Flat-coated retriever
Inglaterra FCI 121 . Cães Cobradores de Caça (Retrievers)

Flat-coated retriever

O Flat-coated retriever deve ser redescoberto como cão de companhia e também para o trabalho, porque ainda é preferível Labrador retriever e em menor grau para Golden Retriever

Conteúdo

História

O Flat-coated retriever nasceu durante o século 19 na Escócia. Ele é um membro da grande família do Recuperador, com quem você compartilha muitas características físicas e mentais. Por conseguinte, é um primo próximo de Labrador retriever, o Golden Retriever, o Chesapeake bay retriever, o Curly Coated Retriever e o Duck tolling retriever da Nova Escócia.

Os guardas florestais escoceses desenvolveram o Flat-coated retriever de cruzamentos entre o Setter Irlandês, cães de São João (já extinto) e o Terra-nova. Estas duas últimas corridas, originário da ilha de Newfoundland, foi importado pelos canadenses algumas décadas antes, em 1814. Esses casamentos deram origem a caninos do tipo Retriever que poderiam facilmente evoluir tanto na terra quanto na água.. Em particular, guarda de caça J. Hull tem dois cães chamados Old Bounce e Young Bounce (pai e filha, respectivamente), distinguidos por suas habilidades físicas e mentais. Eles foram usados ​​como modelos para estabelecer as características gerais da raça, então eles desempenharam um grande papel na sua criação. Embora os cães resultantes tivessem cabelo ondulado - eles foram chamados Wavy-Coated Retrievers-, o cruzamento com o Collie e o Labrador retriever estava amolecendo a pelagem deste cachorro.

Os primeiros representantes da raça como a conhecemos hoje nasceram na década de 1860, e muitos outros criadores contribuíram para o seu desenvolvimento. Podemos citar em particular Sewallis E. Shirley, Criador de Ettington e fundador do The Kennel Club, o clube canino britânico. Na década de 1880, estabeleceu os traços físicos da raça e traçou seu padrão oficial. Também podemos citar um criador chamado Braisfort que, em 1869 em Birmingham, foi o primeiro a expor um representante em uma exposição de cães.

O Flat-coated retriever foi usado pela primeira vez para ajudar os pescadores, recuperar peixes ou objetos que caíram na água. No século 19, era especialmente popular entre os pescadores de bacalhau. No entanto, com a evolução das técnicas de pesca, profissionais gradualmente começaram a dispensar seus serviços, mas então eles foram recuperados pelos caçadores. Este último também apreciou suas habilidades de natação, já que foi capaz de trazer de volta os pássaros que haviam caído na água após os tiros de seu dono.

O Flat-coated retriever foi um cão de caça muito popular até o final da Primeira Guerra Mundial, especialmente para caça, tanto na terra quanto na água. No entanto, o Labrador retriever e o Golden Retriever eles vieram para destroná-lo, causando uma grande diminuição no número de exemplares da raça no período entre guerras e colocando-a em perigo de extinção no início da década de. 1960. O trabalho dos entusiastas da raça não foi suficiente para restaurar sua reputação.: no final da década, esteve mais uma vez presente em grande número no país, embora nunca tenha recuperado sua antiga popularidade. Na verdade, o número de criadores interessados ​​nele permaneceu limitado, mesmo naquela época, mas isso não só tinha desvantagens: alguns acreditam que os ajudou a reter muitas das qualidades históricas do Flat-coated retriever, a começar pela sua grande capacidade de trabalho, sua inteligência e seu caráter calmo e calmo. Seu reconhecimento oficial pelo Fédération Cynologique Internationale (FCI), que veio alguns anos antes (em 1954), também ajudou a recuperar sua reputação.

No mundo todo, este cachorro ainda está relativamente sub-representado. Nos Estados Unidos, por exemplo, embora seja reconhecido pelo American Kennel Club por mais de um século (mais especificamente desde 1915, quando você estava em declínio em seu país de origem) e pela United Kennel Club De 1984, só classifica ligeiramente mais alto do que 100 no ranking da raça de acordo com o número de inscrições anuais na organização. Sua posição lá é bastante estável, ao contrário do que se observa na França, onde está ficando cada vez mais popular. Na verdade, sim no começo dos anos 80 Menor que 10 nascimentos por ano no Société Centrale Canine, este número aumentou de repente para 35 em 1987 e então aumentou quase continuamente para cerca de 200 nascimentos por ano no início dos anos 1990 2000 e superar o 300 cerca de quinze anos depois.

No entanto, não é surpreendente que sua presença seja maior em seu país de origem, com uma média de 1.200 nascimentos registrados a cada ano em The Kennel Club, a principal organização britânica. A tendência tem se mantido estável nos últimos dez anos.

Foto: A “Flat-coated retriever” fígado colorido por Fesoj-wr, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

À primeira vista, você pode pensar que o Flat-coated retriever parece um Golden Retriever preto ou marrom. Na verdade, as duas raças são tão semelhantes que, no passado, a segunda era apresentada em exposições caninas como uma variedade da primeira. Na verdade, eles são duas raças diferentes, Embora o Golden Retriever desce em parte do Flat-coated retriever e, como isso, desenvolvido como um caçador de jogos terrestres e aquáticos.

O Flat-coated retriever eles são cães de tamanho médio, harmonioso e com uma expressão viva e inteligente. O homem geralmente é mais imponente do que a mulher, medindo até cerca de 5 cm mais alto e pesando até dez quilos a mais que a fêmea.

Seu corpo é harmonioso e bem proporcionado. O peito é largo e profundo, e a lombada é curta e bem quadrada. As pernas são musculosas e de ossos sólidos. Eles são retos quando vistos de frente e levam a fortes pernas redondas com dedos dos pés cerrados.

A cauda é bem curta, reto e bem colocado. Ele sempre leva alto, mas nunca nas costas e quase nunca para de balançar.

A cabeça é bastante longa e o crânio é bastante achatado. As mandíbulas são longas e fortes, capaz de transportar animais de caça de médio porte, como lebres ou faisões. Eles são em forma de tesoura e cobrem os dentes firmemente implantados na gengiva. As orelhas são bem pequenas, caído e bem posicionado no topo da cabeça. Os olhos são de tamanho médio e castanhos ou castanhos escuros..

Como o nome sugere, a pele do Flat-coated retriever É suave. Preto ou marrom escuro, também é denso e de comprimento médio. Isso protege o Flat-coated retriever de todos os tipos de condições climáticas, de água e sujeira. O cabelo dele está mais comprido nas orelhas, o peito, o ventre, membros e cauda. Os machos também têm pêlos mais longos e abundantes no pescoço., que se assemelha a uma juba.

Altura e peso

    ▷ Tamanho macho: De 58 - 61 cm
    ▷ Tamanho feminino: De 56 - 59 cm
    ▷ Peso macho: De 27 - 36 kg
    ▷ Peso fêmea: De 25 - 32 kg

Caráter e habilidades

O Flat-coated retriever Faz parte da grande família dos Retrievers e está particularmente próximo do Golden Retriever., tanto fisicamente quanto em termos de temperamento. No entanto, uma das principais diferenças é que geralmente amadurecem mais lentamente do que outros cães e apresentam uma exuberância de filhote ao longo da vida, é por isso que às vezes são chamados de “Peter Pan dos Retrievers”. Esta grande energia e vitalidade o tornam um companheiro maravilhoso e cativante., especialmente para crianças. Por outro lado, Também implica que uma certa dose de paciência é necessária em sua educação..

Na verdade, embora ele goste de agradar, o Flat-coated retriever também pode ser um pouco teimoso. Em parte, isso ocorre porque ele adora se divertir., mas às vezes isso significa ignorar ou desobedecer ao seu mestre. Isso sim, eles geralmente são bons alunos e são sensíveis a reprimendas. Essa sensibilidade também significa que métodos de treinamento excessivamente estritos e rígidos muitas vezes não são adequados para você., pois eles podem guiá-lo na direção errada e torná-lo ainda mais teimoso. Por conseguinte, é melhor favorecer um método de treinamento de cães baseado em reforço positivo, i.e., na recompensa de bom comportamento; é o caso do treinamento clicker, por exemplo. A comida em particular pode fazer maravilhas por este cão, uma vez que representa uma motivação importante para ele. O Flat-coated retriever É um cachorro extremamente ganancioso, e também consigo lembrar fora das sessões de trabalho: à menor queda na atenção de seu proprietário, é capaz de roubar qualquer comida que você tenha em mãos, onde quer que você esteja. Por conseguinte, é aconselhável ter cuidado para não deixar comida espalhada para este cão que parece estar sempre com fome.

Tolerante e amigável, ama a todos, mesmo o menor. Combinado com o seu entusiasmo, essas características até mesmo o tornam uma raça de cão ideal para crianças. No entanto, as crianças devem ter uma certa idade: com crianças pequenas, sua exuberância e alta energia podem levar a empurrões indesejados e solavancos da cauda. A sua personalidade bastante descontraída e muito amigável também o torna um bom companheiro para os jovens reformados., contanto que possam levá-lo para uma caminhada regular e atender às suas necessidades significativas de exercícios físicos.

Em geral, ama companhia humana, tem laços fortes com sua família e precisa de sua atenção. Adora brincar por horas e, principalmente, prospera em uma grande família.

Seu bom entendimento com os humanos se estende àqueles que ele não conhece. Se ele late quando um visitante chega, é informar seu mestre, e não porque ele considera qualquer estranho uma ameaça. Muito acolhedor e simpático, ele tende a gostar rapidamente de qualquer pessoa que o encontre - especialmente se essa pessoa for legal com ele- e aproveite as visitas, é feito para qualquer coisa, menos para a guarda. Por outro lado, sua grande proximidade com os humanos e sua grande necessidade de atenção o tornam um cão que não tolera bem a solidão.. Se ele vive em uma família muito pequena para ele, corre o risco de ficar infeliz e desenvolver comportamentos destrutivos.

Morar com outros cães geralmente não traz problemas. Também se dá muito bem com um gato, desde que o trabalho de socialização adequado tenha sido feito. Por outro lado, é melhor evitar a ideia de viver com pássaros ou roedores, já que seu instinto de caça o levaria a persegui-los.

Além disso, embora esteja bem quieto por dentro, não é realmente adequado para morar em apartamento. Ele é um caçador de coração, que gosta de se exercitar em ambientes espaçosos que lhes dão a oportunidade de correr ou nadar. Ele também é um dos melhores nadadores e ama a água, nunca parece mais feliz do que quando rolando em poças, pule nas fontes ou apenas dê longos mergulhos nos lagos, rios e outros corpos d'água que encontra em seu caminho. Você precisa passar pelo menos uma hora e meia por dia para se sentir bem nas patas e na cabeça. Por conseguinte, quem pensa em adotar um Flat-coated retriever você deve garantir que ele pode lhe fornecer condições de vida compatíveis com suas necessidades, porque se você não consegue se exercitar o suficiente, pode desenvolver rapidamente problemas de comportamento, como estresse ou agressão.

Educação

O Flat-coated retriever aprenda muito rápido, mas é muito sensível: aconteça o que acontecer, você deve ter cuidado para não punir seu cão com muita frequência ou com muita severidade, como você vai se lembrar e pode se tornar resistente às sessões de trabalho. Por outro lado, o uso de um método de treinamento de cães baseado em reforço positivo - e, Por conseguinte, no uso de recompensas- como o treinamento clicker, por exemplo, vem a calhar. É preciso dizer que para ele a comida é uma importante fonte de motivação que seria uma pena não usar durante as sessões de trabalho..

O fato de ele chegar tarde à maturidade às vezes complica um pouco sua educação.. Por conseguinte, é aconselhável apenas ter paciência e calma, e acima de tudo mostram grande coerência, porque este cão inteligente não para de interpretar cada movimento e cada palavra de seu dono. Com tudo, é bastante simples de treinar, e o tempo gasto em sessões curtas de trabalho desde cedo é um investimento lucrativo e duradouro em um parceiro compatível quando adulto.

Além disso, como com qualquer cão de qualquer raça, a socialização precoce só pode ser benéfica em todos os sentidos. O Flat-coated retriever é espontaneamente muito sociável e aberto a mudanças em seu ambiente, e socialização de qualidade, através da exposição a todos os tipos de pessoas, animais, sons e situações, reforça esses traços, tornando-o ainda mais equilibrado e perfeitamente adequado para evoluir no meio dos humanos. Em especial, pode ser especialmente útil para evitar gatos confusos, pássaros ou roedores com o jogo.

Saúde

Em primeiro lugar, Deve-se notar que o Flat-coated retriever leva algum tempo para atingir a maturidade física completa e, como todas as raças de cães grandes, é especialmente frágil durante seu período de crescimento. Dependendo do indivíduo, o período de crescimento dura até 12 o 15 meses. Por conseguinte, mesmo que seja uma raça com grande necessidade de exercício, evite qualquer exercício excessivo durante esta fase, correndo o risco de danificar suas articulações, frequentemente irreparavelmente. Em especial, escadas e atividades que envolvam pulos devem ser evitadas. Você também deve evitar caminhadas excessivamente longas: antes o 3 meses, é o suficiente de 5 - 10 minutos, então não deve exceder meia hora até que tenha concluído o 10 meses.

Além disso, indivíduos negros são especialmente sensíveis a altas temperaturas. É aconselhável ficar atento a quaisquer sinais que sugiram insolação durante as estações mais quentes., já que o corpo do cachorro pode superaquecer rapidamente.

Dito isto, o Flat-coated retriever está geralmente de boa saúde. No entanto, como todas as corridas, pode estar sujeito a certos problemas, alguns dos quais são hereditários: displasia do quadril. Ao adotar um Flat-coated retriever de um criador, é aconselhável consultar sobre os testes realizados em criadores e seus filhotes., pois isso ajudará a descartar certas doenças.

