Poitevin (cão)
Francia FCI 24 . Farejadores de grande porte

Poitevin (cão)

No passado, também era usado como caçador de lobos.

conteúdo

História Poitevin (cão)

A hipótese mais difundida sobre a origem desta raça de cão é que foi o Visconde Émile de La Besge quem começou a criar o Poitevin (cão) na primeira metade do século 19. Seus cachorros, que ele havia recebido como um presente de um tio, foram o resultado de uma união entre Chiens Blancs du Roi e Larryes. O visconde não criou nenhum outro cão até que a raiva o matou em 1842. Ele perdeu todos os seus animais, exceto duas cadelas.

Para restaurar sua população, Émile de La Besge teve seis cães trazidos da Inglaterra (provavelmente Foxhound-inglês). No entanto, em seguida, tentou reverter sua influência por meio de endogamia estrita. É assim que os dois machos nasceram, Talbot e Rochester, e as duas mulheres, Tartane e Turbulente. Talbot e Turbulento Eles tiveram uma filha, Precipitado, que se tornou famosa por seu nariz particularmente fino e velocidade. Acasalado com Traveller, um macho inglês criado por ele Conde Le Couteulx e deu à luz cachorros de qualidade excepcional. É assumido que Poitevin (cão) hoje são todos descendentes de Fringante e Viajante. No entanto, um certo conde Henri de La Porte alegou que seus tios Auguste e Paulo eles já haviam começado a corrigir a corrida em 1835, e que no início havia alguns outros, a saber, o macho Ténor e a mulher Ravissante.

O Poitevin (cão) não foi aceito como um cão de raça por muito tempo. No famoso manual de caça francêsParforce, publicado em 1890 pela contagem Le Couteulx de Canteleu, eles apenas mencionaram “bastardos de Haut-Poitou“, embora a capacidade dos cães de caçar lobos fosse certamente apreciada. Além dos cães brancos reais e do Foxhound-inglês, é dito que o desaparecido Larryes e Céris contribuiu para a criação da raça. Foi um Sabujo tamanho médio branco e laranja. Diz-se que ele se parecia com galgos e era um caçador de lebres muito bom. Talvez seja dele que a elegância especial do Poitevin (cão). Alguns cinologistas também acreditam que se trata de Larrye, que dizem ter tido galgos em sua linha ancestral.

Fotos:

1 – Um Poitevin de Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Características físicas Poitevin (cão)

A pelagem desses cães com pedigree é curta e brilhante. Os cães são geralmente tricolores e têm pelo preto ou grandes manchas pretas. Alguns espécimes também podem ser de dois tons laranja e branco ou cor de lobo. Em geral, o físico é poderoso e elegante. Os olhos escuros expressivos dão a Poitevin (cão) um olhar sério.

Altura à Cruz: Para os machos entre 62 e 72 cm, para mulheres 60 a 70 cm.

Peso: Aprox.. 30 kg.

Caráter e habilidades Poitevin (cão)

O caráter de Poitevin (cão) é caracterizado por sua resistência e tenacidade. Este cão com pedigree não é detido nem mesmo por terrenos acidentados. A corrida Poitevin (cão) é corajoso. Ele é gentil com os humanos.

Os cães desta raça foram criados para caça e, de um modo geral, eles não estão satisfeitos com uma vida como um cachorro de sofá. Idealmente, esses cães deveriam ser caçadores. Se você quer ter um cachorro desse tipo, mas não o use para caçar, você deve oferecer a esses animais uma ocupação adequada e exercício suficiente.

Aptidões

No passado, o Poitevin (cão) Ele se especializou principalmente em caçar lobos. Ele estava incansavelmente no caminho de sua difícil presa. Mas hoje este lindo cão de caça, isso é forte, elegante e leve ao mesmo tempo, pode ser usado para caçar todos os animais. A floresta de La Moulière, onde nasceu ele Poitevin (cão) atrás 150 anos sob a égide do Visconde de La Besge, não era um terreno fácil. Os cães deviam ser capazes de vagar por vegetação rasteira densa e espinhosa sem hesitação e não podiam ser perturbados por galhos pendentes, tojo e similares. E até hoje a raça manteve sua resistência e tenacidade especiais, permitindo que você conclua uma tarefa em qualquer circunstância.

Poitevin (cão)
Poitevin (cão)

Além disso, o Poitevin (cão) Eu precisava de uma porção adequada de coragem, porque eu tive que colocar o lobo, também, e era muito maior que o seu Poitevin (cão). O Poitevin (cão) eles ainda tiveram que perseguir lobos especialmente robustos, às vezes quase 100 km. Durante a noite eles e os cães descansaram, mas na manhã seguinte o Poitevin (cão) eles tinham que ser capazes de seguir a trilha novamente. Para isso, eles precisavam de um olfato extremamente pronunciado.

Está acostumado a viver em canil há muito tempo, então esta ainda é a maneira ideal de manter o Poitevin (cão). No entanto, o canil deve ser tão grande que os cães que vivem nele tenham espaço suficiente para desabafar. Deve-se prestar muita atenção à higiene e limpeza de sua casa.

Também fora da temporada de caça, o Poitevin (cão) precisa de muito espaço e oportunidades suficientes para correr e jogar, um parque seria o ideal. Se os cães vivem em um canil, visite-os tão frequentemente quanto possível, porque a relação com os humanos não deve ser negligenciada.

Poitevin (cão) saúde e cuidados

O Poitevin (cão) é considerado um cão com saúde robusta. Pouca manutenção necessária. O pêlo curto pode ser escovado de vez em quando. As orelhas devem ser verificadas regularmente quanto a parasitas e limpas. Os donos de cães que desejam se proteger da melhor forma possível são aconselhados a ter seguro médico para cães e seguro de responsabilidade civil para cães.

Nutrição Poitevin (cão)

Este cachorro come por dois, especialmente durante a temporada de caça. Mas ele não é muito exigente e fica satisfeito com comida simples. Diariamente 200 g de vegetais com 200 g de cachorro ou flocos de arroz e 400 g de carne. Miudezas como fígado, os rins e o coração são particularmente adequados. Especialmente para cachorros e cães jovens. Os ovos também contêm muitos nutrientes valiosos. Eles podem ser alimentados tanto cozidos quanto crus. Em certas circunstâncias, mesmo com a concha. Durante a temporada de caça, o que é muito difícil para cães, você deve alimentá-los com bacon gordo. É claro, o cão deve sempre ter água fresca disponível. Um sistema de irrigação automático é recomendado aqui.

Onde comprar um Poitevin (cão)

Se você está interessado nesta raça de cão e está procurando o criador Poitevin (cão) certo, você pode precisar planejar um pouco mais de tempo para a pesquisa. Esses cães de caça franceses não são muito comuns fora de seu país de origem. Por esta razão, os interessados ​​devem procurar um criador na França.

Vídeos de Poitevin (cão)

Poitevin hound 🐶🐾 Everything Dog Breeds 🐾🐶
Seu Animal De Estimação Ideal O Poitevin

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 24
  • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
  • Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.1: Farejadores de grande porte.
  • Sociedade Canina Central

Padrão FCI da raça Poitevin (cão)

Padrão FCI da raça Poitevin (cão)
.

CLASAPLICAÇÃO FCI:

Grupo 6: Sabujos, cães rastreadores (exceto Lebreles) e raças afins.

Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com trabalho julgamento.

APARSEGURO GERAL: Este é um cachorro muito distinto, que reúne, com alto grau de perfeição, características como força, elegância e agilidade, combinado com um conjunto de cores muito atraentes.

CABEZA: É alongado, mas sem excessos. Não é muito largo, e os ossos se projetam com uma ligeira protuberância na parte de trás do crânio.

GIOhN CRANIANA:

Cenfurecido: É mais plano do que abobadado e desce ligeiramente inclinado em direção à ponte nasal.

GIOhN FACIAL:

  • Trufa: Muito forte, amplo e proeminente.
  • Caña nasal: Ligeiramente protuberante. É alongado, embora não em excesso.
  • Belfos: O lábio superior cobre bem o lábio inferior. O focinho é um pouco pontudo.
  • Ojos: Grande, Brown, com borda preta. O look é expressivo.
  • Obares: Largura média. Eles são finos e sua inserção é um pouco baixa. Eles são moderadamente longos e um pouco tortos.

COMELLO: É muito tempo, Delgado, e não há queixo duplo.

COMERPO

  • Espalda: É bem musculoso e bem aderido ao corpo.
  • Lombo de porco: Bem musculado.
  • Coandaime: longo.
  • Flancos: Eles são ligeiramente elevados, embora a barriga esteja bastante desenvolvida.

COLA: Comprimento médio. É magra, e não é em forma de espiga (em direção à ponta, em torno de cauda, cabelos mais longos e grossos ligeiramente distantes). É bem preso ao lombo, e tem uma forma ligeiramente curvada. O cachorro usa elegantemente.

EXTREMIDADES

MEMBROS ANTERIORES: Em linha reta, bem musculado. Eles são finos, forte, plano e largo.

Ho(m)bro: Longo, plano e oblíquo. É apresentado junto ao corpo.

MEMBROS POSTERIORES:

  • Ancaso: Ligeiramente oblíquo, sólido e longo.
  • Coxas: Muito musculoso.
  • Corvejón: Fica perto do chão. Ele esta bem vestido, embora seja ligeiramente inclinado.

PIÉ: Pé de lobo, bastante alongado e bem resistente.

MOVIMENTO: É muito solto. O cachorro galopa facilmente, Altura sem esforço e move-se muito bem na vegetação rasteira.

PIEL: A trufa é preta. A pele dos testículos varia entre branco e preto.

MANTO

  • Pelo: Curto e brilhante.
  • Color: Tricolor, com casaco preto ou com grandes manchas; às vezes é branco ou laranja. Muitos espécimes têm cabelo de lobo.

TAMÃO: Altura na cernelha de 62 a 72 cm nos machos, e 60 a 70 cm nas fêmeas.

FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

FALTAS DESQUALIFICANDO:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • Cambosdia, agressão em direção do proprietário.
  • Cachorros pretos e brancos
  • Presença de papad
  • Cães com prognatismo leve não serão eliminados
  • Em igual qualidade, cães com mandíbula normal são preferidos.

N.B.:

  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

EleAs últimas alterações estão em negrito.

Nomes alternativos:

    1. Haut-Poitou (Inglês).
    2. Chien du Haut-Poitou (Francês).
    3. Haut-Poitou (Alemão).
    4. Pictava (Português).
    5. Poitevino (español).

Cão-de-taiwan
Taiwán FCI 348 . Tipo primitivo - cães de caça

Cão-de-taiwan

A raça é patrocinada pelo Japão.

conteúdo

História do Cão-de-taiwan

Em 1980 a raça foi objeto de um estudo da Universidade de Taiwan, Universidade Gifu do Japão e Universidade de Nagoya. O objetivo do estudo era descobrir as origens do Cão-de-taiwan. Para fazer isso, os alunos examinaram 29 raças de cães indígenas e concluiu que o Cão-de-taiwan current é uma raça nativa que na verdade descende de cães de caça do sudeste asiático. Esta raça de cães asiáticos é agora popular em toda a ilha como cão de guarda e de companhia.. Em 2004 foi oficialmente reconhecido pela FCI.

Características físicas Cão-de-taiwan

Os machos de Cão-de-taiwan atingir uma altura de cernelha de até 52 cm. Quando totalmente crescidos eles pesam 18 kg, enquanto as mulheres estão sobre 5 cm menor e 2 kg mais leve. Animais musculosos caracteristicamente se movem com passadas muito largas, mas eles são rápidos e ágeis devido à sua musculatura pronunciada. O Cão-de-taiwan tem um casaco muito apertado de cerca de 1,5 a 3 cm de comprimento. Uma variedade de cores é permitida, incluindo preto, distribuídos, Amarelo, Branco, preto e branco ou branco e tigrado. O patrocínio da raça foi assumido pelo Japão.

Personagem e habilidades Cão-de-taiwan

Companheiro de caça sociável e leal.
Seu caráter corajoso e intrépido serve ao Cão-de-taiwan em seu papel de cão de caça. Os animais são conhecidos por sua rápida percepção e pelo fato de serem fiéis e leais ao seu dono.. Eles também são adequados como cães de guarda e adestramento e são considerados extremamente sociáveis.

TAIWAN DOG

Eles se adaptam muito bem ao meio ambiente e é por isso que eram capazes de viver tão incrivelmente bem com os povos primitivos no passado.. Além disso, esses cães podem sobreviver no deserto no meio das montanhas, eles podem se destacar de forma excelente e podem lidar com quase todas as situações. Todas essas qualidades fortes podem ser rastreadas até sua dura vida anterior com os povos pré-históricos das montanhas.. Suas habilidades também são aprimoradas ao trabalhar em conjunto com as pessoas. Isso cria confiança entre o cão e o homem., amizades e experiências compartilhadas. O Cão-de-taiwan eles são cães de família grandes e simples. Por causa da vida no deserto, eles não têm uma grande demanda por comida. O Cães taiwaneses eles podem até ser usados ​​como cães de proteção e como cães policiais, porque têm um olfato inconfundível e estão prontos para lutar.

Até hoje esses cães são conhecidos principalmente na região asiática. Na Europa, eles não foram capazes de despertar popularidade comparável até agora.

Saúde Cão-de-taiwan

O Cão-de-taiwan são extremamente resistentes a doenças.

Vídeos do Cão-de-taiwan

Cão taiwanês
Perro de montaña de Formosa / Perro de Taiwan / Taiwan Dog – Raza de Perro / Dog Breed

Fotos:

1 – Cão-de-taiwan por https://pixabay.com/zh/photos/taiwan-dogs-dog-the-black-dog-4890098/

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 348
  • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 7: – Tipo primitivo – cães de caça. Sem prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 5: Cães tipo Spitz e tipo primitivo – Seção 7: Tipo primitivo - cães de caça.

FCI Cão-de-taiwan

FCI Cão-de-taiwan
TRADUCCION:Jorge Nallem, Uruguaio Kennel Clube.

ORIGEM:Taiwan.

PATROCÍNIO:Japão.

DATA DE PUBLICAÇÃO DA NORMA OFICIAL VÁLIDA:09.11.2004.

UTILIZAÇÃO:cão de caça, guarda e companhia.

CLASSIFICAÇÃO FCI:

Grupo 5 Cães tipo Spitz e tipo primitivo.
Seção 7 Tipo primitivo – Cães de caça.
Sem prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO:

Cães taiwaneses são originalmente cães taiwaneses nativos, descendentes de cães de caça do sul da Ásia, chamados de "Cão Pária", com os quais os antigos habitantes locais viviam nos distritos montanhosos centrais. Esta raça era a companhia leal de antigos caçadores da selva.

