▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Azawakh (Galgo africano)
Mali FCI 307 . Lebréis de pelo curto

O Azawakh eles são excelentes companheiros para os corredores e são praticamente impermeáveis ao calor.

Azawakh

Conteúdo

Classificações do "Azawakh (Galgo africano)"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Azawakh (Galgo africano)" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cão amigável ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Perda de pêlo ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 4.0 fora de 5
4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4.0 fora de 5
4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cuidado ⓘ

Avaliado 1.0 fora de 5
1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Latindo ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Territorial ⓘ

Avaliado 4.0 fora de 5
4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigo dos gatos ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado para crianças ⓘ

Avaliado 2.0 fora de 5
2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 3.0 fora de 5
3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

História

O Azawakh (Galgo africano), É uma raça de cachorro do tipo “Lebréis de pelo curto”, nativo da África. Ele também é conhecido por outros nomes: Hanshee, Oska, Rawondu, Bareeru, Wulo, Tuareg Sloughi.

Esta raça pode ser definida como Galgo africano Modelo afro-asiáticas que apareceu na Europa no ano 1970, da bacia média do Níger (Mali) e, em particular, a Vale do Azawakh. Durante séculos é inseparável do parceiro nà´mades africanos subsarianos.

Algo curioso é que o Azawakh possui um alelo raro de glicose isomerase (GPIB) É produzido apenas em raposas, Chacais, Lobos italianos, Cães Sloughi e outros cães de raças raras não relacionados a ele Azawakh, e eles são, principalmente, no Japão.

Recentes estudos científicos de uma proteína genética e do sangue de Azawakh, somado a estudos arqueológicos e observação direta de matilhas, lançaram algumas idéias sobre a origem da raça Azawakh contemporâneo. Um deles diz que, vêm da população de cães vadios da África subsaariana, e, também entre os seus antepassados é o Basenji e o Sloughi do magreb. Apesar das semelhanças morfológicas, testes de DNA mitocondriais mostram que só muito distantemente, está relacionado com outros cães..

Como um todo., esta evidência sugere que a população de cães Azawakh conte com um pool genético único O que, Ele foi mantido puro, talvez por ter sido largamente isolados de populações de outras raças de cães, Há milhares de anos.

Características físicas

Sua morfologia é muito semelhante à do galgo do Oriente Médio e de alguns galgos indianos., Apesar de existirem várias diferenças óbvias. Como por exemplo, um muito curto e suave manto, quase ausente no útero; e patas mais do que a altura com a frente para a Cruz. Movimentos com uma caminhada, claramente, felino e pode ser encontrado em uma ampla variedade de cores, em degradado, distribuà­dos, Embora o formato seja, basicamente, uma cor sólida.

O Azawakh, é um cachorro magro, elegante e seus olhos cor de amêndoa, dar justo ar de doçura aos seus olhos.
As regras padrão, eles exigem um cão de 15 - 25 kg, e com uma altura de 61 - 74 cm. Sua estrutura óssea é, claramente, através da pele e como seus músculos. Seus músculos são geralmente ditos, são “seca”, o que significa que eles são muito liso, ao contrário do Galgo inglês e o Whippet (eles têm músculo vistoso, arredondado). Neste sentido (músculo), é mais parecido com o Saluki.

"Azawakh (Galgo africano)"

Na África, uma variedade de cores são encontradas em cães Azawakh, Como ser vermelho, bege, azulado, cinza, e, Black and blue raramente. Também, Machitas branco pode ser encontrado em diferentes cores (não muitos). Devido a esta variação de cor em toda a população nativa de Azawakh, o padrão americano usado pelo AKC e UKC permite qualquer combinação das cores encontradas na África.

Nos Estados Unidos, o padrão de FCI Ele foi modificado para não têm restrições em cor. As cores permitidas no padrão da raça de acordo com a FCI, Estas são areia ou luz para bege escuro; Castanho, Vermelho e distribuà­dos (com ou sem, Máscara escura), com whitetip pechera, a cauda e branco nas pernas (Pode ser na ponta dos dedos ou médio alto). Na notà­cia, meias brancas que vão acima da articulação do cotovelo são consideradas uma característica desqualificante na França, bem como uma gola branca ou meia gola (o irlandês forte).

O Azawakh É um cão muito bom para a caça. Eles são muito ágeis, e apesar de fingir fragilidade, eles são muito resistentes cães e são geralmente muito rápidos curar ferimentos causados por suas carreiras vigorosas.

Semelhante a Mastiff tibetano (Mastiff tibetano) e o Basenji, a cachorra Azawakh geralmente um zelo ao ano. Y, assim os filhotes nascido saudável, a norma diz que o animal não deve ser assistido no parto. O tamanho das ninhadas tendem a ser de 4 - 6 cachorros, mas ele pode ter ninhadas como pequenas como um filhote de cachorro e tão grande quanto oito.

Caráter e habilidades

O Azawakh, você precisa de um nível bastante alto de exercício e ser capaz de fazer corridas regulares em grandes recintos internos para gastar energia… Eles costumam cavar buracos no jardim, se você se sentir entediado ou transbordando de energia.

Eles são companheiros de treinamento excelente para os corredores e eles são praticamente impermeáveis ao calor. Eles suportam temperaturas muito altas (típico de áreas desérticas), temperaturas que matariam qualquer outro galgo...

O Azawakh que vivem em bandos vivem e se orientam em formas sociais de hierarquias complexas. Eles têm memórias tremendas e são capazes de se reconhecer após longos períodos de separação.. Eles são frequentemente encontrados dormindo aconchegados um ao outro para se aquecer e ter companhia..

o Azawakh é animada, atencioso, reservado e pouco sociável com estranhos, com quem você pode ser agressivo se sente ameaçada sua integridade ou seu mestre. Ele é muito carinhoso com aqueles que ele considera seus amigos. Eles precisam de um mestre que lhes dará uma educação liderança firme mas justo.

A diferença dos outros Galgos (Lébreis), a principal função do Azawakh em sua terra natal é o de Protetor e guardião de gado (e as pessoas). Eles tendem a desenvolver um vínculo intenso com seu dono., Apesar de serem muito independente cão, Embora muito ligado a seus mestres para todos corporativa.

para a maioria de Azawakh, eles não gostam de chuva e frio.

Com o conhecido e aceito pela famà­lia, o Azawakh eles são muito gentis e amorosos, Mostrar reservado com estranhos, suspeitos e preferem não trazer, não deve ser tocado, mas eles não são agressivos, como dissemos, a menos que ver ou sentem ameaçado.

Observações

Inicialmente, Foi considerado uma variedade do Greyhound árabe..

Educação

O Azawakhs eles são orgulhosos e independentes. Eles respondem bem a técnicas de reforço positivo, Mas métodos pesados ​​ou punições farão com que se fechem, resistir ou mesmo ser agressivo. Contudo, com o professor certo que lhes dá a motivação certa, aprenda com rapidez e facilidade.

Por outro lado, pode apresentar dificuldades de adaptação (por exemplo, ao mudar de propriedade, mudar de casa, etc.). É por isso que., filhotes precisam de muita socialização com as pessoas, novos lugares e situações. Este processo deve continuar por toda a sua vida, mesmo depois de se tornarem adultos.

Saúde

O Azawakh é um cão resistente que não tem uma predisposição especial a certas doenças.

Contudo, devido à  sua pelagem curta e extrema magreza, não é a melhor escolha para pessoas que vivem em climas úmidos ou frios. Em geral, Cobri-lo com um casaco de cachorro ou lã pode ajudar a manter sua temperatura corporal quando ele sai no inverno. No interior, você precisa de uma almofada acolchoada para descansar seu corpo ossudo.

Esperança de vida

12 anos

Limpeza

O casaco curto do Azawakh requer pouca manutenção. Uma escovação semanal é o suficiente.

O que mais, o Azawakh ele não é conhecido por perder muito cabelo.

O que mais, não é necessário dar banho no cachorro: não só não desenvolve um odor canino, mas mesmo quando fica sujo na lama, você só tem que esperar secar e depois remover o resà­duo com uma escovagem vigorosa.

Alimentos

Na África, o Azawakh compartilhe a ração de seus mestres e ganhe sua parte na caçada após a caçada.

Historicamente, foram acostumados a uma dieta com baixo teor de proteínas e à base de arroz, milho e leite de cabra. É por isso que., você está propenso a problemas digestivos se comer uma grande quantidade de alimentos ricos em proteínas, como acontece com muitos alimentos para cães.

Os criadores de Azawakh recomendar uma dieta com um 9% gordura e um 22% de proteína. Eles também recomendam 3-4 pequenas refeições por dia, já que o cão se torna guloso se comer apenas uma vez por dia.

O que mais, este cachorro aprecia porções ocasionais de comida rica em amido, como macarrão e arroz integral, assim como frutas e legumes (bananas, cenouras, etc.).

Por último, os críticos que apontam sua magreza como um sinal de desnutrição devem entender que este cão foi construído para velocidade e não pode ser gordo. Os padrões exigem pele fina esticada sobre uma estrutura ossuda e musculosa.

Uso

O Azawakh há muito tempo é usado por tribos do Sahel como cão caçador de lebre, antílopes e javalis.

Também é usado como cão de guarda e companheiro..

O que mais, no mundo ocidental, se destacar no canirun, uma corrida de lazer que consiste em perseguir uma isca artificial controlada mecanicamente.

Por último, esses cachorros magros, musculosos e resistentes são excelentes companheiros para corredores e globetrotters.

Imagens “Azawakh”

Vídeos Azawakh

L'Azawakh Fahim Kel Az'Amour, Azawak, Eles são, galgo

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
  • El American Kennel Club (AKC) – Cães de caça
  • KC padrão (O Kennel Club) – Sabujo
  • Standard UKC (United Kennel Club) – Sighthound and Pariah

Padrão da raça FCI "Azawakh (Galgo africano)"

Origem:
Mali

Data de publicação do padrão original válido:
04/09/2019

Uso:

Caça de galgos à  vista (Gazelas, lebres, avestruces) e para a luta contra predadores (hienas chacais, Leões). Os nà´mades o consideram um companheiro importante em sua vida doméstica e na vida do acampamento.



Aparência geral:

Particularmente fino e elegante, o galgo Azawakh dá a impressão geral de grande finesse. Sua conformação óssea e musculatura são percebidas sob sua pele fina e seca. O corpo deste galgo está inscrito em um retângulo cujo lado mais comprido é vertical..



PROPORà‡à•ES IMPORTANTES:

  • Altura à  Cruz / comprimento escapulo-isquiático: 10-9 (esta proporção pode ser ligeiramente menor nas mulheres).
  • Altura à  Cruz / profundidade do peito: 10-4.
  • comprimento da cabeça / comprimento do nariz: 10-5.
  • comprimento da cabeça / largura do crânio: 10-4.


Comportamento / temperamento:

Rápido, atencioso, distante; pode ser reservado com estranhos, mas ele sabe ser amoroso e afetuoso em um ambiente familiar e com as pessoas que ele está disposto a aceitar.

Cabeça:

Longo, multar, seco e cinzelado, Bastante magro, sem excesso.

Região craniana:
  • Crânio: Quase plano, bastante alongado com uma largura claramente menor que a metade do comprimento da cabeça. As direções dos eixos craniofaciais (linha da testa e linha do focinho) à s vezes são um tanto divergentes. Os arcos superciliares e o sulco frontal são mal marcados. A protuberância occipital externa é claramente marcada.
  • Stop (depressão naso-frontal) : Muito ligeiramente marcado

Região facial:

  • Trufa: Preto ou marrom escuro, narinas bem abertas.
  • Focinho: Longo, retilíneo, sintonizado para a frente sem excessos.
  • Lábios: fino e apertado, preto ou marrom escuro; lábios não estão pendurados.
  • mandíbulas / dentes: Mandíbulas longas e fortes. Bite em tesoura. Prótese total.
  • Bochechas: Plano.
  • Olhos: Macaroons, muito grande, abertura da tampa ligeiramente oblà­qua, de cor escura ou, vezes, âmbar, mas nunca azul; a borda das pálpebras bem pigmentada de preto ou marrom escuro.
  • Orelhas: Implantadas bastante altas. eles são finos, sempre caído e plano, amplo na base, colado à s bochechas, nunca "na forma de uma rosa". Sua forma é a de um triângulo com uma ponta ligeiramente arredondada. A base sobe quando o galgo está atento.

Pescoço:

Projetando-se claramente dos ombros, longo, magro e musculoso, com perfil superior ligeiramente arqueado. a pele está bem, não formando queixo duplo.

Corpo:

  • linha superior: Reto, quase horizontal ou subindo ligeiramente da cernelha até as pontas dos quadris. Quadris claramente protuberantes e em uma altura semelhante ou maior do que na cernelha.
  • Cruz: Claramente proeminente.
  • Lombo de porco: Curto e seco.
  • Alcatra: Oblà­quo (ângulo ideal: 45°).
  • No peito: Alto, seu comprimento desce quase até o nà­vel dos cotovelos, com região do esterno ligeiramente estreitada. Peitoril de janela bastante estreito. Costelas compridas, ligeiramente aparente, macio e
    regularmente arqueado
  • Linha inferior e barriga: O arco esternal é acentuado. A linha inferior se retrai suavemente em direção à barriga que é muito alta.

Cola:

Implementado em baixo, longo, fina, seco e afiado. Coberto com o mesmo cabelo do corpo e, freqüentemente, com uma mancha branca (pincel) em seu membro. Está caído com a ponta ligeiramente levantada, mas quando o animal está em atenção, pode subir acima da linha horizontal.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES: Longo, fina, vertical. Pernas perfeitas.

  • Ombro: Escápula longa, com músculos secos; visto de perfil apenas ligeiramente oblà­quo.
  • Braço: O ângulo escapulo-umeral é muito aberto (130° mais ou menos).
  • Metacarpo: : Ligeiramente oblà­quo.
  • Pés anteriores: arredondado, com dedos finos e compactos, bem arqueado. As almofadas são pigmentadas.

MEMBROS POSTERIORES: Longo e seco, visto por trás perfeitamente paralelo.

  • coxas: : Longo com musculatura seca e marcada. O ângulo coxofemoral é muito aberto (130° mais ou menos).
  • Joelho: O ângulo femoro-tibial é muito aberto (145° mais ou menos).
  • Metatarso: Tarso e metatarso secos, Sem esporas.
  • Pés de volta: Arredondado com dedos bem arqueados e almofadas pigmentadas.

Movimento:

Sempre muito flexà­vel e particularmente alto ao trotar e caminhar. O galope é elástico. O Azawakh dá uma impressão sublime de leveza e elasticidade. Seu movimento é uma característica essencial da raça.

Manto

  • PELE: Fino e aderente ao corpo.
  • CABELO: Curta, fina, reduzido à  ausência sob a barriga.
  • COR: Pardo, com ou sem marcações tigradas, com marcações brancas limitadas à s extremidades. Todas as nuances são admitidas, de areia clara a fulvo escuro (Mogno). As marcas
    os tigrados devem ser apenas pretos e qualquer outra tonalidade é excluída. O focinho pode ter uma máscara preta.
  • Marcas brancas: A marca branca no rosto é muito instável. No peitoril da, a cor branca pode aparecer na forma de manchas brancas mais ou menos dispersas e limitadas à  base do pescoço. Em qualquer caso, uma estreita faixa branca é permitida na frente do pescoço., no peito e parte inferior do peito.
    Esta mancha na área peitoral não deve ultrapassar as pontas dos ombros ou subir em qualquer um dos lados do pescoço. Uma pequena mancha branca na nuca é tolerada.
    Como continuação das marcas brancas no peitoril, manchas brancas podem aparecer sob o peito., mas nunca na área das costelas.
    Cada um de seus quatro membros tem necessariamente uma mancha branca, pelo menos na forma de uma marca branca nos pés.
    No caso de um assunto com excelente estrutura, uma falta de cor branca em um dos membros é geralmente tolerada. As marcas brancas presentes nos membros anteriores, que na maioria dos casos são irregulares, em nenhum caso eles devem subir acima dos cotovelos ou ombros. Por outro lado, as marcas brancas presentes nos membros posteriores, que geralmente são muito mais regulares e menos invasivos, não deve aparecer na área da coxa. Contudo, se eles aparecem na parte interna das coxas, não deve ser considerado uma falha.


Tamanho e peso:

ALTURA NA CERNELHA

  • Altura ideal para machos: 64 - 74 cm.
  • Altura ideal para mulheres: 60 - 70 cm.
  • tolerância +/- 2 cm.

PESO:

  • Machos: 20 - 25 kg
  • fêmeas: 15 – 20 kg


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.



FALTAS GRAVES:

  • Cabeça pesada e sem elegância.
  • Cauda grossa e peluda, muito curvo.
  • Corpo por muito tempo.
  • Mordida em torquês.


  • FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • falta de tipo.
  • Caixa torácica reduzida e, em geral, extrema magreza.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Trufa, borda das pálpebras e borda dos lábios que não são pretos ou castanhos escuros.
  • Olhos claros ou azuis.
  • Orelhas em forma de rosa.
  • Nà­vel dos quadris mais baixo que o da cernelha.
  • Forte deformação anatà´mica não acidental (por exemplo, união assimétrica das costelas ao nà­vel do esterno).
  • Ergà´s ou marcas de extração de ergà´s nos membros posteriores.
  • Pelo duro o semi largo.
  • As cores da pelagem não estão de acordo com as cores padrão (excesso de cor branca, área branca do pescoço e marcas tabby que não sejam pretas).
  • Atenção especial deve ser dada à s cores proibidas diluà­das: azul, Lila.
  • Será excluà­do todo cão que apresentar cicatrizes após ter sido submetido a uma intervenção para correção de imperfeição estética ou morfológica..
  • Tamanho se afastando mais do que 3 cm de normas padrão.



  • N.B.:
  • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.
  • As últimas alterações estão em negrito.