Por esta razão, às vezes tem uma luxação patelar, i.e., um joelho escorregando do lugar, o que causa claudicação. A longo prazo, o atrito causado por este deslocamento também pode levar a problemas de artrite no cão. Dependendo da gravidade do deslocamento, cirurgia pode ser necessária.

Como a maioria dos cães grandes, o Flat-coated retriever você também tem um risco aumentado de displasia do quadril: o fêmur não se encaixa perfeitamente na cavidade pélvica da articulação do quadril. Alguns indivíduos podem sentir dor e claudicação em uma ou duas das patas traseiras., mas outros não mostram sintomas. No entanto, conforme o cachorro envelhece, podem aparecer problemas de osteoartrite. Como esta doença é hereditária, cães com teste positivo para displasia de quadril são excluídos da reprodução. Isso é pelo menos o que todo criador sério de Flat-coated retriever, e é aconselhável certificar-se disso ao adotar um filhote de um criador, perguntando sobre os resultados dos testes dos pais.

Outro problema que o Flat-coated retriever é a dilatação-torção do estômago. Esta síndrome séria e com risco de vida afeta cães grandes com peito profundo.. Ar ou gases se acumulam no estômago do cão, que torce e não permite sua evacuação. Pior ainda, comprime as veias circundantes, interrompendo assim o fluxo sanguíneo. Sem cuidados veterinários imediatos, o animal morre muito rapidamente.

Os diferentes tipos de câncer canino também afetam especialmente esta raça.

Osteossarcoma, por exemplo, afeta especialmente cães grandes, e o Flat-coated retriever não é exceção. É um câncer ósseo bastante agressivo, que inicialmente causa claudicação. Esta doença geralmente leva à amputação do membro afetado e quimioterapia pesada. Infelizmente, é muito raro um cão sobreviver a esta doença, já que o problema geralmente é diagnosticado tarde demais. Dependendo do caso e uma vez identificado, aqueles afetados podem viver entre 9 meses e 2 anos a mais do que se não tivessem sido tratados, graças a tratamentos adaptados.

Outra forma de câncer a que este cão está mais exposto é a histiocitose maligna. Embora esta forma de câncer seja rara, é o mais comumente observado nesta raça, e geralmente é contratado de 6 anos de idade. Aparece como uma massa localizada, mais frequentemente no cotovelo ou joelho, e progride muito rapidamente assim que aparece. Pode ser tratado com cirurgia e quimioterapia, mas as mudanças de cura geralmente são pequenas.

O Flat-coated retriever você também pode pegar linfossarcoma, um dos cânceres mais comuns vistos em cães de todas as raças. Pode aparecer em várias partes do corpo, como baço, o trato gastrointestinal, nódulos linfáticos, fígado e medula óssea.

Neste cão também está mais sujeito a hemangiossarcoma. Esta forma de câncer maligno é encontrada no revestimento dos vasos sanguíneos e no baço.. Pode ser tratado com cirurgia e quimioterapia, mas também neste caso o animal afetado tem pouca chance de recuperação.

Limpeza

Ao contrário do que seus longos cabelos escuros podem sugerir, o Flat-coated retriever é uma raça fácil de cuidar.

Seu pêlo requer escovação semanal, ou até um pouco mais se você estiver regularmente no exterior. Alguns proprietários conseguem escová-lo todos os dias para evitar que seus cabelos longos e despenteados caiam por toda a casa.. Cabelos mais longos também podem ser cortados, i.e., aqueles com orelhas, os pés, barriga e cauda; isso evita que a sujeira se acumule nos passeios.

O banho não deve ser prescrito com muita regularidade, mas pode ser útil no caso de o cachorro com cabelo comprido ficar muito sujo, por exemplo, como resultado de uma excursão em um ambiente lamacento. Em todos os outros aspectos, dar banho no cachorro 2 - 3 vezes por ano é mais do que suficiente para manter seu casaco em boas condições, além da escovação semanal.

Se você se deparar com um ponto de água durante uma de suas caminhadas, o Flat-coated retriever frequentemente tentado a dar um mergulho. Se isso acontecer, é aconselhável enxaguar o Retriever assim que sair da água, especialmente se a água for clorada, é salgado ou contém algas, a fim de prevenir quaisquer problemas de pele e mantê-la limpa.

Também pode ser útil aparar as unhas do cão uma ou duas vezes por mês.. Ao contrário do que você pode pensar com um cão tão ativo, o desgaste natural geralmente não é suficiente, já que suas garras crescem muito rapidamente.

Além disso, como no caso de qualquer cachorro com orelhas caídas, é necessário limpá-los semanalmente para evitar qualquer risco de infecção.

A sessão semanal de higiene também deve ser uma oportunidade para cuidar de seus olhos, para ter certeza de que não há problemas (rasgando, olhos vermelhos…) e limpar os contornos com água limpa.

Também é preciso aproveitar esse momento para limpar os dentes. Escovar os dentes do seu cão ajuda a prevenir o acúmulo de tártaro e problemas associados, começando com respiração forte.

Para evitar qualquer reação desconfortável devido ao seu tamanho, é aconselhável se acostumar a ser tratado o mais rápido possível, por seu mestre ou por uma terceira pessoa. Aprenda a cuidar do cachorro, os ruídos, os cheiros e as manipulações envolvidas, deve ser parte integrante da sua educação.

Uso

Usado por mais de um século como cão de caça, o Flat-coated retriever continua a se destacar nesta função hoje. Eles são adequados para todos os tipos de caça, mas eles são especialmente bons em rastrear animais menores. Eles são especialmente apreciados por sua grande capacidade de recuperar pássaros que caíram na água.

É também um cão de companhia perfeito, especialmente para um mestre de esportes ou família. Qualquer pessoa que sonha em ir correr com o seu cão - ou mesmo fazer longas caminhadas- você encontrará nele um companheiro ideal, e também se destaca em esportes caninos que aproveitam suas qualidades físicas, como agilidade, o cani-cross ou o flyball.

Por outro lado, mesmo se você for o primeiro candidato e tiver uma grande necessidade de exercícios, não se esqueça que leva tempo para atingir a maturidade física plena e que, Entretanto, você tem que salvá-lo. Por exemplo, o exercício excessivo pode causar deformidades ou alterar o desenvolvimento adequado de suas articulações, muitas vezes com consequências ao longo da vida.

Preço

Embora menos comum do que alguns de seus primos Retriever, encontre um Flat-coated retriever na Europa não apresenta nenhuma dificuldade especial, Ao contrário de, por exemplo, Estados Unidos da América, onde meses de espera podem ser necessários.

O custo de adotar um filhote de Flat-coated retriever de um criador de qualidade varia de 900 e o 1200 EUR. Obviamente, depende mais ou menos da qualidade de sua linhagem e da reputação do criador, bem como suas qualidades físicas. Não há diferenças de preço dependendo do sexo do cachorro.

Classificações do "Flat-coated retriever"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Flat-coated retriever" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “"Flat-coated retriever"“

Fotos:

1 – Flat Coated Retriever por I, Gunnandreassen, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – “Flat-coated retriever” por https://pixabay.com/photos/flatcoated-retriever-flat-coated-4219166/
3 – “Flat-coated retriever”, 8 anos por Pdusschooten, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
4 – “Flat-coated retriever” llamado molly por Usuários do Flickr David e Lynne Slater, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
5 – Flat-Coated Retriever preto por Berthold Werner, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
6 – Amarelo Flat Coated Retriever por Dancer9, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Vídeos do “"Flat-coated retriever"“

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 121
  • Grupo 8: – Cães levantadores e cobradores de caça e cães de água.
  • Seção 1: Cães Cobradores de Caça (Retrievers). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 8: Cães levantadores e cobradores de caça e cães de água – Seção 1: Cães Cobradores de Caça (Retrievers)
  • AKCSporting
  • ANKC Group 3 (Gundogs)
  • CKCSporting Dogs
  • KC – Cão de caça
  • NZKCGundog
  • UKCGun Dogs

Padrão da raça FCI "Flat-coated retriever"

DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 08.09.1988.

TRADUCCION: Lic. Oscar Valverde Calvo (Costa Rica).

ORIGEM: Grã-Bretanha.

UTILIZAÇÃO

Retriever caçando e atirando.

CLASSIFICAÇÃO FCI: Grupo 8 Cães Cobradores de Caça (Retrievers), Cães Cobradores de Caça, seção de cães de água 1 Cães retriever de caça com prova de trabalho.

OLHAR GERAL

Cachorro inteligente e ativo, médias, com uma expressão inteligente; é forte sem ser pesado, bem como magro, sem falta de substância.

CABEÇA

Longo e delicadamente moldado.

REGIÃO CRANIANA:

  • Crânio: Achatado e moderadamente largo.
  • Nasofrontal depression (Stop): Luz entre os olhos, isso não deve ser acentuado, de tal forma que não dê uma aparência caída ou côncava.

REGIÃO FACIAL:

  • Trufa: Bom tamanho, com narinas abertas.
  • Mandíbulas / Dentes: Mandíbulas longas e fortes, capaz de segurar uma lebre ou faisão. Prótese total com mordedura em tesoura, em outras palavras, a face interna dos incisivos superiores está em contato com a face externa dos incisivos inferiores e bem posicionada na maxila. Dentes saudáveis ​​e fortes.
  • Olhos: Médias, marrom ou avelã, com uma expressão muito inteligente (olhos redondos proeminentes são altamente indesejáveis). Não colocado obliquamente.
  • Orelhas: Pequeno e bem colocado nas laterais da cabeça.

PESCOÇO

A cabeça bem colocada no pescoço que deve ser razoavelmente longa e sem barbelas, simétrico e obliquamente colocado nos ombros que descem bem para baixo nas costas permitindo que você procure facilmente a pista.

CORPO

  • Lombo de porco: Curto e quadrado. Altamente indesejável lomoma acasalado.
  • No peito: Peito profundo e moderadamente largo, com uma soleira bem definida. Costelas frontais moderadamente achatadas. Eles devem ser bem desenvolvidos para trás, têm uma curvatura gradual e são mais arqueados no centro, embora esta curvatura deva ser menos pronunciada para os posteriores.

CAUDA

Curto, reto e bem definido, transportado alegremente, mas nunca muito mais alto do que a linha dorsal.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES: Devem ser retos e de boa ossatura em toda a sua extensão.

  • Cotovelos: Eles devem se mover de forma clara e uniforme no peito.

MEMBROS POSTERIORES: Muscular, sem qualquer desvio.

  • Joelho: Angulação moderada.
  • Jarretes: Angulação moderada, bem descido. Jarretes de vaca altamente indesejáveis.
  • PÉS: Bem redondo e forte, com os dedos juntos e bem arqueados, bem como almofadas grossas e fortes.

MOVIMENTO

Livre e solto, visto de frente e de trás deve estar em linha reta sem qualquer desvio.

PELES

CABELO: Denso, textura fina a média e de boa qualidade, o mais direto possível. Os membros e a cauda devem ter franjas suficientes. As franjas abundantes quando o cão atinge a maturidade completam a elegância de um bom exemplar.

COR:

Só preto ou fígado.

TAMANHO E PESO

Altura na cernelha desejada:

  • Machos: 59 – 61,5 cm (23-24 polegadas).
  • Fêmeas: 56,5 – 59 cm (21-23 polegadas).

Peso desejado em boas condições físicas:

  • Machos: 27 – 36 kg (60-80 Português libras).
  • Fêmeas: 25 – 32 kg (55-70 Português libras).

FALHAS

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

OBS..: Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Fonte:FCI

Nomes alternativos:

    1. Flatcoat, Flattie, Flatte (Sweden), flatt (Sweden) (Inglês).
    2. Flat-Coated Retriever (Francês).
    3. Flat Coated Retriever (Alemão).
    4. Flat-coated retriever (Português).
    5. Retriever de pelo liso, (en inglés Flat-coated retriever) (español).

Cão de aponte frisão
Holanda FCI 222 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Cão de aponte frisão

O Cão de aponte frisão é muito parecido com o Spaniel perdigueiro de Drente, mas menor. É praticamente desconhecido fora da Holanda.

Conteúdo

História

O Cão de aponte frisão, o Stabijhoun, É uma das cinco raças de cães mais raras do mundo. Criado no século 19, é reconhecido como o tesouro nacional da Holanda. Como poderia ser diferente com apenas 1.000 espécimes vivos? Vem das terras florestais da Frísia. Agricultores pobres, eles não podiam pagar mais de um cachorro, eles realmente precisavam de um trabalhador versátil. Da caça à vigilância e proteção do gado, também foi capaz de eliminar roedores. Na verdade, poderia fazer quase qualquer coisa.

É possível que ele descendesse do Spaniels importado para a Holanda pelos espanhóis e cruzado com o Spaniel perdigueiro de Drente. Ele também teria laços familiares com ele Pequeno munsterlander.

É muito pouco conhecido fora de seu país de origem.

Foto: “Cão de aponte frisão” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Stabyhounlayingingrass.jpg

Características físicas

O Cão de aponte frisão ele tem uma tez robusta e um belo pelo preto, marrom ou laranja, às vezes com manchas brancas. O cabelo liso é de comprimento médio, suave e sedoso ao toque. Eles são cães de tamanho médio.

Altura e peso

    Tamanho macho: De 53 - 53 cm

    Tamanho fêmea: De 50 - 50 cm

    Peso macho: De 15 - 20 kg

    Peso fêmea: De 14 - 20 kg

Caráter e habilidades

Se você tiver a sorte de encontrar um Cão de aponte frisão, você certamente apreciará seu caráter dócil. Calma e paciente, eles são cães inteligentes que às vezes podem ser teimosos. Extremamente paciente com crianças e outros animais, esta raça é, com educação adequada, obediente e leal ao seu dono. Embora o Cão de aponte frisão tem um temperamento calmo por dentro, requer muito exercício e atividade física.

