▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Welsh Terrier
Gran Bretañaa FCI 78 - Terriers de grande e médio portes

Welsh Terrier

O padrão oficial descreve a natureza do Welsh Terrier como: “Afetuoso, obediente e fácil de manusear; feliz e mal-humorado, raramente tímido por natureza”

Conteúdo

História

O Welsh Terrier é um terrier de tamanho médio e alto desempenho. Também chamado frequentemente de “pequeno Airedale Terrier“, porque é muito parecido. Mas é um terrier independente e não uma versão em miniatura do Airedale Terrier. Contudo, ambos não são apenas externamente, mas também em sua natureza bastante semelhante. El nombre Terrier se deriva del latín “Terra” para a terra. Así que originalmente eran perros para el trabajo en la tierra. A primeira evidência é dada pelos romanos antigos, na Idade Média, os terriers já foram descritos em detalhes. A casa deles fica nas Ilhas Britânicas, donde se les puede encontrar por todo el país. En los establos mantenían a las alimañas pequeñas. Mesmo os grandes ratos não eram um problema para eles. As galinhas, palomas y conejos los protegían de las martas y los zorros.

Diz-se que o Welsh Terrier evoluiu de Terrier preto e marrom, que foram disseminadas por séculos, mas agora estão extintas. Apesar desta história antiga, entró en la etapa de la cría moderna de perros con pedigrí relativamente tarde. Os ancestrais da Welsh Terrier espalhado por todas as ilhas britânicas. Contudo, Foi no País de Gales que os primeiros criadores começaram a estabelecer esse tipo original de terrier como uma raça independente nos tempos modernos.. Em 1886 o primeiro Club de Welsh Terrier. Desde entonces la raza se ha criado esencialmente según los mismos criterios que se siguen dando en el estándar actual. Em 1954 a raça foi oficialmente reconhecida pela FCI (Federação Cinológica Internacional).

Características físicas

O Welsh Terrier é um dos terriers com melhor desempenho. Sua aparência é rápida, Inteligente, equilibrado e compacto. É sua aparência externa que o torna inconfundà­vel. Sua altura transmite exatamente seu caráter: Ele é muito atencioso, listo para todas las acciones como un paquete de energía cargado, mas ao mesmo tempo calmo e sem agressão. Isso é sublinhado pela expressão em seus olhos, por la forma en que lleva sus orejas y por último pero no menos importante, por la confianza en sí mismo, a cauda que fica ereta. A cabeça da Welsh Terrier é alongado e termina em uma barba exuberante na frente. Orelhas dobradas para a frente. O casaco também é de um tipo especial. É duro, muito denso e abundante. As cores são preferidas em preto e marrom, ou preto cinza escuro com reflexos ardentes, sem pinceladas de cor orto nos dedos. Os machos têm uma altura na cernelha de cerca de 40 centímetros, o peso é sobre 9 - 10 kg.

Caráter e habilidades

O Welsh Terrier tem antes de tudo um personagem que distingue praticamente todos os terriers. O Terrier galês são cães temperamentais que nunca dizem não a nenhuma aventura. Eles são animados, brilhante, conciso, rápido. Eles estão sempre alertas, eles não são agressivos, mas eles não têm medo e, em caso de emergência, estão prontos para lutar. Eles também são extremamente cooperativos e dóceis.. O padrão oficial descreve a natureza do Welsh Terrier como: “Afetuoso, obediente e fácil de manusear; feliz e mal-humorado, raramente tímido por natureza”. Ousado e destemido, mas de forma alguma agressivo; embora possa ser sustentado a qualquer momento, Sim é necessário”.

É um grande prazer trabalhar com esses cães. O Galeses terriers eles são abertos e confiantes, amigável, corajoso e inteligente. Eles são fiéis aos humanos e se adaptam bem aos cães da famà­lia, se sua personalidade forte não é apenas respeitada., mas também apreciado e gerenciado. Sua adequação como cão de famà­lia também exige que, quando Welsh Terrier dada a ocupação adequada, o mejor aún, los desafíos. Apenas dar um passeio não é suficiente para um Welsh Terrier, especialmente como um cão jovem.