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Idi, Hanshee, Oska, Rawondu, Bareeru, Wulo,(formerly) Tuareg Sloughi (inglês).
    2. Sighthound, Oska (Francês).
    3. Idi, Osca, Tuareg-Windhund (alemão).
    4. Tuareg Sloughi (português).
    5. Tuareg Sloughi (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Do Alasca Husky
    Estados UnidosNão reconhecida pela FCI . Cães Nórdicos de Trenó

    Do Alasca Husky

    Alaskan - Autor de la foto: siva_lovehorses (flickr).

    O ronco do Alasca é um cão atlético e geralmente saudáveis, especializada em trenó.

    Conteúdo

    Classificações do "Do Alasca Husky"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Do Alasca Husky" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    história ronco do Alasca

    Listado não tanto como uma raça de cachorro, mas como um tipo ou categoria de cachorro. Não há características de pedigree fixas, mas sim para o efeito, que é ser um cão de trenó muito eficiente.

    A origem deste cão está em Alasca e Canadá. Estes cães totalmente domesticados veio há milhares de anos. Hoje em dia, o cães de trenó do Alasca Eles podem ser cruzados, tipo Husky, ou uma combinação de vários. Eles também variam em tamanho e construção, dependendo do uso do cão., para competir ou trabalhar.

    pilotos de trenó geralmente distinguir entre Do Alasca Husky e cruzamentos, de uma maneira informal, então é possível que esse tipo de cão tenha um certo grau de aparência de cão do norte.

    A maior parte da Do Alasca Husky tem orelhas pontudas, qualificação, Na verdade, como cães de tipo Spitz.

    Existem algumas especializações dentro desse tipo, como o Rio Mackenzie Husky ou o MALAMUTE, o Alaskan da Sprint como o Eurohound, ou distância.

    Deve ter em mente que em trenó competindo campeonatos, Estes cães podem vir com trenós carregados para o 30 km/h. e que dura três dias a uma taxa entre 30 - 50 km diariamente.

    O Alasca Eles são avaliadas para a sua tenacidade e resistência. Eles ganham uma velocidade média de 31 km/h..

    Características físicas do Husky do Alasca

    Este tipo de cães, pelo menos aqueles que são usados para aumentar a velocidade de corridas., são de tamanho moderado, com uma média 21 - 25 kg Para os machos e 17 - 19 kg para as fêmeas.

    O olhos podem ser de qualquer cor, muitos são azuis. O olhos azuis não são considerados uma caracterà­stica essencial desta corrida. O peles tem duas camadas, cabelo curto e do comprimento médio, Embora não muito, e geralmente menos densa que a pura raça do Norte, o comprimento da camada mais curto rege-se pela necessidade de uma dissipação de calor eficaz durante as corridas.

    Atlético e geralmente, saudável. Sua A expectativa de vida é geralmente entre 10 - 15 anos.

    Caráter e habilidades

    Eles tendem a variar muito em personalidade tanto em cor e aparência. Contudo, em termos gerais, Eles são cães muito afetuosos, viver com outros cães e os seres humanos.

    Esses cães eles não são adequados para um estilo de vida de apartamentos urbanos, que eles precisam de uma fonte constante de exercà­cio, e devido à sua incrível resistência, Parece que eles nunca se cansam. Ele é um aventureiro e tende a ser muito tranquila em passeios de carro. Estes cães estão felizes por viverem fora ou dentro da casa de seus proprietários, Mas se ele deixa de fora, Não é recomendado se você tiver um gramado perfeito…, são amador de cavar poços

    Seu cabelo tende a ser auto-limpeza assim como um Alaskan Malamute ou um Husky siberiano, razão pela qual eles precisam de banhos menos frequentes, Além disso, Eles geralmente não cheiro. Eles têm uma temporada de cabelo derramando na Primavera e, Ao contrário do siberianos, Malamutes o Pastores alemães, eles não podem deixar grandes quantidades de cabelo ao redor da casa de todo o ano.

    Nada é obstáculos impossà­vel este tipo de cães, que eles tendem a ir até a quase dois metros de distância da posição sentada. Apesar de natação não é seu Forte, eles tendem a mostrar qualquer resistência ou medo de água e você pode treinar e motivá-los para torná-los bons nadadores. geralmente muito boa visão e olfato, que os torna muito bons caçadores.

    Imagens do Alasca Husky

    Vídeos Alaskan Husky

    Cão de puxar trenós Siberian é executado com a moto! Springer Bike com seu cão

    Tipo e reconhecimentos:

    • Cães Nórdicos de Trenó
    • Eles não são reconhecidos pelo AKC, nem pela FCI

    Nomes alternativos

    1. Alaskan Husky (inglês).
    2. Alaskan Husky, Alaskan (Francês).
    3. Alaskan Husky (alemão).
    4. Alaskan Husky (português).
    5. Alaskan Husky (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Galgo húngaro (Magyar Agár)
    Hungría FCI 240 . Lebréis de pelo curto

    Lebrel Húngaro

    A natureza de Galgo húngaro, gosto de sua aparência, É elegante. Extremamente sensà­vel e inteligente, amável querida, mas nunca intrometido.

    Conteúdo

    História

    O Galgo húngaro é uma verdadeira especialidade entre as raças de cães húngaros. Contudo, é talvez o húngaro de quatro patas menos conhecido. Ele foi ameaçado de extinção várias vezes ao longo de sua história, embora ele seja um companheiro muito valioso e adorável com um talento impressionante para a caça. Devido a sua raridade, cruzou com outros cães ao longo dos anos, é por isso que muitas pessoas hoje não consideram que o Galgo não-caçador mantido para fins de hobby é um Galgo húngaro raça pura.

    Origem

    Como todos Galgos, o ancestral desta raça húngara também vem do Egito. Eles apareceram pela primeira vez por volta do terceiro milênio AC, os primeiros achados vêm daquela época. Várias teorias nasceram sobre sua formação, mas a única coisa certa é que eles chegaram na Bacia dos Cárpatos com os conquistadores húngaros, quem os usou para caçar. As primeiras memórias de Galgo húngaro volte para o tempo de San Esteban. Nesse momento, Isto Lébreis era muito popular, assim como era um passatempo da moda nos dias de Matthias Hunyadi. O próprio rei costumava passar seu tempo caçando com eles a cavalo.. Depois de sua morte, com o país dividido em três partes, a criação de Galgo húngaro começou a diminuir.

    Durante o domà­nio turco, o galgo húngaro foi cruzado com galgos do tipo oriental. A caça deixou de ser um verdadeiro hobby para a caça furtiva, já que era a melhor maneira de caçar sem chamar atenção.

    A contagem reformista István Széchenyi popularizou as corridas de galgos e o Galgo húngaro tornou-se o cachorro nacional. Naquela época, As corridas de galgos eram consideradas eventos sociais especiais e de prestà­gio. Quase constantemente, associações foram formadas para lidar com a raça e a caça com ela. Corridas de cavalos e galgos também atraíram estrangeiros. É assim que os puros-sangues ingleses e os “Galgo inglês”. A resistência da raça indà­gena era um tesouro raro, mas não correspondia à velocidade do Greyhound. É por isso que., os dois cães se cruzaram com frequência e o Galgo húngaro perdeu seu caráter original. É por isso que., muitas pessoas ainda questionam o caráter húngaro do galgo, alguns dizem que o personagem antigo desapareceu completamente dos cães atuais.

    Depois da segunda guerra mundial, a raça quase desapareceu. Em 1963 um filme foi feito sobre o rei Matthias, para o qual eles eram necessários galgos húngaros. Contudo, este cão era tão raro que era quase impossível encontrar um no país. Para o filme, o cineasta e caçador da natureza Kálmán Szigethy encontrei alguns espécimes, comprei e comecei a criá-los. Graças a Szigethy, o Galgo húngaro revivido e em 1966 foi oficialmente reconhecido pela FCI. Desde então, ele se espalhou lenta mas inexoravelmente por toda a Europa e não está em perigo de extinção. Em 2004, todas as raças de cães domésticos, Incluindo Galgo húngaro, foram declarados tesouro nacional pelo Parlamento húngaro, e em 2017 foi até nomeado cão da herança húngara.

    Características físicas

    O Galgo húngaro é um cão de caça magro, suas articulações estão secas e sua musculatura é proeminente. O peito é plano e profundo. O tronco é retangular. O casaco é curto e de cores variadas, e é criado na maioria das cores de galgos.

    Peso corporal de 22-31 kg, de acordo com o sexo, e altura na cruz de 62-70 cm. Tem uma estrutura óssea forte e uma cabeça longa com caráter.. Olhos amendoados, castanho escuro. Nariz preto. As orelhas são chamadas de orelhas de rosa, que são pequenos e curvados para trás. Cauda longa, multar, regularmente ferrado. Seu movimento é flexà­vel, elegante e gracioso.

    Quando corre, pode atingir velocidades de até 60 km/h..

    Expectativa de vida é 12-14 anos.

    Vídeo de galgo húngaro
    Magyar Agár - Agárfesztivál - Osagárd 2008

    Caráter e habilidades

    O Galgo húngaro tem um caráter muito persistente e determinado. É por isso que ele tem tanto sucesso nas corridas de galgos. Em comparação com outros cães, pode manter a velocidade rápida por um longo tempo e, em caso de tropeço, continuará seu caminho com o mesmo vigor. Ele tem um grande coração em seu peito profundo, que te ajuda a galopar persistentemente. Irradia força, elegância e grande presença de espà­rito. Embora ele adore correr, ele não é hiperativo. típico de galgos, descansa com relativa frequência, mas requer muito exercà­cio. Portanto, exercà­cio diário regular é importante.

    Sua natureza - como sua aparência- É elegante. Ele é extremamente inteligente e perspicaz, amoroso, mas nunca intrusivo. Também é recomendado com crianças, eles os amam e um cão bem socializado não é agressivo com eles. Ele é protetor com sua famà­lia, mas não é um mordedor e nunca late desnecessariamente. É reservado com estranhos. Tem um temperamento equilibrado, o que o torna um animal de estimação ideal para a famà­lia. Socialização precoce e exercà­cios frequentes são importantes, caso contrário, você pode desenvolver problemas de comportamento. Isso provavelmente se manifestará durante o voo. Também é excelente para vários esportes caninos, especialmente corridas de galgos, caça ou agilidade. A sua natureza calma também o torna ideal como cão de terapia..

    Ambiente ideal

    Os galgos podem ficar dentro de casa se forem exercitados adequadamente todos os dias. Descanse bastante e possa dormir até 18 horas por dia. Em consequência, gosta muito de conforto e camas macias. em um galpão de jardim, é necessário garantir que uma cerca alta o suficiente seja erguida ao seu redor, uma vez que irá pular facilmente o mais baixo. Ele se dá muito bem com crianças, se eles são bem tratados. Não requer um proprietário particularmente ativo e é perfeito para uma famà­lia com um estilo de vida médio. Um ótimo companheiro de caminhada.

    Limpeza

    O Galgo húngaro não requer nenhum cuidado especial. Você deve banhá-lo algumas vezes por ano e limpar seus olhos e ouvidos em intervalos apropriados.. Escovar com uma luva de escovação é recomendado uma vez por semana. A escovação mais frequente é recomendada durante a estação de troca de pelos..

    Saúde

    O Galgo húngaro é uma raça saudável, não tem nenhuma doença específica.

    Classificações do "Galgo húngaro (Magyar Agár)"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Galgo húngaro (Magyar Agár)" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Galgo húngaro (Magyar Agár)"

    Fotos:

    1 – Galgo húngaro Cor: atigrado claro by Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
    2 – Galgo húngaro por https://pixabay.com/es/photos/magyar-agar-perro-animal-galgo-5016524/
    3 – Galgo húngaro por Pega (vitalap / Editar% s), CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    4 – Galgo húngaro na exposição de cães Katowice (2005) por Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    5 – Galgo húngaro por Hachieko, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
    6 – Galgo húngaro por http://www.magyaragar.eu/blog/tag/ungarischer-windhund/page/24/

    Và­deos do "Galgo húngaro (Magyar Agár)"


    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
    • CCC padrão (Canadian Kennel Club / Canadian Kennel Club)
    • KC padrão (O Kennel Club) – Sabujo
    • Standard UKC (United Kennel Club) – Sighthound and Pariah

    Padrão da raça FCI "Galgo húngaro (Magyar Agár)"

    Origem:
    Hungria

    Data de publicação do padrão original válido:
    06.04.2000.

    Uso:

    É um cão de caça e corrida que caça à  vista. Contudo, o nariz dele também é notável. É especialmente adequado para corridas e caça à isca. (cursos) onde é considerado por todos como muito credenciado em longas seções. É um cão de companhia muito bom e um fiel guardião..



    Aparência geral:

    Sua aparência irradia força; estrutura óssea e músculos bem desenvolvidos. É elegante.



    PROPORà‡à•ES IMPORTANTES:

    • O comprimento do corpo é ligeiramente maior que a altura na cernelha.
    • O comprimento do focinho corresponde a metade do comprimento da cabeça.


    Comportamento / temperamento:

    Incansável, persistente, velozes, endurecido e resistente. Excelente para corridas.
    Em algumas distâncias, é mais rápido que o Greyhound.
    Ele é reservado por natureza, mas não tímido, é sensato, inteligente e fiel. Está vigilante; seu instinto de proteger as pessoas, casas ou fazendas é altamente desenvolvido, mas sem nenhum sinal de agressividade ou nitidez.

    Cabeça:

    Visto de cima e de perfil, é em forma de cunha com uma base bastante ampla.

    Região craniana:
    • Crânio: Moderadamente forte, ampla. A testa é relativamente larga.
    • Stop (depressão naso-frontal) : bem marcado.

    Região facial:

    • Trufa: Relativamente grande, bem pigmentado com grandes janelas largas.
    • Focinho: Strong, alongada, embora como um todo não seja muito pontudo.
    • Belfos : Fechando bem, aderentes, bem pigmentado.
    • mandíbulas / dentes: mandíbulas fortes, poderosas. Bite em tesoura, concluir, bem desenvolvido e de acordo com a fórmula dental do cão.
    • Bochechas: Strong, muscular.
    • Olhos: Tamanho médio, Sombrio, nem profundamente colocado nas cavidades nem abaulado. Visual animado e inteligente.
    • Orelhas: Eles são muito grandes e sua trama é grossa. Inserido na altura média, eles se dobram para trás sobre o pescoço em uma forma de rosa perfeitamente gasta. Em atenção eles se levantam. Orelhas pesadas são preferà­veis à s leves. Sempre as orelhas eretas estão erradas.

    Pescoço:

    Comprimento médio, mas elegante, seca, muscular, sem rugas.

    Corpo:

    • Cruz: bem desenvolvido, muscular, longo.
    • Voltar: ampla, reta, empresa, muito bem musculoso.
    • Lombo de porco: Muito largo, reta, fortemente musculoso.
    • Alcatra: ampla, ligeiramente descendente, com músculos fortes.
    • No peito: A caixa torácica é profunda e fortemente arqueada para permitir espaço suficiente para o coração e os pulmões poderosos.. Costelas bem arqueadas e bem estendidas para trás.
    • Barriga: Moderadamente coletados.

    Cola:

    Inserção de cauda forte, grosso e ligeiramente curvo é moderadamente alto. É moderadamente ralo e atinge o jarrete. Sua parte inferior é coberta por fios de cabelo. Em repouso, cai verticalmente no chão; em ação pode ser elevado à altura da linha superior

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES: Os membros anteriores são fortes e tendinosos. Visto de frente e de trás, eles são retos e paralelos.

    • Ombro: Moderadamente oblà­quo, Mobile, musculoso e comprido.
    • Braço: Longo e um tanto oblà­quo, muscular.
    • Cotovelos: Elasticamente se conformam à  caixa torácica. Eles são móveis e não devem ser virados para dentro ou para fora.
    • Antebraço: Longo, reta, estrutura óssea forte e músculos secos.
    • Carpo: Largo e forte.
    • Metacarpo: Curto e vertical em relação ao solo.
    • Pés dianteiros: Relativamente grandes, alongado. Almofadas fortes, unhas curtas.

    MEMBROS POSTERIORES: Os posteriores são bem angulados, mas não excessivamente angulados., fortemente musculoso e com boa resistência óssea. Visto de trás são paralelas.

    • Coxa: Poderosamente musculado, com músculos bastante alongados.
    • Joelho: Moderadamente angulado, forte, não virou nem dentro nem fora.
    • Perna: Longo, com músculos secos.
    • Jarrete: Poderoso, forte, colocação baixa.
    • Metatarsos: Vistos de atrás, ambos em pé e em movimento são paralelos.
    • Pés traseiros: Relativamente grandes, um pouco alongado com almofadas e unhas fortes.

    Movimento:

    Boa cobertura de solo, trote elástico, visto de frente e de trás, membros se movem em planos paralelos.

    Manto

    • PELE: Relativamente espesso, bem ajustado em todo o corpo, sem vincos ou queixo duplo.
    • CABELO: Curta, espesso, áspero, liso e bem colado. No inverno pode apresentar uma densa penugem interna em quantidade considerável.
    • COR: Todas as cores e combinações de cores conhecidas em sighthounds, com exceção das cores e combinações de cores mencionadas como faltas eliminatórias.


    Tamanho e peso:

    ALTURA NA CERNELHA

    • Altura ideal para machos: 65 até 70 cm.
    • Altura ideal para mulheres: 62 até 67 cm.

    A altura medida em centímetros não é tão importante quanto a harmonia das proporções..



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.



    FALTAS DE ELIMINAÇÃO

  • Cão agressivo ou medroso.
  • Forma atípica da cabeça.
  • Prognatismo superior ou inferior, arcade incisivo desviou.
  • Falta um dente ou mais de um dente nos incisivos, das presas, dos pré-molares 2-4, e molar 1-2; dos mais de 2 x PM1; vá M 3 não será levado em consideração .
  • Entropia, ectrópio.
  • Cores: azul; branco manchado de azul branco; Castanho; lobo cinza, bem como preto e castanho; cachorros tricolores.
  • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..



    N.B.:

    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Magyar agár, Hungarian agar (inglês).
    2. Magyar Agár (Francês).
    3. Magyar Agár (alemão).
    4. Magyar Agár, Lébrel húngaro (português).
    5. Galgo húngaro, Magyar Agár (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Whippet
    Gran Bretañaa FCI 162 . Lebréis de pelo curto

    Whippet

    O Whippet, como todos os sighthounds, é muito reservado. Não brinque muito. Sua paixão é caçar.