Eles desconfiam de estranhos, mas eles não são agressivos por natureza. Sua educação é fácil de trabalhar porque ele é obediente por natureza. No entanto, deve ser iniciado desde os primeiros meses com métodos benevolentes e consistentes.

O Cão de aponte frisão ele é um cachorro muito próximo de seu dono, tornando difícil suportar a solidão. Períodos de solidão podem causar ansiedade e levar a distúrbios comportamentais, como destruição ou latido. Ele também é um cachorro barulhento que late regularmente., o que pode levar a problemas na vizinhança.

Com seu instinto de caça, ele pode ser um fugitivo para seguir uma trilha, se sua propriedade não está devidamente vedada.

Saúde

O Cão de aponte frisão é um cão forte e robusto que não é afetado por nenhuma patologia particular. No entanto, tema o calor e não deve ficar em um local com sombra durante uma onda de calor, pois você está em risco de forte insolação.

Limpeza

O Cão de aponte frisão é um cão resistente que não requer muita manutenção. Sua pelagem deve ser escovada regularmente para evitar nós.

Olhando para seus olhos e ouvidos, eles devem ser limpos regularmente, especialmente se for um cachorro que vive no exterior.

Classificações do "Cão de aponte frisão"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Cão de aponte frisão" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “"Cão de aponte frisão"“

Fotos:

1 – “Cão de aponte frisão” por https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Stabyhoun.jpg
2 – 10 adolescente de um mês Stabij por Molliever, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
3 – Uma foto de um stabyhoun filhote de wetterhoun para o stabyhoun página wiki de Daisai Gaming, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
4 – Stabijs – exposição mundial de cães 2010 por MJ Klaver
5 – “Cão de aponte frisão” por https://en.wikipedia.org/wiki/File:Binky_Stabyhoun.jpg
6 – “Cão de aponte frisão” por https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Stabyhoun_with_11_puppies.jpg

Vídeos do “"Cão de aponte frisão"“

Stabyhoun puppy, mum and Welsh Springer Spaniel playing
Working Stabyhoun

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 222
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • AKCHound
  • FSSFoundation Stock Service
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI "Cão de aponte frisão"

Seção:Padrões FCI

Padrão FCI Nº 222 / 9.01.1999 / E
FRISON PERDIGUERO
(Stabyhoun)
TRADUCCION: Federação Mexicana de Canófila, A.C..
ORIGEM: Holanda.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 30.05.1989.

CLASSIFICAÇÃO FCI

:

Grupo 7 : Cães de Parar ou Cães Apontadores.
Seção 1.2 Cães de Parar Continentais, tipo “Spaniel”.
Com prova de trabalho.

UTILIZAÇÃO

: Cão mostra.

OLHAR GERAL

: Cão de amostra de proporções normais, cabelos compridos com estrutura corporal forte e formato quadrado; ele não é desajeitado ou magro; a pele não tem dobras ou queixo duplo; lábios não estão pendurados.

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO: Está apegado ao seu mestre, pacífico e amigável como um cão doméstico; é inteligente, obediente e capaz de aprender; é silencioso, alerta, sem mostrar falsidade ou astúcia.

CABEÇA

: É magro. Bem proporcionado ao corpo, é mais longo do que largo; O crânio e o focinho têm o mesmo comprimento.

REGIÃO CRANIANA:
Crânio: É ligeiramente abobadado; não estreito, mas também não dá a impressão de ser largo; sua transição para as bochechas mostra uma ligeira convexidade.
Nasofrontal depression (Stop): Pouco forte.

REGIÃO FACIAL

:

Trufa: Preto em cães cuja cor básica é preta e marrom em cães cuja cor básica é laranja-marrom. A trufa é bem desenvolvida, não dividir; as janelas estão abertas.
Focinho: Poderoso, diminui gradualmente em direção à trufa, sem ser apontado. Focinho reto e largo; seu perfil não é convexo nem côncavo.
Lábios: Aderente, não pendurado.
Mordida / Dentes: Dentes poderosos, mordida da tesoura.
Bochechas: Mal desenvolvido.
Olhos: Colocado na linha horizontal, médio e redondo; pálpebras firmemente aderidas ao globo ocular, conjuntiva não visível; eles não são protuberantes ou afundados. Sua cor é marrom escuro em cães pretos e marrom em cães cuja cor básica é marrom ou laranja. Os olhos de uma ave de rapina são punidos.
Orelhas: Definir bastante baixo. O pavilhão auricular é tão subdesenvolvido que as orelhas ficam planas nas laterais da cabeça sem formar uma dobra. Orelhas com pavilhão auricular fortemente desenvolvido não são aceitáveis, que não são dobrados diretamente em sua inserção, mas mais baixos e, portanto, não ficam planos nas laterais da cabeça. As orelhas são de comprimento médio e em formato de espátula de pedreiro. O cabelo que cobre as orelhas é típico da raça : é longo na base da orelha e gradualmente encurta para baixo, de modo que no terço inferior eles são cobertos com cabelos curtos. Cabelos longos são lisos; cabelo levemente ondulado é tolerado; cabelo cacheado é inaceitável.

PESCOÇO

: Curto e arredondado; cabeça normalmente portada baixa, o pescoço forma um ângulo obtuso com a linha superior das costas. O pescoço é ligeiramente arqueado, e não tem pele flácida ou queixo duplo.

CORPO

: Strong.

Voltar: Em linha reta, bastante longo.
Lombo: Poderoso.
Alcatra: Pouco inclinado.
No peito: Visto de frente, é bastante largo. É mais amplo do que profundo, de modo que os membros da frente fiquem bem separados uns dos outros. O peitoril não em forma de quilha atinge apenas os cotovelos e não abaixo. Costelas bem arqueadas e dorso bem desenvolvido.
Barriga: Apenas ligeiramente retraído.

CAUDA

: Longo, chega até a articulação tíbio-tarsal; sua inserção não é alta. Em repouso é carregado baixo, pendurado, o terço inferior dobrando-se um pouco. Durante o movimento é transportado mais alto, mas nunca enrolado. A cauda é coberta com pêlos longos ao redor, sem formar ondas ou cachos. Estúpido, mas não forma penas.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES
Ombro: Escápulas muito próximas ao tronco e oblíquas, com boa angulação da articulação escapulo-umeral.
Antebraço: Forte e reto.
Metacarpo: Em linha reta, não está inclinado.
Pés anteriores: Os dedos são bem desenvolvidos e arqueados; não tem pés de gato ou lebre; almofadas duras.
MEMBROS POSTERIORES: Strong, com boas angulações em todas as articulações.
Perna: Não muito longo.
Jarrete: Colocado baixo.
Metatarso: Curta.
Pés de volta: Redondo com almofadas bem desenvolvidas.

PELES

CABELO: O cabelo de corpo inteiro é longo e reto, embora possa ser ligeiramente ondulado na região da garupa.
O cabelo que cobre a cabeça é curto. Na parte de trás dos membros anteriores e nas calças, cabelo é grosso e grosso, mais grosso do que emplumado. Os membros posteriores são cobertos por cabelos longos. A presença de cabelos ondulados indica uma cruz: Por conseguinte, cães com esse tipo de pele não devem ser reconhecidos como Stabyhoun.
COR: Black, marrom ou laranja com manchas brancas; manchas ou manchas podem aparecer na parte branca.

TAMANHO

:

Tamanho ideal em machos 53 cm
Tamanho ideal em mulheres 50 cm

FALTA

S: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
OBS..: Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Stabij, Beike, Stabijhoun, Fryske Stabij (Inglês).
    2. Stabyhoun (Francês).
    3. Stabijhoun (Alemão).
    4. (em alemão: stabyhoun) (Português).
    5. Perro de muestra frisón, Perro de muestra de Frisia (español).

Spaniel francês
Francia FCI 175 . Tipo Epagneul (Spaniel)

Spaniel francês

Natureza muito gentil, cortês e inteligente, o Spaniel francês está ansioso por aprender.

Conteúdo

História

As origens do Spaniel francês são muito incertos e muitas hipóteses foram levantadas.

Seu nome viria da Espanha ou do antigo espaigner francês, Isso significa “mentira”. Ele também é considerado o ancestral do “Cães de Parar ou Cães Apontadores”.

De acordo com a hipótese mais provável, o Spaniel francês seria o descendente dos cães Oysel descritos por Gaston Phoebus e usados ​​na Idade Média.

O Spaniel francês está na origem das diferentes variedades de spaniels de caça. Selecionando, tornou-se a raça elegante e atlética do tipo de “Cães de Parar ou Cães Apontadores” muito firme que hoje brilha nas competições de trabalho.

O primeiro padrão foi escrito em 1891 por James de Connick, e posteriormente foi retrabalhado e adaptado aos diferentes desenvolvimentos da raça.

Foto: “Spaniel francês”, do grupo de Cães de Parar ou Cães Apontadores franceses por Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

Cabelo: Plano, sedoso e denso. Ligeiramente ondulado atrás do pescoço, acima da cauda sobre as orelhas. Curto e fino na cabeça, mas mais longo nas orelhas.

Sua cor: Branco e marrom (canela para fígado escuro), com manchas regulares, pouco ou moderadamente manchado.

Sua cabeça : usado com orgulho, com relevos bem marcados, comprimento e largura médios. A parada é moderadamente íngreme.

Orelhas : descontraído, puxado para frente, com franjas mais ou menos longas e onduladas.

Olhos : Tão grande, oval, bronzeado a marrom na cor, de acordo com o casaco. Expressão suave e inteligente.

Seu corpo : ligeiramente mais longo que a altura na cernelha. A linha superior é reta, sempre bem apoiado, a cruz está seca e larga, as costas são largas e musculosas, a garupa é arredondada e harmoniosamente inclinada, o tórax é dividido e a região do esterno larga e curva.

Cola : Grosso na base e afunila em direção à ponta. Está abaixo da linha superior, transportado mais ou menos curvado, fornecido com cabelo longo e sedoso, ligeiramente ondulada.

Altura e peso

▷ Tamanho macho: De 56 - 61 cm

▷ Tamanho fêmea: De 55 - 59 cm

▷ Peso macho: De 24 - 25 kg

▷ Peso fêmea: De 24 - 25 kg

Caráter e habilidades

Natureza muito gentil, elegante e inteligente, o Spaniel francês está ansioso por aprender. Embora a caça seja sua principal vocação, sua sociabilidade e doçura fazem dele um cachorro que se adapta a todos os estilos.

Equilibrado e franco, eles são cães calmos e dóceis que estão dispostos e ansiosos para caçar, durante o qual eles são flexíveis e robustos.

Muito apegado ao seu mestre, sua profunda sensibilidade requer um treinamento suave.

Eles não toleram a solidão e exigem passeios regulares.

Como cuidar do seu “Spaniel francês”: suas necessidades

Como um cão de caça, o Spaniel francês você precisa se exercitar e, Por conseguinte, precisa de grandes espaços abertos. No entanto, pois se adapta muito bem a todos os ambientes, pode viver muito bem na cidade, desde que seu dono o tire regularmente. Deve ser capaz de fazer longas caminhadas, se possível também na floresta ou em uma área arborizada. É um cachorro que adora água.

Em relação à manutenção, o Spaniel francês deve ser escovado uma ou duas vezes por semana para desembaraçar o pelo.

Dieta “Spaniel francês”

Como outros cães de caça, o Spaniel francês você só precisa de uma refeição por dia como adulto, de preferência à noite. Você não precisa de nenhuma comida especial. Só tem que ser de boa qualidade, variada e adaptada à sua idade, estado de saúde e exercício físico.

Saúde “Spaniel francês”

O Spaniel francês está com boa saúde. No entanto, pode ser o alvo de certas doenças, como catarata, displasia do quadril ou eczema. Também é aconselhável monitorar e limpar seus ouvidos regularmente.

Preço de um cachorro “Spaniel francês”

O preço de um cachorro Spaniel francês vai depender do sexo, o pedigree dos pais, conformidade com os padrões da raça, etc.

Preço médio de um homem de Spaniel francês: 625€.
Preço médio de mulher de Spaniel francês: 625€.

Classificações do "Spaniel francês"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Spaniel francês" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “"Spaniel francês"“

Fotos:
1 – “Spaniel francês” por Vertwatt94, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – “Spaniel Francês” por Tux-Man, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
3 – Une femelle épagneul français à exposition por Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
4 – “Spaniel Francês” por http://epagneul-francais-buck.e-monsite.com/
5 – “Spaniel Francês” por https://www.perdrioles.com/produit/chiots-epagneul-francais-2/
6 – “Spaniel Francês” https://chiens.photos/epagneul-francais-chiot/

Vídeos do “"Spaniel francês"“

Epagneul français
Haniel & Cloé no jardim

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 175
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Spaniel (Spaniel). Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.2: Tipo Epagneul (Spaniel)
  • CKCMiscellaneous
  • UKCGun Dog

Padrão da raça FCI "Spaniel francês"

Padrão FCI no. 175 / 21.01.2009 / E
FRANCÊS SPANIEL(Spaniel francês)
TRADUCCION : IRIS Carrillo (Fédéración Canófila de Puerto Rico). Revisão técnica : Miguel Angel Martinez (Federação Cinológica Argentina).
ORIGEM : França.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 04.11.2008.

UTILIZAÇÃO : Cão mostra.
CLASSIFICAÇÃO FCI : Grupo 7 Seção de cães apontadores 1.2 Cães de Parar Continentais, Tipo Spaniel com prova de trabalho.
BREVE RESUMO HISTÓRICO : O Spaniel Francês descende de cães ossela (perdigueros) descrito por Gaston Febus e usado durante a Idade Média. É este cão que dá origem a muitas variedades diferentes de Spaniels de caça. A seleção fez dele um cão elegante e atlético que se mostra com confiança e que hoje se destaca nas competições de trabalho.. O primeiro padrão foi estabelecido em 1891 por James Connick. Desde então, foi modificado várias vezes e depois adaptado às várias evoluções da raça.
OLHAR GERAL : Cachorro de tamanho médio, elegante, muscular; de proporções médias e tipo bracóide. Sua construção harmoniosamente proporcionada revela a força e energia necessárias para o seu

UTILIZAÇÃO. A estrutura óssea é forte, sem ser áspero.

