▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Gato Tonquinês
Federações: LOOF, CFA, ACF, ACFA, TICA

O Gato Tonquinês Distingue-se pela grande variedade de aparências que pode apresentar a sua pelagem., ambos em termos de cor, como em padrão e até mesmo em comprimento.

Conteúdo

Classificações do "Gato Tonquinês"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Antes de considerar a aquisição de um gato da raça "Gato Tonquinês" você sabe alguns fatores. Você deve levar em consideração o caráter deles, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

Alegria

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nà­vel de atividade

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Bondade para outros animais de estimação

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Simpatia para com as crianças

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Requisitos de higiene

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vocalidade

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de atenção

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Carinho para com seus donos

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Docilidade

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Independência

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Robustez

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

História

O Gato Tonquinês (também conhecido como “Tonk“) es un híbrido entre el Siamês e o Birmano. Sus antepasados procedían del sudeste asiático, mais especificamente do Sião (nome antigo da tailândia) e Birmânia. Em outras palavras, o nome dele é confuso, já que, ao contrário do que se possa pensar, não vem de Tonkin, a parte norte do atual Vietnã. Esta raça tem a particularidade de ter surgido naturalmente, desde seu “ancestrais” o Siamês e o birmanês compartían el mismo territorio, e aconteceu que eles acasalaram um com o outro, sem planejamento humano, com a intenção de criar uma nova raça. É provável que esses acasalamentos inter-raciais aleatórios já ocorram por um longo tempo.

O primeiro “Gato Tonquinês”

Tonquinês
Gatos Tonkinese Odin e Oscar dormindo

Na década do 50, Milan Greer, un entusiasta de los gatos domésticos que vivía en Nueva York, decidiu criar Siamês seal point com birmanês para produzir o que ele chamou Siamese Dourado. Había aprendido que cuando este tipo de hibridación se producía accidentalmente, gatinhos foram considerados defeituosos e descartados, sobre todo porque se pensaba que no podían reproducirse entre sí. Greer começou a mostrar que essa crença estava errada. Ele alegou ter conseguido cruzar seus gatos Siamese Dourado a lo largo de cinco generaciones y consideraba que había logrado su objetivo. Ele abandonou seu projeto no inà­cio da década seguinte, aunque sus gatos ya se habían hecho muy populares en Nueva York.

Na década de 1960, o criador canadense Margaret Conroy Ela foi forçada, devido a uma série de circunstâncias, acasalar com seu gato Khosoom, um gato birmanês sable, com um Siamês colourpoint (o “seal point“) castanho escuro. O plano original era enviar Khosoom para Nova Iorque, donde había encontrado un macho Birmanês con el que pensaba que sería interesante aparearse. Contudo, dado el carácter más bien tímido de Khosoom, abandonou este plano e decidiu, em vez disso, acasalá-la com um Siamês seal point, seguindo o conselho de um juiz do Canadian Cat Association (CCA).

Mais ou menos na mesma época, nos Estados Unidos, um criador de Siamês de Nova Jersey, Jane Barletta, e outro criador da Califórnia, Mary Swanson, iniciaron sendos programas de cría de Siamês e birmanês. Mais tarde, um anúncio para Jane Barletta para o Cat Fanciers’ Association (CFA) permitiu que os dois americanos e o canadense entrassem em contato e colaborassem no primeiro novo padrão da raça. Eles também trabalharam juntos para obter o reconhecimento oficial do CFA.

Gatinhos nascidos para Khosoom eles eram bege com olhos turquesa, mas os três pioneiros logo desenvolveram indivà­duos com diferentes tons de pele e olhos, apresentando várias variedades de birmanês o Siamês en sus programas de cría. Por exemplo, Jane Barletta usou um Siamês blue point, enquanto que Margaret Conroy levantou um Birmanês azul com um Siamês de blue point, e um Siamês red point com um Birmanês sable. Outros criadores, especialmente na costa oeste dos Estados Unidos, eles também entraram na briga e começaram a desenvolver o Gato Tonquinês com várias variações de cores. O trabalho de todos esses entusiastas resultou na grande variedade de casacos e aparências dos olhos para os quais o Tonquinês hoje em dia.

Em 1971 uma reunião de muitos deles foi organizada em Boston. Nesta ocasião foi fundado o primeiro clube da raça, o Club de la Raza tonkines.