Em 1980, um estudo cooperativo realizado pelas Universidades: Taiwán Nacional, Japão Gifu y Nagoya, em cães nativos de Taiwan, visitando vinte e nove tribos de habitantes locais, resultou na confirmação de que o atual Taiwan Hound é descendente de cães de caça do sul da Ásia. Esta raça agora é popular em toda a ilha como cão de guarda e companhia.

OLHAR GERAL:

Cachorro de tamanho médio, cabeça triangular, olhos amendoados, orelhas finas e eretas e cauda em forma de foice. Seco, muscular, bem equilibrado.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:

  • Profundidade do peito : altura na cernelha = 4.5 – 4.7 : 10
  • Altura à Cruz: comprimento do corpo = 10 : 10.5 As mulheres podem ser um pouco mais longas.
  • Comprimento do focinho : comprimento do crânio = 4.5 : 5.5

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO:

Extremamente leal ao seu mestre, de sentidos agudos, alerta de movimento, valente e destemido.

CABEÇA

REGIÃO CRANIANA:

Frente:Banda larga, arredondado, sem rugas.
Crânio:O crânio é ligeiramente mais longo que o focinho.
Parar (Depressão fronto-nasal):Bem definido, com um leve sulco.

REGIÃO FACIAL:

Nariz:Tamanho moderado. Narinas amplias. Cor preta, pode ser ligeiramente mais claro em todas as cores exceto pretos.
Focinho:Ponte nasal plana. Lábios apertados, sem pendulosos. O focinho afunila ligeiramente da base em direção ao nariz, mas não é pontiagudo.
Mandíbulas / Dentes:MANDÍBULAS fortes. Bite em tesoura, dentes são inseridos em ângulos retos nas mandíbulas.
Bochechas:Bem desenvolvido e ligeiramente proeminente.
Olhos:Amêndoa. Cor marrom escuro. Marrom também é aceito, olhos amarelos ou claros devem ser evitados.
Orelhas:Erigir, inserido em ambos os lados do crânio em um ângulo de 45º. O interior do contorno é reto, enquanto o exterior do contorno é ligeiramente arredondado.

PESCOÇO:

Muscular, forte, longo, levemente arqueado. Sem queixo duplo.

CORPO:

Geral:Fibroso e musculoso, quase quadrado.
Voltar:Em linha reta, curto. Cruz bem desenvolvida.
Lombo de porco:Firmemente musculado.
Alcatra:Ampla. Plano ou ligeiramente inclinado e curto.
No peito:Bastante profundo, mas não alcançando os cotovelos. Antepecho levemente marcado. Costelas bem arqueadas.
Barriga:Bem retraído.

CAUDA:

Em forma de foice, inserção alta, transportado ereto, Ativo, com a ponta curvada para frente.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES:

Ombro:Bem musculado. Escápulas inclinadas para trás. Eles devem encontrar o úmero em um ângulo de 105 a 110 graus.
Cotovelos:Perto do corpo.
Braços:Retos e paralelos um ao outro.
Metacarpo:Empresa.

MEMBROS POSTERIORES:

As patas traseiras devem ser finas, com boa ossatura, bem musculosos e paralelos uns aos outros. A angulação posterior deve estar em equilíbrio com a anterior.

Coxa:Ampla, inclinado e bem angulado com o joelho.
Pernas:Deve estar em equilíbrio com a coxa.
Metatarso:Perpendicular ao chão.
Almofadas:Grosso.

PÉS:

Sem desvios dentro ou fora. Almofadas firmes e grossas. Unhas pretas, mas cores mais claras são aceitáveis ​​em todas as cores, exceto preto.

MOVIMENTO:

Passo poderoso, com escopo. Ágil o suficiente para ser capaz de girar 180º rapidamente.

MANTO

Cabelo:Curto e duro, colada ao corpo. Muito tempo entre 1,5 e 3 cm.
Cor:Black, distribuídos, Bayo, Branco, preto e branco, branco e louro, branco e tigrado.

TAMANHO E PESO:

Altura:Machos: 48 cm. – 52 cm.
Fêmeas: 43 cm. – 47 cm.
Peso:Machos: 14 kg. – 18 kg.
Fêmeas: 12 kg. – 16 kg.

FALHAS:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Timidez
  • Bite em clipe.
  • Dentes ausentes devem ser penalizados, mas faltando menos de 3 PM1 é aceitável.
  • Olhos salientes.
  • Ângulos dianteiro e traseiro muito retos.
  • Anterior ou abaixo do tamanho marcado.

FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
  • Prognatismo.
  • Overshot.
  • Orelhas não eretas.
  • Cabelo extremamente comprido (excedendo 4,5 cm.).
  • Falta de um canino.
  • Fila de rosca.

N.B.:

  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

Nomes alternativos:

    1. Formosan Mountain Dog, Takasago Dog, Taiwan Canis, Taiwanese Dog, Taiwanse Canis (Inglês).
    2. Chien de Taïwan (Francês).
    3. Taiwan Dog (Alemão).
    4. Cão de taiwan (Português).
    5. Perro de montaña de Formosa (español).

Cão-pelado-peruano
Perú FCI 310 . Tipo primitivo

Cão-pelado-peruano

O Cão Sem Cabelo do Peru é um companheiro amigável e adaptável.

conteúdo

História

A origem exata do Cão-pelado-peruano. No entanto, seus ancestrais parecem estar profundamente enraizados no Peru: Ilustrações nos vasos da cultura Moche, mostrar cães sem cabelo já no 750 CA. Mais tarde, esses animais engraçados foram reservados para os Incas ricos, que teve o cuidado de não acasalá-los com outros cães nativos. Foram também os incas que proibiram o consumo de carne de cachorro nas regiões norte do Peru.

Quando os espanhóis conquistaram o país, encontrou muitos cães nus entre as orquídeas dos incas, para que os europeus os chamavam “perros de las flores“. Durante o período de conquista, a raça estava quase extinta, mas alguns espécimes sobreviveram em aldeias remotas onde os habitantes os valorizavam pelas qualidades parcialmente míticas atribuídas a eles: Por causa de sua aparência especial, criaturas de quatro patas foram ditos ter um efeito de cura em certas doenças, por exemplo, doenças ósseas e articulares.

Em 1985, maior organização de criação de cães do mundo, a Federation Cynologique Internationale (FCI), reconheceu o Cão-pelado-peruano como uma raça independente. Então, hoje há oficialmente três raças de cães nus. Além do Cão-pelado-peruano, estes são o Cão Nu Mexicano, também conhecido pelo belo nome de “Pelado-mexicano“, e o Cão de crista chinês. As três raças estão intimamente relacionadas uma com a outra..

Características físicas

O nome diz tudo.: A coisa mais marcante sobre a maioria Cãos-pelado-peruano isso é o que está faltando: o casaco. No entanto, o padrão permite algumas fechaduras na cabeça e cauda, mesmo em cães nus sem cabelo. A pele pode ser clara ou escura em diferentes tons de cor, liso ou branco-manchado. No entanto, nem todos os cães nus estão nus, porque há uma variante com cabelo: o chamado “Peludo”, que são indispensáveis para a reprodução por razões de saúde. Cerca de um terço dos cães nus pertencem a este grupo.

De 2013 variantes peluda também podem ser vistas em exposições caninas, uma vez que eles foram adicionados ao padrão. Seu cabelo deve ser curto e macio, todas as cores são permitidas. O Cão-pelado-peruano lembra os galgos em seu físico. Esta raça esbelta de cão tem grandes orelhas eretas que podem descansar para trás, uma cauda elegantemente curvada e pendurada e uma pele atlética.

Amantes de cães nus podem desfrutar de três variações de tamanho:

– A versão pequena tem uma altura do ombro de 25 a 40 cm.
– A mediana 40 a 50 cm.
– Os Grandes Cãos-pelado-peruano ter entre 50 e 65 cm de altura.

O peso varia como resultado de 4 a 25 kg. Apenas alguns Cãos-pelado-peruano ter uma dentadura completa, mas estes geralmente incluem todos os representantes da variante peluda.

Caráter e habilidades

O Cão-pelado-peruano é um companheiro amigável e adaptável. Ele prefere estar com seu humano com aquele que tem uma relação próxima.. Pertence a cães muito sociáveis.. Ele gosta de se integrar em uma família e rapidamente faz amizade com outros animais de estimação e crianças. Diz-se que muitos Cãos-pelado-peruano proteger fervorosamente, especialmente as mulheres e filhos do rebanho. Aqui é importante ter cuidado ao visitar as crianças que o peruano interpreta situações ofensivas para seu protegido e corre para ajudar seu pequeno amigo de duas pernas sem precisar.

Vivaz e curioso, é um companheiro maravilhoso para atividades ao ar livre, mas se comporta calmamente e relaxado dentro. Ele gosta especialmente de ficar confortável no colo de seu dono e gosta da proximidade e calor. Para estranhos, ele é muitas vezes distante e alerta, mas não agressivo.

Educação

Como um cão do tipo original, o Cão-pelado-peruano ele também fornece comportamento original na relação homem-animal. É por isso que faz sentido em questões educacionais se você já tem alguma experiência com cães. No entanto, mesmo iniciantes ambiciosos pode treinar com sucesso um Cão-pelado-peruano. Regras claras e consistência são, como na maioria dos cães, a chave para o sucesso.

O Cão-pelado-peruano é um amigo sensível de quatro patas – difícil que você só vai ter o oposto com ele – vai se aposentar. Alguns Cãos-pelado-peruano tendem a ficar com medo ou temer novas situações. Por conseguinte, é especialmente importante treinar este cão extensivamente e no ritmo certo para diferentes situações sem sobrecarregá-lo.

Seu criador será capaz de lhe dar alguns conselhos quando você comprar um cachorrinho. Seja em uma viagem de trem, em uma viagem para o centro da cidade ou em uma casa de visita, introduzir seu parceiro nessas situações cotidianas, uma vez que você é um cachorrinho. Treinamento regular em uma escola canina, de preferência já com o filhote de cachorro na forma de grupos de brincadeiras para filhotes, é altamente recomendado e também reforça o lado social do Cão-pelado-peruano.

Envelhecimento do Cão-pelado-peruano

Como já mencionado, durante o acasalamento uma característica especial de saúde deve ser levado em conta: Durante a reprodução, os peludos, i.e., representantes peludos da raça, deve ser atravessado regularmente. A razão para isso é que o alelo dominante da falta de cabelo só pode levar a embriões viáveis em combinação com um aleluia capilar, i.e., Heterozisgosidade. Embriões homozigoóticos sem cabelo já são reabsorvidos no útero. Como a criação pura por falta de cabelo, portanto, não é possível, cães nus sem cabelo também ocorrem uma e outra vez.

O Cãos-pelado-peruano eles geralmente têm uma dentadura incompleta, o que normalmente não restringi-los. Com espécimes de pele clara, especialmente no início do verão, é importante ter certeza de que eles se acostumam lentamente à luz do sol, em seguida, bronzeamento. Proteção solar também faz sentido, porque caso contrário, cães podem desenvolver queimaduras solares severas, especialmente quando eles gostam de ir para lugares ensolarados. Também no inverno alguns espécimes precisam de proteção climática na forma de um casaco de cachorro, porque se eles não podem executar, esfriar rapidamente durante a caminhada normal. Variantes menores da raça são mais sensíveis a isso do que as maiores.

A Cão-pelado-peruano pode chegar a uma idade de até 15 anos.

Cuidados

Com os representantes nus da raça você pode deixar o pente com confiança. Além disso, tem a grande vantagem de que ele pode normalmente detectar parasitas na pele do Cão-pelado-peruano imediatamente e aplicar os antídotos apropriados – de pinças de carrapato para repelente de pulgas. No entanto, mesmo o Cão-pelado-peruano precisa de cuidados regulares. Sim é necessário – alguns proprietários recomendam uma vez por semana – lavá-lo com uma esponja e um shampoo de cachorro suave. Alguns Cãos-pelado-peruano tendem a ter pele seca, que pode ser remediado com hidratantes macios para bebês sem fragrâncias ou com azeite ou óleo de coco. No verão, protetor solar é uma ferramenta indispensável para cães de cor clara. Corte as garras do seu Cão-pelado-peruano se eles ficarem muito longos e limpar as orelhas de seu amigo de quatro patas com um limpador de orelhas cão, se necessário.

Compre um cachorro sem pêlo peruano

O Cão-pelado-peruano são raros na Europa e, portanto, os criadores são raros. Encontre as organizações de guarda-chuva certas em seu país, que pode ajudá-lo em sua pesquisa. Na Alemanha, por exemplo, clube f'r Exotische Rassehunde e.V. tem uma lista de criadores, Suíça tem um “Swiss Naked Dog Club da América Latina”, que é dedicado à promoção das duas raças de cães: o Pelado-mexicano e o Cão-pelado-peruano. Nestes clubes e similares você pode encontrar informações e contatos de criadores ambiciosos. Considerando possíveis adoções através das fronteiras nacionais, considerar o que considerar ao adotar filhotes do exterior.

Como um fã de cães nus, você provavelmente sabe as raças intimamente relacionadas, o Pelado-mexicano e o Cão de crista chinês – talvez um desses cães também pode ser uma opção para você e você é mais provável estar em sua região. Além disso, abertura para as outras duas raças, bem como as cruzes, geralmente é uma boa ideia se você quiser dar um lar para um cão mais velho nu. Isso geralmente requer alguma pesquisa. Mas enquanto isso., palavras-chave, como “cães nus em perigo” na Internet promete sucessos que levam cães adultos nus a procurar um novo lugar para viver. Tente descobrir o máximo possível sobre a história do seu potencial novo parceiro de quarta perna.

Comentários do Cão-pelado-peruano

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Cão-pelado-peruano” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Treinamento ?

3.8
3.8 Avaliação
3.8 fora de 5 estrelas (baseado em 20 avaliações)
Excelente50%
Muito bom15%
Média10%
Pobre15%
Terrível10%

Adequação do apartamento ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Pode ficar sozinho o dia todo ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como primeiro cão ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Aumento de peso ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Deus o abençoe ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Bondade com criança ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a morder ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a latir ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência para fugir ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Força de queda de cabelo ?

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como cão de guarda ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Simpatia do gato ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de poder ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do Cão-pelado-peruano

Fotos:

1 – Cachorro sem pêlo peruano por Paradais Sphynx, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – Cachorro sem pêlo peruano por Nenhum autor legível por máquina fornecido. Manuel González Olaechea assumiu (com base em reivindicações de direitos autorais)., CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
3 – Cachorro sem pêlo peruano por Carlos Adampol Galindo do DF, México, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
4 – Cachorro sem pêlo peruano por Marina Alonso Esparré, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
5 – Cachorro sem pêlo peruano por Carlos Adampol Galindo do DF, México, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
6 – Cachorro sem pêlo peruano por Carlos Adampol Galindo do DF, México, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
7 – Cachorro sem pêlo peruano por Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Vídeos do Cão-pelado-peruano

Por que o cão peruano sem pelos é o mascote do antigo Peru?
THE PERUVIAN HAIRLESS DOG – STRANGE OR CUTE?