PROPORÇÕES IMPORTANTES : O comprimento do corpo (comprimento escapulo-isquiático) é de 2 - 3 centímetros maior que a altura na cernelha. O comprimento do peito é igual ou maior que 6/10 comprimento do corpo.
TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : Ele é bem equilibrado, franco, doce, calmo e dócil. Veio durante a caça, sociável com seus pares é o companheiro ideal em qualquer circunstância. Cão Apontador Excelente, ele também é um bom colecionador de jogos.
CABEÇA : O porte da cabeça é altivo, sem aparência de peso. Não é excessivamente fino e possui relevos bem definidos. É de comprimento e largura moderados.
Crânio REGIÃO CRANIANA : As faces laterais são quase paralelas. Os arcos superciliares são marcados. Visualizacões de perfil, as linhas superiores do crânio e do focinho são ligeiramente divergentes. (Stop) : É progressivo e moderadamente pronunciado.
REGIÃO FACIAL : Trufa : Brown, bem pigmentado e as janelas são bem abertas. : Um pouco mais curto que o crânio. Um focinho ligeiramente convexo é preferível a um focinho reto. : O lábio superior é bem aplicado. No perfil, cai quase verticalmente da frente e curva-se progressivamente para o canto, o que não é muito aparente, mas bem fechado. O lábio superior não deve cobrir excessivamente o lábio inferior. / Dentes : A dentadura está completa. A mordida é em forma de tesoura ou pinça (borda a borda). Os incisivos em tesoura são preferíveis aos incisivos de ponta a ponta. : Olhos castanhos a castanhos escuros, o mais próximo possível da cor das manchas, expressar doçura e inteligência. Bastante grande e de formato oval. As pálpebras próximas ao globo ocular. Na pálpebra superior as sobrancelhas são abundantes. : Bem aplicado e colocado para trás na linha dos olhos com uma boa projeção próximo às bochechas. Eles são fornecidos com cabelos sedosos e ondulados. Se a orelha for estendida para frente sem forçá-la, o membro deve chegar ao nariz da trufa.
PESCOÇO : Muscular. O perfil é ligeiramente arqueado, oval e sem barbela.
CORPO : Top de linha : Em linha reta, muito firme tanto em movimento quanto em pé. Cruz : Fina, bem extrovertido, amplo. : Largura, não muito longo e fortemente musculoso. : Ampla, arredondado, harmoniosamente inclinado ao longo da coluna. O relevo da estrutura óssea não é aparente. : Muito largo e volumoso; desce ao nível do cotovelo. Osso do peito : Linha de fundo ampla e arredondada : Ele sobe harmoniosamente em direção à região do ventre sem exagero.
CAUDA : Não aparado e atinge a ponta do jarrete. Não se desvia. É inserido abaixo da linha superior e cai obliquamente, na curva para baixo na base, curvando-se mais ou menos para cima na ponta. É grosso na base e afunila progressivamente até a ponta. Possui pêlos longos, sedosos e ondulados que começam a alguns centímetros da raiz e se estendem até o meio da cauda., e, em seguida, diminuir progressivamente para o membro.
MEMBROS
MEMBROS ANTERIORES : Eles estão bem posicionados. A parte posterior do membro anterior é dotada de pêlos sedosos e ondulados de comprimento médio acima do cotovelo, mas muito mais na região do antebraço. Esses cabelos caem até o nível do metacarpo. : Eles estão bem presos ao peito e são bastante oblíquos (50% em relação à horizontal).Braços : Seu comprimento é menor que um terço da altura na cernelha e sua obliquidade na horizontal é de quase 60 °. : Carpo e metacarpo magro e musculoso : São bem definidos, magro com ossos aparentes, mas não grosso. Metacarpos ligeiramente oblíquos. Patas dianteiras : São ovais. Dedos juntos e bem arqueados; unhas são fortes e escuras. Os espaços interdigitais são fornecidos com fios de cabelo. As almofadas são duras e escuras.
MEMBROS POSTERIORES : Visto de trás, eles são verticais, poderoso e musculoso, da coxa à perna. O cabelo na parte de trás dos membros é particularmente abundante atrás da coxa. : É largo e bastante longo, com músculos poderosos e muito aparentes. Sua obliquidade na horizontal é de 65 ° a 70 °. : Seu comprimento é visivelmente igual ao da coxa; músculos são esculpidos e aparentes. Jarrete : Sólidos e musculosos. Patas traseiras : Oval e ligeiramente mais longo que os pés da frente, mas no resto com as mesmas características.
MOVIMENTO : É solto, fácil, regular e enérgico, enquanto mantém a elegância. Os membros se movem bem no eixo do corpo, sem deslocamento vertical exagerado da linha superior e sem oscilação.
PELE : Flexível e bem preso ao corpo.
PELES
CABELO : Longo e ondulado nas orelhas, projetando-se nas extremidades destes, bem como na parte de trás dos membros e cauda. É suave, sedoso e bem abundante no corpo, com algumas ondulações atrás do pescoço e no nascimento da cauda. É plano e fino na cabeça.
COR : Pele branca e marrom, com manchas de extensão moderada que, às vezes, pode se tornar predominante. Eles são de forma irregular, pouco ou bastante manchado. Roano sem excessos. A castanha varia de canela a fígado escuro. A faixa branca e a cor branca na cabeça são valorizadas, se a marca não for muito grande. A ausência de branco na cabeça é perfeitamente admitida.
Todas as membranas mucosas externas são castanhas, sem despigmentação, especialmente no nariz e nas pálpebras.
TAMANHO : Machos : 56 – 61 cm.Hembras : 55 – 59 cm em mulheres Tolerância : + 2 cm- 1 cm.
FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada como a medida do desvio padrão e seu efeito sobre a saúde e o bem-estar do cão.
FALHAS GRAVES
• Crânio muito largo.
• Dentes posicionados incorretamente.
• Olhos claros
• orelhas parcialmente brancas, muito curto ou triangular.
• Estrutura óssea pobre.
• Cabelo crespo no corpo.
• Ausência de cabelos longos e sedosos.
FALHAS ELIMINATÓRIAS :
• cão agressivo ou medroso.
• Falta de tipo (características étnicas insuficientes, o que tem como consequência que o animal como um todo não se parece com seus semelhantes).
• Prognatismo superior o inferior, com uma perda de contato de mais de um milímetro.
• Ausência de qualquer dente (exceto PM1).
• Entropia ou ectrópio.
• Olhos heterocromos (de cor diferente).
• Olhos muito leve.
• Mancha branca ao redor do olho (marca branca dos olhos).
• Esporas nos membros posteriores.
• Qualquer cor diferente de branco e marrom.
• despigmentação perceptível no nariz e nas pálpebras, o ambos.
• Tamanho que excede os limites do padrão.
Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. Canadian Setter, French Setter (Inglês).
    2. Épagneul français (Francês).
    3. Epagneul Français (Alemão).
    4. (em francês: epagneul français) (Português).
    5. Epagneul Français (español).

Braco francês tipo Gasconha
Francia FCI 133 . Tipo Braco

Braco francês tipo Gasconha

Alguns até dizem que o Braco francês tipo Gasconha é um cachorro que nasceu treinado.

Conteúdo

História

O tipo Braco francês tipo Gasconha cresceu na região de Gasconha que leva seu nome. Ele é um descendente direto da raça mais antiga conhecida de apontando cachorros já descrito por Gaston PHEBUS, Conde de Foix. Este excelente cão apontador conseguiu preservar sua resistência. Da mesma maneira, tem mantido a eficiência dos dias em que os cães eram criados apenas para os serviços que prestavam.

Foto: Pyrenean Pointer at the World Dog Show in Poznań by Pleple2000, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

Nariz e focinho
Tem um grande nariz castanho. Tem um focinho largo, Retangular, às vezes ligeiramente convexo.

Olhos
Tem uma aparência franca. Seus olhos castanhos ou amarelos escuros estão arregalados.

Orelhas
Os ouvidos dos bravos Braco francês tipo Gasconha eles descem bem até a ponta do seu nariz. Ligeiramente curvado, virar na ponta.

Cabelo
O cabelo dele Braco francês tipo Gasconha é muito grosso. Sua cabeça e orelhas têm cabelos mais finos.

O pelo pode ser marrom, Marrom e branco, manchado ou manchado de marrom e branco ou marrom com manchas castanhas acima dos olhos, lábios e membros.

Cola
O Braco francês tipo Gasconha tem uma cauda geralmente cortada, segue bem o prolongamento da linha convexa da garupa. Uma cauda longa não é considerada um defeito, contanto que seja bem administrado; nem a cauda curta de
nascimento

Caráter e habilidades

Inteligente, obediente e muito apegado ao seu mestre, os cães amáveis Braco francês tipo Gasconha eles são suaves e calmos. Alguns até dizem que é um cachorro que nasceu treinado.

Seu treinamento será tranquilo e precoce, já que é um cachorro muito sensível, mesmo tímido, e você tem que se acostumar com os ruídos da cidade muito rapidamente. Não vamos esquecer que você é um atleta e que você precisa “Desafogar” regularmente. Suave e calmo, adapta-se muito bem à cidade, contanto que você se acostume com isso em uma idade jovem. O Braco francês tipo Gasconha deve morar com seu cuidador e é muito carinhoso com as crianças.

Educação

A reputação de Braco francês tipo Gasconha está bem estabelecido. Como o primo dele, o Braco francês tipo Pirenéus, “nascido treinado”, dizem seus seguidores. Inteligente e muito apegado ao professor, saberá como aprender todos os truques de uma boa educação.

É um cão sensível com o qual você deve usar delicadeza. Este cachorro deve entender os mandamentos para assimilá-los. Uma das razões pelas quais os métodos coercitivos devem ser proibidos. Isso também é válido para todas as raças de cães.

O Braco francês tipo Gasconha pode ser perfeitamente adaptado para viver na cidade. No entanto, terá que ser apresentado ao barulho e às multidões em uma idade muito jovem.

Classificações do "Braco francês tipo Gasconha"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Braco francês tipo Gasconha" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vídeos do “"Braco francês tipo Gasconha"“

Braque Francais-type Gascogne
Braque Francais-type Gascogne

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 133
  • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco

Padrão da raça FCI "Braco francês tipo Gasconha"

FCI Padrão No. 133 / 07.08.1998 / E
Braque Francais, TIPO "GASCUN"(Braque Francês, tipo «Gascogne»)
TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A. C.
ORIGEM : França.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 06.05.1988.

UTILIZAÇÃO :

Cão mostra.

CLASSIFICAÇÃO FCI :

  • Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
  • Seção 1.1 Cães de Parar Continentais, tipo Braco. Com prova de trabalho.

Existem dois tipos diferentes : o grande, tipo «Gasconha» e o pequeno, tipo «Pyrenees». Ambos são originários do sudoeste da França e dos Pirenéus Centrais, onde foram preservados em sua forma original..

OLHAR GERAL :

O French Pointer é um ponteiro de tamanho médio, de tipo bracoide, nobre na aparência, robusto, mas não muito pesado; forte, com bons membros. Mulheres são melhores. A pele é lisa e bastante solta.

PROPORÇÕES IMPORTANTES :

O comprimento do focinho é ligeiramente menor que o do crânio.

CABEÇA :

Muito grande, mas não muito pesado. Os eixos longitudinais superiores do crânio e focinho são ligeiramente divergentes.

REGIÃO CRANIANA :

  • Crânio : Quase plano ou ligeiramente arredondado; apresenta um sulco médio não muito profundo. A protuberância occipital é pouco acentuada.
  • Nasofrontal depression (Stop) : Nem afundado nem acentuado.

REGIÃO FACIAL :

  • Trufa : Espessura, Brown; as janelas estão abertas.
  • Focinho : Largo e retangular; às vezes um pouco convexo.
  • Lábios : Eles descem um pouco até formarem dobras no canto.
  • Mandíbulas / Dentes : A dentadura deve ser completa. Mordida em pinça é tolerada.
  • Olhos : Bem aberto e bem colocado em sua órbita. Marrom ou amarelo escuro. Frank parece.
  • Orelhas : Comprimento médio, implantado ao nível da linha dos olhos, não muito largo no ponto de inserção, enquadrando bem a cabeça, ligeiramente dobrado e arredondado em sua borda inferior. Uma ou duas rugas verticais podem aparecer no nível da bochecha e um pouco abaixo da inserção da orelha. As pontas das orelhas devem alcançar o nariz do nariz.

PESCOÇO :

Adequadamente longo, ligeiramente arqueado no topo, apresenta um pequeno queixo duplo.

CORPO :

  • Voltar : Ampla, reta, às vezes um pouco longo, mas sempre bem sustentado.
  • Lombo de porco : Curta, musculoso e ligeiramente arqueado.
  • Alcatra : Ligeiramente inclinado em relação à linha superior.
  • No peito : Visto de frente é largo; perfil é longo; atinge o nível do cotovelo; costelas arqueadas sem exagero.
  • Barriga : Flancos achatados, barriga ligeiramente retraída.

CAUDA :

Geralmente cortado, segue bem o prolongamento da linha convexa da garupa. Uma cauda longa não é considerada um defeito, contanto que seja bem administrado; nem a cauda curta de nascimento.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES : Com boa postura, eles são largos e musculosos.

