Postado por tiadoc |

Perro de Agua Portugués

Perro de Agua Portugués

O Perro de Agua Portugués É pouco conhecido, Espanha e no resto da Europa.

O Perro de Agua Portugués (Cão de Agua Português) É uma raça de cão do Algarve, Portugal. Eles foram usados como cães de trabalho por pescadores de tempos imemoriais, mas no século XX tornaram-se uma raça rara.

Leia tudo sobre a corrida, clicando em: Cão de Agua Português.

  • Outros nomes: Cão de água português / Portie / PWD / Water Dog / Portuguese Water Dog / Portugiesischer Wasserhund / Chien d’eau portugais.
  • Grupo 8 / Seção 3 – Cães de água.

Raças de cães: Perro de Agua Portugués


Postado por tiadoc |

Cão de Água Português

Cão de Água Português

O Perro de Agua Portugués É uma espécie e raça do paciente.

O Cão de Agua Português (Perro de Agua Portugués) É uma raça de cão do Algarve, Portugal. Eles foram usados como cães de trabalho por pescadores de tempos imemoriais, mas no século XX tornaram-se uma raça rara.

Enquanto, as origens da raça são um tanto obscuras, E se uma certeza é que a história destes cães é muito antiga.
Uma provável referência à água Português Cão é encontrada no texto de um monge, que em 1297 Ele descreveu o resgate de um marinheiro por um cão com características semelhantes do que a corrida hablamos… “cabelo longo, preto, cortar até a primeira costela, e com um tufo na ponta da cauda“. (mais…)

Postado por tiadoc |

Razas de Podenco

Razas de Podenco

diferentes raças Sabujo Eles são caracterizados por pequenos ladradoras, extremamente rápido e inteligente para a caça.

Ele é chamado Sabujo um tipo de cão de origens antigas. Existem várias corridas hoje ao longo de todo o Mediterrâneo: a origem destas corridas modernas é acreditada para ser no antigo Egito (especificamente na corrida de Tesem) e que os cães foram transmitidos pela costa do mar Mediterrâneo pelos fenícios. Sua aparência lembra um pouco um chacal ou a imagem de Dios egípcio Anúbis. (mais…)

Postado por tiadoc |

Português Warren Hound

Podenco Portugués

O Português Warren Hound É uma raça de cão encontrado em perigo de extinção.

HistóriaHistóriaCaracterísticas físicasCaráter e habilidadesImagensVídeos
História

O Português Warren Hound (Warren Hound Português, Em inglês) É considerada uma das mais antigas raças de cães, que tem suas origens Fenícios, matriz cultural da qual descendem os portugueses. É uma raça nativa de Portugal, com grandes habilidades para a caça, mas também de vigilância, É comumente usado em fazendas para alerta da presença de intrusos.

A grande família da raça de cão, especialistas no tópico levantado ela foi em Portugal onde a maioria submetida a atravessar e, como resultado, linhagem ramificada. Dentro de seus antepassados argumentam que talvez o mais próximo do Ibizan Hound, e viveram vários tipos de cães de vestígios de (e eles habitam) toda a área mediterrânica. Como todos os cães hound, A história mostra que eles são representados nas pinturas egípcias de milhares de anos atrás.

De acordo com o tamanho, Existem três variedades do Sabujo de Português, Grande, Pequenas e médias, sendo cada variedade, produtos da travessia diferente, ao longo do tempo.

Acredita-se que a grande variedade surgiu a variedade de Podengo Português pequeno e médio, o ancestral da variedade Grande é o Faraó Hound Se estendia do Norte de África a Península Ibérica. Embora outros autores levantar que é possível que o cão descende de Lobos ibéricos pequenos. Ainda controversia…

Enquanto uma teoria Estados que emerge do Podengo Português Médio, nativos de cão cachorro diferente do Norte da África, a mais amplamente aceita teoria é que essa variedade, descende diretamente do Podengo Português Grande.

O pequeno cão Português, por vezes descrita como um Chihuahua mais pesado (Não há nenhum parentesco entre essas duas raças), muitas vezes colaborar nas tarefas de caça com seus pares maiores, Este cão é colocado na toca dos coelhos e assustá-los assim que eles saem e eles são caçados por seu colega Pack.

No norte de Portugal ainda hoje é usado para caça coelhos e pequenos patifes. Matilha de caça ou apenas. Enquanto o resto do país, você pode ver este cão, sua popularidade se encontra no norte do mesmo.

Características físicas

Conforme especificado acima, De acordo com o tamanho, Existem três variedades do Sabujo de Português, Grande, Médio- e Pequeno:

  • Português Podengo Grande: É uma variedade muito rara e está em perigo de extinção, especialmente a variedade suave. Frequentemente utilizados em embalagens para caçar presas grandes tais como veado ou javali. É a raça apenas Português usada para caça javali. Seu manto pode ser curto e liso (menos comum, à beira da extinção) ou áspero e long.
  • Podengo médio-português: É o mais rápido das três variedades, excelente caçador de coelhos e lebres. Você pode caçar no Pack ou solo. Como o cão de caça grande do português, seus revestimentos podem ser lisas ou ásperas e curto e longo. Esta é a mais comum das três variedades, e a maior concentração destes cães está localizada no norte de Portugal.
  • Poodle pequeno Português: Assim como seu irmão médio é um excelente caçador de coelhos e lebres. Responsável por metendo os Burrows (Graças ao seu tamanho e agilidade) para assustar a mãe e o seu Pack companheiros dar caça. O brasão Português Podengo pequeno é curto e liso, apenas.