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 310
  • Grupo 4: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 6: – Tipo primitivo. Sem prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 5: Cães tipo Spitz e tipo primitivo – Seção 6: Tipo primitivo.

Padrão FCI da raça Cão-pelado-peruano

Padrão de acordo com o FCI do Cão Calvo Peruano

Aparência geral

De acordo com sua confirmação geral, é constituído como um espécime esguio e elegante, cujo aspecto expressa velocidade, força e harmonia sem parecer áspero.
Esta raça tem como característica fundamental a ausência de pelos no corpo. Outra de suas peculiaridades é que seus dentes, quase sempre, está incompleto. De caráter nobre e afetuoso com quem está em casa; reservado com estranhos; Awake, alerta e guardião.

proporções importantes

A relação entre a altura na cernelha e o comprimento do corpo é 1:1, permitindo que o corpo das fêmeas seja ligeiramente mais longo do que o dos machos.

Temperamento/comportamento

Nobre e afetuoso com quem está em casa, permanecendo acordado e alerta. Na presença de estranhos, torna-se suspeito e guardião.

Cabeça

Conformação lupóide.

Região craniana

  • Crânio:Mesocefalia. Ortoide (a direção dos eixos crânio-faciais superiores é paralela), aceitando ligeira divergência. O crânio visto de cima é largo afinando em direção ao nariz. Os arcos superciliares são moderadamente desenvolvidos. A crista occipital está mal marcada.
  • Links de depressão (Parar): Pouco forte (cerca de 140 °).

região facial

  • Trufa:A cor do nariz deve se harmonizar com a cor da pele, em seus vários tons.
  • Focinho:No perfil, mantenha uma linha reta.
  • Lábios:Os lábios devem ser tão apertados quanto possível e aderidos às gengivas.
  • MANDÍBULAS/dentes:Os incisivos devem servir para uma mordedura em tesoura e os caninos são normalmente desenvolvidos. A ausência de um ou todos os pré-molares ou molares é permitida. A mandíbula é pouco desenvolvida.
  • Bochechas:Normalmente desenvolvido.
  • Olhos:De expressão atenta e inteligente. Eles devem ser de tamanho médio, ligeiramente em forma de amêndoa, ou irrecuperáveis ou abaulamento, com uma localização normal e regular, i.e., nem muito perto nem muito longe. A cor pode variar do preto, passando do marrom escuro e em tons descendentes ao amarelo, harmonizando com a cor da pele. Em todos os casos, os dois olhos devem ser da mesma cor. A cor das pálpebras pode ser de preto a rosa para espécimes cuja área facial é clara, permitindo as de cores claras ou rosa, mas não sendo as mais recomendadas.
  • Orelhas:As orelhas devem estar eretas em atenção, enquanto em repouso, eles são colados para trás. As orelhas são médias longas, largo na base e gradualmente afinando para uma extremidade quase pontuda. Sua inserção começa no topo do crânio, terminando lateralmente e obliquamente. Os eixos das orelhas na posição ereta podem variar seus ângulos entre si, se aproximando de 90 °.

Pescoço

  • Perfil principal:Arqueado (convexo).
  • Comprimento:Quase do mesmo comprimento que a cabeça.
  • Formulário:Parece um cone truncado. Flexível e bem musculoso.
  • Pele:Bem, liso e elástico. Intimamente aderido ao tecido subcutâneo. Sem queixo duplo.

Corpo

Mesomorfo.

  • Top de linha:Em linha reta, embora certos espécimes mostrem uma convexidade dorso-lombar, se perder com o traseiro.
  • Cruz:Pouco aguçado.
  • Voltar: Perfil superior retilíneo, com músculos das costas bem desenvolvidos, formando em muitos casos uma biconvexidade muscular ao longo de toda a região dorsal, estendendo-se para a parte inferior das costas.
  • Lombo de porco:Deve ser forte e musculoso. Seu comprimento é de aproximadamente 1/5 a altura na cernelha.
  • Alcatra:O perfil superior é levemente convexo. Sua inclinação em relação à horizontal, forma um ângulo de aproximadamente 40 °. Sólido e musculoso em forma, garantindo um bom empurrão.
  • No peito:O peito visto de frente terá uma boa largura sem ser excessivamente, descendo quase até o cotovelo. As costelas devem ser ligeiramente arqueadas e nunca planas. A circunferência do tórax medida atrás dos cotovelos deve ser de aproximadamente 18% maior que a altura na cernelha.
  • Perfil inferior / barriga:O perfil inferior é formado por uma linha elegante bem marcada, partindo da parte inferior do tórax e determinando na retração ventral, que deve ser bem delineado sem ser excessivo.

Cauda

A cauda é inserida baixa. Boa espessura na inicialização, afinando até a ponta. Em um estado de ação, a cauda pode subir formando uma curva sem realmente se enrolar sobre as costas.. Em repouso, ele o usa pendurado com um gancho de luz com a ponta para cima. Às vezes é enfiado na barriga. Seu comprimento chegará perto do jarrete. A fila deve estar cheia.

Dicas

Ex-membros

Bem preso ao tronco; visto de frente ficará perfeitamente aprumado, não esticando os cotovelos. Seu ângulo escapular-umeral irá oscilar entre 100 ° e 120 °.
Vistas laterais, o ângulo resultante entre os metacarpos e a vertical está entre 15 ° a 20 °.

  • Pés dianteiros:Semi-comprimentos se aproximando do pé da lebre. As almofadas são fortes e resistentes ao calor. As membranas interdigitais são bem desenvolvidas. De preferência, as unhas são pretas nas amostras pretas e claras nas amostras mais claras.

Membros posteriores

Os músculos são redondos e elásticos. As curvaturas das nádegas são evidentes. O ângulo quadril-femoral deve estar entre 120 ° a 130 °. O ângulo femoro-tibial deve ser 140 °. Os membros vistos por trás estão bem afundados. Os quintos dedos devem ser removidos.

  • Pés traseiros:Igual aos avançados.

Movimento

Devido às angulações já descritas nas estruturas de seus membros, esses espécimes se movem com um passo mais curto, mas mais rápido e ao mesmo tempo bastante amortecido e flexível.

Pele

A pele será lisa e elástica em toda a superfície do corpo, ser capaz de formar certas linhas circundantes e quase concêntricas na cabeça, ao redor dos olhos e bochechas. Está comprovado que a temperatura interna e externa ou dérmica, é exatamente o mesmo que as outras raças. A ausência de pelo resulta em uma emanação totalmente direta de calor, ao contrário dos espécimes com cabelo, em que o calor é dissipado através deles por ventilação natural.

Peles

Cabelo

Por ser uma corrida pelada, será ausente de capa, admitindo vestígios de cabelo na cabeça, na ponta dos membros, a ponta da cauda e às vezes alguns pelos muito finos na parte de trás.

Cor

A cor dos cabelos pode variar de espécimes pretos a pretos., ardósia preta, elefante preto, preto-azulada, gama completa de cinzas, gradiente marrom escuro a louro claro. Todas essas cores podem ser uniformes ou com manchas rosa em qualquer parte do corpo.

Tamanho e peso

Altura à Cruz

Existem três tipos de tamanhos para homens e mulheres.

  • Pequeno:De 25 a 40 cm.
  • Médio-:De 40 a 50 cm.
  • Grande:De 50 a 65 cm.

Peso

O peso é em relação aos três tamanhos para homens e para mulheres.

  • Pequeno:De 4 a 8 kg.
  • Médio-:De 8 a 12 kg.
  • Grande:De 12 a 25 kg.

Faltas

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada a medida do desvio padrão.

  • Orelhas semi-eretas.
  • Presença de ergôs nos membros posteriores.

fALTAS ELIMINATÓRIAS

  • Cão agressivo ou medroso.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Desvio da mandíbula inferior.
  • Orelhas pendentes ou cortadas.
  • Anurismo. Braquiurismo. Cauda amputada.
  • Excesso de cabelo descrito na norma.
  • Presença de pelos em outras partes do corpo onde não é indicado.
  • Albinismo.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

Nota: Os machos devem ter dois testículos de aparência normal, totalmente a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Perro Sin Pelo de Perú, Inca Hairless Dog, Viringo, Peruvian Inca, Orchid, Calato, Peruvian Walking Dead dog, Dielmatian (Inglês).
    2. Chien nu Inca (Francês).
    3. Peruanischen Nackthund (Alemão).
    4. Perro Sin Pelo del Perú, viram (Português).
    5. Perro calato, Perro chimo, Perro chimoc, Perro chimú, Perro de , orquídea peruano, Perro inca, Perro peruano, Perro peruano sin pelo, Perro pila, Perro sin pelo del Perú, Perro sin pelo peruano
    Viringo
    (español).

Jindo-coreano
Corea del Sur FCI 334 . Spitzs asiáticos e raças semelhantes

Jindo coreano

É o cão único mestre clássico.

conteúdo

História

Cão nacional coreano

As origens exatas desta raça de cão se perderam na obscuridade da história. Com uma probabilidade que beira a certeza, pode-se presumir que a raça é realmente de origem coreana, mais precisamente da ilha de Jindo no sudoeste da Coreia. Devido à localização geográfica isolada, este tipo de cachorro só foi encontrado aqui. Enfim, uma proibição de exportação da raça foi imposta, que ainda está em vigor hoje.

Em sua terra natal., o Jindo-coreano está sob a proteção da natureza e das espécies. Em 1938 a raça foi declarada o animal nacional da Coreia. No entanto, alguns quadrúpedes cruzaram as fronteiras: Na década de 1980, pessoas locais contrabandearam espécimes para os EUA. Em 2003 aconteceu na Grã-Bretanha a primeira exposição oficial de um Jindo-coreano fora da ásia. Nos Estados Unidos., o “Associação Coreana de Jindo da América” está trabalhando agora para preservar esta raça.

Características físicas

Este amigo coreano de quatro patas é um dos melhores da Ásia. Com um peso de cerca de 14 a 21 quilogramas e uma altura de 34 a 47 cm para a Cruz, o Jindo-coreano pertence a cães de médio porte. Carrega a cauda enrolada ou em forma de foice nas costas. As orelhas relativamente pequenas e eretas também são típicas da ponta.

Considerando que na criação coreana padronizada apenas as cores da pelagem branca e vermelha são reconhecidas, dependendo da organização da estrutura, as seguintes outras cores de revestimento são permitidas: kitsch, English Toy Terrier, cinza, preto e tigrado.

Caráter e habilidades

O Jindo-coreano mostra as características originais correspondentes. É considerado independente, territorial e tem um forte instinto de caça, o que pode tornar impossível viver com outros animais de estimação, mas não tem que ser assim com boa socialização.

A raça não é facilmente perturbada e é caracterizada por grande lealdade ao seu criador.

Ele é reservado com estranhos: Quando usado como um cão de guarda, o Jindo-coreano indique de uma forma a defesa da sua casa a sua casa. Muitos representantes da raça não aceitam comida de estranhos. Esses cachorros são brincalhões e inteligentes, Às vezes até “muito inteligente”, porque eles podem aprender a abrir portas, por exemplo.

Ao procurar por um Jindo, sempre procure criadores responsáveis – infelizmente, também existem supostos criadores que criaram o Jindo para brigas de cães no quintal ou de outra forma promoveram desproporcionalmente o lado agressivo deste cão.

Educação Jindo-coreano

Comunicação consistente e clara, bem como alguma experiência com cães são necessárias para a educação de um Jindo-coreano. O cão dócil não se caracteriza apenas por sua inteligência, mas também por seu comportamento primitivo e grande independência, que você deve dirigir de uma forma controlada.

Como líder da matilha, é sua tarefa deixar claro que sabe com segurança e confiança para onde ir.. O Jindo-coreano usar rapidamente incertezas e exceções para assumir ele mesmo o comando. No entanto, nunca confunda liderança forte e confiante com resistência, pois isso poderia desestabilizar o Jindo-coreano e não apenas destruir sucessos educacionais, mas também romper o vínculo duradouro entre você e seu parceiro.

Uma escola de cães é uma oportunidade recomendada para apresentar o Jindo-coreano outros cães da mesma espécie e socializá-los ainda mais.

Saúde do Jindo-coreano

Robust Spitz

É considerado que Jindo-coreano é uma raça robusta de cachorro, que dificilmente ele tem predisposição a doenças genéticas. Animais saudáveis ​​podem atingir uma idade média de 13 anos. Os cuidados de saúde mais importantes já são tomados antes do nascimento, graças à experiência de criadores experientes, que minimizam o risco de doenças, selecionando animais progenitores adequados, incluindo exames preventivos apropriados. O acúmulo da doença autoimune lúpus eritematoso discoide foi ocasionalmente relatado (DLE). Esta doença de pele geralmente é tratada para o resto da vida.

Além disso, existem alguns casos de hipotireoidismo, qual é a falta de suprimento de hormônio da tireóide para o corpo. No Jindo-coreano esta doença geralmente se manifesta através de agressão ou apatia e mudanças na pelagem. Em todos os outros aspectos, O mesmo que nós, amigos de duas pernas, exercícios suficientes e nutrição saudável são outros pilares importantes da saúde. Aumento do risco de intolerância alimentar em alguns Jindos também pode ser neutralizado com uma dieta balanceada.

Nutrição para Jindo-coreano

Uma dieta rica em carne, sem grãos e de alta qualidade é, Felizmente, não apenas apropriado para a espécie, mas também saboroso. Ambos são critérios importantes, uma vez que é considerado que o Jindo-coreano é relativamente seletivo. É melhor acostumá-lo a várias variedades da mesma qualidade desde a idade do filhote. Desta forma, você não se encontrará em uma situação onde, devido a mudanças de prescrição ou problemas de entrega, de repente não há mais comida para animais de estimação e você não tem alternativa. Além disso, geralmente você pode alterar diferentes alimentos conhecidos da mesma qualidade sem que seu cão tenha problemas digestivos.

Em relação à quantidade de alimentação diária, as informações dos fabricantes podem fornecer apenas valores aproximados. Se você notar que seu Jindo está ganhando muito peso, ajuste sua dieta de acordo. Você também deve incluir guloseimas em sua ração diária. É melhor ficar com guloseimas saudáveis, como lanches de cuidados dentários ou petiscos para cães que são 100% carne. O açúcar não tem lugar na comida ou lanches de recompensa. Com mastigações secas, como ossos especiais de cachorro ou orelhas de vaca, que são muito menos gordurosos do que orelhas de porco, você pode satisfazer as necessidades de mastigação do seu amigo com o seu Jindo-coreano.

Certifique-se de que ele sempre tenha água suficiente ao redor para matar sua sede a qualquer momento.

