▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Puggle
Estados Unidos - Raças híbridas

Puggle

Conteúdo

Explorando a fascinante raça de cães Puggle

Os cães têm sido companheiros leais dos humanos há séculos., y entre las numerosas razas que han surgido, o Puggle se destaca como una mezcla única y encantadora. esta raça, nacida de la combinación entre un Beagle e um Carlin, ha ganado popularidad por su personalidad juguetona y su apariencia adorable. En este artículo, exploraremos a fondo la historia, características y cuidados de los Puggles.

Orígenes del Puggle

O Puggle es relativamente joven en comparación con otras razas, ya que su cruce intencional comenzó en la década de 1980 nos Estados Unidos. El objetivo era combinar las mejores cualidades del Beagle e do Carlin, creando así un perro con la energía y el olfato del primero, junto con la personalidad amigable y la apariencia distintiva del segundo.

Características físicas

Los Puggles son perros de tamaño mediano, con una apariencia compacta y robusta. Presentan una cabeza redonda y orejas caídas, heredadas principalmente del Beagle, mientras que su hocico corto y arrugado es característico del Carlin. Su pelaje suele ser corto y denso, con una variedad de colores que incluyen beige, Preto, y atigrado. Los ojos grandes y expresivos añaden un toque de encanto a su apariencia.

Personalidad Juguetona y Social

Una de las razones por las que los Puggles se han convertido en mascotas tan queridas es su personalidad amigable y juguetona. Son conocidos por ser perros sociales que se llevan bien con niños y otros animales. Su naturaleza curiosa y enérgica los hace ideales para familias activas que disfrutan de la interacción constante con sus mascotas.

Cuidados Esenciales

A pesar de su apariencia robusta, o Puggles requieren cuidados específicos para asegurar su bienestar. El ejercicio regular es fundamental para mantener su nivel de energía bajo control y prevenir problemas de salud relacionados con el peso. O que mais, sus arrugas faciales requieren una limpieza regular para evitar infecciones cutáneas. El cepillado semanal también ayuda a mantener su pelaje brillante y saludable.

Desafíos de Salud Comunes

Como todas as raças, o Puggles pueden ser propensos a ciertos problemas de salud. Su estructura facial corta puede contribuir a problemas respiratorios, y suelen ser susceptibles a la obesidad. Los dueños deben estar atentos a signos de dificultad para respirar y mantener una dieta equilibrada y ejercicios adecuados para prevenir el aumento de peso.

Conclusões

Em conclusão, o Puggle es una raza de perro fascinante y encantadora que ha ganado el corazón de muchas familias en todo el mundo. Su combinación única de características del Beagle e do Carlin lo hace distintivo tanto en apariencia como en personalidad. Con los cuidados adecuados y la atención a su salud, los Puggles pueden convertirse en compañeros leales y amorosos para aquellos que buscan la alegría de tener una mascota en sus vidas.

▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Pachón Navarro
España Não reconhecido pela FCI

Pachón Navarro

O Pachón Navarro tem uma divisão visível no nariz que também é chamado de 'nariz duplo'.

Conteúdo

História

O Pachón Navarro É uma raça de cão originário Navarra espanhol, Este é um cão de amostra utilizado em pequena pen e jogo de cabelo.

Estudiosos da corrida, a popularidade desta raça de cão alcançou sua popularidade de pico na pose, especialmente entre a nobreza espanhola no século XIX e XVIII. Após a Guerra Civil espanhola, a corrida estava à  beira da extinção.

Foi então, Quando uma entusiastas de corrida decidiu começar a trabalhar sobre a recuperação do mesmo. O primeiro passo foi percorrer o país e localizar todos os exemplares de Pachón Navarro que haviam sobrevivido ao desastre social..

É por isso que, o Pachón Navarro corrente é o produto da recuperação através de espécimes do Velho Cão Apontador Espanhol (Old Spanish ponteiro), essa é a teoria que os autores clássicos mantêm durante os últimos séculos.

Na verdade, Exemplo de cão velho espanhol, É uma das sete raças que figuram como cão de exposição na classificação realizada pela Royal Canine Society of Spain., no ano 1911.

Dentro da documentação de suas origens, algumas teorias sugerem que o Pachón Navarro descende do Talbot Hound e outros cães de caça, cuja origem remonta ao século XII.

Atualmente o Pachón Navarro, ainda em fase de recuperação.

Outros nomes: Old Spanish Pointer / Perdiguero Navarro / Pointer Navarro / Pachón de Victoria.

Raças de cães: Pachón Navarro

Características físicas

É um cão de corpo robusto, Retangular, Possui a cabeça grande e focinho forte, quadrado, as pernas são bastante curtas, o tronco é cilíndrico e sua pelagem tem textura dura e aparência desalinhada.

É um cão de tamanho grande, pesa em torno de 27-33 quilos e tem uma altura a Cruz de 48 - 57 centímetros.

Pachón Navarro é uma caça cão cujo característica mais marcante é um dividir na trufa É também chamado de 'nariz duplo'.

Aparentemente, esse nariz peculiar dá sensibilidade olfativa Pachón Navarro aumentada, sendo que uma das razões por que ele foi escolhido como cão de caça.

Sua pelo resumo pode ser o cor fígado e branco, ou laranja e branco. As manchas da cabeça e uma grande parte da camada são, geralmente, cor sólida.

Embora, na maioria dos exemplares da raça, predomina a pelagem curta, é possível encontrar espécimes com o pelo mais comprido ou "sedeño".

Seus orelhas eles são longos.

O Federação Cinológica Internacional, e as principais federações de Cinológicas na Europa, eles não reconhecem Pachón Navarro, como um oficial de corrida.

Caráter e habilidades

Pachón Navarro é um cão Inteligente, Vá com calma, dócil. É muito sociável com os seres humanos e outros cães.

Seu maior estado de felicidade é no campo, lá ele vai correr vigorosamente, dando gala de toda a sua resistência e a sua natureza de caçador. Se desempenha seu papel como Hunter, será um excelente companheiro.

Dado seu instinto de Hunter, É um cão que precisa de muito exercício, você sempre terá uma torrente de energia que precisa gastar, mesmo que atravessa os campos.

De todas as formas, Ele pode se adaptar à  vida doméstica em muito afetuoso com sua famà­lia, apesar de independentes, e Você poderá desfrutar de muito sendo ao ar livre dando alguns bons passeios.

Observações

Você pode encontrar muitas informações da corrida na teia da Clube espanhol Pachón.

Imagens de Pachón Navarro

Và­deos de Pachón Navarro

▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Galgo polaco
Polonia FCI 333 . Lebréis de pelo curto.

Galgo polaco

O Galgo polaco nascido para caçar, não só da lebre, a abetarda e a raposa, mas também o lobo.

Conteúdo

História

O “Galgo polaco” é uma raça muito antiga. Nas crà´nicas de Galla Anonymous há referências à s despesas da corte real em manter o Galgos. De acordo com um antigo dicionário polonês, no século 13 havia mais de 300 termos para se referir a Galgos, o que mostra que na Polônia naquela época eles eram animais conhecidos e populares.

A primeira descrição de caça com Galgos situa-se em Myślistwie z ogary (Caça com garanhões), de Jan Ostroróg, e a primeira descrição de um Galgo dados de 1600 (A. Gostomski, Fazenda equestre). Outra descrição da caça com Galgos encontrado no poema O lutador de Tomasz Bielawski, publicado em 1595.

Por último, “Natureza” do 13 em julho de 1895, descrevendo a visita do grão-duque Nicolas a uma exposição de cães em Tuilleries, fornece as seguintes informações sobre o Galgo polaco, propriedade do príncipe: “Esses Galgos shorthair vem da Polônia, de onde eles entraram na Rússia em grande número com a expedição do príncipe Dimitri em 1505; são maiores que Galgos (Lébreis), mas menos delicado, e o cabelo dela está mais comprido”.

Todos esses dados confirmam que o Galgo polaco estava presente nas terras polonesas antes do Borzoi - cão russo para caça e o “Galgo inglês”. O Galgo polaco tem muitas características em comum com o Saluki, como sua pele, que não é encontrado em outros Lebréis de pelo curto nem no Borzoi. Os casacos gostam de dominó, chama negra ou tricolor também são comuns na Saluki. Ao mesmo tempo, o Galgo polaco não tem a cor preta sem fogo com variantes brancas, tão frequente no “Galgo inglês”.

O Galgos ingleses espalhou-se pela Europa graças à s migrações de tribos celtas. Os celtas valorizavam a caça a cavalo com Galgos como um esporte e seu ouertragoi (na transcrição latina – contrato), originário da ásia, eles se tornaram os ancestrais da maioria das raças européias de Galgos.

Também se acredita que Galgo polaco descende diretamente do tipo asiático. Enquanto os ingleses selecionavam seus Galgos pela velocidade com que podiam caçar lebres em um espaço relativamente limitado, na europa central, nas grandes áreas planas da Polônia naquela época, em um clima seco e severo, o Galgos Os asiáticos evoluà­ram para cães maiores, robusto e forte, costumava caçar qualquer tipo de jogo, incluindo raposas e lobos.

O Galgos Os asiáticos também vieram para nossa área com as tribos nà´mades citas. Fontes escritas mostram que, nos séculos 18 e 19, o Galgo polaco original cruzado com outros Greyhounds, como o Lébrel irlandês.

O apogeu de Galgo polaco aconteceu irremediavelmente no final do século 19, quando - como resultado das divisões progressivas da terra- a busca por caça começou a ser dificultada por cercas. A população de Galgo polaco foi significativamente reduzido em não muitos canis de nobres amantes da tradição, especialmente no sul da Polônia, em Podolia e Ucrânia. Até a segunda guerra mundial, o Galgos caçado no voivodia de Kielce, na propriedade dos senhores Niemojewski – Oleszno Kielecki. Oleszno Kieleckie Foi o último bastião de Galgo polaco.

A Segunda Guerra Mundial e os duros anos do pós-guerra causaram a extinção quase total desses lindos cães. O destino desta raça após a guerra foi turbulento e complicado. Nas áreas do sul da Polônia, cães de canis dispersos costumavam cair nas mãos de caçadores furtivos, razão pela qual, como bandidos, eles foram violentamente exterminados por caçadores, guardas florestais e milicianos. Naquele momento tudo o que foi “senhorial” foi destruà­do metodicamente. Apesar de tudo, alguns Galgo polaco eles sobreviveram, e a seleção foi realizada de acordo com a velocidade, agilidade e “passividade” (habilidade em pegar). Essa habilidade na captura permitiu manter a raça pura.

Nos anos 70, um grupo de entusiastas se esforçou para salvar e restaurar a raça. Em 1981 um livro de registro foi aberto para o Galgo polaco. Em 1989 a raça foi oficialmente reconhecida pela FCI como a quarta raça polonesa.

Caráter e habilidades

O Galgo polaco é um cão tranquilo, sóbrio e valente. Mostrar distância para estranhos, enquanto para com sua própria famà­lia ele é muito apegado e afetuoso. Criado junto com um gato, você pode morar com ele em casa, mas se você ver um gato lá fora, seus instintos de caça vão entrar em ação.

Vídeo do Galgo polaco
Polaco greyhound- HEIDELBERG.MOV

Deve ser lembrado que o Galgo polaco geralmente não ficará satisfeito com a perseguição em si, mas pode realmente caçar um animal de estimação, então, nos lugares onde os gatos vadios andam, deve ser absolutamente mantido na coleira. De um modo geral, ele não é agressivo com estranhos, mas como um cachorro com um caráter forte, pode entrar em uma luta se provocado. Ele também tem um forte instinto territorial.

O Galgo polaco ele é muito dedicado ao seu dono, e devidamente guiado é “cachorro de homem”, um excelente companheiro em casa e, quando necessário, um guardião vigilante da propriedade.

Se sente melhor em uma casa com jardim (No entanto, alguns passeios devem ser fornecidos), mas também se adapta a morar em um apartamento, desde que suas necessidades de atividade sejam atendidas.