Ginástica

El mantenimiento de un Welsh Terrier no presenta problemas. Eles não têm exigências em relação ao tamanho do piso. Se acaso, el mayor desafío está en su temperamento. Para um Welsh Terrier no hay nada peor que el aburrimiento. Por eso necesita desafíos de naturaleza física y mental. El trabajo de caza o los deportes y juegos deben estar en la agenda todos los días. O Terrier galês son buenos compañeros para la gente activa y deportiva. Contudo, quando se move na natureza, hay que tener en cuenta que el perro de caza todavía duerme en el terrier.

O Welsh Terrier son muy adecuados para varios deportes con perros. Eles estão bem posicionados como companheiros de um corredor, mas também de um corredor ou ciclista, siempre que estos desafíos deportivos se mantengan con moderación. O Galês debe ser acostumbrado a otras mascotas a partir de cachorro. Welsh Terriers são muito adequados como companheiros de brincadeira para crianças, eles estão sempre de bom humor para se divertir e resistentes o suficiente para brincar com crianças. Contudo, as regras da casa devem estar corretas e o terrier deve conhecer seu papel na famà­lia. Puedes hacer cualquier cosa con un Welsh Terrier; ele saberá como se comportar mesmo no melhor restaurante. Devido à s suas dimensões gerenciáveis, também é muito prático. É sempre robusto.

Educação “Terrier galês”

A raça pode ser treinada muito bem e, se você quiser, mesmo educado. El anuncio claro y la consecuencia son las palabras milagrosas aquí en base a una respetuosa y amorosa relación con el amo o cuidador. O Terrier galês eles precisam de uma educação consistente a partir da idade do filhote. Nesta base, eles podem ser treinados para uma ampla variedade de tarefas. Devido à  sua alta disposição para aprender e à s medidas corporais, também é adequado para iniciantes comprometidos.

Cuidados e saúde “Terrier galês”

O Welsh Terrier tem uma natureza robusta. O Terrier Club recomenda que seu casaco duro e magro, que, juntamente com o subpêlo denso e macio, forma a chamada “jaqueta inglesa”, ser aparado profissionalmente três ou quatro vezes por ano. O que mais, escovar e pentear regularmente é cuidado suficiente.

O Terrier galês eles são uma raça muito saudável, mas eles podem ter alguns problemas genéticos de saúde. Por exemplo, a raça pode ter glaucoma, catarata, olho seco e deslocamento da lente. Hipotireoidismo também foi relatado..

A raça também tem problemas com alergias e deslocamento da patela. (uma condição em que os joelhos saem de sua posição normal). Embora não haja testes de triagem para aquelas e outras condições que podem afetar o Welsh Terrier, o criador do seu filhote deve estar disposto – Na verdade, ansioso – revisar os registros de saúde de seus pais e parentes próximos, y discutir la incidencia de esas preocupaciones de salud particulares en sus líneas.

Lembre-se que depois de receber um novo filhote em sua casa, Ele tem o poder de proteger um dos problemas mais comuns de saúde: a obesidade. Manter um Welsh Terrier com um peso adequado é uma das maneiras mais fáceis para a vida prolongar. Para tirar o máximo partido das habilidades preventivas para ajudar a garantir um cão saudável para a vida.

Nutrição / Alimentação

O poder do Welsh Terrier não tem problemas.

La esperanza de vida “Terrier galês”

O Welsh Terrier tem uma expectativa de vida média de boa 12 anos.

Comprar “Welsh Terrier”

A melhor coisa a fazer é comprar o seu cachorro de Welsh Terrier localmente a um membro criador do Terrier Club, ou você pode procurar no abrigo um terrier galês ou similar. Um filhote dessa raça de cachorro custa 1200 euros e mais.

Classificações do "Welsh Terrier"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Welsh Terrier" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cão amigável ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Perda de pêlo ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cuidado ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Latindo ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Territorial ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigo dos gatos ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado para crianças ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens "Welsh Terrier"

Fotos:

1 – Welsh Terrier por publicdomainpictures.net
2 – Welsh Terrier durante a exposição internacional de cães em Katowice, Poland por https://es.m.wikipedia.org/wiki/Archivo:Terier_walijski_suka_2009_pl.jpg
3 – Welsh Terrier por Shleiderbmx / CC POR
4 – Tallinn, Estônia, Dupla CACIB 2013, agosto 17-18 por Tomasina / CC BY-SA
5 – Um galês Terrier por Brian chee / CC POR
6 – Welsh Terrier por https://pxhere.com/es/photo/847899

Vídeos "Welsh Terrier"p

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 78
  • Grupo 3: Terriers
  • Seção 1: Terriers de grande e médio portes. Sem prova de trabalho..

