▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Gato azul russo
Reconhecido por CFA, FIFe, TICA, ACF, ACFA/CAA, CCA-AFC, GCCF

A natureza de Gato azul russo é fascinante e versátil. Por um lado, ele é frugal e calmo, mas, por outro lado, também pode ser temperamental e selvagem.
Azul Ruso
foto: Wilkipedia

Conteúdo

Classificações do "Gato azul russo"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Antes de considerar a aquisição de um gato da raça "Gato azul russo" você sabe alguns fatores. Você deve levar em consideração o caráter deles, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

Alegria

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nà­vel de atividade

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Bondade para outros animais de estimação

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Simpatia para com as crianças

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Requisitos de higiene

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vocalidade

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de atenção

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Carinho para com seus donos

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Docilidade

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Independência

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Robustez

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

História

Companheiro dos czares russos, ou dos marinheiros ingleses?

O gato nasceu perto das águas frias do porto russo de Arkhangelsk, ou sob o sol maltês ou espanhol?

Muitas lendas cercam a origem do misterioso Gato azul russo. Contudo, fãs e associações oficiais hoje privilegiam a pista russa, de acordo com o nome da raça.

Tudo começou no século 17 nas margens do Mar Branco, nas proximidades da cidade portuária de Arkhangelsk, no norte da Rússia. Cobiçado e procurado por seu pelo único, espesso e azulado, este gato típico da região foi rapidamente adotado pelos marinheiros por suas qualidades para caçar roedores. Em torno de 1860, Navios mercantes britânicos trouxeram este incrà­vel felino para seus porões. Isso permitiu que a raça se espalhasse, inicialmente no Reino Unido e depois no resto da Europa. Contudo, esta difusão ainda é bastante modesta.

As primeiras menções dele Gato azul russo como uma raça inteira aparecem em trabalhos publicados na Grã-Bretanha a partir de 1865. Eles são então evocados lá sob o nome de “arcanjos azuis”, cabelo curto russo ou ainda azul estrangeiro. Contudo, não foi até 1871 quando a raça realmente se tornou conhecida pela sociedade vitoriana como o “Gato arcanjo”, após sua apresentação no Crystal Palace em Londres.

Como centro cultural que acolheu parte da Exposição Universal de 1851 e como um gabinete de curiosidades animadas e inanimadas aberto ao público, o Crystal Palace tinha fama internacional na época. Exibições de animais, especialmente gatos, foram os mais comuns e populares. Contudo, o Gato azul russo não despertou muito interesse nesta primeira aparição pública. Introduzido ao mesmo tempo que outros gatos de pêlo azul, como o Chartreux ou o Gato de pêlo curto britânico, ele se misturou ao fundo e só atraiu a atenção de alguns raros fãs, entre eles um tal Constance Carex-Cox.

Azul Russo
Azul Russo

Mais tarde, encarregado de um incubatório de Gatos abisinios, Gatos de pêlo curto britânico e gatos Manx, adquiriu seu primeiro Blues russo, desenvolveu a raça e assumiu a responsabilidade de promovê-la ao público em geral. Ele escreveu um artigo defendendo as diferenças entre o Gato azul russo e o Gato de pêlo curto britânico em um dos primeiros livros de referência sobre criação de gatos, The Book of cats, de Frances Simpson (1903). Sua combatividade foi recompensada em 1912, Quando o Governing Council of the Cat Fancy (GCCF), O principal organismo felino da Grã-Bretanha, reconheceu oficialmente a diferença entre Gato de pêlo curto britânico e o Gato azul russo. Como resultado, uma classe separada foi criada para programas de gatos, que agora está registrado sob o nome de “Foreign Blue”. Esta inversão dos termos em relação ao nome usado anteriormente (“alienà­gena azul”) sublinha que a sua característica mais importante é o azul dos seus olhos, mais do que sua aparência “exótico”.

Em 1939, ainda no reino unido, recebeu oficialmente o nome de Russian Blue. Os demais países adotarão este nome, pois a raça é reconhecida pelas diferentes organizações nacionais..