Características físicas

  • Tamanho: altura desejada na cernelha para as mulheres 68-75 cm, para machos 70-80 cm
  • Peso: 25-35 kg
  • Peles: cabelo elástico ao toque, bem difà­cil, mas sem fios ou sedoso; de comprimento desigual no corpo: o cabelo é mais longo na cernelha, o mais curto nas laterais, peito e membros, a barriga é coberta por pêlos finos e ralos. Na parte de trás das coxas e na parte inferior da cauda, o cabelo é mais longo, mas também duro; calça e uma pena leve.
  • Cor: todas as cores estão ok; as bordas das pálpebras e a ponta do nariz são pretas ou escuras; apenas com tons claros, como bege ou azul, a ponta do nariz é respectivamente bege ou azul.
  • Esperança de vida:

    10-12 anos

    Saúde

    O Galgo polaco ele é um cachorro muito saudável. São fortes, apto e resistente. Eles toleram bem as baixas temperaturas, sempre que eles estão em movimento. Apesar de seu subpêlo espesso, esfriar bem rápido, porque eles têm pele fina e altamente vascularizada e uma camada muito fina de gordura subcutânea.

    Até agora, nenhuma predisposição especial para doenças genéticas foi encontrada em Galgo polaco. Um cão jovem deve receber uma quantidade adequada de exercà­cios, para o seu corpo se desenvolver adequadamente. Filhotes e cães jovens não devem ser excessivamente exercitados e o cão deve ser introduzido no treinamento gradualmente..

    Limpeza

    O cabelo curto de uma Galgo polaco não requer nenhum tratamento especial. Durante o período de muda, o cão deve ser penteado uma vez a cada poucos dias, e escovação menos frequente é suficiente. Damos banho no cachorro conforme necessário. O que mais, nós controlamos o estado das orelhas e dentes. Sim é necessário, aparar garras.

    Classificações do "Galgo polaco"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Galgo polaco" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
    • CKC – Diversos?
    • Standard UKC (United Kennel Club) – Sighthound and Pariah

    Padrão da raça FCI "Galgo polaco"

    Origem:
    Polónia

    Data de publicação do padrão original válido:
    1.10.1999

    Uso:

    Cão para caçar não só a lebre, zorro, veado e abetarda, mas também o lobo.



    Aparência geral:

    O Galgo polaco é um cão grande, poderoso, muscular, distintamente mais forte e menos refinado do que outros sighthounds de pêlo curto (No entanto, não deve ser pesado ou linfático). Por sua aparência, Ele é próximo ao tipo de cão asiático, qual é o seu ancestral. O esqueleto forte, a estrutura compacta do corpo, a musculatura limpa e as mandíbulas poderosas testemunham que este cão foi usado para caçar nas difíceis condições do clima polonês.
    Olhos expressivos, olhar desperto e penetrante, desempenham um papel importante na aparência geral do Greyhound Polonês.



    PROPORà‡à•ES IMPORTANTES: A proporção do comprimento do corpo em relação à  altura na cernelha deve ser 10,2- 10,3 : 10.



    Comportamento / temperamento:

    O Galgo polaco é um mestre de si mesmo, confiáveis, reservado e corajoso. A perseguição é rápida e difà­cil. Em ação ele reage rápida e brutalmente.

    Cabeça:

    Strong, seco e comprido. O comprimento da cabeça em relação à  altura na cernelha, nos machos, é de 37-39: 100, nas fêmeas de 36-38 : 100. O comprimento do focinho em relação ao comprimento da cabeça é 1:1, mas o focinho pode ser um pouco mais longo. A proporção da largura da cabeça ao nà­vel dos arcos zigomáticos com o comprimento da cabeça é de cerca de 38 : 100. A proporção desejável entre o perímetro do focinho na frente das órbitas e o comprimento da cabeça é de cerca de 80 : 100.

    Região craniana:
    • Crânio: O topo do crânio deve ser plano; sulco frontal pouco marcado, de uma profundidade desejável de 5 mm. Saliências frontais e arcos supra-orbitais levemente marcados. O perfil do crânio deve combinar perfeitamente com o perfil do focinho.
    • Stop (depressão naso-frontal) : Muito pouco marcado.

    Região facial:

    • Trufa: Preto ou escuro, grande, projeta-se acima dos lábios.
    • Focinho: Strong, afinando em direção ao nariz de maneira tão suave que não dá a impressão de ser pontudo, mas sim ser plano para um galgo. A posição do nariz é preferencialmente um pouco abaixo da linha da cana nasal. As linhas superiores do focinho e do crânio devem ser ligeiramente divergentes..
    • Lábios: Longa desenhada, seque sem excesso; na primeira parte do focinho podem formar uma dobra mínima cobrindo as bordas pigmentadas do lábio inferior, mas eles nunca são pendentes e não mascaram a mandà­bula inferior.
    • mandíbulas / dentes: Mandà­bulas e dentes fortes; junta de tesoura, aceitável em um alicate.
    • Olhos: Olhos escuros são desejáveis; Dependendo da pelagem do cão, a íris tem uma tonalidade que varia do marrom escuro ao âmbar.; eles são expressivos, muito grande, arranjado ligeiramente inclinado (olho amendoado). A expressão dos olhos deve ser característica: acordado e penetrante.
    • Orelhas: Médias, bastante estreito; se eles estão dobrados para a frente, suas extremidades tocam facilmente os cantos internos dos olhos. Implantado ao nà­vel dos olhos. O pavilhão auricular tem cartilagem relativamente macia; as orelhas dão a impressão de serem bem carnudas.

      Tamanhos admitidos das orelhas:

      • Dobrado para trás, tocando o pescoço,

      • Posição em forma de telhado,

      • Em um estado de excitação orelhas totalmente eretas, ou com a extremidade ligeiramente quebrada para a frente

    Pescoço:

    Longo, musculado, poderoso, perfil oval, subindo suavemente da linha cruzada; cabeça erguida (o Greyhound Polonês em repouso tem sua cabeça ligeiramente mais baixa do que o Greyhound).

    Corpo:

    Quando o cão está em uma posição livre, a altura na cernelha deve ser igual à  altura do ponto culminante da garupa.

    • Cruz: Pequeno, mas marcado
    • linha superior: Direto na região torácica, ligeiramente abobadado na região lombar. em fêmeas, a linha superior quase reta na região lombar não é um defeito
    • Lombo de porco: Largo e musculado.
    • Alcatra: Garupa oblà­qua, inclinado suavemente, longo, musculoso e largo; as pontas dos quadris bem espaçadas (a largura entre as pontas dos quadris representa o 12-14 % a altura na cernelha.
    • No peito: Caixa torácica muito espaçosa, bem descido (o ideal é uma caixa torácica atingindo a ponta do cotovelo na região esternal); moderadamente largo visto de frente; as costelas traseiras devem ser claramente arqueadas, mas não em um anel de barril. Costelas compridas, localizado enviesado em relação à  coluna. Esterno longo.
    • Barriga: Coletados.

    Cola:

    Com penas, longo, espessura na base, ocioso carregado baixo; a extremidade da cauda deve ser em forma de foice curvada para cima ou formar um anel completo. Em repouso, o cachorro à s vezes pode usá-lo pendurado e completamente reto, mas sem se parecer com o rabo caído de uma vaca. Em movimento, a cauda pode ser carregada mais alto, No entanto, a base da cauda não deve ser portada acima do nà­vel do lombo.

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES: Longo, internet, bom muscular, muito pouco separado. Visto de frente, os membros devem ser arranjados em paralelo.

    • Antebraço: Longo; a proporção entre a distância da ponta do cotovelo ao solo e a altura na cernelha deve ser em torno do 54% e seja proporcional, para que o sighthound não dê a impressão de ser
      número exageradamente alto de membros.
    • Metacarpo: Ligeiramente oblà­quo em relação ao solo.
    • Pés dianteiros: Ovais; dedos apertados, bem arqueado.

    MEMBROS POSTERIORES: Longo, bom muscular, razoavelmente bem angulado, ligeiramente recuado e ligeiramente afastado, No entanto, claramente menos do que no caso do Greyhound. Visto de trás, membros devem ser paralelos.

    • Perna: Longo.
    • Jarrete: Strong.
    • Pés traseiros: Ovais, mas um pouco mais longo do que os pés anteriores; dedos apertados, compactar.

    Movimento:

    O movimento deve ser fácil e enérgico; angulação adequada dos membros anteriores e posteriores permite uma extensão do membro para frente em um movimento longo e solto, a um ritmo como a um trote. Galgos carregados lentamente podem marchar devagar, mas depois de acelerar velocidade de movimento, deve retornar ao ritmo normal. A ação dos membros posteriores é uma das características: sem ser um defeito, no trote curto, pés traseiros podem ser apoiados em uma linha central reta.

    Manto

    • PELE: bem aderido, elástico.
    • CABELO: Cabelo elástico ao toque, bem difà­cil, não "fio de aço", mas também não é sedoso. Comprimento variável dependendo do conjunto de troncos; na cernelha o cabelo como um todo pode ser mais longo, mais curto nas laterais; no esterno e nos membros é muito curto. A barriga é coberta com um cabelo mais delicado, mais fino. Nas nádegas e sob a cauda, em todo o seu comprimento, o cabelo é longo, mas também difà­cil; as ″calças″ e as penas são bem desenvolvidas.
    • COR: Todas as cores são suportadas. Borda preta ou escura das pálpebras e nariz; quando a cor do cabelo é mais clara, ou seja, azul ou bege, a trufa é na proporção azul ou bege.


    Tamanho e peso:

    O tamanho ideal da fêmea é 68-75 cm para a Cruz, do macho de 70-80 cm para a Cruz. Amostras maiores que o tamanho ideal são admitidas desde que preservem uma morfologia típica. Um tamanho ligeiramente inferior ao indicado na norma não é, No entanto, uma falha eliminatória, sim, além disso, o cachorro não provoca nenhuma reserva.



    Falhas:

  • Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Aspectos gerais

  • Variação significativa na proporção desejada entre o comprimento do corpo e a altura na cernelha.
  • Osso frágil, fraco.
  • Músculos fracos, constituição pesada.

  • Cabeça

  • Região frontal muito convexa.
  • Sulco frontal claramente marcado.
  • Parada claramente marcada.
  • Trufa fina, Sharp.
  • Focinho muito convexo.
  • Fofo superdesenvolvido.
  • Mandà­bulas fracas; prognatismo superior ou inferior; falta significativa de dentes ( exceto para PM1).
  • Olhos salientes.
  • Orelhas tocando os lados da cabeça plana.

  • Pescoço

  • Curta, fina; cabeça portada exageradamente alta ou exageradamente baixa.

  • Corpo

  • Costas arqueadas de vértebras torácicas.
  • Região lombar muito convexa.
  • Caixa torácica plana, pouco desceu; esterno tão retraído que, olhando de perfil, não visto atrás da borda da omoplata.

  • Cola

  • Totalmente curvado sobre as costas, cauda carregada lateralmente

  • Membros anteriores

  • Escápulas fortemente inclinadas (ombro reto).
  • Cotovelos para fora ou muito para dentro.
  • Pés virados para fora, deformação da almofada.

  • Membros posteriores

  • Angulação muito fraca.
  • Jarretes de vaca ou em forma de barril.
  • Dedos separados.

  • Pele

  • Bruto, destacado, pouco elástico.

  • Manto

  • Nariz e borda das pálpebras rosa ou mosqueada, o mesmo que um clareamento da cor do nariz e do contorno das pálpebras nas outras cores de cabelo que não o azul e o bege.


  • FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • constituição linfática, apatia.
  • Olhos pequenos, triangular.


  • N.B.:
  • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.
  • Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Polish Sighthound, Chart Polski (Polish) (inglês).
    2. Chart polski (Francês).
    3. Chart polski (alemão).
    4. (em polonês/polaco: chart polski) (português).
    5. Chart Polski (Polaco) (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Caniche (Poodle)
    Francia FCI 172 . Caniche (Poodle)

    Caniche

    O Caniche (Poodle) é um cão de CF, alegre, Agradável, curioso e inteligente.