Federações:

  • FCI – Terriers 1 Terriers de médio e grande porte.
  • AKC – Terriers
  • ANKC – Terriers
  • CKC – Terriers
  • KC – Terriers
  • NZKC – Terriers
  • UKC – Terriers

Padrão da raça FCI "Welsh Terrier"

Origem:
País de Gales, Reino Unido

Data de publicação do padrão original válido:
13.10.2010

Uso:

Terrier



Aparência geral:

Fiéis, obediente, fácil de educar. Alegre e inconstante, raramente tímido. Intrépido, mas definitivamente sem agressividade, mesmo que ele seja sempre capaz de se colocar diante de qualquer situação.



Comportamento / temperamento:

Animado, apaixonado por trabalho, bem equilibrado e compacto.

Cabeça:

---

Região craniana:
  • Cenfurecido: Plano, de largura moderada entre as orelhas.
  • Nasofrontal depression (Stop) : Não muito definido.

Região facial:

  • Trufa: Preto.
  • Hocico: Comprimento médio da parada até a ponta do nariz.
  • mandíbulas / Dentes: Mandà­bulas poderosas, corte limpo, bastante profundo e tremendo. MANDàBULAS fortes, com uma mordedura em tesoura perfeita e uniforme, de modo que os incisivos superiores caiam exatamente na frente dos inferiores, dentes sendo colocados perpendicularmente nas mandà­bulas.
  • OjosRelativamentepequeno, bem implantado, Sombrio, com expressão indicativa de seu temperamento. Olhos redondos e cheios não são desejáveis.
  • Obares: em forma de triângulo, pequeno, com pavilhões não muito finos. Implantação relativamente alta, posicionado para a frente e perto das bochechas.

Pescoço:

De comprimento e largura moderados, ligeiramente arqueado, caindo graciosamente em seus ombros.

Corpo:

  • Espalda: Curto.
  • Lo(m)o: Strong.
  • Peco: Boa profundidade e largura moderada. Costelas bem desenvolvidas de volta.

Cola:

Anteriormente, o costume era amputar a cauda.
  • Amputada: Inserido corretamente. Com rolamento ereto.
  • Semn amputação: Inserido corretamente. Com rolamento ereto. Estar em bom equilà­brio com o resto do cão.


Extremidades

MEMBROS ANTERIORES:

  • Ho(m)bros: Longo, inclinado e bem posicionado para trás.Cotovelos: Perpendicular ao corpo.
  • Antbraço: Membros retos e musculares, com ossos fortes.Metacarpo: Perpendicular e poderoso.
  • Pemé anterior: Pequeno, rodada, « pie de gato ».

MEMBROS POSTERIORES:

  • ApArience geral: Strong.
  • coxas: Muscular, bom comprimento.
  • Metatarsos: Cornoejonesbem angulado, baixo e de ossos largos.
  • Pemé mais tarde: Pequeno, rodada, « pie de gato ».

Movimento:

As extremidades anterior e posterior são transportadas retas e paralelas. Os cotovelos se movem perpendicularmente ao corpo, com um movimento livre para os lados. Os joelhos não torcem para dentro ou para fora.

Manto

  • Pelo: Cabelo fio, disco rà­gido, muito denso e abundante. É indesejável que você tenha apenas uma camada de cabelo (nenhuma camada interna).
  • Companhialor: De preferência preto e marrom ou preto-cinza e marrom. Sem pinceladas pretas nos dedos. É indesejável que eles tenham cor preta sob os jarretes.


Tamanho e peso:

Alturpara a cruz: Sem exceder 39 cm.

Peso: A partir de 9 - 9,5 kg.



Falhas:

Qualquer desvio dos critérios mencionados acima é considerado uma falha e sua gravidade é considerada no grau de desvio do padrão e suas conseqüências na saúde e bem-estar do cão e na capacidade do cão de executar sua tarefa tradicional..

FALTAS DESQUALIFICANDO:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..


N.B.:
  • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para reprodução.

Los últimas alterações estão em negrito.

TRADUCCÍONBrígida Nestler / Versão original: (IN)

SupErvision técnicoMiguel Ángel Martinez

Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

Nomes alternativos:

    1. Welshie, WT (inglês).
    2. Terrier gallois (Francês).
    3. Welsh (alemão).
    4. Welsh (português).
    5. Terrier galés (espanhol).
5/5 (1 Voto)

Deixar um comentário