Cuidados com o Jindo-coreano

A pelagem desta raça consiste em um subpêlo macio, dependendo da estação, e um casaco duro. Especialmente durante a troca de casaco duas vezes por ano, o Jindo-coreano perder muito cabelo. Você pode limitar a queda de cabelo no chão de acordo, pentear diariamente. Fora do horário de troca de casaco, um penteado semanal é o suficiente. Nesse momento, você também pode verificar se há sujeira em seus ouvidos e olhos e se eles precisam ser limpos com produtos de limpeza especiais para ouvidos e olhos para cães..

A sujeira do pelo é melhor deixar secar e depois pentear. Normalmente não é necessário um banho, mas pode ser uma boa ideia acostumar suavemente o Jindo-coreano, tomar banho ainda filhote, então ele pode ser limpo a cada poucos meses. Certifique-se de usar um shampoo suave para cães para evitar danificar a pele do próprio cão. Dê uma olhada regular nas garras, especialmente com cães mais velhos. Se eles forem muito longos, encurte-os com uma tesoura de garra. Isso impedirá que seu cão fique dolorosamente preso a eles e possivelmente se machuque.

Atividades com o Jindo-coreano

Dar para você Jindo-coreano muito espaço para correr, também como parceiro de corrida, mas sempre na coleira. Também para resgate gratuito e trabalho de cães de busca não adequados devido ao forte instinto de caça. Alguns Jindos gostam de aprender truques e brincar com vários brinquedos com grande prazer., que estão disponíveis nas lojas. Por certo, o Jindo-coreano normalmente fica longe da água, portanto, o respingo comum no lago não deve ser incluído na lista de destinos possíveis. Muitos Jindo-coreano eles até evitam pequenos riachos ou poças, Recuse-se a cruzar uma ponte ou não queira sair na chuva. Para desfrutar de viagens sem restrições, deve mostrar ao cão jovem que a água na trilha não é motivo de preocupação e casualmente, e possivelmente apoiado com guloseimas, se acostumar com o item indesejado. Não force o seu Jindo pular em uma lagoa ou algo semelhante – provavelmente nunca se transformará em um rato d'água.

Antes de comprar um Jindo-coreano

Poucos amantes de cães na Europa farão esta pergunta, ja que ele Jindo-coreano é muito raro. Além disso, você deve ser um amante da natureza e ter uma casa ou apartamento ao nível do solo no campo, porque este amigo de quatro patas deve ter uma propriedade cercada à sua disposição, quem pode monitorar. A cerca deve ser generosamente planejada, porque a raça tem um talento claro para pular. Por conseguinte, a altura mínima de uma cerca deve ser 1,80 (m). Mas ainda não perca de vista seu amigo de quatro patas: Muitos jovens Jindo, se você ficou sozinho por muito tempo, o desejo de descobrir tomou conta dele: Os cães astutos aprenderam rapidamente que um caminho pode ser preparado cavando mesmo sob cercas.

De qualquer forma, a inteligência de Jindo pode ser demais para proprietários de cães bastante confortáveis, que supostamente devem mantê-lo física e mentalmente ocupado. Este cão ativo e acima da média vai demorar muito tempo em suas viagens juntos, porque você precisa sair, o que normalmente deveria ser feito em uma coleira devido ao seu instinto de caça.
Pode ser bem mantido em uma família, também com crianças. Amigo sociável de quatro patas não gosta de ficar sozinho, então ou ele deve ser deixado sozinho por um curto período de tempo ou você o mantém junto com outro cachorro. Na Coréia, é comum que os cães vivam fora de casa.

A raça é excelente como cão de guarda e frequentemente reconhece conhecidos da família e amigos à distância.. Você também pode fazer amizade com o carteiro se deixar claro que ele é um dos “bom”.

Onde posso encontrar um Jindo-coreano?

Na Europa não é fácil encontrar um Jindo-coreano; por exemplo, na Alemanha, nenhuma ninhada foi registrada nos últimos anos e não há criador ativo. Aqui é necessário pesquisar para encontrar o criador mais próximo.. É claro, alguns criadores também exportam do exterior, por exemplo, dos Estados Unidos, mas isso é demorado e só deve ser considerado para conhecedores e amantes da raça.. No entanto, As raças asiáticas podem valer a pena uma olhada Shiba Inu e Akita Inu, que são muito mais comuns na Europa e têm algumas semelhanças com o Jindo-coreano. Ao adotar um cachorro do exterior, por favor, considere os requisitos de entrada relevantes e especialmente as vacinas necessárias.

Se você está procurando um Jindo-coreano adulto, você deve estar em uma verdadeira seqüência de vitórias para encontrar uma na Europa. É verdade que os donos de cães às vezes subestimam o tempo e o conhecimento necessários para a educação e a convivência harmoniosa com um Jindo-coreano e, Por conseguinte, eles desistem de seu amigo de quatro patas. No entanto, isso é extremamente raro na Europa devido ao número muito pequeno de Jindo-coreano.

Avaliações do Jindo-coreano

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Jindo-coreano” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Treinamento ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequação do apartamento ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Pode ficar sozinho o dia todo ?

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como primeiro cão ?

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Aumento de peso ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Deus o abençoe ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Bondade com criança ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a morder ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a latir ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência para fugir ?

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Força de queda de cabelo ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como cão de guarda ?

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Simpatia do gato ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de poder ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do Jindo-coreano

Fotos:

1 – Cachorro jindo coreano por https://pixabay.com/es/photos/perro-feliz-sol-perro-feliz-1792601/
2 – Cachorro jindo coreano por https://pixabay.com/es/photos/progreso-perro-jindo-coreano-perro-1138824/
3 – Cachorro jindo coreano por https://pixabay.com/es/photos/cachorro-perro-el-progreso-del-perro-1874281/
4 – A male Korea Jindo Dog. Colour: red por Canárias / CC BY-SA
5 – Cachorro jindo coreano por https://flic.kr/p/dYtSF9
6 – A male Korea Jindo Dog. Colour: red. por Canárias / CC BY-SA

Vídeos Jindo-coreano

Jindo coreano – TOPO 10 Fatos interessantes
Cachorro Jindo ou Chindo – Raça de cachorro

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 334
  • Grupo 4: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 5: – Spitz Asiático e raças relacionadas. Sem prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 5: Cães tipo Spitz e tipo primitivo – Seção 5: Spitzs asiáticos e raças semelhantes.

Padrão FCI da raça Jindo-coreano

Padrão FCI da raça Jindo-coreano
Padrão-FCI n ° 334 / 13.07.2005 / E
CORÉIA JINDO DOG
TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C. Revisado por Jorge Nallem.
ORIGEM : Coréia.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 09.11.2004.

UTILIZAÇÃO : Cachorro de caça.

CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 5 Seção de cães tipo Spitz e tipo primitivo 5 Spitz Asiático e raças relacionadas sem prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : Não temos um registro escrito sobre a origem do Cão Jindo da Coreia, mas muitas autoridades concordam que esta raça existe há vários milhares de anos na ilha de Jindo, situada no extremo sudoeste da Península da Coreia. No entanto, Existem diferentes teorias sobre sua origem antiga e a mais aceita indica que o Cão Jindo da Coreia é originário da Coreia; a raça está bem preservada nesta ilha devido à dificuldade de transporte no passado. Na Coréia, los Coréia Jindo Dogs filho denominados Jindo-Kae o Jindo-Kyon; Kae e Kyon são as palavras do idioma coreano que significam cão.

OLHAR GERAL : O Cão Jindo da Coreia é um cão de tamanho médio, bem proporcionado, usado para a caça e guardiã. Suas orelhas eretas e cauda ferida ou em forma de foice dar uma expressão vívida da agilidade, Fortaleza, vigilância e dignidade.

PROPORÇÕES IMPORTANTES : Relação entre altura na cernelha : comprimento do corpo = 10:10,5.

COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO : O Cão Jindo da Coreia tem um instinto de caça muito forte; In addition to being negrito, Bravo, alerta e cuidadoso, não permitido para seduzir facilmente e é cabeça-quente. Em primeiro lugar e acima de tudo, é extremamente fiel ao seu proprietário.. Ele é reservado com estranhos. Em geral, não é carinhoso com outros animais., especialmente se eles são do sexo masculino. Ele também tem um bom senso de orientação. É um cão de um único proprietário; Ele rapidamente de acordo para um novo proprietário, mas ele nunca se esquece de seus laços com o proprietário anterior que ressuscitou desde que foi cachorro. Estadias de limpar e comem pouco.

CABEÇA : Em geral, a cabeça forma um triângulo obtuso visto de cima e não deve fazer o cão parecer desajeitado ou desajeitado.

REGIÃO CRANIANA : O crânio é de tamanho médio em proporção ao corpo. O topo é ligeiramente arredondado, e gradualmente afina até os olhos. A largura entre as orelhas é moderada em relação ao tamanho do

head.Stop : Bem definido, mas não muito abrupto. Apresenta ligeiro sulco que se estende até a testa.

REGIÃO FACIAL :

  • Nariz : Preto. No caso de cães brancos, nariz cor de carne é permitido.
  • Focinho : O focinho não deve ser abaulado ou levantado.
  • Lábios : Black; bem fechado, eles são magros e não pendentes; lábio superior cobre ligeiramente o lábio inferior.
  • Mordida / Dentes : Muito fortes, mordida da tesoura.
  • Bochechas : Bem desenvolvido, fino e moderadamente redondo quando visto de frente ou de lado; afinando para a ponta do nariz.
  • Olhos : Cor marrom escuro, um pouco pequeno em proporção ao tamanho da cabeça, em forma de amêndoa e muito expressivo. O canto externo de ambos os olhos está inclinado em direção às orelhas.
  • Orelhas : Médias, forma triangular, grosso e perfeitamente ereto; insira as orelhas nem altas nem baixas, dirigido ligeiramente para a frente em linha com a parte de trás do pescoço. Cabelo fino e denso na parte interna das orelhas é desejável.

PESCOÇO : Algo equilibrado e grosso, sem papada, forte, com boa musculatura. O Cachorro Jindo da Coreia tem o pescoço orgulhoso e bem arqueado quando está animado.

CORPO : Voltar : Forte e direto. : Com bons músculos, rígido, fino e mais estreito do que a caixa torácica. : Forte e moderadamente profundo, mas não muito grande. O ponto mais profundo do peito atinge um pouco acima do cotovelo, mas também é aceitável que atinja o nível do cotovelo. Costelas bem arqueadas. Peito bem desenvolvido. : Retirado.

CAUDA : Quando ele desliga, a ponta da cauda deve atingir a articulação tíbio-tarsal. Raiz de inserção bastante alta; é reto e firme e não deve balançar quando o cão se move. Em forma de foice ou enrolada, a ponta da cauda toca as costas ou flanco. Não deve ser muito torto. A cauda tem penas abundantes.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES : Visto de frente, eles são retos e paralelos.

  • Ombro : Forte e poderoso e bem inclinado.
  • Cotovelos : Colado ao corpo, sem deflexão para fora ou para dentro.
  • Metacarpo : Ligeiramente curvados para a frente, quando visto de lado.
  • Pés : Pés de gato. Dedos bastante curtos, arredondado, compacto e firme. Unhas fortes, de preferência preto. Almofadas de ouvido grossas e bem almofadadas.

MEMBROS POSTERIORES : Visto de lado, são moderadamente angulados; visto de trás, são retas, paralelos e não muito distantes ou muito próximos um do outro. Os ergôs devem ser extirpados, exceto em países onde sua excisão é proibida..

  • Coxas : bem desenvolvido.
  • Pernas : Moderadamente angulado.
  • Articulações quentes do tarso e metatarso : Definir baixo; não reto, mas moderadamente angular.
  • Pés de volta : Idêntico aos anteriores.

MOVIMENTO : O movimento do Cão Jindo da Coreia é poderoso e firme. A parte traseira deve permanecer firme e nivelada, e os membros posteriores não devem oscilar. Quando você correr, leve sua cabeça para cima, mas aumentando a velocidade, cabeça carregada baixa, quase na altura dos ombros. A parte superior da cauda move-se ligeiramente de acordo com a mudança de direção feita pelo cão.

MANTO

CABELO : O Cachorro Jindo da Coreia tem uma pelagem dupla. A camada interna é suave, densa, Pale, Mas o suficiente para sustentar a camada exterior. A camada exterior é duro e um pouco separada do corpo. Em comparação com o cabelo cobrindo o corpo, o cabelo da cabeça, Membros e orelhas é mais curto, e pescoço., Cruz, costas e tronco é mais. O cabelo da cauda e traseira das coxas são mais do que o resto do corpo.

Cor : As cores do Cão Jindo da Coreia são baía avermelhada, Branco, Black, English Toy Terrier, lobo cinzento e tigrado.

TAMANHO : Altura até a cernelha :

  • Machos : 50-55 cm, ideal 53-54 cm.
  • Fêmeas : 45-50 cm, ideal 48-49 cm.

PESO :

  • Machos : 18-23 kg.
  • Fêmeas : 15-19 kg.

FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e a sua gravidade é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências para a saúde e bem-estar do cão..
• Músculos insuficientes.
• Ossos que são muito grossos ou finos.
• mordedura em torquês.
• orelhas não picadas.
• cauda pendurada, cauda curta.
• Angulações exageradas.
• Articulações tíbio-tarsais retas, de vaca o de barril.
• Cabelo comprido ou curto.
• Passo irregular, passo duro.
MISS PLAYOFFS :
• cão agressivo ou medroso.
• Tamanho muito grande ou muito pequeno.
• Prognatismo o enognatismo.
• Macho de aparência feminina, feminino com aparência masculina.
• Falta de mais de 3 dentes.
• Falta de pigmentação, albinismo.
Qualquer cão que apresentar anormalidades físicas ou comportamentais claras deve ser desqualificado..

NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Jindo, Chindo, Jindo Gae, JindoGae (Inglês).
    2. spitz coréen de Jindo (Francês).
    3. Jindot-gae, KOREANISCHER JINDO (Alemão).
    4. Jindo (Português).
    5. Perro de Chindo, Jindo, Yindo (español).

Pastor-finlandês-da-lapônia
Finlandia FCI 284 - Cães nórdicos de guarda e pastoreio

Pastor-finlandês-da-lapônia

Late muito, especialmente quando ele está trabalhando.

conteúdo

História

As semelhanças de Pastor-finlandês-da-lapônia com o Cão-finlandês-da-lapônia são grandes: Os ancestrais de ambas as raças serviram ao Sami, que também foram chamados “Lapões” em homenagem a sua Lapônia natal no passado, como caçadores e cães de guarda.