    Conteúdo

    História

    O Caniche (Poodle) é uma raça de cão, do século XV até os dias atuais, Considera-se ser de uso exclusivo para o luxo dos aristocratas e nobres. Conhecido por seu pêlo lanoso e encaracolado, existem quatro variedades: Grande, Médio-, Anão e brinquedo.

    Até o renascimento., Este foi um colecionador de cão de água, recuperaram presas já caçadas que haviam caído na água, como patos e cisnes.

    Em cada idioma., o poodle Obtém um nome diferente:

    • Inglês: Poodle, French Poodle
    • Francês: Caniche, Chien Canard
    • Alemão: Pudel
    • Italiano: Barbone Nano, Barboncino
    • castelhano: Caniche

    Da França, o Caniche (Poodle) é um descendente de Barbet, original alemão Pântano; e na idade média, Ele foi atribuà­do a cair como pato ou ganso aves de caça, por isso foi selecionado por características como sua adaptabilidade a terrenos pantanosos e sua resistência à água, O que torna esta raça, juntamente com os outros são chamados de cães de água.

    Do século XVI, os poodles começaram a ser famosa por sua beleza e inteligência, especialmente em várias performances de circo e obras de arte por vários autores como Albrecht Dürer e Francisco de Goya. Na época de Luís XVI da França, sua presença na corte francesa já era muito comum..

    Por mudanças no gosto na sua aparência, durante o século XIX a proteção de peles que foi desprezada, até então, Tinha a função de protegê-lo da hipotermia, O que os estilistas começaram a criar vários tribunais, como o britânico Montano e a Continental. Para os recém-nascidos poodle, começou o costume de amputar a cauda.

    A Guerra Franco-Prussiana começou a divulgação da raça como tal, destinados aos milionários e aristocratas. No século XX, só dominado a variedade gigante, Por isso, com a aprovação das Associações Caninas —como o Kennel Club— surgiram as variedades Standard (baixa difusão de 1792), Miniatura (1911) e brinquedo (1957). Nos últimos anos do século XX, surgiu a raça híbrida “Labrapoodles” (combinação de Poodlee com Labrador).

    Sabia?

    Estes caninos cabelo encaracolado são muitas vezes considerados o cão nacional da França, embora a raça se originou na Alemanha.

    Características físicas


    As quatro variedades de Poodle:

    Poodle grande:

    Acredita-se ser a variedade original que do qual emergiu as outras variedades, através de cruzamentos para reduzir o tamanho. A altura na cernelha varia de 45 - 60 cm, há suporte para 2 cm, desde que as proporções de manter cópia. Y, eles pesam em torno de 30 kg.

    Médio de Poodle (ou padrão):

    Este tipo de poodle é talvez, o menos conhecido, e, ao mesmo tempo o mais silencioso. Medidas de 36 - 44 Cruz cm, e, como em todos os tamanhos, Basta aceitar as cores simples em peles. O peso é proporcional à  sua dimensão.

    Poodle Miniatura:

    Esta variedade tem uma altura à  Cruz 28 - 35 cm. Você tem a aparência de um Caniche médias, mas menor e não mostra sinais de nanismo. Como nas maiores variedades, eles são julgados agrupados por cores.

    Poodle Toy:

    A variedade tem uma altura de entre 24 e 28 centímetros na cernelha ou altura, desde que as proporções sejam mantidas e não apresentem sintomas de nanismo. São julgados todas as cores juntas.

    Dependendo da sua saúde., um anão de mà­dia ao vivo Caniche 14,8 anos; um brinquedo 14,4 anos; um Caniche médio também 14,4 anos, e uma mà­dia ao vivo de Grande Caniche 13,5 anos. Embora estes dados são bastante precisos, Não é raro ver pequeno poodle, dos mais de 18 anos, ou mesmo de 20.

    Nas exposições realizadas ao abrigo das regras do FRC, cópias de preto, Branco e marrom são julgados no mesmo grupo para obter o CACIB. O mesmo se aplica à s cópias de cinza, Damasco e vermelho; o melhor de cada um desses grupos, torna-se uma decisão definitiva para determinar a melhor cópia da variedade.

    Para seu cuidado, Casca de acordo com seu estilo, exigir que um cabeleireiro de cão. Aceite o cabelo em forma de cabeça de longa-haired, orelhas e pescoço., incluindo as pernas. Eles não perder muito cabelo e saúde deve limpar os olhos e ouvidos. Eles devem ser lavados com alguma freqüência. O cuidado da pele é incondicional nesta raça, por isso é necessário lavar com shampoo exclusivo para cães e em nenhum caso com shampoo humano, que danifica a pele do Caniche porque ele faz com que você perca o óleo natural que tem no seu cabelo e, a longo prazo, traz complicações.

    Seu cuidado tem que ser muito bem guardado, porque devido a seu longo-haired Kale, grosso e lanoso, de um único tipo de cabelo, Ele pode emaranhado com facilidade. Eles exigem cepillados cada semana. (sem ir).

    Os banhos devem ser mensal (Não é aconselhável nem necessário abusar estas) com shampoos e máscaras hidratantes. Ele tem a secar com secador e nunca ar. São cães que, após o cachorro de cabelo principal silenciosa para adultos, não mover quase cabelo e são quase hipoalergênicos.

    Existem muitos tipos de Tribunal, mas os alunos admitiram para a exposição: Continental, Continental americano, Escandinavos e Clip de cachorro. O Tribunal será baseado na estrutura do cão e o sabor do expositor ou proprietário, o mais amplamente utilizado é o Continental americano.
    Além do poodle comum, Há também a variedade Cordelé, Tendo este cabelo crespo mais e ser capaz de exibir na forma de seqüências de caracteres como o Puli.

    Poodles saúde

    Nem todas essas doenças afetam poodles padrão, mas as condições que normalmente ocorrem em caniches incluem o seguinte:

    A doença de Addison e a síndrome de Cushing são dois lados da mesma moeda.. Em cães com a doença de Addison, as glândulas supra-renais produzem uma quantidade insuficiente da hormona cortisol. Cães tornar-se letárgico, deprimidos e intolerantes ao estresse, e pode ter problemas digestivos. Alguns cães podem ter uma crise aguda, requerendo hospitalização. O tratamento ao longo da vida envolve a administração de drogas.

    Em cães com síndrome de Cushing, as glândulas supra-renais produzem demasiado cortisol. Os sintomas incluem ganho de peso, suspiros, sede excessiva e fome, infecções da bexiga e urinar na casa, mas o cão foi previamente treinados. doença de Cushing é geralmente controlada com medicação para a vida, mas às vezes a cirurgia é necessária.

    Outro problema hormonal visto em caniches é hipotiroidismo (Um hormà´nio da tireóide inapropriado). Os sintomas incluem ganho de peso, queda de cabelo, falta de resistência à  doença, fome excessiva e busca de calor. Normalmente completa da hormona da tiróide prescrito para controlar o estado.

    atrofia progressiva da retina (ARP) é uma doença ocular que pode eventualmente levar a cegueira hereditária. Padrão outros problemas oculares potenciais em poodles e brinquedos são catarata e glaucoma. Poodles também pode ser afetada pela doença de von Willebrand (um distúrbio da coagulação do sangue).

    Embora todos os Poodles, independentemente do tamanho, eles são os mesmos “corrida”, Eles nem todos têm os mesmos problemas de saúde. Poodles de brinquedo e poodles miniatura compartilham muitos problemas de saúde comuns para raças menores de cães, como rótulas que facilmente fora do lugar (Você deslocado rótulas), dificuldades respiratórias causadas por um colapso da traqueia e problemas dentários, devido à  aglomeração de dentes dentro das suas bocas pequenas.

    O Poodles Toy também podem sofrer a doença de Legg-Calvé-Perthes, o que provoca uma redução do fornecimento de sangue para a cabeça do osso da coxa, degradação causando. O primeiro sinal da doença é a claudicação, que geralmente aparece quando o cachorro tem que 4 - 6 meses de idade. O tratamento é cirúrgico, após o que o cachorro pode levar uma vida relativamente normal para além de uma maior probabilidade de desenvolver artrite.

    caniches padrão, como muitas raças grandes profundo no peito, Eles têm um risco aumentado de inchaço, também conhecido como volvulus dilatação gástrica, uma condição com risco de vida em que o estômago torce sobre si mesmo, aprisionamento de ar dentro. cães Swell requerem cuidados veterinários imediatos e, de um modo geral, cirurgia para corrigir o problema. Já que a maioria dos cachorros que incham uma vez, incham de novo, o cirurgião também pode recomendar um procedimento conhecido como “virar do està´mago” ou gastropexia, como uma medida preventiva.

    Um problema de pele que pode afetar os poodles e padrão é o adenite sebácea, uma inflamação das glândulas sebáceas que causa problemas de perda de cabelo e de pele. Ela pode ser diagnosticada com uma biópsia da pele, mas a eficácia do tratamento varia.

    Displasia da anca é um problema ortopédico começando no puppyhood. É uma malformação e ajuste pobre da articulação do quadril bola e soquete. Pode ser um problema menor ou vida-alterando deficiência. O tratamento pode variar de algo tão simples como medicação diária até uma grande cirurgia., mesmo uma substituição da anca.

    Por último, Caniches padrão têm uma maior incidência de certos cancros, incluindo insulinoma e hemangiossarcoma, em comparação com algumas outras raças.

    Nem todas essas condições são detectáveis ​​em um cachorro em crescimento, e pode ser difícil prever se um animal estará livre dessas doenças, por isso, é necessário encontrar um reprodutor respeitável que se comprometem a criar animais saudáveis ​​possà­vel. Deve ser capaz de produzir uma certificação independente que os pais do cão (e avós, etc.) foram examinados para esses defeitos e considerados saudáveis para a reprodução. É aí que entram os registros de saúde..

    Criadores cuidadosos testam seus cães reprodutores em busca de doenças genéticas e reproduzem apenas os espécimes mais saudáveis ​​e de melhor aparência., mas às vezes a Mãe Natureza tem outras ideias e um filhote desenvolve uma dessas doenças apesar das boas práticas de reprodução.. Os avanços na medicina veterinária significam que, na maioria dos casos, os cães ainda podem viver uma boa vida.

    Caráter e habilidades

    Inteligente, amando, legal e impertinente, Essas são as quatro palavras que os entusiastas do poodle descrevem a personalidade e o caráter da raça.

    Apesar de sua aparência real, o poodle tem um lado lúdico, gosta de interagir com seus proprietários, tende a ser muito amigável com as pessoas e sempre gosta de agradar.

    Se combinarmos sua lendária inteligência com sua sociabilidade dá como resultado um cão altamente entrenable.

    Um poodle, Você ensinou maneiras caninas, vai ter um personagem tranquila, especialmente se você se exercita regularmente para queimar sua energia natural.

    O poodle é um cão protetor que não hesita em latir quando um estranho se aproxima de sua casa., e embora ele é carinhoso com a famà­lia, pode levá-lo a algum tempo de socializar com outras pessoas.

    Uma caracterà­stica notável do poodle é sua inteligência (Ele classifica o No. 2 no classificação de raças de cães de inteligência por Stanley Coren).
    Costuma-se dizer que eles têm uma inteligência humana, uma astúcia incrível que surpreende seus donos. É claro, cachorros inteligentes podem ser durões. eles aprendem rápido, ambos os hábitos ruins e boas

    Noções básicas de poodles preparação

    O banheiro é uma consideração importante em Poodles. Belas e casaco encaracolado que funcionou bem quando o Poodle passava seu tempo nas necessidades de água a ser aparados regularmente, normalmente todos os 6 u 8 semanas, dependendo das preferências de seu dono. Ele cabe facilmente e requer escovação regular em casa, mesmo com uma preparação profissional. Se deixada untrimmed, revestimento vai enrolar naturalmente cordas, embora algumas pessoas preferem esse aspecto.

    atendimento odontológico é importante, particularmente para caniches Brinquedos e Miniaturas. Mantenha o muito de escovar os dentes com creme dental aprovado pelo veterinário pet e fazendo um veterinário fazer exames dentários regulares.

