Lapphund sueco
Suecia FCI 135 - Cães nórdicos de guarda e pastoreio

Em mãos experientes, o Lapphund sueco é um companheiro leal e robusto.

Conteúdo

Origem e história

O “Lapphund sueco” compartilhe seus ancestrais com ele Cão-finlandês-da-lapônia. Eles são descendentes de cães criados pelos lapões e sami especificamente para pastorear seus grandes rebanhos de renas. Durante séculos, eles serviram como cães de trabalho indispensáveis ​​desta forma.

A criação tornou-se cada vez mais especializada em resistência ao clima e independência. Os cães tiveram que se apresentar fisicamente muito bem. Perseverante e com vontade de trabalhar, Eles formaram os parceiros perfeitos para os donos do rebanho. Com isso, eles garantiram seu sustento para essas pessoas.

Somente no século 20 três raças de cães independentes foram formadas e reconhecidas a partir desses cães. Além do Lapphound sueco e finlandês, há também o Pastor-finlandês-da-lapônia hoje. Este aqui tem um casaco mais curto e cabelo curto.

Conforme a tecnologia progrediu, o Lapphund sueco foi gradualmente substituído por snowmobiles. Devido ao seu caráter fiel e agradável, a raça manteve-se, porém, preservada. Hoje eles são considerados cães de família e de companhia. Mas eles também são adequados para a caça, como cães de guarda, e até como cães de busca e resgate.

Características físicas

A raça é reconhecida pela FCI e pertence ao grupo 5 do “Cães tipo Spitz e tipo primitivo”. O relacionamento com Spitz pode ser facilmente visto na aparência do Lapphund sueco. Cabeça e orelhas triangulares características emolduram olhos grandes e alertas. Com uma altura entre 43 e 48 centímetros, pertence às raças de cães de médio porte.

O casaco dele é sempre preto. Apenas ocasionalmente podem ser encontradas pequenas marcas brancas nas pernas ou no peito. Como todos os cães nórdicos, tem uma pelagem dupla com um subpelo muito denso e uma pelagem longa. Este casaco o torna muito insensível a quase todas as condições climáticas.

Caráter e habilidades

Lapphund sueco
O maior evento de cães da região nórdica: www.mydog.se

Em seu personagem, o Lapphund sueco ele é muito atencioso, animado e amigável. É bem adaptado como cão de família. Mas é frequentemente usado para esportes caninos, caçando ou como um cão de guarda. Sua tarefa original como cão pastor é, Infelizmente, dificilmente necessário hoje em dia.

Como um cão inteligente e persistente, é importante que você esteja sempre fisicamente e mentalmente incapacitado. Devido ao seu caráter independente, treinamento consistente é necessário. Em mãos experientes, o Lapphund sueco é um companheiro leal e robusto.

O Lapphund sueco tende a latir, o que é benéfico para uso como cão de guarda. Se você começar cedo com a educação, o latido também pode ser bem contido. Geralmente amigável com outros animais.

Nutrição correta

O Lapphund sueco não tem restrições especiais na alimentação. Pode ser bem alimentado com qualquer alimento de qualidade. Deve-se prestar atenção a uma boa composição de nutrientes. O açucar, No entanto, não tem lugar na alimentação.

Os prêmios não são absolutamente necessários para a motivação e educação do Lapphund sueco. No entanto, está particularmente feliz com os palitos de borracha naturais, como couro de vaca ou orelhas de porco. Atenção também deve ser dada ao atendimento odontológico.

Cuidar da “Lapphund sueco”

Embora o casaco de Lapphund sueco é tão abundante quanto impressionante, o banheiro dele não é elaborado. A pelagem é muito densa e oferece proteção perfeita contra as intempéries. A estrutura firme da camada superior repele a sujeira. Por conseguinte, é o suficiente para escovar o Lapphund sueco de vez em quando para remover sujeira grossa ou gravetos.

Somente durante a troca de pelagem é necessária a escovação diária. Deve-se usar shampoo para cães com moderação com este cão. Por conseguinte, só deve ser banhado no caso absolutamente excepcional. Além disso, um corte de cabelo normalmente não é necessário. Como qualquer outro cachorro, suas garras devem ser verificadas regularmente e, Sim é necessário, corte. As orelhas também devem ser limpas de vez em quando para evitar infecções.

Vídeos do “"Lapphund sueco"“

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 135
  • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
  • Seção 3: – Cote da Guarda Nórdica e de Pastoreio. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 3 Cães nórdicos de guarda e pastoreio.

    Padrão da raça FCI "Lapphund sueco"

    Veja o padrão
    SWEDISH LAPLAND DOG
    (Lapphund sueco)

    TRADUÇÃO : Federação Mexicana de Canófila, A.C.. (MVZ. Mauricio Martínez).

    ORIGEM: Suécia.

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 26.06.2000

    USO : Cão pastor, hoje em dia é mantido mais como um cão de companhia.

    CLASSIFICAÇÃO FCI: Grupo V Spitz Cães e Tipo Primitivo.
    Seção 3 Cães de guarda e pastores nórdicos.
    Sem prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : O Cachorro da Lapônia Sueca (um spitz nórdico usado no passado para pastorear renas por lapões nômades) é conhecido nas áreas nórdicas há séculos.

    OLHAR GERAL: Cachorro Spitz típico um pouco menor do que a média e carregando orgulhosamente a cabeça. Seu casaco é resistente à temperatura.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES :
    O corpo é retangular.

    TEMPERAMENTO : Animada, alerta, gentil e afetuoso. O cão sueco da Lapônia é muito receptivo e ansioso para trabalhar. Suas habilidades como um bom cão de guarda e pastor o tornam extremamente útil para lidar com renas. É extremamente versátil, adequado para treinamento de obediência, agilidade, pastoreio, rastreamento, etc. É fácil de treinar, cheio de resistência e caráter.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA
    Crânio: Um pouco mais longo do que largo; a testa é arredondada e o occipital não está claramente definido.
    Nasofrontal depression (stop) : Muito bem marcado.

    REGIÃO FACIAL
    Trufa: De preferência escuro, ou muito preto.
    Focinho: Um pouco mais de um terço do comprimento da cabeça, bem preenchido e afinando em direção à trufa. A ponte nasal é reta.
    Belfos: Apertado. O palato e os lábios são fortemente pigmentados.
    Mandíbula / Dentes: Mordedura em tesoura com dentes bem desenvolvidos e regulares.
    Olhos: Separados uns dos outros, rodada, bastante grande. Cafés, de preferência marrom escuro e muito expressivo. Pálpebras bem pigmentadas.
    Orelhas: Triangular, alargar a base, pequeno, na vertical, as pontas ligeiramente arredondadas, Inserção bem separada uma da outra e muito móvel. Orelhas pontudas são indesejáveis, mas não uma falta desqualificante.

    PESCOÇO: De comprimento médio, sem queixo duplo e poderoso.

    CORPO: Bem acoplado, ligeiramente mais longo que a altura na cernelha.

    Voltar: Em linha reta, forte, musculoso e flexível.
    Lombo de porco: Curto e amplo.
    Alcatra: Proporcionalmente longo e largo, ligeiramente para baixo e musculoso.
    No peito: De preferência profundo, atingindo o cotovelo. A caixa torácica é proporcionalmente longa, longo com costelas traseiras bem desenvolvidas. O peitoril está bem desenvolvido; com esterno bem definido.
    Barriga: Retirado.

    CAUDA: Inserção alta, alcançando o jarrete quando esticado. A transportadora rolou nas costas quando em movimento.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES: Os membros anteriores devem ser angulados o suficiente nos ombros e cotovelos para fornecer um bom alcance..
    Ombro: Escápulas devem estar bem para trás.
    Cotovelos: Eles devem estar perto do peito.
    Antebraço: Em linha reta, forte e paralelo, em estático e em movimento.
    Metacarpo: Eles têm uma posição oblíqua.
    Pés anteriores: Strong, forma oval, com os dedos juntos, rolamentos fortes e elásticos; bem coberto com pelos mesmo entre os rolamentos. Pregos e rolamentos devem ser fortemente pigmentados.

    MEMBROS POSTERIORES: Bem angulado nos joelhos e nas articulações tíbio-tarsais, mas não excessivamente.
    Perna: Musculoso.
    Junta do jarrete: Conjunto baixo para fornecer potência de propulsão. Dedos acessórios indesejáveis.
    Pés de volta: Mesmo o anterior.

    MOVIMENTO : Leve e elástico, com bom impulso, cobrindo muito terreno.

    PELES

    CABELO: Camada dupla profusa. O cabelo é reto do corpo e é finamente cacheado na parte inferior. O cabelo é curto na cabeça e na frente dos membros. É comprido no peito, na parte de trás das coxas e na cauda. Abundante, denso e longo na cauda. No pescoço e garganta forma um colar.

    COR: Normalmente preto sólido; a cor marrom é típica. A cor marrom era conhecida há muito tempo.
    Cor branca no peito, nos pés e na ponta da cauda é permitido, mas mais branco é indesejável.

    TAMANHO :
    Tamanho ideal em machos: 48 cm.
    Tamanho ideal em mulheres: 43 cm.

    Com uma tolerância de mais e menos 3 cm.

    FALHAS: Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado como falta, e a gravidade desta refere-se ao grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALHAS GRAVES

    • Inexistente sob o cabelo.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Covardia, agressão em direção do proprietário.
    • Atipicidad.
    • Anormalidades.

    Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

    NB : Os machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, totalmente a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Svensk lapphund (Inglês).
      2. Chien suédois de Laponie (Francês).
      3. Schwedischer Lapphund (Alemão).
      4. Lapphund (Português).
      5. Pastor lapón de Suecia (español).

    Leonberger
    Alemania FCI 145 - Molossóides . Montanha

    Leonberger

    Depois de conhecer melhor os cães Leonberger, você ficará encantado com eles para sempre.

    Conteúdo

    História

    O Leonberger é um cachorro muito grande e bonito. Em sua cabeça e em seu carisma, ele se lembra de um São-bernardo e um leão ao mesmo tempo. E isso não é uma coincidência, porque ele São-bernardo é um dos ancestrais de Leonberger. O Leo, como seus amigos chamam, É uma raça jovem e ao mesmo tempo velha de cachorro. Esta raça é antiga, porque foi criado especificamente de acordo com o padrão desde 1846. O Leo isto é, Por conseguinte, uma das raças de cães mais antigas da criação moderna. Ao mesmo tempo, é uma raça de cão jovem; porque foi criado apenas naquele momento. A maioria dos outros cães de raça tem uma longa história e se originou de raças antigas de cães de trabalho.

    O Leonberger, No entanto, tem uma história diferente e única. Entre 1820 e 1850 San Bernardo tornou-se moda em toda a Europa. As façanhas heróicas do lendário São-bernardo Barry no Great St. Bernard Pass nos Alpes teve um grande efeito. Barry demonstrou economizar mais de 40 pessoas da morte pela neve. Em todo lugar as pessoas queriam esses cachorros grandes e eles eram (e eles são) cães realmente grandes.

    Criadores e comerciantes não conseguiram atender à alta demanda. Ao mesmo tempo, foram pagos preços altos por um filhote de São-bernardo. Alguns comerciantes de cães do sudoeste da Alemanha ajudaram. Eles acasalaram San Bernardos com cadelas muito grandes da região. Filhotes que pareciam um São-bernardo eles foram vendidos como tal, mas para os outros havia no máximo algumas batatas de um fazendeiro. O comércio de cães era – como ainda é hoje – um negócio lucrativo e alguns vendiam centenas de filhotes por ano e ficavam ricos.

    Como a prefeitura de Leonberg e o vendedor de cães Heinrich Essig. Uma ideia inteligente lhe ocorreu e transformou a necessidade em virtude. Ele criou uma marca de filhotes que não podia comercializar como São-bernardo. Em vez de entregá-los, vendeu os filhotes por um bom dinheiro. Assim nasceu o Leonberger. Inspirado pelo leão do brasão de armas de sua cidade natal, esta nova raça de cachorro tem a aparência de um leão. Seus cães foram apelidados Leonhardiner na competição invejosa. Também no mundo oficial dos cães esses híbridos passaram despercebidos por um longo tempo. Assim, o cinólogo Ludwig Beckmann, universalmente reconhecido naquela época, nem sequer menciona o Leonhardiner em sua obra de dois volumes “As raças do cão” (Raças de cães) de 1895. Do ponto de vista da saúde, uma descendência geneticamente heterogênea é uma vantagem.

    O Leonberger deve ser um sucesso em todos os aspectos. Hoje pertence às rochas primitivas do mundo dos cães de raças, que nenhum amante de cães quer perder. Em 1895 foi fundada a “International Dog Club Leonberger“, que rapidamente alcançou o reconhecimento oficial da Leonberger como raça. Em 1948 Seguido por “German Dog Club Leonberger” com sede em Leonberg, que ainda representa o Leonberger na VDH e em todo o mundo. O Leonberger tem um carisma único, imponente e ao mesmo tempo amigável, quieto e apenas soberano. Sua aparência lembra um leão e seu caráter também é majestoso, tranquilo e totalmente adequado para famílias.

    Características físicas

    O Leonberger É um cão grande e impressionante, com uma altura na cernelha nos machos entre 72 e 80 cm e nas fêmeas entre 65 e 75 cm. Sem peso dado. No entanto, será algum 80 kg. O padrão descreve sua aparência como:

    “De acordo com sua finalidade original, o Leonberger é um cachorro muito grande, forte, musculoso e elegante ao mesmo tempo. Caracteriza-se por uma construção harmoniosa e uma calma auto-confiante com um temperamento animado. Especialmente o cão macho é poderoso e poderoso.”

    Sua pelagem deve ser média macia a grossa, amplamente longo, bem mentindo. O Leo tem uma forte camada interna. As formas de seu físico devem ser reconhecíveis. No pescoço e no peito, o pelo, especialmente em homens, deve formar uma juba. O casaco será amarelo leão, Red, marrom avermelhado e todas as combinações entre eles, mas sempre com uma máscara preta. A favor desse olhar de leão, fatores hereditários relacionados à saúde e longevidade foram negligenciados.

    Um estudo publicado pela Universidade de Viena avaliou 7582 camadas de Leonberger entre 1932 e 2009. “Foi determinado que a idade média de morte dos Leonberger Era de 7,55 anos”. Durante o período do estudo, a expectativa de vida diminuiu até 1,5 anos nas últimas três décadas. Com uma educação saudável, 10 o 12 anos seria normal. A raça reconheceu essas bandeiras vermelhas e agora está mais focada na saúde e na extensão da expectativa de vida desses cães grandes..

    Caráter e habilidades

    A mente de um Leonberger é piedoso como um cordeiro. Estar com ele é pura desaceleração para o homem. A essência é descrita no padrão:

    Como cão de família, o Leonberger é um companheiro agradável nas condições de vida atuais, que pode ser transportada para qualquer lugar sem nenhuma dificuldade e é caracterizada por uma bondade pronunciada em relação às crianças. Ele não é nem tímido nem agressivo. Como cão de companhia, é um bom companheiro, obediente e destemido em todas as situações da vida.

    A força do caráter necessário inclui, acima de tudo: confiança em si mesmo, calma soberana, temperamento médio (incluindo instinto de jogo), vontade de subordinar, boa capacidade de aprendizado e memorização e tolerância a ruídos. O caráter de Leonberger impressiona todos os amantes de cães.

    Depois de conhecer melhor os cães Leonberger, você ficará encantado com eles para sempre. Não há quase nada que possa perturbar esse gigante. Seu limiar de estímulo muito alto e sua compostura estoica são a contrapartida necessária à sua enorme força.. Esses dois polos caracterizam, assim, a natureza da Leonberger. Aqui e ali há uma coisa teimosa. Apenas uma boa persuasão e súplica ajudará, então ele fará tudo por seu mestre ou senhora. Mas como membro da família ele é muito gentil. Procura proximidade com seus humanos. É um protetor confiável para eles. O Leonberger ele é um cara legal, Um cão fascinante!

    Atitude

    O Leonberger não é um cão fácil de manter devido ao seu tamanho. Pela sua natureza, tem muito poucas demandas. Uma caminhada diária, escovado uma vez por semana, isso foi tudo. Você não precisa de um grande jardim, mas um jardim já é útil. Ele gosta de tomar posse disso. Por conseguinte, um pequeno apartamento no nono andar não seria para ele. Não cabe em todos os carros. É preciso considerar: Você é meu, todo o carro vai se molhar. Leo pode suportar o calor, mas não deve ser desafiado. Prefira o frio. O Leonberger ele é um grande amigo e não um objeto para viciados em ação.

    Também deve-se ter em mente que em nossa sociedade atual, cães grandes são frequentemente rejeitados. Algumas pessoas apenas temem um gigante como Leo, mesmo que ele se comporte – como é normal para ele – exemplar. Esta é uma das razões pelas quais não é aconselhável mantê-lo na cidade grande..

    É preciso ter um orçamento suficiente para poder pagar por boa comida e, em caso de dúvida, também o veterinário. Além disso, Você deve ter considerado antes de comprar o que fazer se o cão estiver doente e precisar ser levado 80 kg ou mais. Último mas não menos importante, mas não menos importante, existem muitas coisas práticas que influenciam profundamente a vida cotidiana. Aqui é preciso ser realmente responsável e olhar honestamente no espelho se todas as condições para uma feliz convivência com os cães forem dadas. Leonberger. Quem pode reivindicar isso, está em uma situação invejável de dono de cachorro. O Leonberger vale um pecado.

    Formação acadêmica de Leonberger

    Deve-se lembrar que em um Leo adulto, a alça é apenas um símbolo de controle. O Leonberger tem o poder de controlar a outra extremidade da tira. Mas ele não quer. O Leonberger é basicamente fácil de treinar. Apenas sua teimosia tem que ser quebrada aqui e ali com suavidade consistente. Ele quer seguir seu senhor e mestre e o faz com muita confiança. É dever elementar do proprietário de um Leonberger prestar atenção a uma educação consistente já existente no filhote. Porque somente isso e não a trela possibilitam passeios maravilhosos na natureza, que, junto com esse grande amigo de quatro patas, se torne um bálsamo para a alma de pessoas agitadas. O grande cachorro nunca deve ser “educado” por métodos de golpes ou quartéis. Porque isso causaria exatamente o oposto da educação e terminaria em desastre..