  • Ombro : Muito musculoso e medinamente oblíquo.
  • Braços : Forte e musculoso.
  • Cotovelos : Colocado ao nível do esterno.
  • Pés anteriores : Os dedos estão fechados e bem arqueados, Compacto, quase redonda. Unhas fortes e almofadas grossas.

MEMBROS POSTERIORES : Excelente postura.

  • Coxas : Fortemente musculoso.
  • Pernas : Muscular.
  • Articulações do tarso quente : Ângulo médio.
  • Metatarso : Bem curto.
  • Pés de volta : Compacto, quase redonda.

PELES

CABELO :

Bastante espesso e denso; mais fino na cabeça e orelhas.

COR :

• Castanho.
• Marrom e branco.
• Marrom e branco fortemente mosqueado.
• Fogo marrom e fulvo (abaixo dos olhos, no focinho e membros).

TAMANHO :

Macho : 58 - 69 cm. Female : 56 - 68 cm tamanho ideal : 61 - 63 cm.

FALHAS :

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

• Aparência geral muito pesada ou muito leve.
• Protuberância occipital muito pronunciada.
• Lábios muito grossos ou insuficientes.
• Olhos muito redondos devido ao exagero dos arcos zigomático e supraorbital.
• orelhas planas, muito curto ou muito apertado.

• Barriga nodosa.
• Pés esmagados.

FALHAS ELIMINATÓRIAS

• cão agressivo ou medroso.
• Divergência ou convergência acentuada dos eixos longitudinais craniofaciais.
• Nariz duplo, nariz muito despigmentado.
• Prognatismo superior o inferior.
• Entropión, ectrópio. Manchas brancas nas pálpebras.
• Ausência da cauda.
• Sindactilia, polidactilia, adactilia.

Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.
OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Braco francês tipo Pirenéus
Francia FCI 134 . Tipo Braco

Braco francês tipo Pirenéus

O Braco francês tipo Pirenéus ele é sensível e amoroso, ele gosta de crianças e se sente confortável tanto na cidade quanto no campo.

Conteúdo

História

As origens do Braco francês tipo Pirenéus são iguais ao Braco francês tipo Gasconha. Eles são os melhores representantes das antigas linhas de Brachets e “Bracos” sulistas.

Já no século XV, o “Braco Francês” podem ser encontrados em telas que representam cenas de Vênus. Está espalhado por todo o território francês durante a Revolução Francesa, e a regionalização da criação permite o surgimento de raças como a Braco de Ariège ou o Braco de Auvérnia.

Uma raça que foi abandonada em favor dos cães britânicos, a criação de Braco Francês foi revivido entre as duas guerras, quando os dois caras ficaram diferentes. Desenvolvido nos Pirenéus, a raça desce do velho Braco espanhol e do agora extinto Sabujo do Sul.

Uma versão mais elegante do que o Braco francês tipo Gasconha, o Braco francês tipo Pirenéus tem pernas sobre 12,5 cm mais curto que a Gasconha.

Foto: Un braque francais, type pyrénées by Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Braco francês tipo Pirenéus apresenta as mesmas proporções e características de gênero do tipo Braco francês tipo Gasconha, só que suas dimensões são menores e sua estrutura corporal é mais leve. As diferenças são as seguintes:

  • É um cão rústico, não pesado, mas musculoso o suficiente. Sua pele é mais esticada do que a do tipo "Gasconha".
  • Os lábios são menos caídos do que os do tipo "Gasconha" ou menos convexos.
  • Os membros anteriores são mais leves do que os do “Braco francês tipo Gasconha”
  • Cabelo mais fino e curto que o tipo da Gasconha.
  • Caráter e habilidades

    Sensível e afetuosa, Ele é carinhoso com as crianças e se sente à vontade tanto na cidade quanto no campo.

    Sua educação deve ser tranquila e precoce, porque ele Braco francês tipo Pirenéus ele é um cachorro muito sensível, mesmo tímido. Por conseguinte, deve se acostumar aos ruídos da cidade muito rapidamente.

    Possui um dom natural para a caça e uma resistência muito boa.

    Ele coabita facilmente com seus companheiros e pode ficar sozinho por um dia. Se encaixa bem com um apartamento, contanto que você se acostume com isso desde tenra idade. No entanto, você precisa se exercitar muito regularmente.

    Alguns dizem que ele nasceu treinado.

    Baixa manutenção necessária.

    Classificações do "Braco francês tipo Pirenéus"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Braco francês tipo Pirenéus" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vídeos do “"Braco francês tipo Pirenéus"“

    Braque Francais Type Pyrenees NAIBE MIRA MAYA
    Vidéo Braques Francais Du Milobre de Bouisse

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 134
    • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
    • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco

    Padrão da raça FCI "Braco francês tipo Pirenéus"

    FCI Padrão No. 134 / 07.08.1998 / E

    Braque Francais, TIPO DE PIRINEUS
    (Braque Francês, tipo Pyrenees)

    TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..

    ORIGEM : França.

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 06.05.1988.

    UTILIZAÇÃO :

    Cão mostra.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores.
    Seção 1.1 Cães de Parar ou Cães Apontadores
    continental, tipo Braco.
    Com prova de trabalho.
    O pequeno ponteiro francês, o tipo «Pirineus» tem as mesmas proporções e características de gênero do tipo «Gasconha», só que suas dimensões são menores e sua estrutura corporal é mais leve. As diferenças são as seguintes :

    OLHAR GERAL :

    É um cão rústico, não pesado, mas musculoso o suficiente. Sua pele é mais esticada do que a do tipo «Gasconha».

    CABEÇA :

    Trufa : Cor marron, janelas abertas.
    Lábios : Os lábios são menos caídos do que os do tipo "Gasconha" ou menos convexos.
    Orelhas : Inserido acima da linha dos olhos, muito pouco curvado. A ponta das orelhas deve atingir até dois centímetros antes que as trufas eclodam.

    PESCOÇO :

    Pouco ou nenhum queixo duplo.

    BARRIGA :

    Menos rebaixado do que no tipo Gasconha.

    CAUDA :

    Fina, pode ser cortado ou curto desde o nascimento.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES : Eles são mais leves do que o tipo da Gasconha.
    Ombro : Muscular e moderadamente oblíquo.

    MEMBROS POSTERIORES :
    Pés : Dedos fechados.

    CABELO :

    Mais fino e mais curto que o tipo Gasconha.

    TAMANHO :

    Macho : 47 - 58 cm.
    Female : 47 - 56 cm.
    Você está procurando o tamanho de 50 - 55 cm de acordo com os usos mais numerosos.

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.
    • Aparência geral muito pesada ou muito leve.
    • Lábios muito pendentes ou finos.
    • Olhos muito redondos devido ao exagero dos arcos zigomático e supraorbital.
    • Orelhas inseridas na linha dos olhos, demasiado longo (exceder o nascimento da trufa).
    • Barriga nodosa.
    • Pés esmagados.

    FALTAS ELIMATÓRIAS
    • cão agressivo ou medroso.
    • Nariz duplo, nariz muito despigmentado.
    • Entropión, ectrópio, manchas brancas na base das pálpebras.
    • Anurismo.
    • Sindactilia, polidactilia, adactilia.

    Qualquer cão apresentando sinais claros de anormalidades físicas ou de comportamento deve ser desqualificado.

    OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Sabujo finlandês
    Finlandia FCI 51 - Farejadores de médio porte.

    Sabujo finlandês

    O Sabujo finlandês ele é amigável, calmo e nunca agressivo. Ele é enérgico na caça e é um rastreador versátil.

    Conteúdo

    História

    Como seu nome implica, o Sabujo finlandês É uma raça de cão nativa da Finlândia. Sua história é a mesma de muitos outros cães, uma vez que foi desenvolvido em resposta à necessidade de um cão de caça perfeitamente adaptado ao seu ambiente.

    É o resultado de um programa de melhoramento iniciado no início do século 19 por vários criadores que utilizavam o Foxhound-inglês e vários cães, bem como cães de caça franceses e alemães. O objetivo desses cruzamentos era criar um animal capaz de suportar as temperaturas extremas do inverno finlandês, com excelente resistência em terrenos montanhosos, um latido de trombeta para alertar os caçadores e um olfato particularmente desenvolvido que lhe permitiria se destacar no rastreamento de lebres e raposas. Este programa de melhoramento foi um sucesso, e a cadela que ele deu à luz, chamada Suomenajokoira, ganhou popularidade rapidamente graças às suas admiráveis ​​habilidades de caça e temperamento amigável.

    Quando foi fundado Suomen Kennelliitto, A principal organização canina da Finlândia, em 1889, sua primeira iniciativa foi desenvolver uma raça de cão padronizada da Finlândia. Muitos criadores se apresentaram para tentar fazer com que sua produção fosse reconhecida como o padrão a seguir. Três cães foram selecionados na primeira exposição de cães da organização em 1891, e mais oito foram adicionados no ano seguinte. O primeiro padrão de raça de Sabujo finlandês Foi criado em 1893 com base nesses indivíduos. Decidiu-se, entre outras coisas., aceitar apenas fulvo como cor de pelagem. No entanto, esta cor não estabilizou completamente, e os indivíduos de ninhadas sucessivas muitas vezes tinham casacos de outras cores, como preto e branco. Isso forçou o Kennelliitto também reconhecer um casaco tricolor (Griffon, preto e branco) início do século XX, que finalmente se tornou a norma. O padrão evoluiu novamente em pequenos toques depois, mas em suas linhas principais permaneceu o mesmo desde 1932.

    O Fédération Cynologique Internationale (FCI) reconheceu a raça em 1954, mas não tinha muitos emuladores. Por exemplo, não foi até mais de 40 anos mais tarde, em 1996, que o United Kennel Club (UKC) ele fez o mesmo. A outra organização de referência nos Estados Unidos, o American Kennel Club (AKC), ainda não deu o passo.

    Na verdade, assim como o prestigioso British Kennel Club ou o Canadian Kennel Club (CCC), por exemplo, a maioria das organizações nacionais ainda não reconhece o Sabujo finlandês.

    Fora da Finlândia, o Sabujo finlandês permanece totalmente desconhecido para o público em geral.

    Por outro lado, o Sabujo finlandês é muito mais popular em sua Finlândia natal, a ponto de aparecer no Top 10 das raças mais comuns no país, o que a torna a raça nacional mais difundida. No entanto, com cerca de 1.000 nascimentos por ano registrados em Suomen Kennelliitto, está em queda livre há várias décadas. Na verdade, no início do século 21, o número era mais do que 2500, e no final do 90 até ultrapassado 4000. Este declínio acentuado é devido ao aumento da urbanização e ao declínio das atividades de caça.

    O mesmo desenvolvimento pode ser encontrado em outros países escandinavos que adotaram o Sabujo finlandês, a saber, Suécia e Noruega. Em primeiro, o número de nascimentos registrados a cada ano no Svenska Kennelklubben está agora dentro 400, em comparação com mais do que o dobro no final do 1990. O número de nascimentos registrados no Svenska Kennelklubben agora é pouco mais que 150 por ano, em comparação com mais do que o triplo desse número no final dos anos 1990.

    O Sabujo finlandês ainda comumente usado como cão de caça na Finlândia, Suécia e Noruega, mas são praticamente desconhecidos fora da região escandinava.

    Foto: Sabujo finlandês por RemoteFly, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas “Sabujo finlandês”

    Atlético, resistente e forte, o Sabujo finlandês ele tem uma silhueta robusta e musculosa e um tamanho médio. O corpo dele é retangular, com peito profundo e costelas bem arqueadas. A cauda é portada baixa; é largo na base e afunila em um ponto no final.

    A cabeça é bem proporcionada em relação ao corpo e ligeiramente abaulada. Um detalhe característico da raça é o lábio superior, que cai para os lados da boca formando uma curva em forma de N quando vista de frente. Seus olhos são castanhos escuros com uma expressão calma. As orelhas são grandes, plano, cai e não muito tempo.

    O Sabujo finlandês tem uma camada dupla consistindo em um subpêlo curto, densa e lisa na textura e uma camada superior de comprimento médio, direto e bastante difícil. O casaco é tricolor, mistura de preto, fulvo e branco. Especificamente, o pelo é preto, enquanto a cabeça, as partes externas das pernas e ombros são fulvas. Ao mesmo tempo, manchas brancas geralmente estão presentes no focinho, o pescoço, o peito, o ventre, os pés e a ponta da cauda.

    Último mas não menos importante, dimorfismo sexual é apenas ligeiramente marcado nesta raça, já que as mulheres são em média mal 3 cm menor que os machos.

    Caráter e habilidades “Sabujo finlandês”

    O Sabujo finlandês é acima de tudo um verdadeiro cão de trabalho com um instinto predatório altamente desenvolvido e um caráter forte.

    Décadas de caça independente os tornaram teimosos e teimosos. Por esta razão, não recomendado para um professor novato: apenas um proprietário experiente e firme pode estabelecer e manter o nível apropriado de autoridade para obter um comportamento aceitável dele.

    Isso não diminui suas formidáveis ​​qualidades de caça., uma atividade na qual ele está alerta, energético e durável. É usado principalmente para caçar lebre, raposa e às vezes gato selvagem. Independentemente do clima e do terreno, está sempre lá e nunca poupa seus esforços, capaz de seguir uma trilha por horas em condições climáticas ruins – auxiliado por seu olfato altamente desenvolvido. Ele também é um cão de caça muito vocal., apreciado por seu latido característico, que desempenha um papel fundamental em permitir que seu mestre o siga, mesmo quando ele não está à vista, e alertar da presença de caça.

    Para combater sua energia ilimitada durante a caça, o Sabujo finlandês é geralmente calmo e amigável durante os períodos de descanso, especialmente quando eles estão em casa.

