos.

Eles desafiaram a morte mesmo quando enfrentaram o urso polar, o maior predador terrestre do mundo. O Samoiedas fornecem um excelente sistema de navegação que abre caminho através de desertos gelados, mesmo com nevoeiro ou tempestades de neve, evitando rachaduras e buracos de gelo. Eles costumam dormir nas tendas do Samoieda. Eles se mantêm aquecidos. Portanto, não é surpreendente que as pessoas Samoiedas têm uma relação extremamente íntima com seus cães, e não apenas porque sua existência no extremo norte depende desses cães.

A condessa Aga von Hagen relatórios em seu livro sobre raças de cães de 1933 que o “Samoieda Spitz” foi tratado como um cão sagrado em sua terra natal e que nenhuma família Samoieda voluntariamente separado de seus cães. Por outro lado, a condessa explica que o Samoieda Spitz, através desta conexão estreita, mostrar um “alto desenvolvimento de características mentais, apesar de sua ferocidade”. Não foi até 2017 que um relatório de arqueólogos russos foi publicado, quem tinha encontrado restos de 9000 anos dez cachorros na Sibéria. No permafrost, eles estavam tão bem preservados que podiam ser examinados de perto e classificados como cães de trenó.

Só em 1889 Inglês Ernest Kilburn-Scott conseguiu importar o primeiro Samoiedas da Sibéria. Então, esses cães entraram na criação moderna de cães com pedigree. Imediatamente alguém se voltou para suas aparências externas. A cor branca rosa como característica de um Samoieda basicamente arbitrariamente para o padrão. Nesse momento, como hoje, ver e pegar Samoieda original em muitas cores, apenas raramente em branco puro. Para impor a cor branca pura, a endogamia foi realizada de acordo com este critério duvidoso e, portanto, muito do caráter real e extrema robustez do Samoieda. Além disso, a base de criação já era muito pequena de qualquer maneira, porque os povos siberianos relutavam em desistir de seus cães para reprodução na Inglaterra.

Enfim, na década de 1950 eles também cruzaram a linha original, sendo muito diferentes em caráter e, se você olhar de perto, também na aparência. Embora o Samoieda A atual criação europeia perdeu muito do caráter original do verdadeiro cão siberiano, ainda uma raça original. A coisa mais empolgante sobre ele é que ele mostra ao mesmo tempo uma estreita ligação com os humanos. Não sem razão, o Samoieda é um dos fundadores de outras raças de cães, como o Euro-asiático. O primeiro padrão para Samoieda foi criado em 1909, em 1913 foi reconhecido na Inglaterra. O FCI, A Fédération Cynologique Internationale a reconheceu em 1959.

Características físicas

Os homens tendem a ter mais fêmeas tamanho geralmente pesam entre 20 e 32,5 kg, enquanto as fêmeas geralmente pesam entre 17 e 25 kg.

O olhos do Samoieda eles são geralmente pretos ou marrons, e oblíquos. O nariz ou trufa deve ser bem desenvolvido e de preferência preto. Em alguns momentos do ano você pode esclarecer de que resulte a vulgarmente chamada “nariz no Inverno”. Alguns outros fatores como idade ou clima podem esclarecê-lo, mas é importante sempre manter as bordas de preto. Pelo contrário, isso significaria uma veterinária visita.

O orelhas devem ser grossos e completamente coberto com cabelo, forma triangular, e na posição vertical. Na maioria dos casos eles são brancos, mas ocasionalmente podem ser marrom claro (conhecido como cor “cookie”).

O cauda do Samoieda é uma das características mais distintivas desta raça. Como o Alaskan Malamute, o enforcamento de cauda em forma gancho em suas costas; No entanto, e ao contrário do Malamute, a cauda de Samoieda toca de volta e se inclina, ligeiramente, em um lado e não deve ser um gancho muito fechado ou sob a forma de “bandeira”.

Em climas frios, alguns Samoieda dormir com o rabo sobre o nariz para fornecer proteção adicional. A maioria da Samoieda, Eles permitem que a cauda cair quando eles estão relaxados, mas eles de volta para sua posição original quando eles estão alerta.

O Samoieda, eles têm um densa pelagem dupla de cabelo. O camada superior tem uma densa, cabelo reto e grosso, Parece que o branco, mas tem alguns corantes de prata. Esta camada superior mantém o Undercoat relativamente limpa e livre de detritos. O camada inferior é um soft, cabelo curto e denso que mantém o cachorro quente.

A camada inferior é alterada de uma a duas vezes por ano., processo conhecido como queda de cabelo. Isto não significa que eles movem cabelo somente nestas ocasiões, durante todo o ano bom cabelo é movido e substituído, que - geralmente- furar em suas roupas ou simplesmente frota.

O Samoieda padrão pode ter uma mistura de Cor Branco e biscoito, Embora cães completamente brancos ou completamente cookie de cor não são raros. Os machos são geralmente mais do que as fêmeas peles.

O Samoieda, eles são bons para aseando-se, não muitos banhos ainda necessários. Sujeira normalmente cai facilmente das camadas exteriores de cabelo, fazer o cão mostrar limpo.

O cabelo dos filhotes é mais poroso, Portanto, é mais fácil para você mancha com a grama e Lama se eles são muito tempo ao ar livre. O aspecto da escovação é mais difícil, que por sua pele espessa em algumas áreas, como a parte de trás das orelhas tendem a emaranhado é se não escovas semanalmente.

O Samoieda vai exigir isso, cortar o cabelo que cresce entre seus pés que ostentam, mas com essa exceção o resto pode permanecer assim, curso.

Exceto por razões médicas ou cabelo é extremamente enredado, não é recomendado que o Samoieda ser barbeado, Se seu cabelo atua como tanto o isolamento térmico de frio e moderado, além de proteger a pele clara de Samoieda antes das queimaduras pelos raios do sol.

Uma importante característica desta raça é mal de apresentar o odor característico para cão, torna bons cães vivos dentro de casa. A falta de caspa, também, torna hipoalergênicos.

A espessa camada de cabelo pode fazer você se sentir desconfortável no Verão em locais onde o clima é quente, onde preferem o Interior porque o ar é mais frio. O brasão também funciona como um repelente natural contra piolhos e carrapatos.

Ao mover o cabelo, a maioria da camada exterior cai e passa a ser, o velho pode cair em grandes pacotes, deixando espaços ocos em casos extremos. Você pode escovar o cabelo, com um pente de metal, com o qual podemos acelerar o processo de mudança e ajudar o Samoieda para recuperar sua aparência mais rapidamente. Escovar freqüentemente ajudá-lo a não é enrede.

Dar banho a Samoieda é um longo processo, porque o cabelo é quase a "prova de água", então vai levar tempo que é completamente molhado e, em seguida, completamente molhado. o cabelo Samoieda deve ser seco com ar frio forçado (usando um fio de cabelo secador), porque a água pode tornar-se preso na camada inferior de cabelo grosso dificultando a evaporar.