As variedades as peles de estão relacionados com o mau tempo e adaptação ao mesmo, a variedade suave é mais comum no norte de Portugal, caracterizada por ser uma área molhada, Este brasão e macia é necessário porque ele é seca mais facilmente depois de molhado.

A variedade de cerdas de cabelo encontrados nas áreas mais secas, onde a camada de cabelo tem a função de proteger o cão contra os raios do sol e o clima frio no Inverno. A natureza é sabia…

O cabelo curto ou longo, espessura média e brilhante. Em cães com cabelo longo e áspero, os pêlos do focinho são longos (Barba). As cores predominantes são o amarelo e o castanho (com suas variedades de cor clara, a muito escuro), e diluído ou fosco preto; unicolores com ou sem manchas brancas ou manchas brancas.

Sua expectativa de vida é em torno do 12 o 14 anos, e é uma raça que é raramente vista fora de Portugal.

Em geral, é um cão de porte médio, bem proporcionado, muscular com estrutura óssea boa. Há muito tempo, tem cabeça estreita, com crânio moderadamente largo e o focinho pontudo.

O orelhas, grande e triangular, são levados a ereto. Ele tem olhos expressiva e pequeno abaulamento em órbitas, cor mel ou marrom, De acordo com a cor da pele.

A pigmentação das pálpebras é mais escura que do peles. O corpo é bastante longo, com costelas moderadamente arqueada.

O cauda, é forte e pontiagudo, comprimento longo e médio, Realiza-se horizontal ou ligeiramente arqueado na atividade.

Português Warren Hound: Padrão FCI

CABEÇA: Fina, sob a forma de um tronco de pirâmide quadrangular. Sua base é grande e sua ponta bastante afiada. O crânio de eixos longitudinal superior facial diferem.

REGIÃO CRANIANA

  • Crânio: Chato. O perfil é quase em linha reta. As sobrancelhas são proeminentes. O sulco frontal pouco é pronunciado. O aparelho inter espaço é horizontal e a parte de trás da cabeça é proeminente.
  • Depressão frontal naso (Parar): Pouco pronunciado.

REGIÃO FACIAL

  • Nariz: Fina. Ele é fino e oblíquo é truncado; é proeminente em sua extremidade. Sua cor é mais escura do que o revestimento.
  • Cana do nariz: Secção arredondada; perfil reto. É menor que o comprimento do crânio e mais largo na base do que na sua ponta.
  • Lábios: São também aplicados uns aos outros. Eles estão bem, forte e bem reta.
  • MANDÍBULAS/dentes: Normal, mordedura em tesoura, com dentes brancos e sólidos. As duas garras são uma oposição regular. Dentição completa na grande variedade.
  • Bochechas: Finas ou colocadas oblíquas vistas de frente.
  • Olhos: Eles são pouco salientes em órbitas e expressiva. Sua cor vai desde o Mel Brown, De acordo com a cor da pele. Eles são pequenos e oblíquos. A pigmentação das pálpebras é mais escura que a pelagem.
  • Orelhas: Inserção oblíqua e média. Estão em linha reta e alta mobilidade. São verticais para a frente quando o cão está em alerta. São afiados, e largura na base. Forma triangular, fina; uma altura considerável e maior do que a base.

PESCOÇO: Juntou-se harmoniosamente com a cabeça e o tronco. É em linha reta, longo, desde, forte e bem musculado. Apresenta-se sem queixo.

CORPO

  • Top de linha: É em linha reta, nível.
  • Cruz: Apenas ligeiramente visível em relação ao pescoço e costas.
  • Voltar: Em linha reta. É muito tempo.
  • Lombo de porco: Em linha reta. É grande e musculado.
  • Alcatra: Comprimento médio. É grande e musculado; reta, ou pequena gota.
  • No peito: Breastwork musculatura e baixo saliência. Não é muito amplo. Peito profundo, média amplitude até ao nível dos cotovelos. É muito tempo, com esterno inclinado para trás e para cima. Costelas bem arqueadas e dobrado.
  • Ventre e flancos: Fina; ligeiramente agalgados.
  • Linha inferior: É um pouco alto.

CAUDA: Natural. Conjunto bastante elevado. É forte, de espessura e pontiaguda; comprimento médio. Durante o resto cai entre as nádegas, para a altura do jarrete é ligeiramente curvado.
Quando o cão está se movendo levanta-se horizontalmente, ligeiramente arqueado, ou dobrada verticalmente em forma de foice, Embora nunca parafusado.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES: Visto de frente e perfil são apropriados membros. Eles são musculosos e fina.

  • Ombro: Longo, inclinado, bem forte e musculoso, ângulo da escápula - úmero de cerca de 100 °.
  • Cotovelos: Paralelo à linha principal do corpo.
  • Antebraço: Vertical; longo e musculado.
  • Carpo: Delgado, não é importante.
  • Metacarpo: Strong; curto, pequeno oblíquo.
  • Pés dianteiros: Arredondado. Dedos longos, forte, juntos, e bem arqueadas. As unhas são curtas e fortes, de preferência escuro. As almofadas são duráveis e difícil.

MEMBROS POSTERIORES: Visto de traseira e lateral são bem aprumado. Eles são musculosos e fina.

  • Coxa: Longo; bem musculado e de média amplitude.
  • Articulação do joelho: fêmur de ângulo - tíbia aproximadamente 135 °.
  • Perna: É oblíqua, longo, fina, forte e musculado.
  • Hock: Médio alto. É fina e forte. O ângulo do jarrete é abrir cerca de 135 °.
  • Metatarso: É forte, curto, Esporas e oblíquo.
  • Pés traseiros: Eles são arredondados, com dedos longos, forte, juntos, e bem arqueadas. As unhas são curtas e fortes, de preferência escuro. As almofadas são duráveis e difícil.