    Aparar pregos conforme necessário, normalmente a cada semana ou duas. Eles não devem ser tão longos que você possa ouvir o clique no chão.

    Classificações do "Caniche (Poodle)"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Caniche (Poodle)" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Criadores da raça "Caniche (Poodle)"

    Fotos de poodle

    vídeos de poodle

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 9 Seção 2 “Caniche (Poodle)”
    • AKC – grupo de brinquedo
    • ANKC – grupo de brinquedo 7 (Não esportes)
    • KC – Utilitário de brinquedo
    • CKC – Grupo 5 – Toys
    • NZKC – Brinquedo não esportivo
    • UKC – Empresa

    Padrão da raça FCI "Caniche (Poodle)"

    Origem:
    França

    Data de publicação do padrão original válido:
    03.11.2014.

    Uso:

    Cães de companhia



    Aparência geral:

    Cão de proporções médias, cabelo caracteristicamente encaracolado, Kinky ou sob a forma de bloqueios. Tem a aparência de um animal inteligente, constantemente alerta, ativo, armoniosamente constituído, e que reflete elegância e nobreza.

    proporções importantes:
    • O comprimento do focinho é aproximadamente 9/10 o comprimento do crânio.
    • Comprimento (Escapulário à­squio) o corpo é ligeiramente maior que a altura na cernelha.
    • A altura da Cruz no chão é visivelmente igual à  altura da crista da garupa ao solo.
    • O cotovelo ao chão é equivalente a 5/9 a altura na cernelha.


    Comportamento / temperamento:

    Este animal é distinguido por sua lealdade e sua aptidão para aprender e ser treinado, o que o torna um cão de companhia particularmente agradável.

    Cabeça:

    Distinto de remessa, retilíneo, proporcionalmente ao corpo. Deve ser bem moldado, sem apresentar uma aparência sólida, mas ao mesmo tempo sem excessiva delicadeza.

    Região craniana:
    • Crânio: Sua amplitude é menos de metade do comprimento da cabeça. Todos do crânio, visto de cima, oval em forma, e perfil, é ligeiramente convexa. Os eixos do crânio e do canal nasal são ligeiramente divergentes. As arcadas superciliares são moderadamente proeminentes e são cobertas com pêlos longos.
    • Frente Groove: Largura entre os olhos e diminuição no sentido do occipital, Ele é bem marcado (no anão podem ser menos marcados poodles).
    • Nasofrontal depression: É pouco marcada.

    Região facial:

    • Trufa: Marcada e desenvolvida, perfil vertical; as janelas estão abertas. A trufa é preta em cães pretos, branco e cinza, e marrom em cães marrons. Em cães laranja tawny (damasco) ou trufa de Griffon vermelho é preta ou marrom.
    • Focinho: O perfil superior é muito retilíneo, seu comprimento corresponde ao 9/10 o comprimento do crânio. As ramificações da mandà­bula inferior são quase paralelas. O focinho é sólido. O perfil inferior é marcado pela mandíbula e não pela borda do lábio superior.
    • Lábios: Pouco desenvolvido, bastante fino, médio-grosso; o lábio superior repousa sobre a parte inferior, Embora ele não está pendurado. Eles são pretos nos cães pretos, branco e cinza, e marrom em cães marrons. Em cães laranja tawny (damasco) ou castanho vermelho, eles são marrons mais ou menos escuro ou preto. O canto não deve ser marcado.
    • Maxilares/dentes: A articulação é em forma de tesoura. Os dentes são sólidos.
    • Bochechas: São ligeiramente protuberantes e moldados nos ossos. Os arcos suborbitais são cinzelados e não muito volumosos. Os arcos zigomáticos são alguns proeminentes.
    • Olhos: São expressão ardente. Eles são ligeiramente oblà­qua e situado no auge da depressão de inclinação. Em forma de amêndoa. Sua cor é marrom escuro ou preto. Os cães de cor marrom pode ser âmbar escuro.
    • Pálpebras: A borda é preta em cães pretos, branco ou cinza; Marrom em cães marrons. Em cães laranja tawny (damasco) ou castanho vermelho, são castanho ou preto.
    • Orelhas: Eles são bastante longos e caindo ao longo bochechas. Eles são implantados na extensão de uma linha que surge na parte superior do nariz e passa sob o canto externo do olho.. Eles são planos, Eles ampliar atrás de implantação e são arredondados na ponta. Eles são cobertos com cabelo muito ondulado. A pele da orelha deve atingir o canto dos lábios.

    Pescoço:

    É forte e ligeiramente arqueado atrás do pescoço. Comprimento médio, bem proporcionado. O cão está usando a cabeça altamente elevada e nobreza. O pescoço não tem queixo duplo. É oval cortado; seu comprimento é ligeiramente menor do que a cabeça.

    Corpo:

    Bem proporcionado. Seu comprimento é ligeiramente maior que a altura na cernelha.

    • Cruz: Moderadamente desenvolvido.
    • Voltar: Curto. A margem superior é harmoniosa e muito firme. A altura do chão a Cruz deve ser claramente o mesmo que o timbre da alcatra no chão.
    • Lombo de porco: firme e musculoso.
    • Alcatra: arredondado, mas não cair.
    • Peitoril: A ponta do esterno deve ser um pouco proeminente e é bastante elevada.
    • No peito: Inclinado para o cotovelo. Sua largura é igual a 2/3 sua altura. Em poodles grandes, perímetro torácico, medido por trás dos ombros devem ser pelo menos 10 cm maior que a altura na cernelha. O peito é oval e larga para trás.
    • Linha inferior e barriga: Gerado, mas não agalgados.


      Cola:

      Definido muito alto, a altura da margem da coluna vertebral. Você pode manter seu comprimento natural, ou ser cortado por um terceiro, tão próximo quanto possà­vel ao corpo, ou metade de seu comprimento natural. Quando o cão está em repouso, a cauda está caída.. É quando o cão em ação, sobe em ângulo.

      Extremidades

      Membros anteriores

      Eles são perfeitamente reto e paralelo, ossos bem musculados e fortes. A altura do cotovelo ao solo é ligeiramente maior que a altura na cernelha.

      • Ombro: Eles são oblà­quos e musculosos. A escápula e o úmero formam um ângulo de cerca de 110°..
      • Braço: O comprimento do úmero corresponde ao da omoplata..
      • Carpi: Eles continuam a linha anterior do antebraço.
      • Metacarpo:  Sólido, e quase em linha reta, visto de perfil.
      • Pés: eles são bem pequenos, empresa, oval curto em forma. Os dedos são arqueados e bem juntos. As almofadas são duras e grossas.. As unhas são pretas nos cães pretos e cinzento; preto ou marrom em cães marrons. Em cães brancos, as unhas podem apresentar a gama de cores de chifre, tanto quanto o preto. Em cães laranja tawny (damasco) Tawny vermelho e, eles são marrons ou preto.

       

      Membros posteriores

      Visto de trás, as patas são paralelas; os músculos são bem desenvolvidos e bem aparentes. O jarrete é bem dobrado. à‚ngulo coxal-femoral, tà­bio-femoral e morno-Tarso devem ser marcado.

      • coxas: Bem musculado e robusto.
      • Metatarsos: Bastante curto e vertical. O poodle deve nascer sem esporas sobre as patas.
      • Pés: Consulte as dicas anteriores.


      Pele

      É flexà­vel, sem flacidez, Pigmentada. Poodles pretos, Castanho, Cinza e laranja marrom-amarelado ou castanho avermelhado, Eles devem ter uma pigmentação de acordo com a cor da pele. nos brancos, a pele prata é valorizada.

      Movimento:

      O poodle se move com pequenos saltos, rápido e leve.

      Manto

      Pelo

      • Cabelo crespo poodle: cabelo abundante, textura fina, lanoso, bem cacheado; É elástico e resistente à  pressão da mão. Você deve ser uma densa, muito bem, de comprimento uniforme, formando laços regulares.
      • Cabelo de poodle sob a forma de bloqueios: Pelo abundante, textura fina, lanudo e apertado. Forma cordões característicos que devem medir pelo menos 20 cm.



      Cor

      Um único fio de cabelo colorido: Preto, Branco, Castanho, cinza, laranja leonado (damasco) Tawny vermelho e.

      • Castanho:  deve ser puro, muito escuro, uniforme e quente. Nem mesmo bege, ou derivados mais leves.
      • Gris: Deve ser uniforme, um tom puro, ou enegrecido, ou esbranquiçado.
      • Rapace laranja: Deve ser um tom uniforme, sem puxar a areia Griffon ou cor pálida, ou para o vermelho fulvo.
      • Griffon vermelho: Deve ser de um tom uniforme em todas as peles. Em nenhum caso você deve jogar fora o fulvo laranja.

      As pálpebras, a trufa, os lábios, as gengivas, o paladar, orifà­cios naturais, o escroto e as almofadas são bem pigmentadas.



      Tamanho e peso:

      • Poodle grande: acima de 45 cm. até o 60 cm, com uma tolerância de 2 cm. O poodle grande deve ser ampliado e desenvolvido a reprodução do poodle médio, que tem as mesmas características.
      • Meio poodle: acima de 35 cm. até o 45 cm.
      • Anões de poodles: acima de 28 cm. até o 35 cm. O anão poodle deve ter, no total, a aparência de um pequeno poodle médio, manter tanto quanto possível as mesmas proporções e não apresentar qualquer aparência de "nanismo".
      • Poodles Toys: Acima o 24 cm. até 28 cm (o tipo ideal é que o tamanho do 25 cm) e até 24 cm (com uma tolerância de menos de 1 cm). Poodle Toy tem, no total, a aparência do poodle anão, e salva o mesmo general proporções que atendam todos os requisitos da norma. Qualquer traço de "nanismo" é excluído.. Somente a crista occipital pode ser menos marcada.


      Falhas:

      Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

      • Olhos que são muito grandes e muito redondos ou fundos, não está escuro o suficiente.
      • orelhas muito curtas (não alcançando o canto da boca).
      • Focinho fraco ou pontudo.
      • Focinho com perfil superior convexo.
      • Linha superior estriada ou selada.
      • Cauda inserida muito baixa.
      • Grupa caída.
      • Angulação posterior muito reta ou em ângulo excessivo.
      • Passo fluente ou estendido.
      • Pelo escaso, macio ou fio.
      • Cor indefinida ou não sólida.
      • Trufa parcialmente nonpigmented.
      • Ausência de 2 PM2.


      Faltas desqualificadas
      • Agressividade ou extrema timidez.
      • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
      • nenhum tipo, acima de tudo na cabeça, notavelmente sugerindo um cruzamento com outra raça.
      • Altura na cernelha excedendo 62 cm. no grande e menos 23 cm. nos brinquedos.
      • Sem cauda ou cauda naturalmente curta.
      • Ergà´s ou vestà­gios de ergà´s nos membros posteriores.
      • Qualquer animal que apresente traços de "nanismo": crânio globular, ausência de crista occipital, depressão naso-frontal muito marcada, olhos proeminentes, focinho muito curto, descaà­do.
      • Médio praticamente inexistente Groove.
      • Osso muito leve em brinquedos.
      • Cauda totalmente enrolada.
      • Capa diferente de cor sólida (unicolor).
      • Todas as marcas brancas no corpo e / ou pés para todas as cores, exceto branco.
      • Nariz completamente despigmentado.
      • Prognatismo superior ou inferior.
      • Qualquer dente cuja posição possa machucar o cão (por exemplo, caninos cultivados internamente tocando o céu da boca).
      • incisivo ausente, de um dente canino ou de carcaça.
      • Ausência de um PM3 ou um PM4.
      • Ausência de 3 ou mais PM (exceto PM1).