É importante que você lave bem, Uma vez que xampu ou remanescente SOAP pode levar à infecção por fungos, difícil remoção sem ter de fazer a barba a área afetada. Para evitar que o cabelo Samoieda Radiante, escovar e uma dieta saudável podem não ser desacreditadas.

Quão grande é um “Samoieda”?

O Samoieda tem uma altura na cernelha de cerca de 57 cm nos machos e 53 centímetros nas fêmeas. O peso não é prescrito pelo padrão, mas geralmente é entre 18 e 30 kg.

Quanto tempo pode um “Samoieda”?

A Samoieda saudável pode alcançar o 12 anos e mais, e isso com uma boa condição física.

Caráter e habilidades

O oferta de jogo do Samoieda faz dele um cão não recomendado como guardião; um Samoieda agressivo é muito raro. No entanto, com sua tendência a casca pode ser cão relógios diligentemente, latir quando algo ou alguém se aproxima de seu território.

O Samoieda, eles são um excelente companhia, especialmente para as crianças pequenas ou mesmo outros cães, também permanecendo brincalhão até idade avançada. O Samoieda, também, eles são conhecidos por serem um pouco tolos às vezes difícil de treinar devido à sua falta de diligência e não por falta de inteligência, Portanto, deve ser persuadido obedecer as ordens que recebem.

Sua herança por puxar trenós, o Samoieda, não tem problemas para puxar objetos, e um Samoieda quem não foi treinado não tem problema em arrastar seu dono na guia quando eles o levam para passear em vez de caminhar ao lado.

Correr é uma paixão especial da Samoieda, mais precisamente: puxar trenós. Se você está interessado em um Samoieda, você definitivamente deve visitar as corridas de cães de trenó no inverno. É profundamente impressionante e fascinante.

Você pode sentir a extrema tensão dos cães muito mais cedo no campo da Musher. Quando você vai para a saída, dificilmente há uma parada. Como em uma explosão, esta tensão desses cães de aspecto bastante pesado se dissolve na aceleração do trenó. A força do Samoieda não é a sua velocidade, mas sua resistência incomum.

Instintivamente atuam como cães de pastoreio, Assim, quando jogar, especialmente com crianças, eles tendem a tentar orientá-los.

Esta raça é caracterizada pela sua expressão alerta e sorrindo, O que ele ganhou o apelido de “sorriso de “Samoieda”” o “sorrindo cão“. Eles têm grande vitalidade, razão pela qual, bem cuidados manter sua juventude e esse espírito jovem, até sua velhice. Sua expectativa de vida média é de 12 - 18 anos, Embora alguns possam viver um pouco mais.

Como uma raça de trabalho, eles têm uma excelente resistência e sem exercício diário, eles tornam-se entediado e/ou deprimido eles, que pode levar a ele latir excessivamente, destruídos ou ter um digno de um mestre do comportamento de fuga. Enquanto eles são cães saudáveis têm tendência para certas doenças.

Cuidados, saúde e doenças

O Samoieda pois a reprodução de exibição é afetada por numerosas doenças hereditárias devido à criação unilateral na aparência externa e a base de criação muito pequena de hoje.. Você deve evitar ser pai, que valoriza os campeonatos de exposições.

Quanto cuidado um “Samoieda”?

A exuberante pelagem dupla do Samoieda precisa de cuidados regulares. Especialmente durante a troca de pelagem na primavera e no verão, a casa dele, seu carro e suas roupas estarão cheios de seus longos cabelos, embora nosso Samoieda escova diariamente.

Qual comida é melhor para um “Samoieda”?
O Samoieda você não tem requisitos especiais em sua dieta. Como a maioria dos cães gosta de um osso de boi carnudo e carne fresca. O Samoieda é muito adequado para churrascos.

Atividades com o seu “Samoieda”

Quanto exercício faz um Samoieda?

Com um Samoieda você pode praticar esportes de inverno muito bem, idealmente como um cão de trenó. O Samoieda precisa de uma carga de trabalho apropriada para cada espécie.

Considerações antes da compra

Onde você pode comprar um “Samoieda”?

Se você está interessado em um Samoieda, a primeira coisa que você deve fazer é visitar algumas corridas de cães de trenó. Aqui você pode vivenciar o coração desses cães ao vivo. Então você deve obter informações de um criador local que não cria Samoieda pelúcia para exposição. O criador deveria ter examinado seus cães para riscos especiais de doenças hereditárias. Isso é natural na criação de filhos sérios.. Além disso, não deve haver consanguinidade, que pode ser estimado olhando para o pedigree, se nenhum nome aparecer lá duas vezes. O criador deve ter sua ninhada bem documentada por foto. Você deve poder ver a ninhada junto com a mãe cadela, após a correção, no lugar. Por favor, Não compre Samoieda pela Internet, porque existe um alto risco de o cachorro vir de um vendedor ou criador de cães, normalmente bem camuflado.

Educação e manutenção de um “Samoieda”

O Samoieda fácil de treinar e guiar, mas não é um cachorro para iniciantes. Você exige muito da sua atitude, derivou de seu destino como um trabalho original e cão de trenó. Então você precisa de muita ocupação e atividades, idealmente no esporte de trenó.

Se você não se exercita e fica sozinho, sem uma conexão profunda com sua família, pode se tornar um cachorro nervoso e chateado, que pode até destruir o apartamento ou o jardim.

O Samoieda não um cachorro para um apartamento ou cidade grande. O ideal seria uma casa com jardim. Para o Samoieda eles gostam de dormir ao ar livre e rolar a cabeça embaixo do rabo, mesmo na maior tempestade de neve. O Jardim, onde esses cachorros ficam, não deveria ser um jardim ornamental.

O luxuoso casaco do Samoieda precisa de cuidados regulares. Especialmente durante a mudança de camada na primavera e no verão, um tratamento intensivo é indicado. Então a casa, o carro e as roupas ficarão cheios de seus longos cabelos, mesmo que você os escove diariamente. Você não precisa ser exigente aqui. No carro, o melhor é transportá-lo em uma caixa de uma loja especializada.

O Samoieda pode ser muito bem treinado por um proprietário experiente. Você tem que aceitar o desafio, Deve até motivá-lo a lutar mentalmente com esta raça original e confiante. Eles aceitarão de bom grado seus mestres ou cuidadores, será leal a eles, mas eles têm que demonstrar qualidades de liderança combinadas com muito conhecimento da raça. Você tem que estar totalmente envolvido na experiência com esses cães nórdicos típicos, rústicos.

Através de uma educação gentil, mas disciplinada, um Samoieda deve estar ciente de sua posição no ranking desde a idade do filhote. Não deve haver dúvida de quem determina as regras da casa.