    Uma vez treinado e socializado, o Sabujo finlandês combina surpreendentemente bem com a vida familiar. Eles são conhecidos por serem muito afetuosos e estão constantemente em busca da companhia humana., formando laços extremamente próximos com seus proprietários. Ele também é um cachorro que adora crianças. No entanto, eles devem ser ensinados a interagir com ele de forma adequada e a respeitá-lo, já que eles podem não gostar de ser maltratados. Em qualquer caso., nunca deixe uma criança pequena sozinha com um cachorro, independentemente de raça.

    Seu bom relacionamento com os humanos não se limita ao seu círculo familiar. Geralmente é muito legal com estranhos. Em outras palavras, embora seus latidos estrondosos possam sugerir que ele é um bom cão de guarda, este não é o caso de forma alguma.

    O Sabujo finlandês também é sociável com outros cães, especialmente se eles foram bem socializados desde tenra idade. Por conseguinte, é perfeitamente concebível adotar um segundo cão para lhe fazer companhia.

    Isso é ainda mais verdadeiro porque sua proximidade com seus mestres facilmente o faz sofrer de ansiedade de separação quando deixado sozinho por muito tempo., uma vez que precisa de muita atenção. A presença de um pequeno companheiro pode ajudar a aliviar o problema.

    Em qualquer caso., não deve ser um gato, roedor, pássaro ou qualquer outro animal pequeno. Na verdade, mesmo se você estiver acostumada a estar perto dele, é evidente que eu não estaria seguro na presença deles, porque os instintos predatórios do Sabujo finlandês eles podem assumir o controle a qualquer momento. Além disso, é recomendável mantê-lo sempre na coleira durante suas caminhadas diárias, para impedi-lo de correr atrás de pequenos animais que passariam.

    O Sabujo finlandês é muito resistente e extremamente ativo, então você precisa de muito exercício todos os dias. Nos dias em que você costumava caçar, sua atividade de rastreamento deve ser uma quantidade adequada de exercício. O resto do tempo, precisa de pelo menos uma hora de exercícios vigorosos por dia: executar, caminhadas longas, etc.

    Manter a mente ativa também é muito importante, por isso é aconselhável treiná-lo regularmente para seguir as pistas ou jogar bola. Isso ajuda a manter seu bem-estar mental., além de sua saúde física.

    Ser feliz, o Sabujo finlandês precisa de acesso constante a um espaço ao ar livre grande o suficiente para correr livremente. É essencial que a área seja cercada para evitar o Sabujo finlandês perseguir os animais ao redor. Não é adequado para uma pequena casa sem jardim ou em um apartamento. Onde quer que eu more, sua natureza caçadora o faz latir muito e pode ser uma fonte de tensão com potenciais vizinhos.

    Educação “Sabujo finlandês”

    O Sabujo finlandês ele é inteligente e enérgico, mas é uma raça difícil de treinar. Acostumado desde sua criação a caçar sozinho, ao longo do tempo desenvolveu um caráter forte, independente e teimoso. Ele precisa ter à sua frente um mestre que seja pelo menos tão determinado, i.e., com experiência, capaz de mostrar ao seu cão que ele se decide e de manter uma mão firme em sua educação ao longo de sua vida. Por conseguinte, não recomendado para um professor iniciante, sobre aquele que logo ganharia a mão. Além disso, se é importante que as regras sejam claras e definidas desde o início pelo mestre, é igualmente importante que sejam constantes ao longo do tempo e consistentes de pessoa para pessoa, i.e., que todos os membros da casa os apliquem ao pé da letra.

    O Sabujo finlandês é difícil de lidar, mas mostra sensibilidade real, como evidenciado por sua proximidade com sua família. Por conseguinte, punições podem afetar você emocionalmente; é preferível ter uma abordagem positiva para educá-lo, usando técnicas de reforço positivo e, portanto, o uso de recompensas: doces, acariciar, estímulos…

    Em qualquer caso., a prática de caça e a habilidade de seguir uma trilha requerem muito pouco treinamento, já que são coisas que ele sabe fazer instintivamente.

    No entanto, está fortemente inclinado a querer usar suas habilidades de caça em circunstâncias que não se prestam a isso, por exemplo, correndo em potencial pequenas presas em caminhadas. Ensinar seu cão a lembrar é, portanto, de particular importância com o Sabujo finlandês. No entanto, isso pode ser difícil, porque uma vez que ele é jogado em uma pista, pode ser muito relutante em abandoná-lo, ignorando completamente as ordens de seu dono. Sinta-se à vontade para começar e aperfeiçoar seu treino em um espaço fechado e seguro, como sua casa ou jardim, antes de tentar exercícios ao ar livre..

    Além disso, Deve ser lembrado que esta raça foi encorajada desde o início a latir com freqüência e alto. Se não for para ser usado para caça, é possível tentar ensinar seu cão a não latir. No entanto, embora o último possa ser reduzido por meio de treinamento específico iniciado em uma idade muito precoce, é impossível caçar naturalmente, i.e., faça-os desaparecer completamente.

    Enfim, como qualquer cão, beneficia de ser socializado desde os primeiros meses, para se tornar um adulto equilibrado que sabe como estar entre os humanos. Além de confrontá-lo com uma ampla gama de situações e estímulos (ruídos, cheiros, etc.), deve ser apresentado sem demora às pessoas que você conhecerá mais tarde na vida (família, amigos, vizinhos, veterinário, etc.), bem como se acostumar a cruzar todos os tipos de humanos, congêneres e representantes de outras espécies. Dado seu instinto de caça, este último ponto não é sem importância: mais acostumado você está com a presença de outros animais, menos probabilidade de caçá-los mais tarde.

    Saúde “Sabujo finlandês”

    O Sabujo finlandês geralmente é robusto e saudável.

    Sua densa pelagem oferece excelente proteção contra o frio e as intempéries, mas também contra o calor. Embora precisem de sombra ou mesmo de ar condicionado em dias quentes, o Sabujo finlandês geralmente é capaz de se adaptar a quase qualquer clima.

    Os principais problemas de saúde a que a raça está mais sujeita são:

    • Ataxia cerebelosa, geralmente hereditário, que afeta a coordenação dos movimentos e impede que os filhotes afetados se movam. Então é necessário sacrificá-los;

    Certas doenças cardíacas:

    • Doença valvular, dirofilariose (Dirofilaria immitis) e cardiomiopatia;
    • Linfoma, um tipo de câncer que afeta os linfócitos, glóbulos brancos que ajudam o sistema imunológico a combater infecções. Os sintomas dependem da localização e do estágio, mas o mais comum é a falta de apetite, perda de peso, fraqueza geral e letargia, e linfonodos aumentados no pescoço. O tratamento com quimioterapia e radioterapia geralmente é iniciado, mas recaídas são comuns;
    • Displasia de quadril e cotovelo, condições ortopédicas marcadas por uma predisposição hereditária, onde os ossos não se encaixam bem. Isso leva a dificuldades de movimento (mancar, etc.);
    • Infecções de ouvido (infecções do ouvido, etc.), favorecido pelo formato inclinado de suas orelhas;
    • Displasia folicular de cabelo preto, uma condição dermatológica rara que causa queda de cabelo preto nas primeiras semanas de vida, a ponto de geralmente desaparecer antes de seu primeiro aniversário. Geralmente não afeta a saúde do cão, mas pode irritar a pele e torná-la suscetível a infecções;
    • Dermatite atópica, uma doença inflamatória da pele causada por uma alergia. Geralmente tem uma causa genética e se manifesta por coceira, arranhar e lamber sistematicamente as patas, axilas e rosto.

    Além disso, um indivíduo usado para caça também está mais exposto ao risco de lesões, parasitas, espinhos… É altamente recomendável verificar sempre que você voltar para casa, para ter certeza de que está tudo bem.

    Adotando um criador Sabujo finlandês sério e responsável (membro do clube de raça, por exemplo) normalmente permite ter as melhores garantias quanto à boa saúde presente e futura do animal. Deve ser capaz de apresentar um certificado de boa saúde estabelecido por um veterinário, o histórico das vacinas administradas e os resultados dos testes genéticos realizados nos pais e / ou no cachorro em relação a doenças que podem ter uma dimensão hereditária.

    Além disso, tal como acontece com todos os cães, deve ser levado pelo menos uma vez por ano a um veterinário para um exame completo de saúde. Isso irá garantir que você se mantenha atualizado sobre suas vacinas e pode levar à detecção precoce de quaisquer problemas.. Ao mesmo tempo, é importante certificar-se de renovar seus tratamentos anti-vermes sempre que necessário. Isso é ainda mais importante, pois você passa muito tempo ao ar livre.

    Uso de “Sabujo finlandês”

    O Sabujo finlandês é um famoso cão de caça em sua terra natal, onde sempre esteve, e ainda está sendo, costumava caçar coelhos, raposas, gatos selvagens e às vezes até alces. Eles preferem trabalhar sozinhos e são particularmente bons em seguir rastros no ar ou no solo., latindo alto.

    Embora o objetivo principal da criação desta raça nunca tenha sido fazer um animal de estimação, se encaixa surpreendentemente bem na vida familiar e às vezes pode ser mantido apenas para esse fim. No entanto, adequado apenas para um professor experiente, quem mora em uma casa com um grande jardim, frequentemente presente, e capaz de atender às suas altas necessidades de atividade física.

    Último mas não menos importante, o Sabujo finlandês é Fiel, Gentile, amoroso e carinhoso com seus donos: todas as qualidades que podem fazer dele um bom cão de apoio psicológico para seus donos. Sua sensibilidade e vínculo estreito com seus donos lhes permite reagir intuitivamente às emoções de seus donos e oferecer-lhes conforto quando percebem que algo está errado..

    Comprar “Sabujo finlandês”

    Na Finlândia, o preço de compra de um cachorro de Sabujo finlandês geralmente é entre 600 e 800 EUR. O valor cobrado depende do prestígio do bezerro, a linhagem da qual o animal descende, bem como suas características intrínsecas, especialmente físico, então pode haver diferenças de preço dentro da mesma ninhada.

    Como a raça é muito difícil de encontrar fora da Escandinávia, importar do exterior costuma ser a única opção. Neste caso, custos de transporte e administrativos são adicionados ao preço de compra, sem falar no custo de eventual inscrição no registro nacional do país adotado. Além disso, É importante, É claro, garantir que os regulamentos para a importação de cães do exterior sejam seguidos.

    Classificações do "Sabujo finlandês"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Sabujo finlandês" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do “"Sabujo finlandês"“

    Sabujo finlandês

    Sabujo finlandês

    Fotos:

    1 – Sabujo finlandês por https://pixabay.com/fi/photos/koira-n%C3%A4lk%C3%A4-pelko-vihainen-5317972/
    2 – Sabujo finlandês por https://www.hankikoira.fi/koirarodut/suomenajokoira

    Vídeos do “"Sabujo finlandês"“

    Suomenajokoira ajaa kettua

    Sabujo finlandês / Hound Finlandês

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 51
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.2: Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Farejadores de médio porte.

    Padrão da raça FCI "Sabujo finlandês"

    FCI Padrão No. 51 / 14.11.2000 / E
    FINNISH HOUND(Hound Finlandês)
    TRADUCCION : Federação Canófila Mexicana a.c..
    ORIGEM : Finlândia.
    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 17.07.1997.

    UTILIZAÇÃO :

    Cachorro usado para rastrear a caça à lebre e raposa. Seu entusiasmo pela caça não diminui, mesmo nas circunstâncias mais difíceis. Trabalhar independentemente, é um rastreador versátil que persegue sua presa com um latido alto.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    Grupo 6 Sabujos, cães rastreadores (excetouandolebreles) e raças afins.
    Seção 1.2 Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : No início do século 19 eles existiam na Finlândia, além de cães de campo finlandeses, muitos cães semelhantes às raças europeias. O desenvolvimento do Finnish Hound começou depois que o Finnish Kennel Club foi estabelecido em 1889. O primeiro padrão foi descrito em 1932. Associações de criadores de diferentes regiões do país desempenharam um papel muito importante no desenvolvimento desta raça.. Os cruzamentos realizados no início do século XX, Eles também ajudaram a criar o tronco comum do qual o sabujo finlandês descende. Tem a vantagem de ser um rastreador versátil que persegue sua presa com um latido apaixonado.

    OLHAR GERAL :

    Cão tricolor de tamanho médio e altura proporcional ao corpo que é visivelmente mais comprido do que alto na cernelha.; ele é de constituição forte, sem ser pesado. A área de apoio quando em pé é tão longa quanto o corpo ou ligeiramente mais longa; visto de frente é tão largo quanto o peito e visto de trás é tão largo quanto visto de frente. As características sexuais devem ser bem marcadas.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES :

    • A relação entre o comprimento do corpo e a altura na cernelha é 1.1 - 1.
    • A altura do tórax atinge a metade da altura na cernelha.
    • O comprimento do focinho é igual ao comprimento do crânio. O comprimento do crânio é igual a sua largura e profundidade.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO :

    Ele é um cachorro calmo, energético e amigável, nunca agressivo.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA : Visto de frente, o crânio é proporcionalmente largo e abobadado no topo. A testa é ligeiramente convexa vista dos lados. A linha superior do crânio é paralela à da ponte nasal; o sulco entre os olhos mal é visível; arcos supraciliares e occipital são claramente visíveis.
    Nasofrontal depression (Stop) : Os arcos supraciliares acentuam a interrupção da luz, mas bem definido.