    Leonberger care

    Cuidar de um Leo saudável não é um problema. Escovar o casaco uma vez por semana é suficiente.

    Nutrição / Alimentação

    Você precisa de muita comida de alta qualidade. Uma tigela levantada é útil para combater o risco de torcer o estômago. Preste sempre atenção ao peso.

    Leonberger Health

    Como na maioria dos cães grandes, vemos displasia da anca ou cotovelo. Osteossarcoma, o tumor ósseo mais comum em cães, também é muito comum no Leonberger.

    Expectativa de vida de Leonberge

    Antes da expectativa de vida de um Leonberger Era de 12 anos, hoje é de 7 - 9 anos. O filhote está trabalhando para recuperar a possível vida natural de um cão saudável. É acompanhado aqui por um projeto de pesquisa da Universidade de Medicina Veterinária de Hannover.

    Compre um Leonberger

    Comprando um Leo deve ser de longo prazo e bem pensado. Você deve verificar cuidadosamente se possui todos os requisitos para passar muitos anos maravilhosos com este gigante. Se você está procurando um filhote de cachorro, acima de tudo, certifique-se de que os cães não sejam criados em excesso. Pergunte sobre antepassados, suas doenças, a idade dele atingiu. Você deve ver um criador afiliado à FCI Leonberger. A sério, um Leonberger custa cerca de 2.000 EUR.

    Imagens do "Leonberger"

    Fotos:

    1 – Leonberger cadela por A fotografia de animais em de.wikipedia / CC BY-SA
    2 – Leonberger por https://pxhere.com/es/photo/1394923
    3 – Leonberger, cabeça fotografada em 2004 em uma exposição de cães em Dresden por Karina Leo-Steffen, enviado aqui de –Caronna 13:43, 15 Abr 2005 (UTC) / CC BY-SA
    4 – Leonberger por https://www.pexels.com/es-es/foto/75295/
    5 – Leonberger por https://pxhere.com/es/photo/1434187
    6 – Leonberger por Pleple2000 / CC BY-SA
    7 – Leonberger por https://www.needpix.com/photo/1100946/dog-leonberger-giant-pedigree-purebred-animal-canine

    Vídeos do "Leonberger"

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 145
    • Grupo 2: – Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boieiros Suiços.
    • Seção 2.2: – Molossóides, Tipo de montanha.
  • Federações:
    • FCI – Cães do tipo Pinscher e Schnauzer-Molossoide – Cães de Montanha e Boieiros Suiços. Seção 2.2 Molossóides, tipo de montanha.
    • AKC – cães de trabalho
    • ANKC – Grupo 6 (cães utilitários)
    • CKC – cães de trabalho
    • KC – cães de trabalho
    • NZKC – Cão utilitário
    • UKC – Cão de guarda

    Padrão da raça FCI "Leonberger"

    APARENCÉ GERAL: Cumprir os objetivos de uso original, o Leonberger é um cachorro grande, forte, musculoso e elegante ao mesmo tempo. Caracteriza-se por sua estrutura corporal harmoniosa e tranquilidade equilibrada, ciente de seu próprio valor com um temperamento animado. O macho é especialmente poderoso e robusto.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES: Relação da altura da cruz com o comprimento do corpo = 9:10; a profundidade do peito corresponde quase a 50% a altura da Cruz.

    COMPORTAMENT / PERSONAGEM: Como cão de família, o Leonberger se adapta às modernas condições de vida e ambiente e acaba sendo um companheiro agradável que pode ser levado a qualquer lugar sem causar problemas. Além disso, é muito adequado para crianças e não é tímido ou agressivo. Como cão de companhia, é um bom companheiro, obediente e destemido em todas as situações que surgem. Para alcançar sua natureza e força, ele precisa principalmente:

    • Regra de autoconfiança e serenidade
    • Temperamento equilibrado médio (desejo de julgar).
    • Disposição para enviar.
    • Boa capacidade de aprendizagem e atenção.
    • Seja insensível ao ruído.

    CABEZA: Na sua totalidade, é mais profundo do que amplo e parece mais longo do que rechonchudo; a relação entre o focinho e a região craniana é aproximadamente 1:1. A pele é aderente a todas as partes e não forma pregas frontais.

    REGÍCONE CRANIANO:

    Cenfurecido: Visto de perfil e de frente é ligeiramente arqueado; é forte, correspondendo ao corpo e aos membros, mas não parece pesado. A região posterior não é muito mais larga que a região onde os olhos estão localizados.

    Stem: É claramente perceptível e moderadamente marcado.

    REGÍON FACIAL:

    Nariz: Black.

    Hocico: É muito tempo, mas isso nunca acaba. O nariz está em ampla correspondência, nunca afundou, mas um pouco arqueado (nariz de carneiro).

    Labios: Aderente, preto, com cantos fechados. Mandíbulas / Dentes: Mandíbulas poderosas com uma mordida completa em tesoura, regular e perfeito, com boa adaptação dos incisivos superiores sobre os inferiores, sem deixar espaço. Os dentes são implantados verticalmente na maxila, mostrando 42 dentes saudáveis ​​de acordo com a fórmula dental (a falta de M3 é tolerada). Picada de pinça permitida; na mandíbula inferior, não deve haver estreiteza ao lado das presas.

    Bochechas: Mal desenvolvido.

    Ojos: Castanho claro ao mais escuro possível, médias, oval, ou irrecuperáveis ou abaulamento, nem muito perto nem muito distante. Pálpebras aderentes, eles não mostram a conjuntiva. O branco dos olhos (parte visível da derme) não mostra vermelhidão.

    Obares: Inserção alta e colocada não muito atrás, pingentes, médias, preso e carnudo.

    COMELLO: Forma uma ligeira curva que continua sem interrupção para a cernelha. É mais longo do que largo; não tem queixo solto ou duplo.

    COMERPO:

    Cruz: Pronuncia-se, especialmente no homem. Voltar: Robusto, reta, ampla.

    Ele(m)os: Larguras, poderoso, bem musculado.

    Gsemelhança: Ampla, relativamente longo, suavemente arredondado, como uma transição progressiva para a raiz da cauda, nunca mais alto que as costas.

    Peco: Ampla, profundidade, atinge pelo menos a altura do cotovelo; não em forma de barril, mas sim oval.

    Línea inferior: Apenas ligeiramente retirado.

    COLA: Com muito cabelo. Em pé, é transportado em linha reta; também durante o movimento, dobre-o levemente, sem exceder a linha das costas.

    EXTREMIDADES: Muito fortes, especialmente no homem.

    MEMBROS ANTERIORES: Em linha reta, paralelo, não fechado. Ombro / Braços: Longo, colocado obliquamente; eles formam um ângulo não muito obtuso entre si. Eles têm bons músculos.

    Cotovelos: Colado ao corpo.

    Metacarpo: Strong, empresa, vistos de frente, são retos e vistos de lado quase na vertical.

    Pemé anterior: Em linha reta (sem desvios para o exterior ou para

    dentro de casa), arredondado, Compacto; dedos bem arqueados; almofadas pretas.

    MEMBROS POSTERIORES: Visto por trás, eles não são colocados com muita força; eles são paralelos; juntas mornas- tártaros e pés não se desviam para dentro ou para fora.

    Caderir: Em posição oblíqua.

    Coxa: Bastante longo; colocado obliquamente, tem músculos fortes. A coxa e a perna formam um ângulo bastante nítido.

    Aarticulação tíbio-tarso: Poderoso, com um ângulo marcado entre a perna e o metatarso.

    Pemé mais tarde: Em linha reta, só um pouco; dedos arqueados; almofadas pretas.

    MOVIMENTO : Cubra o chão, é equilibrado em todas as caminhadas; bom momento e avanço; tanto durante a caminhada e corrida, observado frente e verso, dirigir os membros em uma linha reta.

    MANTO

    Pelo: O cabelo deve ser um pouco macio a duro, bastante longo, preso e nunca formar uma raia; apesar de ter muito velo interno, as formas de sua estrutura corporal podem ser reconhecidas. O cabelo é liso, embora possa ser ligeiramente ondulado; no pescoço e no peito (especialmente no sexo masculino) uma juba é formada; existem penas visíveis nos membros anteriores e “calças” marcado nos quartos traseiros.

    Color: Amarelo (cor do leão), Red, marrom avermelhado, também cor de areia (amarelo pálido, cor creme) e todas as suas combinações, embora com uma máscara preta. É permitido que o cabelo tenha pontas pretas; No entanto, preto não deve ser a cor básica do cabelo. A palidez da cor básica na parte inferior da cauda, no colar, nas penas dos membros anteriores e no “calças” dos últimos, não deve ser exagerado para não perturbar a harmonia da cor básica. Uma pequena mancha branca ou uma fina faixa branca é tolerada no peito e cabelos brancos nos dedos.

    TAMÃO

    Alturpara a cruz:

    Machos: 72 – 80 cm, medida ideal 76 cm,

    Fêmeas: 65 – 75 cm, medida ideal 70 cm.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTAS DESQUALIFICANDO:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    • Falhas anatômicas graves (p. EJ. membros notáveis ​​da vaca, carpa marcada de volta, mal espancado, desvio exagerado no antepé, angulação absolutamente insuficiente nas articulações do ombro, cotovelo, joelho e tíbio-tarso).
    • Trufa pard
    • Despigmentação excessiva nos lábios
    • Falta de dentes (exceto o M3), prognatismo superior e inferior; outras falhas na mordida
    • Olhos sem cor marrom.
    • Ectropión, ectrópio.
    • Cauda muito enrolada ou carregada muito alta e enrolada
    • Almofadas marrom
    • Cabelos crespos ou crespos.
    • Falta de cor (marrom com trufa marrom e almofadas marrons; Preto com fogo; preto prateado; cor de veado).
    • Total falta de máscara
    • Muita cor branca (que vai dos dedos ao carpo, mancha no peito maior que uma mão, cor branca em outro lugar).

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    TRADUCCÍON: Federação Canófila Mexicana a.c..

    Nomes alternativos:

      1. Leo, Gentle Lion, Gentle Giant (Inglês).
      2. Chien Leonberg (Francês).
      3. Leo (Alemão).
      4. Leo (Português).
      5. Leo (español).

    Lhasa Apso
    Tíbet FCI 227 - Cães do Tibete.

    Lhasa Apso

    O Lhasa Apso é um cão inteligente, mas independente e obstinado.

    Conteúdo

    História

    Originário do Tibete, o Lhasa Apso é conhecido em seu país de origem como “Apso Seng Kyi”, Isso significa “cachorro com o rugido de um leão”, certamente se referindo à sua casca característica e sua aparência bastante semelhante à de um leão em miniatura.

    Estudos de DNA estabeleceram que é um dos cães domésticos mais antigos: as primeiras cópias teriam aparecido vários milhares de anos antes de nossa era. Eles também mostraram que é uma das raças de cães mais relacionadas com o lobo., embora sua aparência não sugira necessariamente.

    Por muito tempo eles foram confundidos com o Terrier tibetano, até que regras separadas fossem estabelecidas que facilitassem sua diferenciação. A distinção foi feita principalmente com base no tamanho, sendo o Terrier tibetano maior e, Por conseguinte, mais um impedimento como um cão de guarda.

    Considerado sagrado em seu país de origem, foi proibido de vender e foi criado exclusivamente por nobres e monges para guardar e proteger palácios, Templos e mosteiros budistas isolados nas montanhas do Himalaia. Seu trabalho era soar o alarme em caso de intrusão ou perigo potencial., enquanto seu primo, o Mastim tibetano, colocar toda sua estatura imponente para desencorajar indivíduos mal-intencionados de irem mais longe. Os monges acreditavam que quando o dono de um Lhasa Apso morreu e ainda não estava pronto para o Nirvana, sua alma reencarnou no corpo de seu animal.

    Também foi usado como um presente para líderes estrangeiros. Além disso, apenas o Lhasa Apso dotado pelo Dalai Lama poderia deixar o país. Eles sempre aconteceram em pares, para atrair sorte e prosperidade para o destinatário. Foi assim que os primeiros assuntos foram introduzidos na China em torno 1583, no início da dinastia Manchu.

    A difusão internacional de Lhasa Apso

    Não foi até o início do século 20 que o Lhasa Apso veio para a europa, e mais especificamente em 1904. Foi então que ocorreu a primeira importação para o Reino Unido., quando os soldados britânicos voltando da expedição ao Tibete liderada por Francis Younghusband trouxeram representantes da raça. No entanto, não foi até 1964 quando o Kennel Club, a principal organização canina do país, reconheceu oficialmente a raça.

    Em França, foi introduzido em 1949 por Miss Violette Dupont.

    O Lhasa Apso pôs os pés pela primeira vez na América do Norte em 1933, quando Thubten Gyatso (1876-1933), o XIII Dalai Lama, ofereceu um ao explorador e naturalista Charles Suydam Cutting (1889-1972).

    O American Kennel Club levou apenas dois anos para reconhecer oficialmente a raça, como ele fez em 1935. A outra organização canina mais importante do país, el United Kennel Club, esperou até 1975 para fazer o mesmo.

    A Federação Cinológica Internacional (FCI), que coordena as organizações de uma centena de países, reconheceu o Lhasa Apso em 1969.

    Popularidade

    O Lhasa Apso agora é muito popular e está presente em todo o mundo.

    Nos Estados Unidos, fileiras 70 (de algo menos que 200) no ranking da raça estabelecido pelo American Kennel Club de acordo com o número de nascimentos registrados a cada ano na organização. Isso marca um certo declínio em relação aos primeiros anos do século XXI., quando ele estava na posição 40.

    No Reino Unido, a raça também está em declínio acentuado, depois de ter atingido o pico. Assim, enquanto o número de nascimentos anuais registrados pelo Kennel Club foi em torno de 4.000 em meados da década de 2000 e superou 4.500 no início da década 2010, então desabou, a ponto de dividir por três, com, Por conseguinte, menos de 1.500 recordes anuais no final da década 2010.

    A situação é bastante semelhante na França, onde a raça atingiu seu pico de popularidade nos primeiros anos 90, com mais de 1.500 nascimentos em alguns anos. No entanto, antes do amanhecer do século 21, eles já haviam recuado para menos de mil. O Lhasa Apso recuperado na segunda metade da década de 2000, flertando com os números alcançados em seu pico. No entanto, caiu para trás de 2012, e abruptamente. Assim, durante a década de 2010, o número de pessoas registradas a cada ano no Livro das Origens da França (LOF) dividido por dois, terminando a década em menos de 700.

    Características físicas

    O Lhasa Apso é um cão pequeno com uma aparência robusta e harmoniosa. Seu corpo é mais longo do que alto, e bem proporcionado. Suas patas dianteiras são retas. A cauda é inserida alta nas costas e coberta por uma longa mecha de cabelo.

    O crânio é pequeno e ligeiramente arredondado, com uma parada bem definida. As orelhas são macias, de tamanho médio e coberto com cabelo comprido. Muitas vezes escondido sob uma longa franja de cabelo, olhos são castanhos escuros e ovais. Eles têm uma expressão de alerta. O focinho é curto, reto, mas não quadrado, e termina em um nariz preto.

    A pelagem do Lhasa Apso consiste em um subpêlo de densidade média e um acabamento longo, Lisa, denso e duro. O cabelo cobre todo o corpo e geralmente toca o solo, sem nunca impedir seus movimentos.

    No entanto, porque eles derramam relativamente pouco, eles são frequentemente promovidos como uma raça de cachorro hipoalergênico, o que os torna adequados para pessoas com alergia a cães. No entanto, tenha em mente que nenhuma raça é totalmente hipoalergênica: uma pessoa que está neste caso deve sempre tentar realizar um teste em condições reais por várias horas antes de qualquer adoção.

    Em qualquer caso., o casaco pode ser de várias cores: Ouro, areia, mel, cinza escuro, Ardósia, Black, branco ou marrom. É suave em alguns indivíduos, e particolorada (i.e., que mistura várias cores) em outros.

    Último mas não menos importante, dimorfismo sexual não é muito pronunciado nesta raça: machos e fêmeas são muito semelhantes em tamanho.

    Tamanho e peso

    ▷ Tamanho macho: 20 – 30 cm
    ▷ Tamanho feminino: 18 – 28 cm
    ▷ Peso macho: 5 – 7 kg
    ▷ Peso fêmea: 4 – 6 kg

    Caráter e habilidades

    O Lhasa Apso Ele é muito amoroso e protetor com seus donos. No entanto, apesar do vínculo estreito que ele tem com eles, sua natureza independente permite que ele lide com a solidão sem dificuldade. Ele não é daqueles que sofrem de ansiedade de separação quando seus donos se ausentam por algumas horas.

    Se dá bem com crianças com idade suficiente para aprender a interagir e respeitar um animal, o que o torna um bom companheiro de brincadeiras. Por outro lado, por não ser muito paciente, pode rapidamente ficar sobrecarregado por crianças pequenas que fazem barulho, que se mexeu muito ou te machucou, e então ele arrisca a qualquer momento reagir abruptamente. Por conseguinte, não é recomendado que você more com crianças mais novas. Em qualquer caso., Qualquer que seja sua raça, um cão nunca deve ser deixado sozinho com uma criança sem supervisão de um adulto.

    Provavelmente porque ele ama sua família e procura protegê-los, o Lhasa Apso isto é, Por outro lado, desconfiado com estranhos. Eles não hesitam em latir quando percebem uma ameaça ou um estranho se aproximando de sua casa, e geralmente são perspicazes o suficiente para determinar rapidamente se a pessoa é um amigo ou inimigo de sua família. Por conseguinte, ele é um excelente cão alerta. No entanto, não só usa suas vocalizações para soar o alarme: é conhecido por latir muito, mesmo em situações que não o justificam. Isso provavelmente se deve à sua audição altamente desenvolvida., permitindo que você ouça ruídos e sons inaudíveis para os humanos e até mesmo para algumas outras raças.

    Viver com seus amiguinhos geralmente vai bem, quanto eles cresceram juntos. Caso contrário, por seu caráter dominante, pode ser mais complicado. Dado o seu tamanho, também é melhor evitar viver com um cachorro grande, pois pode prejudicá-lo involuntariamente, por exemplo, enquanto jogam juntos. Também existe um risco com as pessoas que estão em suas caminhadas. Na verdade, como ele é muito corajoso e se vê como maior e mais poderoso do que realmente é, não hesita em brincar com (ou às vezes cara) outros cachorros muito maiores que ele, sem perceber que eles podem, sem querer, machucá-lo durante suas interações.