Na verdade, seu sucesso mitigado entre o público britânico não impede a Gato azul russo ser exportado para os Estados Unidos e Canadá entre 1888 e 1890. Lá também sofreu com a comparação com outros gatos azuis locais, incluindo Gato de pêlo curto americano. Contudo, cruzamento cuidadoso permitiu desenvolver um Gato azul russo melhor que o original, que teve sucesso até 1940.

No resto da europa, e em particular na França, o Gato azul russo foi quase uma vítima da história, especialmente após a revolução bolchevique de 1917. Na verdade, impulsionado por um profundo sentimento antibolchevique, a população desprezava tudo que pudesse ter origem russa. A corrida teve dificuldade em se estabelecer. Contudo, foi apresentado pela primeira vez na França em 1925 com o nome de Gato maltês, antes de receber o nome oficial de Azul Russo em 1939, como do outro lado do canal.

As lutas e adversidades da Segunda Guerra Mundial também colocaram em risco a sobrevivência do Gato azul russo. Contudo, depois do fim do conflito, os programas de criação dinâmicos na Inglaterra e na Escandinávia permitem impedir a extinção da raça graças a, em particular, cruzar com outros gatos, que contribuem para o surgimento de várias variedades morfológicas de Azul Russo. No Reino Unido, Marie Rochford, o único criador que preservou uma linhagem pura, decide cruzar seus espécimes com siameses Blue Point. Isso modifica permanentemente a morfologia do Azul Russo, isso fica mais fino, ao ponto em que o padrão da raça muda nos anos cinquenta. Contudo, essa tendência pára alguns anos depois, em 1965-1966, em particular graças ao programa de melhoramento estabelecido pela Associação Azul Russo. Em 1967, O britânico Azul Russo voltou ao seu formato original mais arredondado e o padrão original voltou a vigorar.

Ao mesmo tempo, nas regiões escandinavas, criadores locais optaram por recriar a raça cruzando gatos siameses com gatos de rua azuis locais. Em comparação com as linhas britânicas, essas linhas de Azul Russo têm uma pelagem mais curta e mais densa e um corpo de tamanho menor.

Nos Estados Unidos, o Associação de amadores de gatos (CFA) reconheceu a raça em 1949. Contudo, a importação de espécimes britânicos e escandinavos torna difà­cil avaliar gatos em competições, já que os representantes da raça têm aparências muito diferentes. A partir de 1960, Foram lançados programas de cruzamento entre as diferentes tipologias para homogeneizar a, o que dirigiu nos anos 90 ao desaparecimento do tipo escandinavo no país, para o benefício de tipos britânicos e americanos apenas.

É este o fim das tribulações do Gato Azul Russo?

Sem contar as intervenções de criadores australianos e neozelandeses que, ao longo dos anos 60, eles lançaram experimentos para criar blues russo Preto e blues russo brancos. A australiana Mavis Jones obteve assim a primeira Gato Azul Russo preto e branco nos anos 70, ao cruzar um gato doméstico branco e um Azul Russo. Contudo, 50 anos mais tarde, apenas um número limitado de organizações reconhece a White Russian Blue e o Black Russian Blue como variedades oficiais da raça. Contudo, é o caso do Federação Australiana de Gatos (ACF) na Austrália, o Nova Zelândia Cat Fancy (NZCF) na Nova Zelândia, o Conselho do Gato da àfrica Austral (SACC) na África do Sul, assim como ele Conselho Administrativo da Cat Fancy (GCCF) no Reino Unido e no Livro Oficial das Origens Felinas (LOOF) em França. Na verdade, esses vários organismos felinos chegaram a mudar o nome da raça para eliminar qualquer referência à  cor: para eles, o gato agora é simplesmente russo. O Associação de criadores de gatos (CFA) e A associação internacional de gatos (TICA) nos Estados Unidos, assim como o Fédération Internationale Féline (FIFé) e o Associação Mundial de Gatos (WCF) na Europa e em todo o mundo, discordar e se recusar a reconhecer essas variedades.