Como o pastoreio de renas era particularmente importante para muitos Sami, esta raça próxima a esta cidade e com a domesticação crescente de renas, desenvolvido mais e mais em cães pastores. Os ancestrais ágeis e inteligentes do Pastor-finlandês-da-lapônia eles dominaram esta tarefa brilhantemente. Na criação ainda não coordenada, não era tanto a aparência que importava, mas sim o caráter e as habilidades de pastoreio dos cães. Como um resultado., não houve aparência uniforme por muito tempo. Em meados do século 20, os primeiros padrões foram desenvolvidos. Mas naquele momento, o Pastor-finlandês-da-lapônia e o Cão-finlandês-da-lapônia eles ainda eram considerados como uma raça.

Só em dezembro 1966 o Pastor-finlandês-da-lapônia foi reconhecida como uma raça independente. No entanto, sua importância como cão pastor de renas diminuiu cada vez mais com o tempo e com o advento dos veículos para neve. Hoje, a raça é amplamente desconhecida fora da Escandinávia. Em sua terra natal., No entanto, existem alguns amigos desses cachorros, que apreciam esta raça como um membro da família. Esses cães são mantidos principalmente como cães de companhia., mas alguns deles ainda realizam serviços de pastor fiel.

Características físicas

“Como uma mistura de Border Collie e Pastor alemão” – esta é a aparência de um Pastor-finlandês-da-lapônia. No entanto, o olho treinado reconhece acima de tudo a semelhança com outras raças nórdicas, como a Malamute-do-alasca.

O Pastor-finlandês-da-lapônia é um cão magro e atlético do tipo Spitz com uma altura de cerca de 51 cm na cernelha em machos e cerca de 46 cm nas fêmeas. Ele pesa algumas 25 kg, o peso não é fixado no padrão. Esta raça é mais longa do que alta, o que significa que o comprimento do corpo excede a altura na cernelha em um 10 por cento. O pastor finlandês da Lapônia tem as orelhas em pé, a cauda longa e peluda pendurada em repouso, ligeiramente curvado ao se mover. A cor da pelagem varia entre o preto e vários tons de cinza e marrom. Marcas brancas no pescoço são permitidas, peito e pernas. A pelagem da raça consiste em duas camadas: um subpêlo denso e fino e uma pelagem externa mais dura e mais longa.

Caráter e habilidades

O Pastor-finlandês-da-lapônia eles são excelentes para trabalhos pesados ​​como cães pastores. Eles rastreiam infalivelmente o gado perdido e têm repetidamente provado serem assistentes perfeitos para pastores e pastores.. Os animais são considerados muito ansiosos por aprender, eles são espertos e latem. Devido à sua atenção pronunciada, eles também são excelentes cães de guarda.. Além da coragem atribuída a ele, esses cães também são ágeis e fortes. Eles são considerados bons cães de adestramento e também podem ser mantidos em famílias. Deve ser observado, No entanto, que o Pastor-finlandês-da-lapônia requer um alto grau de exercício e esforço.

Saúde do Pastor-finlandês-da-lapônia

Esta raça parental é considerada robusta e resistente e quase nunca causa doenças hereditárias.. Se você está procurando por um cachorro assim, você definitivamente deve apoiar os esforços de criadores sérios e apenas comprar um filhote de um deles. Porque criadores responsáveis ​​dão importância ao cuidado com a saúde dos pais, bem como tipo e caráter. Porque o casaco é adaptado ao clima nórdico, o cão nunca deve ser solicitado a ter o melhor desempenho em temperaturas acima 15 graus. Basicamente, no verão, é aconselhável mudar as unidades de exercício mais longas para as horas da manhã e da tarde. Os representantes desta raça atingem uma idade de doze a quatorze anos.

Nutrição do Pastor-finlandês-da-lapônia

O Pastor-finlandês-da-lapônia é um animal musculoso que gosta de se mover. Portanto, ajuste a quantidade de comida à sua constituição e à sua carga real. As informações na embalagem são apenas um guia.. Fique de olho na cintura fina para que você possa fazer as medições a tempo se você Pastor finlandês comece a comer bacon. Dê ao cachorro até quatro porções por dia. A Pastor-finlandês-da-lapônia adulto pode sobreviver com duas refeições.

Importante:

Dê um tempo ao seu cão após a ração, então sempre o alimente após o exercício. Não é apenas a quantidade que conta: Certifique-se de usar uma ração de alta qualidade, onde a carne é o ingrediente principal. Você pode reconhecer isso pelo fato de que a carne está no topo da sua dieta e os enchimentos baratos como grãos foram evitados.. Isso se aplica tanto a alimentos secos quanto molhados.

Para atender às necessidades de mastigação do seu cão, pode oferecer-lhe mastigações regulares para cães secos, como orelhas de vaca. Como guloseimas ou outros petiscos, lembre-se de incluí-los na ração diária do seu cão para evitar excesso de peso. Quando se trata de lanches, opte por guloseimas sem açúcar, como porções de carne seca ou recompensas com vantagens, como lanches de cuidados dentários. Seu animal de estimação deve sempre ter acesso a bebidas geladas.

Cuidados do Pastor-finlandês-da-lapônia

O Pastor-finlandês-da-lapônia tem muitos cabelos grossos, que compartilha de forma relativamente generosa com seus arredores, i.e.: sente falta. No entanto, quanto mais você usa um pincel, menos cabelo vai acabar nas suas quatro paredes. Durante a troca de casaco duas vezes por ano ela perde muito cabelo, mas escovar encurta o “período peludo”. Melhor pentear a sujeira do casaco quando está seco. Você só deve dar banho em seu cão rena quando for absolutamente necessário. Em seguida, use um shampoo suave para cães. Verifique regularmente o comprimento dos pelos dos olhos, as orelhas e o comprimento das garras e, Sim é necessário, use produtos de limpeza para olhos e ouvidos ou tesouras de garra. Especialmente os cães que andam muito em solo macio podem tender a ter garras longas, o que pode fazer com que eles fiquem dolorosamente presos.

Atividades com o Pastor-finlandês-da-lapônia

É claro: todos os cães amam estar na natureza. O Pastor-finlandês-da-lapônia é um verdadeiro polivalente neste sentido. Quando você crescer e tiver um treinamento adequado, faz um maravilhoso companheiro de corrida, andar de bicicleta ou a cavalo – e, claro, em caminhadas longas e extensas. Esportes caninos em um clube também podem ser muito divertidos com ele Pastor-finlandês-da-lapônia: Agilidade, obediência, trabalho olfativo ou uso como cão de resgate costuma ser adequado para ele. Experimente o que você e seu Pastor-finlandês-da-lapônia aproveite mais. É claro, a raça também está predestinada para as tarefas de cães pastores. É importante acostumar o amigo de quatro patas a períodos regulares de descanso., apesar do uso adequado das espécies, para que você não se esforce demais e fique equilibrado.

Onde posso comprar meu Pastor-finlandês-da-lapônia?

Você está determinado a deixá-lo morar com você Pastor-finlandês-da-lapônia e você pode oferecer a ele tudo que ele precisa para uma vida canina feliz e completa? Parabéns! No entanto, você ainda pode ter um obstáculo a superar, porque: O Pastor-finlandês-da-lapônia são muito raros fora da Finlândia e da Escandinávia. Descubra mais sobre potenciais criadores de um clube de cães nórdicos para fazer seus primeiros contatos. Se apenas criadores estrangeiros forem considerados, leia primeiro as noções básicas de adoção de um cachorro do exterior e as condições de entrada. Embora possa ser um longo caminho, você definitivamente deve escolher um cão de um criador respeitável para apoiar a criação saudável e responsável da raça. Se a busca por um cachorro desta raça parece muito complicada, Você também deve procurar outras raças ou cães nos abrigos de animais. Semelhantes para o Pastor-finlandês-da-lapônia isto é, É claro, o Cão-finlandês-da-lapônia, o que também não é comum fora da Escandinávia, mas pelo menos não tão raro quanto seu parente próximo.

Avaliações do Pastor-finlandês-da-lapônia

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Pastor-finlandês-da-lapônia” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Treinamento ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequação do apartamento ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Pode ficar sozinho o dia todo ?

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como primeiro cão ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Aumento de peso ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Deus o abençoe ?

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Bondade com criança ?

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a morder ?

1.0 Avaliação
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência a latir ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tendência para fugir ?

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Força de queda de cabelo ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado como cão de guarda ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ?

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Simpatia do gato ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de poder ?

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 284
  • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 3: – Cote da Guarda Nórdica e de Pastoreio. Sem prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 5 – Seção 3 Cães nórdicos de guarda e pastoreio.

Padrão FCI da raça Pastor-finlandês-da-lapônia

Padrão FCI da raça Pastor-finlandês-da-lapônia
FCI Padrão No. 284 / 24.11.1999 / E

PASTOR FINLANDÊS DA LAPONIA
(Lapinporokoira)

TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..
(Mvz. Mauricio Martínez).

ORIGEM : Finlândia.

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 12.03.1999.

UTILIZAÇÃO : Pastor de renas.

CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 5 Tipo e tipo de Spitz cães
primitivo.
Seção 3 Cães de guarda nórdicos e
pastoreio.
Sem prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : Por centenas de anos, os lapões usaram cães do mesmo tipo do pastor finlandês da Lapônia como pastores de renas.. A inscrição no registro da raça começou na década de 1950. Naquela época, o moderno cão finlandês da Lapônia e o pastor finlandês da Lapônia ainda eram reconhecidos como a mesma raça.. O cão pastor finlandês da Lapônia foi separado e reconhecido como uma raça independente em 10 em Dezembro de 1966, assim que a existência de 2 diferentes raças de pastores de renas.

OLHAR GERAL : Um Spitz pastor, médias, claramente mais longo do que a altura na cernelha. Ossos e músculos são fortes. O cachorro é musculoso, mas não deve dar a impressão de ser pesado. O sexo deve ser claramente definido. A pelagem deve ser bem adaptada aos climas árticos.

PROPORÇÕES IMPORTANTES : O comprimento do corpo é de aproximadamente 10% mais longo que a altura na cernelha. A profundidade do corpo mede cerca de metade da altura na cernelha.

TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : Dócil, calma, amigável, enérgico e ansioso para servir. Ele late de prazer quando está trabalhando.

CABEÇA : Elongada; o focinho é ligeiramente mais curto que o crânio.

REGIÃO CRANIANA
Crânio : Só ligeiramente convexo. O sulco frontal é marcado e os arcos superciliares são claramente definidos.
Links de depressão (Parar) : Na forma de um declive suave.

REGIÃO FACIAL :
Trufa : De preferência preto, mas harmonizando com a cor da pelagem.
Focinho : Leme nasal é reto. Visto de cima e de perfil, o focinho afunila uniformemente em direção ao nariz.
Belfos : Apertado.
Mandíbulas / Dentes : As garras e os dentes são fortes. Mordedura em tesoura. Dentadura normal.
Bochechas : Os arcos zigomáticos são claramente marcados.
Olhos : De preferência na cor escura, mas harmonizando com a cor da pelagem. Vivo e em vez de implantação separada. Em formato oval. Expressão inteligente, nas mulheres também é dedicado.
Orelhas : Erigir, duração média, implantação preferencialmente separada, bastante largo na inserção. A parte interna das orelhas é coberta por pêlos abundantes, particularmente na base.

PESCOÇO : Comprimento forte e médio; implantação suave nos ombros. Sem queixo duplo.

CORPO :
Cruz : Marcado.
Voltar : Forte e musculoso.
Lombo de porco : Curto e musculoso.
Alcatra : Bastante longo e ligeiramente oblíquo.
No peito : Profundo, longo e espaçoso, não muito largo. As costelas são claramente arqueadas.
Linha inferior : Ligeiramente coletado.

CAUDA : Médio em comprimento, inserida baixa e coberta com cabelo abundante. Em repouso a cauda pende; em movimento é realizado na forma de uma curva solta, mas não deve ser levantado nas costas. O movimento da cauda também pode ser circular.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES :
Como um todo. : Poderoso, preso ao corpo com músculos fortes, mas livres em seus movimentos. Muscular e bem angulado. Vistos de frente, eles são retos e paralelos.
Ombro : Oblíquo e musculoso.
Cotovelos : Não entrou nem saiu, perto do corpo. Apontando para trás.
Antebraço : Vertical.
Carpi : Flexível e tendinoso.
Metacarpo : Vistos de perfil, são ligeiramente oblíquos, permitindo assim um movimento flexível.
Pés anteriores : Bastante oval em todos os lados, mesmo abaixo; coberto com cabelo abundante. Os dedos são bem arqueados, as almofadas são elásticas e grossas.

MEMBROS POSTERIORES :
Como um todo. : Bem angulado. Vistos por trás, eles são retos e paralelos.
Coxa : Bastante longo e largo com músculos bem desenvolvidos.
Joelho : Apontando para a frente, angulação é claramente marcada.
Hock : Bastante baixo, angulação é claramente marcada.
Metatarso : Bastante curto, vertical e paralela.
Pés de volta : Mesmo o anterior. De preferência sem ergôs.

MOVIMENTO : Livre, elástico, sem esforço e sem falhas. O trote é infatigável. No trote rápido, membros tendem a se mover mais perto do centro de gravidade (pista única).

PELE : Apertado em todo o corpo e sem rugas.

PELES

CABELO : A pelagem externa é longa ou meio longa, reta, bastante separado e áspero. A camada interna dos cabelos é fina e densa. O cabelo é geralmente mais grosso e mais longo no pescoço, peito e parte de trás das coxas.

Cor : Preto em tons diferentes, até mesmo marrom acinzentado ou escuro com um matiz mais claro que a cor básica; manchas acinzentadas ou acastanhadas geralmente na cabeça, as partes inferiores do corpo e membros. Manchas brancas no pescoço, tórax e membros são permitidos. A camada interna dos cabelos deve ser preta, acinzentado ou acastanhado.

TAMANHO :
Altura à Cruz : Tamanho ideal : Machos : 51 cm,
fêmeas : 46 cm.
Com uma tolerância de +/- 3 cm.

FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.
• Homens não masculinos, hembras no femininas.
• Olhos muito claros em cães pretos.
• Orelhas com pontas caídas (semi-erguidas).
• Cauda enrolada ou enrolada nas costas.
• Pelagem macia, ondulado o liso.
• Falta de capa interna de pelos.

MISS PLAYOFFS
• cão agressivo ou medroso.
• Progantismo superior o inferior.
• Orelhas de abano.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Lapland Reindeer-Dog, Reindeer Herder, lapinporokoira (Finnish), lapsk vallhund (Swedish) (Inglês).
    2. Lapinporokoira (Francês).
    3. Finnischer Lapplandhirtenhund, Lapinporokoira (Alemão).
    4. Lapinporokoïra, Pastor de renas da Lapônia (Português).
    5. Lapland, Perro pastor finlandés, Pastor lapón (español).

Lapphund sueco
Suecia FCI 135 - Cães nórdicos de guarda e pastoreio

Em mãos experientes, o Lapphund sueco é um companheiro leal e robusto.

conteúdo

Origem e história

O cão da Lapônia sueca compartilha seus ancestrais com ele Cão-finlandês-da-lapônia. Eles são descendentes de cães criados pelos lapões e sami especificamente para pastorear seus grandes rebanhos de renas. Durante séculos, eles serviram como cães de trabalho indispensáveis ​​desta forma.