Classificações do "Samoieda"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Samoieda" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens “Samoieda”

Vídeos “Samoieda”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Grupo 5 – Seção 1 Cães Nórdicos de Trenó.
  • AKC – Cães Nórdicos de Trenó
  • ANKC – Cães Nórdicos de Trenó
  • CKC – Cães Nórdicos de Trenó
  • KC – Cães Nórdicos de Trenó
  • NZKC – Cães Nórdicos de Trenó
  • UKC – Cães Nórdicos de Trenó

Padrão da raça FCI "Samoieda"

Origem:
Rússia

Data de publicação do padrão original válido:
22/07/1997

Uso:

Cão de trenó e companheiro.



Aparência geral:

É um Spitz Ártico de tamanho médio e aparência elegante. Dá a impressão de força, resistência, flexibilidade, Graça, dignidade e autoconfiança. A expressão dela, comumente chamado de "sorriso de Samoieda" resulta da combinação da forma e posição dos olhos com os ângulos da boca ligeiramente curvados para cima.. Suas características sexuais devem ser bem definidas.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: O comprimento do corpo é de aproximadamente 5% maior que a altura da Cruz. A profundidade do corpo é ligeiramente inferior à metade da altura na cernelha. O focinho é quase tão longo quanto o crânio.



Comportamento / temperamento:

Ele é amigável, franco, alerta e animado. Seu instinto de caça é muito leve. Ele nunca é tímido ou agressivo. É muito sociável e não pode ser usado como cão de guarda.

Cabeça:

Poderoso e Cunha.

Região craniana:
  • Crânio: Visto de frente e apenas ligeiramente convexo perfil. Ele é mais largo entre as orelhas. O sulco entre os olhos é ligeiramente marcado.
  • Stop: Claramente definidos, mas não muito pronunciado.

Região facial:

  • Trufa: Bem desenvolvido, Preto preferido. Durante alguns períodos do ano pode ser enxaguado fora o pigment no nariz, originando o comumente chamado 'nariz de inverno'; No entanto, Deve haver sempre pigmento nas bordas do nariz.
  • Focinho: Forte e profunda, aproximadamente, enquanto o crânio, emagrecimento gradualmente para a trufa; Não é Praça pontiaguda ou pesada.
  • Cana do nariz: Em linha reta.
  • Lábios: Apertado, preto e embalado. O canto da boca é ligeiramente curvado para cima, formando o característico «samoiedo sorriso».
  • Mandíbulas / Dentes: Mordida em tesoura regular e completo. Os dentes e mandíbulas são fortes. Dentadura normal.
  • Olhos: Marrom escuro, ao invés de separado e bem posicionados em órbitas, forma ligeiramente oblíqua e pacífica. A expressão «sorri», amigável, alerta e inteligente. As pálpebras são pretas.
  • Orelhas: Erigir, relativamente pequeno, espessura, triangular, ligeiramente arredondadas nas pontas. Eles devem ser móveis, Inserção bem separados porque o crânio é largo e alto.

Pescoço:

Comprimento médio e forte, porte arrogante.

Corpo:

Um pouco maior que a altura da Cruz, profunda e compacto, mas flexível.

  • Cruz: Bem marcado.
  • Voltar: De comprimento médio, muscular e reta; a fêmea é ligeiramente mais longa nos machos.
  • Lombo de porco: Curta, muito forte e definido.
  • Alcatra: Completo, forte, muscular e ligeiramente inclinada.
  • No peito: Ampla, profundo e longo, alcançando quase os cotovelos. Costelas bem arqueadas.
  • Linha inferior: Moderadamente retraída.

Cola:

Inserção relativamente alta. É quando o cão alerta ou em movimento, a cauda é transitada dobrado desde sua raiz para a frente das costas ou de lado; Quando é em repouso leva por pendurá-la e chega até o misto quente-pé.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES:

  • Como um todo.: Bem colocado e musculado, com ossos fortes. Vistos de frente são retos e paralelos.
  • Ombro: Longo, empresa e oblíquo.
  • Braço: Oblíqua e colado ao corpo. Aproximadamente, enquanto o ombro.
  • Cotovelo: Colado ao corpo.
  • Carpo: Forte mas flexível.
  • Metacarpo: Ligeiramente inclinado.
  • Pés anteriores: Oval, com dedos longos, flexível e reta virado. Os dedos são arqueados e não são muito Unidos. Pastilhas elásticas.

MEMBROS POSTERIORES:

  • Como um todo.: Visto de trás, são retas e paralelas com músculos muito fortes.
  • Coxa: Comprimento médio, relativamente grande e musculoso.
  • Joelho: Bem angulado.
  • Articulação do pé-quente: Posicionado relativamente baixo e bem angulado.
  • Metatarso: Curta, forte, vertical e paralela.
  • Pés de volta: Semelhante ao anterior. As esporas devem ser extirpadas.

Movimento:

Você deve dar a impressão de ser poderoso, livre e incansável com passos longos. Bom alcance em bom ritmo nas patas e membros anteriores.

Manto

CABELO: Abundante cabelo polar, espessura, densa e flexível. A Samoieda tem uma dupla camada de cabelo; a camada interna é composta de cabelo curto, suave e densa, a camada exterior para cabelos mais compridos, reto e áspero. O revestimento deve formar um colar em torno do pescoço e ombros, ao redor da cabeça, especialmente em homens. Sobre a cabeça e a parte dianteira dos membros, o cabelo é curto e liso; o cabelo é curto na parte externa das orelhas, macio e separado. O interior das orelhas deve ser bem coberto com cabelo. Na parte de trás das coxas, calças de formas de cabelo. Deve ter o protetor de cabelo entre os dedos. A cauda deve ser profusamente coberta com cabelo. As peles das fêmeas são muitas vezes mais curtos e mais macia do que a textura masculina. A pelagem correta deve sempre ter um brilho especial.

COR: Branco puro, creme ou branco com bolo de cor (a cor base deve ser branca, com algumas marcas cor de pão de Ló). Você nunca deve dar a impressão de ser marrom pálido.



Tamanho e peso:

Altura da Cruz (Altura ideal):

  • Machos 57 cm, com uma tolerância de ± 3 cm.
  • Fêmeas 53 cm, com uma tolerância de ± 3 cm.


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Falhas notáveis da estrutura do corpo.
  • Ossos leves.
  • Homens que não são machos e fêmeas que não são femininas.
  • Grampo de Bitefork.
  • Olhos amarelos.
  • Orelhas macias.
  • Abarriladas de costelas.
  • Duplo cauda de gancho.
  • Membros curtos.
  • Na gaiola ou vaca jarretes.
  • Revestimento ondulado ou curto, em todo o corpo, pelo longo, mole e caída.
  • Cão tranquilo.

FALTAS GRAVES:

  • Áreas nomeadamente despigmentadas na pálpebras e lábios.

FALHAS ELIMINATÓRIAS:

  • Cão agressivo ou medroso.
  • Olhos azuis ou diferentes cores.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Orelhas não eretas.
  • Cor de cabelo diferente ao descrito na norma.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.


N.B.:

Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

TRADUCCION: Federação Mexicana de Canófila, A.C..