MOVIMENTO: Rápido e ágil. Trote leve.

PELE: As mucosas são preferencialmente pretas, ou sempre mais escuras que a pelagem. A pele é fina e esticada.

PELES

CABELO: Duas variedades. O cabelo é curto ou longo, médio de espessura. O cabelo é liso, quando é curto, ou áspero ao longo. Cabelo curto é mais abundante do que o cabelo longo.
Em cães com cabelo longo e áspero, os pêlos do focinho são longos (Barba). Não há nenhuma presença de uma camada interna de pêlos.

Cor: As cores predominantes são o amarelo e o castanho (com suas variedades de cor clara, a muito escuro), e diluído ou fosco preto); unicolores com ou sem manchas brancas ou manchas brancas.
No cão pequeno as seguintes cores são aceitas, mas não são os preferidos: Black, Marrom com ou sem marcas brancas, ou branco com manchas dessas cores.

TAMANHO E PESO:

Altura à Cruz:

  • Pequeno: 20 – 30 cm.
  • Médio: 40 – 54 cm.
  • Grande: 55 – 70 cm.

Peso:

  • Pequeno: 4 – 6 Kg.
  • Médio: 16 – 20 Kg.
  • Grande: 20 – 30 Kg.

FALHAS: Qualquer desvio dos critérios acima deve ser considerado como falta e a gravidade deste é considerada proporcionalmente o grau de desvio da norma e seus efeitos sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Comportamento: Sinais de timidez.
  • Focinho / Crânio: Facial de paralelo de eixos longitudinais superiores crânio.
  • JAWS: Oclusão incorrecta ou dentes mal implantados, braçadeira de mordida, dentição incompleta na grande variedade.
  • Trufa: Ausência parcial de pigmentação.
  • Pescoço: Arqueado.
  • Corpo: Linha superior arqueada.
  • Alcatra: Muito íngreme.
  • Esporas: Sua existência não é apreciada.
  • Cabelo: Sedoso e / ou subpêlo.

FALHAS GRAVES:

  • Focinho / Crânio: Crânio facial convergente de eixos longitudinal superior.
  • Trufa: Ausência total de pigmentação.
  • Orelhas: Arredondado.
  • Barriga: Agalgado muito.
  • Cauda: Fila de rosca.

MISS PLAYOFFS:

  • Comportamento: Agressividade ou timidez excessiva.
  • Aspecto geral: Sinais de cruzamento com um galgo (Sabujo espanhol) ou um Perdiguero (Braco Português).
  • JAWS: Oposição inadequada dos maxilares.
  • Olhos: Olhos de cores diferentes (Heterocromia).
  • Orelhas: Curvado ou dobrado.
  • Cor: Distribuídos, Black and Tan, Tri-color ou totalmente branco.
  • Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

NOTA: Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

TRADUCCION: Rafael Santiago (Porto Rico).
Revisão técnica: Miguel Angel Martinez (Federação Cinológica Argentina).

Caráter e habilidades

Podengo Português, É seus três variedades tem um caráter Alegre, inteligente e muito sociável com outros cães. Eles são extremamente afetuosos com seus donos, especialmente com as crianças.

Eles são muito tímidos com estranhos, sempre alerta e constante vigilância de seu território, Isso torna-os cães de guarda bons, Embora, Falta-lhe a agressividade que pode mostrar um cão de guarda ou defesa.

Comentários

Infelizmente, o Hound Português Warren é uma das raças de cães que são encontradas hoje em perigo de extinção, mesmo em Portugal. Não é fácil vê-los para fora de Portugal.

Imagens do Hound Português Warren
  • Outros nomes: Podengo Português / Portuguese Warren Hound / Podengo Portugais / Portugiesischer Podenco / Podengo Portugalski.
  • Grupo 5 / seção 7 -Tipo primitivo de caça.

Raças de cães: Português Warren Hound


Postado por tiadoc |

Cão da Serra de Aires

Cão da Serra de Aires

O Cão da Serra de Aires tem um instinto de rebanho excelente, sempre pronto para cuidar dos bodes
HistóriaCaracterísticas físicasCaráter e habilidadesImagensVídeos
História

A Cão da Serra de Aires tem quase 100 anos.

Este peludo, utilização pecuária e guardião das planícies do Sul de Portugal podem descer a Pastor de Brie, importado pelo conde de Castro Guimarães e que rode em criados com cães locais de montanha.

Apesar das semelhanças com o Pastor de Brie e o Catalan Sheepdog, Não há nenhuma evidência confiável para sugerir uma linha direta de descendência.

Durante a maior parte do século passado, o Cao da Serra de Aires foi o companheiro de pastores no sul de Portugal, mas na década de 1970 foi quase extinto.

Felizmente, o beleza da sua pele e seu predisposição dócil chegou ao conhecimento dos reprodutores. Para este dia, muitos proprietários em Portugal são os proprietários da raça e seu futuro é garantido.

Embora seja praticamente desconhecido fora de seu país de origem, Este cão de aparência lanosa é um cão de classe, digno de maior reconhecimento internacional.
Os proprietários dizem que estes cães pequenos “Macaco”, assim apelidado por sua aparência peculiar e pitoresca expressão, eles foram parte da actividade agrícola e da vida familiar para um tempo muito longo. Tal como acontece com muitas raças de trabalho, a capacidade de trabalho era mais importante que a aparência, e o padrão não foi criado para 1930.