    REGIÃO FACIAL :

    • Trufa : Bem desenvolvido, preto; grandes janelas móveis.
    • Focinho : É do mesmo comprimento que o crânio, é moderadamente profundo e ligeiramente mais fino; Leme nasal é reto. O lábio inferior forma a linha inferior, que é quase paralelo à linha superior do focinho.
    • Lábios : Bem desenvolvido e pigmentado. O lábio superior é lindamente arqueado. Os lábios e cantos da boca são bem ajustados.
    • Mandíbulas / Dentes : As mandíbulas são fortes. Os dentes são bem desenvolvidos e colocados simetricamente nas mandíbulas. A dentição é normal e completa. Mordedura em tesoura apertada.
    • Bochechas : Moderadamente limpo.
    • Olhos : Médias, não excelente, ligeiramente oval, castanho escuro, bem direcionado para a frente. Expressão calma. As pálpebras são pretas.
    • Orelhas : Eles ficam pendurados com a borda frontal colada na cabeça. Eles são torcidos de modo que a borda posterior esteja voltada para fora e a ponta da orelha quase para frente. Eles são implantados na linha que vai do nariz aos olhos. Eles são planos e alcançam além do meio do focinho quando puxados para frente.

    PESCOÇO :

    De comprimento moderado, muscular, limpar; linha superior ligeiramente arqueada. Quando o cachorro está de pé, a ponta do nariz está no nível da linha superior do pescoço ou ligeiramente mais alta.

    CORPO :

    • Voltar : Comprimento médio, reto e musculoso.
    • Lombo de porco : Bastante curto e forte.
    • Alcatra : Bem desenvolvido, longo e forte, ligeiramente inclinado. Ver Perfil, linha superior das costas continua em uma garupa lindamente arqueada
    • No peito : Longo e profundo, alcança os cotovelos. Costelas bem arqueadas, peitoril claramente visível.
    • Linha inferior : Ligeramente retraída.

    CAUDA :

    Inserção baixa, ligeiramente curvado, alcança as articulações tíbio-tarsais. É grosso na raiz e afunila em direção à ponta. Em repouso, fica perto dos membros posteriores; durante o movimento você pode levantá-lo, mas não acima do nível da linha superior. O cabelo que cobre a cauda é semelhante ao resto do corpo.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES :

    • Como um todo. : São bem angulados. Visto de frente, eles são retos e paralelos. Os antebraços são verticais. O ponto mais profundo do peito está ao nível dos cotovelos. Braço e antebraço têm o mesmo comprimento.
    • Ombro : Bastante longo, oblíquo e forte; perto do corpo, mas muito móvel.
    • Braços : Eles têm o mesmo comprimento que as escápulas, claramente inclinado e forte.
    • Cotovelos : Bem direcionado de volta, muito próximos e paralelos ao corpo. : Forte e musculoso com fortes ossos ovais.
    • Metacarpo : Ligeiramente inclinado.
    • Pés anteriores : Ligeiramente oval e alto, com dedos bem arqueados e juntos. Unhas duras, de preferência preto. Pastilhas elásticas, de preferência na cor preta e coberto nas laterais com pele densa.

    MEMBROS POSTERIORES :

    • Como um todo. : São fortes, bem angulado, reto e paralelo, visto de trás.
    • Coxa : Comprimento e largura, coberto de músculos fortes.
    • Joelho : Apontar para a frente. A linha anterior do membro posterior tem uma ligeira curvatura.
    • Perna : Moderadamente larga e inclinada, resistente.
    • Articulações do tarso quente : Strong, bastante baixo.
    • Metatarso : Bastante curto e forte, vertical.
    • Pés de volta : Da mesma conformação dos pés anteriores, sempre apontando para frente.

    MOVIMENTO :

    Corrida leve e eficaz com passadas amplas. A linha superior permanece nivelada e estável durante o movimento. Os membros se movem em paralelo.

    PELE :

    Espessura, bem colado em todo o corpo sem apresentar rugas.

    PELES :

    CABELO :

    O subpêlo é curto, densa e de textura lisa. A pelagem externa é de comprimento médio, pegada, reta, denso e bastante áspero.

    COR :

    É tricolor. Possui uma capa preta e uma cor castanha ou intensa na cabeça, partes inferiores do corpo, ombros, coxas e também em algumas outras partes dos membros. Geralmente tem marcas brancas na cabeça, pescoço, Backsplash, partes inferiores dos membros e na ponta da cauda.

    TAMANHO :

    Altura à Cruz : Machos 55 – 61 cm,mulheres desde 52 – 58 cm.
    Altura ideal : Machos de 57 – 59 cm, mulheres desde 54 – 56 cm.

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    • Constituição muito leve ou muito pesada.
    • Características sexuais incorretas.
    • Forma de cabeça claramente triangular.
    • Pele solta na cabeça.
    • Focinho curto ou pontudo.
    • Mordedura em torção ou leve prognatismo superior.
    • Corpo quadrado ou muito longo.
    • Garupa curta e ao mesmo tempo íngreme.
    • pés longos, achatado, dedos separados.
    • Pelagem curta e extremamente macia.
    • Cor salpicada.
    • Cor da pelagem claramente interrompida.
    • Muito cabelo grisalho ou cabelo de lobo.
    • Altura na cernelha 1 cm maior ou menor que o estabelecido na norma.
    • Um pouco tímido ou excessivamente rude perto de outros cães.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Timidez ou agressividade.
    • Total falta de pigmento na trufa.
    • Prognatismo inferior o prognatismo superior marcado.
    • Cauda quebrada.
    • Altura na cernelha mais que 1 cm maior ou menor que o estabelecido na norma.

    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Finnish Bracke (Inglês).
      2. Chien courant finnois (Francês).
      3. (Suomenajokoira, Finnenbracke, Finsk Stövare) (Alemão).
      4. (em finlandês: Suomenajokoira) (Português).
      5. (en finlandés: Suomenajokoira) (español).

    Branco e laranja francês
    Francia FCI 316 - Farejadores de grande porte

    Branco e laranja francês

    É uma raça muito incomum, praticamente desconhecido fora da França.

    Conteúdo

    O Branco e laranja francês é um cão olfativo competente de origem francesa. Foi desenvolvida especificamente para caça em grandes rebanhos e hoje esta raça é adquirida exclusivamente para caça.. Apesar de suas fabulosas habilidades de trabalho, pode ser encontrado muito raramente, não apenas em países europeus, mas também em sua França natal.

    História do Branco e laranja francês

    O Branco e laranja francês é um dos três “Sabujos franceses“, juntamente com o Tricolor francês e o Branco e preto francês. Todos esses cães são cães olfativos que caçam em grandes rebanhos e ouvem um caçador para se orientarem..

    É uma raça de criação recente; entre seus antepassados é, sem dúvida, o Billy, mas não sabemos exatamente quais cães foram usados em sua seleção. Dos três cães franceses, o Branco e laranja francês é um dos mais raros.

    Características físicas FBranco e laranja francês

    O Branco e laranja francês é um cão francês distinto que dá uma impressão rústica. Seus olhos são grandes., marrom e escuro. Localizado ligeiramente abaixo da linha do olho, seus ouvidos são flexíveis, Bem, ligeiramente parafusado e chegar à ponta do nariz. Suas caminhadas são fáceis, adota um galope leve e sustentado.

    Seu cabelo é curto e fino, limão branco ou branco-laranja, desde que a laranja não seja muito escura, tendendo a vermelho.

    TAMANHO:

    Altura à Cruz: 62 - 70 cm. Com 2 tolerância de cm para tamanho máximo.
    Peso: Um 30 Kg.

    Caráter e habilidades Branco e laranja francês

    A única função de Branco e laranja francês está caçando, por isso é difícil generalizar sobre seus padrões de comportamento e temperamento em um ambiente doméstico. No entanto, não é necessário sugerir que um espécime socializado pode se tornar um animal de estimação bem-educado e familiar. Como a maioria dos cães de caça são amigáveis com as crianças e gostam de fazer parte de suas atividades emocionantes. Este cachorro é provavelmente muito enérgico e brincalhão para ser um companheiro adequado para uma criança.

    O Branco e laranja francês tende a ficar um pouco distante e reservado na presença de estranhos. No entanto, ele nunca mostrará agressividade aberta, a menos que suspeite que algo ou alguém ameace sua família. Alguns desses cães são vigilantes o suficiente para realizar tarefas de vigilância. Esta raça sociável e carinhosa será um terrível guardião, que ele prefere saudar um intruso abanando o rabo do que recorrer às ações necessárias.

    A agressividade canina é considerada um grande defeito no temperamento dos cães, que foram desenvolvidos para caça de rebanho. Por esta razão, membros com o menor indício dessa característica indesejável são imediatamente excluídos do programa de reprodução. O Branco e laranja francês é conhecido por sua tolerância excepcional em relação a outros caninos. Apesar de sua natureza excessivamente pacífica, também requer socialização precoce a este respeito. Vale lembrar que a raça tem um impulso muito poderoso para caçar e matar outras espécies de animais., especialmente gatos vadios. Você pode se dar bem com animais de estimação individuais se tiver sido criado com eles desde seu filhote.

    Saúde do Branco e laranja francês

    Os problemas mais comuns para a raça incluem:

    – displasia do quadril canino;
    – displasia do cotovelo;
    – problemas nos olhos;
    – sarna demodex;
    – infecções de pele;
    – alergias de pele;
    – infecções crônicas de ouvido;
    – ataxia de cão de caça.

    Cuidados com o Branco e laranja francês

    O Branco e laranja francês Necessita de uma quantidade insignificante de manutenção. A escovação regular será suficiente para manter sua pelagem curta e graciosa em condições razoavelmente boas..

    As orelhas desta raça são altamente suscetíveis a irritações e infecções, portanto, seu exame sistemático e limpeza devem se tornar uma parte essencial das rotinas de cuidado.

    Treinamento de hoBranco e laranja francês

    O treinamento do Branco e laranja francês representa um desafio considerável. A raça é um caçador nato e requer treinamento básico em tudo o que diz respeito às suas funções originais de caça.. Infelizmente, sua persistência na busca por presas se transforma em teimosia no treinamento. Além disso, não consegue se concentrar na mesma tarefa chata por muito tempo e se irrita facilmente com suas múltiplas repetições.

    A melhor estratégia de treinamento para este cão deve incluir recompensas abundantes na forma de elogios e guloseimas saborosas.. O reforço negativo não funciona com Branco e laranja francês e deve ser evitado a todo custo.

    Exercício com o Branco e laranja francês

    O Branco e laranja francês é um cão de caça atlético e robusto, adapta-se facilmente a atividades físicas extremamente extenuantes. No mínimo, deve ser tomada em uma caminhada rápida de 45 minutos por dia. Você deve sempre usar uma coleira quando estiver fora, pois é muito difícil ligar de volta depois que você foi atraído por alguma trilha interessante.

    O Branco e laranja francês se comporta calmo e relaxado, uma vez que os requisitos de exercício foram totalmente atendidos. Tenha em mente que um cão pouco exercitado irá gradualmente desenvolver problemas comportamentais tão desagradáveis quanto latidos contínuos, hiperatividade interna ou destruição. Esta raça é mais adequada para a vida suburbana em uma casa com um quintal grande e seguro.

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 316
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.1: Farejadores de grande porte.
    • UKCScenthounds
    • Sociedade Canina Central

    Padrão da raça FCI "Branco e laranja francês"

    Veja o padrão
    TRADUCCÍON: Senhorita. IRIS Carrillo. Idioma oficial: FR.

    ORIGEN: França.

    FECHA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO OFICIAL V.LFOI: 01.02.1982.

    UTILIZAÇÃO: Sabujos.

    CLASAPLICAÇÃO FCI:

    Grupo 6: Cães do tipo hound, farejadores e raças assemelhadas

    Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

    APARSEGURO GERAL: Este é um distinto cachorro francês, dando uma impressão de rusticidade.

    CASEMA: É muito grande e não muito longo.

    GION CRAEAL:

    • Cenfurecido: Levemente abombado; protrusão occipital mal marcada. As sobrancelhas não são proeminentes.
    • Ddepressão naso-frontal (Stop): Está bem marcado.

    GION FACELEL:

    • Nariz: É bem desenvolvido. Sua cor é preta ou marrom – Orange.
    • Focinho: O comprimento do focinho é quase igual ao do crânio.
    • Bduendes: Bastante marcado e dá ao focinho um aspecto bastante quadrado.

    OJOS: Grande, marrom e escuro.

    OREJAS: Inserido ligeiramente abaixo do plano da linha do olho. São flexíveis, Bem, ligeiramente torto e chega a dois dedos do nariz.

    COMELLO: Em linha reta, bastante longo e tem uma ligeira barbela.

    COMERPO

    • Espalda: Amplo e reto.
    • Lombo de porco: Geralmente é convexo.
    • Gsemelhança: Arredondado, mas não afundou.
    • Peco: Ampla. Costelas arredondadas.
    • flancos: Bem sólido.

    COLA: Longo.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES:

    • Aaparência geral: Forte e grande.
    • Ombro: Oblíquo e bem musculoso.
    • Pemé anterior: Pés de lebre.

    MEMBROS POSTERIORES

    • Coxas: Bem musculoso.
    • COrvejón: Ocorre perto do solo e é ligeiramente dobrado.
    • Pés de volta: Pés de lebre.

    MOVIMENTO: Bem solto. O galope é leve e constante.

    PIEL: Branco, com manchas amarelas ou laranja. O paladar pode ser amarelo. O escroto é branco ou amarelo.

    MANTO

    Pelo: Cetim y fino.

    Codor: Branco – limão ou branco e laranja, desde que o laranja não seja muito escuro (puxando vermelho).

    TAMÃO:

    Altura para a cruz: 62 - 70 cm. Com 2 tolerância de cm para tamanho máximo.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    • Ponte nasal estreita ou muito longa.
    • Prognatismo superior o inferior.
    • Olhos claros.
    • Cauda dobrada ou inclinada para um lado.
    • Despigmentação parcial do nariz.
    • Revestimento de uma cor diferente da estabelecida pelo padrão, cabelo particularmente preto ou ruivo.

    FALTCOMO DESQUALIFICADORES:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.