As últimas alterações estão em negrito

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Bjelkier, Samoiedskaya, Sobaka, Smiley, Sammy (Inglês).
    2. SAMOYEDE (Francês).
    3. Samojedenhund, Samojedenspitz (Alemão).
    4. Samoieda, Samoiedo (Português).
    5. Samoiedskaya Sobaka, Nenetskaya Laika, Samoiedskaïa Sabaka (español).

Pastor-do-cáucaso
Rusia FCI 328 Molossóides . Montanha

Pastor del Cáucaso

O Pastor-do-cáucaso É um temperamento estável e animal saudável.

Conteúdo

História “Pastor-do-cáucaso”

A Pastor-do-cáucaso é um cão pastor grande e muito forte, muito difundido na Rússia. No padrão oficial, é chamado Kavkazskaya ovčarka. O Pastor-do-cáucaso eles se espalham por uma área enorme, que inclui o território da Rússia, bem como a antiga União Soviética. Somente nas áreas polares você mal consegue ver. Em sua terra natal., oPastor-do-cáucaso são, Por conseguinte, bastante diferente em detalhes e diferentes tipos foram desenvolvidos. Nas áreas de estepes, esta raça é mais leve e mais alta, em regiões montanhosas mais pesadas e compactas. Mas em tipo e caráter é o mesmo em todo lugar. Este é o resultado da sua tarefa de trabalho, que foi e é o único critério para criar lá por muitos séculos. No final, os mesmos requisitos resultaram nos mesmos cães. Suas tarefas são pastorear e proteger os rebanhos, monitorar e proteger a propriedade e seu povo. Eles são cães arcaicos, eles provavelmente surgiram dessa forma com a introdução da criação de animais em primeiro lugar, e isso foi alguns 10.000 anos.

Você não pode enganar um Pastor-do-cáucaso. Compreende claramente seu papel. Tipicamente, deita-se em um lugar alto ao lado de seu rebanho, ser capaz de observar tudo ao seu redor. Seu rebanho, seus pastores, sua família e suas propriedades são sagradas para ele. Ele é fiel e amorosamente dedicado a eles. Ele suspeita de tudo o mais e não hesita em atacar qualquer sinal que interpreta como hostil. É extremamente defensivo e destemidamente se opõe a lobos e ursos. Desta forma, protegeu os rebanhos de gado e as propriedades solitárias dos pastores, agricultores, albergues, artesãos e comerciantes desde tempos imemoriais. Esta função extremamente útil, mesmo necessário para a operação de uma sociedade assim no vasto e solitário país, não se encaixa na sociedade apertada e agitada de hoje. Dificilmente existe um pedaço de terra grande o suficiente para fornecer ao cão Pastor-do-cáucaso um espaço de trabalho. Ele está acostumado a outras escalas da vastidão da Rússia.

Além disso, o espírito dos tempos no mundo de hoje demoniza todas as formas de agressão que emanam de um cachorro. Embora demore apenas uma ou duas gerações, proprietários maiores estavam orgulhosos de seu cão ser confiável e, em caso de emergência, agudo, destemidamente afugentar um ladrão, esse recurso é potencialmente fatal para o cão de hoje. Você corre o risco de ser classificado como “cachorro perigoso” e em casos extremos eutanásia. Este não é um ambiente para uma Pastor-do-cáucaso. E assim você pode encontrá-lo em quase todos os lugares nas listas de cães supostamente perigosas.. É um arquétipo de cachorro ao qual o homem deve muito em seu desenvolvimento. Como raça de cachorro, é descrita há muito tempo e nos livros especializados mais antigos sobre cães. No entanto, na criação moderna de cães com pedigree, só foi oficialmente reconhecido pela FCI em agosto 1984.

Características físicas “Pastor-do-cáucaso”

O cão pastor caucasiano é um cão de estrutura harmoniosa, grande e forte, com bastante osso e um poderoso sistema muscular e um formato um tanto retangular. Dimorfismo sexual bem pronunciado.
Os machos são masculinos, com uma cruz bem desenvolvida e uma cabeça maior em comparação com a das fêmeas. É por isso que eles são mais massivos, maior e às vezes seu corpo é mais curto que o das fêmeas.
Em cães com uma variedade de pelagem mais longa, o macho tem uma juba distinta.

Tamanho e peso:

Altura à Cruz:

  • Machos: Altura desejada 72 – 75 cm. Mínimo 68 cm.
  • Fêmeas: Altura desejada 67 – 70 cm. Mínimo 64 cm.

Alturas mais altas são aceitas desde que a conformação seja harmônica.

Peso:

  • Machos: Mínimo 50 Kg
  • Fêmeas: Mínimo 45 Kg.

Caráter e habilidades “Pastor-do-cáucaso”

O Pastor-do-cáucaso é um guardião e protetor. O padrão oficial classifica as qualidades de seu personagem inequivocamente: “Deve ser forte, equilibrado e calmo com uma reação defensiva bem desenvolvida, que é expressado ativamente. Nitidez e desconfiança em relação a estranhos são típicas”. Um Pastor-do-cáucaso geralmente é incompatível com outros cães! Esses traços, especialmente com um cachorro grande e muito forte que reivindica um grande território, dificilmente são compatíveis com as condições sociais do mundo de hoje. É uma ótima experiência poder se relacionar estreitamente com esse cão. Isso também permite que você experimente um lado completamente diferente do cão. Pastor-do-cáucaso, o de um amigo extremamente amoroso, leal e carinhoso. No entanto, se não temos os meios financeiros e espaciais para oferecer a ele em nossas latitudes um ambiente adequado à sua natureza, isso dificilmente será possível.

Ginástica

O Pastor-do-cáucaso ele é extremamente pouco exigente em sua atitude, se as condições gerais já mencionadas forem ignoradas. A Pastor-do-cáucaso não precisa de aquecimento, brinquedos ou um arnês na coleira. Esta raça é pouco exigente em sua nutrição. Isso também se aplica ao seu alojamento.. Você pode passar o ano inteiro fora sem problemas, sim ele quer passar o ano inteiro fora – desde que haja um local adequado para se esconder e “adequado” aqui decididamente significa nem canil nem mesmo cadeia. Deve poder se mover em seu território. A Pastor-do-cáucaso você aceita, até protege com sensibilidade todos os amigos de duas e quatro patas que vê como pertencentes a sua matilha ou família. Mas você precisa de um chefe claro. No começo, ele é suspeito ou até hostil com todos os outros.

É necessário um relacionamento próximo e orientação competente para andar na coleira deste cão., que é definitivamente sempre mais forte, e, em seguida, ser capaz de passar para um terrier latindo agressivamente. É possível, mas requer educação séria, uma boa socialização e um professor ou amante experiente, competente e muito sensível e ao mesmo tempo minucioso. O Pastor-do-cáucaso está amplamente nas listas de cães perigosos. É proibido viajar para a Holanda ou Dinamarca, pois existe o risco de o cão ser confiscado nas ruas e sacrificado. A Pastor-do-cáucaso não é um cão iniciante. Isso seria até irresponsável. Mesmo da mão de um conhecedor experiente, requer, em qualquer caso, as condições externas básicas para uma atitude adequada à sua natureza.