Reconhecimento: PELAGEM, FCI, NKC, APRI, ACR, DRA

Características físicas

O peles do Cao da Serra de Aires é longo e liso, com uma leve ondulação. Não têm uma camada de plano de fundo.

O cores Aceitamos amarelo, Brown, castanho vermelho e mais ou menos manchada de cinza com vermelho fogo. Pode haver maior ou menor quantidade de cabelos brancos espalhados ao redor do manto, mas nunca formando manchas, exceto no peito.

O Dicas anteriores eles são simetricamente cobertos com cabelo comprido.
Ele tem uma barba que dá um olhar maduro. O olhos eles são redondos e escuros, com uma expressão amigável. O orelhas tamanho moderado geralmente pendurar nas laterais das bochechas, Embora por vezes cortado. Aparar é proibido em alguns países europeus. Seus pés eles são particularmente adaptávelas para terrenos acidentados. Seus pernas eles são fortes e as suas peito profundidade.

Os machos podem medir de 45 um. 55 cm, enquanto medida de fêmeas de 42 um. 52 cm. O peso deve ser entre 12 e 18 kg.

O cabelo é mais longo na cabeça dando estes cães um bangs curiosos e confusas.
Ele tem um cabeça grande e robusto, com um nariz proeminente e uma mandíbula forte. O cauda, muito perto da base, bota alta, ela atinge o jarrete e afilado.

Sua expectativa de vida é de 12-13 anos.

Padrão FCI do Cao da Serra de Aires

CABEÇA : Médias (mesocefálica), forte, ampla; não é muito, ou grandes.

 

REGIÃO CRANIANA :

Crânio : Com uma tendência a ser quadrado, um pouco mais ampla que, divergentes eixos longitudinais do crânio e do focinho, convexa em ambos os eixos, mas mais lateralmente. Arco do supercílio não é proeminente. Frontal sulco pronunciado estendendo-se para o meio do antecara, as áreas entre as orelhas são planas, com uma protuberância occipital aparente.

Links de depressão : Bem definido.

 

REGIÃO FACIAL :

Trufa : Bem definido, ligeiramente elevada ; as janelas são largas. Ele é arredondado, cilíndrico e truncada, quase em forma vertical. Preferencialmente preto, Pode ser fígado nos animais que são de cor amarela ou marrom, mas sempre deve ser mais escura que a cor da pelagem.

Cana do nariz : É curta; medido em torno 2/3 o comprimento do crânio.

Quase cilíndrico ; a largura deve ser proporcional ao seu comprimento e forma.

Perfil reto, ou ligeiramente côncavo.

Lábios : Juntos, não se sobrepõem. Eles são finos, empresa, corte quase reto. As bordas da mesma cor da trufa.

JAWS : Eles têm um desenvolvimento normal. Ambos os maxilares estão em oposição perfeita. Dentição completa de 42 dentes brancos e sólidos. Bite em tesoura, aceite uma mordida no clipe.

Olhos : Médias, arredondado, preferência de cor escura, mas pode ser avelã ou marrom cor âmbar amarelo animais, nível sem ser colocação proeminente. Expressão amigável, Inteligente mas dócil, horizontal, pálpebras pretas ou sempre mais escuras que a cor de cabelo e de acordo com a cor do nariz.

Orelhas : Implementação de alta ; são quedas, e não dobradas, Quando não foram cortados ; são retas quando eles foram cortados. Eles têm uma forma triangular. Pele fina e macia. Médias do mesmo longo do que largo (Aproximadamente 10 cm).

 

PESCOÇO : Se une harmoniosamente a cabeça e o tronco. É reta e ligeiramente ascendente ; espessura fornecida. Não é um queixo duplo.

 

CORPO :

O top de linha : Em linha reta ou ligeiramente inclinada.

Cruz : Forte, harmoniosamente combinados com o pescoço e costas.

Voltar : Reta ou ligeiramente inclinada e longo. Bem musculado, geralmente duas vezes o comprimento da coluna vertebral.

Lombo de porco : Perfil visto curto e arqueado; larga e curva, visto de frente, músculos fortes e bem ligado ao dorso e garupa.

Alcatra : Pouco proeminente e ligeiramente inclinados, Soft, longa e meia largura, músculos fortes.

No peito : Até a altura dos cotovelos, largura de banda e média profundidade, costelas levemente arqueadas com um oval para a costelas traseira inclinada. O peitoril é destaque, larga bem para trás e larga.

Ventre e flancos : Uniforme e ligeiramente crescente.

 

CAUDA : Inserção alta, Sharp, chegando na altura da pata, afilar-se da base. Longa e coberta com cabelo abundante.

Quando o cão está se movendo é a extensão da linha superior, ou você pode dobrar-se ligeiramente na linha superior, mas nunca dobre nas costas.

MEMBROS

 

MEMBROS ANTERIORES : Strong, bem aplomados visto de frente e perfil e separar, a distância entre a Cruz e os cotovelos é ligeiramente menor do que o cotovelo no chão.

Ombro : Comprimento médio com uma inclinação de 45 °, bom muscular, escápula e úmero, colocado em um ângulo de 90 °.

Braço : Comprimento médio e forte, colocado em um ângulo de 45 °, bom muscular.

Cotovelos : Paralelos, colado ao peito e um úmero de ângulo - raio de 135 °.

Antebraço : Longo, vertical e bem musculado, com ossos de espessura média.

Carpo : Delgado. Não é proeminente.

Metacarpo : Tamanho normal e comprimento médio. De cima para baixo, e volta para a frente, não é muito inclinado.

Pés : Arredondado, não triturados. Os dedos são longos e juntos, com uma curva. As unhas são longas, preto e forte, ou mais escura que a pelagem. As almofadas são duras e grossas.