    Conteúdo

    História

    O Galgos tem origens antigas, já que seus ancestrais aparecem em afrescos do antigo Egito. Contudo, o Whippet não apareceu até muito mais tarde, no século 18 ou pouco antes. Embora todos concordem que o Whippet é originalmente da Grã-Bretanha, suas origens exatas são debatidas.

    Alguns acreditam que é descendente de Galgo. Membros menores da raça foram considerados insuficientes para a caça e foram dados aos fazendeiros, e foi assim que a raça se desenvolveu, que também é conhecido como Sabujos anão.

    Outros afirmam que seus ancestrais são um Galguinho italiano grande, que foram usados ​​para caça. Outros também acreditam que Galguinho italiano está relacionado a ele Whippet, mas apenas devido aos cruzamentos feitos no final do século 19 para aperfeiçoar a raça.

    Por último, algumas pessoas que assumiram o sucesso também mencionam cruzamentos com certas Spaniels.

    Contudo, A teoria mais difundida é que a Whippet é o resultado de cruzamentos entre o Galgo inglês e vários Terriers, em particular o Manchester Terrier. Apelidado de “cão dos pobres”, era usado para caçar pequenos animais, se eles eram ratos ou coelhos.

    Contudo, aparece em pinturas do século 18 de Jean-Baptiste Oudry (1686-1755), mas principalmente em uma caixa Edward Haytley (1713-1764) intitulado “O caçador com um Whippet“. A palavra Whippet tinha muitos significados diferentes entre os séculos 16 e 19, mas é comumente aceito que o nome da raça vem do verbo “to whip“, que no século XVII significava “mova-se rapidamente”.

    Muito popular no século 19 entre as classes trabalhadoras do norte da Inglaterra, o Whippet Os galgos eram usados ​​em testes de apostas onde tinham que eliminar um grande número de ratos ou coelhos o mais rápido possível.. Essa atividade acabou sendo proibida, e os roedores foram substituídos por iscas de pano que os cachorros tinham que correr atrás. O automobilismo se tornou um verdadeiro esporte que conquistou a Inglaterra e depois os Estados Unidos. Ao mesmo tempo, os competidores continuaram a usar suas habilidades diariamente na caça de vermes e animais pequenos.

    Já em 1888, a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club (AKC), e então por ele Kennel Clube Britânico (KC) em 1890. Presente em corridas e exposições caninas, desenvolvido rapidamente, lentamente entrando nas casas como um cão de companhia.

    O Whippet é reconhecida pelas principais associações caninas do mundo. O Federação Cinológica Internacional (FCI) Fê-lo 1955, promovendo assim a sua difusão internacional, e quase todas as grandes organizações nacionais seguiram o exemplo, como o United Kennel Club (UKC) americano e o Canadian Kennel Club (CKC).

    Hoje em dia, embora as corridas de Galgos tornaram-se muito raros e caçar com Galgos é proibido em muitos territórios, o Whippet ainda está muito presente em todo o mundo. Isso ocorre porque o Whippet conseguiu se afastar de seu papel original e conquistar o público em geral como mascote.

    Nos Estados Unidos, por exemplo, As estatísticas de registro do AKC colocam o Whippet em torno do post 60 (de algo menos que 200) no ranking de popularidade da raça do AKC.

    no seu país de origem, Grã Bretanha, é ainda mais difundido, com entre 3.000 e 3.500 nascimentos relatados ao KC a cada ano.

    Também na França seu sucesso é inegável, embora ainda seja menos do que do outro lado do Canal. Desde a idade 80, inscrições no Livro de Origem Francês (LOF) eles estiveram por perto 1.000 um ano, estabilidade bastante excepcional. Desde o inà­cio da década 2010, este número não parou de aumentar, aproximando-se do 1.500 no final disso.

    Características físicas

    Mistura de elegância, poder e delicadeza, o Whippet é feito para velocidade, como todas as raças de Galgos (Lébreis). Eles parecem Galgo inglês, mas eles são muito menores.

    Seu corpo esguio é elegante, com um arco pronunciado nas costas, costas largas e musculosas e barriga bem recolhida. As pernas são longas, com ossos moderados e músculos finos, mas marcados. As pernas são longas, moderadamente ósseo, com músculos finos, mas pronunciados, terminando em pernas ovais com dedos largos e unhas fortes. A cauda é longa e fina, carregado quando o cão está ativo, mas nunca mais alto do que o nà­vel de trás.

    Usado em um pescoço longo e musculoso, a cabeça é fina e alongada. O topo é levemente marcado, focinho continua a afunilar na continuação do crânio. O nariz geralmente é preto, mas tons de azul são permitidos em cães azuis, e rosa nas de cor creme. Olhos ovais têm uma expressão và­vida. As orelhas, que dizem ter a forma de uma rosa, eles são finos e são carregados para trás ou semi-eretos.

    A pele de Whippet consiste apenas em uma camada superior fina e curta, mas muito fechado: este cachorro não tem subpêlo. O casaco pode ser de qualquer cor ou combinação de cores, exceto o melro.

    Por último, dimorfismo sexual é bem marcado nesta raça: o homem é significativamente maior do que a mulher.

    Tamanho e peso

    ▷ Tamanho macho: 47 – 51 cm
    ▷ Tamanho fêmea: 44 – 47 cm
    ▷ Peso macho: 13 kg.
    ▷ Peso fêmea: 12 kg

    Caráter e habilidades

    O Whippet ele é extremamente sociável e dedicado à  sua famà­lia, com o qual você precisa gastar muito tempo – não é uma questão de viver fora, isolado de sua famà­lia: seu lugar é no coração da casa, confortavelmente acomodado em uma almofada aconchegante. Pode facilmente sofrer de ansiedade de separação e não se adapta a um mestre que está ausente com frequência.

    Este problema pode ser atenuado se ele tiver permissão para viver com um ou mais outros cães.. Em vigor, seja uma reunião simples ou vivendo juntos sob o mesmo teto, o Whippet se dá muito bem com outros cães e, de um modo geral, fica perfeitamente confortável em uma casa onde convivem vários representantes da espécie canina.. Isso permite que você continue se sentindo parte do pacote, mesmo quando seus donos estão trabalhando.

    Suas relações com outros animais estão longe de ser pacíficas.. Na verdade, seu instinto de caça está bem ancorado nele, o que o leva a perseguir e matar gatos, coelhos e outros roedores. Mesmo aqueles com quem ele teria crescido provavelmente acabarão em suas presas um dia., de modo que a coexistência deve simplesmente ser excluà­da.

    Ativo, alegre e brincalhão, o Whippet é um companheiro ideal para crianças, cuja presença você ama. Contudo, é melhor que as crianças já tenham uma certa idade e tenham aprendido a se comportar de maneira respeitosa com o cachorro, pois são muito menos tolerantes com o abuso do que muitos de seus colegas. Em qualquer caso, como com qualquer raça, Não é aconselhável deixar uma criança pequena com ele sem a supervisão de um adulto.

    Ativo e enérgico, este cachorro é especialmente assim quando ele é jovem, ao ponto que pode ser destrutivo. Eles também gostam de testar os limites, então é melhor que sua famà­lia esteja disponà­vel para cuidar deles e redirecioná-los quando necessário. Uma vez que eles se tornam adultos, que geralmente está por perto 18 meses de idade, eles ainda são muito ativos, mas eles têm um temperamento muito mais calmo. Você precisa se exercitar por uma hora por dia, mas então você pode sentar em silêncio no sofá e assistir TV.

    Em outras palavras, se você pode se exercitar confortavelmente e passar a maior parte do tempo com sua famà­lia, o Whippet ele é um companheiro calmo e alegre. Contudo, se alguma dessas condições não for atendida, é provável que você desenvolva vários problemas de comportamento, como mastigar qualquer coisa que você tenha em mãos ou cavar.

    Contanto que você faça exercà­cios suficientes, pode morar em um apartamento. Contudo, Idealmente, você deve ter acesso a um jardim onde possa correr e brincar.. Isso sim, devem estar perfeitamente fechados e a uma altura mínima de 1,5 m, para que ele não persiga os gatos da vizinhança ou outros bichinhos que passam. Em qualquer caso, uma cerca eletrônica instalada no subsolo seria inútil, já que o choque sentido não seria suficiente para detê-lo.

    Seu instinto de caçador o faz perseguir qualquer pequeno animal que encontrar, então você deve sempre ir na coleira quando sair para uma caminhada. Contudo, deve-se ter o cuidado de colocar o cão em uma coleira adaptada à sua morfologia (galgos têm o pescoço mais largo do que a cabeça) ou um arnês, para evitar que escape. O risco de o cão fugir é especialmente alto nesta raça, e é absolutamente impossà­vel pegá-lo se ele escapar, uma vez que é capaz de funcionar em mais de 50 km/h..

    É possà­vel permitir que ele estique as pernas ao levá-lo para uma corrida ou um passeio de bicicleta. Contudo, é principalmente um velocista, não é um corredor de longa distância: teria dificuldade em manter o ritmo em longas distâncias.

    Deve-se notar que o Whippet ele não é apenas um atleta, mas ele também tem uma inteligência acima da média que lhe permite aprender muitos truques. Esportes caninos como agilidade, obediência, o flyball ou, É claro, el lure correndo, São uma excelente forma de ele mostrar todas as suas qualidades físicas e mentais.

    Por último, ele é muito respeitoso com seus vizinhos, latindo muito pouco. Isso explica por que ele não pode ser considerado um cão de guarda., nem mesmo como um cão de alerta. O que mais, Ele não é daqueles que complicam a vida de estranhos: pode ser um pouco tímido no começo, mas tende a se abrir rapidamente e fazer com que se beneficiem de sua natureza amigável.

    Educação

    como todos os cães “Galgos (Lébreis)”, o Whippet beneficia da socialização desde tenra idade. Conhecendo todos os tipos de pessoas e outros cães, mas também ao se acostumar com várias situações cotidianas (ruà­dos, cheiros, passeios pela cidade, viagens de carro…), ganha serenidade e se torna um adulto calmo e equilibrado.

    Por outro lado, mesmo quando cercado por pequenos animais em sua juventude, nunca perca seu instinto de caça. Seria inútil esperar mudar algo fundamentalmente a esse respeito..

    É esse instinto que torna absolutamente essencial acostumar seu cão a andar na coleira ao chegar em casa.. Na verdade, um Whippet nunca deve ser posto em liberdade, exceto em um ambiente perfeitamente fechado e seguro, como um jardim ou um parque para cães. Se você começar a perseguir um animal, mesmo pedidos de retirada perfeitamente integrados são ignorados, e nada pode distraà­-lo de seu objetivo.

    O cachorrinho de Whippet Ele é um pouco indisciplinado e gosta de testar os limites., mostrando um certo traço teimoso. Portanto, precisa de um treinador forte que exija respeito e seja visto como o líder da matilha. Assim que o mestre estabelecer sua posição dominante, a educação de Whippet é relativamente fácil. Ele é inteligente e gosta de aprender novos truques, então trabalhar com ele é um prazer. É claro, isso é ainda mais verdadeiro se você achar interessante, porque ele não está obcecado em agradar seu mestre. Portanto, usar guloseimas e outras recompensas pode fazer maravilhas.

    Não se esqueça que é um cão sensà­vel, que podem não responder bem aos métodos tradicionais de treinamento. É melhor basear seu treinamento no reforço positivo, que reforça sua autoestima e consolida a relação com seu mestre. Também é aconselhável não fazer as sessões durarem muito tempo, para que continuem a ser divertidos e interessantes para ele.

    Saúde

    O Whippet é bastante robusto, com uma expectativa de vida bastante normal para seu tamanho.

    Contudo, A sua pelagem curta e a falta de gordura corporal fazem com que não tolere bem o frio nem as intempéries, pelo que se recomenda equipá-lo com uma camisola de cão assim que o mercúrio baixar., e ele com uma capa de chuva em tempo chuvoso., se encaixa muito melhor quando você aumenta o termà´metro.

    Entre as doenças com maior probabilidade de afetar esta raça, os mais comuns são:

    • o cascata, que pode ser hereditária e ocorre quando uma película opaca se forma no olho, causando uma deterioração mais ou menos rápida da visão, até a cegueira total., uma operação cirúrgica pode tratá-lo;
    • distrofia corneana, turvação da córnea que causa problemas de visão e suspeita-se de origem hereditária;
    • o atrofia progressiva da retina, uma doença hereditária incurável que causa degeneração progressiva dos tecidos oculares, para completar a cegueira;
    • o doença de von Willebrand, um problema hereditário de coagulação do sangue, as formas mais leves podem ser controladas com medicamentos, enquanto o mais grave causa sangramento imparável que requer cirurgia e transfusão ao menor ferimento, para evitar que o cão morra devido à  perda de sangue;
    • o epilepsia, que está na origem de crises mais ou menos frequentes e intensas. Pode ser mantida sob controle com a ajuda do tratamento medicamentoso, que geralmente permite que as pessoas afetadas levem uma vida quase normal;
    • alergias de pele, que pode ser sinalizada por vermelhidão e coceira;
    • pequeno feridas e infecções de pele, que é bom e é coberto por um cabelo bastante curto;
    • de cânceres;
    • problemas cardíacos, que pode ser congênito e aumentar de tamanho, para parada cardíaca resultando em morte.

    O que mais, indivà­duos usados ​​na pista de corrida também correm risco de lesão no contexto desta atividade particularmente intensa: entorse, luxação, fratura, etc.

    O que mais, como outras raças de Galgos como o Galgo inglês, o Whippet é sensà­vel a anestésicos, que pode causar alergias. Portanto, operações cirúrgicas podem exigir um protocolo específico para evitar esse risco.

    Embora a lista de doenças a que a raça está predisposta possa parecer esmagadora, um estudo de 2004 conduzido em conjunto pelo British Kennel Club e o British Small Animal Veterinary Association mais de várias centenas de mortes de cães desta raça descobriram que cerca de um quarto deles foram simplesmente causados ​​pela idade avançada do animal.

    Depois, há problemas cardíacos e câncer, que juntos representam mais um quarto., metade das mortes relatadas são atribuà­veis a uma dessas três razões.

    Saber que esta raça está predisposta a várias doenças hereditárias, adotando um criador sério de Whippet aumenta muito as chances de obter um filhote saudável e mantê-lo assim. Além de um atestado de boa saúde assinado por um veterinário e a caderneta de saúde ou vacinação do animal, certificando que recebeu todas as vacinas necessárias, o profissional deve ser capaz de apresentar os resultados dos testes genéticos realizados aos pais ou ao bebê, para evitar o risco de doenças hereditárias.

    O que mais, assim que o cachorro chegar em casa, você precisa limitar sua atividade física (tanto em intensidade quanto em duração) durante todo o seu período de crescimento, que normalmente dura entre 12 e 18 meses, de modo a não correr o risco de danificar suas articulações ou ossos.

    Recomenda-se, então, verificá-lo regularmente para ver se há cortes ou arranhões, já que sua pele quase não está protegida pelo casaco, é particularmente propenso a isso.

    O que mais, independentemente da sua idade e mesmo se você aparentar estar com excelente saúde, qualquer cão deve ser examinado detalhadamente por um veterinário pelo menos uma vez por ano como parte de um check-up médico completo, isso permite que um possà­vel problema seja detectado o mais rápido possà­vel, dos quais às vezes os sintomas ainda não são apreciados., esta é uma oportunidade para certificar-se de que você está em dia com suas imunizações e realizar todos os lembretes necessários.

    Ao mesmo tempo, o proprietário deve certificar-se de renovar os diferentes tratamentos antiparasitários para seu cão ao longo de sua vida, então você nunca está desprotegido., isso deve ser feito a cada 1 - 3 meses.

    Esperança de vida

    A partir de 13 - 14 anos

    Limpeza

    O Whippet Greyhound é uma raça de cão fácil de cuidar.

    Em primeiro lugar, a manutenção de sua pelagem é muito simples, uma vez que é curto e não tem subpêlo. Uma escovagem rápida todas as semanas é mais do que suficiente para mantê-lo em boas condições, especialmente porque este cachorro derrama muito pouco. Eles também não têm perà­odos anuais de derramamento., ao contrário da maioria dos cães.

    Em qualquer caso, sessões de escovação oferecem uma boa oportunidade para verificar o estado da sua pele. Em vigor, sua finura e o fato de ser coberto apenas por uma fina camada de cabelo o tornam especialmente exposto a cortes e arranhões.

    Se você se cuida regularmente, o casaco é geralmente limpo e inodoro, então raramente é necessário dar banho nele. A menos que fique sujo, por exemplo, em um passeio particularmente enlameado, dar banho nele uma ou duas vezes por ano é mais do que suficiente. Apenas certifique-se de usar sempre um shampoo projetado especificamente para cães., pois isso pode danificar sua pele.

    Por outro lado, a manutenção semanal da pelagem também é uma oportunidade para limpar as orelhas com um pano limpo, para evitar o acúmulo de cera e detritos que podem ser uma fonte de infecção (infecções de ouvido, etc.).

    Você também deve aproveitar para inspecionar os olhos e esfregar os cantos com um pano úmido para remover a sujeira..

    Por último, uma boa higiene oral requer escovar os dentes do cão pelo menos uma vez por semana, sempre com um creme dental especialmente desenvolvido para cães. Isso evita o acúmulo de tártaro, isso pode causar não apenas mau hálito, mas também doenças, alguns dos quais podem ser sérios. O ideal é fazer isso todos os dias..

    Quanto à s garras do Whippet, muitas vezes tendem a crescer mais rápido do que se desgastam, mesmo que você passe um tempo fora de casa e faça exercà­cios suficientes. Portanto, recomenda-se cortá-los quinzenalmente aproximadamente, antes que fiquem muito longos e corram o risco de perturbá-lo, mas também de quebrar, e até te machucando.