      N.B.:
      • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
      • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.


      Penteados e cortes de cabelo autorizados na exposição

      Arranjo e corte de "leão":  Se o poodle tem sob a forma de bloqueios ou cabelo crespo, Você deve ser cortado no quarto até as costelas.

      • Eles também devem distorcer: a parte superior e inferior do nariz, a partir de pálpebras inferiores; bochechas; nas extremidades anteriores e posteriores, com exceção dos punhos e pulseiras e desenhos opcionais no quarto de volta;
      • a cauda, exceto um Pompom terminal redondo ou oblongo. Todos os cães devem usar um bigode. O cabelo na forma de "calças" é aceito nos membros anteriores.



      Arranjo e corte “moderno”:  A pele nas quatro extremidades é permitida com a condição explícita de que as seguintes regras sejam respeitadas: Eles vão ser desfalcados:

      -)  A parte inferior dos membros anteriores, da unha até a ponta do Esporão, e a parte inferior dos membros posteriores a uma altura equivalente. A máquina de cisalhamento é aceite se este é limitada apenas para os dedos.

      b)  cabeça e cauda, de acordo com as regras estipuladas acima. Este arranjo e corte ser utilizado excepcionalmente :

      • A presença, sob a mandà­bula inferior, de uma mecha curta que não mede mais que um centímetro de espessura, e cuja linha inferior deve ser aparada paralelamente à maxila. A chamada 'barba cavanhaque' não será tolerada..
      • Excisão do Pompom da cauda.



      Cabelo encurtado: Sobre o corpo, apresentar na linha dorsal um aspecto mais ou menos 1 centímetro de comprimento pelo menos. Comprimento do casaco será aumentado progressivamente ao redor das costelas na parte superior das extremidades.

      Casaco regularizado:

      -) Sobre a cabeça, Apresenta-se um capacete de altura razoável, assim como no pescoço, cair para trás à  Cruz, e frente, sem descontinuidade, até a parte raspada do pé, de acordo com uma linha ligeiramente oblíqua que surge na parte superior da região peitoral. Na parte superior das orelhas, e até um terço de seu comprimento como máximo, o revestimento pode ser encurtado com uma tesoura ou tosado na direção do cabelo. O fundo é coberto com pêlos cujo comprimento aumenta progressivamente até para baixo, para a conclusão em franja que pode padronizar.



      b) Nas extremidades: calças que marcam uma transição clara com a parte distorcida dos pés. Comprimento do cabelo aumenta gradualmente para cima, para medir a, sobre o ombro, assim como nas coxas, de 4 - 7 centà­metros quando esticada cabelo. Esta medida deve ser proporcional ao tamanho do cão, embora a aparência "fofa" deva ser evitada. A calça traseira deve apresentar a angulação característica do Poodle. Quaisquer toques extravagantes que se desviem dessas diretrizes estão sujeitos a remoção. Independentemente do que a silhueta padrão obtido como resultado da liquidação e o corte de cabelo, Isso não deve influenciar a classificação nas exposições desde que todos os cães da mesma classe devem ser julgados e classificados como um todo.



      Correção e corte ingles:  Adicione ao corte desenhos de “leão” no traseiro, Eu quero dizer, braceletes e punhos.Acima da cabeça de Top-knot. O bigode é opcional para este arranjo. Aceita uma ausência de demar- cação na pele dos membros posteriores. A parte superior- o nó é opcional (Você não pode usar laca ou qualquer outro produto para fixar este nó superior).



      “Corte de cachorro”: Use as peças raspadas que caracterizam o corte moderno. Na cabeça: um coque de altura razoável. O manto do trem anterior deve formar uma bola, comparado a um “ovo” visto do peito em direção ao coque. As chamadas "calças" nos membros anteriores permanecem, acentuando a angulação típica do Poodle.
      A cauda – com exceção de um pompom – deve ser de forma oval ou oblonga. Deve ser cortado mais longo do que largo com cantos arredondados.



      “Corte Escandinavo o de Terrier”: O corte é semelhante ao corte moderno, sendo diferente em que as orelhas e cauda podem ser raspadas.

      • Cuja liquidação e Tribunal não correspondem ao padrão poodles não podem (desde que continuem assim) ser julgado por prêmios em exposições e apresentações oficiais, não que isso significa que eles não se qualificam para reprodução.


      TRADUÇÃO : IRIS Carrillo (Federação de canil de Porto Rico).

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Pudelhund, Caniche (inglês).
    2. Caniche (Francês).
    3. Caniche (alemão).
    4. Caniche (português).
    5. Poodle (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Pug
    China Gran Bretaña FCI 253 . Molossoides de pequeno porte

    O Pug É um cão amigável e afetuoso com outros cães e pessoas.

    Pug

    Conteúdo

    Classificações do "Pug"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pug" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    História

    O Pug o Carlin (também conhecido como Chinese Pug, Mops, Puggu) é uma raça de miniatura do cão com rosto enrugado e um corpo de pequeno e médio porte, originários da China.

    Esta raça é geralmente resumida como “multum en parvo” (muito em pouco), descrevendo a personalidade do Pug relacionado ao seu tamanho pequeno.

    A palavra “Pug” Pode vir do antigo inglês Pugg, é um qualificador afetuoso seria algo como um pequeno demônio ou macaco brincalhão. Filhotes de Pug são chamados Puglets.

    A raça de cão Pug, tem origens muito antigas. Ela foi criada e selecionada na China, país onde era o cão preferido dos funcionários públicos, Também é muito popular na Holanda e Inglaterra raça de cão.

    Na verdade, Inglaterra conseguiu o patrocà­nio de la raza, desde que eles realizaram um excelente trabalho de seleção por anos. Finalmente, parte do patrocà­nio da corrida foi concedido à  Grã-Bretanha.

    Este filhote de cachorro enrugada e engraçado, Ele foi um companheiro fiel das senhoras do século XIX na Itália.

    Como quase todas as raças de cães, soube ter seus momentos difíceis principalmente quando aconteceram as guerras mundiais mas não esteve à beira da extinção como outras.

    hoje a corrida Pug é muito apreciado em quase todos os cantos do mundo.

    Sabia?

    Entre os ricos e famosos admiradores são do Pug rei Louis XIV, Josefina, Imperatriz de Napoleão, Rainha Victoria, o Duque ea Duquesa de Windsor e estilista Valentino.

    Características físicas

    É um cão sob aparência sólida de quadrados e compacto, bem proporcionado e muscular; o chefe, grande, aparência arredondada e sólida, é coberta com dobras; o focinho é plana e quadrada; os olhos, grande, abaulamento, eles são escuros; Possui pernas retas e fila de coletor anelada. O cabelo é apertado, Lisa e brilhante.

    O Pug o Carlin pode ser prata ou damasco macio com uma máscara preta, em ambos os casos, ele apresenta uma tarja preta que vai da cabeça à  cauda; Ele também pode ser preto puro ou branco que é mais escasso e caro de todos.

    Ele mede cada 30 cm para atravessar e pesa entre 6 e 8 kg. Sua natureza confiante, dócil e amigável faz do Pug um valioso animal de companhia. O Pug é particularmente um cão “com senso de humor”, expositoras expressões faciais muito humanas, devidos à  sua estrutura óssea. Devido à sua aparência marcante, algumas pessoas tendem a pensar que as características do Pug são resultado de manipulação genética ou endogamia.. Contudo, as características do Pug são semelhantes nos últimos quinhentos anos, perà­odo em que os europeus começaram a se importar da China.

    A cauda do Pug tem uma espiral característica ou formato de letra. “Q”. Essa variação na forma de cauda é devido à s vértebras nesta parte da coluna são realmente hemivertebrae. Em alguns poucos filhotes, esta alteração da forma pode estender-se ao resto da coluna e apresentar o animal com espinha bífida. A coluna vertebral do animal deve sentir-se antes de comprar para evitar escolher um filhote de cachorro doente. Um animal que sofre com essa condição não deve ser reproduzido para não passar este problema para sua prole.

    Dada a forma do crânio, os olhos do Pug tem uma aparência animada e saltitante. Para encontrar os olhos localizados acima, eles estão mais expostos ao atrito com objetos aos olhos dos outros animais e plantas, e é aconselhável para levá-los ao veterinário logo que possà­vel, se tiverem uma lesão. Recomenda-se que os donos de Pug limpem os olhos do animal uma vez por semana com um algodão limpo umedecido em água fervida fria ou chá frio., para remover as secreções ou sujeira.
    As rugas características do rosto também podem acumular secreções e sujeiras.. É recomendável pelo menos uma vez por semana limpa suavemente entre rugas usando o mesmo método.. Não é necessário aplicar SOAP, cremes ou outras substâncias.. Higiene Simple é suficiente e spare.

    O Pug é um cão de cabelo curto, tende a constantemente pelechar, por seu mandato não é recomendado para pessoas alérgicas ou asma. Eles têm um odor pungente característico que pode deixar algumas pessoas desconfortáveis., mas diminui um banho a cada duas semanas.

    O maior problema de saúde apresentado pela Pug é aquele que é completamente evitável e tratável, e depende de qual o PROPRIETÁRIO. Esta doença é o OBESIDADE. Um Pug recebe cuidados adequados pode viver mais de quatorze anos, Embora em média eles tendem a viver em torno de dez.

    Um 1% Cachorro pode chegar a apresentar uma doença neurológica degenerativa chamada encefalite Pug (ou toque para sua sigla em inglês). Esta doença é letal e não tem nenhuma cura conhecida. Para isso cães de razão não devem ser reproduzidos nos dois anos, para não transmitir o gene a seus descendentes. àšltimo ano de vida é muito improvável que o Pug vem a esta doença.

    Caráter e habilidades

    O Pug não são animais agressivos. como qualquer cachorro, eles podem morder, mas é muito raro que isso acontece sem que os maus-tratos dos animais. O Pug honra a seu lema “Multum em parvo” e eles fazem não amilanan para cães de raças maiores, que você pode entrar em apuros.

    Antes dos seres humanos, o Pug tendem a ser brincalhões e procuram interação. No entanto, eles podem exibir desconfiado com estranhos, e com seus latindo para anunciar a presença de pessoas desconhecidas. Embora seu tamanho não são cães, Se eles são bons “cães alertas”.

    O Pug mostrar um nà­vel moderado de inteligência, ser capaz de usar seus focinhos curtos e patas para obter objetos fora de alcance. Às vezes tendem a teimosia, e não são necessariamente quando você chamar, mas sim quando crave ele. Apesar disso, eles não se afastam de seus donos e preferem sua companhia à de outros cães..

    Durante os primeiros anos de vida Pug pode ocasionalmente ser hiperativo (executar, saltando e latindo constantemente) mas essa característica tende a desaparecer com o passar dos anos. O Pug 5 anos ou mais tendem a ser mais calmos e gostam mais das cadeiras do que da rua.

    Há uma tendência de acreditar que Pug são animais “doentio”, que é muito longe da realidade. Um Pug saudável será enérgico e brincalhão, e até mesmo um pouco hiperativo em seus primeiros anos de vida. Sua sólida estrutura faz eles toleram bem o jogo com crianças e adultos, e sua cabeça particularmente dura pode causar choques e quedas em crianças pequenas e adultos mais velhos..

    O Pug É um animal pequeno, e apesar de fortes, requer muito pouca comida. Contudo, sendo um animal de estimação, proprietários tendem a sobrecarregá-los e compartilhar sua comida com eles. Isso não deve ser. O Pug pode perfeitamente se alimentar com um copo de comida seca pela manhã e um copo à  noite, e você não passará fome ou precisará de suplementos extras.