 

MEMBROS POSTERIORES : Meia largura, aplomados visto da parte dianteira ou traseira, forte, dando uma impressão perfeita de força e agilidade.

Coxas : Amplitude e comprimento médio; bom muscular. Quadril de ângulo - fêmur de aproximadamente 105 °.

Articulação do joelho : Vista reta para trás sem inclinada em nem fora. Fêmur de ângulo - tíbia aproximadamente 130 °.

Perna : Pouco inclinado ; longo e bem musculado. Ossos fortes.

Tarso (Hock) : Meia largura, colocação de baixa, forte e magro. Tíbia de ângulo - tarso aproximadamente 120 °.

Metatarso : Tamanho normal, Apesar de forte ; comprimento médio. Não é muito inclinado top down, e de frente para trás. Pode haver duplas e esporas.

Pés : Idêntico ao anteriores pés em todos os aspectos.

 

MOVIMENTO : Move-se predominantemente em um trote leve e suspensão com poderoso. O galope, Quando o trabalho necessário, é energético.

 

PELE: Espessura, flexível, não muito apertado. O muco interno e externo são preferivelmente pigmentada.

 

PELES : Liso ou ligeiramente ondulado, tipo de pêlo de cabra, formando uma longa barba mais longa com uma textura um pouco áspera de preferência, bigodes e sobrancelhas mas não cobrindo os olhos, grosso e uniformemente distribuído no corpo, incluindo os espaços interdigitais. Meio de espessura, sem cabelo subpêlo ou buço. Cabelo muito longo em sua cabeça, corpo e membros, incluindo os espaços interdigitais.

 

COR DO CABELO : As cores são amarelas, Brown, cinza, avermelhada e cinzento lobo; com variedades de clara e escuras, e mais ou menos marcado fogo preto, com ou sem cabelos brancos misturados, mas nunca mostram manchas brancas, com exceção de uma pequena mancha na região peitoral.

 

PELE : O muco interno e externo são preferivelmente pigmentada ; a pele não é demasiado esticada.

 

TAMANHO :

– Nos machos : de 45 um. 55 cm.

– Em fêmeas : de 42 um. 52 cm.

PESO :

Machos e fêmeas : 17 um. 27 kg.

 

FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e gravidade deste é considerada como o grau de desvio da norma e seus efeitos sobre a saúde e bem-estar do cão.

 

FALHAS GRAVES

  • Comportamento: Amostras apresentando nervosismo ou temperamento desequilibrado.
  • JAWS: Implantação incorreta dos dentes, falta de dois pré-molares (Excepto os PM1)
  • Pouco marcada depressão links.
  • Nariz é apontado.
  • Sobreposição de lábios, ou pêndulos.
  • Olhos claros, pequeno, ou não-redonda, u oblíqua.
  • Dobrado ou orelhas em forma de rosa.
  • Corrimão muito estreito.
  • No peito: raso, costelas planas.
  • Linha de tronco superior côncava, ou muito íngreme.
  • Garupa horizontal, ou também caem.
  • Linha de fundo muito agalgada.
  • Dicas: pé anterior ou posterior inclinado, Carlinhos da vaca. Não muito reta patas.
  • Fila de inserção muito baixa, curto, ou enrolada sobre o dorso quando o cão está em repouso.
  • Unhas brancas.
  • Pouco Dachshund, ou não tempo suficiente.
  • Grande mancha branca na região do peito. Manchas de cor-de-fogo não definidas.
  • Movimento: não grande o suficiente, não suspensa, cotovelos para fora, Pata muito junto.

MISS PLAYOFFS

  • Comportamento: Agressividade ou timidez excessiva.
  • Aparência geral: Linfático, Ossos leves. Graves desvios em relação as proporções importantes
  • Cabeça estreita e comprida.
  • Crânio plano, rodada, Estreito
  • Orelhas de baixa-conjunto, muito distintas, ereto semi ereto ou.
  • Leme nasal que apresenta um perfil convexo.
  • JAWS: prognatismo ou inferior, ausência de mais de dois pré-molares (exceto PM1).
  • Pigmentação: Total ausência de pigmentação na trufa, pálpebras, lábios (Albinismo).
  • Cauda amputada, ou a falta do nascimento.
  • Cabelo curto, encaracolado ou com presença de subpêlo.
  • Cor: Branco nas extremidades dos membros. Ausência de mancha cor de fogo no adulto marrom, cinza ou preto.
  • Movimento: Também rengueo ou pesado, com graves desvios nos membros anteriores, fraqueza.
  • Tamanho: Acima ou abaixo dos limites.

 

Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

 

TRADUCCION : IRIS Carrillo (Federação Canófila de Puerto).

Revisão técnica : Miguel Angel Martinez (Federação Cinológica Argentina).

Caráter e habilidades

O Cao da Serra de Aires É um dos pastores a mais inteligentes. Este é um cão grande, Alegre, feliz e sempre pronto para trabalhar. Muito leal e emparelhado com sua própria cidade.

A necessidade de Aires do Cao da Serra de um treinamento bem equilibrado. Ele tem um acima da inteligência média e aprende rapidamente e facilmente, mas ele pode ser teimoso e dominante se eles sentem que seus proprietários não têm a mesma mentalidade. Por conseguinte, Ele sempre foi um desafio para os pastores. Uma vez treinados, Este é o cão mais confiável um proprietário pode ter. Requer educadores seguros e fortes. Estes cães podem viver com outros animais, Embora alguns homens podem tentar dominar outros machos. Eles podem viver feliz com outros animais de estimação, desde que tenham sido devidamente socializados.