Por último, é impossà­vel fechar a história de Gato Azul Russo para não mencionar seu irmão de cabelo comprido, o Gato Nebelung, nascido nos anos 80 e hoje reconhecida como uma raça por direito próprio.

Na notà­cia, o felino de olhos esmeralda azul tem seguidores principalmente no Reino Unido (localizado entre o 10 Os gatos mais populares da Grã-Bretanha), Japão, EE.UU. (está localizado logo abaixo da postagem 20 das raças de gatos mais populares dos EUA), Alemanha e França, onde ele ocupa a posição 25 das raças favoritas de gatos dos franceses, unhas em 150 inscrições anuais no Livro Oficial das Origens Felinas (LOOF)

Características físicas

O Gato Azul Russo é um gato de pêlo curto elegante, com pernas longas e pele esguia..

Azul Russo. Tipo americano. O criador é Brad Kardux, Gatil Bluemews, Pensilvânia – Doug Miller, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons

A característica especial de Azul Russo é a sua vocação pele dupla, em que a pelagem externa tem o mesmo comprimento que o subpêlo. Isso faz com que o pêlo se destaque e é especialmente macio e sedoso.. Como o nome sugere, o a cor da pele é sempre azul ou cinza-azulado. Sombreamento não é permitido, manchas brancas ou manchas tigradas. Quando eles são jovens, gatos ainda podem ser ligeiramente malhados.

Embora preto e branco não sejam reconhecidos por todas as organizações felinas, todos concordam que a cor do pelo do gato deve ser perfeitamente uniforme em todo o corpo, incluindo focinho e almofadas dos pés. O sombreamento está excluà­do, marcas de tigrado ou manchas. Contudo, gatinhos à s vezes podem mostrar marcas fantasmas nos flancos e cauda, que desaparecem com aproximadamente um ano de idade.

Graças à s pontas dos cabelos incolores (derrubada), pelo azul brilha prateado na luz.

O elegante russo tem uma postura graciosa e uma cabeça angular com uma boca “sorrindo”. Os Grandes olhos, em forma de amêndoa, desenvolver uma coloração verde esmeralda em animais adultos.

Tamanho e peso

  • Tamanho macho: 30 cm
  • Tamanho fêmea: 30 cm
  • Peso macho: 3,5 – 4,5 kg
  • Peso fêmea: 2,5 no 3,5 kg
  • Variedades "Gato azul russo"

    Apesar dos esforços dos criadores da Gato azul russo para padronizar o físico da raça, ainda existem diferentes tipos morfológicos, devido à  sua rica história:

  • O tipo Siberiano / escandinavo, menor do que outros representantes da raça e particularmente elegante, com orelhas abertas e uma cor mais escura do que os outros azuis russos;
  • O Tipo americano, o mais gracioso. É de tamanho médio, com uma cor bastante clara e orelhas bem separadas;
  • O Tipo inglês, o mais robusto. Distingue-se visualmente de outras variedades por suas pontas finas colocadas verticalmente.
  • A maioria das associações de grandes felinos reconhece apenas a cor azul, com uma ponta de cabelo levemente branco e grisalho, dando ao casaco uma aparência brilhante e prateada. O nariz e almofadas são cinza, carvão ou lilás escuro.

    A variedade branca, que só é reconhecido por organizações em alguns países, tem pelo branco com reflexos prateados e nariz e almofadas rosa.

    Por último, a variedade negra, que está na mesma situação do branco em termos de reconhecimento, é caracterizada por pêlo preto brilhante da raiz às pontas, e um nariz e almofadas pretas ou castanhas escuras.

    Caráter e habilidades

    A natureza de Gato azul russo é fascinante e versátil. Por um lado, ele é frugal e calmo, mas, por outro lado, também pode ser temperamental e selvagem. Contudo, em geral é um gato equilibrado que estabelece um forte vínculo com os humanos.

    Azul russo
    Azul russo – Flickr

    O gatos russos preferem dormir perto de seus donos ou mesmo na cama com eles, mas eles nunca são intrusivos. Contudo, são bastante reservados com estranhos e a raça não tolera muito bem o barulho. Sentir confortável, o gato sensível prefere uma rotina diária regular e a companhia de uma babá.

