Sloughi (Galgo árabe)
MarruecosArgeliaTunezLibia FCI 188 . Galgos de pêlo curto

Sloughi

Diz-se que o Sloughi (Galgo árabe), é o cão mais inteligente.

Conteúdo

História

Nativo da África do Norte e provavelmente um descendente do antigo “Cão egípcio”, diz-se que o Sloughi tomou seu nome da cidade de Sloughia na Tunísia. Suas origens exatas não são claras, mas sabe-se que foi usado durante séculos pelo povo berbere e pelas tribos beduínas para caçar gazelas, Chacais, raposas e lebres. Na verdade, graças à sua velocidade e resistência, poderia perseguir o jogo em vastas extensões de deserto, o que explica porque era o cão favorito dos nômades. Seu senso de observação e seu instinto altamente desenvolvido também o fizeram - e o fazem- um excelente cão pastor. Último mas não menos importante, também era um animal doméstico para eles, desde que ele foi autorizado a dormir com eles na tenda à noite. Eles até o cobriram com um cobertor para protegê-lo do frio.

O primeiro Sloughis chegou à Europa em meados do século 19, após a conquista da Argélia pela França. A raça foi reconhecida pelo Federation Cynologique Internationale (FCI) em 1934. A Segunda Guerra Mundial interrompeu seu desenvolvimento, já que muitos criadores tiveram que sacrificar seus animais por falta de comida ou exportá-los para países que foram salvos do conflito. O Sloughi então se tornou extremamente raro até o final da guerra da Argélia (1954-1962), quando os soldados franceses trouxeram para seu país alguns exemplares da raça, que relançou sua expansão em território europeu.

Tagiurie el Sian foi o primeiro Sloughi que chegou aos Estados Unidos em 1973. Originalmente da Tunísia, cruzou o Atlântico com seus donos Kaethe y Carl Rodarty. Infelizmente, devido a sua idade e falta de mulheres, não poderia ter descendência. Na verdade, a raça não foi realmente estabelecida no país até 1979, Quando Carole Cioce importou dois Sloughis da Alemanha para a Califórnia.

A maioria dos representantes da raça na América do Norte hoje descendem de indivíduos importados de países europeus (França, Países Baixos, Alemania, etc.), embora alguns venham diretamente do norte da África, especialmente da argélia, Líbia e Tunísia.

A raça foi reconhecida pela United Kennel Club (UKC) em 1995, e o outro órgão de referência no país, o American Kennel Club (AKC), fez o mesmo em 2016. El Canadian Kennel Club (CKC), Por outro lado, ainda não deu o passo.
A popularidade do CKC no país vizinho certamente não é um motivo para isso.. O Sloughi É uma das raças de cães mais raras dos Estados Unidos, chegando por último 2018 no ranking estabelecido pelo AKC com base no número de nascimentos anuais registrados na organização.

Na verdade, o Sloughi É agora uma das raças mais raras de galgos do mundo. Em França, ocorrer entre 30 e 50 inscrições por ano no Livre des Origines Français (LOF). O número tem se mantido relativamente estável desde meados dos anos 80, enquanto no início daquela década era duas vezes. Em comparação, todos os anos eles nascem por aí 1.400 cães de caça Whippet. Na Grã-Bretanha, raça é até confidencial, desde alguns anos nenhum nascimento é registrado no prestigioso Kennel Club, organismo canino referência do país.

O Sloughi também está em perigo de extinção nos países do Magrebe. Seu número continua diminuindo, principalmente devido à escassez e proteção de certas espécies que caça e à sedentarização das tribos beduínas., que precisam cada vez menos de sua ajuda para proteger seus rebanhos.

Na notícia, Marrocos tem o maior número de Sloughis do mundo. É difícil saber o número exato, mas os especialistas estimam que a população é de cerca 600 indivíduos.

Foto: por Benutzer:Claggi, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

O Sloughi é uma das maiores raças de cães. Como as outras raças de Galgos (Lébreis), parece magro e atlético. Isso se deve à sua pele fina e firme, para seu casaco curto, bem e fechado, a sua musculatura magra e sua estrutura óssea muito pronunciada. Sua aparência geral é a de um cão nobre, muito elegante e moderno, mas especialmente construído para velocidade.

O peito dele é largo, envolto por costelas planas, longo e ligeiramente curvado na parte de trás do peito. A barriga é tensa e as costas são curtas, quase horizontal entre a cernelha e os quadris. Pernas retas, Ossudo e musculoso são uma parte importante da velocidade formidável do cão.

Perfil, a cabeça é longa e fina. Visto de cima, o crânio é largo. Afunila até a extremidade formada pelo nariz, uma reminiscência da forma de um vale. O nariz é preto e ligeiramente descendente, e as narinas estão bem abertas.