    Um Pug obeso não é um Pug “bela”, pelo contrário, É um animal que doente porque você não pode respirar bem, seja esgotada facilmente e vai começar a sofrer de problemas na coluna vertebral e articulações. Um Pug alimentados saudável é, Por outro lado, um animal robusto, com seus músculos nà­tidos e claramente visà­veis sob a pele. Um Pug saudável pode correr tão rápido quanto qualquer outro cão, e você pode ignorar duas ou três vezes sua própria altura. Enquanto o animal gosta de comer extras de refeições e receber “Prêmios” ocasionalmente, é a tarefa do proprietário garantindo a quantidade e qualidade dos alimentos que consome é adequada.

    Imagens do “Pug”

    Và­deos do “Pug”

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

  • Federações: FCI , AKC , ANKC , CKC , KC , NZKC , UKC

  • Padrão da raça FCI "Pug"

    Origem:
    China, Reino Unido

    Data de publicação do padrão original válido:
    13.10.2010

    Uso:

    cão de serviço



    Aparência geral:

    É sem dúvida um cão quadrado e rechonchudo, "Multum em parvo" (muita substância em um espaço pequeno) mostrando em sua estrutura compacta, suas proporções bem construídas e a dureza de seus músculos, mas nunca deve parecer de membros curtos, nem magro nem “grande”.

    PROPORà‡à•ES IMPORTANTES:

    Definitivamente quadrado e compacto.



    Comportamento / temperamento:

    Grande charme, dignidade e inteligência. Equilibrado, alegre e animado.

    Cabeça:

    Relativamente grande e fornecido com o corpo, rodada, Você não deve ter a forma de maçã.

    Região craniana:
    • Crânio: Sem Groove. Rugas sobre o antecara devem ser claramente definidas sem exageros.

    Região facial:

    • Trufa: Preta com narinas grandes e bem abertas. Narinas estreitas e pesados sobre as dobras do nariz são inaceitáveis e devem ser severamente punidos.
    • Focinho: Relativamente curto, obtuso, Praça, não se inclinando para cima. Os olhos e o nariz nunca devem ser prejudicados ou ocultos por dobras excessivas no nariz.
    • mandíbulas / Dentes: Com um ligeiro prognatismo inferior. O maxilar inferior é largo com os incisivos posicionados quase em linha reta.. É altamente indesejável boca, dentes e là­ngua olhar irónico e deve ser severamente penalizado.

    Olhos: Sombrio, relativamente grande, rodada, expressão doce e em causa, muito brilhante, e quando é animado ardor completo. Nunca salientes, branco exagerado ou mostrando quando olham para a frente. Problemas oculares grátis.

    Orelhas: afinar, pequeno e macio de veludo preto. Existem dois tipos: "Orelha Rosa", É uma orelha de suspensão de pequeno que se dobra para trás para mostrar o canal auditivo. "orelha de botão", É uma orelha que se dobra, dobrando para a frente, Dica adere ao crânio para cobrir a abertura. os últimos são os preferidos.

    Pescoço:

    Ligeiramente arqueado assemelha-se a crista, forte, espessura, com tempo suficiente para tirar a cabeça com orgulho.

    Corpo:

    Curto e compacto.

    • linha superior: Nà­vel; Deve ser cà´ncavo nem inclinado.
    • No peito: Grande. Costelas bem arqueadas para trás.

    Cola:

    Inserção alta, firmemente enroladas no quadril. O threading dual é altamente desejável.

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES:

    • Ombro: Bem inclinada para trás.
    • antebraços: Membros muito fortes, em linha reta, baixa de comprimento moderada e posicionada no corpo.
    • Pés anteriores: Como longo como o pé de lebre, nem tão redondo como o pé do gato; com os dedos separados; as unhas devem ser pretas.

    MEMBROS POSTERIORES:

    • Aparência geral: Membros muito fortes, de comprimento moderado, bem posicionados sob o corpo, retas e paralelas, quando você olha para eles na parte de trás.
    • Joelho: Boa angulação de asfixiar articulações quentes rotulianas (joelhos).
    • Pés de volta: Como longo como o pé de lebre, nem tão redondo como o pé do gato; com os dedos separados; as unhas devem ser pretas.

    Movimento:

    Visto de frente, você deve levantar as patas dianteiras e cair bem em linha reta abaixo ombros, mantendo os pés diretamente para a frente, unoffset ou. Na parte de trás, a ação deve ser igualmente correta. Os membros dianteiros usa-los com força, trazendo-lhes bem em frente e a traseira, movendo-se livremente e dobrando os joelhos, bem. Balanceamento de quartas de final depois de luz caracteriza a viagem. Capaz de executar um movimento seguro e resolvido.

    Manto

    Pelo: Textura fina, suave, Soft, curto e brilhante. àsperos, nem lanosos.

    COR: Prata, damasco, Griffon claro ou preto. Cada uma dessas cores deve ser claramente definida, para enfatizar o contraste entre a cor, o sulco (uma linha preta que se estende do occipital até a cauda) e a máscara. As marcas devem ser bem definidas. O focinho ou máscara, as orelhas, manchas nas bochechas, a marca do polegar ou o losango na testa e a faixa devem ser o mais preto possível.



    Tamanho e peso:

    O peso ideal é entre 6,3 e 8,1 kg. Você deve ter músculos fortes, mas a substância não deve ser confundida com um excesso de peso.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALHAS DE DESCALIFICANTES

    • Cão agressivo ou medroso.
    • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..


    N.B.:

    • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.

    TRADUÇÃO: Brígida Nestler / Versão original: (IN).

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Chinese pug, Dutch mastiff (inglês).
    2. Pug (Francês).
    3. Pug (alemão).
    4. Carlin, Mops (português).
    5. Pug chino, Mops, Pug carlino, Doguillo (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Pequinês
    China Inglaterra FCI 207 . Eagneul Japonês e Pequinês

    Pekinés

    O Pequinês Ela adora ser o centro das atenções e vai pedir para ser integrado em todas as atividades da famà­lia.

    Conteúdo

    História

    O Pequinês o Pequinés É uma raça de cão de companhia, desenvolvido na China. Esta pequena raça de cão é um nativo da área do Leste Asiático, e é considerado um afastamento dos cães peludos míticos do Tibete. Referência depois referral, conhecido em Korean imprime a primeira documentação oficial de atrás 4.000 anos, e outros desde o século VIII, imerso na corte Imperial da China, no meio da Dinastia H'ang.

    Para o Império., este animal surgiu em uma era mitológica, e aqui está um pequeno parágrafo sobre esta origem: “-Adorável apaixonada por um macaquinho, o Rei Leão procurou obter permissão para se casar com seu mágico de Deus Hai Ho. -Se você está disposto a sacrificar sua força e seu tamanho, Eu dou meu consentimento, Foi a resposta do deus.

    ler mais

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Pequeno brabançon
    Bélgica FCI 82 . Pequeno brabançon

    Pequeno brabançon

    O Pequeno brabançon é o menos conhecido do “Cães Belgas de pequeno porte”.

    Conteúdo

    História

    O Pequeno brabançon tem origens comuns com o Griffon de Bruxelas e o Griffon belga. Todas as três raças descendem de um pequeno cão de pêlo metálico, o Smousje, originalmente de Bruxelas.

    No século XIX, cruza com ele Cavalier King Charles Spaniel (Ruby) e o Pug forneceu o pelo preto curto e corrigiu o tipo.

    Esses pequenos cães alertas foram criados para proteger as carruagens e manter os roedores fora dos estábulos..

    foto: Petit Brabançon por Ger Dekker, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    O Pequeno brabançon É um pequeno cão de companhia, Inteligente, equilibrado, alerta, orgulhoso e robusto, praticamente em formato quadrado, com boa ossatura, mas também elegante em seu andar e tez, chamando atenção com sua expressão quase humana.

    Abrigo:

    O Pequeno brabançon tem um casaco curto. O brasão é áspero, fechado e claro, e não excede 2 cm.

    As mesmas cores do Griffon belga e Griffon de Bruxelas (Red, Preto, English Toy Terrier). Tem uma máscara escura. O cinza na máscara de cães mais velhos não será penalizado.

    Alguns pelos brancos no peito são tolerados em todas as três raças, mas não é procurado.

    Peso:

    de 3,5 - 6 kg.

    Caráter e habilidades

    O Pequeno brabançon ele é um cachorrinho equilibrado, alerta, orgulhoso, muito apegado ao seu mestre e muito vigilante. nem tímido nem agressivo.

    Classificações do "Pequeno brabançon"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pequeno brabançon" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Pequeno brabançon"

    Fotos:

    1 – PePetit Brabançon: BEL, NED, GER, INT Champion “Gaystock Le Pas De Tout”. Photo: Hans Bleeker por Hans Bleeker, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    2 – PETIT BRABANCON, Flor de Canelas Head Over Heals MyDOG, nordens största hundevenemang por A Feira Sueca da Suécia, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
    3 – Petit Brabancon; Robbins Uranos – Gucci por Maria Michaelsson, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    4 – “Pequeno brabançon” por Ger Dekker
    5 – “Pequeno brabançon” por Lusadi, CC POR 3.0, via Wikimedia Commons
    6 – “Pequeno brabançon” por Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Và­deos do "Pequeno brabançon"

    Beatrice e Hugo Petit Brabançon 2
    Sentado confortavelmente no tapete do quarto, uma famà­lia de Petit Brabançon jogar junto com grande cumplicidade.
    Petit Brabancon:Flamejante. 3 mês

    Petit Brabançon de 3 meses

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 9: Seção 3.2 Pequeno brabançon
    • AKCToy
    • ANKC – Grupo 1 – (Toy)
    • CKC – Grupo 5 – (Toy)
    • KC – Toy
    • NZKCToy
    • UKC – Grupo 8 – cão de serviço

    Padrão da raça FCI "Pequeno brabançon"

    Origem:
    Bélgica

    Data de publicação do padrão original válido:
    25.03.2003

    Uso:

    Cão pequeno de guarda e companhia



    Aparência geral:

    cão de estimação pequeno ; Inteligente, equilibrado, alerta, arrogante, robusto, quase quadrado ; com uma boa constituição óssea, mas ao mesmo tempo elegante em seus movimentos e em sua construção. Chama atenção pela sua expressão quase humana.
    Os dois Griffons têm cabelos duros e diferem na cor, enquanto o Petit Brabançon tem cabelo curto.


    proporções importantes

    O comprimento do corpo, da ponta do ombro até a ponta da nádega, deve ser o máximo possà­vel, igual à  altura na cernelha.



    Comportamento / temperamento:

    Cachorrinho equilibrado, alerta, arrogante, bem apegado ao seu mestre, muito vigilante. Não é nem medroso, nem agressivo.

    Cabeça:

    É a parte mais característica do corpo e a que mais chama a atenção.. A cabeça é bastante grande em comparação com o corpo e tem uma expressão quase humana. No Griffon o cabelo é duro, alto e desgrenhado ; é mais longo sobre os olhos, sobre a narina, bochechas e queixo, formando assim o adorno da cabeça.

    Região craniana:

    Largo e redondo. A testa é bem protuberante.

    • Nasofrontal depression (Stop) : bem marcado.

    Região facial:

    • Trufa : Preto. Está no mesmo nà­vel dos olhos. É largo e as janelas estão bem abertas. A ponta do nariz é levantada para trás, que visto de perfil coloca o queixo, nariz e testa na mesma margem.
    • Focinho : O canal nasal, incluindo trufa, é muito curto ; não vai exceder 1,5 cm de comprimento. No Petit Brabançon, um porta-objetivas correto parece mais longo, uma vez que não há ornamento. Uma narina que não está arrebitada, bem como um nariz cuja parte superior está abaixo da linha inferior dos olhos, dar uma má impressão e constituir falta grave.
    • Belfos : Os lábios superior e inferior estão em contato próximo e apertados. O superior não forma voa e não cobre o inferior. Muito solto estraga a expressão desejada.
    • mandíbulas / Dentes : A mandíbula inferior está bem dobrada, é grande, não pontiagudo e se estende além da mandíbula superior ; a raça tem prognatismo inferior. Os seis incisivos de cada maxilar são preferencialmente colocados uniformemente e em linha reta., aqueles acima e abaixo são muito paralelos. A boca deve estar bem fechada e nem mesmo os dentes devem ser visà­veis, nem a là­ngua. A largura e a protrusão do queixo são muito importantes. Deve-se ter cuidado para que os incisivos não faltem.
    • Olhos : eles estão bem separados, eles são grandes e redondos, nunca proeminente. Marrom, o mais escuro possà­vel. Eles serão bordados com preto e de preferência não devem mostrar o branco do globo ocular. Um olho pequeno ou oval, ou cor clara, constitui uma falha.
    • Orelhas : Pequeno, eles estão altos, longe o suficiente. As orelhas não cortadas são semi-eretas e caem para a frente. Orelhas muito grandes não são desejáveis, bem como as orelhas que pendem de um lado da cabeça. Orelhas cortadas são pontudas e eretas. Orelhas cortadas são aceitas, como os não cortados.