    Você compartilha sua casa com um representante de outra espécie (gato, roedor, pássaro…) é muito possivel. Na verdade, não tem um instinto predatório muito pronunciado, e ele não é daqueles que começam a perseguir os pequenos animais que estão durante suas caminhadas. A única exceção são aqueles que se atrevem a entrar em seu território, por exemplo no seu jardim.

    O Lhasa Apso você não precisa de muito para satisfazer sua necessidade de exercício. No entanto, meia hora por dia, através de duas ou três caminhadas e / ou sessões de jogo, é um mínimo abaixo do qual você não deve mantê-lo equilibrado. Por outro lado, se você está feliz em acompanhar seus mestres em caminhadas curtas, sua resistência é bastante limitada: você não tem que contar com ele para caminhar por horas. Na verdade, seu baixo nível de atividade o torna um companheiro ideal para idosos ou sedentários. No entanto, não se esqueça de se exercitar diariamente, tanto para o seu bem-estar psicológico quanto físico, especialmente porque é uma raça de cão que tende a ter excesso de peso.

    Além disso, o Lhasa Apso não só precisa ser estimulado fisicamente. Na verdade, Você também deve aproveitar sua curiosidade e sua grande inteligência para que ele fique psicologicamente equilibrado. Por conseguinte, pode ser conveniente não apenas variar as rotas e atividades da caminhada, mas também, por exemplo, regularmente ensine-lhe novos truques ou deixe-o praticar diferentes esportes caninos, como agilidade, obediência ou rally, que permitem que você se exercite tanto física quanto mentalmente.

    Assim que suas necessidades forem atendidas, adapta-se facilmente a todos os lugares da vida, mostrando-se capaz de viver tanto na cidade quanto no campo, em um apartamento como em uma casa. Dito isto, mesmo se você tiver acesso a um jardim, Sua independência não significa que você pode passar a maior parte do seu tempo lá, longe de seus mestres. Na verdade, ser feliz e equilibrado, precisa estar cercado e interagir com sua família.

    No entanto, é importante notar que o Lhasa Apso é independente, teimoso e não inclinado a obedecer espontaneamente. Além disso, se você não gosta de algo, não hesita em expressar seu descontentamento. Além disso, amadurece muito lentamente e pode permanecer um filhote em sua cabeça até 3 anos. Por conseguinte, não é realmente adequado para uma pessoa que não tem experiência com cães, pois pode lhe dar muitos problemas.

    Educação

    O Lhasa Apso é um cão inteligente, mas independente e obstinado. Além disso, amadurece lentamente, a ponto de alguns indivíduos permanecerem filhotes de cabeça para baixo por até três anos. Obviamente, isso não é sem consequências em sua educação: tem dificuldade em se concentrar e levar a sério as sessões de aprendizagem.

    Tudo se combina para que obedecer não seja necessariamente o mais natural para ele, não é a primeira coisa em sua lista de prioridades. Isso é tanto mais verdadeiro quanto dominante e não hesita em questionar as regras e testar os limites.; se você perceber um defeito que lhe permite fazer o que quiser ou mesmo assumir o papel de líder, não hesita em explorá-lo.

    Por conseguinte, seu dono deve ser firme desde os primeiros meses e não deixá-lo escapar impune, correndo o risco de permitir o desenvolvimento de “a síndrome de cachorro pequeno”. Este último aparece quando os proprietários, muito comovido com a aparência bonita e inofensiva de seu jovem companheiro, não corrija -ou não o suficiente- seus comportamentos inadequados (vocal gutural, latir, agressividade…), como fariam com um cachorro maior. Esta é a melhor maneira de torná-lo desobediente, agressivo, perturbado e difícil de viver. Além disso, depois é muito difícil corrigir a situação, uma vez que os maus hábitos foram estabelecidos.

    Este é o caso, por exemplo, do latido, uma vez que é conhecido por latir excessivamente. Não espere para tentar fazê-lo compreender as circunstâncias em que é inútil fazê-lo e aquelas em que, Por outro lado, é pertinente. Você também tem que ensiná-lo a parar quando solicitado.

    Para evitar desvios ou falhas em sua educação, É importante que cada um dos membros da casa esteja envolvido e certifique-se de que os regulamentos atuais sejam respeitados à risca. Essas regras devem ser estabelecidas desde a chegada à família e ser constantes no tempo e de uma pessoa para outra., caso contrário, ele corre o risco de se perder e não ser capaz de entender o que se espera dele.

    Além disso, seja para ajudá-lo a assimilar as regras ou para lhe ensinar várias coisas úteis, uma certa regularidade é necessária para obter resultados, e é melhor começar desde a sua chegada na família. Sessões diárias curtas são ótimas para mantê-lo focado nas tarefas em mãos, pois tende a ficar entediado rapidamente. O reforço positivo é o melhor método de treinamento: recompensá-lo com guloseimas e encorajamento é muito mais eficaz do que uma punição severa.

    Último mas não menos importante, como qualquer cão, a socialização de Lhasa Apso deve ser iniciado em uma idade precoce, durante o qual é mais maleável e adaptável. Para se tornar um adulto bem ajustado e se comportar corretamente em todas as circunstâncias, precisa encontrar o máximo de pessoas e animais possível durante os primeiros meses de vida, além de ser exposto a todos os tipos de situações e estímulos.

    Saúde

    O Lhasa Apso geralmente é robusto e saudável. Também não é incomum que representantes da raça vivam para 20 anos ou mais.

    Além disso, suas origens tibetanas e peles bem abastecidas (isso não é estranho) Explique que é particularmente resistente ao frio e à umidade., é muito menos confortável quando o mercúrio atinge o pico, ou mesmo francamente em grande dificuldade., seu rosto achatado implica uma capacidade de ventilação respiratória marcadamente inferior à média e, Por conseguinte, menos boa capacidade de regular sua temperatura interna pela respiração ofegante Particularmente propenso a insolação, não está feito, por exemplo, viver em um clima mediterrâneo.

    Embora ele esteja com boa saúde geral, Você pode sofrer de várias patologias mais ou menos graves ao longo de sua vida. Os problemas de saúde aos quais você está predisposto são:

    • o síndrome braquicefálica, O que afetaas raças de cães de nariz achatado e nariz de estrela.Na verdade, esta peculiaridade morfológica predispõe o animal a diversos problemas de saúde., como dificuldades respiratórias, doenças oculares ou distúrbios digestivos A intervenção cirúrgica pode ser considerada para alargar as narinas do animal e, assim, aumentar sua capacidade respiratória;
    • o Quadril Displasia., malformação articular, cuja aparência pode ser acentuada por uma predisposição hereditária, produz dor e claudicação nos quadris e inevitavelmente progride paraosteoartrite aconforme o cachorro envelhece;
    • o luxação da rótula (ou luxação da patela), comum em cães pequenos. Ocorre quando a patela se move para dentro ou para fora do joelho e pode causar dor e / o cojera;
    • o hérnia de disco, uma doença da coluna que causa dor que é cada vez mais difícil para o animal lidar, que pode portanto ser agressivo quando manipulado ou que a porta também tem dificuldades crescentes para se mover, até acaba paralisado. Em casos menos avançados, repouso e medicação geralmente são suficientes, mas em outros a cirurgia é necessária;
    • hérnia inguinal, manifesta-se pelo aparecimento de massa macia e indolor entre a parte interna da coxa e o abdômen, afetando principalmente mulheres não estéreis e curada por intervenção cirúrgica;
    • displasia renal congênita, uma malformação dos rins cujos sintomas podem ser muito variados: retardo de crescimento, casaco sem graça, falta de apetite, sujeira … Em todos os casos, é uma doença grave e incurável;
    • urolitíase (ou pedra na bexiga), que é a formação de cálculos no trato urinário., o cão tem dificuldade para urinar ou até fica sujo e / ou sangue na urina O tratamento consiste na remoção cirúrgica do cálculo;
    • hidrocefalia congênita, uma doença do sistema nervoso que pode ter muitas consequências: estrabismo, crânio protuberante, crescimento atrofiado, dificuldades de locomotiva,ataques epilépticos, problemas de visão … Tratamentos médicos reduzem os sintomas, mas também é possível considerar uma intervenção cirúrgica para resolver o problema na fonte;
    • hemofilia tipo B (ou doença de natal), um distúrbio de coagulação do sangue que muitas vezes é hereditário, afeta principalmente homens e causa sangramento intenso ou prolongado, bem como o aparecimento espontâneo de hematomas. É uma patologia grave e incurável: mesmo se otransfusões de cachorrosão possíveis durante sangramento severo, geralmente morre jovem;
    • o periodontia, uma doença inflamatória irreversível do tecido gengival rara em todo o canino e particularmente emraças pequenas.Aparece devido à má higiene oral e causa inflamação das gengivas, nos casos mais graves, dentes eventualmente se soltam e caem em um estágio inicial, otratamento de se periodontiacom base na descamação e boa higiene bucal Quando a doença está em estágio avançado, a cirurgia é necessária para remover os dentes afetados;
    • o infecçõesda orelha, inflamação frequente emraças de cães com orelhas caídas;
    • o dermatitis por Malassezia, uma doença dermatológica causada pela multiplicação da levedura chamada Malassezia, muitas vezes causando vermelhidão, coceira e oleosidade da pele do animal;
    • o adenite sebácea, uma doença de pele relativamente rara destrói as glândulas produtoras de sebo, causando pele seca, perda de cabelo parcial ou total e crostas que podem exalar odores ruins. Estão disponíveis tratamentos para reduzir os sintomas, mas a própria doença é incurável;
    • alergias, ou alergias alimentares ou atopia., o animal coça repetidamente e podem aparecer lesões na pele.

    O Lhasa Apso também é particularmente propenso a certas doenças oculares:

    • o atrofia progressiva, uma doença hereditária incurável caracterizada pela degeneração da retina, resultando em perda progressiva da visão, noite e depois dia, até que o indivíduo se torne totalmente cego;
    • o Glaucoma, uma doença ocular que pode ser hereditária. Causa degeneração do nervo óptico e da retina. Essa patologia dolorosa para o animal progride rapidamente para uma perda total ou parcial da visão, a menos que seja visto com urgência;
    • conjuntivite seca, uma doença que pode ser hereditária devido à produção insuficiente de lágrimas, resultando em olho seco, inflamação das pálpebras, olhos vermelhos, piscar repetidamente das pálpebras, presença de crostas e / ou secreção amarelada. Todos esses sintomas obviamente causam dor e desconforto ao animal. Em casos graves, feridas também podem aparecer e causar úlceras que podem causar perfuração ou perda do olho.;
    • prolapso da glândula nictitante (ou olho de cereja), uma condição oftalmológica da glândula lacrimal Os sinais mais comuns são o aparecimento de uma pequena bola vermelha no canto interno do olho e olhos lacrimejantes. É tratada com uma intervenção cirúrgica;
    • o entrópio, que corresponde a uma curvatura da borda da pálpebra em direção ao interior do olho e pode ser herdada., irritação e inflamação da córnea e conjuntiva, causado por fricção repetida dos cílios e / ou cabelos em partes frágeis do olho. O problema pode ser resolvido com a ajuda de cirurgia;
    • distrofia corneana, uma doença da córnea frequentemente herdada na origem que resulta em turvação da córnea em ambos os olhos. Existem dois tipos de distrofias: lípidos e endoteliais. Os primeiros não comprometem a visão e não requerem tratamento especial. Os últimos, por outro lado, pode causar cegueira, mas é tratável por cirurgia;
    • distiquíase, uma doença ocular caracterizada por cílios implantados de maneira anormal que podem ser assintomáticos ou causar irritação, coceira, vermelhidão dos olhos ou mesmo a formação de umúlcera corneal.Diferentes técnicas são usadas para tratar as pessoas afetadas;
    • Além disso, o Lhasa Apso tem um risco bastante alto de Obesidade.Este último pode causar ou agravar muitas patologias, e, portanto, tem um impacto significativo na saúde do animal.

    A lista de doenças às quais você está predisposto Lhasa Apso pode ser opressor à primeira vista, mas é preciso lembrar que ainda são raros e que a maioria dos representantes da raça passa a vida livre de problemas, o que é confirmado, em particular, por estudo realizado em 2004 pelo Kennel Club e pela British Association of Small Animal Veterinarians: o 32% das mortes estudadas foram simplesmente causadas pela velhice (32%), muito à frente do câncer (18%) e doenças, rins (7%).

    No entanto, saber que algumas das doenças às quais a raça está predisposta são ou podem ser hereditárias, é importante adotar de umcriadorrigoroso deLhasa Apso.Na verdade, além de garantir socialização de qualidade aos filhotes, um criador sério realiza rotineiramente testes genéticos em indivíduos que planeja criar (ou também na prole obtida), para prevenir a transmissão de um defeito hereditário., deve ser capaz de apresentar os resultados dos testes em questão, além de apresentar certificado de boa saúde estabelecido por médico veterinário bem como os detalhes das vacinas administradas, registrado no boletim de saúde ou vacinação do filhote.

    Uma vez que o animal é adotado, Não devemos perder de vista que é particularmente frágil ao longo do seu crescimento., principalmente quando se trata de ossos e articulações., é fortemente recomendado não forçá-lo a exercer um esforço físico muito extenuante durante este período, pois você correria o risco de se machucar ou mesmo desenvolver malformações, com consequências potencialmente duradouras. Isso é ainda mais verdadeiro porque este cão está predisposto a certos problemas nas articulações (luxação da rótula e Quadril Displasia.).

    Enfim, qualquer que seja a sua idade e como qualquer outra raça, tudo Lhasa Apso deve ser levado pelo menos uma vez por ano ao veterinário para um check-up completo, que, ao mesmo tempo, garante que você acompanhe a retirada da vacinação.

    Expectativa de vida

    14 anos

    Limpeza

    O Lhasa Apso Não é para quem não tem tempo ou desejo de passar muito tempo cuidando da pelagem de seu cachorro. Na verdade, para remover cabelos mortos e prevenir a formação de mantas, sua pelagem longa deve ser escovada pelo menos três ou quatro vezes por semana, com uma escova ou luva especial. Embora a muda permaneça moderada ao longo do ano, a escovação deve ser feita diariamente durante a muda sazonal da primavera e outono.

    Se não for mantido regularmente o suficiente, cabelo fica emaranhado, impedindo a pele de respirar. Isso favorece a proliferação de bactérias e os problemas de pele que podem causar. Além disso, é muito doloroso para o animal - até mesmo impossível- desembaraçar os cabelos com uma escova simples, e então uma visita a um cabeleireiro profissional geralmente é necessária.

    Além disso, como o comprimento de seu pelo faz com que muitas vezes toque o solo, tende a acumular sujeira facilmente e desprender odores ruins. Por conseguinte, é necessário lavá-lo com um shampoo adaptado para cães, uma vez a cada um ou dois meses. No entanto, você não deve lavar seu cachorro mais do que isso, pois isso irá remover a sebo que o protege de problemas de pele. Quando você toma banho, você deve ter cuidado para não molhar o interior das orelhas do seu cão, uma vez que são especialmente sensíveis. Também é recomendável limpar o pêlo do cão imediatamente após o banho, em vez de deixá-lo secar ao ar., pois isso pode prejudicar a beleza e o brilho.

    Para evitar a tarefa de desembaraçar, ou ser necessário com menos frequência, muitos proprietários de Lhasa Apso optar por manter o cabelo de seu animal de estimação curto. Quer façam isso sozinhos ou usem os serviços de um tratador profissional de cães, o casaco deve ser aparado com tesoura ou aparado a cada dois meses para manter o casaco limpo.

    No entanto, mesmo se a pele ficar longa, um pequeno corte é necessário a cada um ou dois meses para evitar que o animal seja prejudicado durante a movimentação e para reduzir o risco de infecção causada por pequenas plantas ou espiguetas que grudam no pelo.

    As orelhas caídas do Lhasa Apso eles também requerem atenção especial. Em vigor, esta peculiaridade morfológica significa que umidade e sujeira podem facilmente se acumular lá, e ser a origem de infecções como otites. Por conseguinte, você tem que inspecioná-los e, Sim é necessário, limpe-os uma vez por semana, e seque-os sempre que entrar em contato com água ou passar muito tempo em um local úmido.

    A manutenção semanal das suas orelhas é também a ocasião para verificar os seus olhos e limpar o seu contorno, para reduzir o risco de infecções.

    Você também pode aproveitar a oportunidade para escovar os dentes do seu cachorro, certificando-se de usar um creme dental especialmente desenvolvido para cães. Isso ajudará a prevenir o acúmulo de tártaro., o que pode causar mau hálito e, acima de tudo, o aparecimento de doenças bucais, como doença periodontal, o que é muito comum em Lhasa Apso e pode ter consequências graves para a sua saúde. Sabendo disso, o ideal é escovar várias vezes por semana, ou mesmo todos os dias.

    Olhando para suas garras, o desgaste natural geralmente é suficiente para arquivá-los. No entanto, quando o animal fica mais velho e / ou menos ativo, eles podem ficar muito tempo e incomodar você, ou mesmo te machucando. Neste caso, eles precisam ser aparados com um aparador de garras ou lima especial.

    Se a pele, as orelhas, os olhos, dentes ou garras, mantendo um Lhasa Apso não deve ser feito aleatoriamente. É útil aprendê-los pela primeira vez com um veterinário ou um tratador em caso de dúvida, conhecer as boas técnicas e ser capaz de atuar com eficácia e segurança, sem machucar ou machucar seu animal de estimação. Além disso, quantas sessões de cabeleireiro serão ao longo da sua vida, é desejável que as sessões de cuidados com os cães ocorram o mais suavemente possível: habituar-se a isso desde tenra idade é uma excelente forma de o conseguir.

    Alimentos

    Como qualquer cachorro, a dieta de Lhasa Apso deve se adequar à sua idade, seu nível de atividade física e sua saúde. Recomenda-se optar por croquetes de alta qualidade ou patês industriais, para fornecer todos os insumos nutricionais de que você precisa diariamente.

    Em qualquer caso., seu pequeno tamanho não deve levar a crer que possa ser alimentado com ração destinada a gatos. Na verdade, as duas espécies não têm as mesmas necessidades nutricionais, e ele sofreria deficiências de alguns nutrientes e excessos de outros.