A criação tornou-se cada vez mais especializada em resistência ao clima e independência. Os cães tiveram que se apresentar fisicamente muito bem. Perseverante e com vontade de trabalhar, Eles formaram os parceiros perfeitos para os donos do rebanho. Com isso, eles garantiram seu sustento para essas pessoas.

Somente no século 20 três raças de cães independentes foram formadas e reconhecidas a partir desses cães. Além do Lapphound sueco e finlandês, há também o Pastor-finlandês-da-lapônia hoje. Este aqui tem um casaco mais curto e cabelo curto.

Conforme a tecnologia progrediu, o Lapphund sueco foi gradualmente substituído por snowmobiles. Devido ao seu caráter fiel e agradável, a raça manteve-se, porém, preservada. Hoje eles são considerados cães de família e de companhia. Mas eles também são adequados para a caça, como cães de guarda, e até como cães de busca e resgate.

Características físicas

A raça é reconhecida pela FCI e pertence ao grupo 5 do “Cães tipo Spitz e tipo primitivo”. O relacionamento com Spitz pode ser facilmente visto na aparência do Lapphund sueco. Cabeça e orelhas triangulares características emolduram olhos grandes e alertas. Com uma altura entre 43 e 48 centímetros, pertence às raças de cães de médio porte.

O casaco dele é sempre preto. Apenas ocasionalmente podem ser encontradas pequenas marcas brancas nas pernas ou no peito. Como todos os cães nórdicos, tem uma pelagem dupla com um subpelo muito denso e uma pelagem longa. Este casaco o torna muito insensível a quase todas as condições climáticas.

Caráter e habilidades

Lapphund sueco
O maior evento de cães da região nórdica: www.mydog.se

Em seu personagem, o Lapphund sueco ele é muito atencioso, animado e amigável. É bem adaptado como cão de família. Mas é frequentemente usado para esportes caninos, caçando ou como um cão de guarda. Sua tarefa original como cão pastor é, Infelizmente, dificilmente necessário hoje em dia.

Como um cão inteligente e persistente, é importante que você esteja sempre fisicamente e mentalmente incapacitado. Devido ao seu caráter independente, treinamento consistente é necessário. Em mãos experientes, o Lapphund sueco é um companheiro leal e robusto.

O Lapphund sueco tende a latir, o que é benéfico para uso como cão de guarda. Se você começar cedo com a educação, o latido também pode ser bem contido. Geralmente amigável com outros animais.

Nutrição correta

O Lapphund sueco não tem restrições especiais na alimentação. Pode ser bem alimentado com qualquer alimento de qualidade. Deve-se prestar atenção a uma boa composição de nutrientes. O açucar, No entanto, não tem lugar na alimentação.

Os prêmios não são absolutamente necessários para a motivação e educação do Lapphund sueco. No entanto, está particularmente feliz com os palitos de borracha naturais, como couro de vaca ou orelhas de porco. Atenção também deve ser dada ao atendimento odontológico.

Cuidado do Lapphund sueco

Embora o casaco de Lapphund sueco é tão abundante quanto impressionante, o banheiro dele não é elaborado. A pelagem é muito densa e oferece proteção perfeita contra as intempéries. A estrutura firme da camada superior repele a sujeira. Por conseguinte, é o suficiente para escovar o Lapphund sueco de vez em quando para remover sujeira grossa ou gravetos.

Somente durante a troca de pelagem é necessária a escovação diária. Deve-se usar shampoo para cães com moderação com este cão. Por conseguinte, só deve ser banhado no caso absolutamente excepcional. Além disso, um corte de cabelo normalmente não é necessário. Como qualquer outro cachorro, suas garras devem ser verificadas regularmente e, Sim é necessário, corte. As orelhas também devem ser limpas de vez em quando para evitar infecções.

Vídeos do Lapphund sueco

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 135
  • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 3: – Cote da Guarda Nórdica e de Pastoreio. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 3 Cães nórdicos de guarda e pastoreio.

    Lapphund sueco padrão da raça FCI

    Lapphund sueco padrão da raça FCI
    SWEDISH LAPLAND DOG
    (Lapphund sueco)

    TRADUÇÃO : Federação Mexicana de Canófila, A.C.. (MVZ. Mauricio Martínez).

    ORIGEM: Suécia.

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 26.06.2000

    USO : Cão pastor, hoje em dia é mantido mais como um cão de companhia.

    CLASSIFICAÇÃO FCI: Grupo V Spitz Cães e Tipo Primitivo.
    Seção 3 Cães de guarda e pastores nórdicos.
    Sem prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : O Cachorro da Lapônia Sueca (um spitz nórdico usado no passado para pastorear renas por lapões nômades) é conhecido nas áreas nórdicas há séculos.

    OLHAR GERAL: Cachorro Spitz típico um pouco menor do que a média e carregando orgulhosamente a cabeça. Seu casaco é resistente à temperatura.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES :
    O corpo é retangular.

    TEMPERAMENTO : Animada, alerta, gentil e afetuoso. O cão sueco da Lapônia é muito receptivo e ansioso para trabalhar. Suas habilidades como um bom cão de guarda e pastor o tornam extremamente útil para lidar com renas. É extremamente versátil, adequado para treinamento de obediência, agilidade, pastoreio, rastreamento, etc. É fácil de treinar, cheio de resistência e caráter.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA
    Crânio: Um pouco mais longo do que largo; a testa é arredondada e o occipital não está claramente definido.
    Links de depressão (parar) : Muito bem marcado.

    REGIÃO FACIAL
    Trufa: De preferência escuro, ou muito preto.
    Focinho: Um pouco mais de um terço do comprimento da cabeça, bem preenchido e afinando em direção à trufa. A ponte nasal é reta.
    Belfos: Apertado. O palato e os lábios são fortemente pigmentados.
    Mandíbula / Dentes: Mordedura em tesoura com dentes bem desenvolvidos e regulares.
    Olhos: Separados uns dos outros, rodada, bastante grande. Cafés, de preferência marrom escuro e muito expressivo. Pálpebras bem pigmentadas.
    Orelhas: Triangular, alargar a base, pequeno, na vertical, as pontas ligeiramente arredondadas, Inserção bem separada uma da outra e muito móvel. Orelhas pontudas são indesejáveis, mas não uma falta desqualificante.

    PESCOÇO: De comprimento médio, sem queixo duplo e poderoso.

    CORPO: Bem acoplado, ligeiramente mais longo que a altura na cernelha.

    Voltar: Em linha reta, forte, musculoso e flexível.
    Lombo de porco: Curto e amplo.
    Alcatra: Proporcionalmente longo e largo, ligeiramente para baixo e musculoso.
    No peito: De preferência profundo, atingindo o cotovelo. A caixa torácica é proporcionalmente longa, longo com costelas traseiras bem desenvolvidas. O peitoril está bem desenvolvido; com esterno bem definido.
    Barriga: Retirado.

    CAUDA: Inserção alta, alcançando o jarrete quando esticado. A transportadora rolou nas costas quando em movimento.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES: Os membros anteriores devem ser angulados o suficiente nos ombros e cotovelos para fornecer um bom alcance..
    Ombro: Escápulas devem estar bem para trás.
    Cotovelos: Eles devem estar perto do peito.
    Antebraço: Em linha reta, forte e paralelo, em estático e em movimento.
    Metacarpo: Eles têm uma posição oblíqua.
    Pés anteriores: Strong, forma oval, com os dedos juntos, rolamentos fortes e elásticos; bem coberto com pelos mesmo entre os rolamentos. Pregos e rolamentos devem ser fortemente pigmentados.

    MEMBROS POSTERIORES: Bem angulado nos joelhos e nas articulações tíbio-tarsais, mas não excessivamente.
    Perna: Musculoso.
    Junta do jarrete: Conjunto baixo para fornecer potência de propulsão. Dedos acessórios indesejáveis.
    Pés de volta: Mesmo o anterior.

    MOVIMENTO : Leve e elástico, com bom impulso, cobrindo muito terreno.

    PELES

    CABELO: Camada dupla profusa. O cabelo é reto do corpo e é finamente cacheado na parte inferior. O cabelo é curto na cabeça e na frente dos membros. É comprido no peito, na parte de trás das coxas e na cauda. Abundante, denso e longo na cauda. No pescoço e garganta forma um colar.

    Cor: Normalmente preto sólido; a cor marrom é típica. A cor marrom era conhecida há muito tempo.
    Cor branca no peito, nos pés e na ponta da cauda é permitido, mas mais branco é indesejável.

    TAMANHO :
    Tamanho ideal em machos: 48 cm.
    Tamanho ideal em mulheres: 43 cm.

    Com uma tolerância de mais e menos 3 cm.

    FALHAS: Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado como falta, e a gravidade desta refere-se ao grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALHAS GRAVES

    • Inexistente sob o cabelo.

    MISS PLAYOFFS

    • Covardia, agressão em direção do proprietário.
    • Atipicidad.
    • Anormalidades.

    Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

    NB : Os machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, totalmente a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Svensk lapphund (Inglês).
      2. Chien suédois de Laponie (Francês).
      3. Schwedischer Lapphund (Alemão).
      4. Lapphund (Português).
      5. Pastor lapón de Suecia (español).

    Cão-islandês-de-pastoreio
    Islandia FCI 289 - Cães nórdicos de guarda e pastoreio

    Cão-islandês-de-pastoreio

    A expressão do focinho lembra um sorriso que destaca seu temperamento alegre.

    conteúdo

    História

    De onde vem o cão pastor islandês?

    Por muitos séculos o Cão-islandês-de-pastoreio foi o “Faca suíça” das fazendas solitárias e oficinas da grande ilha do Atlântico Norte. No tempo extremamente severo eles tiveram que rebanho ovelhas, manter pequenos vermes, ajudar na caça, bem como cuidar da casa e da fazenda e, especialmente, as crianças. Por um lado, eles são considerados como cães pastores e, por outro lado, como Spitz nórdico. Em qualquer caso., eles são extremamente inteligentes, Agile, assessores de homem flexível e robusto.

    Sua existência estava em grande perigo apenas recentemente. Devido às doenças introduzidas e à mistura com cães pedigree importados legal e ilegalmente para a ilha, parecia já extinto. Então os islandeses reconheceram o perigo em torno de seu único cão nativo e tomaram medidas específicas contra ele.

    Hoje, esta raça única de cão parece estar acima da colina em sua população. O Cão-islandês-de-pastoreio desfruta de crescente popularidade fora da Islândia. Geneticamente falando, tem sido capaz de manter sua identidade nórdica. Isso é confirmado pelo menos por uma análise genética completa de 2017 dos mais de 100 raças de cães por uma equipe de geneticistas liderados por Heidi Parker.

    O Cão islandês tornou-se muito popular fora de sua casa original como um amigável, emocionante e fascinante companheiro e cão de família. Ele ainda mantém grande parte de sua habilidade de atuação original, expressa em seu desejo de se mover, para trabalhar com amigos e estar muito alerta. Em 1972 foi oficialmente reconhecido pela FCI (Fédération Cynologique Internationale).

    Características físicas

    O Cão-islandês-de-pastoreio de “Islenskur Fjárhundur” é uma raça muito antiga de cão e o único na Islândia. O cão islandês é um cão de tamanho médio, que é tosse e só à primeira vista se assemelha a um cão de tamanho médio. Tem uma pele densa, tempo insensível e robusto. A camada superior é média ou longa, com um sub cabelo denso e macio. Há cães islandeses com cabelos curtos e longos. Cores diferentes são permitidas, do bronzeamento ao creme, chocolate marrom, cinza ou preto. Cães devem sempre ter marcas brancas.

    O padrão descreve sua aparência geral desta forma:

    O Cão-islandês-de-pastoreio é um Spitz de pastagem nórdica; é um pouco menos do que de tamanho médio e tem orelhas pontiagudas e uma cauda aparafusada. Visto do lado, tem um formato retangular, i.e., o comprimento do seu corpo desde a ponta do nariz até a ponta da nádega excede sua altura até a cruz. A profundidade da caixa torácica é igual ao comprimento das pernas dianteiras.

    Quão grande é um Cão-islandês-de-pastoreio?

    Os machos devem ter uma altura na cruz de alguns 46 centímetros, as fêmeas 42 centímetros. A norma não dá nenhuma informação sobre o peso.

    Longevidade de um Cão-islandês-de-pastoreio

    A Cão islandês seriamente levantado deve ter uma expectativa de vida de 12 anos ou mais.

    Caráter e habilidades

    O Cão-islandês-de-pastoreio permanece um cão de pastagem ágil e um cão de guarda no centro de seu ser. No entanto, fora da Islândia, geralmente só criado como um cão companheiro. Isso não é uma desvantagem.. Em vez disso, ele encontra muito bem em seu papel atual como cão de família e companheiro. Mas ainda é muito ágil e precisa de sua carga de trabalho. Ele se sente confortável assistindo e protegendo e também gosta de latir. Ao mesmo tempo é um cão de família muito amigável que se volta para as pessoas. Ele é considerado muito apaixonado por crianças..

    A regra oficial descreve corretamente seu caráter da seguinte forma:

    O Cão-islandês-de-pastoreio é um cão de pastagem resistente, ágil e barulhento e, Por conseguinte, extremamente útil para pastar e conduzir gado em pastagens e montanhas, bem como para o rastreamento de ovelhas perdidas. Ele está alerta por natureza e recebe todos os visitantes com entusiasmo sem ser agressivo. Seu instinto de caça é subdesenvolvido. O Cão-islandês-de-pastoreio está feliz, amigável, curioso, brincalhão e sem medo.

    O Cão-islandês-de-pastoreio é definitivamente adequado para o iniciante ambicioso.

    Cuidados, saúde e doenças

    Quanto cuidado um Cão-islandês-de-pastoreio precisa?

    Um cão islandês precisa ser assado durante a troca de peles. A camada superior e inferior deve ser escovada intensamente.

    Existe uma doença típica da raça em cães islandeses?

    O Cão-islandês-de-pastoreio é essencialmente uma raça saudável e robusta de cão.

    Que comida é melhor para um cão islandês?

    O Cão-islandês-de-pastoreio é um alimento sem problemas e irrealmente exigente. É claro, Alimentos de alta qualidade são bons para sua saúde e teste. Como a maioria dos cães, às vezes ele gosta de um osso de carne carnímu sua e carne fresca.

    Considerações antes da compra

    Onde você pode comprar um cão islandês?

    Se você está interessado em um Cão-islandês-de-pastoreio, você deve procurar um criador de cães islandês local que é afiliado a um clube oficial de cães nórdicos. Você deve consertar isso a tempo., porque filhotes são raros.