O Cao da Serra de Aires costuma ser paciente com as crianças, mas os machos, em particular, eles podem ser muito possessivos no seu território. Esta raça é reservada com estranhos, e eles fazem um bom trabalho como um cão de guarda.

É muito Bom pastor com gado, que vai defender incansavelmente. Estes cães são conhecidos por sua atitude rápida, inteligente e são particularmente bons para trazer de volta os cães vadios. Eles amam seu proprietário acima de tudo na terra. Não costumam morder a menos causar-lhe.

Imagens do Cao da Serra de Aires
  • Nomes alternativos: Perro de pastor portugués / Portugiesischer schäferhund / Portuguese sheepdog / Berger portugais
  • Grupo 1 / Seção 1 – Cães Pastor

Raças de cães: Cão da Serra de Aires

Postado por tiadoc |

Cão da Serra da Estrela

Cão da Serra da Estrela

O Cão da Serra da estrela é um cão grande, as linhas ásperas e aparência poderosa
HistóriaCaracterísticas físicasCaráter e habilidadesImagensVídeos
História

O Cão da Serra da Estrela (Montanhas do cão da Serra da Estrela ou do Pastor da Serra da Estrela) É uma raça de cão nativo de Portugal, na região montanhosa que leva o mesmo nome. Ele tem todas as qualidades necessárias nesta região selvagem, é inteligente, leal e corajoso.

Alguns defendem a teoria de que foram introduzidas em Portugal pelos visigodos e, lentamente, a várias partes da Europa. El Cão da Serra da Estrela se utilizaba –principalmente- nas áreas montanhosas para acompanhar os pastores e rebanhos em suas migrações anuais, defesa dos Lobos e ladrões.

Acredita-se que as duas variedades de pêlos existentes: cabelo curto e cabelos longos, eles são devido a variações regionais. Ao contrário do que seria esperado, a região mais quente, a região de Manteigas, Isto é onde você pode encontrar cães de cabelos longos, Enquanto o cabelo curto variedades foram mais frequentes no norte, em Gouveia e Seia. Cruzamentos entre estas duas variedades foram freqüentes.

Em 1934 o padrão da raça foi redigido, Foi estabelecido de acordo com suas duas variedades de pelagem. A partir deste ponto, o cruzamento entre duas variedades tornou-se indesejável. A publicação da regra em 1966 e o reconhecimento da raça pela FCI, eles não trouxeram mais popularidade para a corrida. Ao longo dos anos 60 e 70, Portugueses emigraram à procura de fuga do regime da pobreza. A população de cães da Serra da Estrela diminuiu drasticamente nesse período, mas a dedicação de alguns criadores permitiu a continuidade da raça.

Hoje, Cao da Serra da Estrela é procurado, especialmente a variedade de cabelos longos. Enquanto a variedade de cabelo curto era mais numerosos no início do século passado, é a variedade de cabelos longos que se destaca, especialmente por ser mais atraente e elegante, com um maior. Isso fez os criadores incidirá principalmente sobre a variedade de cabelos longos. Hoje a variedade de cabelo curto é particularmente vulneráveis e raras.

Características físicas

O cão da Serra da Estrela é uma cachorro grande, as linhas ásperas e aparência poderosa. O cabeça é enorme, arredondados e com uma caveira deslumbrante. Ele tem olhos ovais, muito expressivo, Inteligente e sereno.
O orelhas eles são pequenos e pingentes, coberto com uma pele macia.

Trote tipo Mastiff, Cão da Serra da estrela tem um peito largo e uma garupa ligeiramente caindo. Os membros são fortes e musculosos. A cauda é longa, grossa e um pouco de queda.

Existem duas variedades do cão da Serra da Estrela: cabelo comprido e cabelo curto. O cabelo é forte, espessura, mas não demasiado áspero. Em algumas regiões é mais do que outros, especialmente na fila, em torno do pescoço e costas.

Só é permitido as cores tawny, Tremoço e amarelo, monocromática ou em mármore.

Comentários

Cão da Serra da Estrela é uma cão saudável, devido a forte seleção natural que foi exposto. No entanto, Existem algumas doenças de animais de grandes porte com maior incidência na raça. O Displasia um deles é, especialmente a do quadril. Devido a esta tendência, os proprietários devem usar dietas de qualidade, não exercer também seu cão quando ele é jovem, evitar as escadas íngremes, quebras e Pisos escorregadios.

O variedade de cabelos longos eles requerem mais manutenção: escovado diariamente para desembaraçar o cabelo.
O variedade de cabelo curto apenas necessita de escovagens semanais. Banho só deve ser administrado, apenas, Quando não pode ser evitado,Uma vez que a oleosidade protetora da pele pode ser danificada por produtos de limpeza.

Padrão FCI do Cao da Serra da Estrela

APARÊNCIA GERAL : O cão da Serra da Estrela é um tipo de mastim. Existem duas variedades de cabelo: longo e curto. Rústico, de muita substância com um forte movimento e atitudes impressionantes.

A raça tem um olhar alegre, calmo e expressivo. Bem proporcionado, morfologicamente perfeito, Compacto e rústico ; a harmonia do conjunto é notável e mostra uma pureza étnica das antigas corridas do passado.

 

PROPORÇÕES IMPORTANTES :

Médio longo (Sub longuilineo) para lineo médio. Profundidade do peito é menos da metade de sua altura na cernelha. O focinho e crânio devem ser aproximadamente o mesmo comprimento, Se não é assim, o crânio deve ser ligeiramente mais longo.