    Embora um Whippet é relativamente fácil de cuidar, é altamente recomendável aprender como fazê-lo na presença de um profissional, ou um tratador ou um veterinário. Esta é a melhor maneira de saber a forma correta de cuidar do seu cão e evitar o manejo incorreto que pode machucá-lo ou até mesmo machucá-lo..

    Alimentos

    O Whippet adapta-se muito bem a comida comercial para cães. A escolha dos produtos e a quantidade a administrar diariamente devem ser feitas de forma a cobrir perfeitamente as suas necessidades nutricionais e, por conseguinte, combina com sua idade, tamanho e nà­vel de atividade. O que mais, como todos os cachorros, é melhor dividir a ração diária em pelo menos duas refeições.

    O que mais, cães usados ​​para competições caninas devem seguir um programa de alimentação específico, como qualquer atleta que se preze.

    Em qualquer caso, este cachorro é pouco comido e este, juntamente com seu alto gasto de energia, geralmente protege você do risco de obesidade. Contudo, se a obesidade ocorresse, teria sérias consequências para este cão cujo corpo não foi feito para suportar o excesso de peso.

    Portanto, é aconselhável pesar o seu cão regularmente, Pelo menos uma vez por mês, para detectar qualquer ganho de peso o mais rápido possà­vel. Se o ganho de peso for confirmado de uma medição para outra, ou mesmo aumenta, é imprescindà­vel consultar o veterinário. Apenas um veterinário pode determinar com segurança a causa do problema (dieta, doença, efeitos colaterais da medicação, etc.) e propor uma solução.

    Por último, como qualquer outro cão, o Whippet deve ter acesso permanente a uma tigela de água doce para matar sua sede.

    Utilitário

    Originalmente, o Whippet foi usado para perseguir e matar pequenos roedores, eliminando os ratos que ameaçavam o abastecimento alimentar e colocando a carne de coelho no cardápio familiar. Apesar de Whippet preservou seus instintos de caça, esta é uma função que não cumpriu por quase dois séculos.

    No século XIX, a velocidade de mais de 50 cão km / h, sua incrà­vel aceleração e capacidade de mudar de direção o tornaram um especialista em corridas de cães, e multidões se reuniram para assistir representantes da raça perseguir iscas de pano e apostar nos resultados, como foi feito com os cavalos. Contudo, a popularidade desta atividade diminuiu consideravelmente ao longo dos anos 80, a ponto de hoje serem muito raros. O fato de que o jogo agora é proibido na maioria dos países (incluindo a Bélgica, Canadá, França e Suà­ça) não é, É claro, Uma coincidência.

    Contudo, o Whippet Sighthound também conseguiu seduzir os fãs de exposições de cães com sua elegância no final do século XIX., e seu sucesso nas passarelas continua até hoje.. É raro não ver um ou mais representantes da raça nesses eventos.

    Contudo, É sobretudo como cão de companhia que o Whippet Sighthound fez um nome para si mesmo entre o público em geral. Dedicados e inteligentes, eles encantam todos que procuram um companheiro ativo e estão suficientemente disponà­veis para ele.

    Contudo, não deve ser considerado um cão de guarda ou mesmo um cão de guarda. Embora esteja sempre à  espreita, ele não é muito desconfiado e não é daqueles que late alto.

    Sua natureza sociável e lúdica o torna um cão de terapia muito procurado, capaz de alegrar o dia a dia de quem sofre de alguma doença, uma deficiência ou apenas velhice.

    Por último, além das corridas na pista, sua inteligência e qualidades atléticas permitem que ele se destaque em muitos esportes caninos. Este é o caso, em particular, de caça isca (PVL), mas também agilidade, bola voadora e obediência.

    Preço

    O preço de um cachorro Whippet rodada a 950 EUR, mas pode variar muito de um indivà­duo para outro, oscilando entre 500 euros e 1200.

    Independentemente da localização, a reputação do canil e o prestà­gio de seus touros e ancestrais têm uma grande influência no preço de um Whippet. Um filhote nascido em um canil respeitável e de uma linhagem de campeões é, É claro, mais caro. É claro, as características individuais do cachorro também são um fator, especialmente a proximidade com o padrão. Isso explica porque pode haver diferenças de preço bastante significativas dentro da mesma ninhada.

    Classificações do "Whippet"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Whippet" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Whippet"

    Fotos:

    1 – Whippet por https://www.pxfuel.com/es/search?q=Whippet
    2 – Cachorro Whippet por Andy Carter, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
    3 – Whippet por Winky, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
    4 – Whippet por https://www.flickr.com/photos/llimaorosa/2261441243/
    5 – Whippet chamada “Feijão” por madaise, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
    6 – Whippet por https://pixabay.com/es/photos/lebrel-sabueso-perro-canino-164118/

    Và­deos do "Whippet"


    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
    • AKC – cães de caça Toy
    • ANKC – (cães de caça)
    • CKC – cães de caça
    • KC – cães de caça
    • NZKC – cães de caça Toy
    • UKC – cães de caça

    Padrão da raça FCI "Whippet"

    Origem:
    Reino Unido

    Data de publicação do padrão original válido:
    04.09.2019

    Uso:

    Raça originalmente usada para caça, seja por trilha ou pela vista.



    Aparência geral:

    É uma combinação equilibrada de poder e força muscular com elegância e linhas graciosas.. Sua estrutura é adequada para desenvolver velocidade e trabalho. Qualquer forma exagerada deve ser evitada.



    Comportamento / temperamento:

    É um companheiro ideal. Ele se encaixa muito bem no ambiente doméstico e esportivo. É gentil, afetuoso e com uma disposição equilibrada.

    Cabeça:

    --

    Região craniana:
    • Crânio: Comprido e fino, achatado em sua região superior, bastante largo entre os olhos, afinando em direção ao focinho.
    • Nasofrontal depression (Stop): Luz.

    Região facial:

    • Trufa: Preto. Em cachorros azuis, uma cor azulada é permitido.
      Fígado trufado em cachorros coloridos creme e outras cores diluà­das, em cães brancos ou divididos um nariz parcialmente despigmentado está permitida.
    • Mandíbula / Dentes: mandíbulas fortes, poderoso e bem delineado com uma mordedura em tesoura perfeita, regular e completa, Eu quero dizer, que os incisivos superiores se sobrepõem aos inferiores e são implantados verticalmente nos maxilares.
    • Olhos: Oval, brilhante, expressão muito viva.
    • Orelhas: Em forma de rosa, pequeno, textura fina.

    Pescoço:

    Longo, muscular, elegantemente arqueado.

    Corpo:

    • linha superior: Mostrando um laço engraçado nas costas, mas sem o cachorro ser corcunda.
    • Voltar: ampla, bem musculado, empresa, um pouco longo.
    • Lombo de porco: Dá a impressão de força e poder.
    • No peito: Muito profundo, com amplo espaço para o coração.; peitoril baixo e bem definido. Costelas arqueadas e musculosas em sua inserção dorsal.
    • Linha inferior e barriga: Definitivamente retraído

    Cola:

    Sem penas. Longo, afiada; durante o movimento pega, formando uma curva delicada, mas nunca nas costas.

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES:

    • ApExperiência geral:  Eles são retos e verticais com osso moderadamente afiado. A frente não é muito Largura
    • Ombro (Lâminas): Escápulas bem oblà­quas com musculatura plana. O espaço entre as escápulas na cernelha é moderado.
    • Brazo(Úmero):  Quase do mesmo comprimento que escápulas.
    • Cpele: Os cotovelos caem diretamente abaixo da cruz vista de perfil.
    • Metacarpo: Robusto e ligeiramente elástico.
    • Pemé mais cedo:   Oval,   bem dividido entre os dedos; almofadas grossas e unhas fortes.

    MEMBROS POSTERIORES:

    • Apariência geral: Strong. O cão deve ser capaz de suportar emestruturalmente em solo abundante.
    • Coxa: Largura.
    • ROdilla: bem angulado sem exagero. Perna: bem desenvolvido.
    • Aarticulação tà­bio-tarso: definir baixo.
    • Pemé mais tarde:   Oval,   bem dividido entre os dedos; almofadas grossas e unhas fortes.

    Movimento:

    Deve ter grande liberdade de movimento. Visto de perfil, deve mover-se com um passo longo e fácil, mantendo a linha superior. Os membros anteriores devem ser trazidos bem para a frente e baixos perto do solo, os membros posteriores devem ficar bem sob o corpo, dando um grande e poderoso empurrão. O movimento em geral não deve ser pomposo, nem degraus altos, curto ou afetado. Movimento efetivo para frente e para trás.

    Manto

    • Pelo: Até, curto, apertado.
    • Cor: Todas as cores e suas combinações, exceto merle.


    Tamanho e peso:

    Altura desejada na cernelha:

    • Machos: 47 - 51 cm (18,5 - 20 polegadas).
    • fêmeas: 44 - 47 cm (17,5 - 18,5 polegadas).


    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.



    FALHAS DE DESCALIFICANTES:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.


    N.B.:
    • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.

    As últimas alterações estão em negrito.

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. English Whippet, Snap dog (inglês).
    2. Lévrier nain (Francês).
    3. Kleiner Englischer Windhund (alemão).
    4. Whippet (português).
    5. Whippet inglés (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Sloughi (Galgo árabe)
    MarruecosArgeliaTunezLibia FCI 188 . Lebréis de pelo curto

    Sloughi

    Diz-se que o Sloughi (Galgo árabe), é o cão mais inteligente.

    Conteúdo

    História

    Originário do norte da África e provavelmente descendente dos antigos “Cão egà­pcio”, diz-se que o Sloughi tomou seu nome da cidade de Sloughipara na Tunísia. Suas origens exatas não são claras., mas sabe-se que foi usado durante séculos pelo povo berbere e pelas tribos beduà­nas para caçar gazelas, Chacais, raposas e lebres. Na verdade, graças à  sua velocidade e resistência, poderia perseguir o jogo em vastas extensões de deserto, o que explica porque era o cão favorito dos nà´mades. Seu senso de observação e seu instinto altamente desenvolvido também o fizeram - e o fazem- um excelente cão pastor. Por último, também era um animal doméstico para eles, desde que ele foi autorizado a dormir com eles na tenda à noite. Eles até o cobriram com um cobertor para protegê-lo do frio..

    O primeiro Sloughis chegou à  Europa em meados do século 19, após a conquista da Argélia pela França. A raça foi reconhecida pela Federação Cinológica Internacional (FCI) em 1934. A Segunda Guerra Mundial interrompeu seu desenvolvimento, já que muitos criadores tiveram que sacrificar seus animais por falta de comida ou exportá-los para países que foram salvos do conflito. O Sloughi então se tornou extremamente raro até o final da guerra da Argélia (1954-1962), quando os soldados franceses trouxeram para seu país alguns exemplares da raça, que relançou sua expansão em território europeu.

    Tagiurie el Sian foi o primeiro Sloughi que chegou aos Estados Unidos em 1973. Originalmente da Tunísia, cruzou o Atlântico com seus donos Kaethe y Carl Rodarty. Infelizmente, devido a sua idade e falta de mulheres, não poderia ter descendência. Na verdade, a raça não estava realmente estabelecida no país até 1979, Quando Carole Cioce importou dois Sloughis da Alemanha para a Califórnia.

    A maioria dos representantes da raça na América do Norte hoje são descendentes de indivíduos importados de países europeus. (França, Países Baixos, Alemania, etc.), embora alguns venham diretamente do norte da África, especialmente da argélia, Líbia e Tunísia.

    A raça foi reconhecida pela United Kennel Club (UKC) em 1995, e o outro órgão de referência do país, o American Kennel Club (AKC), fez o mesmo em 2016. El Canadian Kennel Club (CKC), Por outro lado, ainda não deu o passo.
    A popularidade do CKC no país vizinho certamente não é motivo para isso.. O Sloughi É uma das raças de cães mais raras dos Estados Unidos, sendo o último em 2018 no ranking estabelecido pelo AKC com base no número de nascimentos anuais registrados na organização.

    Na verdade, o Sloughi É agora uma das raças mais raras de galgos do mundo. Em França, ocorrer entre 30 e 50 inscrições por ano no Livre des Origines Français (LOF). O número tem se mantido relativamente estável desde meados dos anos 80, enquanto no inà­cio daquela década era duas vezes. Em comparação, todos os anos eles nascem por aà­ 1.400 cães de caça Whippet. Na Grã-Bretanha, raça é até confidencial, desde alguns anos nenhum nascimento é registrado no prestigiado Kennel Club, o corpo canino de referência no país.

    O Sloughi também está em perigo de extinção nos países do Magreb. Seu número continua diminuindo., principalmente devido à  escassez e proteção de certas espécies que caça e à  sedentarização das tribos beduà­nas., que precisam cada vez menos de sua ajuda para proteger seus rebanhos.

    Na notà­cia, Marrocos tem o maior número de Sloughis do mundo. É difícil saber o número exato, mas os especialistas estimam que a população é de cerca 600 indivà­duos.

    foto: por Benutzer:Claggi, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    O Sloughi é uma das maiores raças de cães. Como as outras raças de Galgos (Lébreis), parece magro e atlético. Isso se deve à  sua pele fina e firme, para seu casaco curto, bem e fechado, a sua musculatura magra e sua estrutura óssea muito pronunciada. Sua aparência geral é a de um cão nobre, muito elegante e moderno, mas especialmente construà­do para velocidade.

    O peito dele é largo, envolto por costelas planas, longo e ligeiramente curvado na parte de trás do peito. A barriga é tensa e as costas são curtas, quase horizontal entre a cernelha e os quadris. Pernas retas, Ossudo e musculoso são uma parte importante da velocidade formidável do cão.

    Perfil, a cabeça é longa e fina. Visto de cima, o crânio é largo. Afunila até a extremidade formada pelo nariz, uma reminiscência da forma de um vale. O nariz é preto e ligeiramente descendente, e as narinas estão bem abertas.

    Os olhos são grandes e escuros, com um olhar suave e melancólico. A borda das pálpebras é pigmentada. As orelhas são caídas, forma triangular e ligeiramente arredondada nas pontas. A mandíbula é forte e regular.

    As cores da pelagem variam de areia clara a avermelhada, com ou sem máscara preta ou capa. Os mais comuns são a máscara de areia preta e a areia tigrada.

    Por último, dimorfismo sexual não é muito pronunciado, uma vez que os machos geralmente não são mais do que 10 cm mais alto que as mulheres, que é modesto em comparação com o tamanho do animal.

    Tamanho e peso

    ▷ Tamanho macho: 66 - 72 cm
    ▷ Tamanho fêmea: 64 - 69 cm
    ▷ Peso macho: 20-25 kg
    ▷ Peso fêmea: 19-22 kg

    Caráter e habilidades

    Embora não seja muito demonstrativo, o Sloughi ele é devotado e leal, e tende a ser um cão único dono. Quando eles se juntam ao seu dono, é para toda a vida, por isso é muito difícil para eles se juntarem a outra família se o dono for abandonado ou morrer.

    Eles se dão bem com crianças, mas é melhor se eles tiverem uma certa idade e aprenderem a interagir com um animal. Na verdade, dado seu tamanho, poderia empurrar involuntariamente um menor, ou empurrar à  força um mais velho que te desrespeita. Em qualquer caso, qualquer que seja a raça e grau de proximidade, uma criança pequena nunca deve ser deixada sozinha com um cachorro.

    Sua sociabilidade com humanos é muitas vezes limitada aos membros da famà­lia. Com estranhos, eles são muito mais reservados, e irão corajosamente defender seus próprios se eles se sentirem ameaçados de alguma forma.

    Em termos mais gerais, pode facilmente ficar ansioso quando confrontado com novas situações. É por isso que., é essencial socializá-lo o mais rápido possà­vel para evitar que ele se torne um cão medroso e / ou desnecessariamente agressivo.

    Você também pode viver com animais de outras espécies (gatos, roedores, etc.), contanto que eles tenham crescido juntos e você os considere parte de sua famà­lia. Por outro lado, como seu instinto de caça é altamente desenvolvido, a subsequente introdução de outro animal na casa onde você mora pode ser problemática.

    Quanto a viver sob o mesmo teto que um parceiro, esta coexistência geralmente não apresenta problemas se você cresceu com ele. Mas, tudo depende do tamanho do recém-chegado. Sim é pequeno, é provável que seja considerado uma presa. De seu passado como caçador e fazendeiro, preserva a necessidade de espaço e exercà­cios. Portanto, você precisa de pelo menos uma hora de exercício físico por dia para se livrar do excesso de energia e manter o equilíbrio. Portanto, eles são candidatos ideais para esportes caninos, iniciando, É claro, para os testes destinados a sighthounds (corrida nos cinódromos, perseguição de engodo…). É também uma raça de cão ideal para um atleta, quem gosta de acompanhar em seus passeios; canicross e cani-VTT são atividades perfeitamente adaptadas a ele, e certamente mais recomendável do que corridas sighthound. Por outro lado, ter um forte instinto de caça, ele pode perseguir qualquer pequeno animal que encontrar a qualquer momento, especialmente gatos. Portanto, é essencial que você obedeça ao chamado, e em qualquer caso é melhor carregá-lo na coleira durante as caminhadas, para evitar qualquer risco de vazamento. Na verdade, uma vez por Sloughi olido tem um controle, não responde mais à s instruções de seu mestre, por isso é extremamente difà­cil recuperá-lo.

    Isso é ainda mais verdadeiro porque, mesmo com muito treinamento, tende a estar longe de ser o cão mais obediente do mundo. O que mais, não pode ser confiável para manter um perfil baixo se repreendido: dado seu caráter forte, seria o oposto. Portanto, cabe ao proprietário ser firme desde tenra idade, para não ser dominado por seu companheiro imponente.