    Pescoço:

    Comprimento médio ; combina harmoniosamente com os ombros.

    Corpo:

    O comprimento do corpo é quase igual à  altura na cernelha. Do conjunto é um pequeno cão quadrado e robusto.

    • Cruz : Parte traseira ligeiramente proeminente : Reto, curto e forte.
    • Lombo de porco : curto e musculoso, muito pouco levantado.
    • Alcatra : ampla, Flat, ou no máximo ligeiramente inclinado.
    • No peito : Grande, chega até os cotovelos. A ponta do esterno é marcada, que visto no perfil, dá uma soleira ligeiramente proeminente. As costelas são muito elásticas, mas não em forma de barril, não muito plano.
    • Margem inferior : A barriga é ligeiramente levantada ; os flancos são bem marcados.

    Cola:

    Apresenta-se alto e o cão o carrega bem levantado. A cauda cortada é aparada 2/3 seu comprimento. A cauda que não foi cortada é apresentada levantada, com a ponta para trás, embora sem tocá-lo ou ser enrolado. Uma cauda naturalmente curta ou dividida, ou enrolado nas costas, constitui uma ofensa séria.

    Extremidades

    Membros anteriores

    Vistos juntos, eles são paralelos, com uma boa estrutura óssea e suficientemente separados.

    • Ombro : Angulação é normal.
    • Cotovelos : bem colado ao corpo.
    • Carpi : Strong.
    • Pés : Pequeno, rodada, eles não se desviam nem para dentro, nem fora. Dedos ficam bem juntos; dedos grudados constituem uma falha. As almofadas plantares são grossas e tão escuras quanto possà­vel. As unhas são preferencialmente pretas, tão pigmentado quanto possà­vel.
    Membros posteriores

    Vistos em conjunto, têm uma boa estrutura óssea e são bem paralelos. As angulações estão em harmonia com os membros anteriores..

    • Babillas : Angulado o suficiente.
    • Jarretes : bem definidos. Visto de trás, não fechado, não aberto.
    • Pés : Ver membros anteriores. Ergôs não é uma característica a ser procurada.

    Movimento:

    Poderoso, movimento paralelo dos membros, com um bom impulso dos posteriores.

    Manto

    Pelo

    Qualidade do cabelo : O Griffon Bruxelas e o Griffon Belge ambos têm um casaco duro e um subpêlo. Cabelo é naturalmente duro, ligeiramente ondulada, não cacheado, mas aparado e organizado para exibição. Deve ser longo o suficiente para permitir que a estrutura seja apreciada. Cabelo muito comprido estraga a silhueta e não é o que você está procurando. Cabelo sedoso ou lanoso é uma ofensa séria. O Petit Brabancon tem o cabelo curto. Cabelo é áspero, Lisa e brilhante ; tem no máximo 2 cm de comprimento.

    • Enfeite de cabeça : No grifo, o ornamento (barba e bigode) começa abaixo da linha nariz-olho e vai de uma orelha à outra, cobrindo bem o focinho e bochechas com pelos abundantes e mais longos que no resto do corpo. acima dos olhos, o cabelo deve ser mais longo que o resto do crânio e formar as sobrancelhas.
    Cor
    • Griffon Bruxelas : Red, avermelhado ; um pouco de preto é tolerado no cocar.
    • Griffon Belge : negro, English Toy Terrier. As marcações bronzeadas devem ser puras e de cor uniforme. Eles são apresentados, nos membros anteriores, do pé ao carpo, e na parte traseira do pé ao jarrete. Essas cores sobem dentro dos membros. Eles também são vistos na parte anterior do tórax, bochechas, queixo, sobre os olhos., no interior das orelhas, abaixo da cauda e ao redor do ânus. Preto pode ser misturado com vermelho-marrom, que é aceito, embora preto puro e preto e castanho sejam preferidos.
    • Petit Brabancon : As mesmas cores dos dois Griffons. Tem uma máscara escura. O cinza na máscara de cães mais velhos não será penalizado.

    Em todas as três raças, alguns pelos brancos na frente do peito, embora esta característica não seja procurada.



    Tamanho e peso:

    Peso: Varia entre 3,5 - 6 kg.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.


    Faltas desqualificadas:
    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
    • Nariz despigmentado ou diferente de preto.
    • Là­ngua constantemente visà­vel, sendo a boca fechada.
    • Torção do maxilar inferior.
    • Maxilar superior estendendo-se além do maxilar inferior.
    • Outras cores além das fornecidas pelo padrão, como cinza, azul e fogo, marrom e bege e cor de fígado (Castanho).
    • Qualquer mancha branca.


    N.B.:

    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Petit Brabançon, Small Brabant Griffon (inglês).
    2. Petit brabançon (Francês).
    3. Petit brabançon (alemão).
    4. (em francês: petit brabançon) (português).
    5. Petit brabançon (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Cão d'àgua Português
    Portugal FCI 37 . Cães de àgua

    Cão de Água Português

    O Cão d'àgua Português É uma espécie e raça do paciente.

    Conteúdo

    História

    O Cão d'àgua Português É uma raça de cão do Algarve, Portugal. Eles foram usados como cães de trabalho por pescadores de tempos imemoriais, mas no século XX tornaram-se uma raça rara.

    Embora, as origens da raça são um tanto obscuras, E se uma certeza é que a história destes cães é muito antiga.
    Uma provável referência a Cão d'àgua Português É encontrado no texto de um monge, que em 1297 descreveu o resgate de um marinheiro realizado por um cachorro com características semelhantes à raça de que estamos falando..."cabelo longo, preto, cortar até a primeira costela, e com um tufo na ponta da cauda“.

    O padrão comum de tosar esses cães, Marca a ser como a descrição do monge. Também, uma foto do inà­cio do século XIX, Ele representa a chegada do rei de Portugal para a praia de Belém., mostra um cão de água, nadar ao barco do rei.

    Os parentes mais próximos do Cão d'àgua Português são Kerry Blue Terrier, o Barbet e o Caniche (Poodle) norma.

    Originalmente, cães de água – é excelente nadador.- eles foram usados pelos pescadores portugueses em seus barcos como ajudantes em tarefas variadas, como ser... o atrelamento dos peixes às redes, recuperação de objetos caídos na água, Carregando mensagens entre navios ou entre a terra e o mar., entre outros.

    El escritor Raul Brandão, em seu livro o pescador (1932), Ele descreve a actividade de um barco de pesca em Olhão, e grande parte da sua descrição baseou-se nestes cães e suas habilidades marinhas.

    A partir do século XX com o avanço das novas tecnologias tanto na pesca como na comunicação, o trabalho que foi feito geralmente por cães gradualmente foi substituà­do, e não havia necessidade de viajar com cães bordo. Como tudo na vida, o progresso tem seus 'prós' e seus 'contras', na década de 1930 o número de exemplares da raça diminuiu muito e os poucos exemplares que sobreviveram foram encontrados na costa algarvia.

    O 1934 Foi um ano crucial para a subsistência desta raça, e talvez o ponto de partida da recuperação do Cão d'àgua Português foi a Exposição de Lisboa em 1934, sob a direção de Frederico Pinto Soares. Aqui entra a história, Vasco Bensaude, um rico empresário que vivia nos Açores, Eu tinha participado deste evento canino, porque também se dedicava à criação de cães de água. Ele ficou tão impressionado com o Cão d'àgua Português O que, decidiu comprar quatro espécimes e assim iniciar um programa de criação cuidadosa em seu incubatório, Algarbiorum. Y, o que conseguiu com o apoio de dois amigos amorosos na corrida, Pinto Soares e Fernandes Marques.

    Em lagos, encontrou um lindo macho a que deu o nome de Leão e foi levado para Lisboa, seguido por Dina, uma fêmea de Sesimbra. Dois espécimes encontrados no Algarve juntou seu canil, Nero, um homem de cabelos encaracolados e Venesa, uma mulher de cabelo ondulado. Em 1937, Nascido a primeira ninhada (de Leão y Dina). Começando a saga “Algarbiorum”.

    Vasco Bensaude foi o responsável pela recuperação do Cão d'àgua Português de Portugal e deu inà­cio à  história moderna da raça. Foi responsável pelo seu canil "Fausto Pereira Dos Santos", e tornou-se um perito na formação de cães de água português.

    Por muitos anos, Vasco Bensaude dedicou-se à criação de cães mas quando 1968 Eu senti que o fim estava próximo, entregue a Conchita Cintrón, Castelo Branco a 17 cópias de Cão d'àgua Português que ele tinha em seu canil e todos os seus arquivos.
    Conchita Cintrón, era uma pessoa brilhante, criador de ponteiros, realizou a criação Cão d'àgua Português na sua quinta do à­ndio, em Feijó, a sul de Lisboa.

    Devido à  tenacidade e empenho para Conchita Cintrón cães foram colocados nos Estados Unidos, onde esta maravilhosa raça alcançou grande popularidade graças ao empenho e esforços de outro grande personalidade da história desta corrida, Deputada Miller Deyanne Farrell, Ele conseguiu difuso-los na América e no mundo.

    Em 1972, Nos Estados Unidos, um grupo de criadores fundou o (Portuguese Water Dog Club of America).

    Características físicas

    O Cão d'àgua Português é uma raça de tamanho médio, da Constituição forte, bom corpo muscular e compacto. Os machos têm uma altura ideal para 54 cm, Enquanto as fêmeas medem aproximadamente 46 cm. O intervalo de peso de 19 até 25 kg em homens e 16 e 22 kg em fêmeas.

    Existem dois tipos de peles: longo, ondulado, com brilhantes ou curto cabelo com cabelo é Cacheado e mais opaco.

    A pele pode ser completamente preta, branco ou marrom, ou preto ou marrom com manchas brancas. O corte típico é feito no focinho e na parte de trás do corpo, deixando uma bola de cabelo na ponta da cauda, Ele dá uma aparência de um leão..
    Cabelo cresce-las continuamente para que ele deve ser escovados regularmente e aparar ou cortar.

    O corte de cabelo do Cão d'àgua Português pode ser feito de duas maneiras ou estilos:

    O Tribunal de Justiça de Leão

    No Tribunal de Leão, os quartos traseiros, o focinho., e a base da cauda eles fazer a barba e o resto do corpo é deixado no seu comprimento normal. Este é o tradicional corte e talvez o mais funcional, dada a importância histórica da corrida como um parceiro de um pescador. O corte leão diminuiu o impacto inicial e o choque com a água fria, dado que realizado vários trabalhos aquáticos. Os quartos traseiros são afeitaban para permitir a fácil circulação das patas e cauda, usou-o como um leme.

    O corte de Retriever

    O Tribunal Retriever é deixado 2,5 cm longo de maneira uniforme no corpo (Embora alguns donos preferem a parte do focinho e a base da cauda mais curta). Este é um corte mais recente e o estilo surgiu porque os criadores queriam tornar a raça mais atraente e menos incomum na busca de compradores..

    Caráter e habilidades

    É considerado um animal excepcionalmente inteligente, com um temperamento ativo, um pouco inquieto, mas obediente. Também é muito resistente à  fadiga. É um excelente nadador., ser capaz de mergulhar e nadar debaixo d'água para recuperar os objetos perdidos.