Uma nova raça… ¿o no realmente?

"Gato Tonquinês"

Tonkinese
Gato Tonkinese – Esteban Maurer, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

The Canadian Cat Association (CCA) afirma que o Gato Tonquinês foi a primeira raça de gato doméstico reconhecida no Canadá. É verdade que o CCA foi a primeira organização felina a aceitar o registo desta raça. (então ligue “Tonkanese“) em 1967, e depois, em 1971, permitiu-lhes participar em exposições felinas organizadas sob os seus auspà­cios, com um novo nome (“Tonkinese“). É por isso que., a raça é considerada nativa do Canadá.

Contudo, mais do que o nascimento de uma nova raça, sería más exacto hablar de un renacimiento, ya que los híbridos entre birmanês e Siamês ya existían desde hacía muchos años, y algunos incluso habían llegado a Occidente, principalmente para os Estados Unidos e Reino Unido.

Na verdade, este pequeño gato híbrido ha estado presente en el Reino de Siam desde hace mucho tiempo, e foi descrito já no século XIV na Tamra Maew, uma coleção de poemas sobre gatos domésticos escritos pelos monges de um templo budista.

Debido a la aparición natural de híbridos Birmanês-siamês, alguns deles foram trazidos para o Ocidente já no inà­cio do século 19. No Reino Unido, eles são conhecidos como “siameses de chocolate“.

Mais recentemente, em 1930, o Dr.. Joseph Cheesman Thompson, neurocirujano retirado de la Marina estadounidense e interesado en la entomología, la herpetología y la fauna en general, levou San Francisco para Wong Mau, um gato considerado então como Siamês. Contudo, estava longe do padrão da raça: era pequena, compactar, de ossatura muito fina, -de-cauda-curta, seus olhos eram muito redondos e muito distantes, e as pontas de seu pelo eram castanho chocolate, e, portanto, muito escuro. Na verdade, agora é geralmente aceito que Wong Mau era en realidad un híbrido Birmanês-siamês, e que esta hibridização ocorreu naturalmente na Birmânia.

Vigarista Wong Mau como pai original, o Dr.. Thompson começou a desenvolver uma nova raça de gato que recebeu o nome de “Birmano“. Fue un Gato Tonquinês el que dio origen a este último, muito antes de sua verdadeira raça ser conhecida e reconhecida, o Tonquinês. Por um justo retorno das coisas, o gato birmanês contribuiu, por sua vez, para a criação oficial do Gato Tonquinês cerca de trinta anos depois.

O reconhecimento de “Tonquinês” por associações felinas

Seguindo os passos da Canadian Cat Association da 1967, o Cat Fanciers’ Association (CFA) reconheceu o Gato Tonquinês em 1974. Contudo, não foi até 1984 quando a CFA permitiu que seus representantes participassem de concursos de beleza organizados sob seus auspà­cios.

Por seu lado, a TICA (International Cat Association) concedeu total reconhecimento à  raça em 1979, dándole así acceso tanto al registro como a las exposiciones felinas.

Na Europa, o Governing Council of the Cat Fancy (GCCF), a principal associação felina britânica, também reconhece o Tonquinês, semelhante a Livre Officiel des Origines Félines (LOOF) Francês.

No resto do mundo, a raça é reconhecida pela Australian Cat Federation (ACF), la New Zealand Cat Fancy (NZCF) y el Conselho do Gato da África do Sul (SACC).

Por último, la única excepción entre las principales organizaciones felinas -y es grande- é o Fédération Internationale Féline (FIFé), que aún no la reconoce.

Contudo, de todos os outros, poucos aceitam a variedade chamada “de pêlo longo” (mas cujo pelo é meio longo), geralmente contente em considerar o Tonquinês como uma corrida de gato de pêlo curto.

Na verdade, entre as principais instituições, apenas o Livre Officiel des Origines Félines (LOOF) O francês reconhece o Tonquinês cabeludo e aceita o registo de gatinhos desta variedade. Por conseguinte, opõe-se à  posição de suas contrapartes, que não permitem mais cruzamentos com outras raças.