    A grande necessidade de exercà­cio do Galgo árabe e seu tamanho faz, embora eu raramente latir (mesmo na presença de estranhos), não está realmente adaptado para viver em um apartamento. Contudo, pode morar em um apartamento, desde que ele saia várias vezes ao dia e possa satisfazer sua necessidade de exercício. Uma casa ainda é preferà­vel. Contudo, é importante garantir que o jardim esteja bem vedado, ja que ele Sloughi é naturalmente evasivo. Usar uma cerca elétrica subterrânea não seria uma solução viável com um cachorro assim., já que o incômodo dos impulsos elétricos seria menos forte que sua determinação de fugir e seguir sabe-se lá que trilha. Por outro lado, embora eu tolere a solidão relativamente bem, não é conveniente eu morar fora. Na verdade, a sua pelagem curta e fina torna-o muito sensível ao frio, e ele precisa se relacionar com seus humanos de qualquer maneira, a quem ele está mais apegado do que à s vezes se pensa.

    Educação

    O Sloughi Ele é um cachorro tímido e se assusta facilmente com o que não conhece. Portanto, sua socialização deve ocorrer desde uma idade muito jovem, quando é mais maleável, para que você enfrente o máximo de pessoas e situações e aprenda a adotar os comportamentos adequados em todas as circunstâncias, para se tornar um adulto perfeitamente equilibrado.

    Você também deve colocá-lo em contato com outros animais, especialmente com gatos, roedores e outros pequenos animais, para tentar impedi-lo de vê-los como presas quando mais tarde cruzar com eles.

    Com sua grande inteligência e apurado senso de observação, aprende rapidamente… Se quiser. Na verdade, obediência não é o seu ponto forte: Não é um cão que se esforça para satisfazer ou mesmo antecipar os pedidos de seu dono. Portanto, você precisa ser firme em sua educação, mas também mostre paciência, respeitar o caráter dele. Tentar invadir só poderia ser prejudicial para o futuro, já que é um animal orgulhoso e sensà­vel, quem não aprecia repreensões. Seu temperamento o torna um cliente ideal para o método de treinamento de cães com reforço positivo, e doces costumam ser a chave do sucesso.

    Por último, ensinar seu cão a lembrar é especialmente importante para poder desfrutar de passeios ao ar livre com paz de espà­rito, ja que ele Sloughi mantém um forte instinto predatório e, Por conseguinte, pode se lançar a qualquer momento em busca de um animal que considere uma presa. Isso é ainda mais verdadeiro porque, dada sua velocidade máxima, é muito difícil alcançá-lo.

    Saúde

    O Sloughi é uma raça de cachorro saudável. Tem um baixo risco de doenças hereditárias e uma expectativa de vida mais longa do que outros cães do mesmo tamanho.

    Contudo, são propensos a lesões durante a corrida e são mais propensos a certas doenças.

    Este é o caso, em particular, do atrofia progressiva da retina de tipo APR-RCD (displasia de bastonetes e cones), uma doença hereditária que causa uma malformação da retina: a visão do cachorro se deteriora com o 6 meses de idade e, de um modo geral, fica completamente cego antes do ano. Existe um exame de sangue que pode determinar se um indivà­duo é ou não portador do gene responsável por esta doença. Portanto, antes de adotar um representante desta raça, recomenda-se fazer o teste, para evitar qualquer risco neste nà­vel. É claro, sabendo que é uma doença hereditária, um bom criador não cria um indivíduo portador do gene.

    Como todas as raças de cães grandes, também é mais propenso a síndrome de dilatação-torção do estômago. Esta condição é uma emergência absoluta, pois é provável que morra se não for tratada por um veterinário muito rapidamente.

    O que mais, como a maioria das raças “Galgos (Lébreis)”, o Sloughi é especialmente sensà­vel a anestesia e medicamentos. É por isso que., é aconselhável recorrer a um veterinário que conheça as especificidades destes cães a este respeito.

    Outra peculiaridade deste cão é sua tolerância à dor muito alta., então às vezes é difícil detectar que você está sofrendo. Portanto, esteja especialmente atento a qualquer mudança de comportamento que possa trair um problema de saúde.

    Por último, devido às suas origens e sua pele, o Sloughi não é uma raça de clima frio. É por isso que., quando as temperaturas estão baixas, é importante evitar passar muito tempo ao ar livre e cobri-lo com um casaco adequado para cães.

    Esperança de vida

    12 anos

    Limpeza

    O Sloughi é o arquétipo do cão de cuidado fácil.

    Escovar seu pêlo curto uma ou duas vezes por semana com uma escova macia ou luva de escovação é perfeitamente suficiente para remover pelos mortos e manter seu pêlo limpo.. Sua muda é ainda mais limitada, pois, ao contrário de muitas outras raças, não sofre muda sazonal.

    O que mais, o casaco é autolimpante, por isso não exala odores ruins e não é necessário lavá-lo regularmente. sob circunstâncias normais, duas ou três vezes por ano é mais que suficiente, mas, É claro, você não deve hesitar em dar banho em seu cão se ele estiver muito sujo e / ou se substâncias nocivas se espalharem por sua pelagem.

    como qualquer raça, a higiene oral é muito importante e não deve ser negligenciada. A escova de dentes é o acessório mais eficaz para prevenir o acúmulo de tártaro, fortalecer as gengivas e prevenir o mau hálito.

    O que mais, embora seu cão não esteja particularmente em risco de infecções de ouvido, apesar da forma pendente de suas orelhas, é necessário inspecionar e limpar os ouvidos pelo menos uma vez por semana. Esta sessão semanal também é uma oportunidade para revisar - e, se necessário, limpar- os olhos.

    Por último, o desgaste natural geralmente é suficiente para aparar suas garras. Contudo, quando você ficar mais velho e / ou menos ativo, pode ser muito longo, e então eles podem irritá-lo ou até mesmo machucá-lo. Neste caso, é aconselhável apará-los com uma lima especial ou com um aparador de garras.

    Como no caso de qualquer cachorro, quanto mais cedo você se acostumar com as diferentes manipulações que o seu cuidado envolve, menos probabilidade você terá de ter problemas mais tarde.

    Alimentos

    A dieta do Sloughi deve consistir principalmente de carne magra, arroz e vegetais. É preferà­vel escolher um alimento de qualidade, seja na forma de croquetes industriais, patê ou comida caseira. A quantidade a ser dada varia de acordo com o tamanho, a idade e atividade física do animal. Por certo, não se deixe enganar por sua aparência esguia e costelas ligeiramente visà­veis: isso faz parte de suas características físicas e não é de forma alguma um sinal de que ele está desnutrido. Não precisa se preocupar com isso, mas o anormal seria o oposto.

    Em geral, quanto mais esforço e atividade seu cão faz, mais comida será necessária para compensar a perda de energia. É aconselhável dividi-lo em pelo menos duas refeições, uma de manhã e uma à  noite, para reduzir a probabilidade de problemas digestivos, como inchaço ou distensão do està´mago.

    Para evitar este último, as refeições devem ser feitas em local tranquilo e a uma hora de distância de caminhadas ou qualquer atividade física extenuante.

    Por último, como no caso de todos os cães, é fundamental garantir a disponibilidade de água fresca ao longo do dia.

    Uso

    Conhecido como o “senhor dos cachorros” na cultura marroquina, o Sloughi há muito tempo é apreciado por suas habilidades de caça, agilidade, resistência e velocidade. Pode atingir uma velocidade de até 55 km / h ao longo 300 m, a ponto de haver um ditado árabe que diz “quando um Sloughi ver uma gazela arrancar uma folha de grama, estará na sua altura antes de você terminar de mastigar”.

    No norte da África, de onde ele é, Era usado principalmente como cão de guarda para proteger rebanhos, assim como caçar lebres, raposas, chacais ou gazelas.

    Contudo, em 1844, uma lei francesa proibia a caça com Galgos (Lébreis) e foi aplicado nos territórios do Magrebe que se tornaram parte da França no século 19.

    A partir de 2004, a caça com galgos é novamente permitida em alguns países do Magreb, mas sob certas condições. Contudo, ainda é proibido na Europa, exceto para a Espanha.

    Nos Estados Unidos, à s vezes tem sido usado para caçar coiotes.

    Em suas terras natais, o Sloughi ainda é usado por nà´mades como cão de guarda de seus rebanhos, embora esta prática tenda a desaparecer à  medida que as tribos se estabelecem.

    Sua lealdade e devoção inabalável ao seu mestre também os tornam cães de companhia muito bons., desde que suas famà­lias sejam capazes de atender sua grande necessidade de exercà­cios.

    Por último, sua natureza esguia e atlética o torna um bom competidor em eventos de corrida e perseguição à  vista, embora não seja tão rápido quanto um “Galgo inglês”.

    Preço “Sloughi (Galgo árabe)”

    O preço de um cachorro Sloughi oscila entre 900 e 1300 EUR. O preço de uma cópia depende de sua conformidade com a norma, da reputação de sua linhagem, do prestà­gio do canil e também do seu sexo: as mulheres são consideravelmente mais caras do que os homens.

    Também é possà­vel importar um Galgo árabe direto do norte da África. O preço de compra é mais acessà­vel (entre 500 e 750 EUR), mas você deve respeitar os regulamentos relativos à  importação de um cão do exterior, e os custos de transporte e taxas administrativas são adicionados ao preço de compra.

    Adotando um Sloughi Também pode ser feito por meio de associações especializadas em galgos aposentados.. Muitos proprietários decidem se separar de seus Sloughi quando eles não podem mais competir. Às vezes, eles também são abandonados por proprietários que não estão suficientemente informados de suas necessidades. (especialmente em termos de atividade física) e eles não são capazes de cuidar deles adequadamente. É por isso que., essas associações tentam oferecer uma segunda vida aos galgos que hospedam, permitindo-lhes encontrar uma nova famà­lia.

    Classificações do "Sloughi (Galgo árabe)"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Sloughi (Galgo árabe)" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Sloughi (Galgo árabe)"

    Fotos:

    1 – Sloughi homem no pà´r do sol por Denhulde, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    2 – Sloughi pela galeria de fotos do Tom
    3 – Sloughi 2013 Helsinque por Tomasina, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    4 – Sloughi por Mubarak Fahad
    5 – Sloughi por http://www.sloughi-balkan.com/characteristics-2/
    6 – Sloughi por https://www.akc.org/dog-breeds/sloughi/

    Và­deos do "Sloughi (Galgo árabe)"


    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
    • KC padrão (O Kennel Club) – Sabujo
    • El American Kennel Club (AKC) – Cães de caça

    Padrão da raça FCI "Sloughi (Galgo árabe)"

    Origem:
    Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia

    Data de publicação do padrão original válido:
    08.01.1998

    Uso:

    Caça à  vista.



    Aparência geral:

    Por seu tamanho, Devido à  finura de seus tecidos e sua musculatura delgada, sua aparência geral é a de um cão distinto e gracioso.


    PROPORà‡à•ES IMPORTANTES:

    • Para um homem de altura ideal de 70 cm, a longa escápulo-isquà­dia do corpo deve medir 67-68 cm.
    • Para uma fêmea de altura ideal na cernelha de 65 cm, o longo escapuloisquidà­aco do corpo deve medir 62-63 cm.
    • A relação entre o comprimento escapular-isquiático do corpo e a altura na cernelha é 9,6 : 10 (0,96).
    • A relação entre a profundidade do peito e a altura na cernelha é 4:10 (0,4).
    • A relação entre o comprimento do focinho e o comprimento da cabeça é 1:2 (0,5).


    Comportamento / temperamento:

    Embora nobre e orgulhoso, Ele é muito apegado ao seu dono e o defende em caso de necessidade. Tem um instinto de caça e é capaz de qualquer esforço sustentado; ele também gosta do doce conforto de uma casa.

    Cabeça:

    Ver Perfil, a cabeça é alongada, elegante e fino, mas muito importante. De cima, parece uma cunha muito alongada, o crânio formando a parte mais larga, que diminui progressivamente à  medida que se aproxima da ponta do nariz.

    Região craniana:
    • Crânio: Visto de perfil, é bastante plano, o comprimento entre as orelhas mede 12 - 14 cm. É bem arredondado nas costas formando uma curva harmoniosa nas laterais.. Os arcos supraorbitais quase não são visà­veis. O sulco frontal quase não está marcado. A crista occipital e a protuberância quase não são visà­veis.
    • Stop (depressão naso-frontal) : Ligeiramente marcado.

    Região facial:

    • Trufa: Preto, importante o suficiente para não parecer comprimido. Janelas abertas. Não sendo sustentado por uma estrutura óssea, desce muito ligeiramente
    • Focinho: Cuneiforme, alongado sem exagero, sensivelmente do mesmo comprimento do crânio. O focinho é direto de sua junção com o crânio.
    • Lábios : Fino e flexà­vel, apenas cubra o lábio inferior; a comissura deve ser o menos visà­vel possà­vel.
    • mandíbulas / dentes: Dentes normais; mandíbulas fortes e
      regular; mordida da tesoura.
    • Olhos: grande e escuro, bem alojado nas cavidades orbitais, à s vezes um pouco coberto devido a uma ligeira inclinação das pálpebras. Expressão doce e um pouco triste, com um ar de nostálgico. Em cães de pêlo claro, olhos podem ser âmbar. As bordas dos olhos são pigmentadas.
    • Orelhas: Inserção alta, ligeiramente acima da linha dos olhos. Eles caem bem presos aos lados da cabeça, Não muito grande, forma triangular, ligeiramente arredondado na ponta.

    Pescoço:

    Longo, bem delineado, com seu perfil superior ligeiramente arqueado. Seu comprimento é sensivelmente igual ao da cabeça. a pele está bem, justa, sem papada. O cabelo é curto.

    Corpo:

    • linha superior: Suavemente e harmoniosamente dobrado com ancas bem protuberantes que estão na mesma altura ou ligeiramente mais altas que a da cernelha.
    • Cruz: Bem de saà­da.
    • Voltar: Curto, quase horizontal
    • Lombo de porco: Curta, limpar, largo e ligeiramente arqueado.
    • Alcatra: Huesuda, largo inclinado sem ser caído.
    • No peito: Não muito largo, desce até o nà­vel do cotovelo. Bem desenvolvido em comprimento. Costelas planas.
    • Linha inferior e barriga: Esterno longo e elevado. Barriga e flancos bem retraídos. A linha inferior desenha uma curva regular, nem interrompido nem muito arqueado.

    Cola:

    Afinar, magro, inserido na extensão da garupa e portado abaixo da linha do dorso. Em seu comprimento, deve atingir pelo menos a ponta do jarrete. Em repouso, a ponta tem uma curvatura para cima marcada

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES: Pernas perfeitas.

    • Ombro: Longo e oblà­quo.
    • Braço: Strong.
    • Antebraço: Ossudo e musculoso.
    • Carpo e metacarpo: Flexà­vel e forte.
    • Pés anteriores: magrelo, oval e alongado; destaque em muitos Sloughi, a forma de pé de lebre. Os dois dedos médios são claramente mais longos do que os outros. As unhas são pretas ou coloridas.

    MEMBROS POSTERIORES: Vistos de atrás, equilà­brio perfeito; músculos planos; tendões protuberantes.

    • Coxa: Plano e musculoso.
    • Perna: Longo e musculoso.
    • Articulação do pé-quente (Hock): forte e bem angulado.
    • Metatarso: Strong, Sem esporas.
    • Pés de volta: magrelo, oval e alongado; destaque em muitos Sloughi, a forma de pé de lebre. Os dois dedos médios são claramente mais longos do que os outros. As unhas são pretas ou coloridas.

    Movimento:

    Paso, trote, galope. Passeio ágil e leve com bom alcance nos movimentos. Deve cobrir muito terreno.

    Manto

    • PELE: Muito bem, ligado ao corpo, sem rugas ou queixo duplo.
    • CABELO: Muito curto, grosso e fino.
    • COR: Todos os tons de areia clara a areia vermelha; com ou sem máscara preta, com ou sem capa preta; gato malhado ou não; sombreado ou não.


    Tamanho e peso:

    ALTURA NA CERNELHA

    • Para machos: 66 - 72 cm
    • Para mulheres: 61 - 68 cm


    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Má relação entre altura na cernelha e comprimento escapuloisquiático.
  • Cabeça e corpo um pouco pesados.
  • Pare muito ou pouco marcado.
  • Olhos claros.
  • linha de trás não horizontal.
  • Garupa estreita, muito ou pouco inclinado.
  • Barriga ligeiramente retraída.
  • Costelas arredondadas
  • O peito não é longo o suficiente, visto no perfil linha inferior quebrada.
  • cauda muito curta, muito peludo ou muito gasto.
  • Músculos redondos e salientes.
  • Cabelo duro e grosso.
  • Pequena mancha no peito.


  • FALHAS DE DESCALIFICANTES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • Corpo claramente mais longo do que alto, coxas mais baixas que a cernelha
  • Despigmentação das membranas mucosas na forma de pequenas manchas brancas.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Orelhas eretas ou semi-eretas com a ponta apontando para frente, orelhas muito longas, orelhas jogadas para trás (orelha em rosa).
  • Cabelo semi-longo.
  • Franjas nos membros e cauda.
  • Metacarpos ou metatarsais brancos (saltos), manchas brancas generalizadas no pelo
  • Cor não conforme com o padrão.



  • N.B.:
  • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.
  • Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Uskay (Oska), Arabian Greyhound, Sloughi Moghrebi (inglês).
    2. Lévrier arabe, Lévrier berbère (Francês).
    3. Arabischer, Nordafrikanischer, Berber Windhund (alemão).
    4. Galgo árabe (português).
    5. Lebrel bereber, Lebrel árabe (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Galgo espanhol
    España FCI 285 . Lebréis de pelo curto

    Galgo espanol

    O Galgo espanhol é muito apreciado por sua discrição e sincero carinho, nunca desordenado, que ele professa para seu dono.

    Conteúdo

    História

    O Galgo espanhol é uma raça ancestral de cão de caça. Sua especialidade é caçar lebres e outros animais pequenos em terrenos difíceis.. O Galgo espanhol Eles são caçadores persistentes e rápidos. Datilografar cachorros Galgo já descrito nos primeiros relatos da antiguidade. Eles representam um dos mais antigos tipos de cão e não mudaram seu design básico por milhares de anos. Sua semelhança com o antigo cão de caça egà­pcio Tesem, uma das raças de cães mais antigas e bem documentadas de todas, É surpreendente.