Educação “Pastor-do-cáucaso”

Levantando um Pastor-do-cáucaso nas condições sociais de hoje, é um desafio muito especial, somente especialistas comprovados podem dominar as condições de estrutura certas.

Cuidados e saúde “Pastor-do-cáucaso”

O Pastor-do-cáucaso tem uma camada dupla composta por uma camada inferior e uma camada superior. A camada interna é macia e fina, enquanto os pêlos da pelagem externa são longos e grossos. (A pelagem de um Pastor-do-cáucaso Nunca deve parecer suave ou parecer ondulado.) Em relação ao comprimento, o casaco pode ser longo, médio ou curto. Cães com pêlo comprido têm uma crina que envolve o pescoço, bem como extensa plumagem nas patas traseiras e cauda, que parece grosso e fofo. Cães com pêlo de comprimento médio não têm tanta juba, e eles têm menos penas no resto do corpo. Um casaco curto, o tipo menos comum, não tem juba ou franja. Duas vezes ao ano, quando você muda seu casaco, você tem que escovar bem.

Cães desta raça desfrutam de uma saúde muito robusta.

Nutrição / Alimentação

O Pastor-do-cáucaso não exige nada da sua dieta. Provavelmente um dos cães com menos demandas nesse sentido.

expectativa de vida “Pastor-do-cáucaso”

Em relação ao seu tamanho, um Pastor-do-cáucaso tem uma expectativa de vida muito alta de 12 e às vezes mais anos.

Compre um “Pastor-do-cáucaso”

Comprando um Pastor-do-cáucaso deve ser considerado apenas por especialistas que sabem exatamente o que fazem, eles têm a experiência certa e as condições de criação adequadas. Os filhotes dessa raça custam cerca de 1.000 EUR.

Classificações do "Pastor-do-cáucaso"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pastor-do-cáucaso" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens “Pastor-do-cáucaso”

Vídeos “Pastor-do-cáucaso”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Cães do tipo Pinscher e Schnauzer-Molossoide – Cães de Montanha e Boieiros Suiços. Seção 2.2 Molossóides, tipo de montanha.
  • AKC – FSS (Serviço de Estoque da Fundação)
  • UKC – Cão de guarda

Padrão da raça FCI "Pastor-do-cáucaso"

Origem:
Rússia, Arménia, Geórgia, Azerbaijão

Data de publicação do padrão original válido:
13.10.2010

Uso:

Cão de guarda e vigilância.



Aparência geral:

O Cão Pastor Caucasiano é um cão com uma estrutura harmoniosa., grande e forte, com bastante osso e um poderoso sistema muscular e um formato um tanto retangular. Dimorfismo sexual bem pronunciado. Os machos são masculinos, com uma cruz bem desenvolvida e uma cabeça maior em comparação com a das fêmeas. É por isso que eles são mais massivos, maior e às vezes seu corpo é mais curto que o das fêmeas.

Em cães com uma variedade de pelagem mais longa, o macho tem uma juba distinta.



Comportamento / temperamento:

O comportamento é firme, Ativo, auto-confiante, corajosamente e independentemente. O "Cão Pastor Caucasiano" mostra afeto e devoção ao seu dono, ele é um excelente cão de guarda.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:

  • O comprimento do corpo excede a altura na cernelha 3 – 8%.
  • O comprimento dos membros anteriores calcula a média 50 – 52% a altura na cernelha.
  • O comprimento do crânio e o comprimento do focinho são 3:2

Cabeça:

---

Região craniana:

A cabeça é grande, sólido e largo nas maçãs do rosto. Ver os de cima, a cabeça é em forma de cunha com uma base larga.

  • Cenfurecido: Sólido e largo, antecara bastante plana com uma dobra marcada mas não profunda. Arcos superciliares desenvolvidos, mas não salientes. Osso occipital pouco visível.
  • Ddepressão naso-frontal (Stop): Perceptível, mas não claramente marcado.

Região facial:

  • Trufa: Preto, grande com narinas bem abertas sem sobressair das linhas externas do focinho. Uma trufa preta em cores sólidas, manchado e espreitadelas é desejável, mas não obrigatório (mas trufas genéticas azuis ou marrons do fígado não são permitidas)
  • Hocico: Largo e profundo afinando gradualmente em direção ao nariz, com mandíbulas e queixo fortes. Grande profundidade e bem preenchida sob os olhos. A ponte nasal é larga. A linha superior do focinho e do crânio corre paralela.
  • Labios: Espessura, apertado e bem pigmentado.
  • Mandíbulas / Dentes: Os dentes devem estar saudáveis, branco e forte; incisivos juntos em uma linha. Mordida completa em tesoura ou pinça (42 dentes). Incisivos ou caninos feridos, quebrado ou quebrado que não afetam a mordida não são significativos ou a ausência de PM1.
  • Bochechas: Bem desenvolvido e destacado pelos bons músculos mastigatórios.
  • Ojos: Tamanho moderado, Em forma oval, não muito profundo, colocado separado e oblíquo. A cor está em diferentes tons de marrom, do escuro para avelã. Pálpebras pretas, seca, justa. Expressão séria, atenta e inquisidora.
  • Obares: Tamanho moderado, espessura, Forma triangular, naturalmente pendurar, colocado alto e separado. Tradicionalmente amputados em seu país de origem. Ouvidos naturais são de igual valor.

Pescoço:

Médio longo, forte, baixa inserção, arredondado transversalmente. Crista pronunciada especialmente em homens.

Corpo:

Muito bem desenvolvido em todas as suas dimensões, Largura, boa musculatura e bem equilibrada.

  • Cruz: Bem pronunciado, moderadamente longa. A altura na cernelha excede ligeiramente a altura da garupa.
  • Dorso: Direito, Largura, empresa.
  • Ele(m)o: Curta, Largura, levemente arqueado.
  • Gsemelhança: Moderadamente longo, Banda larga, arredondado, ligeiramente inclinado em direção à base da cauda.
  • Peco: Longo, Largura, boas costelas, em geral profunda, bem como na sua parte anterior. Transversalmente tem uma ampla forma oval. Costelas bem arqueadas, costela longa falsa. Antepecho marcado.
  • Línmenor ea e barriga: Abdômen moderadamente retraído em direção à região posterior.

Cola:

Inserção alta, foice curvada ou enrolada. Em repouso, pendura na altura do jarretão; quando o cão está alerta, a cauda pode ser transportada sobre a linha superior.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES:

  • ApArience geral: Boa musculatura. Visto de frente, membros retos e paralelos colocados ligeiramente afastados.
  • Ho(m)bros: Musculatura forte. Moderadamente longa, larguras,
  • inclinado a formar um ângulo de aproximadamente 100 graus com o antebraço. A escápula bem ao lado do peito.
  • Antbraço: Forte e musculoso, Bem juntos.
  • Cotovelos: Recuar bem, paralelo ao eixo, sem virar para dentro ou para fora.
  • Brazo: Direito, sólido, moderadamente longa, boa musculatura, transversalmente redondo.
  • Metacarpo: Curta, sólido, sempre em linha reta visto de frente e dos lados.
  • Pemé anterior: Grande, Forma redonda, bem arqueado, bem fechado.