Em vigor, para obter gatinhos de pêlo semi-comprido, é necessário hibridizar o Shorthair tonkinese com um indivà­duo de outra raça com a dita pele. Isso é exatamente o que o LOOF autoriza, quem aceita casamentos com asiático de pêlo longo, mas devem ser sépia e não pontiagudos. Esta autorización provisional debía finalizar el 1 em Janeiro de 2020, mas foi estendido até 1 em Janeiro de 2025, debido a los bajos números de la raza. Até a mesma data e com o mesmo objetivo, Eu quero dizer, diversificar o patrimà´nio genético da raça para evitar problemas de saúde ligados ao excesso de endogamia, autoriza casamentos de tonquinês de pêlo curto com o Gato Burmês europeu.

Popularidade de "Gato Tonquinês"

O Tonquinês é mais popular na América e no mundo anglo-saxão em geral do que na Europa continental.

Em França, o Livre Officiel des Origines Félines (LOOF) tiene estadísticas separadas para las variedades de Pelo curto e pêlo longo. Desde o inà­cio da década 2000, registrou-se ao redor 30 - 50 nascimentos de tonquinês de pêlo curto um ano, mas esta figura, que antes era relativamente estável, caiu de repente para 15 em 2018 agora apenas 6 em 2019. La complejidad de la cría de Tonquinês podría ser un factor de este declive. Na verdade, como los criadores han tratado de excluir de la cría a las líneas con problemas genéticos, o pool genético da raça foi significativamente reduzido, o que tornou seu trabalho difà­cil.

É claro que o tonquinês de pêlo longo não será capaz de assumir. Na verdade, el número de inscripciones anuales, que não excedeu mais dez, também desabou em 2018 e 2019 até chegar a zero. No total, havia apenas 48 nascimentos entre 2010 e 2019.

Por outro lado, nos Estados Unidos, o Tonquinês fileiras 20 (de 45) no ranking estabelecido pelo Cat Fanciers’ Association (CFA) según el número de registros anuales en la organización. Aunque no es una de las razas más populares del país, continua a desfrutar de alguma popularidade. Contudo, esta popularidade está diminuindo, desde o inà­cio da década de 2010 ocupaba el 15º puesto.

O mesmo fenà´meno é observado no Reino Unido, onde a cada ano 200 gatinhos Tonquinês no Governing Council of the Cat Fancy (GCCF), lo que la sitúa en torno a la 15ª posición en el ranking de razas felinas más populares del país. Isso está longe da média de 500 nacimientos al año que había en torno al año 2000.

Características físicas

"Gato Tonquinês"

Tonkinese
Tonkinese kitten OdinAngela Thomas de Sydney, NSW, Austrália, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons

La morfología del “Tonquinês”

La morfología del Gato Tonquinês É intermediário entre o tipo longo e fino (Oriental) do Siamês e o tipo longo e poderoso de Birmano. É de tamanho médio, com uma aparência entre a de seus dois ancestrais, e seu corpo não deve ser magro e esguio como o primeiro, nem sólido, compacto e de ossatura forte como o segundo. Isso sim, tem músculos poderosos, especialmente o homem: isso explica seu peso excepcionalmente alto para um gato de seu tamanho. Especialmente quando eles são castrados, uma vez que eles geralmente pesam entre 5 e 6 kg. As mulheres têm um peso muito mais padrão, entre 2,5 e 3,5 kg.

Embora possam diferir muito em peso, os dois sexos são bastante semelhantes em tamanho, sobre 25 - 30 cm.

Seja qual for o sexo, o pernas do Gato Tonquinês eles são finos e de comprimento proporcional ao corpo. Eles terminam em pernas ovais, com cinco dedos na frente e quatro atrás. A cauda também tem um comprimento proporcional, Eu quero dizer, aproximadamente igual à  distância da garupa até o final das omoplatas, e diminui até um ponto.

O focinho é arredondado e os olhos são amendoados em vez de redondos. O olhos geralmente são azul água-marinha, mas também podem ser verdes ou verde-amarelados, siendo este último el color más común de los individuos mostrados. O orelhas são de tamanho médio, são amplamente espaçados e têm uma base ampla que se estreita até a ponta arredondada.

Uma grande diversidade de aparências

O Gato Tonquinês Distingue-se pela grande variedade de aparências que pode apresentar a sua pelagem., ambos em termos de cor, como em padrão e até mesmo em comprimento.