    A partir de 1930 - 1935, os ricos proprietários de terras do sul da Espanha importaram Galgos da Inglaterra e os criei aqui com o Galgos original. Como as corridas de Galgos eles se tornaram populares em hipódromos ingleses, viu uma vantagem no cruzamento dos galgos de corrida rápida. Contudo, Foi esquecido que essas velocidades extremamente altas de um galgo ocorreram em trilhas planas. Na mudança, campos de caça irregulares e pedregosos de um Galgo espanhol eles são uma desvantagem. Como um carro esporte fora da estrada. Contudo, Esta onda de importações significou que o real Galgo espanhol no sentido de pureza e função original. O que mais, em sua terra natal, tradicionalmente, pouca atenção era dada à  pureza no sentido da educação moderna. Misturas com Podengo, por exemplo, são padrão. E também, uma grande parte da população vive relativamente autodeterminada de qualquer maneira. Tudo isso não é uma desvantagem para a qualidade e bem-estar dos cães, nem mesmo para a corrida. E ao invés disso, favorece o velho Galgo quase se reencontrar e perder as influências do Galgo.

    No passado, a maioria dos cães foi criada com base nesse princípio quase clássico de seleção para adequação, em todo o mundo. Principalmente desempenho para a finalidade contada. Portanto, a raça também pode ser considerada saudável em essência, mais saudável do que muitos dos “altos criadores” raça pura. O FCI, a associação mundial de criação de cães, reconheceu oficialmente a raça Galgo espanhol em 1971. Em 1982 um padrão revisado foi escrito. Descreve uma anatomia que faz jus ao uso especial de um whippet de caça à  vista para caça persistente de lebre no campo.

    Mixagens populares

    Existem muitos mais misturas de Galgo espanhol que raças puras de acordo com as especificações da criação de cães. Muitos dos cães vadios da Península Ibérica descendem do Galgo espanhol, que -como o Podengo– eles são simplesmente abandonados após serem usados ​​por caçadores. Esses cães desenvolveram uma notável aptidão e astúcia, que eles usavam especialmente em sua busca constante por comida.

    Características físicas

    O Galgos espanhóis mostrar a aparência típica de um Galgo europeu. Na Espanha, eles são onipresentes, mas acima de tudo como cães de rua e de acordo com os critérios de criação de pedigree acima de todas as misturas. Isso não deve ser uma desvantagem com esses cães.. Ao longo dos séculos, se estabeleceram muito bem e desenvolveram seu tipo. Contudo, o galgos eles também têm um padrão oficial como cães de raça pura por muito tempo 50 anos. O padrão oficial os descreve assim:

    O Galgo espanhol é de tamanho considerável, formato médio, perfil ligeiramente convexo, alongada, com crânio alongado. Esqueleto Compact, cabeça longa e estreita, baú espaçoso, barriga muito esgalgada e cauda muito longa. Posteriores claramente verticais e musculosos.

    Ele usa cabelo fino e curto ou - muito raramente- semi-longo e áspero. O Galgo espanhol eles não têm subpêlo, o que pode ser um problema nos invernos rigorosos do norte da Europa. Todas as cores são permitidas. As orelhas devem formar uma base larga em formato triangular. Quando você está alerta, as orelhas são meio espetadas no primeiro terço com as pontas dobradas apontando para os lados. Quando eles estão em repouso (relaxado) formar uma orelha em rosa perto da cabeça.

    Qual é o tamanho de um “Galgo espanhol”?

    Nenhum peso é prescrito, mas sim o tamanho desejado. O Galgo espanhol deve ter uma altura na cruz de 62 - 70 centímetros para machos e 60 - 68 centímetros para mulheres.

    Quantos anos uma pessoa vive? “Galgo espanhol”?

    Não há números exatos sobre a expectativa de vida de Galgos espanhóis. Contudo, a expectativa de vida pode ser considerada muito alta, especificamente de 12 - 15 anos ou mais, desde que não haja consanguinidade.

    Caráter e habilidades

    O Galgo espanhol eles são cães de caça e galgos ao mesmo tempo. Eles são muito ágeis e alertas. Quase nada escapa aos seus sentidos aguçados. Especialmente quando são cães jovens, anseiam nervosamente por exercà­cios e experiências, idealmente de natureza caçadora e acima de tudo com a opção de poder correr livremente. Como eles tendem a ter um forte instinto de caça, esta necessidade tão arraigada nos cães de nossas latitudes raramente pode ser satisfeita na natureza.

    É uma experiência ver os galgos correrem em liberdade. Eles podem correr rapidamente, mesmo em terreno difícil, e eles podem fazer ganchos incríveis.

    O Galgo espanhol eles são muito inteligentes e dóceis. Eles sabem rapidamente o que é permitido e o que é tabu. Eles são gentis e abertos com as pessoas. Eles têm um caráter bem-humorado e podem ser encantadoramente fofinhos.. Eles buscam um vínculo estreito com seus donos e são leais a eles.. Mas eles também seguem seu próprio caminho. Devido à dura seleção orientada para o desempenho em seu país de origem, eles são muito duros e resistentes. Nos exemplares que foram socializados como cães de rua e depois levados para outros paà­ses, um impulso para a liberdade é frequentemente observado que não deve ser subestimado. A correia, que por outro lado dá aos cães uma sensação de segurança, percebido como uma ameaça e uma constrição.

    Muitos desses cães acham estressante a vida em cidades densamente povoadas., mais do que a habitual luta pela sobrevivência em seu país de origem. Isso também se aplica a restrições a cães. Eles podem se tornar tão medrosos e tímidos, que estão sob estresse constante. São desafios para o cão, e os donos, mas em muitos casos eles podem ser resolvidos bem com senso canino e um pouco de carinho. Contudo, não podemos recomendá-los como cães iniciantes.

    Que cuidado faz um “Galgo espanhol”?

    O Galgo espanhol ele é extremamente frugal. Basta escovar o casaco com uma luva pontiaguda de vez em quando..

    Existem doenças típicas da raça? “Galgo espanhol”?

    Contra o pano de fundo da seleção orientada para o desempenho em seu país de origem e os limites genéticos fluidos com a endogamia desconhecida correspondente, sua saúde é extremamente robusta e exemplar. Isso pode ser diferente à s vezes com cães de exibição criados em outros paà­ses. O Galgo espanhol eles não têm subpêlo. Eles precisam de roupas profissionais quando está muito frio.

    Que comida é melhor para um “Galgo espanhol”?

    O Galgo espanhol não possui requisitos alimentares especiais. É um verdadeiro onívoro. É claro, comida de alta qualidade é boa para sua saúde e você também gosta. O Galgo espanhol também é adequado para “profissional para vomitar”.

    Atividades com ele “Galgo espanhol”

    Quanto exercício um galgo espanhol precisa??

    O Galgo espanhol é um verdadeiro cão de caça e sighthound. A Sighthound Association oferece a oportunidade de participar de corridas de sighthound ou eventos de corrida com Galgo espanhol para manter o cão ocupado e fisicamente ativo. Outros esportes caninos, como agilidade, também são adequados. Devido à  sua forte motivação para a caça, treinamento requer muita paciência e empatia.

    Considerações antes de adotar um “Galgo espanhol”

    Onde você pode adotar um “Galgo espanhol”?

    Se você quiser compartilhar sua vida com um Galgo espanhol, você deve procurar um criador ou abrigos de animais locais bem antes de comprar um e fazer contatos aqui. O criador deve ser confiável. Por favor, não compre um Greyhound online, pois existe um alto risco de o filhote vir de um vendedor de cães disfarçado de organização de bem-estar animal. Você pode encontrar facilmente cães do tipo galgo em um abrigo de animais confiável perto de você..

    Classificações do "Galgo espanhol"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Galgo espanhol" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Galgo espanhol"

    Fotos:

    1 – “Galgo espanhol” por https://pixabay.com/es/photos/galgo-español-rápido-perros-3799630/
    2 – “Galgo espanhol” por https://pixabay.com/es/photos/perros-jugando-galgo-español-saluki-3799600/
    3 – “Galgo espanhol” por Netspy, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    4 – “Galgo espanhol” por https://pixabay.com/es/photos/greyhound-galgos-4890924/
    5 – “Galgo espanhol” por https://www.pxfuel.com/es/free-photo-xeivz
    6 – “Galgo espanhol” por https://pixabay.com/es/photos/perro-galgo-mascotas-3765523/

    Và­deos do "Galgo espanhol"


    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 10: Seção 3: Lebréis de pelo curto
    • RSCFRCE

    Padrão da raça FCI "Galgo espanhol"

    Origem:
    Espanha

    Data de publicação do padrão original válido:
    26.05.1982

    Uso:

    Cão de caça de lebre em fuga, em rápida perseguição e guiando à  vista. Também tem sido usado e pode assediar outras peças de cabelo, como coelhos, raposas e até javalis; mas o principal uso da raça tem sido e é caçar lebres em fuga.



    Aparência geral:

    Cachorro sighthound de bom tamanho, eumétrico, subconvexo, sublongulinear e dolicocéfalo. Esqueleto compacto, cabeça longa e estreita, tórax de grande capacidade, barriga muito retraída, e cauda muito longa. Trem traseiro bem equilibrado e musculoso. Cabelo fino e curto ou duro e semi-longo.

      PROPORà‡à•ES IMPORTANTES : estrutura sublongulinear; diâmetro longitudinal ligeiramente maior do que a elevação na cernelha. Proporcionalidade e harmonia funcional devem ser buscadas, tanto estático quanto em movimento.


    Comportamento / temperamento:

    Sério e retraído; às vezes, embora a caça mostre grande energia e vivacidade.

    Cabeça:

    Fornecido com o resto do corpo, longo, magro e seco. A relação crânio-focinho é 5/6 : comprimento do crânio 5, comprimento do focinho 6. Linhas craniofaciais divergentes. O conjunto crânio-focinho visto de cima deve ser muito alongado e uniforme; com focinho comprido, estreito.

    Região craniana:
    • Crânio: Largura pequena e perfil subconvexo. A largura do crânio não atingirá a medida de seu comprimento. O crânio é cruzado por um sulco central bem marcado em seus primeiros dois terços; os seios frontais e a crista occipital são simplesmente marcados.
    • Nasofrontal depression (Stop): Macio, muito pouco acentuado.

    Região facial:

    • Trufa: Pequeno, mucosa úmida e negra.
    • Focinho: Longo, perfil subconvexo, com leve pincelada da borda superior em direção ao nariz. ponte nasal estreita.
    • Lábios: Muito magro. O superior cobrirá apenas o inferior. O inferior não apresentará um canto de lábio marcado. Belas, membranas mucosas tensas e escuras.
    • Maxilares/Dentes: dentes fortes, branco e saudável. Bite em tesoura. Caninos altamente desenvolvidos. Todos os pré-molares existem.
    • Olhos: Pequeno, oblà­qua, macarons; de preferência escuro, Coradas de avelã. Olhar calmo, doce e reservado.
    • Pálpebras: Membranas mucosas escuras e de pele fina. Muito apegado ao globo ocular.
    • Orelhas: Base ampla, triangular, carnudo no primeiro terço e mais fino e mais fino na ponta que ficará em uma ponta arredondada. Implementação de alta. Em atenção semi-ereta em seu primeiro terço com as pontas dobradas para os lados. Em repouso em rosa, colado ao crânio. Ao exercer tração, eles chegarão muito perto do canto de ambos os lábios.
    • Palato: A cor das membranas mucosas com sulcos muito marcados.

    Pescoço:

    Longo, seção oval, avião, delgado, forte e flexà­vel. Estreito na parte da cabeça, continuando com ligeiro alargamento em direção ao tronco. Borda superior ligeiramente cà´ncava. Borda inferior quase reta com leve convexidade central.

    Corpo:

    • Visto como um todo: Retangular, forte e flexà­vel, dando uma sensação de força, agilidade e resistência. Tórax amplamente desenvolvido, barriga muito recolhida.
    • linha superior: Com ligeira concavidade nas costas e convexidade na coluna. Sem interrupções repentinas e sem oscilações durante o movimento, dando uma sensação de grande elasticidade.
    • Cruz: Simplesmente marcado.
    • Voltar: Reto, longo e bem definido.
    • Lombo de porco: Longo, forte, não muito largo e com uma borda superior arqueada com músculos compactos e longos, dando uma sensação de elasticidade e força. A altura da coluna em sua parte central pode exceder a altura na cernelha.
    • Alcatra: Longo, poderoso e na mesa. Sua inclinação é maior que 45° em relação à linha horizontal.
    • No peito: Poderoso, embora não seja muito largo; profundo sem atingir o cotovelo e muito longo para as costelas flutuantes. Ponta do esterno marcado.
    • Costelas: As costelas com espaços intercostais amplos e achatados. As costelas devem ser bem visà­veis e marcadas. A circunferência do peito será ligeiramente maior do que a altura na cernelha..
    • Ventre e flancos: Barriga fortemente desenhada a partir do esterno; whippety. Lados curtos e secos; flancos bem desenvolvidos.

    Cola:

    Nascido forte e baixo, Corre colado entre as pernas, refinando gradativamente até terminar em uma ponta muito fina. Flexà­vel e muito longo; muito além da junta do jarrete. Em repouso, queda em forma de foice com gancho final muito pronunciado e inclinado lateralmente.. Enfiado entre as pernas com o gancho final que quase roça o solo na frente dos quartos traseiros; É uma das posturas que conferem mais tipicidade à  raça.

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES

    • Visto como um todo: Perfeitamente a prumo, fina, reto e paralelo; metacarpos curtos e finos; pés de lebre.
    • Voltar: Seca, corta e inclinada. A escápula deve ser significativamente mais curta que o braço.
    • Braço: Longo, mais longo que a escápula, muito musculoso, com cotovelos livres, mas perto do tronco.
    • Antebraço: Muito longo; reto e paralelo, ossos bem definidos, com tendões bem marcados. Almofadas carpais altamente desenvolvidas.
    • Metacarpo: Ligeiramente inclinado, magro e curto.
    • Pés anteriores: lebre. Dedos altos e apertados. Falanges fortes e longas. Tubérculos e almofadas duras bem desenvolvidas. Cinta moderada e unhas bem desenvolvidas.
    • à‚ngulos: ângulo escapuloumeral : 110°. Ângulo umeral-radial : 130°.

    MEMBROS POSTERIORES

    • Visto como um todo: Poderoso, ossos bem definidos, musculoso com músculos longos e bem desenvolvidos. Perfeitamente aprumado e com angulações corretas. Jarretes bem marcados; metatarsais curtos e perpendiculares ao solo; pés de lebre com dedos altos.
    • Os membros traseiros dão sensação de potência e agilidade no impulso.
    • coxas: Muito fortes, longo, musculoso e tenso. O fêmur o mais perpendicular possà­vel. Vistos por trás, apresentam uma musculatura muito marcada a olho nu.; longo, plano e poderoso, seu comprimento é 3/4 da perna.
    • Perna: Muito longa, de osso marcado e fino. Musculoso de sua parte
    • Inà­cio; menos na zona inferior, com clara apreciação das veias e tendões.
    • Jarretes: Bem marcado com nítida apreciação do tendão que estará muito desenvolvido.
    • Metatarso: Até, curto e perpendicular ao solo.
    • Pés de volta: lebre, como nos membros anteriores.
    • à‚ngulos: Ângulo lameiro-femoral : 110°. Ângulo femoro-tibial : 130°. ângulo do jarrete : maior que 140°

    Movimento:

    O movimento típico é naturalmente o galope. O trote deve ser longo, nivelado com o solo, elástico e poderoso. Sem tendência à  lateralidade e sem marcha.

    Manto

    PELE: Muito próximo do corpo em todas as suas áreas, forte e flexà­vel; Rosa. As membranas mucosas devem ser escuras.

    CABELO: Espesso, muito fino, curto, suave; distribuà­do por todo o corpo para os espaços interdigitais. Um pouco mais na parte de trás das coxas. A variedade de pêlo metálico semilongo tem maior rugosidade e comprimento de cabelo, que pode ser variável; embora sempre distribuà­do uniformemente por todo o corpo, chega a apresentar barba e bigode no rosto, sobrancelhas e topete na cabeça.

    COR: Indeterminado. A seguir são consideradas as cores mais típicas e em ordem de preferência:

    • Barcinos e tigrados mais ou menos escuros e com boa pigmentação.
    • Negros.
    • Bolachas escuras e claras.
    • Torrado.
    • Canelas.
    • amarelos.
    • Red.
    • Brancos.
    • Pronghorn e pios.


    Tamanho e peso:

    elevado à cruz :

    • Machos de 62 - 70 cm
    • fêmeas de 60 - 68 cm

    Uma margem de 2 cm para espécimes de proporções excelentes.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e a gravidade do mesmo é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão..

    PEQUENAS FALTAS:

    • Cabeça ligeiramente larga ou ligeiramente cinzelada.
    • Perfil de focinho reto, focinho pontudo.
    • Parietais acusados.
    • Ausência de qualquer pré-molar.
    • Grampo de Bitefork.
    • Cauda ligeiramente curta, mal pendendo do jarrete.
    • Cicatrizes, feridas e decorações durante a temporada de caça.

    FALTAS GRAVES:

    • Cabeça grande.
    • Crânio excessivamente largo e focinho pontudo.
    • Depressão nasal-frontal muito acentuada.
    • Eixos craniofaciais paralelos.
    • Belfos e barbela marcada.
    • Moderado prognatismo superior.
    • Ausência de caninos não devido a trauma.
    • Olhos claros, rodada, saltones o prominentes.
    • Ectropión, entrópio.
    • Orelhas curtas, Oh pequeñas levantadas.
    • Pescoço curto redondo.
    • Linha lombar da sela.
    • Elevação do rim mais baixa do que a elevação na cernelha.
    • Garupa curta, redondo ou ligeiramente inclinado.
    • cintura baixa.
    • Costelas de barril.
    • Flancos curtos.
    • Músculos muito globulares, redondo e ligeiramente alongado.
    • Membros errados, dedos separados, jarretes de vaca.
    • Almofadas fracas.
    • Cauda e orelhas cortadas.
    • Aparência de linha forte, pesado ou inflexà­vel.
    • Caráter desequilibrado.