MEMBROS POSTERIORES:

  • ApArience geral: Vistos de atrás, direitos, paralelo e moderadamente espaçado. Joelhos e jarretes bem angulados quando vistos de lado. A parte de trás não deve ser colocada muito atrás.
  • Coxa: Largura, boa musculatura, moderadamente longa.
  • Cajadoemll-: Bem angulado o suficiente.
  • PemEsquema: Ampla, boa musculatura, moderadamente longo.
  • Hock joint: Ancha e inclinada, bem angulado o suficiente, empresa, sem inclinar-se para dentro ou para fora.
  • Metatarso: Não muito longo, sólido, sempre reto visto de frente ou de lado.
  • Pemé mais tarde: Grande, Forma redonda, bem arqueado, bem fechado.

Movimento:

Livre, elástico, sem se apressar com bom impulso por trás. Boa estabilidade em todas as articulações e boa coordenação. Movimentar-se tende a ser o movimento típico. A cruz está no mesmo nível da garupa e a linha dorsal é relativamente estável..

Manto

PIEL: Espessura, suficientemente elástico sem vincos ou rugas.

  • Pelo: direto, áspero, separado por um subpêlo bem desenvolvido. O comprimento dos pêlos externos e do subpêlo não deve ser inferior a 5 cm. O cabelo da cabeça e dos membros anteriores é mais curto e mais grosso. A cauda é completamente coberta de pelos espessos, dando a aparência de espessa e muito peluda. Escovas longas de cabelo externo sobre as orelhas, uma "juba" em volta do pescoço e "calça" na parte de trás da coxa.
  • Color: Alguma cor sólida, espreitar ou manchado. Exceto para pretos sólidos; preto diluído ou preto em qualquer combinação ou azul genético ou marrom-fígado.


Tamanho e peso:

Alturpara a cruz:

  • Machos: Altura desejada 72 – 75 cm. Mínimo 68 cm.
  • Fêmeas: Altura desejada 67 – 70 cm. Mínimo 64 cm.

Alturas mais altas são aceitas desde que a conformação seja harmônica.

Peso:

  • Machos: Mínimo 50 Kg
  • Fêmeas: Mínimo 45 Kg.


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

FALTAS GRAVES:

  • Estrutura muito leve ou muito áspera.
  • Desconfiança.
  • Desvios do dimorfismo sexual.
  • Cabeça pequena em proporção ao corpo, leve, fechar, longo, Tosca, cabeça em forma de tijolo ou maçã.
  • Stop abrupto.
  • Focinho: afundado, côncavo ou pontiagudo.
  • Dentes muito pequenos, muito separados, incisivos não colocados em uma linha, qualquer desvio da fórmula dental (exceto a ausência de PM1)
  • Ossos da bochecha não estão suficientemente marcados.
  • Olhos grandes, saliente, muito claro, mostrando a terceira pálpebra, pálpebras caídas.
  • Orelhas grandes, inserção fina ou muito baixa.
  • Linha superior inundada ou afundada, longo, afundado ou arqueado para trás, garupa mais alta que a cruz.
  • Corpo quadrado, muito áspero, muito longo, estreitar a frente e as costas, extremidades muito longas, peito muito curto, plano ou afundado, garupa curta ou íngreme.
  • Cauda de toco.
  • Ossos, músculos e ligamentos fracos.
  • Ausência das angulações corretas.
  • Membros anteriores curvados
  • Movimento desequilibrado.
  • Falta de impulso por trás.
  • Cabelos muito macios, encaracolado, cabelo externo muito curto e sem subpêlo.

FALTAS DESQUALIFICANDO:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • Qualquer desvio da mordida necessária.
  • Fórmula dentária incompleta (ausência de dentes, exceto terceiros molares (M3) ou primeiros pré-molares
  • Entrópio
  • Olhos gazeos, azul escuro, sombreamento verde ou olhos de cores diferentes.
  • Cauda amputada.
  • Mancada constante ou incapacidade de conseguir movimento.
  • Cor preta em qualquer variação, sólido, diluído, pío, manchado o como manto (exceto a máscara).
  • Azul genético em qualquer variação ou tom.
  • Trufa, lábios e pálpebras pigmentadas cinza-azuladas.
  • Marrom genético em todas as variações ou tons.
  • Trufa, lábios e pálpebras marrons genéticos.
  • Marcações coloridas em cães pretos, azul ou marrom.
  • Altura abaixo do mínimo.
  • Desvios graves de dimorfismo sexual em homens.


N.B.:
  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

EleAs últimas alterações estão em negrito.

TRADUCCION: Brigida Nestler / Versão original: (IN)

Supervisão técnica: Miguel Angel Martinez.

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Nagazi, Caucasian Mountain Dog, Caucasian Ovcharka (Inglês).
    2. kavkazskaïa ovtcharka (Francês).
    3. Kaukasischer Owtscharka, Kawkasskaja Owtscharka (Alemão).
    4. mastim-do-cáucaso, Pastor-caucasiano, Ovcharka caucasiano, Mastim do cáucaso, Cão montanhês caucasiano, Cão-urso-russo (Português).
    5. Pastor caucásico, Mastín del Cáucaso, Perro de montaña del Cáucaso, Perro Pastor caucásico (español).

Laika da Yakutia
Rusia FCI 365 . Cães Nórdicos de Trenó

Laika de Yakutia

O Laika da Yakutia eles são cães muito inteligentes, com um prodigioso senso de cheiro e um exagerado senso de direção

Conteúdo

História

A história dele “Laika da Yakutia” é muito extensa. Durante séculos, trenós puxados por cães foi algo muito importante para a maioria dos povos do Norte da Rússia, devido ao seu modo de vida e o clima a que foram submetidos. No Neolítico, na linha da Costa do nordeste da Ásia, Estes cães foram utilizados para transporte e caça.

No início do ano 90, Houve uma descoberta na ilha de Zhokhov (Ilhas de Novosibirsk, Yakutia), eles encontraram um sítio arqueológico de caçadores e cães. Ele foi investigado por um arqueólogo de São Petersburgo, Vladimir Pitulko, Lá, ele encontrou restos arqueológicos trenós, arreios e eles ainda mantiveram os ossos de cães. Usando o método de datação por radiocarbono demonstrou que esses restos tinham um comprimento de 7.800 - 8.000 anos. Isso, É a mais antiga descoberta que teve lugar no Ártico.