 

TEMPERAMENTO E COMPORTAMENTO :

Inseparável companheiro do pastor e guarda fiel do rebanho protegem contra predadores e ladrões. Famílias e fazendas de guarda excelente cão, desconfiado com estranhos e normalmente dócil para com seu mestre.

 

CABEÇA : Strong, volumoso. Ele é alongado e perfil ligeiramente convexo Ver. Bem posicionado e fornecido para o corpo, o mesmo que o relacionamento que mantêm o crânio e facial, acentuar a harmonia do conjunto. Pele lisa sobre o crânio e bochechas.

 

REGIÃO CRANIANA:

Crânio : Bem desenvolvido, arredondado crânio facial longitudinal superior eixos ligeiramente divergentes. Perfil convexo, arcos superciliares pouco desenvolveram com uma prega frontal pouco aparente. Nenhuma protuberância occipital proeminente.

Links de depressão (Parar) : Pronuncia-se ligeiramente, localizado a uma distância de mais ou menos igual entre a extremidade do nariz e a protuberância occipital.

REGIÃO FACIAL :

Trufa : Em linha reta e alinhada com a ponte nasal, Janelas bem abertas, grande e preto.

Focinho : Alongada, emagrecimento progressivamente em direcção à ponta do nariz, mas não ser afiada. Cana-de-nariz quase em linha reta, Embora um pouco viciado no final.

Lábios : Bem desenvolvidos mas não grossa, bem ligado sem inclinação. As mucosas da boca e palato, assim como a borda dos lábios muito pigmentados de pretos.

JAWS / Dentes : Boca bem definida com maxilas bem desenvolvidas, dentição completa com dentes fortes, Branco e bem implementada e boa oclusão. Preferência mordida em tesoura, aceitando a mordida no grampo.

Olhos : Horizontal, forma oval, a nível da cabeça ; são médias, destinado a pequenas, simétrico e aberto, com uma expressão calma e alerta ; Âmbar escuro, de preferência de cor. As pálpebras estão bem ligadas e pigmentadas bordas pretas. Sobrancelhas uma pouco marcadas.

Orelhas : Pequeno em relação ao restante do crânio, forma triangular, fina, arredondada em sua extremidade inferior, pingentes ; inserido em uma altura média, se inclina ligeiramente para trás e pendure-se para os lados da cabeça perto de bochechas, revelando uma parte do seu lado interno da base (chamado orelha-de-rosa).

 

PESCOÇO : Em linha reta, curto e grosso, correctamente colocadas sobre os ombros e com uma ligeira barbela, mas não exagerado.

 

CORPO :

Top de linha : Em linha reta. Nível.

Voltar : Curto de preferência, bem musculado.

Lombo de porco : Região lombar ampla, curto, muscular e inserido corretamente para a garupa.

Alcatra : Ligeiramente inclinado, curto, largo e musculado. A altura na garupa deve ser igual ou ligeiramente maior que a altura na cernelha.

No peito : Arredondado, sem ser cilíndrico, ampla, longo e bem desceu.

Linha inferior : A linha inferior deve elevar gradualmente e suavemente do esterno às virilhas, barriga não muito grande, proporcionalmente a substância do animal e harmoniosamente ligado com o corpo.

 

CAUDA : Robusto, longo, cuja ponta atinge a junção quente – Quando o cão está em pé ou no resto do pé. É grosso em forma de "Cimitarra", inserido em uma altura média, bem cobertos com listras na variedade de longos cabelos e pêlos ; é um gancho no final.

A cauda é feita abaixo da linha horizontal e cai naturalmente entre as coxas quando o cão está em repouso ; Quando ele é estimulado ou ação demora superior linha horizontal formando um encurvamento para cima, Vá em frente, para os lados ou para baixo.

 

MEMBROS

 

MEMBROS ANTERIORES : Prumo, com ossos e articulações fortes, bastante aberto com ângulos de movimento irrestrito.

Antebraço : Em linha reta, paralelo, longo, com osso forte e sempre de forma cilíndrica.

Pé anterior : Desde, nunca demasiado redondo ou muito longo, Eu entre o pé de Jack e um pé de lebre (não abra), espessura, dedos apertaram com abundante cabelo entre os dedos, Unhas escuras, preferencialmente preto, bem desenvolvido, almofadas grossas e duras.

MEMBROS POSTERIORES :

Prumo, com ossos e articulações fortes, bastante aberto com ângulos de movimento irrestrito.

Hock : Um pouco baixo, abertura média, nunca inclinada ou.

Metatarso : Vertical, sempre de forma cilíndrica. Possível presença de esporão simples ou dupla.

Pé traseiro : Idêntico do pé anterior.

 

MOVIMENTO : Normal e light.

 

PELES

 

CABELO : Cabelo: Strong, muito abundante, um pouco espessa, sem dureza excessiva com textura semelhante do cabelo da cabra. O subhair é composto de um cabelo fino, curto, abundantes e emaranhados. Geralmente mais leve do que a cor do cabelo de exterior.

Variedade de cabelos longos : Cabelo liso ou ligeiramente ondulado exterior, Eu desigual e algumas áreas. No membro, abaixo dos cotovelos e pata é mais curta e mais densa, bem como sobre a cabeça, orelhas é gradualmente mais curtos da base até a ponta, ser mais fino e mais macio. É mais longa na fila, onde é bem grosso, cabelos grossos e longos. Em torno do pescoço e garganta e coxas abundantes cabelos longos, bem como sobre os lados do antebraço.

Cabelo curto de variedade : Cabelo curto, distribuídos uniformemente sobre o corpo, um pouco mais curto na cabeça e membros, sem ter o cabelo mais.