Contudo, nem todas as cores são reconhecidas por todas as associações felinas, sendo alguns mais restritivos do que outros neste sentido. Por exemplo, o American Cat Fanciers’ Association (CFA) reconhece apenas quatro cores básicas: natural (Castanho médio), champanhe (lustre), azul e platina. Do outro lado do espectro, a TICA (International Cat Association) reconhece todas as cores conhecidas, Eu quero dizer, nada menos que treze. Entre eles, o CCA (Canadian Cat Association) aceita seis cores: natural, champanhe, mel, azul, platina e fulvo.

O que mais, a pele do Gato Tonquinês pode ter três tipos diferentes de padrões:

“colorpoint” (pontiagudo)

Um padrão semelhante ao clássico siamês: na maior parte do corpo, cabelo termina em “pontos” mais escuro que a cor de base, que pode ser branco ou creme. Os gatos com este padrão têm olhos azuis..

“Sólido, também chamado sépia

Semelhante ao padrão de Birmânia: a cor do cabelo é uniforme em quase todo o corpo ou tem pontas fracas. Este padrão está associado a olhos verdes ou verdes dourados..

“Vison ou zibelina

Padrão intermediário entre os dois primeiros. As pontas são mais marcantes do que o padrão points, mas mais contrastado do que aqueles do desenho sólido. Os olhos são de um azul esverdeado pálido, chamado água-marinha, que pode variar em tons de azul e verde.

Os treze tons reconhecidos podem ser combinados em três padrões cada, que também existe em uma versão tabby no Tonquinês com pontas e padrões de vison. Esto significa que el número de combinaciones posibles es muy grande, o que torna o Tonquinês em uma das mais diversas raças neste sentido.

Su aspecto es aún más variado, já que sua cor muda com o tempo. Os gatinhos podem levar até 16 meses para mostrar sua cor adulta, que tende a escurecer com o tempo.

O Gato Tonquinês tem um peles curto e denso. O casaco tem uma textura fina, suave como a seda e um brilho lustroso. As extremidades (Eu quero dizer, a máscara, as orelhas, pernas e cauda) são escuros e a intensidade de sua coloração diminui gradualmente, fundindo-se com o do corpo.

Contudo, Apesar de Tonquinês geralmente tem o Pelo curto, há também uma variedade menos conhecida e reconhecida- de pêlo semilargo, que é uma cruz com ele Gato asiático de pêlo semi-longo (Tiffany).

Tamanho e peso

  • Tamanho: 30 cm
  • Peso: A partir de 2,5 - 5,5 kg

Padrão da raça

Os padrões da raça são documentos preparados por órgãos oficiais nos quais são listadas as condições que um cão deve atender. Tonquinês ser totalmente reconhecido como pertencente à  raça:

Saúde

Tonquinês
Gato Tonquinês- Flickr

Como seus ancestrais, o Siamês e o Gato Sagrado da Birmânia (Birmano), o Gato Tonquinês goza de boa longevidade: Não é incomum para ele atingir a idade venerável de 18, 19 o incluso 20 anos, superando así a menudo la edad media de 15 anos que os gatos domésticos alcançam.

Contudo, assim como seus ancestrais, pode estar sujeito a certas doenças genéticas:

  • O amiloidose, una enfermedad que se produce cuando una proteína, substância amilóide, é depositado nos órgãos (empezando por el hígado) e impede o seu bom funcionamento. Os rins geralmente são um dos órgãos afetados, portanto, pode ocorrer insuficiência renal. A amiloidose também pode causar mau hálito e gengivite.;
  • Estenose aortica, Eu quero dizer, um estreitamento da aorta: esta doença congênita pode causar retardo de crescimento;
  • Estrabismo convergente (olhos estreitados) causado por malformaciones congénitas de las vías del nervio óptico;
  • Estenose pilórica congênita, que es un estrechamiento del esfínter entre el estómago y el duodeno. Pode causar problemas de retenção gástrica, manifestado na forma de và´mito, que costumam ser graves e ocorrem muito depois de comer. Esses và´mitos consistem em alimentos não digeridos ou mal digeridos.
  • Síndrome de hiperestesia felina, um problema neurológico que causa maior sensibilidade dos diferentes sentidos. Causa comportamento inoportuno e impressionante em indivà­duos afetados;
  • Linfoma, ou câncer de linfa. Todas as raças podem ser afetadas, mas os orientais são os mais afetados;
  • O nistagmo, um distúrbio neurológico que causa movimentos rápidos e involuntários dos olhos;
    atrofia progressiva da retina (ARP), uma doença incurável da retina que causa perda total da visão no gato. Existe um teste genético para diagnosticar isso.