Etnógrafos MG Levin (1946), Smolyak AV (1978) e outros autores, eles compartilham que desde os tempos antigos (até os dias atuais), para os povos indígenas do Norte, os cães de trenó sempre foram animais universais: eles estavam atirando animais, eles foram usados também como alimento, e suas peles foram utilizados para a fabricação de roupas e os rituais de adoração. Vezes, os cães foram sacrificados e foram usados para cerimônias religiosas.

Muitas descobertas geográficas árticas foram feitas possíveis, com os cães de trenó. Os dois pólos da terra foram descobertos com a ajuda destes cães, em 1907, F. Cozinhar e 1909 R. Piry chegou ao pólo norte. Em 1911, Amundsen foi uma bandeira norueguesa no Pólo Sul, em condições climáticas hostis, fez 2.980 Miles em 99 dias com cães de trenó.

Laika da Yakutia
Laika da Yakutia

Até 1960 trenós puxados por equipes de cães eram importantes e, Às vezes o formulário disponível apenas de transporte de Inverno nas regiões do Norte da Rússia. Eles foram usados não só pela população local, mas também por agências governamentais, incluindo as tropas da fronteira, o serviço postal e expedições científicas. De acordo com dados do arquivo, no fim do 50 anos do século XX, no norte da Uluses de Yakutia, o número total de cães foi de 33 000. A diminuição em trenós puxados por cães na Rússia foi iniciada durante os últimos trinta anos do século XX, Quando apareceu no mercado os snowmobiles, Isto levou a um declínio de peles e a indústria pesqueira local, que aos poucos levou à extinção do uso de cães de trenó

“Dê-me o Inverno e uma equipe de cães, e tomar todas as” eles são palavras do famoso viajante do Norte Knut Rasmussen, quem fez a viagem mais tempo em trenós puxados por cães. Esta frase descreve a importância que tiveram estes cães para o comprimento e largura da história, e que, por sua vez, Ele mostra que, sem eles, muito do que conhecemos hoje pertencia a nossa ignorância.

O primeiro registro escrito dos cães em datas do território Yakutian 1633. Nos documentos da época, Rio Olenek, Yana e rio Kolyma é referido como “Rios de cães”. Na Sibéria, os rios são divididos em “rios de cão” e “Rio Deer”. Nos rios ricas em peixes, Foi fácil de capturar e armazenar o número suficiente de peixes (peixe seco – yukola) para alimentar os cães e assim chamado cão Rio. Quando há peixe não, Era difícil usar cães para os transportes e as renas foram usadas, O que são os rios de renas. A viagem ao longo dos rios"de cães" foi mais difícil, devido à necessidade contínua para pesca e caça para obter suficiente alimento para cães.

Em 1843, publicado o “Manual de Geografia do Império Russo” de Ivan Yakovlevich Pavlovsky, Neste livro, descreveu o Laika da Yakutia como uma raça especial, como “um animal domesticado usado para puxar trenós e caça”.

Características físicas

Laika da Yakutia
Laika da Yakutia

O Laika da Yakutia, é um companheiro de caça excelente, eles não são geralmente muito grandes, sua altura é de 50 - 60 cm, e a razão de seu tamanho devido à alimentação, Tendo em conta o clima hostil, Às vezes o alimento era realmente pobre, No entanto em outras áreas em que a corrida tem desenvolvido, seu tamanho aumenta significativamente. A expressão do lado nos deixa uma astúcia ar misturado com melancolia.
Vladimir Ilyich Mikhelson foi o primeiro a descrever a raça Laika da Yakutia e a diferenciou de outros cães no Nordeste da Ásia.

O Laika da Yakutia é um robusto, construído proporcionalmente, um pouco alto e magro, o cão de tamanho médio e com camadas altamente desenvolvidas de cabelo, qual é o suficiente para sobreviver em condições adversas do Ártico. O Laika da Yakutia ele é um cachorro ativo, o ágil, curioso, com um carácter amigável e obediente, muito sociável e nada agressivo.

Sua finalidade principal é puxar o trenó e caça. Ele é robusto, com ossos e músculos bem desenvolvidos.
O Laika da Yakutia está em negrito, Extrovertido, Ativo, amigável e sociável, um excelente companheiro mas precisa de liberdade, espaço e é muito feliz os climas frios.

Caráter e habilidades

Cães Laika da Yakutia, eles vivem ao ar livre durante todo o ano redondo, em cavan verão pontuações na terra para manter fresco, ou à procura de água tentando se livrar dos mosquitos. No Inverno, Eles também tendem a cavar, eles procuram abrigo, escondido sob a neve.

Boa nutrição e treinamento de Laika da Yakutia para o transporte sempre foi uma atividade principal da população pesqueira.

Eles são muito inteligentes cães, com um prodigioso senso de cheiro e um exagerado senso de direção, Ele substitui uma bússola, visão e audição prodigiosa.

Tudo isso adicionado ao seu instinto de sobrevivência altamente desenvolvido, são eles que são capazes de viajar em uma tempestade de neve, névoa, nas noites escuras e nebuloso, e encontrar o abrigo mais próximo, Se eles têm sido uma vez, suficiente para registrá-lo em sua memória.. E nós pensamos que estamos a falar de um deserto neve, não há pontos de referencia…

Exercícios com “Laika da Yakutia”

O Laika da Yakutia é um cão de trenó com uma presa bem definida. A raça prospera com exercícios regulares e treinamento suficiente. Com um nível de energia médio-alto, eles adoram correr ao lado de uma bicicleta, fazer corridas de trenó ou enfrentar, ou jogar pickup no quintal. Eles brincam bem com outros cães com os quais estão familiarizados., mas eles desconfiam de cachorros e pessoas estranhas. De um modo geral, esquentar rapidamente, mas a supervisão é uma boa ideia em novas situações. O Laika da Yakutia eles não são adequados para pessoas que não podem passar muito tempo com seus cães.

Treinamento “Laika da Yakutia”

Treine ele Laika da Yakutia É uma tarefa bastante agradável e fácil graças à sua natureza dócil e inteligência aguçada. Este cachorro tem uma forte tendência para o pensamento independente, então você não seguirá as ordens do treinador a menos que confie totalmente nele. Puxar um trenó é um talento inato desta raça, e não precisa de muito treinamento a esse respeito.

O Laika da Yakutia buscar liderança e orientação humana, mas não responde bem às técnicas de treinamento corretivo. Trabalhe com mais entusiasmo se o processo de aprendizagem for baseado em reforço positivo e guloseimas saborosas. Como qualquer outro cachorro, o Laika da Yakutia deve aprender certas regras e normas de comportamento decente na sociedade humana, então o treinamento de obediência elementar é imperativo.