 

Cor

As seguintes cores são aceites e consideradas típicas:

– Sólido: Amarelo, Fulvo e cinza em todas as escalas de intensidade da cor;

– Lobo cinzento: Griffon, tons de amarelos e cinza, geralmente com shaders mais claras e escuras.

– Distribuídos: Griffon, amarelo ou cinza como base com uma cor preta tigrada.

Uma máscara escura é típica na área crânio facial.

Manchas brancas são permitidas somente em Membros ou pés antes e depois e uma extensão muito pequena na região inferior do pescoço e peito.

TAMANHO :

Machos : 65 um. 73 cm.

Fêmeas : 62 um. 69 cm.

Tolerância + 2 cm.

 

PESO :

Machos: 45 – 60 Kg.

Fêmeas: 35 – 45 Kg.

FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Aparência : Má aparência geral, magreza ou obesidade.
  • Altura: Fora dos limites da norma, mas com uma tolerância de 2 cm. o limite superior.
  • Cabeça muito estreito, longo e pontudo.
  • Olhos: cor clara.
  • Orelhas : inserido incorretamente, muito carnuda ou redondas. Suspensão totalmente plana.
  • Cauda : Porta na parte traseira. Ausência de gancho.
  • Cor : Ausência de máscara escura.

FALHAS GRAVES

  • Comportamento : Animais que apresentam sinais de timidez ou nervosismo.
  • Cauda : Amputados ou rudimentar.
  • Trufa : Narinas pálidas, Trufa parcialmente nonpigmented.
  • Orelhas : Amputada.
  • Cabelo : Diferente do descrito acima.
  • Altura:

Machos : Abaixo o 65 cm. ou acima 75 cm.

Fêmeas: Abaixo o 62 cm. ou acima 71 cm.

MISS PLAYOFFS

  • Comportamento : Agressivo ou muito tímido.
  • Tipicidade : Atípica.
  • Cabeça : Demasiado estreitas, por muito tempo e muito afiado, total ausência de tipo molossoide.
  • JAWS : Prognatismo ou enognatismo.
  • Olhos : Olhos de diferentes cores ou tamanho diferente.
  • Cauda : Anurismo.
  • Cabelo : Completamente diferente para o típico cabelo.
  • Cor : Qualquer outra cor que não é mencionado na norma. Albinismo.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado

OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..

Revisão técnica : Miguel Angel Martinez (Federação Cinológica Argentina).

Caráter e habilidades

A Cão da Serra da Estrela sempre se manteve com as ovelhas, Enquanto pastor foi afastado de seu rebanho o cão desenvolveu uma organização independente e isso levou a seu caráter de cão de guarda excelente.

Ele também é usado para defesa pessoal e como um tiro de cão.

A Serra da Estrela, devido ao seu isolamento e de difícil acesso, Tornou-se a casa desta raça de cão. Seu cabelo duro ajuda você a sobreviver os invernos da região. Cada raça tem sua especificidade desenvolvida ao longo de sua existência, de sua própria história.

Isto faz de natureza independente mais ou menos que esta raça se adapta bem aos tempos modernos, onde em vez de cuidar de won, à espera de seus proprietários retornar do trabalho no final do dia. Eles têm paciência de lote.

A beleza deste cão, sua inteligência e força, eles são os recursos que permitem que você seja além de uma excelente guarda, uma boa família cão e muito tolerante com crianças.

Fotos Cão da Serra da Estrela
  • Nomes alternativos: Perro de Montaña de la Sierra de la Estrella / Pastor de Serra da Estrela
  • Grupo 2 / Seção 2 – Cães Molosoides e montanha

Raças de cães: Cão da Serra da Estrela

 

Postado por tiadoc |

Castro Laboreiro Cão

Cão de Castro Laboreiro

O Cão de Castro Laboreiro É um cão de excelente guarda e companheiro
História

O Castro Laboreiro Cão (Cão de Castro Laboreiro) É uma raça de cão portuguesa de tamanho grande. Originários da freguesia de Castro Laboreiro, Melgaço, é que um tipo de cão lupóide amastinado é mais leve do que outras raças de cães de gado.

O cão de Castro Laboreiro tem sua origem na região que lhe deu seu nome, o povo de Castro Laboreiro, no concelho de Melgaço. É uma região montanhosa acidentada que se estende desde o Rio Minho Peneda e montanhas de Soajo entre os rios Trancoso, Laboreiro e moro, até que em torno de 1400 m acima do nível do mar.

Como o cão., Castro Laboreiro é uma das regiões mais antigas da terra portuguesa. Os vestígios pré-históricos como Antas e pinturas rupestres, Eles demonstram a presença do homem na região há milhares de anos. Os pontos fortes são a prova da forte presença da cultura celta na região. Também os celtas e romanos veio aqui, Estradas romanas e construindo pontes com suas metas.. As comunidades castrejas sempre viveram de caça, pesca, pastagem e agricultura. (mais…)

Postado por tiadoc |

Boyero

Boyero

Conhecido pelo nome de Cão Boyero um número de raças de cães tradicionalmente foram utilizado para a gestão e a realização de gado.

O FCI raças de cães boyeros classificados em dois grupos distintos com base na sua aparência.
No grupo I, Seção 2, Ele colocou cães boyeros aparência lupóide (semelhante a um lobo) e no grupo II, Seção 3, para o trote da montanha. (mais…)

print friendly, PDF e e-mail



Utilização de cookies

Este web site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência de usuário. Se você continuar navegando você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionados e a aceitação de nosso política de cookies, Clique no link para obter mais informações.cookies de plugin

ACEITAR
Aviso de cookies