    Neste caso, é ainda mais importante estar vigilante, uma vez que esta raça tem uma predisposição para o sobrepeso. Isso é ainda mais verdadeiro no caso de um indivíduo castrado., porque o risco de obesidade é então mais importante. Dividir sua porção diária em pelo menos duas refeições é uma boa maneira de evitar que você chore durante o dia., já que ele sabe que uma segunda refeição o espera um pouco mais tarde. Também é melhor evitar abusar das guloseimas, embora possam obviamente ser muito eficazes em educar você. Um bom hábito pode ser deduzir sistematicamente a ingestão calórica da sua dose diária., Além de, É claro, opte por produtos de baixa caloria.

    Ao mesmo tempo, pesar o cão uma ou duas vezes por mês permite detectar rapidamente quaisquer desvios. Se isso for confirmado ou mesmo acentuado nas seguintes medidas, é aconselhável levar o cão ao veterinário, uma vez que só ele pode determinar a causa do problema e remediá-lo. Na verdade, sua dieta e nível de atividade nem sempre são a causa: o ganho de peso pode ser devido a uma doença ou uma reação ao tratamento, por exemplo.

    Último mas não menos importante, como qualquer cão, o Lhasa Apso você deve ter água à sua disposição durante todo o dia, regularmente renovado para que esteja sempre fresco.

    Utilitário

    Até o século 20, o Lhasa Apso Foi usado por monges e nobres tibetanos para guardar e proteger palácios, Templos e mosteiros budistas. Sua excelente audição permitiu-lhe dar o alerta rapidamente em caso de perigo.

    Na verdade, ainda hoje, sua coragem e natureza protetora permitem que se destaque como um cão de alerta.

    No entanto, agora descobrimos que é usado principalmente como um animal de companhia. Na verdade, seu caráter afetuoso e alegre o torna um companheiro próximo. Se adicionarmos sua baixa necessidade de exercício, entenderemos que ele facilmente encontra seu lugar em muitas casas e lugares na vida. Isso é especialmente verdadeiro porque eles perdem menos cabelo e produzem menos caspa do que muitas outras raças., tornando-os uma grande escolha potencial para alguém com alergia a cães. Dito isto, já que pode haver grandes diferenças de um indivíduo para outro e nenhum cão é totalmente hipoalergênico, testes na vida real são sempre essenciais, passando várias horas com o animal que você está pensando em adotar.

    Seu pequeno tamanho, seu casaco longo e elegância também fazem o Lhasa Apso um regular em exposições de cães. No entanto, Qualquer dono que esteja pensando em inscrever seu cachorro em concursos de beleza deve ter muito tempo e um grande interesse em cuidar, desde então, uma escovação diária e várias horas de manutenção por semana são necessárias para manter uma pelagem bem cuidada e enfrentar esses eventos nas melhores condições.

    Sua gentileza e doçura também o tornam um cão de terapia hospitalar muito bom, lares de idosos e lares de idosos.

    Último mas não menos importante, sua inteligência e vivacidade podem ser postas à prova em vários esportes caninos, como agilidade, obediência ou rally.

    Preço

    O preço de um cachorro Lhasa Apsoou varia entre 500 e o 1.500 EUR, sendo a média de cerca de 900 EUR, sem grandes diferenças entre machos e fêmeas.

    Seja qual for o país, as diferenças significativas de preço entre os espécimes são geralmente explicadas pela maior ou menor conformidade do animal com o padrão da raça, bem como o prestígio da prole e a linhagem de onde vem.


    Classificações do "Lhasa Apso"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Lhasa Apso" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do “"Lhasa Apso"“

    Fotos:

    1 – Um cão lhasa Apso, Com cabelos brancos, ela tem dois anos, seu nome é Yuna por Yuna89bcn, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    2 – Lhasa Apso femea com 6 meses por Lcfrederico, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
    3 – “Lhasa Apso” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Lhasa_Apso_Puppy_Clip.jpg
    4 – “Lhasa Apso” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Lhasa_Apso,_aged_16_months.jpg
    5 – “Lhasa Apso” por Usuário do Flickr lisaschaos . Foto enviada ao commons pelo usuário ltshears, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
    6 – “Lhasa Apso” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Skoda_new_064.jpg

    Vídeos do “"Lhasa Apso"“

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:
    • Grupo :
    • Seção : .

    Federações:

    • FCI – Grupo 9: Seção 5: Cães do Tibete
    • AKCToy
    • ANKC – (Toy)
    • CKC – Grupo 5 – (Toy)
    • KC – Toy
    • NZKCToy
    • UKC – Grupo 8 – Cão de serviço

    Padrão da raça FCI "Lhasa Apso"

    Origem:
    Tibete, China

    Data de publicação do padrão original válido:
    18.03.2015

    Uso:

    Cão de serviço.

    classificação FCI:

    Grupo 9 Cães de Companhia
    Seção 5 Cães do Tibete

    Aparência geral:

    É um cão bem balanceado, vigoroso e com uma pelagem espessa.

    Comportamento / temperamento:

    Alegre e autoconfiante. Alerta, equilibrado, mas cauteloso com estranhos.

    Cabeça:

    A cabeça deve ser coberta por abundantes cabelos longos que caem sobre os olhos.; deve ter uma barba e bigodes bem desenvolvidos.

    Região craniana:
    • Crânio: Moderadamente estreito, que afunda atrás dos olhos; não deve ser completamente achatado, abobadado ou em forma de maçã.
    • Nasofrontal depression (stop): Médio.

    Região facial:

    • Trufa: Preto.
    • Focinho: Deve medir quase 4 cm e não deve ser quadrado; o comprimento do focinho da ponta do nariz é aproximadamente um terço do comprimento total da cabeça, entre a trufa e o occipital.
    • Cana do nariz: Em linha reta.
    • Mandíbulas/Dentes: Os incisivos superiores fecham logo atrás dos inferiores, i.e., sua mordida é o reverso da mordida em tesoura. Os incisivos devem ser colocados em uma linha tão ampla e reta quanto possível. Prótese total é desejável.
    • Olhos: De cor escura e tamanho médio, colocado para a frente e em forma oval; eles não devem ser grandes e protuberantes, nem pequeno e afundado. Eles não devem mostrar a cor branca do balão na parte superior ou inferior.
    • Orelhas: Pendurado e coberto com franjas abundantes.

    Pescoço:

    Forte e bem arqueado.

    Corpo:

    Seu comprimento da ponta dos ombros à ponta das nádegas deve ser maior do que sua altura até a região da cernelha.
    • Voltar: Topline nível.
    • Lombo de porco: Strong.
    • No peito: Costelas estendendo-se bem para trás.

    Cola:

    Inserção alta, bem carregado nas costas, mas não cabe "alça de panela". Muitas vezes dobrado perto da ponta. Coberto com franjas abundantes.

    Extremidades

    Membros anteriores

    Liso e coberto com cabelo abundante.
    • Ombro: Bem inclinada para trás.

    Membros posteriores

    Bem desenvolvido e musculoso. Boa angulação. Bem dotado de cabelos abundantes.
    • Jarretes: Vistos por trás, eles devem parecer paralelos e não muito próximos..

    Pés

    Rodada, como o gato, com palmilhas sólidas. Eles devem estar cobertos de cabelo.

    Movimento:

    Leve e ágil.

    Manto

    Cabelo

    O cabelo da pelagem externa deve ser longo, abundante, reta, texturizado; não deve ser lanoso ou sedoso. Deve ter uma camada moderada de subpêlo.

    Cor

    Dorado, areia, mel, cinza escuro, Ardósia, fumaça, multicolorido, Black, branco ou marrom. Todas essas cores são igualmente aceitáveis.

    Tamanho e peso:

    A altura ideal para homens é 25,4 cm; as fêmeas são um pouco menores.

    Falhas:

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados deve ser considerado uma falta e a gravidade deste é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão.. Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

    Faltas desqualificadas:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    •  Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.


    N.B.:
    Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos para o escroto..

    Nomes alternativos:

      1. Lhasa, Lion Dog (Inglês).
      2. Apso Seng Kyi (Francês).
      3. Lhasaterrier, Löwenhund (Alemão).
      4. Nome original 拉薩犬 (Português).
      5. Perro león/span> (español).

    Leão da Rodésia
    Zimbabue FCI 146 . Raças semelhantes

    Perro crestado rodesiano

    O Leão da Rodésia Ele é fiel e inseparável de seu proprietário e o parceiro de ambiente familiar.

    Conteúdo

    História

    O Leão da Rodésia é um descendente dos cães semi-selvagens usados ​​mais do que 500 anos para as cidades Khoikhoi e Hottentot na África do Sul. Esses ancestrais já tinham a mesma cor do trigo (um tom de amarelo) e especialmente a distinta crista dorsal, feito de cabelo crescendo na direção oposta na coluna.

    Quando os colonos holandeses chegaram no século 17, eles foram acompanhados por muitos cães para ajudá-los a se estabelecer nessas regiões difíceis. Terriers, galgos, molosos, cães de caça…: todos tiveram dificuldade em se ajustar ao clima africano, falta de água e doenças transmitidas em particular pela Moscou Tsetsé. A necessidade de cruzar cães europeus com a raça local rapidamente se tornou evidente..

    Os cães dessas cruzes ajudaram os fazendeiros a caçar animais selvagens, desde os menores pássaros até grandes mamíferos como leões. Eles também forneceram proteção em áreas isoladas e colocaram animais potencialmente perigosos em fuga., como leopardos e babuínos.

    Com a chegada dos ingleses no século 19, muitos boers (colonos de origem holandesa) eles se mudaram para o norte, para a área conhecida como Rodésia, que agora é o Zimbábue. Foi aí que a história da raça realmente começou., quando o reverendo Charles Helm (1844-1915) trouxe duas mulheres para a Fonte da Esperança, uma missão perto da cidade de Bulawayo. Foram eles que iniciaram o programa de melhoramento da raça.

    Na verdade, o famoso caçador de leões Cornelius van Rooyen morava nas proximidades e decidiu incorporar esses cães em sua matilha para caçar o rei dos animais. Iniciou um programa de melhoramento, em que eles foram usados Collies e o Dogue alemão dar para Leão da Rodésia sua aparência atual.

    As façanhas deste cachorro, capaz de correr por horas com seu mestre a cavalo, mas também de encurralar o leão até que o caçador chegasse, tornou rapidamente popular na região. Sua população explodiu, e muitos jovens nasceram. Um criador chamado Francis Richard Barnes fundou o primeiro clube da raça em 1922 em Bulawayo, e escreveu o primeiro padrão do então Cão Leão da Rodésia. Este padrão foi aceito em 1926 pelo South African Kennel Union, a organização de referência do país (hoje em dia a KUSA, pura Kennel Union of Southern Africa). No entanto, por ocasião deste reconhecimento oficial da raça, a organização decidiu mudar o nome para Rhodesian Ridgback.

    A raça surgiu na Europa e nos Estados Unidos na década de 1930, Mas não foi até depois da Segunda Guerra Mundial que realmente se enraizou. The British Kennel Club (KC) foi o primeiro a reconhecê-lo em 1954, seguido um ano depois pela Fédération Cynologique Internationale (FCI) e o American Kennel Club (AKC) em 1955. Não foi até 1980 que o American United Kennel Club (UKC) ele fez o mesmo. No entanto, Todas as principais organizações caninas do mundo hoje reconhecem o Leão da Rodésia: é o caso do Canadian Kennel Club (CKC) em particular.

    Sua situação atual em seu país de origem é paradoxal. Embora seja provavelmente o cão mais difundido na África do Sul, criadores estão passando por muitas dificuldades devido à redução do pool genético. Assim, estima-se que apenas uma ninhada em vinte está registrada na KUSA, e pode ser considerado de raça pura. como resultado disso, as características deste cachorro estão se perdendo, e mais e mais cruzamentos dão origem a indivíduos que estão longe do padrão.

    No entanto, o Leão da Rodésia está muito presente no resto do mundo e goza de certa popularidade. Nos Estados Unidos, as estatísticas de registro anual com o AKC o colocam em uma respeitável 40ª posição (quase 200), e quase ganhou 20 lugares desde o início do século 21. Na Grã-Bretanha, o KC registra entre 1000 e 1200 nascimentos por ano.

    Características físicas

    O padrão da raça indica que os homens devem ser entre 63 e 68 cm à altura da Cruz, pesando entre 36 e 41 kg, e as fêmeas ligeiramente menores, de 61 - 66 cm. de altura e um peso de entre 29 e 34 kg.

    Seu peso varia entre 30 e 39 kg, sua pelage é curto, densa, Lisa e brilhante, sem ser lanoso ou sedoso.

    Ele tem, como um recurso, um Crista em sua coluna, formada por pêlos que crescem em direção oposta ao resto da pele.

    O cume deve ser claramente definido e simétrico, mais perto do quadril. Deve iniciar imediatamente por trás dos ombros e continuar até os ossos do quadril (Grupa).

    O cume só deve ter duas coroas, idêntico e oposta. O comprimento da coroa não pode exceder a 1/3 o comprimento total do cume ou ridge. Uma boa média da largura do mesmo é de 5 cm.

    O Leão da Rodésia é um cachorro de boa presença, forte, muscular, Agile e ativo, aparência simétrica, equilibrado e bem equilibrado.

    Um adulto Ridgeback é um cão bonito, bem plantado e Atlético, capaz de viajar longas distâncias com uma velocidade adequada. Ele enfatiza sua agilidade, elegância e força sem a enorme tendência.

    O pernas frente são retos e fortes, ossos fortes, O que o torna um animal extremamente resistente.

    O padrão da raça aceita o cores variando de trigo pálido vermelho.

    A cor do focinho Ele pode ser preto ou marrom. Ele suporta uma pequena mancha branca no peito e dedos do pé da frente ou pernas traseiras.

    Os caçadores de África do Sul descobriram que o Ridgeback, no Pack, eles foram muito eficazes contra os leões, originários, bem como um segundo nome para esta corrida: “o Leão Africano Hunter”.

    O Leão da Rodésia adapta-se perfeitamente ao ambiente das estepes africanas. Ele pode suportar altas temperaturas, como o frio da noite.

    Isto é resistente para picadas de insetos e podem ficar sem água e alimento mais de 24 horas.

    Caráter e habilidades

    Ele é muito inteligente. Absolutamente leal e inseparável de seu parceiro de ambiente proprietário e família. Paciente com crianças (Embora, por causa de seu tamanho e força, indicou que eles devem ser monitorados durante seus jogos) e nunca agressiva.

    Segundo uma lenda popular, a crista de Leão da Rodésia é a marca da pata de um leão.

    Ele é reservado com estranhos. É comum confundir sua crista com a idéia de que o cão é Bristly, Isso muitas vezes interpretam mal sua atitude.

    Em geral, o Leão da Rodésia é um cão animada, alegre, brincalhão e muito corajoso.

    Não nos esqueçamos de que ele foi selecionado para o Caça de leões. Desde a sua criação, sua missão era descobrir o Leão com seus movimentos latindo e enganosos, como você amagues e vazamentos iria atrair sua presa, até que ele está na mira da arma do caçador.

    Educação “Leão da Rodésia”

    A socialização de Leão da Rodésia deve começar nas primeiras semanas para ajudá-lo a se tornar um adulto calmo e equilibrado. Conhecendo muitas pessoas (vizinhos, amigos, família, concessionários…) e ao cruzar com todos os tipos de companheiros, se acostuma com as interações sociais e aprende a não ceder à sua desconfiança natural do que lhe é desconhecido.

    Sua educação pode começar desde os primeiros meses, e é importante ensinar rapidamente o seu cão a andar na coleira. Porque seu instinto de caça está profundamente enraizado, tende a correr atrás de todos os pequenos animais e deve sempre ser mantido na coleira quando não estiver em uma área fechada.

    É igualmente essencial ensiná-lo rapidamente a obediência, para que aprenda a ouvir seu mestre e a cumprir suas ordens., seja quando você está prestes a perseguir um gato que passa ou em qualquer outra ocasião. Ele é muito inteligente e teimoso, e tende a fazer o que gosta. Precisa de um mestre firme e autorizado, quem sabe como fazer seu cachorro respeitar você. Adicione a isso seu tamanho imponente e é fácil ver por que não é adequado para iniciantes.. Por outro lado, um professor experiente pode usar sua inteligência e proximidade com sua família para lhe ensinar muitos truques. É por isso que este cão frequentemente brilha em competições esportivas caninas, especialmente em obediência ou agilidade.

    Em qualquer caso., métodos de treinamento tradicionais saem pela culatra neste cão, uma vez que prejudicariam o vínculo entre o cão e seu dono. Por outro lado, o reforço positivo tem resultados espetaculares em manter o cão motivado e fortalecer a relação humano-animal. No entanto, para evitar o tédio e evitar que o animal seja menos receptivo, é melhor optar por sessões curtas e lúdicas, mesmo que isso signifique torná-los mais frequentes.

    Além disso, é aconselhável acostumá-lo a ser manuseado desde muito jovem, seja para sessões de preparação ou visitas ao veterinário. Na verdade, dado seu tamanho, rapidamente se tornaria pesado se ele tivesse a ideia de não ser muito conciliador em tais circunstâncias, como um adulto.

    Último mas não menos importante, dada a sua ganância e os riscos que acarreta para a sua saúde, também é melhor ensiná-lo desde tenra idade a ficar satisfeito com o que lhe é dado, e não o deixe mendigar ou roubar comida na mesa, em armários ou mesmo em latas de lixo.

    Saúde “Leão da Rodésia”

    O Leão da Rodésia é bastante robusto, com uma expectativa de vida de 10 - 12 anos, o que é bastante normal para uma raça deste tamanho.

    Eles são muito resistentes ao calor e à seca, mas eles também toleram o frio muito bem, contanto que a temperatura não caia abaixo 0 graus Celsius. Por outro lado, não gosta de água e odeia chuva. Não deve ser deixado do lado de fora ou pendurado quando chove. Pode não gostar de áreas úmidas ou muito frias, então outra escolha de raça parece ser a melhor opção.