    N.B.:

    • Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos para o escroto..
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    Foto: pata de animal

    Branco e preto francês
    Francia FCI 219 - Farejadores de grande porte

    Branco e preto francês

    Dos três Sabujos franceses, o Branco e preto francês, é o mais conhecido.

    Conteúdo

    O Branco e preto francês é um cão olfativo competente de origem francesa. Foi desenvolvida especificamente para caça em grandes rebanhos e hoje esta raça é adquirida exclusivamente para caça.. Apesar de suas fabulosas habilidades de trabalho, pode ser encontrado muito raramente, não apenas em países europeus, mas também em sua França natal.

    História

    Antes da revolução francesa, caçar com grandes matilhas era um dos entretenimentos favoritos da nobreza francesa. Além disso, também ofereceu a oportunidade de estabelecer relações comerciais e resolver questões políticas e econômicas globais. Infelizmente, o desaparecimento da classe alta francesa durante tempos de turbulência política também significou o desaparecimento de numerosas variedades de cães farejadores. Após a derrota de Napoleão, o poder monárquico foi reconstruído e a caça aos cães recuperou sua popularidade. Graças aos avanços tecnológicos no tráfego marítimo, A criação de cães tornou-se uma tarefa muito menos difícil e muitos cães britânicos foram enviados para a França durante o período de 1815 e 1900.

    A verdadeira ancestralidade do French Hound provavelmente nunca será descoberta, pois a maioria dos primeiros criadores não se preocupou em manter nenhum registro de reprodução. No entanto, pode-se afirmar com bastante certeza que a raça foi criada pela mistura de raças vivas e agora extintas de cães franceses e ingleses. O Saintongeois, Gascão Saintongeois e Poitevin (cão) foram os principais ancestrais do Branco e preto francês. É comumente acreditado que outras raças foram usadas de forma bastante limitada em seu programa de reprodução..

    O Sabujo francês foi mantido exclusivamente para a caça em grandes rebanhos. Sua maior pedreira eram grandes animais selvagens, como veados, o lobo e o javali. Um grupo de vários cães detectou o rastro de cheiro de um desses mamíferos e o perseguiu, latindo alto para que o caçador pudesse ir atrás deles. Dependendo do tipo de animal perseguido, os cães deveriam encurralá-lo ou matá-lo imediatamente.

    O número de espécimes desta raça de cão diminuiu drasticamente após duas guerras mundiais. Os entusiastas da caça franceses conseguiram salvá-la, embora muitas raças francesas únicas tenham sido perdidas para o mundo durante esses tempos terríveis. Em 1957, o cão francês foi totalmente reconhecido pela Fédération Cynologique Internationale (FCI). No entanto, O reconhecimento da FCI dificilmente aumentou a consciência internacional deste cão, então não ganhou a apreciação de caçadores de outros países. Além disso, atualmente, sua criação e, portanto, sua população são sustentadas exclusivamente pela comunidade de caça francesa. Em geral, o futuro de Branco e preto francês você terá um seguro razoável, desde que haja fãs de caça de cães em sua terra natal.

    Características físicas Branco e preto francês

    O Branco e preto francês é um cão grande, distinto e bem equilibrado. Seus olhos escuros lhe dão uma aparência inteligente e confiante. Muito grande ao nascer, sua cauda é portada bem alta.
    Esses cães são altamente valorizados em muitas tripulações de veados por suas qualidades: finura de nariz, inscrição, gravidade, garganta. cão amigável, perto do homem; fácil no canil.
    Tem o cabelo curto, bastante forte e próximo.

    COR : A pelagem deve ser preta e branca com uma pelagem preta mais ou menos extensa ou manchas, que pode mostrar manchas pretas ou azuladas, ou mesmo pequenas marcas de bronzeado, mas estes apenas nos membros. Uma mancha bronzeada pálida sobre cada olho, bem como um bronzeado claro nas bochechas, sob os olhos, sob as orelhas e na base da cauda. O “marca de veado” na coxa é bastante comum.

    TAMANHO :
    Machos: 65 - 72 cm
    Fêmeas: 62 - 68 cm

    Personagem e habilidades Branco e preto francês

    A única função de Branco e preto francês está caçando, tornando difícil fazer uma generalização sobre seus padrões de comportamento e temperamento em um ambiente doméstico. No entanto, não é necessário sugerir que um espécime socializado pode se tornar um animal de estimação bem-educado e familiar. Como a maioria dos cães de caça, ele é gentil com as crianças e gosta de participar de suas atividades exuberantes. Este cachorro é provavelmente muito enérgico e brincalhão para ser um companheiro adequado para uma criança.

    O Branco e preto francês tende a ficar um pouco distante e reservado na presença de estranhos. No entanto, ele nunca mostrará agressividade aberta, a menos que suspeite que algo ou alguém ameace sua família. Alguns desses cães são vigilantes o suficiente para realizar tarefas de vigilância. Esta raça sociável e carinhosa será um terrível guardião, que ele prefere saudar um intruso abanando o rabo do que recorrer às ações necessárias.

    A agressividade canina é considerada um grande defeito no temperamento dos cães, que foram desenvolvidos para caça de rebanho. Por esta razão, membros com o menor indício dessa característica indesejável são imediatamente excluídos do programa de reprodução. O Branco e preto francês é conhecido por sua tolerância excepcional em relação a outros caninos. Apesar de sua natureza excessivamente pacífica, também requer socialização precoce a este respeito. Vale lembrar que a raça tem um impulso muito poderoso para caçar e matar outras espécies de animais., especialmente gatos vadios. Você pode se dar bem com animais de estimação individuais se tiver sido criado com eles desde seu filhote.

    Saúde do Branco e preto francês

    Os problemas mais comuns para a raça incluem:

    – displasia do quadril canino;
    – displasia do cotovelo;
    – problemas nos olhos;
    – sarna demodex;
    – infecções de pele;
    – alergias de pele;
    – infecções crônicas de ouvido;
    – ataxia de cão de caça.

    Cuidando do Branco e preto francês

    O Branco e preto francês Necessita de uma quantidade insignificante de manutenção. A escovação regular será suficiente para manter sua pelagem curta e graciosa em condições razoavelmente boas..

    As orelhas desta raça são altamente suscetíveis a irritações e infecções, portanto, seu exame sistemático e limpeza devem se tornar uma parte essencial das rotinas de cuidado.

    Treinamento do Branco e preto francês

    Educação de Branco e preto francês representa um desafio considerável. A raça é um caçador natural e requer um treinamento bastante básico em tudo o que diz respeito às suas funções originais de caça.. Infelizmente, sua persistência na busca por presas se transforma em teimosia no treinamento. Além disso, não consegue se concentrar na mesma tarefa chata por muito tempo e se irrita facilmente com suas múltiplas repetições.

    A melhor estratégia de treinamento para este cão deve incluir recompensas abundantes na forma de elogios e guloseimas saborosas.. O reforço negativo não funciona com Branco e preto francês e deve ser evitado a todo custo.

    Exercício com o Branco e preto francês

    O Branco e preto francês é um cão de caça atlético e robusto, adapta-se facilmente a atividades físicas extremamente extenuantes. No mínimo, deve ser feito em uma caminhada rápida diária de 45 minutos. Você deve sempre usar uma coleira enquanto estiver fora, pois é muito difícil ligar de volta depois que você foi atraído por alguma trilha interessante.

    O Branco e preto francês se comporta calmo e relaxado, uma vez que os requisitos de exercício foram totalmente atendidos. Deve-se ter em mente que um cão mal exercitado desenvolverá gradualmente problemas de comportamento desagradáveis ​​como latidos contínuos, hiperatividade interna ou destruição. Esta raça é mais adequada para a vida suburbana em uma casa com um quintal grande e seguro.

    Vídeos do "Branco e preto francês"

    Chien Français Blanc et Noir ?? Everything Dog Breeds ??
    Cachorro Francês Branco e Preto & Vídeo de informações sobre cachorros – Vídeos de animais

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 220
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.1: Farejadores de grande porte.
    • Sociedade Canina Central

    Padrão da raça FCI "Branco e preto francês"

    Veja o padrão
    TRADUCCÍON: Senhorita. IRIS Carrillo. Idioma oficial: FR.

    REvisão técnica: Miguel Angel Martinez.

    ORIGEN: França

    FECHA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO OFICIAL V.LFOI: 04.11.2008.

    UTILIZAÇÃO: Hound para caça grande em pacote.

    CLASAPLICAÇÃO FCI:

    Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas.

    Seção 1.1 Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO: O francês Black and White Hound evoluiu a partir do Saintonge Hound, cujas origens são desconhecidas. Não ter uma conexão com Saint Hubert, este é provavelmente um antecessor distante dos famosos cães brancos "greffier" do século 16. Seu surgimento foi em meados do século 19. O tipo de cão de hoje foi influenciado pelo cruzamento com o Poitevin e o Gascon Saintongeois. Seu primeiro padrão data de 1957. Atualmente a raça tem aproximadamente 2000 cópias, representando de 300 / 400 nascimentos por ano.

    O texto do ano 2007 foi escrito por M. Pierre Astié, Presidente do “Club du Chien d´ordre” e sua comissão em colaboração com o Sr.. Raymond Triquet.

    APARSEGURO GERAL: É um cão de carga distinto, mas de constituição forte, o que dá uma impressão de equilíbrio.

    PROPORCIONES IMPORTANTE:

    O focinho é longo em comparação com o crânio.

    O comprimento do corpo desde a ponta dos ombros até a ponta do ísquio é igual à altura na cernelha..

    COMPORTAMIENTO / TEMPERAMENTO:

    Esses cães são altamente valorizados por muitos caçadores de cervos pelas seguintes qualidades: sulfato fino, diligência, seriedade e garganta. É um cachorro muito amigável, apegado ao ser humano e fácil de manusear.

    CASEMA: É bastante grande e bastante longo; está em harmonia com o todo, nunca é pesado, nem comum, mas com porte expressivo e elegante.

    GION CRAEAL:

    • Cenfurecido: É ligeiramente volumoso e bastante estreito, mas sem exagero. A protrusão occipital é suficientemente aparente para evitar que o crânio pareça muito plano. Os arcos supraciliares podem ser um pouco proeminentes.
    • Nasofrontal depression (Stop): Ligeiramente marcado.

    GION FACELEL:

    • Trufa: Está preto e as janelas estão abertas.
    • Caña nasal: bastante longo em comparação com o crânio, a ponte nasal pode ser ligeiramente arqueada.
    • Bduendes: Os lábios são ligeiramente quadrados, o lábio superior mal cobre o lábio inferior.

    OJOS: Eles são escuros; o visual é inteligente e confiante.

    OREJAS: Eles são inseridos no plano da linha do olho e são ligeiramente virados. De preferência atingem o nascimento do nariz ou dois dedos dele.

    COMELLO: É bastante longo e grosso e às vezes tem uma leve barbela.

    COMERPO

    • Espalda: É bastante longo e bem acentuado. Lombo de porco: Musculoso e bem inserido.
    • Gsemelhança: Ligeiramente inclinado.
    • Peco: É mais alto do que largo e atinge pelo menos as pontas dos cotovelos. As costelas são longas e moderadamente arredondadas.
    • Barriga: Levemente levantado.

    COLA: Bastante grosso na base com um rolamento relativamente alto.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES: Alinhado com o corpo, forte e razoavelmente plano.

    • Hombros: Eles são longos, fino e oblíquo.
    • Cotovelos: Eles são pedagogos para o corpo.
    • Antebraço: Encanado.
    • Metacarpo: Ligeiramente inclinado visto de perfil.
    • Pés anteriores: Alongado, magro e resistente.

    MEMBROS POSTERIORES: Paralelos, vistos de atrás.

    • Coxas: Eles são longos e musculosos o suficiente.
    • COrvejón: Fica perto do chão. É amplo, sólido e ligeiramente inclinado.
    • Pemé mais tarde: Eles são bastante alongados, mas fino e resistente.

    MOVIMENTO: Fluido. Passo preferido: ágil com galope estendido.

    PIEL: Ela é branca sob o cabelo branco e preta sob o cabelo preto. Às vezes apresenta manchas subcutâneas de cor azul ou menos escura na barriga e na parte interna das coxas..

    MANTO

    Pelo: É plano, muito forte e apertado.

    Codor: Deve ser preto e branco, com um cobertor ou com manchas pretas mais ou menos disseminadas. Pode apresentar manchas pretas ou azuis e até na cor castanha., mas o último apenas nos membros. Também tem uma mancha pálida sobre cada olho, bem como bronzeado claro nas bochechas, sob os olhos, sob as orelhas e no início da cauda. É comum ver a "marca do veado" na coxa.

    TAMÃO:

    Machos: 65 cm para 72 cm.

    Fêmeas: 62 cm para 68 cm. tolerância + / – 1 cm.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTCOMO GRAVES:

    • Cabeça: Qualquer sinal de uma cruz de Foxhound Inglês na cabeça (crânio muito volumoso, focinho curto e não quadrado o suficiente no final quando visto de perfil)
    • Nariz: Ausência significativa de pigmentação.
    • Mandíbulas: Prognatismo ou enognatismo.
    • Olhos: muito claro na cor.
    • Orelhas: Curto e plano.
    • Duplo queixo: Excessivo.
    • Cor: Nas bochechas, preto estendendo-se aos lábios.

    FALTCOMO DESQUALIFICADORES:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
      • Extremidades: fraco
      • Desvio severo dos membros.
    • Pés: rodada
    • Cor: Manto tricololor.

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    Nomes alternativos:

      1. Chien Français Blanc et Noir (Inglês).
      2. Français blanc et noir (Francês).
      3. Français blanc et noir (Alemão).
      4. Français blanc et noir (Português).
      5. Sabueso francés blanco y negro (español).

    Foto: https://www.centrale-canine.fr/le-chien-de-race/francais-blanc-et-noir