    Educação e Manutenção de Cão-islandês-de-pastoreio

    Eu quero um cão islandês?

    O Cão Pastor Islandês é um cão amigo e breus. Ele quer se integrar à família e pode se encaixar sem problemas.. Idealmente uma casa com um jardim no campo. Mas isso não é uma obrigação.. Você também pode mantê-lo em um apartamento na cidade, sempre que você lidar com ele todos os dias.

    O Cão-islandês-de-pastoreio é um membro amoroso da família e um grande companheiro para as crianças. Bem-vindos visitantes amigavelmente e tempestuosamente. Sua cordialidade é contagiosa. Se você ficar muito entediado, você pode gastar sua energia em móveis ou se tornar um ladrão.

    Desde o Cão-islandês-de-pastoreio tem pouco instinto de caça nos dias de hoje, as excursões com ele para a natureza são bastante relaxado. Com um cão islandês você pode ir em uma viagem sem problemas. No carro – apenas pelo cabelo – uma caixa de transporte de alumínio é recomendado.

    A Cão-islandês-de-pastoreio precisa ser cuidado por peles. É muito importante que humanos e cães tenham um interesse comum em muito movimento e na exploração da natureza. Cão islandês não é um animal de pelúcia de sofá.

    Ele pode ser treinado muito bem.. Ele é aberto e honesto e gosta de trabalhar ao lado de seu mestre ou cuidador. A arte reside em encontrar o nível certo de consistência e orientação para este cão muito animado e ao mesmo tempo sensível e inteligente. A base decisiva é sempre um vínculo emocional próximo e confiança mútua. Por causa de seu bom comportamento, você pode facilmente fazer, uma certa quantidade de trabalho é um requisito básico. Um cão islandês frustrado não lhe agradecerá como um companheiro obediente.. Mas isso é apenas na posse de seu cuidador. De cachorrinho, você tem que manter um olho em sua ânsia de relatar, que está relacionado com a casca da alegria. Aqui você deve colocar as rédeas estritas, se você não vive em uma propriedade solitária e solitária. Mais uma vez, o Cão-islandês-de-pastoreio é mais eficaz do que qualquer sistema de alarme.

    Revisão do Cão-islandês-de-pastoreio

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Cão-islandês-de-pastoreio” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Treinamento ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequação do apartamento ?

    2.0 Avaliação
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Pode ficar sozinho o dia todo ?

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado como primeiro cão ?

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Aumento de peso ?

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Deus o abençoe ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    inteligência ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Bondade com criança ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência a morder ?

    2.0 Avaliação
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência a latir ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência para fugir ?

    2.0 Avaliação
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Força de queda de cabelo ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado como cão de guarda ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    alegria ?

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Simpatia do gato ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de poder ?

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do Cão-islandês-de-pastoreio

    Fotos:

    1 – Cão-islandês-de-pastoreio, recordando um Corgis un por Thomas Quine / CC BY-SA
    2 – Cão-islandês-de-pastoreio por https://pxhere.com/en/photo/237527
    3 – Cão-islandês-de-pastoreio por Canárias / CC BY-SA
    4 – Cão-islandês-de-pastoreio por https://pxhere.com/en/photo/237516
    5 – Cão-islandês-de-pastoreio por Alan Levine / CC POR
    6 – Cão-islandês-de-pastoreio por Feira Sueca da Suécia / CC POR

    Vídeos de Cão-islandês-de-pastoreio

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 289
    • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
    • Seção 3: – Cote da Guarda Nórdica e de Pastoreio. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 3 Cães nórdicos de guarda e pastoreio.
    • AKC – Cães nórdicos de guarda e pastoreio
    • CKC – Cães nórdicos de guarda e pastoreio
    • UKC – Cães nórdicos de guarda e pastoreio

    FCI raça Cão-islandês-de-pastoreio padrão

    FCI raça Cão-islandês-de-pastoreio padrão
    Standard-FCI No. 289 / 20.06.2007 / E

    CÃO DE PASTOR ISLANDÊS
    (Islenskur Fjárhundur)

    TRADUCCION : IRIS Carrillo (Federação de canil de Porto Rico) e revisado por J. Nallem.

    ORIGEM : Islândia (União dos Países Nórdicos/NKU)

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 06.03.2007.

    UTILIZAÇÃO : Cão Pastoral.

    CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 5 – Cães tipo Spitz e tipo primitivo.
    Seção 3 – Cães de guarda e pastagem nórdicas.
    Sem prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : O Cão Pastor Islandês é o único cão nativo neste país. Foi introduzido na Islândia pelos primeiros colonos vikings (DC 874 – 930). O cão pastor islandês e seu método de trabalho, adaptado ao terreno local, métodos agrícolas e o esforço difícil para sobreviver ao povo da ilha ao longo dos séculos, tornou indispensável para pegar gado em fazendas. A popularidade do Cão Pastor Islandês aumentou nas últimas décadas e apesar do fato de que a raça ainda é muito pequena em termos de números, não é mais considerado ameaçado.

    OLHAR GERAL : O Cão Pastor Islandês é um spitz de pastagem nórdico, um pouco menor do que o médio, com orelhas eretas e cauda curvada. Visto na lateral é retangular, o comprimento do corpo desde a ponta do ombro até a ponta do iscrito é maior do que a altura na cruz. A profundidade do peito é a mesma que o comprimento dos membros anteriores. A expressão é doce, inteligente e alegre, uma paciência confiante e vivaz é típico da raça.

    Existem dois tipos de manto, longo e curto, tanto espessa quanto extremamente resistente ao tempo inclemente. Há uma diferença marcante na aparência entre os dois sexos.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : O cão pastor islandês é um cão de pastagem duro e ágil, Latindo, tornando isso extremamente útil para coletar gado em pastagens ou montanhas e encontrar ovelhas perdidas. O pastor islandês é por natureza muito alerta e sempre dará aos visitantes uma recepção entusiasmada sem ser agressivo. Seus instintos de caçador não são fortes.. O Pastor da Islândia é alegre, amigável, curiosos, brincalhão e destemido.

    CABEÇA : Fortemente construído, com pele bem ligada. Crânio um pouco mais longo que focinho. Triangular visto de cima ou de lado.

    REGIÃO CRANIANA
    Crânio : Algo abobadado.
    Links de depressão (Parar) : Claramente definido, embora nem excessivo nem alto.

    REGIÃO FACIAL
    Trufa : Preto, marrom escuro em cães cor de chocolate e em alguns cães cor de creme.
    Focinho : Bem desenvolvido, bengala nasal reta. Focinho ligeiramente mais curto que o crânio, forma um triângulo obtuso visto de cima ou de lado.
    Lábios : Black, justa, marrom escuro em cães cor de chocolate e em alguns cães cor de creme.
    Bochechas : Plano.
    Mordida : Em tesouras, dentição completa.
    Olhos : Em forma de amêndoa e médio. Marrom escuro, um pouco mais leve em cães cor de chocolate ou alguns cães cor de creme. As pálpebras são pretas, marrom escuro em cães de chocolate ou alguma cor creme.
    Orelhas : Erigir, médias. Triangular, com bordas firmes e pontas ligeiramente arredondadas. Muito móvel, reagindo sensivelmente a ruídos e mostrando o humor do cão.

    PESCOÇO : Moderadamente longo e musculoso, sem pele solta. Ligeiramente arqueado e carregado no alto.

    CORPO : O comprimento na proporção correta à altura e em harmonia com a aparência geral.
    Top de linha : Ao nível, muscular e forte.
    Lombo de porco : Largo e musculado.
    Alcatra : Moderadamente curto e largo, com ligeiro declínio e bem musculoso.
    No peito : Longo, profundidade, e bem arqueado.

    CAUDA : Inserção alta, ferrado e tocando a linha superior.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES : Visto da frente são retos, paralelo e forte. Angulação normal.
    Ombro : Oblíquo e musculoso.
    Esporas : Eles podem ser o dobro.
    Pés dianteiros : Ligeiramente oval, dedos bem arqueados e, juntamente com almofadas bem desenvolvidas.

    MEMBROS POSTERIORES : Visto por trás são retos, paralelo e forte. Angulação normal.
    Coxas : Largo e bem musculoso.
    Esporas : bem desenvolvido. Esporão duplo é desejável.
    Pés de volta : O mesmo que os anteriores.

    MOVIMENTO : Implantar agilidade e resistência com bom momento, cobrindo terreno sem esforço.

    MANTO : Duplo, espessa e extremamente resistente ao tempo inclemente.

    CABELO : Há duas variedades.

    a) Curta : A camada externa é de comprimento médio, muito grosso, com sub cabelos grossos e macios. O cabelo é mais curto no rosto, topo da cabeça, orelhas e a frente das pernas, mas é mais ao redor do pescoço, peito e parte de trás das coxas. A cauda é pelirão e o comprimento do cabelo é proporcional ao manto.
    b) Cabelo mais comprido : A camada externa é mais longa que a anterior, muito grosso, com sub cabelos grossos e macios. O cabelo é mais curto no rosto, topo da cabeça, orelhas e a frente das pernas e mais atrás das orelhas, pescoço, peito, parte de trás das pernas e coxas. A cauda é muito peluda, o comprimento do cabelo é em proporção ao manto.

    Cor : Várias cores são permitidas, mas uma única cor deve sempre predominar.
    As cores predominantes são :
    . Vários tons de cor de fogo, variando de creme a marrom avermelhado.
    . Marrom de chocolate.
    . Grey.
    . Black.
    O branco sempre acompanha a cor predominante. As marcas brancas mais comuns, que geralmente são irregulares, são : em uma listra ou parte do rosto, Colar, peito, botas de altura variável e a ponta da cauda. Sombras mais claras em geral são encontradas na parte inferior do cão, indo da garganta para a ponta da cauda. Em fogo de cachorro e cinza, muitas vezes a máscara preta é dada, pontas pretas de cabelos externos e, ocasionalmente, cabelos pretos. Cães negros (tricolor) tem um manto preto, com marcas brancas como mencionado acima e as marcas tradicionais em qualquer uma das várias cores de fogo, bochechas, sobre os olhos e sobre as pernas. Manchas de cor descritas acima, em um fundo branco, é permitido. Branco não deve ser totalmente dominante.

    TAMANHO : A altura ideal é : Machos : 46 cm,
    fêmeas : 42 cm.

    FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.
    . Cão com manto preto sólido ou montagem de qualquer uma das cores de fogo.

    FALTAS GRAVES: :
    . Sem esporas.
    . Olhos amarelos.
    . Olhos redondos salientes.

    Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

    OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Icelandic Spitz, Iceland Dog, Íslenskur fjárhundur, Islandsk, Fårehund, Friaar Dog, Canis Islandicus (Inglês).
      2. Berger islandais, Berger d’IslandeFrancês).
      3. Isländischer Spitz, Isländischer Schäferhund (Alemão).
      4. Islenskur fjárhundur (Português).
      5. Íslenskur Fjárhundur (español).

    Cão de ursos da Carélia
    Finlandia FCI 48 - Cães de caça nórdicos

    Cão de ursos da Carélia

    O Cão de ursos da Carélia é um cão muito independente e inteligente.

    conteúdo

    História

    O Cão de ursos da Carélia, que também leva o nome de cachorro zyrians, é considerado o progenitor da raça. Mas a linhagem básica da raça veio do Carelia de Ladoga, as Olonets e o Carelia Rusa, onde esses cães foram usados ​​para caçar de maneiras diferentes. A criação começou em 1936 com o objetivo de desenvolver um cão robusto que pudesse fazer barulho durante a caça de grandes animais. Naquela época foi acordado que o nome da raça deveria ser Cão de ursos da Carélia. O primeiro padrão foi criado em 1945. Em 1946 os primeiros cães foram registrados no livro genealógico. Hoje a raça está bem estabelecida na Finlândia.

    Características físicas

    Este amigo de quatro patas tem grande semelhança com o Laika relacionado a ele.

    Com uma altura na cernelha de até 60 cm, machos pesam cerca de 28 kg. As cadelas são ligeiramente menores e não devem pesar mais do que 20 kg. O Cão de ursos da Carélia tem um tronco forte e uma estatura geralmente compacta e dinâmica. Em sua cabeça existem orelhas médias e eretas e ele usa uma cauda dobrada nas costas. A cereja do bolo é geralmente uma ponta branca. Em todos os outros aspectos, a cor densa da pelagem é geralmente preta com manchas brancas. A camada superior áspera está muito próxima da camada inferior densa, que brilha com um leve tom marrom.

    Caráter e habilidades

    O personagem amante da liberdade

    Este cão adora a vastidão da floresta e sua independência, uma combinação que combina sua atitude com alguns desafios, porque ele terá qualquer chance de vagar livre. Como este amigo de quatro patas age de forma muito independente durante a caça e deve colocar o jogo sozinho, também é, para o resto., um companheiro confiante, que alegremente assume o comando quando a oportunidade se apresenta.

    Ele é considerado corajoso e está sempre pronto para defender seus entes queridos. O contato com outros cães pode ser problemático sem ampla socialização, porque alguns Cão de ursos da Carélia mostrar agressividade ao conhecer outros cães. No entanto, outros proprietários relatam que seus cães têm um grande equilíbrio e elogiam sua compatibilidade social. É fato que muitos Cão de ursos da Carélia eles também estão trabalhando juntos como assistentes de caça – então, com bom condicionamento e socialização, isso não deve ser um problema.

    Eles são excelentes cães de guarda, que indicam intrusos de forma confiável. Apesar de todos os cantos e cantos adoráveis, o Cão de ursos da Carélia eles também têm seus lados suaves: Eles não são agressivos com as pessoas, eles gostam de ser acariciados em casa e adoram ser acariciados por seus cuidadores.

    Educação de Urso Careliano<

    Educação sem subordinação

    Sua natureza independente requer muito conhecimento, mas deve estar claro desde o início para qualquer pessoa que considere ter um Cão de ursos da Carélia: que este orgulhoso quadrúpede nunca será subordinado. Sua independência chega a tal ponto que muitos Cão de ursos da Carélia eles desaparecem na floresta por dias em seu país natal, apenas para aparecer novamente quando lhe convier.

    Aspereza e gritos estão absolutamente fora de lugar no treinamento deste cão sensível, que irá recuar ou rastejar. No entanto, com a combinação certa de reforço positivo, empatia e comportamento consistente, boa obediência diária pode ser alcançada.

    É importante se socializar amplamente com outros amigos de quatro patas desde a idade de filhote., desde alguns Cão de ursos da Carélia são considerados incompatíveis com outros cães da mesma espécie, o que pode se tornar problemático em viagens diárias. É um desafio manter este cão disponível e longe de viagens de caça independentes. Especialistas com experiência em cães desta raça são definitivamente necessários.