    Apesar de sua boa saúde geral, estão particularmente expostos a certas doenças:

    Displasia do quadril e displasia do cotovelo, frequentemente malformações articulares hereditárias que podem causar dificuldades de locomoção mais ou menos graves, dependendo da gravidade;

  • dilatação-torção do estômago, também comum em cães grandes, o que pode ser fatal se um veterinário não intervir rapidamente. Na maioria das vezes é devido à ingestão muito rápida de grandes quantidades de alimentos;
    Hipotireoidismo, um problema hormonal na glândula tireóide que causa ganho de peso e fadiga geral. Esta doença ainda é rara na população da raça, mas parece estar em alta;
  • seio dermóide, um buraco nas costas por onde as impurezas podem entrar na espinha. Este problema hereditário pode levar a infecções graves e potencialmente fatais. A cirurgia pode resolver o problema, Mas nem sempre. Embora seja bastante raro, esta malformação é muito mais comum no Leão da Rodésia do que em outras corridas, embora os indivíduos afetados sejam sistematicamente excluídos da reprodução;
  • Mielopatia degenerativa, uma deterioração progressiva da medula espinhal que é paralisante e fatal. No entanto, ainda muito estranho;
    problemas oftalmológicos (cascata, atrofia progressiva da retina, persistência da membrana pupilar, entrópio…), mais particularmente dentro de certas linhas;
  • Outras doenças graves foram relatadas no Leão da Rodésia, mas eles ainda são muito raros e não parecem afetar esses cães mais do que outras raças: é o caso da abiotrofia cerebelar, malformação cervical, anemia hemolítica, onicodistrofia lupóide, hemangiossarcoma ou doença de von Willebrand.

    No entanto, esta longa lista não deve esconder o fato de que, de acordo com um estudo realizado em 2004 quase quase 200 indivíduos do Kennel Club e da British Small Animal Veterinary Association, as principais causas de mortalidade nesta raça são câncer e idade avançada, responsável por metade das mortes.

    Para reduzir o risco de doenças hereditárias e aumentar as chances de adotar um cachorro saudável, é recomendado ir a um criador de cães Leão da Rodésia sério e responsável. Você deve apresentar um certificado emitido por um veterinário atestando que o animal está bem de saúde, os detalhes das vacinações realizadas (registrado no prontuário de saúde ou na caderneta de vacinação), bem como os resultados dos testes genéticos realizados que comprovam a boa saúde do cachorro e dos pais.

    Como todas as raças de cães com orelhas caídas, o Leão da Rodésia estão em maior risco de infecção nesta área. Por conseguinte, Você precisa limpar regularmente seus ouvidos com um pano limpo para remover a sujeira e evitar problemas.

    Outro risco a que você está exposto é a obesidade. Bem ganancioso, você tem tendência a ficar acima do peso se não conseguir se exercitar como deveria. Somente seu dono pode ajudá-lo a manter seu peso em forma, mantê-lo ativo e garantir que ele não coma mais do que o necessário.

    O seu peso é uma das coisas que o veterinário olha durante as visitas de rotina. Como com qualquer cachorro, estes devem ser pelo menos uma vez por ano, uma vez que também e acima de tudo permitem a detecção precoce de qualquer problema, bem como certificar-se de que você se mantém atualizado com suas vacinas.

    Limpeza “Leão da Rodésia”

    A pelagem do Leão da Rodésia é particularmente fácil de cuidar, já que seu casaco curto só precisa de uma rápida escovação semanal. No entanto, eles mudam na primavera e no outono, quando é aconselhável aumentar a frequência de escovagem para remover pelos mortos.

    A pelagem geralmente permanece limpa e, portanto, sem cheiro, e só precisa ser banhado quando estiver particularmente sujo, por exemplo, depois de uma caminhada na lama. No entanto, mesmo neste caso, uma escovagem vigorosa pode ser suficiente para ajudá-lo a se livrar da sujeira. Em qualquer caso., quando você dá banho no seu cachorro, você só pode usar um shampoo projetado especificamente para cães, pois pode danificar sua pele.

    Suas orelhas caídas são finalmente o ponto que requer maior vigilância em termos de manutenção, porque esta peculiaridade morfológica implica um maior risco de infecções (infecções do ouvido, etc.). Para evitar isso, deve ser inspecionado semanalmente e limpo com um pano úmido. Isso evita que detritos ou sujeira se acumulem.

    A sessão semanal de manutenção do casaco e das orelhas também é uma oportunidade para verificar e limpar os olhos, mesmo que não haja risco aumentado nesta área.

    Você também deve aproveitar esse tempo para escovar os dentes para limitar a formação de tártaro e assim evitar problemas como o mau hálito, cárie, doença gengival, etc. O ideal, No entanto, é que você escova com mais frequência, até uma vez por dia.

    Enfim, as garras de Leão da Rodésia eles crescem vivos e são particularmente resistentes. Embora ele possa correr ao ar livre frequentemente, é melhor verificá-los a cada 2-3 semanas, pois é comum que o desgaste natural não seja suficiente para lixá-los. Quando eles ficam muito longos, deve ser aparado com um cortador de unhas projetado especificamente para cães, pois existe o risco de eles atrapalharem ou quebrar.

    Uso “Leão da Rodésia”

    O Leão da Rodésia trabalhou durante séculos em seu país natal como cão de guarda em fazendas isoladas contra predadores, bem como cão de caça. Eles ganharam suas cartas de nobreza e alguma notoriedade graças às suas façanhas durante as caças aos leões organizadas no final do século 19 e início do século 20.. Uma matilha de dois ou três desses cães era capaz de perseguir um leão por dezenas de quilômetros antes de encurralá-lo até que o caçador chegasse..

    Embora hoje em dia ele não caça mais leões, continua a acompanhar caçadores de vários continentes, ajudando-os a tirar e perseguir jogos de todos os tamanhos.

    Também atua como um cão de guarda, avisando da chegada de estranhos e não hesitando em mostrar sua coragem se a ameaça for confirmada e sua família estiver em perigo.

    No entanto, o que o torna tão popular hoje é principalmente porque combina muitas das qualidades de um cão de companhia ideal. Afetuoso e dedicado, são especialmente populares entre proprietários de esportes. Capaz de correr uma maratona em 90 minutos, o Leão da Rodésia pode facilmente acompanhar um corredor, ciclista ou caminhante por várias horas. Por outro lado, não se encaixaria bem com uma pessoa idosa ou muito sedentária, e teria todas as chances de superar um iniciante ou um professor inseguro.

    Último mas não menos importante, seus dotes físicos obviamente o tornam um campeão em competições de cani-cross, mas também se destaca em outros esportes caninos, como obediência ou agilidade.

    Comprar “Leão da Rodésia”

    O preço de um cachorro Leão da Rodésia registrado é uma média entre 1200 e 1300 EUR, sem grandes diferenças entre machos e fêmeas. No entanto, esta média esconde uma faixa de preço bastante ampla, de 700 - 1800 EUR, dependendo das características físicas do cachorro, sua ancestralidade e o prestígio da prole de onde vem.

    No Canadá, é necessário contar entre 1500 e 2500 Dólares canadenses para adotar um Leão da Rodésia com todas as garantias de que você está de boa saúde.

    Observações

    A raça é praticamente desconhecida na Espanha, e no resto da Europa, isso torna muito difícil obter um filhote de Leão da Rodésia.

    Classificações do "Leão da Rodésia"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Leão da Rodésia" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens “Leão da Rodésia”

    Vídeos “Leão da Rodésia”

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 146
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 3: Raças semelhantes. Sem prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 3: Raças semelhantes.
    • AKCHound
    • ANKCGroup 4 (Hounds)
    • CKCGroup 2 – Hounds
    • KCHoundy
    • NZKCHound
    • UKCSighthounds & Pariahs

    Padrão da raça FCI "Leão da Rodésia"

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 10/12/1996.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA:

    • Crânio: Deve ser de um tamanho apropriado (deve coincidir com a largura da cabeça entre as orelhas, a distância entre o occipital e a depressão fronto-nasal com trufa), plano e largo entre as orelhas; a cabeça deve ser livre de rugas em repouso.
    • Nasofrontal depression (Stop): Suas ligações de depressão devem ser razoavelmente bem definidas e não em linha reta do nariz ao osso occipital.

    REGIÃO FACIAL:

    • Trufa: A trufa preta deve ser acompanhada de olhos escuros, uma trufa marrom com olhos âmbar.
    • Focinho: O focinho deve ser longo, profundos e potentes.
    • Lábios: Os lábios devem ser líquidos, bem ajustado às garras.
    • Mandíbulas / Dentes: MANDÍBULAS fortes, com uma mordida da tesoura perfeita e completa, que quer dizer que os dentes superiores sobrepõem intimamente inferior e é plantada verticalmente em JAWS. Os dentes devem ser bem desenvolvidos, especialmente os caninos.
    • Bochechas: Bochechas devem ser líquidas.
    • Olhos: Eles devem ser moderadamente separados, rodada, brilhante e cintilante, com expressão inteligente; sua cor corresponde a cor do manto.
    • Orelhas: Devem ser plantados um pouco alto, uma média, bastante larga na base, e gradualmente diminuindo para uma ponta arredondada. Deve ser feitas a cabeça ligada.

    PESCOÇO:

    Deve ser um pouco longo, fortes e livre de rachaduras.

    CORPO:

    • Voltar: Poderoso.
    • Lombo de porco: Strong, musculoso e ligeiramente arqueado.
    • No peito: Não deve ser demasiado larga, mas muito profunda e espaçoso; o peito deve chegar o cotovelo. O corrimão deve ser visível quando visto de lado. As costelas são moderadamente bem apertadas, nunca abarriladas.

    CAUDA:

    Deve ser forte na raiz e diminuir gradualmente para a ponta ; livre de grosseria. Deve ser um moderado longo. Não deve ser definido muito alto ou muito baixo, e devem ser tomadas com uma ligeira curva, nunca rolou.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES: As pernas dianteiras devem ser perfeitamente retas, forte, com estrutura óssea bem, com os cotovelos perto do corpo. Quando visto de lado, ex-membros devem ser mais do que quando visto de frente.

    • Ombro: Os ombros devem ser inclinados, NET e musculado, que indicam a velocidade.
    • Metacarpo: Devem ser fortes e ligeiramente inclinados.

    MEMBROS POSTERIORES: Nos membros posteriores, os músculos devem ser bem definidas e líquido.

    • Joelho: Bem angulado.
    • Jarretes: Forte em posição baixa.

    PÉS: O pé deve ser compacta e redonda, com dedos bem arqueados e almofadas elásticas resistentes; protegido com cabelo entre os dedos e almofadas.

    MOVIMENTO: Frente reta, livre e ativo.

    PELES

    CABELO: Deve ser curto e denso, aparência lisa e brilhante, mas não lanoso ou sedoso.

    COR:

    Do trigo trigoclaro vermelho. Um pouco de branco no peito e os dedos do pé é permitido, cabelos brancos mas excessivos nestas partes, no abdômen ou acima dos pés são indesejáveis. São permitidos, focinho e orelhas escuras. Excessivos cabelos pretos em toda a pelagem é altamente indesejável.

    TAMANHO E PESO:

    Altura à Cruz:

    • Machos: 63 – 69 cm (25-27 polegadas).
    • Fêmeas: 61 – 66 cm (24-26 polegadas).

    Peso:

    • Machos: 36,5 kg (80 Português libras).
    • Fêmeas: 32 kg (70 Português libras).

    FALHAS:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    N.B.: Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    TRADUCCION: Miguel Angel Martinez.

    Nomes alternativos:

      1. Ridgeback, African Lion Dog, African Lion Hound (Inglês).
      2. Rhodesian ridgeback (Francês).
      3. (Alemão).
      4. Rhodesian ridgeback (Português).
      5. Perro Crestado de Rhodesia, Rhodesiano (español).

    Landseer
    Alemania Suiza CanadáFCI 226 - Molossóides . Montanha

    Landseer

    A natureza de Landseer e Terra-nova é muito semelhante, considerando o primeiro como algo mais ágil.

    Conteúdo

    História

    O Landseer foi criado junto com Terra-nova na costa leste do Canadá. A grande ilha de Terra-nova, localizado na costa do Canadá, deu a seus antepassados ​​seu nome. Somente 100 anos as formas de Landseer eles se separaram dos de Terra-nova. A razão era que eles queriam manter a cor da pele em preto e branco. Mais sobre isso mais tarde. Que descenderam dos cães dos vikings dos tempos pré-colombianos, da Espanha ou dos cães dos índios, são lendas que não foram testadas. No entanto, de acordo com o atual mapa genético das raças de cães preparado em 2017 por um grupo internacional de pesquisadores liderado por Heidi G. Parker, existe uma relação estreita com os recuperadores, O que, como o labrador, vêm da mesma área. Provavelmente os ancestrais do Landseer o Terra-nova chegou na América do Norte com os primeiros colonos europeus.

    Cães grandes provaram ser importantes ajudantes para selar pescadores e caçadores nas águas frias do Atlântico Norte, e também eram úteis ocasionalmente na caça de ursos e caça grossa. Além disso, proprietários de terras ou Landseers eles carregavam cargas e, mesmo sendo um cão de tração, eles dizem prestar serviços excepcionais. Trabalhar com pescadores em clima extremamente rigoroso era muito exigente. O Landseer teve que pensar, teve que fazer um trabalho pesado nas redes, salvou a vida dos náufragos repetidamente. Desta forma, ele desenvolveu as peculiaridades de seu ser e seu físico. Ele realizou coisas incríveis a serviço da humanidade. O Landseers ou proprietários de terras vieram para a Inglaterra repetidamente com navios de bacalhau já nos séculos 18 e 19. Aqui ele logo se tornou famoso por suas impressionantes conquistas.

    O famoso poeta Lord Byron colocou 1808 seu querido contramestre Landseer um monumento impressionante. Ele tinha as palavras gravadas em sua lápide: “Aqui repousam os ossos de quem possuía beleza sem vaidade, força sem exuberância, coragem sem selvageria, e todas as virtudes do homem sem seus vícios”. Aqui a grandeza de caráter desses cães é expressa, que você ainda pode experimentar hoje. O pintor Sir Edwin Landseer imortalizou sua Terra-novas preto e branco em óleo várias vezes 1830. Existem evidências de que cães documentados como Terra-nova Oh ya pt Canis Earth Notícias 1700 eram predominantemente preto e branco e somente depois estabeleceram os cães puramente pretos ou marrons típicos de Terra-nova hoje. O preto e branco saiu de moda na Inglaterra. No entanto, Cinólogos e criadores suíços e alemães trouxeram os últimos bons cães da Inglaterra e construíram uma raça européia continental.

    Para salvar esses cães preto e branco de Terra-nova, eles foram declarados sua própria raça em torno de 1900, nomeado após seu famoso pintor “Landseer“. Portanto, esse tipo antigo de cachorro com uma grande história foi preservado para o mundo dos cães. Desde então, o Terra-nova e o Landseers são criados separadamente. Mais tarde, diz-se que Kuvasz e Pyrenean Mountain Dogs foram cruzados para estabilizar a cor branca do solo.

    Em 1960 o Landseer (tipo continental-europeu) foi oficialmente reconhecido pela Fédération Cynologique Internationale.

    Características físicas

    De acordo com o padrão da raça do Landseer, Você deve dar a impressão de ser um mas poderoso e bem equilibrado. As pernas são relativamente mais de Newfoundland preto. A parte traseira é reto e forte. As pernas e ombros são musculares.

    A camada superior deve ser longa e tão simples quanto possível, muito densa e macia ao toque. A cor principal da camada é branca com vários patches pretos na alcatra, o pescoço, Backsplash, barriga, pernas e cauda devem ser de cor brancas.

    A cabeça deve ser preta com o focinho branco e branco simétrico estende-se desde o focinho na cabeça, terminando com o colarinho branco. Ele tem uma forma distinta com uma nobre expressão facial. As orelhas são médias e olhos devem ser marrom escuro. O tamanho da Landseer vontade de 67 - 80 cm, e no nascimento pesam entre 500 - 750 gramas e com a idade de 1 ano pode ser alcançado apesar 50 - 60 kg.

    Como todas as raças de tipo mastim, o Landseer Também é cultivado muito rápido durante seu primeiro ano. Por conseguinte, é preciso ter cuidado com o exercício, porque se torna-se sedentários pode sofrer de excesso de peso.

    Caráter e habilidades

    Durante todo o seu desenvolvimento e mesmo a maturidade (é que não, até que o cão é de 3 o 4 anos de idade), o Landseer é um cão muito ativo que gosta de fazer todos os tipos de atividades. Natação, por exemplo, é sua atividade favorita. Assim, quando um Landseer cheira e vê água, já não há limites, ir para a água..

    O Landseer ele é um cão muito flexível com seu dono. Ele está ativo, tem bom temperamento, mas não é um cão nervoso. É um cão muito confiante, Inteligente, fiel ao seu próprio povo, bastante suave na natureza e, Quando eles recebem suficiente exercício ao ar livre, que atribui muito bem à vida em casa. Em termos gerais, a maioria dos Landseer eles são muito independentes e têm uma mente do seus próprios. É muito fácil de treinar o Landseer, muito amor e paciência serão recompensados com um parceiro para a vida.

    Como dissemos nas linhas anteriores, a maioria dos Landseer, Eles adoram água e passeios, É, pois, necessário cumprir esses desejos para o cão. Sendo a água leva-lo como um trabalho, razão por que pode aproveitar essas tempo para jogar para localizar objetos, lançar água de brinquedo para torná-la mais, Ele pode ser um treinamento excelente tanto para o proprietário como para o cão. Ele é um bom mergulhador e com treinamento adequado, eles são capazes de encontrar objetos na parte inferior de qualquer Lago. A este respeito, É bom notar que, se você quiser nadar com a sua Landseer você deve ter em mente que, o cão vai tentar resgate e rebocada Voltar à terra. Por conseguinte, sem dúvida tem que ter cuidado ao fazer isso pela primeira vez. Formação básica é necessária para que o cão sabe quando você está jogando, e quando não. Qualquer outra atividade com a família também é algo que o Landseer sempre quer fazer.

    Quando se trata de comportamento em relação a outros cães, crianças e pessoas sem problemas. Especialmente o Landseer, eles gostam de crianças.

    É bom socializar com outros filhotes de cães, porque se ele é masculino, Ele pode ser muito dominante. Mas com uma educação adequada, Não haverá nenhum problema..