Um criador responsável por Tonquinês tem o cuidado de selecionar garanhões que não são afetados por doenças congênitas, e cujos ancestrais também não são. Qualquer comprador potencial é aconselhado a exigir uma prova de que os pais e o gatinho foram testados., e que eles foram negativos.

Vale ressaltar que o Tonquinês é muito saudável porque, desde o começo da corrida, criadores têm trabalhado juntos para reduzir o risco de endogamia. Por meio de comunicação eficaz entre eles, han conseguido eliminar las líneas con problemas genéticos.

Várias associações felinas - incluindo o CFA- não permite mais cruzamentos com outras raças e, Por conseguinte, considere que a raça é um “corrida fechada”. Em consequência, os criadores de Tonquinês, como as de outras raças fechadas, estão preocupados com o possà­vel esgotamento do pool genético do Tonquinês. Esto podría dar lugar a una raza con peor salud, vida mais curta e menos ninhadas. É provavelmente por esta razão que, em França, o LOOF autoriza cruzamentos com o Gato Burmês europeu e o Gato asiático de pêlo comprido (apenas o tipo “choco sem corte”).

Limpeza

"Gato Tonquinês"

Tonkinese
Tonkinese kitsFlickr

O casaco curto do Gato Tonquinês não requer cuidados particularmente extensos. Escovar o pelo do gato semanalmente é o suficiente. É claro, a pelagem da variedade de pêlo comprido pode exigir uma escovação mais frequente.

Durante a sessão de manutenção semanal, as orelhas também devem ser examinadas e, Sim é necessário, limpe-os com uma bola de algodão ou pano macio embebido em uma mistura de vinagre de cidra e água morna em partes iguais.

Apesar de Gato Tonquinês no tiene ningún problema ocular particular, os olhos também devem ser verificados regularmente. Se crostas e sujeira se acumularam no canto dos olhos, deve ser limpo com um algodão limpo embebido em água morna ou solução salina.

O que mais, como com outras raças, a escovação regular é recomendada para prevenir Doença periodontal.

Dependendo do seu nà­vel de atividade, Também pode ser necessário aparar as unhas do seu gato se suas pontas ficarem muito longas e afiadas. Isso é especialmente importante para gatos domésticos., uma vez que o desgaste natural é geralmente insuficiente, embora ter um poste para arranhar pode reduzir muito essa necessidade.

Alimentos

Alimentando um Tonquinês não apresenta nenhuma dificuldade especial. Você apenas tem que se certificar de que a comida que você dá é balanceada e de boa qualidade., procurar aconselhamento, se necessário, de um criador ou veterinário.

O que mais, como no caso de qualquer outra raça, Também deve ser levado em consideração que as necessidades alimentares do gato mudam ao longo de sua vida, e fazer os ajustes necessários de acordo.

Em qualquer caso, como o Tonquinês ele é um gato curioso e ativo, não muito sujeito a problemas de obesidade, especialmente se você passa parte do seu tempo no exterior.

Isso é especialmente verdadeiro porque eles normalmente são capazes de autorregulação e, Por conseguinte, eles podem ter comida disponà­vel o tempo todo sem causar problemas.

compre um "Gato Tonquinês"

Na Europa - e especialmente na França- o preço de um gatinho Tonquinês destinado a la compañía oscila entre los 800 e o 1000 EUR. Contudo, en el caso de un individuo destinado a la cría y/o a los concursos de belleza de gatos, a quantidade pode muito bem exceder esses números. Em qualquer caso, puede diferir según el linaje y la cría de la que proceda el gatito, mas realmente não depende do sexo: os preços de homens e mulheres são mais ou menos os mesmos.

Nos Estados Unidos, o preço varia entre 600 e o 1.200 $. Mais uma vez, un animal de cría o de exposición puede ser significativamente más caro.

Và­deos do "Gato Tonquinês"

5/5 (2 Votos)
Compartilhe com os seus amigos !!

Deixar um comentário