    No Parque Natural da Ria Formosa, uma das atrações é o canil onde foi salvo da extinção por Cão d'àgua Português, hoje conhecida como o cão Obama, e onde continua a se reproduzir hoje.

    O Cão d'àgua Português ele é um excelente companheiro, amando, independente e inteligente é fácil de treinar em tarefas de obediência e agilidade habilidades.

    Porque eles são cães de trabalho, o Cão d'àgua Português, em geral, Ele geralmente está sempre perto de seu mestre esperando por instruções e se for devidamente- treinados, É capazes e dispostos a seguir ordens muito complexos. Eles aprendem muito rapidamente, Eles parecem gostar da formação, e eles têm uma grande memória para nomes de objetos. Estas características e seu revestimento de camada única, não moveu, faz um serviços de excelente cão diversos tais como cães de assistência para surdos, cães-guia, cães de terapia.

    São muito bons companheiros para pessoas que entendem o que eles precisam, o Cão d'àgua Português não é um cachorro para todos. Devido à  sua inteligência e a necessidade de unidade no trabalho, exigir o regular exercà­cio intensivo, bem como desafios mentais. Eles são tipo e paciente, mas não “teleadictos”, tédio e sedentarismo podem despertar comportamentos destrutivos.

    Recentemente, a corrida ganhou uma inesperado publicidade após a famà­lia do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, escolha um Cão d'àgua Português como animal de estimação. O cão, Bo chamado, foi apresentado ao público 14 de abril 2009, devido ao grande interesse mostrado pelos meios de comunicação.

    Sabia?

    O Cão d'àgua Português Eu costumava ser o melhor amigo do pescador, ajudando a empurrar o peixe em redes, para recuperar objetos que caà­ram à  água e à s mensagens transportar de navio para navio.

    Avaliações "Cão d'àgua Português"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Cão d'àgua Português" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens Cão d'àgua Português

    Vídeos Cão d'àgua Português

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo 8: - Cães levantadores e cobradores de Caça e Cães de àgua.
    • Seção 3: Cães de àgua.

    Federações:

  • Federações: FCI , AKC , ANKC , CKC , KC , NZKC , UKC

  • Padrão da raça FCI "Cão d'àgua Português"

    Origem:
    Portugal

    Data de publicação do padrão original válido:
    04.11.2008

    Uso:

    Auxiliar na pesca e recuperação assim como cão de companhia.



    Aparência geral:

    Cachorro mesomórfico, subconvexilíneo, com tendências retilíneas e tipo bracóide. Tipo harmà´nico, bem proporcionado, robusto e bem musculoso. O desenvolvimento muscular é notável devido aos frequentes exercà­cios de natação.

    proporções importantes:

    Quase em formato quadrado, com o comprimento do corpo aproximadamente igual à  sua altura na cernelha. A relação entre a altura na cernelha e a profundidade do peito é 2:1, a proporção do comprimento do crânio ao focinho é 4:3.



    Comportamento / temperamento:

    Este é um animal impetuoso, intencional, arrogante, corajoso, sóbrio e resistente ao cansaço. A expressão dele é severa, olhar aguçado e alerta; tem excelente visão e um bom olfato. Por possuir inteligência excepcional, obedece facilmente e com manifesto prazer à s ordens de seu mestre.
    Como um extraordinário nadador e mergulhador, esse cachorro é o companheiro inseparável dos pescadores, aqueles que fornecem ótimos serviços, não só na pesca, mas também como guardião de seus navios e seus bens. Quando seu mestre está pescando, o cachorro segue a presa com os olhos, e se um peixe escapar (tanto da rede quanto do anzol), ele se joga no mar, mergulhar se necessário, para pegá-lo. Quando uma rede ou corda se rompe, o cachorro pega o peixe novamente. Este cão também é usado como um elo entre o barco e a costa, o vice-versa, mesmo quando a distância é considerável.

    Cabeça:

    Sólido e bem proporcionado, forte e grande. Eixos longitudinais do crânio e do focinho são paralelos.

    Região craniana:
    • Crânio: Visto de perfil é ligeiramente mais longo do que o focinho. Sua curvatura é mais acentuada nas costas que mais tarde e o occipital é bem marcado. De frente, Observe que os parietais são volumosos e têm uma ligeira depressão no meio. Sulco pode ser visto sobre o meio da testa que dura até dois terços o parietal. As arcadas superciliares são proeminentes.
    • Nasofrontal depression (Stop): A depressão naso-frontal é bem marcada e está localizada na parte posterior do canto interno dos olhos.

    Região facial:

    • Trufa: ampla. As janelas abrir e finamente pigmentada. Cópias pretas da mesma cor cores ou branco e preto ou branco. Em cães marrons, o nariz é a mesma cor que o pêlo. Nunca deve ser rosa.
    • Focinho: É mais estreito perto do nariz à  base.
    • Lábios: Grosso, para a frente. O canto não é aparente. Membranas mucosas (no palato, sob a língua e gengivas) eles são completamente pretos, marrom escuro nos cães marrons.
    • Maxilares/Dentes: Os dentes não são aparentes. As presas são fortemente desenvolvidas. Mordedura em tesoura ou pinça.
    • Olhos: Tamanho médio, forma perceptà­vel e arredondada, colocados bem separados e ligeiramente inclinados. Sua cor é marrom ou preto. As pálpebras têm uma pele fina e estão rodeadas de preto, Marrom em cães marrons. A conjuntiva não é aparente.
    • Orelhas: Luz, em forma de coração, implantado acima da linha dos olhos. Com exceção de uma pequena abertura nas costas, as orelhas são bem coladas na cabeça. As dicas não devem ficar salientes para além da base do pescoço.

    Pescoço:

    Reto, curto, arredondado, porta bem solta e livre. Músculos fortes; Não apresenta ou colar, ou queixo. Ele forma uma transição harmoniosa para o corpo.

    Corpo:

    • Linha superior: Retonà­vel.
    • Cruz : É largo, mas não proeminente.
    • Voltar : Reto, curto, largo e bem musculado.
    • Lombo de porco : Curto e bem ligado a alcatra.
    • Alcatra : Bem em forma e muito ligeiramente inclinada para trás. As pernas são pouco visà­veis.
    • No peito : Largo e profundo, chegar ao cotovelo. As costelas são longas e bem volumosos. Grande capacidade respiratória.
    • Barriga : Volume reduzido e porte elegante.

    Cola:

    Natural. É grossa na base e diminui gradualmente até a ponta; não muito alto, ou muito baixa; seu comprimento não deve exceder o ponto do jarrete. Quando o cão está atento, deve mantê-lo em círculo., e a parte da frente não deve ultrapassar a linha média do lombo. A cauda serve como uma ajuda indispensável para nadar e mergulhar..



    Extremidades

    Membros : Eles são regulares. Aceita-se que dois pés da frente, como a parte traseira, está ligeiramente inclinado para a frente, na parte que se encontra abaixo do Tarso.

    • Membros anteriores :

       Eles são fortes e retos. Permitido um pastern ligeiramente inclinado.

    • Ombro :  Vistas de frente e transversalmente, as lâminas são bem inclinado e musculoso, bem.
    • Brazos : Eles são de comprimento médio e forte. Eles ficam paralelos à linha média do corpo..
    • Antebraço : Longo e bem musculado.
    • Carpo : Ossos fortes. Ele é mais largo na frente do que no lado.
    • Metacarpo : Longo e forte.
    • Pés dianteiros : Eles são arredondados e plana. Os dedos não são ou muito dobrados, não muito tempo. Solta membrana digital, Ele é bem desenvolvido e atinge a ponta dos dedos, fina textura e está equipado com cabelo abundante. As unhas devem ser preferencialmente pretas, mas as unhas de cor branca são aceitos, Marrom, ou com listras, de acordo com a cor da pelagem. Eles são ligeiramente separados do solo. A almofada central é grossa, outras almofadas são de espessura média.

    Membros posteriores :

     Eles são retos e musculosos. Suportada um Hock ligeiramente inclinado.

    • Nádegas : Longo e bem volumosos.
    • coxas : Forte e comprimento médio; muito musculoso.
    • Joelho :   Move-se paralelamente à linha média do corpo.
    • Pernas : Eles são longos e fortemente muscular. Eles são paralelos à linha média do corpo., e frente visivelmente inclinado para trás. Tendões e tecidos conjuntivos são fortemente desenvolvidos.
    • Jarrete : Strong.
    • Metatarso : Longo; Sem esporas.
    • Pés traseiros : Eles têm as mesmas características que a frente.

    Movimento:

    Livre com passos curtos. O trote é leve e de boa cadência; o galope é enérgico.

    Manto

    Pelo :

     Cabelo abundante e resistente, cobrindo todo o corpo. Não há nenhuma presença de uma camada interna de pêlos. Existem dois tipos de pêlo : um longo e ondulado, o outro curto e encaracolado. O primeiro variedade o cabelo é um pouco brilhante e macio; o segundo cabelo é mais curto, muito bem, sem brilho e forma cachos planos cilíndricos. Exceto em axilas e virilha, cabelo cobre o corpo regularmente. O cabelo forma uma espécie de disputas sobre a cabeça composta de cabelos ondulados na variedade de cabelos longos e cabelos cacheados na variedade de cabelo curto. Na variedade de cabelos longos, os pêlos das orelhas é mais.



    Cor :

     O cabelo pode ser colorido ou unicolor. Os cães unicolor são brancos, preto ou marrom em diversos tons; os outros são misturados a preto e branco ou marrom e branco. Cabelos completamente brancos não não um sinal de albinismo, sempre quando a trufa, a boca e as pálpebras são pretas. Em cães com cabelo preto, branco ou preto e branco, a pele é um pouco azulada.

    Quando o cabelo cresce muito, corta-lo até o meio do corpo, assim como o de focinho e o de rabo, deixando apenas um pompom na ponta do rabo.



    Tamanho e peso:

    O tamanho ideal em machos é de 54 cm, mas cópias são aceitas entre 50 e 57 cm.

    Na fêmeas, o tamanho deve ser de 46 cm, com um mínimo de 43 e um máximo de 52 cm.

    PESO : A partir de 19 - 25 kg em machos. A partir de 16 - 22 kg em fêmeas.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima deve ser considerado como falta e a gravidade desta é considerada o grau de desvio do padrão e seus efeitos sobre a saúde e o bem-estar do cão.



    Faltas severas :

    • Cabeça: muito longo, fechar, plana ou pontiagudo.
    • Focinho: muito atento ou pontiagudo.
    • Olhos: claro, muito abaulamento ou baixo relevo.
    • Orelhas: Inserção errada, muito grande, muito curtas ou dobradas.
    • Cola: pesado, caiu durante o movimento ou elevado perpendicularmente.

    fALTAS ELIMINATà“RIAS :

    • Comportamento: Agressividade ou timidez-
    • Tamanho: Acima ou abaixo do limite.
    • Prognatismo superior ou inferior.
    • Olhos muito claros,  em forma de diferentes,  tamanho e cor,
    • Surdez, se é hereditário, ou adquirida.
    • cauda cortada,  rudimentar nascimento, ou a falta dela.
    • Membros posteriores com carneiros.
    • Tipo de cabelo diferente daquele descrito acima.
    • Cor: Albinismo, trufa rosa,  ou trufa, ou parcialmente. Qualquer outra cor do que o descrito na norma.

    Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..



    N.B.:

    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..



    Tradução : IRIS Carrillo, Federação Canófila de Porto Rico.



    Revisão técnica : Miguel Ángel Martinez (Federação Cinológica Argentina).

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Water Dog, Portie, PWD (inglês).
    2. chien d’eau, chien pêcheur portugais (Francês).
    3. Portugiesischer Wasserhund (alemão).
    4. Cão d’Água, Cão Pescador Português, Cão d’Água Algarvio (português).
    5. Cão de agua português (espanhol).