Limpeza

O Laika da Yakutia experimenta uma queda sazonal que pode ficar fora de controle se não for escovada regularmente. Geralmente, deve ser escovado semanalmente para evitar emaranhados e emaranhados. Quando muito sai, é uma boa ideia escová-lo todos os dias para evitar que o cabelo grude em tudo. Use uma escova de cerdas e um pente de metal ao escovar. Um tousler ou detangler pode tornar seu trabalho um pouco mais fácil também. Ja que ele Laika da Yakutia ele é um cachorro que trabalha, não há necessidade de aparar demais o pelo. Apare entre as almofadas dos pés para evitar neve, gelo e outros detritos se acumulam e causam irritação. Sua pele repele naturalmente a sujeira e não tem cheiro, então o banho só deve ser feito duas ou três vezes por ano. Apare suas unhas quando necessário, geralmente a cada duas a três semanas. Limpe seus ouvidos todas as semanas como parte de sua rotina de higiene.

Vídeos do "Laika da Yakutia"

THE YAKUTIAN LAIKA DOG – EARTH’S COLDEST SUPERMODEL

YAKUTIAN LAIKA DOG – RUSSIA’S SUPER SLED DOGS

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Grupo 5 – Seção 1 Cães Nórdicos de Trenó.
  • AKC – Cães Nórdicos de Trenó

Padrão da raça FCI "Laika da Yakutia"

Origem:
Rússia

Data de publicação do padrão original válido:
04/09/2019.

Uso:

Os cães de trenó, caça e companhia.



Aparência geral:

O Laika da Yakutia é um cão compacto, médias, forte, bom muscular, com pernas moderadamente longas e pele grossa, nenhum sinal de afrouxamento. A pelagem é bem desenvolvida e deve ser suficiente para viver e trabalhar em condições árticas extremas. Dimorfismo sexual é claramente pronunciado, os machos são mais fortes e poderosos do que as fêmeas.

proporções importantes

  • O comprimento do corpo, do ombro ao traseiro, bate em um 10 - 15% a altura na cernelha.
  • O comprimento da cabeça é um pouco menor que 40% a altura na cernelha.
  • O comprimento do focinho está entre 38 e 40% do comprimento da cabeça.
  • O comprimento da parte anterior é 52 para o 54% a altura na cernelha.


Comportamento / temperamento:

O Laika da Yakutia é um cachorro vivo, Agile, de contato amoroso, amigável, sociável e enérgico.

Cabeça:

Em forma de canto, moderadamente pontudo, proporcional ao tamanho do cachorro.

Região craniana:
  • Crânio: Moderadamente largo, ligeiramente arredondado, com uma testa alta.
  • Ddepressão naso-frontal (stop): Bem marcado

Região facial:

  • Trufa: Grande, com narinas largas, preto ou marrom.
  • Focinho: Bem preenchido sob os olhos, em forma de cunha, diminuindo gradualmente em direção à trufa.
  • Belfos: Seco, apertado, bien pigmentado.
  • Mandíbulas / Dentes: Os dentes são grandes e brancos., a fórmula dentária deve ser preferencialmente completa (42 dentes). Articulado por tesoura ou alicate. Cães mais velhos que 3 anos podem ter uma dobradiça recuada.
  • Bochechas: Moderadamente marcado.

Olhos: Reto e largo, mas não profundo; sob a forma de amêndoa, castanho escuro, Blue; olhos pequenos (Brown, Blue) ou segmentos azuis em uma íris marrom. Pálpebras secas e bem ajustadas, que combinam com a cor da trufa. Uma pálpebra despigmentada é permitida em um fundo branco.
Orelhas: Forma triangular, alta, largo na base, espessura, ereto ou inclinado, coberto com pelos curtos e grossos; recoste-se quando o cachorro estiver se movendo.

Pescoço:

Bastante longo, muscular, médio-.

Corpo:

Generalidade   Forte e musculoso.
Top de linha   Reto e firme, com uma inclinação muito ligeira moderadamente pronunciada da cernelha à base da cauda.
Voltar   Empresa, ampla, reto e musculoso.
Lombo de porco   Curta, largo e musculoso.
Alcatra   Ampla, muscular, longo, arredondado, quase horizontal.
No peito   Grande, bastante longo, moderadamente profundo, seção transversal arredondada.
Costelas   Bem arredondado.

Cola:

Amarrado alto, enrolado em um semicírculo nas costas do cachorro, com uma espessa camada de pelo.

Extremidades

Strong, muscular, reta, bem paralelo.

Membros anteriores

  • Generalidade: Direitos, paralelo, forte, muito bem musculoso.
  • Ombro: Inclinado, de comprimento moderado.
  • Cotovelo: Bem ajustado ao peito, colocado atrás.
  • Antebraço: Muscular, oblíqua, de comprimento moderado.
  • Metacarpo: Curta, empresa, ligeiramente inclinado.

Membros posteriores

  • Generalidade: Construção forte e bem musculada. Visto de trás, eles são retos e paralelos.
  • Coxa: Largo e musculoso.
  • Joelho: Bem angulado.
  • Metatarso: Strong, vertical.
  • Jarrete: Comprimento médio, forte. A angulação do jarrete é bem pronunciada.

Pés
Enrugado, apertado, com almofadas muito duras e um revestimento espesso (escova) entre os dedos. As patas traseiras são ligeiramente maiores que as anteriores.

Movimento:

Rápido, elástico. Os ritmos característicos são o trote rápido e o galope.

Manto

  • Cabelo: Espessura, brilhante, reta, áspero ao toque, duração média, com subpêlo denso e altamente desenvolvido. No pescoço, forma uma juba particularmente pronunciada nos machos; engrossado atrás da anterior e posterior; um pouco assustado na fila. O cabelo é mais curto na cabeça e na frente dos membros.
  • Cor: Branco e qualquer mistura (duas ou três cores).


Tamanho e peso:

Altura à Cruz

  • Machos: o tamanho é de preferência entre 55 e 59 cm, o tamanho ideal é 56 cm.
  • Fêmeas: o tamanho é de preferência entre 53 e 57 cm, o tamanho ideal é 55 cm.


Falhas:

▷ Uma grande lacuna na constituição física, membros curtos.
▷ Formato quadrado.
▷ Peito plano, raso ou barril.
▷ Ritmo lento e desequilibrado.
▷ Pelos ondulados, muito macio, muito curto com subpêlo subdesenvolvido.

Faltas desqualificadas:

▷ Cão agressivo ou tímido.
▷ Desproporções na conformação.
▷ Homens do tipo feminino.
▷ Mandíbula muito avançada ou rebaixada com perda de contato, mandíbulas desalinhadas.
▷ Despigmentação total do nariz, pálpebras e lábios.
▷ Qualquer cor monocromática diferente de branco.
▷ cabelos curtos (doce).


N.B.:
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • As faltas mais pronunciadas ou marcadas acima mencionadas são eliminatórias.
  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Yakut Laika, Yakustkaya Laika, Kolyma-Indigirka Laika, Laïka de Iakoutie, Chien de Traîneau de Yakutie, Laika de Yakutia, Kolyma Husky (Inglês).
    2. Yakutian Laika (Francês).
    3. Kolyma-Indigirka Laika (Alemão).
    4. Laika da Iacútia, (em russo: Якутская лайка) (Português).
    5. Yakut Laika (español).