    Educação Landseer

    O Landseer pode ser educado muito bem. Ele é inteligente, interessado e entender rapidamente o que você tem permissão para fazer e o que não tem. Às vezes ele pega leve, mas um pouco motivado, ele é muito cooperativo e tenta fazer feliz seu senhor e mestre. O filhote já deve se mostrar claramente e sem exceção onde o martelo está pendurado. Não deve haver dúvida sobre a orientação de seus humanos, bem como no relacionamento íntimo com.

    Tenha sempre em mente que este cão é o mais forte e que a orientação só funciona através do seu reconhecimento inquestionável. Mas com elogios e consequências, você basicamente pode realizar tudo com ele. Com base em uma boa educação, você pode até treinar muito bem em Landseer. Muitos Landseer são usados ​​como cães de resgate na água, mas também na terra. Para isso, você pode passar nos testes de trabalho com água nos clubes.

    Landseer Health and Care

    A manutenção e os cuidados da Landseer eles são complexos como com todos os cães grandes. A pelagem densa e à prova de intempéries deve ser escovada regularmente com uma escova especial. Não deve ser cortado ou aparado.

    Os cães da raça Landseer como todos os cães grandes, eles tendem a displasia da articulação do quadril, torção do estômago. Devido à sua constituição e pelagem densa, eles não toleram bem o calor.

    Nutrição / Alimentação

    Como todos os cães de grande porte, o Landseer precisa de muita comida boa. Especialmente na fase de crescimento, você precisa de um planejamento nutricional profissional. Uma tigela de comida em uma posição alta é útil para combater o risco de torcer o estômago. Você deve sempre prestar muita atenção ao seu peso.

    Expectativa de vida de Landseer

    A expectativa de vida é entre 10 e 12 anos.

    Compre um Landseer

    Você só deve comprar um filhote localmente de um criador afiliado à FCI. Os filhotes desta raça custam entre 1.500 e 2.000 EUR.

    Imagens do "Landseer"

    Fotos:

    1 – Landseer filhote de cachorro – 3 meses de idade OdinetPietra / CC BY-SA
    2 – Landseer por https://pxhere.com/es/photo/548945
    3 – Landseer por https://pxhere.com/es/photo/550456
    4 – Cleo 11 meses por Per Jensen – Flickr
    5 – Landseer na fotoEmoções (pixabay.com)
    6 – Landseer by Katrina_S (pixabay.com)

    Vídeos do "Landseer"

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 226
    • Grupo 2: – Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boieiros Suiços.
    • Seção 2.2: – Molossóides, Tipo de montanha.
  • Federações:
    • FCI – Cães do tipo Pinscher e Schnauzer-Molossoide – Cães de Montanha e Boieiros Suiços. Seção 2.2 Molossóides, tipo de montanha.

    Padrão da raça FCI "Landseer"

    APARSEGURO GERAL: O Landseer deve dar a impressão de um cachorro grande, forte e harmonioso. Seus membros, especialmente em homens, eles são proporcionalmente mais longos do que na Terra Nova negra.

    CABEZA: A pele da cabeça, cobertura de cabelo curto, é livre de rugas. O perfil da cabeça está marcado, mas tem uma expressão de nobreza.

    GIOhN CRANIANA:

    Cenfurecido: Amplo e volumoso, com uma protuberância occipital bem desenvolvida.

    Ddepressão fronto-nasal: Marcado, mas não tão perceptível e abrupto como nos cães de São Bernardo.

    GIOhN FACIAL:

    Trufa: Preto.

    Hocico: O comprimento do focinho é igual à sua altura medida contra a depressão frontal-nasal.

    Labios: Fino e pigmentado em preto; os superiores, que são o mais rígidas possível e não babam, cubra levemente os inferiores.

    Mandíbulas/Dentes: Bite em tesoura.

    Bochechas: Moderadamente desenvolvido, derretendo gradualmente no focinho.

    Ojos: Médias, moderadamente baixo relevo, marrom ou marrom escuro, embora castanha leve seja tolerada. Expressão educada; pálpebras em forma de amêndoa; a conjuntiva palpebral não é visível. Olhos muito claros (enxofre ou cor cinza amarelada) são considerados faltas, bem como os olhos implantados muito próximos um do outro.

    Obares: Médias, alcançar o canto interno do olho quando colocado em direção aos olhos; forma triangular, um pouco arredondado na borda inferior, implantado alto no crânio, mas não muito longe. Plana e colada nas laterais da cabeça, eles são cobertos com pêlos finos e curtos e têm faixas de cabelos mais compridos apenas na parte de trás da inserção.

    COMELLO: O pescoço em sua seção transversal não é completamente redondo, mas ligeiramente oval; ele é musculoso, e sobe da região dos ombros e do tórax em direção à cabeça. Em construção simétrica, o comprimento do pescoço, da protuberância occipital à cernelha, é aproximadamente 3/4 - 4/5 o comprimento da cabeça, medido a partir da protuberância occipital até a ponta do nariz. A presença de barbela não é desejável (garganta e pescoço) notável.

    COMERPO: É muito amplo e poderoso da cruz à garupa. O comprimento da cernelha à inserção da cauda deve ser aproximadamente o dobro do comprimento da cabeça.

    Espalda: Rígido e reto. Lombo de porco: Muscular.

    Gsemelhança: Ampla, bem arredondado nas laterais e nas costas, graças aos músculos poderosos que a cobrem.

    Peco: No meio dos ombros muito musculosos, o peito é largo e profundo, com costelas fortemente arqueadas, formando uma caixa torácica correspondente.

    Vementre: Levemente retirado; entre a barriga e as costas, uma flacidez plana na região do flanco deve ser visível.

    Uma parte traseira fraca é considerada uma falha, expirado, costas soltas, e as últimas costelas muito curtas e uma barriga excessivamente retraída.

    COLA: Strong, atinge um pouco abaixo da articulação tíbio-tarso, no máximo, coberto de cabelos densos e folhosos, mas sem formar penas. Quando o cão está calmo de pé ou em repouso, ele o carrega pendurado, eventualmente com uma ligeira curva na ponta. Durante o movimento, você pode mantê-lo reto com uma ligeira curvatura para cima na ponta. Caudas dobradas ou enroladas nas costas não são toleráveis.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES: Uma massa muscular robusta dos ombros circunda o úmero forte e forma uma angulação correta na junção com os ossos poderosos dos membros totalmente retos e musculares. O membro anterior tem algumas faixas de cabelo que atingem a articulação tíbio-tarso.

    Cotovelos : Bem colado na parte inferior do peito em uma posição bastante

    alto e completamente direcionado para trás.

    MEMBROS POSTERIORES: O membro traseiro é poderoso. Os membros posteriores devem estar livres para se mover e ter ossos fortes cercados por músculos poderosos, para que a região da coxa mostre principalmente amplo desenvolvimento. Coxas: Eles têm um desenvolvimento particularmente amplo.

    Espolones: São inaceitáveis, deve ser amputada desde os primeiros dias de nascimento.

    PIÉ: Grande e bem formado (pés de gato). Pés esmagados ou desviados são repreensíveis. Os dedos devem estar unidos por fortes membranas interdigitais à proximidade da ponta dos dedos.

    MOVIMENTO: O movimento dos membros musculares deve ser livre e amplo.

    MANTO

    Pelo: Exceto pela cabeça, o casaco deve ser longo, no possível, liso e espesso, suave ao toque e misturado com velo interno, que não deve ser tão denso quanto na Terra Nova. A presença de uma camada externa de cabelos levemente ondulados nas costas e nas coxas não é penalizada. Ao escovar os cabelos na direção oposta à posição natural, deve retornar à posição correta por si só.

    Color: A cor básica do cabelo é branca, com placas pretas rasgadas e nítidas espalhadas pelo tronco e pela região da garupa. O pescoço., o peitoril, o ventre, membros e cauda devem ser brancos. A cabeça é preta. A presença de uma marca branca no focinho é típica da raça, anexado a uma lista branca, simétrica e não muito larga. Manchas coloridas de fumaça no fundo branco não são consideradas falhas, mas eles devem ser eliminados na recreação pela seleção.

    TAMÃO:

    Alturpara a cruz: A altura na cernelha em Landseer pode variar: nos machos uma média entre 72 e 80 cm e nas fêmeas uma média entre 67 e 72 cm. Pequenas variações de tamanho maiores ou menores são toleradas.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTAS DESQUALIFICANDO:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    TRADUCCION: Federação Mexicana de Canófila, A.C..

    Nomes alternativos:

      1. LANDSEER (EUROPEAN CONTINENTAL TYPE) (Inglês).
      2. LANDSEER (TYPE CONTINENTAL-EUROPEEN) (Francês).
      3. LANDSEER (EUROPÄISCH-KONTINENTALER TYP) (Alemão).
      4. LANDSEER (TIPO EUROPEU CONTINENTAL) (Português).
      5. LANDSEER (TIPO EUROPEO CONTINENTAL) (español).

    Lakeland Terrier
    Gran Bretañaa FCI 70 - Terriers de médio e grande porte

    Lakeland Terrier

    O Lakeland Terrier ele é um cachorro amigável com o seu, também com crianças se respeitam, muito confiante no próprio

    Conteúdo

    História

    O Lakeland Terrier É uma raça de cão da família Terrier, e dentro desta seção 1. O atual Lakeland é um produto de cruzamentos de diferentes raças de Terrier que incluem a Bedlington de quem ele herdou sua agilidade, o Fronteira, de que manteve as características de peles, o Fox para sua cauda distintiva, e provavelmente por sua aparência a AIREDALE, Estes cruzamentos resultaram para a Lakeland original do Inglês região de Los Lagos.

    Este cão foi usado por pastores para proteger ovelhas contra ataques por raposas. A raça foi oficialmente reconhecida no ano 1928.

    Características físicas

    O Terrier que nós situaríamos no meio de um escala, nem muito grande nem pequeno demais. Crânio plano, bem delineado, orelhas pequenas e mingau levadas a cabo com trufas negras exceto cópias de cor fígado, seguido de um pescoço longo e elegantes formulários, ligeiramente arqueado; traseira curta, caixa larga, pernas fortes e boas musculares. A cauda é muitas vezes ser amputada. Sua altura varia entre o 35 e o 37 cm e seu peso entre o 6,5 e o 7,5 kg. Como o manto pode ser preto e Tan, Azul e fogo, Red, trigo, cinzento vermelho, fígado, blue black; às vezes com manchas brancas no peito e pernas.

    Caráter e habilidades

    É um cão simpático com seu próprio, também com crianças se respeitam, muito confiante no próprio, olhar expressão alegre e animada, Guardião muito e corajosa por jaqueta de natureza.

    Lakeland Terrier, É um cão que está bem adaptado à vida em um apartamento ou uma casa. É um cão que precisa o exercício diário (não excessivo) e que também, como a maioria do Terrier, Ela gosta de caçar pequenos vermes.

    Saúde de Lakeland Terrier

    O Lakeland Terrier eles são uma raça muito saudável, embora possam ter alguns problemas genéticos. Isso inclui problemas oculares, como catarata, glaucoma e luxação da lente, e um distúrbio da coagulação sanguínea chamado doença de vonWillebrand.

    Muitas raças de cães pequenos, incluindo o Lakeland Terrier, pode desenvolver a doença de Legg-Calvé-Perthes (LCPD), um distúrbio ósseo que requer cirurgia. Os cães às vezes também têm uma condição chamada distiquíase, cílios que crescem das glândulas no canto dos olhos do cão e causam irritação. Os sintomas podem ser leves e facilmente gerenciáveis ​​ou graves e requerem cirurgia.

    Lembre-se que depois de levar um cachorro para casa nova, Ele tem o poder de proteger um dos problemas mais comuns de saúde: a obesidade. Manter um Lakeland com um peso adequado é uma das maneiras mais fáceis para a vida prolongar. Para tirar o máximo partido das habilidades preventivas para ajudar a garantir um cão saudável para a vida.

    Cuidados com o Lakeland Terrier

    Lakeland tem uma camada dupla: duro e magro por fora com uma camada interna macia ao lado da pele. O cabelo é ligeiramente ondulado ou liso. Para anel de exibição, o casaco é despojado à mão para mostrar o contorno do cão, dando-lhe uma aparência elegante e trabalhada. O ” o preenchimento” – pelo adicional – no rosto e nas pernas, eles são abundantes, mas limpos com uma textura limpa.

    Se você deseja que o seu Lakeland tenha a aparência distinta da raça, você terá que aprender a fazê-lo sozinho ou encontrar um cabeleireiro familiarizado com a tarefa, o que pode ser um desafio. Mostrar casaco é ainda mais difícil de alcançar. A maioria dos donos de animais simplesmente prepara seus cães algumas vezes por semana e apara a cada dois meses..

    O resto é cuidados básicos. unhas cortadas conforme necessário, geralmente uma vez por semana ou duas. Escove os dentes frequentemente com uma pasta de dentes para animais aprovada pelo veterinário para uma boa saúde geral e um hálito fresco. Verifique semanalmente se há sujeira nos ouvidos, vermelhidão ou odor que pode indicar uma infecção. Se as orelhas estão sujos, Limpe-os com um cotonete umedecido com um limpador de ouvido suave e com pH equilibrado, recomendado pelo seu veterinário.. Apresente seu Lakeland ao banheiro cedo para aceitá-lo de boa vontade e pacientemente.

    Compre um Lakeland Terrier

    A melhor maneira de comprar seu filhote de cachorro Lakeland Terrier é comprá-lo localmente de um criador que seja membro do Terriesr Club ou você pode procurar no abrigo um Lakeland Terrier ou terrier similar.. Os custos são sobre 1200 EUR.

    Classificações do "Lakeland Terrier"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Lakeland Terrier" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do "Lakeland Terrier"

    Fotos:

    1 – Lakeland Terrier por https://pxhere.com/es/photo/1210535
    2 – Lakeland Terrier por https://www.pxfuel.com/es/free-photo-imoro
    3 – Lakeland Terrier por https://www.pexels.com/photo/adorable-animal-animal-portrait-blur-1029726/
    4 – Virginia Purebred – Hollybriar Natural High por Hoppyh / CC BY-SA
    5 – Grizzle e bronzeado Lakeland Terrier por Inkforest / CC BY-SA
    6 – Tallinn, Estônia, Dupla CACIB 2013, Agosto 17-18 por https://es.m.wikipedia.org/wiki/Archivo:Lakeland.JPG

    Vídeos do "Lakeland Terrier"

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 70
    • Grupo 3: – Terriers
    • Seção 1: – Terriers de médio e grande porte. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Terriers 1 Terriers de médio e grande porte.
    • AKC – Terrier
    • ANKC – Grupo 2 (Terriers)
    • CKC – Grupo 4 (Terriers)
    • KC – Terriers
    • NZKC – Terriers
    • UKC – Terriers

    Padrão da raça FCI "Lakeland Terrier"

    Veja o padrão
    ASPECTO GERAL: É um cachorro vivo, apto para o trabalho, bem equilibrado e compacto.

    TODESEMPENHO E DESEMPENHO: Alegre, comportamento corajoso, expressão vivaz, Movimentos rápidos, sempre bem acordado. Intrépido, amigável e autoconfiante.

    CABEZA: Bem equilibrado. O comprimento da cabeça da depressão nasal frontal (stop) na ponta do nariz não deve exceder o comprimento do crânio desde a depressão occipital até a depressão frontal-nasal.

    GIOhN CRANIANA:

    Cenfurecido: Plano e bem delineado.

    GIOhN FACIAL:

    • Trufa: Preto, exceto em amostras de cor de fígado em que deve ser dessa cor.
    • Hocico: Largura, mas não muito tempo.
    • Mordida / Dentes: As mandíbulas são poderosas. Mesmo dentes. Mordida em tesoura perfeita e completa, i.e., que a face interna dos incisivos superiores está em contato próximo com a face dos incisivos inferiores; dentes deve ser definido quadrado nas mandíbulas.
    • Ojos: Cor escura ou avelã. Olhos oblíquos são indesejáveis. Orelhas: Moderadamente pequeno, sob a forma de “V” e transportado em uma posição de alerta. Eles não devem ser colocados muito alto ou muito baixo na cabeça.

    COMELLO: Longo e elegante, ligeiramente arqueado, sem papada.

    COMERPO:

    • Espalda: Strong, moderadamente curto. Lombo de porco: Bem acoplado.
    • Peco: Razoavelmente estreito.

    COLA: Anteriormente o costume época amputar a cauda.

    • Amputada: De boa inserção e rolamento ereto, sem curvar nas costas.
    • Semn amputação: De boa inserção, rolamento ereto, sem enrolar nas costas ou torcer. No balanço com o resto do cão.

    EXTREMIDADES:

    MEMBROS ANTERIORES: Membros heterossexuais, provido de bons ossos.

    Ho(m)bros: bem definidos.

    MEMBROS POSTERIORES: Forte e musculoso. Coxa: Longo e vigoroso.

    • Cajadoemll-: Bem angulado.
    • Aarticulação tíbio-tarso: Bem descido. Metatarso: Em linha reta.
    • Pemisto é: Pequeno, Compacto, redondo e com apoios de pés sólidos.

    ANDADURA / MOVIMENTO: Os membros anteriores e posteriores devem ser trazidos para a frente e paralelos. Os ombros se movem perpendicularmente ao corpo e sem grudar nas laterais. As articulações femoro-tíbio-patelares não devem ser viradas para dentro ou para fora. Bom impulso produzido por membros posteriores bem angulados.

    MANTO

    Pelo: Denso, resistente e resistente às intempéries. Deve ter uma boa camada interna de cabelo.

    Color: Preto e Tan, Azul e fogo, Red, trigo, cinzento vermelho, fígado, blue black. São permitidas pequenas manchas brancas nos pés e no peito, mas eles não são desejáveis. Cores de mogno ou fogo intenso não são características da raça.

    TALLA E PESO:

    Alturpara a cruz: Não deve exceder 37 cm (14 1/2 polegadas).

    Peso: Média: Machos: 17 Português libras (7,7 kg).

    Fêmeas: 15 Português libras (6,8 kg).

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTAS DESQUALIFICANDO:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    EleAs últimas alterações estão em negrito.

    TRADUCCION: Lic. Oscar Valverde Calvo (Costa Rica) e Jorge Nallem (Uruguai).

    Nomes alternativos:

      1. Lakeland (Inglês).
      2. Lakeland (Francês).
      3. Lakeland (Alemão).
      4. Lakeland (Português).
      5. Lakeland (español).