    FALTAS DE ELIMINAÇÃO:

    • Cão agressivo ou medroso
    • Ausência de tipicidade.
    • Nariz de Split.
    • Prognatismo superior pronunciado ou prognatismo inferior.
    • Linha lombar muito larga, plano e reto.
    • Peito que ultrapassa amplamente o cotovelo.
    • Qualquer outro sinal de tipicidade de que você se lembre ou que indique
    • miscigenação.
    • Albinismo

    Qualquer cão que apresente sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desclassificado..

    O referido critério é considerado uma falha e a gravidade desta é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão..



    N.B.:

    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Spanish Galgo, Galgo (inglês).
    2. Galgo espagnol (Francês).
    3. Galgo, Galgo español (alemão).
    4. Galgo español (português).
    5. Lebrel español, Galgo (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Pug
    China Gran Bretaña FCI 253 . Molossoides de pequeno porte

    O Pug É um cão amigável e afetuoso com outros cães e pessoas.

    Pug

    Conteúdo

    Classificações do "Pug"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pug" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 1.0 fora de 5
    1.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 4.0 fora de 5
    4.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    História

    O Pug o Carlin (também conhecido como Chinese Pug, Mops, Puggu) é uma raça de miniatura do cão com rosto enrugado e um corpo de pequeno e médio porte, originários da China.

    Esta raça é geralmente resumida como “multum en parvo” (muito em pouco), descrevendo a personalidade do Pug relacionado ao seu tamanho pequeno.

    A palavra “Pug” Pode vir do antigo inglês Pugg, é um qualificador afetuoso seria algo como um pequeno demônio ou macaco brincalhão. Filhotes de Pug são chamados Puglets.

    A raça de cão Pug, tem origens muito antigas. Ela foi criada e selecionada na China, país onde era o cão preferido dos funcionários públicos, Também é muito popular na Holanda e Inglaterra raça de cão.

    Na verdade, Inglaterra conseguiu o patrocà­nio de la raza, desde que eles realizaram um excelente trabalho de seleção por anos. Finalmente, parte do patrocà­nio da corrida foi concedido à  Grã-Bretanha.

    Este filhote de cachorro enrugada e engraçado, Ele foi um companheiro fiel das senhoras do século XIX na Itália.

    Como quase todas as raças de cães, soube ter seus momentos difíceis principalmente quando aconteceram as guerras mundiais mas não esteve à beira da extinção como outras.

    hoje a corrida Pug é muito apreciado em quase todos os cantos do mundo.

    Sabia?

    Entre os ricos e famosos admiradores são do Pug rei Louis XIV, Josefina, Imperatriz de Napoleão, Rainha Victoria, o Duque ea Duquesa de Windsor e estilista Valentino.

    Características físicas

    É um cão sob aparência sólida de quadrados e compacto, bem proporcionado e muscular; o chefe, grande, aparência arredondada e sólida, é coberta com dobras; o focinho é plana e quadrada; os olhos, grande, abaulamento, eles são escuros; Possui pernas retas e fila de coletor anelada. O cabelo é apertado, Lisa e brilhante.

    O Pug o Carlin pode ser prata ou damasco macio com uma máscara preta, em ambos os casos, ele apresenta uma tarja preta que vai da cabeça à  cauda; Ele também pode ser preto puro ou branco que é mais escasso e caro de todos.

    Ele mede cada 30 cm para atravessar e pesa entre 6 e 8 kg. Sua natureza confiante, dócil e amigável faz do Pug um valioso animal de companhia. O Pug é particularmente um cão “com senso de humor”, expositoras expressões faciais muito humanas, devidos à  sua estrutura óssea. Devido à sua aparência marcante, algumas pessoas tendem a pensar que as características do Pug são resultado de manipulação genética ou endogamia.. Contudo, as características do Pug são semelhantes nos últimos quinhentos anos, perà­odo em que os europeus começaram a se importar da China.

    A cauda do Pug tem uma espiral característica ou formato de letra. “Q”. Essa variação na forma de cauda é devido à s vértebras nesta parte da coluna são realmente hemivertebrae. Em alguns poucos filhotes, esta alteração da forma pode estender-se ao resto da coluna e apresentar o animal com espinha bífida. A coluna vertebral do animal deve sentir-se antes de comprar para evitar escolher um filhote de cachorro doente. Um animal que sofre com essa condição não deve ser reproduzido para não passar este problema para sua prole.

    Dada a forma do crânio, os olhos do Pug tem uma aparência animada e saltitante. Para encontrar os olhos localizados acima, eles estão mais expostos ao atrito com objetos aos olhos dos outros animais e plantas, e é aconselhável para levá-los ao veterinário logo que possà­vel, se tiverem uma lesão. Recomenda-se que os donos de Pug limpem os olhos do animal uma vez por semana com um algodão limpo umedecido em água fervida fria ou chá frio., para remover as secreções ou sujeira.
    As rugas características do rosto também podem acumular secreções e sujeiras.. É recomendável pelo menos uma vez por semana limpa suavemente entre rugas usando o mesmo método.. Não é necessário aplicar SOAP, cremes ou outras substâncias.. Higiene Simple é suficiente e spare.

    O Pug é um cão de cabelo curto, tende a constantemente pelechar, por seu mandato não é recomendado para pessoas alérgicas ou asma. Eles têm um odor pungente característico que pode deixar algumas pessoas desconfortáveis., mas diminui um banho a cada duas semanas.

    O maior problema de saúde apresentado pela Pug é aquele que é completamente evitável e tratável, e depende de qual o PROPRIETÁRIO. Esta doença é o OBESIDADE. Um Pug recebe cuidados adequados pode viver mais de quatorze anos, Embora em média eles tendem a viver em torno de dez.

    Um 1% Cachorro pode chegar a apresentar uma doença neurológica degenerativa chamada encefalite Pug (ou toque para sua sigla em inglês). Esta doença é letal e não tem nenhuma cura conhecida. Para isso cães de razão não devem ser reproduzidos nos dois anos, para não transmitir o gene a seus descendentes. àšltimo ano de vida é muito improvável que o Pug vem a esta doença.

    Caráter e habilidades

    O Pug não são animais agressivos. como qualquer cachorro, eles podem morder, mas é muito raro que isso acontece sem que os maus-tratos dos animais. O Pug honra a seu lema “Multum em parvo” e eles fazem não amilanan para cães de raças maiores, que você pode entrar em apuros.

    Antes dos seres humanos, o Pug tendem a ser brincalhões e procuram interação. No entanto, eles podem exibir desconfiado com estranhos, e com seus latindo para anunciar a presença de pessoas desconhecidas. Embora seu tamanho não são cães, Se eles são bons “cães alertas”.

    O Pug mostrar um nà­vel moderado de inteligência, ser capaz de usar seus focinhos curtos e patas para obter objetos fora de alcance. Às vezes tendem a teimosia, e não são necessariamente quando você chamar, mas sim quando crave ele. Apesar disso, eles não se afastam de seus donos e preferem sua companhia à de outros cães..

    Durante os primeiros anos de vida Pug pode ocasionalmente ser hiperativo (executar, saltando e latindo constantemente) mas essa característica tende a desaparecer com o passar dos anos. O Pug 5 anos ou mais tendem a ser mais calmos e gostam mais das cadeiras do que da rua.

    Há uma tendência de acreditar que Pug são animais “doentio”, que é muito longe da realidade. Um Pug saudável será enérgico e brincalhão, e até mesmo um pouco hiperativo em seus primeiros anos de vida. Sua sólida estrutura faz eles toleram bem o jogo com crianças e adultos, e sua cabeça particularmente dura pode causar choques e quedas em crianças pequenas e adultos mais velhos..

    O Pug É um animal pequeno, e apesar de fortes, requer muito pouca comida. Contudo, sendo um animal de estimação, proprietários tendem a sobrecarregá-los e compartilhar sua comida com eles. Isso não deve ser. O Pug pode perfeitamente se alimentar com um copo de comida seca pela manhã e um copo à  noite, e você não passará fome ou precisará de suplementos extras.

    Um Pug obeso não é um Pug “bela”, pelo contrário, É um animal que doente porque você não pode respirar bem, seja esgotada facilmente e vai começar a sofrer de problemas na coluna vertebral e articulações. Um Pug alimentados saudável é, Por outro lado, um animal robusto, com seus músculos nà­tidos e claramente visà­veis sob a pele. Um Pug saudável pode correr tão rápido quanto qualquer outro cão, e você pode ignorar duas ou três vezes sua própria altura. Enquanto o animal gosta de comer extras de refeições e receber “Prêmios” ocasionalmente, é a tarefa do proprietário garantindo a quantidade e qualidade dos alimentos que consome é adequada.

    Imagens do “Pug”

    Và­deos do “Pug”

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

  • Federações: FCI , AKC , ANKC , CKC , KC , NZKC , UKC

  • Padrão da raça FCI "Pug"

    Origem:
    China, Reino Unido

    Data de publicação do padrão original válido:
    13.10.2010

    Uso:

    cão de serviço



    Aparência geral:

    É sem dúvida um cão quadrado e rechonchudo, "Multum em parvo" (muita substância em um espaço pequeno) mostrando em sua estrutura compacta, suas proporções bem construídas e a dureza de seus músculos, mas nunca deve parecer de membros curtos, nem magro nem “grande”.

    PROPORà‡à•ES IMPORTANTES:

    Definitivamente quadrado e compacto.



    Comportamento / temperamento:

    Grande charme, dignidade e inteligência. Equilibrado, alegre e animado.

    Cabeça:

    Relativamente grande e fornecido com o corpo, rodada, Você não deve ter a forma de maçã.

    Região craniana:
    • Crânio: Sem Groove. Rugas sobre o antecara devem ser claramente definidas sem exageros.

    Região facial:

    • Trufa: Preta com narinas grandes e bem abertas. Narinas estreitas e pesados sobre as dobras do nariz são inaceitáveis e devem ser severamente punidos.
    • Focinho: Relativamente curto, obtuso, Praça, não se inclinando para cima. Os olhos e o nariz nunca devem ser prejudicados ou ocultos por dobras excessivas no nariz.
    • mandíbulas / Dentes: Com um ligeiro prognatismo inferior. O maxilar inferior é largo com os incisivos posicionados quase em linha reta.. É altamente indesejável boca, dentes e là­ngua olhar irónico e deve ser severamente penalizado.

    Olhos: Sombrio, relativamente grande, rodada, expressão doce e em causa, muito brilhante, e quando é animado ardor completo. Nunca salientes, branco exagerado ou mostrando quando olham para a frente. Problemas oculares grátis.

    Orelhas: afinar, pequeno e macio de veludo preto. Existem dois tipos: "Orelha Rosa", É uma orelha de suspensão de pequeno que se dobra para trás para mostrar o canal auditivo. "orelha de botão", É uma orelha que se dobra, dobrando para a frente, Dica adere ao crânio para cobrir a abertura. os últimos são os preferidos.

    Pescoço:

    Ligeiramente arqueado assemelha-se a crista, forte, espessura, com tempo suficiente para tirar a cabeça com orgulho.

    Corpo:

    Curto e compacto.

    • linha superior: Nà­vel; Deve ser cà´ncavo nem inclinado.
    • No peito: Grande. Costelas bem arqueadas para trás.

    Cola:

    Inserção alta, firmemente enroladas no quadril. O threading dual é altamente desejável.

    Extremidades

    MEMBROS ANTERIORES:

    • Ombro: Bem inclinada para trás.
    • antebraços: Membros muito fortes, em linha reta, baixa de comprimento moderada e posicionada no corpo.
    • Pés anteriores: Como longo como o pé de lebre, nem tão redondo como o pé do gato; com os dedos separados; as unhas devem ser pretas.

    MEMBROS POSTERIORES:

    • Aparência geral: Membros muito fortes, de comprimento moderado, bem posicionados sob o corpo, retas e paralelas, quando você olha para eles na parte de trás.
    • Joelho: Boa angulação de asfixiar articulações quentes rotulianas (joelhos).
    • Pés de volta: Como longo como o pé de lebre, nem tão redondo como o pé do gato; com os dedos separados; as unhas devem ser pretas.

    Movimento:

    Visto de frente, você deve levantar as patas dianteiras e cair bem em linha reta abaixo ombros, mantendo os pés diretamente para a frente, unoffset ou. Na parte de trás, a ação deve ser igualmente correta. Os membros dianteiros usa-los com força, trazendo-lhes bem em frente e a traseira, movendo-se livremente e dobrando os joelhos, bem. Balanceamento de quartas de final depois de luz caracteriza a viagem. Capaz de executar um movimento seguro e resolvido.

    Manto

    Pelo: Textura fina, suave, Soft, curto e brilhante. àsperos, nem lanosos.

    COR: Prata, damasco, Griffon claro ou preto. Cada uma dessas cores deve ser claramente definida, para enfatizar o contraste entre a cor, o sulco (uma linha preta que se estende do occipital até a cauda) e a máscara. As marcas devem ser bem definidas. O focinho ou máscara, as orelhas, manchas nas bochechas, a marca do polegar ou o losango na testa e a faixa devem ser o mais preto possível.



    Tamanho e peso:

    O peso ideal é entre 6,3 e 8,1 kg. Você deve ter músculos fortes, mas a substância não deve ser confundida com um excesso de peso.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALHAS DE DESCALIFICANTES

    • Cão agressivo ou medroso.
    • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..


    N.B.:

    • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.

    TRADUÇÃO: Brígida Nestler / Versão original: (IN).

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Chinese pug, Dutch mastiff (inglês).
    2. Pug (Francês).
    3. Pug (alemão).
    4. Carlin, Mops (português).
    5. Pug chino, Mops, Pug carlino, Doguillo (espanhol).

    ▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

    Buldogue francês
    Francia FCI 101 . Molossoides de pequeno porte

    Bulldog Francés

    O Buldogue francês É protetora e brincalhão, mas não é ideal para caminhadas.

    Conteúdo

    História

    Qual é a origem de "Buldogue francês"?

    O Buldogue francês é um dos menores representantes da classe dos molossos. Sua origem não é muito antiga, uma vez que não apareceu até meados do século 19, na região parisiense. É a única raça de cachorro francesa originária de Paris.

    No século XIX, a maioria dos açougueiros parisienses tradicionalmente possuíam doguines, uma raça de cachorro pequeno que agora está extinta. Mas para estar na moda, eles começaram a comprar pequenos Buldogue, chamado Toy Bulldogs. Importando Buldogue na França teve início no final do século XVIII.

    Também parece que, paralelo, entre 1865 e 1880, Os trabalhadores ingleses impulsionados pela revolução industrial para virem trabalhar na França contribuà­ram para introduzir a raça na classe trabalhadora francesa.

    Naquela época, além de ser popular na Inglaterra, a briga de cães era muito popular nos subúrbios parisienses e em muitos açougues, cocheros, comerciantes e trabalhadores tinham um cão de briga. O Buldogue ainda não havia adquirido o caráter de cão de companhia, e ainda teve a tenacidade do Molossóides de onde veio.

    Ao mesmo tempo, o cachorro rato também era muito comum nos subúrbios parisienses, especialmente popular entre cocheiros, que usou para livrar seus estábulos de ratos.

    Assim, o cruzamento de um abutre com um Buldogue, para obter um cão de briga menor, lançou as bases de Buldogue francês. O Buldogue ele também foi criado aleatoriamente com outros cães locais, como o Doguins o Terriers franceses, e o caráter braquicefálico do cão foi acentuado com a ajuda de Lilleois, um pequeno cachorro do norte da França derivado de Pug, hoje extinto.

    Em 1880 o primeiro Clube do Bulldog Francês foi formado e em 1888 um projeto de padrão foi elaborado. O objetivo era ter cães de cara curta e orelhas retas.

    Em 1893, Krehl, um criador britânico, importou Bulldogs franceses de brinquedo para a Inglaterra para apresentar ao English Kennel Club. Imediatamente, uma disputa estourou sobre a paternidade da raça entre os franceses e os ingleses. Os ingleses consideraram que o padrão da raça não havia sido respeitado pelos franceses, e eles consideraram que o Bulldog de Brinquedo Francês foi sua criação. Até 1899, o clube de Buldogue recusou-se a admitir o Buldogue francês no livro de reprodução, alegando que não preservou a pureza da raça, antes de reverter sua decisão e finalmente aceitá-lo Buldogue francês ao lado do Buldogue.

    Os franceses preservaram a paternidade da raça, não sem razão. “Os britânicos forneceram os ingredientes principais, mas foram os franceses que estabeleceram a receita final que levou ao Buldogue francês como nós sabemos”, escreveu Françoise Girard em seu livro The French Bulldog.

    O primeiro padrão da raça foi estabelecido em 1898, ano em que a Société Centrale Canine a reconheceu. Posteriormente, foi modificado várias vezes, em 1931-1932 e em 1948. Remodelado em 1986 por H.F. Reant and Raymond Triquet e publicado em 1987 pela FCI, foi corrigido pela última vez em 1994 pela comissão do Clube de Buldogue francês, com a colaboração de Raymond Triquet.

    Sua boca e sua mímica de palhaço se abriram para o Buldogue francês as portas da burguesia. No inà­cio do século XX, tornou-se o queridinho da aristocracia, e os grandes nomes da época como Colette, Mistinguett ou Yves Saint-Laurent sucumbiram aos seus encantos. Além de se tornar o preferido da alta sociedade francesa, também foi altamente cobiçado pela aristocracia de outros países europeus, como a realeza inglesa ou a corte do imperador russo, e teve grande sucesso nos Estados Unidos, onde personalidades americanas proeminentes, como Josephine Baker, eles se apaixonaram pelo pequeno animal.

    Em resumo, em todo o oeste, as senhoras queriam ser acompanhadas por um Buldogue francês, embora a raça tenha vindo das camadas mais pobres da população.

    A austeridade provocada pelas guerras mundiais será dramática para a raça, que estava à  beira da extinção devido à  falta de criadores para produzi-lo. Tivemos que esperar o inà­cio dos anos oitenta e a tenacidade de certos criadores apaixonados de Buldogue francês para que ele voltasse sob as luzes da parede.