    Esses gatos espertos são curiosos e brincalhões, permitindo que aprendam rapidamente novas habilidades. Se querem, animais saltadores podem abrir portas e escalar armários altos. Contudo, Sua natureza cautelosa e atenciosa garante que nada seja quebrado no processo. Em resumo, O Russian Blue é um gato ideal para um casal calmo ou uma pessoa solteira.

    Cuidar da "Gato azul russo"

    gato interno ou externo?

    O Gato azul russo é uma raça de gato frugal, que também está satisfeito em viver apenas dentro de casa. Situações inesperadas do lado de fora podem ser demais para o gato sensà­vel e estranhos podem assustá-lo.. Acesso seguro ao ar livre em um jardim cercado ou na varanda é uma alternativa melhor, dependendo da possibilidade. O gato também é uma das raças que pode até ser levado a passear na coleira, se se habituar a isso.. O gato russo também se dará bem com as pessoas que trabalham e têm muitas oportunidades de arranhar e escalar. Ele está feliz por ter um parceiro para abraçar e brincar. O que mais, o gato inteligente quer ser desafiado e precisa de atividades desafiadoras, sem acesso ao exterior.

    Quanta atividade ele precisa? "Gato azul russo"?

    Apesar de Azul Russo é uma raça de gatos calma e relaxada, também há um pouco de predador nele. Não precisa de muito, mas sim uma atividade desafiadora. A maioria dos brinquedos inteligentes para gatos são vistos mais rapidamente do que muitas outras raças. É melhor alternar entre diferentes jogos e brinquedos para que ele não fique entediado. Os gatos atléticos também querem exercitar suas habilidades atléticas regularmente.. Portanto, deve haver uma ou mais estacas e espaço suficiente para correr. Você não deve perder as sessões diárias de mimos com seu humano favorito. O gato russo gosta de observar os arredores de um ponto de vista elevado e relaxar em paz e sossego.

    Saúde e nutrição

    Azul Russo
    Close do rosto de um azul russo – Wikipédia

    O Gato azul russo é uma raça de longa duração, com uma expectativa de vida entre 15 e 20 anos. Na verdade, este animal resistente não apresenta nenhum problema de saúde específico, exceto uma predisposição a pedras nos rins.

    Por outro lado, sendo um grande glutão, o risco de obesidade em gatos é real, especialmente se eles não são ativos o suficiente ou são mimados por seus proprietários. Portanto, é importante garantir que a ração diária do gato seja adaptada à s suas necessidades, pedindo conselho ao veterinário, se necessário.

    Por último, deve-se notar que as ninhadas do tipo inglês tendem a ter mais gatinhos do que as de outros tipos.

    compre um "Gato azul russo"

    Se você quiser ter o seu próprio Gato azul russo, você encontrará muitos criadores desta raça. Infelizmente, Mais e mais golpes na Internet estão vendendo gatos não puros ou mesmo doentes a preços caros. É por isso que., certifique-se de que o criador é membro da Associação de Criadores de Azul Russo. Esta é a única maneira de garantir um gatinho de raça pura e saudável.. É claro, voce vai pagar muito mais, com preços que estão por aà­ 700 EUR, mas vale a pena. A maioria dos gatinhos já são treinados em casa, vacinados, desparasitados e chip. Se você quer ajudar um animal em necessidade, você também pode encontrar o que procura em um abrigo para animais.

    Và­deos do "Gato azul russo"

    Azul Russo (Azul Russo) – Raça de Gato
    RUSSIAN BLUE CAT 101 – Watch This Before Getting One!

    Nomes alternativos:

    Archangel Blue, Archangel Cat.

    4.8/5 (5 Votos)

    1 pensou em “Gato azul russo”

    1. tenho um gato da raça russo azul ele e um gato lindo fofo e carinhoso e muito brincalhao amo muuuito ele e sempre que posso ponho ele na rede ao meu lado.porem achei ele na rua sozinho e pensei coitadinhoo e nem sabia que esses gatos eram tao caros peguei ele por amor.

      Resposta

    Deixar um comentário