    Laika da Yakutia
    Rusia FCI 365 . Cães Nórdicos de Trenó

    Laika de Yakutia

    O Laika da Yakutia eles são cães muito inteligentes, com um prodigioso senso de cheiro e um exagerado senso de direção

    Conteúdo

    História

    A história dele “Laika da Yakutia” é muito extensa. Durante séculos, trenós puxados por cães foi algo muito importante para a maioria dos povos do Norte da Rússia, devido ao seu modo de vida e o clima a que foram submetidos. No Neolítico, na linha da Costa do nordeste da Ásia, Estes cães foram utilizados para transporte e caça.

    No início do ano 90, Houve uma descoberta na ilha de Zhokhov (Ilhas de Novosibirsk, Yakutia), eles encontraram um sítio arqueológico de caçadores e cães. Ele foi investigado por um arqueólogo de São Petersburgo, Vladimir Pitulko, Lá, ele encontrou restos arqueológicos trenós, arreios e eles ainda mantiveram os ossos de cães. Usando o método de datação por radiocarbono demonstrou que esses restos tinham um comprimento de 7.800 - 8.000 anos. Isso, É a mais antiga descoberta que teve lugar no Ártico.

    Etnógrafos MG Levin (1946), Smolyak AV (1978) e outros autores, eles compartilham que desde os tempos antigos (até os dias atuais), para os povos indígenas do Norte, os cães de trenó sempre foram animais universais: eles estavam atirando animais, eles foram usados também como alimento, e suas peles foram utilizados para a fabricação de roupas e os rituais de adoração. Vezes, os cães foram sacrificados e foram usados para cerimônias religiosas.

    Muitas descobertas geográficas árticas foram feitas possíveis, com os cães de trenó. Os dois pólos da terra foram descobertos com a ajuda destes cães, em 1907, F. Cozinhar e 1909 R. Piry chegou ao pólo norte. Em 1911, Amundsen foi uma bandeira norueguesa no Pólo Sul, em condições climáticas hostis, fez 2.980 Miles em 99 dias com cães de trenó.

    Laika da Yakutia
    Laika da Yakutia

    Até 1960 trenós puxados por equipes de cães eram importantes e, Às vezes o formulário disponível apenas de transporte de Inverno nas regiões do Norte da Rússia. Eles foram usados não só pela população local, mas também por agências governamentais, incluindo as tropas da fronteira, o serviço postal e expedições científicas. De acordo com dados do arquivo, no fim do 50 anos do século XX, no norte da Uluses de Yakutia, o número total de cães foi de 33 000. A diminuição em trenós puxados por cães na Rússia foi iniciada durante os últimos trinta anos do século XX, Quando apareceu no mercado os snowmobiles, Isto levou a um declínio de peles e a indústria pesqueira local, que aos poucos levou à extinção do uso de cães de trenó

    “Dê-me o Inverno e uma equipe de cães, e tomar todas as” eles são palavras do famoso viajante do Norte Knut Rasmussen, quem fez a viagem mais tempo em trenós puxados por cães. Esta frase descreve a importância que tiveram estes cães para o comprimento e largura da história, e que, por sua vez, Ele mostra que, sem eles, muito do que conhecemos hoje pertencia a nossa ignorância.

    O primeiro registro escrito dos cães em datas do território Yakutian 1633. Nos documentos da época, Rio Olenek, Yana e rio Kolyma é referido como “Rios de cães”. Na Sibéria, os rios são divididos em “rios de cão” e “Rio Deer”. Nos rios ricas em peixes, Foi fácil de capturar e armazenar o número suficiente de peixes (peixe seco – yukola) para alimentar os cães e assim chamado cão Rio. Quando há peixe não, Era difícil usar cães para os transportes e as renas foram usadas, O que são os rios de renas. A viagem ao longo dos rios"de cães" foi mais difícil, devido à necessidade contínua para pesca e caça para obter suficiente alimento para cães.

    Em 1843, publicado o “Manual de Geografia do Império Russo” de Ivan Yakovlevich Pavlovsky, Neste livro, descreveu o Laika da Yakutia como uma raça especial, como “um animal domesticado usado para puxar trenós e caça”.

    Características físicas

    Laika da Yakutia
    Laika da Yakutia

    O Laika da Yakutia, é um companheiro de caça excelente, eles não são geralmente muito grandes, sua altura é de 50 - 60 cm, e a razão de seu tamanho devido à alimentação, Tendo em conta o clima hostil, Às vezes o alimento era realmente pobre, No entanto em outras áreas em que a corrida tem desenvolvido, seu tamanho aumenta significativamente. A expressão do lado nos deixa uma astúcia ar misturado com melancolia.
    Vladimir Ilyich Mikhelson foi o primeiro a descrever a raça Laika da Yakutia e a diferenciou de outros cães no Nordeste da Ásia.

    O Laika da Yakutia é um robusto, construído proporcionalmente, um pouco alto e magro, o cão de tamanho médio e com camadas altamente desenvolvidas de cabelo, qual é o suficiente para sobreviver em condições adversas do Ártico. O Laika da Yakutia ele é um cachorro ativo, o ágil, curioso, com um carácter amigável e obediente, muito sociável e nada agressivo.

    Sua finalidade principal é puxar o trenó e caça. Ele é robusto, com ossos e músculos bem desenvolvidos.
    O Laika da Yakutia está em negrito, Extrovertido, Ativo, amigável e sociável, um excelente companheiro mas precisa de liberdade, espaço e é muito feliz os climas frios.

    Caráter e habilidades

    Cães Laika da Yakutia, eles vivem ao ar livre durante todo o ano redondo, em cavan verão pontuações na terra para manter fresco, ou à procura de água tentando se livrar dos mosquitos. No Inverno, Eles também tendem a cavar, eles procuram abrigo, escondido sob a neve.

    Boa nutrição e treinamento de Laika da Yakutia para o transporte sempre foi uma atividade principal da população pesqueira.

    Eles são muito inteligentes cães, com um prodigioso senso de cheiro e um exagerado senso de direção, Ele substitui uma bússola, visão e audição prodigiosa.

    Tudo isso adicionado ao seu instinto de sobrevivência altamente desenvolvido, são eles que são capazes de viajar em uma tempestade de neve, névoa, nas noites escuras e nebuloso, e encontrar o abrigo mais próximo, Se eles têm sido uma vez, suficiente para registrá-lo em sua memória.. E nós pensamos que estamos a falar de um deserto neve, não há pontos de referencia…

    Exercícios com “Laika da Yakutia”

    O Laika da Yakutia é um cão de trenó com uma presa bem definida. A raça prospera com exercícios regulares e treinamento suficiente. Com um nível de energia médio-alto, eles adoram correr ao lado de uma bicicleta, fazer corridas de trenó ou enfrentar, ou jogar pickup no quintal. Eles brincam bem com outros cães com os quais estão familiarizados., mas eles desconfiam de cachorros e pessoas estranhas. De um modo geral, esquentar rapidamente, mas a supervisão é uma boa ideia em novas situações. O Laika da Yakutia eles não são adequados para pessoas que não podem passar muito tempo com seus cães.

    Treinamento “Laika da Yakutia”

    Treine ele Laika da Yakutia É uma tarefa bastante agradável e fácil graças à sua natureza dócil e inteligência aguçada. Este cachorro tem uma forte tendência para o pensamento independente, então você não seguirá as ordens do treinador a menos que confie totalmente nele. Puxar um trenó é um talento inato desta raça, e não precisa de muito treinamento a esse respeito.

    O Laika da Yakutia buscar liderança e orientação humana, mas não responde bem às técnicas de treinamento corretivo. Trabalhe com mais entusiasmo se o processo de aprendizagem for baseado em reforço positivo e guloseimas saborosas. Como qualquer outro cachorro, o Laika da Yakutia deve aprender certas regras e normas de comportamento decente na sociedade humana, então o treinamento de obediência elementar é imperativo.

    Limpeza

    O Laika da Yakutia experimenta uma queda sazonal que pode ficar fora de controle se não for escovada regularmente. Geralmente, deve ser escovado semanalmente para evitar emaranhados e emaranhados. Quando muito sai, é uma boa ideia escová-lo todos os dias para evitar que o cabelo grude em tudo. Use uma escova de cerdas e um pente de metal ao escovar. Um tousler ou detangler pode tornar seu trabalho um pouco mais fácil também. Ja que ele Laika da Yakutia ele é um cachorro que trabalha, não há necessidade de aparar demais o pelo. Apare entre as almofadas dos pés para evitar neve, gelo e outros detritos se acumulam e causam irritação. Sua pele repele naturalmente a sujeira e não tem cheiro, então o banho só deve ser feito duas ou três vezes por ano. Apare suas unhas quando necessário, geralmente a cada duas a três semanas. Limpe seus ouvidos todas as semanas como parte de sua rotina de higiene.

    Vídeos do “"Laika da Yakutia"“

    THE YAKUTIAN LAIKA DOG – EARTH’S COLDEST SUPERMODEL

    YAKUTIAN LAIKA DOG – RUSSIA’S SUPER SLED DOGS
  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 365
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 1 Cães Nórdicos de Trenó.
    • AKC – Cães Nórdicos de Trenó

    Padrão da raça FCI "Laika da Yakutia"

    Utilização

    Os cães de trenó, caça e companhia.

    Breve resumo histórico

    O Laika da Yakutia é uma raça ancestral de cães dos povos indígenas do nordeste da Rússia ao longo do chamado “rios caninos”. Várias aplicações de Yakutian Laikas ao longo de sua vida diária durante séculos, começando com a caça, manutenção da casa, lição de casa e trenó. Em momentos diferentes, vários exploradores descreveram o Yakutian Laika com nomes diferentes. De 1635, nos pedidos pioneiros dos cossacos, Cães foram mencionados vivendo em todo o “rios caninos”. Em 1692, e Amsterdam, um cientista holandês, viajante, geógrafo e etnógrafo, Nicolaas Cornellisson Witsen North y East Tartarye: contendo gravuras “Maneiras de mover Yakutian no inverno”. Essas gravuras mostram como usar o cão como meio de transporte e também um esquiador rebocado por cães. Em 1730, Vitus Jonassen Bering usou cães do Ártico Yakutia durante a segunda expedição a Kamchatka. Ivan Pavlovsky escreveu em seu livro Geografia do Império Russo em 1843, “cães eram usados ​​para atividades postais”. E em 1850, O professor Ivan Yakovlevich Gorlov descreveu os métodos tradicionais de conservação e uso de Laikas Yakuian em Panorama da situação econômica, Estatísticas do Império Russo para 1849, “Os yakutianos usam cães para andar de trenó e carregar cargas pesadas. Durante o ano todo, os cachorros ficam ao ar livre, no verão, eles cavam um buraco no chão para se refrescar ou ficar na água devido aos mosquitos. No Inverno, procuram refúgio em poços de neve profundos que se enrolam e cobrem seus focinhos com uma cauda de pele.

    Aspecto geral

    O Laika da Yakutia é um cão compacto, médias, forte, bom muscular, com pernas moderadamente longas e pele grossa, nenhum sinal de afrouxamento. A pelagem é bem desenvolvida e deve ser suficiente para viver e trabalhar em condições árticas extremas. Dimorfismo sexual é claramente pronunciado, os machos são mais fortes e poderosos do que as fêmeas.

    proporções importantes

    O comprimento do corpo, do ombro ao traseiro, bate em um 10 - 15% a altura na cernelha.
    O comprimento da cabeça é um pouco menor que 40% a altura na cernelha.
    O comprimento do focinho está entre 38 e 40% do comprimento da cabeça.
    O comprimento da parte anterior é 52 para o 54% a altura na cernelha.

    Temperamento / comportamento

    O Laika da Yakutia é um cachorro vivo, Agile, de contato amoroso, amigável, sociável e enérgico.

    Cabeça

    Região craneal

    Cabeça

    Em forma de canto, moderadamente pontudo, proporcional ao tamanho do cachorro.

    Crânio

    Moderadamente largo, ligeiramente arredondado, com uma testa alta.

    Nasofrontal depression (stop)

    Bem marcado

    Região facial

    Trufa

    Grande, com narinas largas, preto ou marrom.

    Focinho

    Bem preenchido sob os olhos, em forma de cunha, diminuindo gradualmente em direção à trufa.

    Belfos

    Seco, apertado, bien pigmentado.

    Mandíbulas / Dentes

    Os dentes são grandes e brancos., a fórmula dentária deve ser preferencialmente completa (42 dentes). Articulado por tesoura ou alicate. Cães mais velhos que 3 anos podem ter uma dobradiça recuada.

    Bochechas

    Moderadamente marcado.

    Olhos

    Reto e largo, mas não profundo; sob a forma de amêndoa, castanho escuro, Blue; olhos pequenos (Brown, Blue) ou segmentos azuis em uma íris marrom. Pálpebras secas e bem ajustadas, que combinam com a cor da trufa. Uma pálpebra despigmentada é permitida em um fundo branco.

    Orelhas

    Forma triangular, alta, largo na base, espessura, ereto ou inclinado, coberto com pelos curtos e grossos; recoste-se quando o cachorro estiver se movendo.

    Pescoço

    Bastante longo, muscular, médio-.

    Corpo

    Generalidade

    Forte e musculoso.

    Top de linha

    Reto e firme, com uma inclinação muito ligeira moderadamente pronunciada da cernelha à base da cauda.

    Voltar

    Empresa, ampla, reto e musculoso.

    Lombo de porco

    Curta, largo e musculoso.

    Alcatra

    Ampla, muscular, longo, arredondado, quase horizontal.

    No peito

    Grande, bastante longo, moderadamente profundo, seção transversal arredondada.

    Costelas

    Bem arredondado.

    Cola

    Amarrado alto, enrolado em um semicírculo nas costas do cachorro, com uma espessa camada de pelo.

    Extremidades

    Strong, muscular, reta, bem paralelo.

    Membros anteriores

    Generalidade

    Direitos, paralelo, forte, muito bem musculoso.

    Ombro

    Inclinado, de comprimento moderado.

    Cotovelo

    Bem ajustado ao peito, colocado atrás.

    Antebraço

    Muscular, oblíqua, de comprimento moderado.

    Metacarpo

    Curta, empresa, ligeiramente inclinado.

    Membros posteriores

    Generalidade

    Construção forte e bem musculada. Visto de trás, eles são retos e paralelos.

    Coxa

    Largo e musculoso.

    Joelho

    Bem angulado.

    Metatarso

    Strong, vertical.

    Jarrete

    Comprimento médio, forte. A angulação do jarrete é bem pronunciada.

    Pés

    Enrugado, apertado, com almofadas muito duras e um revestimento espesso (escova) entre os dedos. As patas traseiras são ligeiramente maiores que as anteriores.

    Movimento

    Rápido, elástico. Os ritmos característicos são o trote rápido e o galope.

    Manto

    Cabelo

    Espessura, brilhante, reta, áspero ao toque, duração média, com subpêlo denso e altamente desenvolvido. No pescoço, forma uma juba particularmente pronunciada nos machos; engrossado atrás da anterior e posterior; um pouco assustado na fila. O cabelo é mais curto na cabeça e na frente dos membros.

    Cor

    Branco e qualquer mistura (duas ou três cores).

    Tamanho e peso

    Altura à Cruz

    Machos: o tamanho é de preferência entre 55 e 59 cm, o tamanho ideal é 56 cm.
    Fêmeas: o tamanho é de preferência entre 53 e 57 cm, o tamanho ideal é 55 cm.

    Falhas

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado como falta, e a gravidade disso é considerado o grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão e na habilidade do cão em realizar sua tarefa tradicional.

    Falhas

    ▷ Uma grande lacuna na constituição física, membros curtos.
    ▷ Formato quadrado.
    ▷ Pecho plano, raso ou barril.
    ▷ Ritmo lento e desequilibrado.
    ▷Pelos ondulados, muito macio, muito curto com subpêlo subdesenvolvido.

    Faltas desqualificadas:

    ▷ Cão agressivo ou tímido.
    ▷ Desproporções na conformação.
    ▷ Homens do tipo feminino.
    ▷ Mandíbula muito avançada ou rebaixada com perda de contato, mandíbulas desalinhadas.
    ▷ Despigmentação total do nariz, pálpebras e lábios.
    ▷ Qualquer cor monocromática diferente de branco.
    ▷ cabelos curtos (doce).
    NB:
    • Qualquer cão mostrando claros sinais de anomalia física ou de comportamento deve ser desqualificado.
    • As faltas mais pronunciadas ou marcadas mencionadas acima são eliminatórias.
    • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos para o escroto..
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    Laika russo europeu
    Rusia FCI 304 - Cães de caça nórdicos

    Laika russo europeu

    O Laika russo europeu É caracterizada por seu grande senso de direção e sua tendência para evitar o confinamento.

    Conteúdo

    História

    O Laika é uma raça original de cachorro do extremo norte. Eles estão espalhados por toda a massa de terra da Eurásia, da Finlândia ao Mar de Bering. O Laika, em suas três variantes, É a raça de cão com a maior faixa fechada de todas. Em primeiro lugar, era chamado de cão de caça. Nas aldeias da Sibéria, No entanto, é útil de muitas maneiras. Além de seu papel de cão de caça, É um cão de proteção e de guarda e já provou seu valor como cão de trenó.

    Alguns associam um cachorro chamado “Laika” com a história das viagens espaciais. Porque a cadela Laika foi o primeiro ser vivo enviado ao espaço por humanos. Sua morte por calor na cápsula estreita Soyuz foi planejada desde o início. Mas Laika também é o nome de uma raça de cachorro. A maioria desses cães são extremamente robustos e inteligentes, com um enorme pool de genes. O Laika É uma raça de cão reconhecida pelo mundo canino desde muito cedo.. Da época 1880 existem várias descrições sobre esses cães. Naquela época, os animais já participavam de exposições caninas. Por milhares de anos eles tiveram enorme importância econômica e cultural. Grandes partes da Sibéria foram capazes de se desenvolver por humanos apenas com a ajuda desses cães.

    Da Idade Média aos tempos modernos, o Laika desempenhou um papel central no comércio de peles, o que tornou a velha Rússia rica. O Laika ele era o melhor caçador de martas. “Os cães de caça do Zibelina eles devem ser fugitivos, com um nariz requintado, rosto fino e orelhas, e possuem grande nitidez e inteligência.” Assim é dito nos relatórios antigos. Hoje, a caça de javalis e outros animais de caça é a especialidade desta raça. Por certo, o nome vem da palavra russa “lajat” para “latir”. O Laika procure e persiga o jogo silenciosamente no início. Depois de pegarem, eles começam a latir alto para que o caçador possa encontrar – Daí o nome..