    Características físicas

    Para um Buldogue francês em bom estado, o Peso Não deve ser menos de 8 kg, ou mais de 14 kg, o tamanho é proporcional ao peso.

    O Buldogue francês é um pequeno molossiano típico. É um cão poderoso com uma aparência atarracada, compactar todos fora de proporção. Eles têm um rosto curto e achatado, com dobras e rugas, e uma mandíbula poderosa. Seus olhos são grandes., escuro e protuberante, e o nariz dele é necessariamente preto.

    A pele de Buldogue francês é curto e fechado, sem subpêlo, e pode ser tawny, sólido ou ligeiramente tigrado, à s vezes com manchas brancas.

    Por último, o Buldogue francês tem orelhas naturalmente retas e pontudas, enquanto sua cauda é curta, frequentemente torcido ou amputado naturalmente e pontudo.

    Peso e altura

    ▷ Tamanho masculino: 30 – 35 cm
    ▷ Tamanho feminino: 29 – 34 cm
    ▷ Peso masculino: 8 – 14 kg
    ▷ Peso feminino: 7 – 12 kg

    Caráter e habilidades

    Diz-se que a maioria dos cães são pegajosos, e o Buldogue francês confirme a regra. Tanto que costuma estar mais próximo de seu dono do que de seus companheiros., e à s vezes ele é possessivo e exclusivo com seu querido mestre.

    Por tudo isso, é um cão feliz, fofinho e brincalhão.

    Quando ele não está dormindo, ele está perto de seu mestre, frequentemente reproduzindo suas ações por mimetismo. Para o Buldogue francês ele não gosta de ficar sozinho, mas seu tamanho pequeno permite que seja transportado para a maioria dos locais públicos, e até mesmo para trabalhar se sua educação foi bem feita.

    Ele adora crianças e brinca com elas sem mostrar qualquer agressão. O que mais, se à s vezes ele late para sinalizar a chegada de um estranho (sabendo que ele raramente late e faz o mínimo de serviço de guarda, porque não é sua ocupação principal), o verdadeiro Buldogue francês, bem educado, nunca vai morder um humano. A agressão é considerada um defeito desta raça. Na verdade, mais Buldogue francês eles são gentis e respeitosos com todos, com humanos e animais, mas alguns podem ser reservados com estranhos.

    O temperamento de Buldogue francês também o torna uma raça de cachorro adequada para idosos.

    Dito isto, embora sejam capazes de ser os companheiros mais calmos, eles precisam gastar sua energia diariamente, caso contrário, seus proprietários podem encontrar alguma travessura, como destruição e danos à  casa.

    Educação

    Como educar um "Buldogue francês"?

    Apesar de sua aparência tão bonita, não se esqueça das raízes deste cão. Portanto, sua capacidade de ser dominante deve ser controlada desde muito cedo por meio de uma educação gentil, firme e consistente. Na verdade, uma educação menos rigorosa poderia ter repercussões ruins na vida cotidiana e na convivência entre o cão e seus humanos.

    Por outro lado, o Buldogue francês pode facilmente ficar com raiva se sua educação for muito agressiva, enquanto que, Por outro lado, uma firmeza bem equilibrada na voz permite que você incorpore rápida e facilmente as regras da casa.

    Saúde

    Ao contrário de muitas corridas, o Buldogue francês não tem nenhum defeito genético recorrente.

    Contudo, sua saúde precisa ser monitorada de perto para prevenir ou identificar os problemas mais comuns o mais rápido possà­vel:

    Sensibilidade ao calor

    O Buldogue francês eles são muito sensà­veis ao calor. A partir de cerca de 25° e especialmente em dias ensolarados, os riscos de insolação e insolação podem ocorrer muito rapidamente, e até mesmo causar a morte do cachorro. Tanto quanto dizer que o Buldogue francês não pode viver no exterior.

    Problemas de coluna

    O desidratação do disco intervertebral, que desempenha o papel de buffer entre 2 vértebras, é um perigo real para ele Buldogue francês. O disco intervertebral torna-se cartilaginoso e acaba ossificando aos poucos. Já não desempenha a sua função de amortecedor e tende a ser expulso para o exterior. Essa ossificação pode ser seguida por compressão da medula espinhal., em risco de lesão do tecido nervoso e paralisia.

    O hérnia discal é outro distúrbio clássico no Buldogue francês. Aparece com desgaste prematuro da cartilagem. Esta condição afeta com mais freqüência indivà­duos que foram pulados sobre as patas traseiras durante a juventude.. Cães com esta doença sentem fortes dores musculares quando se movem. Eles andam de cabeça baixa, com músculos do pescoço contraídos. Em casos graves, isso pode levar à  paralisia dos membros posteriores.

    O condrodistrofia, menos comum, causa um encurtamento dos ossos, o que pode causar problemas de locomoção significativos.

    Por último, o Buldogue francês também pode sofrer Quadril Displasia., Displasia do cotovelo o luxação de patela.

    Obstrução de vias aéreas

    O Buldogue francês você pode estar exposto a diferentes tipos de problemas de obstrução das vias aéreas, chamada síndrome braquicéfalo.

    Em primeiro lugar, o estenose nasal (também chamado “narina comprimida”) corresponde a um colapso da cartilagem alar, muito macio. Isso causa desconforto respiratório que pode obrigar o cão a respirar pela boca para compensar a falta de oxigênio.. A condição é notada pela linha das narinas, que é reto em vez de em forma de và­rgula. Neste caso, o único remédio é a cirurgia.

    O palato mole é muito longo e pode causar compressão da laringe. Esta condição não é detectável em filhotes, mas existem alguns sintomas que devem soar o alarme. Contudo, você tem que notar certos sintomas, como um ronco muito pronunciado, ou fadiga e falta de ar que ocorrem rapidamente ao caminhar. Uma descoloração azulada das membranas mucosas e da là­ngua também pode ser observada., olhos vermelhos e, à s vezes, raquitismo.

    O edema da laringe, o que é um distúrbio especà­fico, aparece especialmente em caso de estresse ou insolação, ou mesmo ambos combinados. O cão então engasga e coça ao inalar. Esta situação requer intervenção rápida, colocar o cachorro em um lugar fresco o máximo possà­vel e resfriá-lo, por exemplo, pulverizando-o com bastante água fria. A primeira prioridade é acalmar o animal, antes de levá-lo ao veterinário para uma injeção de cortisona de emergência.

    Problemas oculares

    O Buldogue francês podem ser vítimas de Luxação da glândula nictitante. Essa glândula tende a se projetar para fora do canto do olho e pode crescer rapidamente até o tamanho de uma amora-preta.. Esta condição é comum em buldogues crescimento, mas também pode ser o resultado de uma infecção ocular.

    Em geral, a proeminência dos olhos do Buldogue francês os torna particularmente frágeis nesta área. Contudo, é possà­vel protegê-los graças a óculos perfeitamente adaptados para eles.

    Hermafroditismo

    Hermafroditismo no Buldogue francês É raro, mas sua existência merece ser informada.

    Limpeza

    A pele de Buldogue francês não requer manutenção muito difícil. Escovagem regular (duas ou três vezes por semana) é o suficiente para remover seus muitos cabelos mortos, e um banho uma vez por mês com um xampu para cães manterá o pelo brilhante. O que mais, tem uma luz que derrama.

    Por outro lado, as dobras do rosto devem ser limpas pelo menos duas vezes por semana e mantidas com creme, para evitar infecção. Você também deve limpar seus ouvidos pelo menos uma vez por semana.

    O que mais, você tem que limpar seus olhos regularmente com um colà­rio antiinflamatório e ter cuidado com golpes. Seus olhos são particularmente frágeis, e qualquer rasgo, regular ou excessivo, pode ser um sinal de uma doença. Neste nà­vel, grande vigilância é necessária.

    Por último, você também tem que cuidar da área sob o rabo dele, uma vez que o fato de estar localizado em suas nádegas faz com que a sujeira se acumule, e a morfologia do animal não permite que ele se limpe adequadamente.

    Alimentos

    Devido a sua cabeça braquicefálica, o Buldogue francês tende a engolir comida sem mastigar, que causa sensibilidade digestiva e causa ruà­dos no està´mago e flatulência. Portanto, você precisa de uma dieta que permita manter seu peso e ofereça boa digestibilidade, sem excesso de gordura, mas com um enriquecimento suficiente em ácidos graxos essenciais, aminoácidos e vitaminas do grupo B.

    É aconselhável dar duas refeições por dia, uma de manhã e uma à  noite.

    Uso

    O Buldogue francês É principalmente um cão de companhia e de interior., mas também pode ser um bom cão de guarda e defesa.

    Por outro lado, por causa do mau hálito dele, não é um cachorro esportivo. Assim, embora eu aprecie as caminhadas, que são bons para manter seus músculos poderosos, correr com ele não é recomendado.

    Cuidado também com os cursos d'água e a piscina. Em vigor, por causa de seu corpo atarracado e cabeça pesada, o Bulldog Francês não é um nadador muito bom, e você corre o risco de se afogar.

    Lista de criadores "Buldogue francês"

    REGISTAR O GATIL

    Criadores de Bulldog Francês

    Ofereça seus filhotes de graça. Assine aqui.

    • Este campo é para fins de validação e deve ser deixado inalterado.

    Classificações do "Buldogue francês"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Buldogue francês" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cão amigável ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Perda de pêlo ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cuidado ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 5.0 fora de 5
    5.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Latindo ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Territorial ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigo dos gatos ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Adequado para crianças ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 2.0 fora de 5
    2.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3.0 fora de 5
    3.0 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens “Buldogue francês”

    Vídeos “Buldogue francês”

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : . .

    Federações:

    • FCI – Grupo 9: Seção 11: Molossoides de pequeno porte
    • AKC
    • ANKC
    • CKC
    • KC
    • NZKC
    • UKC

    Padrão da raça FCI "Buldogue francês"

    Origem:
    França

    Data de publicação do padrão original válido:
    28.04.1995

    Uso:

    cão de serviço, guarda e brinquedo.



    Aparência geral:

    É o típico molosso de pequeno porte. É um cão robusto apesar do seu pequeno tamanho e das suas proporções pequenas e roliças. Seu cabelo é teto e seu rosto é curto e liso. As orelhas são retas e a cauda curta desde o nascimento. Você deve ter a aparência de um animal ativo, Awake, muito musculoso, de uma estrutura compacta e ossos sólidos.



    Comportamento / temperamento:

    É sociável, alegre, lúdico, esportes e desperto. É particularmente afetuoso com seu mestre e as crianças.

    Cabeça:

    Isso deve ser muito forte, ampla e quadrada, e este deve ser coberto por pele, É pregas e rugas quase simétricas. A cabeça do Bulldog é caracterizada por uma contração do maciço Maxilo-nasal; Então, o crânio ganhou amplitude que perdeu em comprimento.

    Região craniana:
  • Crânio: É grande, quase plana; a testa é abaulamento. As arcadas superciliares são proeminentes e estão separadas por um sulco particularmente desenvolvido entre os olhos. O Groove não deve ser alongado para a frente. A crista occipital é pouco desenvolvida.
  • Nasofrontal depression (Stop): Muito forte.
  • Região facial:

  • Trufa: ampla, muito curto, gerado; as narinas são bem abertas, eles são simétricos e estende-se obliquamente para trás. A inclinação das narinas, assim como o nariz levantado, devem permitir, No entanto, a respiração nasal normal.
  • bengala de nariz: Ele é bem curto, banda larga e apresenta pregas concêntrica simétricas que descem sobre o lábio superior (comprimento : 1/6 o comprimento total da cabeça).
  • Lábios: Grosso, um pouco frouxa, preto. O lábio superior está associado ao fundo no centro e cubra completamente os dentes, Não deve ser nunca visà­vel. O perfil do lábio superior é descendente e arredondado. A là­ngua nunca deve ser visà­vel.
  • mandíbulas: Eles são grande, Praça, forte. A mandíbula inferior forma uma curva larga que termina na frente da mandíbula superior.. Com a boca fechada, proeminência do maxilar inferior (prognatismo) É moderada pela curvatura dos ramos da mandà­bula. Essa curvatura é necessária para evitar a protrusão excessiva da mandíbula..
  • Dentes: Incisivos inferiores não são nunca atrás de incisivos. Arco incisivo inferior é arredondado. Os maxilares não devem apresentar ou desvio lateral, ou torque. A separação das arcadas incisivas não é rigorosamente delimitada, Já que é essencial para se juntar o lábio superior e o inferior para cobrir completamente os dentes.
  • Bochechas: Os músculos da bochecha são bem desenvolvidos, mas eles nunca Excel.
  • Olhos: São expressão acordado, são baixos e bastante afastado a trufa e acima de tudo, ouvidos. São escuros, muito grande, bem arredondado, ligeiramente abaulamento; a esclera não nunca é visà­vel quando o animal olha de frente. A borda das pálpebras deve ser preta.
  • Orelhas: Médias, largura na base e rodada na ponta. Eles estão erecto; alto, mas não muito perto uns dos outros. O pavilhão está aberto para a frente. A pele deve ser fina e suave ao toque.
  • Pescoço:

    É curto e ligeiramente arqueado. Apresenta-se sem queixo.

    Corpo:

  • linha superior: A linha superior sobe progressivamente ao nível do dorso e depois desce rapidamente em direção à cauda..
  • Voltar: É grande e musculado.
  • Lombo de porco: Curto e amplo.
  • Alcatra : É oblà­qua.
  • No peito: Cilíndrico e desce bem abaixo. As costelas são em forma de barril, muito arredondados.
  • Peitoril: É muito aberto.
  • Ventre e flancos: Gerado, Embora não agalgados.
  • Cola:

    Curto, baixa implantação na garupa, preso nas nádegas. É grossa na base, atados ou naturalmente dobrados e apontou para o fim. Mesmo quando o cachorro está em ação, a fila deve estar abaixo da horizontal. A cauda relativamente longa (Não deve exceder o ponto do Hock), Bent e sharp, Aceita-se, Embora não muito valorizada.

    Extremidades

  • Membros anteriores:
  • Perfil e vista frontal, eles têm membros regulares.

  • Ombro: Curto e grosso, de músculos fortes e aparentes.
  • Braço : Curta.
  • Cotovelo: Estritamente ligado ao corpo.
  • Antebraço: Curta, bem separadas, retilíneo e musculoso.
  • Carpo e metacarpo: Sólido e curto.
  • Membros posteriores:
  • Eles são fortes e musculosos, um pouco mais do que os anteriores, elevando assim o traseiro. Visto da parte traseira e perfil, eles têm membros regulares.

  • Coxa: Musculado, empresa, Embora não muito redondo.
  • Jarrete: Muito baixa. Não é demasiado angular e acima de tudo, não é muito reta.
  • Metatarso: Sólido e curto. O Bulldog deve nascer sem esporas.
  • PÉS
  • Pés anteriores: rodada, pequeno; eles são conhecidos como "Pé de Jack". Eles sentam-se firmemente no chão e tornar-se um pouco para fora. Os dedos são bem compactos, as unhas são curtas, grossos e separados. As almofadas são duras, grosso e preto. Em cães listrados unhas devem ser pretas.
    Em cães "Caille" (listrado cor cão castanho com manchas brancas moderadamente estendidas) e a cor castanho (com manchas brancas levemente ou muito prolongado) prefiro unhas escuras, Apesar de não penalizar os de cor clara.
  • Pés de volta: Compactos.
  • Movimento:

    Passo solto; Membros mover em paralelo ao plano médio do corpo.

    Manto

    CABELO:

  • É bonito, cetim, apertado, brilhante e liso.
  • COR:

  • Tom uniforme de Griffon, ou tigrado ou não, ou com manchas brancas moderadamente estendidas.
  • Pardo, Tigrado ou não, com manchas brancas moderadamente ou bastante generalizadas.
    Aceitamos todas as nuances do Griffon, do vermelho, até o café com leite. Todos os cães brancos são classificados na categoria de "Tigrado castanho com manchas brancas generalizadas". Se um cão tem uma trufa muito escura, e os olhos escuros com pálpebras também escuras, pode tolerar excepcionalmente alguns despigmentaciones do, Quando o animal está muito bonito.


  • Tamanho e peso:

  • TAMANHO E PESO:
  • Para um buldogue em bom estado, o peso não deve ser menor de 8 kg, ou mais de 14 kg, o tamanho é proporcional ao peso.



    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Feche a trufa ou reduzindo, e o ronco crà´nico.
  • Lábios que não estão inscritos para a frente.
  • Despigmentação dos lábios.
  • Olhos claros.
  • Duplo queixo.
  • Cola relevo, muito longo, ou anormalmente curto.
  • Cotovelos pelados.
  • Hock reta, ou deslocado para a frente.
  • Entradas incorretas.
  • Cabelo muito longo.
  • Pele manchada.
    • FALTAS GRAVES:
    • Incisivos, visà­veis quando a boca está fechada.
    • Linguagem é aparente quando a boca está fechada.
    • Rigidez nos movimentos dos membros anteriores.
    • Descoloridos manchas no rosto, exceto a cor castanho listrada com manchas brancas moderadamente estendidas "Caille" e o Griffon com pouco ou muito generalizadas manchas brancas.
    • Peso insuficiente ou excessivo.
    • FALTAS DE ELIMINAÇÃO:
    • Covardia, agressão em direção do proprietário.
    • Trufa em uma cor que não é preta.
    • Split lip.
    • Incisivos inferiores colocados atrás de incisivos.
    • Canino constantemente visà­vel quando a boca está fechada.
    • Olhos heterocromos.
    • Ouvidos que não estão erecto.
    • Mutilação das orelhas, a fila ou esporas.
    • sem cauda.
    • Esporas em membros posteriores.
    • Casaco preto e fogo, rato cinzento, ou marrom.

    Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..



    N.B.:

    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..

    TRADUÇÃO : IRIS Carrillo, Federação de canil de Porto Rico.

    Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

    Nomes alternativos:

    1. Frenchies (inglês).
    2. Bouledogue (Francês).
    3. Französische Bulldogge (alemão).
    4. Buldogue francês (português).
    5. Frenchie (espanhol).