    Saúde e nutrição para Cão de ursos da Carélia

    A raça original é considerada muito robusta. Se você comprá-lo de um criador sério e prestar atenção a uma dieta balanceada e adequada à idade- abundância de exercício, seu amigo de quatro patas pode alcançar um idade até 13 anos.

    Importante para a vida de um cão saudável é, É claro, também o conteúdo alimentar diário. Dar para você Cão de ursos da Carélia um alimento de alta qualidade com alta proporção de carne e poucos grãos. As necessidades de energia de seu amigo de quatro patas dependem de sua constituição e exercícios diários. Portanto, certifique-se de ajustar a comida de acordo e fique de olho em sua cintura fina.

    Como em humanos, quilos extras aumentam o risco de várias doenças, incluindo problemas dolorosos nas articulações. Sempre forneça água doce. Nas viagens mais longas, você também deve ter água suficiente para o seu parceiro, que também é mais sensível ao calor. Visite o veterinário pelo menos uma vez por ano para um check-up com seu animal de estimação e converse com ele sobre as vacinas necessárias e desparasitação regular.

    Cuidar do Cão de ursos da Carélia

    A pele deste quadrúpede resistente às intempéries é fácil de cuidar. No entanto, perde mais cabelo durante a troca de pelo, então pode ser útil escová-lo todos os dias, para que menos cabelo seja espalhado pela casa. Caso contrário, escove a cada poucos dias; Este ritual também reforça o vínculo e já deve ser praticado com o filhote para uma rotina descontraída.

    Sempre verifique os olhos, orelhas e garras do seu cachorro e use um limpador especial de ouvidos e olhos, se necessário. As garras podem ficar muito longas em cães que andam muito em solo macio – ou eles se movem muito pouco, o que neste quadrúpede, No entanto, só deve ocorrer em espécimes muito velhos ou doentes. Neste caso, encurte-os com uma pinça especial.

    Muitos donos de cães escovam os dentes dos quadrúpedes regularmente com creme dental para cães e escovam para prevenir o tártaro e doenças secundárias associadas.. Agora você pode praticar isso com seu cachorro. Alternativamente, você pode oferecer lanches odontológicos ao seu cachorro.

    Atividades com o Cão de ursos da Carélia

    Ocupação: Vá para a floresta!

    O passatempo favorito deste amigo de quatro patas é claramente a caça.: viagens extensas pela floresta e rastreamento de caça são sua paixão. O Cão de ursos da Carélia procure o jogo para ser caçado quase silenciosamente. Depois de chegar ao seu destino, late longa e persistentemente, caçando para se manter no lugar até que o caçador chegue.

    O Cão de ursos da Carélia às vezes eles caçam em grupos de três, para que também possam manter animais maiores como ursos na baía. A raça não precisa necessariamente ser caçada. Como alternativa à caça, o Cão de ursos da Carélia também adequado para esportes caninos, mas neste caso você só pode fazer atividades que você gosta. Se você gosta, Esportes de agilidade podem ser uma boa atividade para um Cão de ursos da Carélia adulto. Também adequado como companheiro para correr ou andar de bicicleta – mas você deve manter seu instinto de caça sob controle. A maioria desses rastreadores excelentes gosta de monitorar trabalhos de todos os tipos.

    É um cão de urso da Carélia certo para mim?

    O Cão de ursos da Carélia pertencem às mãos de entusiastas experientes, de preferência caçadores. Alternativamente, precisa de muito exercício e trabalho ao ar livre. Só então é possível mantê-los como cães de família. Experiência com cães deve estar disponível em qualquer caso. Você também deve deixar claro que este quadrúpede só pode ser treinado condicionalmente. Não pertence ao grupo de cães que se subordinam – como dono de um cachorro, você deve respeitar isso, mas ainda ser capaz de direcionar seu poder de forma controlada.

    O Cão de ursos da Carélia não é de forma alguma adequado para um apartamento na cidade. O ideal é oferecer a você um jardim à prova de vazamentos, além da corrida diária em bosques e campos, mas cuidado: o Cão de ursos da Carélia O amante da liberdade é considerado um artista fugitivo e pode pular até dois metros de altura.

    Este amigo de quatro patas gosta de fazer amizade com crianças, mas eles deveriam ser mais velhos e ter aprendido a tratar os animais com respeito.

    Gatos na mesma casa não são necessariamente uma boa ideia, para não mencionar coelhos ou outros pequenos animais. O caçador nórdico você sempre verá presas em potencial neles. Claro que existem exceções à regra e pode até haver amizades entre Cão de ursos da Carélia e gatos socializados em uma idade jovem – mas você não poderá obter uma garantia antes de se mudar. Então você deve trazer muito tempo, espaço e experiência, se você quiser que este orgulhoso cão vá morar com você.

    O Cão de ursos da Carélia é um amigo de quatro patas para conhecedores, não ser escolhido como novo companheiro de quarto por seu visual rústico. Se você não está procurando uma verdadeira cabeça de personagem, você terá pouca alegria com este companheiro de quarto animal. É claro, antes de se mover, despesas únicas também precisam ser calculadas (compra al criador, time básico, gastos de viagem) e despesas regulares (alimentos, veterinário, imposto e seguro para cães).

    Onde posso encontrar um Cão de ursos da Carélia?

    Esta raça de cachorro é encontrada naturalmente principalmente na Escandinávia, especialmente na Finlândia. Mais ao sul, existem apenas alguns cães desta raça de caça muito especial. Na Alemanha, por exemplo, nem um único filhote de Cão de ursos da Carélia nos últimos anos. Clubes especiais para cães nórdicos podem ajudá-lo a encontrar o cão dos seus sonhos. No entanto, Existem algumas coisas a considerar se você estiver interessado em um cachorro do exterior. É sempre melhor se você puder tirar uma foto da casa dos filhotes e conhecer seus pais. The Nordic Dog Experts, quem você deve contatar por meio das associações apropriadas, pode aconselhá-lo se existem alternativas possíveis para Cão de ursos da Carélia isso combina com você, para sua situação de vida e seus desejos. Ou você pode encaminhá-los aos criadores de Cão de ursos da Carélia, se não houver ninguém em seu país que tenha uma ninhada em um futuro próximo.

    Avaliações do Cão de ursos da Carélia

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Cão de ursos da Carélia” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Treinamento ⓘ

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequação do apartamento ⓘ

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ele pode ficar sozinho o dia todo ⓘ

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado como primeiro cachorro ⓘ

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Aumento de peso ⓘ

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    saúde ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    inteligência ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Bondade com a criança ⓘ

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência para morder ⓘ

    2.0 Avaliação
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência para latir ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tendência para fugir ⓘ

    5.0 Avaliação
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Força de queda de cabelo ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado como cão de guarda ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    alegria ⓘ

    3.0 Avaliação
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Bondade com o gato ⓘ

    1.0 Avaliação
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de energia ⓘ

    4.0 Avaliação
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens de Cão de ursos da Carélia

    Um cão urso da Carélia de 10 anos de idade. Tiro na cabeça com colar de rastreamento em volta do pescoço por Uusijani / CC0

    Cachorro urso careliano por Friesian.marcin / CC BY-SA

    Vídeos de Cão de ursos da Carélia

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 42
    • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
    • Seção 2: – Nórdicos de Caça. Trabalho de teste apenas para países nórdicos (Suécia, Noruega, Finlândia)
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 2 Cães de caça nórdicos.
    • AKC – Cães de caça nórdicos
    • CKC – Cães de caça nórdicos
    • UKC – Cães de caça nórdicos

    Standard FCI raça Cão de ursos da Carélia

    Standard FCI raça Cão de ursos da Carélia
    FCI Padrão No. 48 / 03.09.1999 / E
    CARELIA BEAR DOG(Karjalankarhukoira)
    TRADUCCION : IRIS Carrillo (Federação de canil de Porto Rico).
    ORIGEM : Finlândia.
    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO :12.03.1999.

    UTILIZAÇÃO : É usado principalmente para caçar alces e ursos. Ele é muito adepto de manter as presas encurraladas latindo. Ele é um caçador entusiasta e independente, embora ele coopere apontando com sua casca o lugar onde a presa está. Todos os seus sentidos estão aguçados, especialmente o do cheiro, então esta raça é útil para caça grande. Tem um bom senso de direção.

    CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 5 Seção de cães tipo Spitz e tipo primitivo 2 Cães de caça nórdicos - Teste de trabalho apenas para países nórdicos (Suécia, Noruega,Finlândia).

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : Cachorro Komi é considerado, também chamado de cachorro Zyrians, como o cachorro que dá origem a esta raça. No entanto, a linhagem originou-se da Carélia de Ladoga, Olonets e Carélia Russa, onde era usado para diferentes tipos de caça. A criação desta raça começou no 1936, com o objetivo de criar um cão robusto que vai latir para o grande jogo. O primeiro padrão foi estabelecido em 1945. Os primeiros cães foram registrados no 1946. Acutalmente, a raça é comum na Finlândia.

    OLHAR GERAL : É de tamanho médio e constituição robusta. É forte e algo mais longo do que alto. A pelagem é densa e as orelhas são eretas.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES : O comprimento do corpo é apenas ligeiramente maior que a altura na cernelha.. A profundidade do corpo corresponde a metade da altura na cernelha. A relação entre o focinho e o crânio é sobre 2 : 3. O comprimento do crânio corresponde aproximadamente à sua largura e profundidade.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : É equilibrado por natureza e um tanto reservado. É valente, persistente e muito autoconfiante. Pode ser agressivo com outros cães, mas nunca com pessoas. Seu instinto de luta é altamente desenvolvido.

    CABEÇA : Visto de frente, tem uma forma triangular.

    REGIÃO CRANIANA :
    Crânio : Visto de frente, é largo; no perfil, é um pouco arqueado. Ele é mais largo entre as orelhas. O sulco frontal é quase invisível. Os arcos superciliares são apenas mal desenvolvidos.
    Links de depressão (Parar) : Depressão naso-frontal não é muito pronunciada; é bastante longo e gradualmente arqueia em direção à região do crânio.

    REGIÃO FACIAL :
    Trufa : Ampla, preto.
    Focinho : Profundo; diminui apenas um pouco para o nariz. Leme nasal é reto.
    Lábios : Eles são finos e apertados.
    Mandíbulas / Dentes : As mandíbulas são muito fortes. Os dentes são bem desenvolvidos e simétricos. A dentição é normal e a articulação é em forma de tesoura.
    Bochechas : Os arcos zigomáticos são fortes.
    Olhos : Eles são bastante pequenos e um tanto ovais. Em diferentes tons de marrom; nunca amarelo. Sua expressão é alerta e fogosa.
    Orelhas : Eles são colocados altos e eretos. Médias, com pontas ligeiramente arredondadas.

    PESCOÇO : Muscular, arqueado e de comprimento médio. É coberto de pelo grosso. Não há nenhum barbela.

    BODY Cross : Está claramente definida, especialmente em homens. Em fêmeas, está menos definida.

    Voltar : Reto e musculoso.
    Lombo de porco : Curto e musculoso. Alcatra : Ampla, forte e ligeiramente inclinado.
    No peito : Espaçoso, não muito largo, bastante longo, atinge aproximadamente os cotovelos. As costelas são ligeiramente arqueadas; o peitoril é bem visível, embora não seja muito largo.
    Linha inferior : Ligeiramente coletado.

    CAUDA : Inserção alta. É de comprimento médio e curvado sobre as costas; a ponta da cauda toca o corpo nas costas ou em um dos flancos. Cauda curta é permitida desde o nascimento.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES : Como um todo. : Robusto, para ossos fortes. Visto de frente, eles são retos e paralelos. Braço e omoplata têm o mesmo comprimento; o antebraço está um pouco mais longo.
    Ombro : Relativamente oblíquo e musculoso.
    Braço : É forte, ligeiramente oblíqua.
    Cotovelos : Eles apontam bem para trás e são colocados na linha vertical que é traçada a partir do ponto mais alto do ombro.
    Antebraço : Forte e ereto.
    Metacarpo : Ligeiramente oblíquo e de comprimento médio.
    Pés dianteiros : Compacto, bem arqueado. Eles são arredondados e apontam para a frente. As almofadas são flexíveis e têm uma camada densa em ambos os lados.

    MEMBROS POSTERIORES Juntos : Forte e musculoso. Visto de trás, eles são retos e paralelos. A linha frontal do membro posterior forma um arco harmonioso.

    Coxa : Largura, longo, músculos fortes.
    Joelho : Apontar para a frente. É de angulação média.
    Perna : Ela é longa e musculosa.
    Hock : Baixo. A angulação é claramente visível.
    Metatarso : Curta, forte e vertical.
    Pés traseiros : Eles são compactos e um pouco mais longos e menos arqueados que os da frente. As almofadas são flexíveis e têm uma camada densa em ambos os lados.

    MOVIMENTO : É leve e cobre o solo sem esforço. O cão muda facilmente de trote para galope, qual é o movimento mais natural. Os membros se movem em paralelo.

    PELE : É bem ajustado em todo o corpo e não forma dobras.

    PELES

    CABELO : O cabelo da pelagem externa é áspero e liso. É mais longo no pescoço, as costas e a parte de trás da coxa. O subpêlo dos pelos é macio e denso.

    Cor : Black; pode ser opaco ou com tons de marrom. A maioria dos cães tem marcas brancas claramente definidas na cabeça, o pescoço, o peito, barriga e membros.

    TAMANHO E PESO :Altura à Cruz : A altura ideal na cernelha é 57 cm nos machos e 52 cm nas fêmeas, com uma tolerância de +/- 3 cm Peso : Nos machos, 25 a 28 kg e em mulheres , 17 a 20 kg.

    FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.
    • Ossos fracos.
    • Crânio estreito.
    • Testa fortemente protuberante.
    • Focinho pontudo.
    • Olhos amarelos.
    • orelhas de morcego
    • Queixo duplo.
    • Caixa torácica muito profunda ou apinhada.
    • Cauda reta ou não curvada o suficiente.
    • Ombros retos.
    • Jarretes retos e pés chatos.
    • Esporas nos membros posteriores.
    • Casaco ondulado.
    • Cor branca predominante, com manchas pretas ou cor chamada de cor de lobo.
    MISS PLAYOFFS
    • cão agressivo ou medroso.
    • Prognatismo superior o inferior.
    • Olhar fixamente.
    • orelhas penduradas ou com o membro pendurado.
    • Cores diferentes das estipuladas na norma.

    Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.
    NB. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Karjalankarhukoira, Karelsk Björnhund (Inglês).
      2. Karjalankarhukoira (Francês).
      3. Karjalankarhukoira, Björnhund (Alemão).
      4. Karjalankarhukoira (Português).
      5. Karjalankarhukoira (español).

    Utilização de cookies

    Este web site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência de usuário. Se você continuar navegando você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionados e a aceitação de nosso política de cookies, Clique no link para obter mais informações.cookies de plugin

    ACEITAR
    Aviso de cookies