    Até os anos 40, o Laika eles foram criados de acordo com a velha tradição. Sem mais preâmbulos, os espécimes mais adequados foram retirados para trabalho comum com e para humanos. Eles receberam então um padrão para a criação de cães com pedigree moderno.
    Em 1947 Quatro raças de Laika foram estabelecidas pelo Congresso Russo de Cinologistas, três deles são reconhecidos pela FCI hoje:

    Então há o Spitz finlandês, que os russos chamam de Karelo-Finnish Laika. Mas o Laika não tem nada a ver com o spitz como o conhecemos. Eles têm uma natureza completamente diferente, embora possam parecer semelhantes por fora. As corridas de Laika são muito semelhantes entre si e muitas vezes diferem apenas nos detalhes.

    Aqui nós descrevemos o Laika russo europeu, que encontrou uma certa difusão, especialmente no leste da Alemanha. Isso ainda tem suas raízes nos tempos da RDA. De 1950 o Laika tem sido caçadores aqui. Último mas não menos importante, mas não menos importante, muitos dos que trabalharam na construção de oleodutos na imensidão da União Soviética trouxeram a corrida Laika Para a Alemanha.

    Características físicas

    O Laika russo europeu é meio do tamanho de um cão, forte, com uma pelagem ligeiramente mais longa e densa. Na cabeça e orelhas o cabelo é curto e denso. A construção é quase quadrada. A Laika usa sua cauda bem emplumada nas costas. A cabeça lembra um Spitz europeu com olhos bem acordados. Ele o usa na posição vertical como um triângulo com orelhas pontudas. O padrão oficial da FCI descreve um cão forte: “Os músculos estão secos e bem treinados. Uma estrutura óssea forte. Diferenças de sexo são claramente marcadas”. A altura na cernelha está entre 52 e 58 centímetros em machos. As cadelas são uma 2 cm menor. Sem peso dado. A cor da pelagem realmente não desempenha um papel com o Laika. No Laika russo europeu preto com branco são consideradas cores típicas.

    Caráter e habilidades

    O Laika é um cão de caça puro-sangue. Tem uma nitidez de jogo distinta, defender a presa, está atento, mas não afiado.

    As características que o recomendam como cão de caça e que lhe permitem sobreviver nas duras condições de vida da Sibéria., não facilitam a sua manutenção como cão de companhia e família. Por conseguinte, a criação séria atribui expressamente importância a uma boa socialização dos cachorros que já estão no criador.

    Como caçador puro-sangue, você tem um alto nível de iniciativa e deseja trabalhar de forma independente e com perseverança.. É necessária alguma experiência, consistência e paciência para direcionar este chefe independente. Caso contrário, ele seguiria seus pensamentos e instintos na oportunidade certa e caçaria por conta própria.

    Precisa de um mestre ou cuidador ocupado, capaz e disposto a permitir muito movimento. Vale a pena. O Laika eles são cachorros realmente grandes: Altamente inteligente, capacidade dócil e aparentemente ilimitada. Você tem que se fundir muito intimamente com este cachorro. Então siga seu cuidador sem contradições. É uma experiência fantástica da natureza vagar pela paisagem com este cão bem acordado.

    O ideal é, se você pode liderá-lo na caça. O Laika não é um cão de guarda, mas ele está disposto a defender sua família de forma eficaz. Na frente de outros cães não tem interesse ou até é dominante; parece se sentir muito superior à maioria dos cães domésticos locais com seu controle corporal rústico e sentidos aguçados de emergência.

    Uma verdadeira Laika, não criado para exposições, incorpora um pedaço maravilhoso da natureza nórdica.

    Atitude

    O Laika nem um cachorro iniciante. Possui altas demandas em sua manutenção, que derivam de seu destino como um cão de caça. Além disso, ele é um cão de trabalho muito independente. Se alguém quiser ter um papel claro de liderança como humano, isso requer muita compreensão do cão. Isso abre a possibilidade de um relacionamento íntimo muito especial entre o homem e o cão., que não se baseia na submissão, mas no respeito mútuo e na verdadeira amizade. Além de sua paixão pela caça, também pode ser usado para o agilidade e outros esportes com cães. Aqui ele também é extremamente poderoso, mas também exigente. Portanto, não é suficiente apenas ir a esportes caninos com ele uma vez por semana.. Repetições monótonas também não são para você.

    Por outro lado, não é exigente quanto à atitude. No entanto, uma propriedade (bem protegido) deve estar disponível, porque em Laika ele gosta de ficar de fora, o que não deve ser confundido com manutenção do canil. Durante a caça o animal nunca perde o contato com seu guia. Mostra um extraordinário senso de direção, uma característica vital na vastidão da Rússia. Então quase sempre encontre – Se quiser – uma saída da propriedade, uma e outra vez. Um guia de caça adequado é ideal. Caso contrário, preciso de um professor ou um amante de esportes ao ar livre. A raça é extremamente robusta e adaptável, mas não é um cachorro para um apartamento.

    Educação de “Laika russo europeu”

    O Laika russo europeu pode ser bem treinado por um dono de cachorro muito experiente. Mas você tem que se envolver com ele muito intensamente. Ele é aberto e honesto e gosta de trabalhar com seu mestre e amante, embora seu “vontade de agradar” ser limitado. Não é um parceiro para qualquer tipo de truques. Não tem problemas e é frugal no manuseio diário, sempre que você tem sua carga de trabalho na caça ou esportes caninos.

    Cuidado e saúde de “Laika russo europeu”

    O Laika russo europeu é absolutamente fácil de limpar. Só preciso de um pouco de cuidado aqui e ali, durante o casaco mude um pouco mais.

    Nutrição

    O Laika está livre de problemas em sua nutrição.

    expectativa de vida “Laika russo europeu”

    Não é para o mundo das exibições de cacina, o Laika raça saudável pode facilmente alcançar 12 anos e muito mais com uma boa condição física.

    Compre uma Laika

    Como comprador, certifique-se de obter uma Laika de um criador que não procrie por endogamia e só permita o acasalamento natural.. Outras práticas são diametralmente opostas ao respeito e amor por esses cães originais e robustos. Se você está interessado em um Laika, A primeira coisa que você deve fazer é verificar se você deseja e pode passar uma vida próxima, comum e esportivo com esses cães por pelo menos os próximos dez anos. Então você deve obter informações de um criador local, quem é afiliado a um clube canino nódico. Um filhote desta raça custa cerca de 1.000 EUR.

    Doenças típicas “Laika russo europeu”

    O Laika é uma raça de cão muito saudável e extremamente robusta, contanto que ele não seja criado unilateralmente por uma suposta beldade no show de cães. Quase nenhuma outra raça de cão hoje tem a sorte de ter acesso a uma população tão grande., naturalmente original, a um potencial genético tão grande quanto o Laika na vastidão da Rússia. Resta-nos esperar que esta grande oportunidade seja aproveitada pelos clubes de criação..

    Imagens do “"Laika russo europeu"“

    Fotos:

    1 – Laika russo europeu por https://pxhere.com/de/photo/540768
    2 – Laika russo europeu por https://pxhere.com/de/photo/962571
    3 – Laika russo europeu por https://pxhere.com/de/photo/828184
    4 – Russo-europeu Laika macho em exposição canina em Katowice, 2006 por Konrad Loesch / CC POR
    5 – Laika russo europeu por Timarflex / CC BY-SA
    6 – Laika russo europeu por tracey r / CC POR

    Vídeos do “"Laika russo europeu"“

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 304
    • Grupo 5: – Cães de tipo spitz e de tipo primitivo.
    • Seção 2: – Nórdicos de Caça. Com prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Grupo 5 – Seção 2 Cães de caça nórdicos.

    Padrão da raça FCI "Laika russo europeu"

    Veja o padrão
    TRADUCCÍON: Brigida Nestler / Versão original: (IN)

    SupErvision técnico: Miguel Angel Martinez

    ORIGEM: Rússia.

    FECTENHA PUBLICAÇÃO DO PADRÃO OFICIAL VÁLIDO: 13.10.2010

    UTILIZAÇÃO: Cão de caça com utilidade variável.

    CLASAPLICAÇÃO FCI:

    Grupo 5 Spitz e cães de tipo primitivo.

    Seção 2 Cães de caça nórdicos. Com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO: É uma raça russa de cão de caça das áreas florestais europeias da Rússia. Os primeiros registros sobre cães do norte com orelhas pontudas foram publicados por A.A. Shirinsky- Shikhmatov pt “Álbum de cães de trenó do norte-laïka (Álbum de cachorro laika de trenó nórdico) em 1895. O nome dos cães mencionados lá foi Cheremis y Zyrianskiy Laïkas. A raça foi limitada às regiões de Komi, Udmurtia, Arkhangelsk, Yaroslavl, Tver, Moscou e algumas outras áreas da Rússia.

    Em 1947, aqueles nascidos em Arkhangelsk, Vamos, Karelia, Votiatsk e outros Laïkas foram unificados em uma raça chamada: Tempo em Rousseau Eurpeo.

    O padrão das Russo Europeu Laïka como raça canina foi aprovado em 1952.

    O tipo correto moderno de um Russo Europeu Laïka Como uma raça pura reconhecida, não foi obtida cruzando-se com diferentes Laïkas, mas é o resultado de cruzamentos seletivos por um longo período de tempo.

    APARSEGURO GERAL: Cão de tamanho médio, de construção média a forte. A impressão geral é de um cão de construção quadrada. Comprimento do corpo (ponta dos ombros à ponta do ísquio) é o mesmo que sua altura na cernelha.

    De qualquer forma, o comprimento do corpo pode ser ligeiramente maior que a altura na cernelha. Os músculos são bem desenvolvidos. Estrutura óssea forte. Dimorfismo sexual claramente pronunciado.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES:

    Machos quadrados, mulheres um pouco mais longas.

    Índice de formato (altura / longo)

    machos: 100/100-103

    fêmeas: 100/100-105

    A altura na cernelha excede a altura na garupa em 1-2 cm nos machos e é igual ou superior à altura da garupa na 1 cm nas fêmeas.

    O comprimento do focinho é ligeiramente menor que a metade do comprimento da cabeça. A distância do chão ao cotovelo é um pouco maior do que a distância da cernelha ao cotovelo.

    TOMPERAMENTO / COMPORTAMENTO:

    seguro, temperamento equilibrado com olfato bem desenvolvido e detecção de presas

    CABEZA: Fina, vista superior em forma de cunha, triangular e mais longo do que largo.

    GIOhN CRANIANA:

    • Cenfurecido: Relativamente largo com occipital bem pronunciado.
    • Nasofrontal depression (Stop): Sobrancelhas ligeiramente salientes, dando a impressão de uma parada pronunciada, mas nunca é pronunciado com nitidez.

    GIOhN FACIAL:

    • Trufa: Tamanho médio, o nariz é preto em todas as cores do manto.
    • Hocico: Magro e pontudo. O comprimento do focinho é ligeiramente menor que o comprimento do crânio. Planos de focinho (ossos nasais) e o crânio são paralelos.
    • Labios: Confortável e apertado.
    • Mandíbulas / Dentes: dente branco, grande, forte, totalmente desenvolvido e uniformemente colocado. Dentição completa (42 dentes) de acordo com a fórmula dentária, mordedura em tesoura.
    • Bochechas: Bem desenvolvido, maçãs do rosto e músculos claramente pronunciados.
    • Ojos: Eles não são grandes, forma oval com pálpebras moderadamente oblíquas. Nem afundado nem protuberante com uma expressão viva e inteligente. Castanho escuro ou castanho em todas as cores de cabelo.
    • Obares: Erigir, eles não são grandes, Mobile, inserção alta, Forma de V, pontudo.

    COMELLO: Muscular, fino e seco, transversalmente longo- oval. Seu comprimento é igual ao comprimento da cabeça. O pescoço é inserido aproximadamente entre 45 - 50 ° da horizontal.

    COMERPO

    • Cruz: Bem desenvolvido, muito bem pronunciado, especialmente em homens.
    • Espalda: Derecha, forte, muscular, moderadamente largo.
    • Ele(m)o: Curta, Largura, boa musculatura, levemente arqueado. Alcatra: Ampla, moderadamente longa, levemente inclinada.
    • Peco: Largura, profundidade, transversalmente oval, alcançando o nível do cotovelo.
    • Línmenor ea e barriga: Visivelmente retirado. A linha inferior do tórax até a cavidade abdominal é bem pronunciada

    COLA: Pode ser em forma de foice ou enrolado; toque nas costas, coxa ou jarrete. Quando esticado atinge a junta do jarrete ou 2-3 cm. menos.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES: Membros finos, muscular, visto de frente ou de lado. Moderadamente separados e paralelos. A altura dos membros anteriores, do cotovelo ao chão, é ligeiramente superior à metade da altura na cernelha.

    • Ho(m)bros: Escápulas longas e bem inclinadas.
    • Antbraço: Longo, bem colocado de volta, músculo. O ângulo entre a escápula e o antebraço é bem pronunciado.
    • Cotovelo: Bem no corpo. Os cotovelos são bem desenvolvidos e recuados, paralelo ao eixo do corpo.
    • Brazo: Direito, Delgado, músculo oval. Visto de frente, moderadamente separado e paralelo.
    • Metacarpo: Curta, ligeiramente inclinado visto de lado. De preferência sem ergôs.
    • Pemé anterior: Oval, dedos arqueados e fechados.

    MEMBROS POSTERIORES: Muscular, com angulações muito bem definidas de todas as articulações. Vistos por trás, os membros são retos e paralelos.

    • Coxa: Moderadamente longa, colocação oblíqua. Joelho: Bem angulado.
    • PemEsquema: Não mais curto que a coxa, colocação oblíqua.
    • Metatarso: Colocado quase vertical. Visto do lado, uma linha perpendicular do jarrete ao solo deve cair bem na frente da planta do pé. A presença de ergôs não é desejável.
    • Pemé mais tarde: Oval, dedos arqueados e fechados.

    MOVIMENTO: Movimento livre.

    PIEL: A pele é grossa e elástica.

    MANTO

    • Pelo: O cabelo externo é duro e liso. Subpêlo bem desenvolvido, espessura, Soft, grosso e lanoso. O cabelo na cabeça e nas orelhas é curto e espesso. O cabelo nos ombros e pescoço é mais longo do que no corpo e forma uma gola, nas maçãs do rosto formando bigodes laterais. O pelo na cernelha também é um pouco mais longo, especialmente em homens.
    • Membros cobertos com cabelo curto, disco rígido, espesso que é um pouco mais longo atrás. O cabelo nas patas traseiras forma calças sem penas.
    • Há o crescimento de um cabelo protetor entre os dedos.
    • A cauda é profusamente coberta por pêlos retos e duros que são ligeiramente mais longos na parte inferior, featherless.
    • Color: A cor mais comum é preto e branco ou preto e branco. Pode ocorrer tanto preto sólido quanto branco sólido.
    TAMÃO E PESO:
    Alturpara a cruz Machos: 52-58 cm
    Fêmeas: 48-54 cm

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios mencionados acima é considerado uma falha e sua gravidade é considerada no grau de desvio do padrão e suas conseqüências na saúde e bem-estar do cão e na capacidade do cão de executar sua tarefa tradicional..

    • Desvio das características sexuais
    • cabeça de maçã, celebridades antecara, bochechas não desenvolvidas o suficiente
    • Arcos superciliares muito desenvolvidos
    • Ausência parcial de pigmentação na trufa, lábios, pálpebra
    • Lábios pendentes
    • Bite em clipe, dentes pequenos, marcado ou com colocação separada
    • Ausência de mais de um dos PM1 e PM2
    • Olhos grandes, pequeno, rodada, colocação não oblíqua, afundado ou saliente, cor clara.
    • Fraco de volta, estreito ou íngreme.
    • Lombo comprido, estreito ou arqueado.
    • Plano de grupo, estreito ou íngreme
    • Peito estreito, avião, em forma de barril ou raso.
    • Metacarpos direitos, fraco
    • Pé de Jack, lebre, Aberto.
    • Movimento restrito.
    • Pele espessa, solto ou dobrado
    • Subpêlo insuficiente, ausência de colarinho e bigodes laterais
    • Grey, manchas ou salpicos na cabeça e nas extremidades, da mesma tonalidade da cor b
    • Altura 2 cm acima do limite estabelecido.

    FALTAS GRAVES:

    • Grandes desvios das características sexuais
    • Ossos leves ou pesados, corpo grosso.
    • Obesidade ou magreza.
    • Cabeça muito longa, parada subdesenvolvida ou abrupta.
    • Focinho curvado para cima, muito longo, tosco.
    • Despigmentação de trufas, lábios e pálpebra
    • Ausência de mais de 4 pré-molares, incluindo PM1.
    • Orelhas grandes, baixa inserção, não móvel
    • Orelhas com bordas arredondadas, pavilhão superdesenvolvido.
    • Peito raso.
    • Pés definidos leste-oeste, pé de pombo ou testa arqueada.
    • Ombros inseridos muito retos ou muito oblíquos
    • Costas estreitas com joelhos voltados para fora, muito próximos ou muito largos, posterior sobre angular ou reta.
    • Movimento pesado, forçado ou afetado.
    • Cabelo comprido na parte de trás dos membros anteriores, penas do obvi
    • Cabelo atípico durante a lama
    • Marcas de fogo (Red) sobre a cabeça e membros, diferente da cor ba

    FALTAS DESQUALIFICANDO:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    • Mordida errada, ausência de dentes (diferente de PM1 e M3) incluindo uma mordida em pinça antes 6 anos de idade.
    • Olhos gazeos, manchado ou de uma cor diferente
    • Orelhas penduradas ou semi penduradas
    • Cauda curta congênita, em sabre ou cauda de lontra.
    • Cabelo na cauda muito curto, muito longo ou formando ameixa
    • Todas as outras cores não aceitas.

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    Nomes alternativos:

      1. Laĭka (Inglês).
      2. Laĭka (Francês).
      3. Russisch-Europäischer Laïka, Laĭka (Alemão).
      4. Laika (Português).
      5. Laika (español).