Os olhos são grandes e escuros, com um olhar suave e melancólico. A borda das pálpebras é pigmentada. As orelhas estão caídas, forma triangular e ligeiramente arredondada nas pontas. A mandíbula é forte e regular.

As cores da pelagem variam de areia clara a avermelhada, com ou sem máscara preta ou capa. Os mais comuns são a máscara de areia preta e a areia tigrada.

Último mas não menos importante, dimorfismo sexual não é muito pronunciado, uma vez que os machos geralmente não são mais do que 10 cm mais alto que as mulheres, que é modesto em comparação com o tamanho do animal.

Tamanho e peso

▷ Tamanho macho: 66 - 72 cm
▷ Tamanho feminino: 64 - 69 cm
▷ Peso macho: 20-25 kg
▷ Peso fêmea: 19-22 kg

Caráter e habilidades

Embora não seja muito demonstrativo, o Sloughi ele é devotado e leal, e tende a ser um cão único dono. Quando eles se juntam ao seu dono, é para toda a vida, por isso é muito difícil para eles juntarem-se a outra família se o seu dono for abandonado ou morrer.

Eles se dão bem com crianças, mas é melhor se eles tiverem uma certa idade e aprenderem a interagir com um animal. Na verdade, dado seu tamanho, poderia acidentalmente empurrar um menor, ou empurrar à força um mais velho que te desrespeita. Em qualquer caso., qualquer que seja a raça e grau de proximidade, uma criança pequena nunca deve ser deixada sozinha com um cachorro.

Sua sociabilidade com humanos é muitas vezes limitada aos membros da família. Com estranhos, eles são muito mais reservados, e irão corajosamente defender seus próprios se eles se sentirem ameaçados de alguma forma.

Em termos mais gerais, pode facilmente ficar ansioso quando confrontado com novas situações. Por esta razão, é essencial socializá-lo o mais rápido possível para evitar que ele se torne um cão medroso e / ou desnecessariamente agressivo.

Você também pode viver com animais de outras espécies (gatos, roedores, etc.), contanto que eles tenham crescido juntos e você os considere parte de sua família. Por outro lado, como seu instinto de caça é altamente desenvolvido, a subsequente introdução de outro animal na casa onde você mora pode ser problemática.

Quanto a viver sob o mesmo teto que um parceiro, esta coexistência geralmente não apresenta problemas se você cresceu com ele. Mas, tudo depende do tamanho do recém-chegado. Sim é pequeno, é provável que seja considerado uma presa. De seu passado como caçador e fazendeiro, preserva a necessidade de espaço e exercícios. Por conseguinte, você precisa de pelo menos uma hora de exercício físico por dia para derramar o excesso de energia e se manter equilibrado. Por conseguinte, eles são candidatos ideais para esportes caninos, iniciando, É claro, para os testes destinados a sighthounds (corrida nos cinódromos, perseguição de engodo…). É também uma raça de cão ideal para um atleta, quem gosta de acompanhar em seus passeios; canicross e cani-VTT são atividades perfeitamente adaptadas a ele, e certamente mais recomendável do que corridas sighthound. Por outro lado, ter um forte instinto de caça, ele pode perseguir qualquer pequeno animal que encontrar a qualquer momento, especialmente gatos. Por conseguinte, é essencial que você obedeça ao chamado, e em qualquer caso é melhor carregá-lo na coleira durante as caminhadas, para evitar qualquer risco de vazamento. Na verdade, uma vez por Sloughi olido tem um controle, não responde mais às instruções de seu mestre, por isso é extremamente difícil recuperá-lo.

Isso é ainda mais verdadeiro porque, mesmo com muito treinamento, tende a estar longe de ser o cão mais obediente do mundo. Além disso, não pode ser confiável para manter um perfil baixo se repreendido: dado seu caráter forte, seria o oposto. Por conseguinte, cabe ao proprietário ser firme desde tenra idade, para não ser dominado por seu companheiro imponente.

A grande necessidade de exercício do Galgo árabe e seu tamanho faz, embora eu raramente latir (mesmo na presença de estranhos), não está realmente adaptado para viver em um apartamento. No entanto, pode morar em um apartamento, desde que seja retirado várias vezes ao dia e possa satisfazer sua necessidade de exercício. Uma casa ainda é preferível. No entanto, é importante ter certeza de que o jardim está bem vedado, ja que ele Sloughi é naturalmente evasivo. Usar uma cerca elétrica subterrânea não seria uma solução viável com esse tipo de cachorro, já que o incômodo dos impulsos elétricos seria menos forte do que sua determinação em fugir e seguir sabe-se lá que trilha. Por outro lado, embora eu tolere a solidão relativamente bem, não é conveniente eu morar fora. Na verdade, sua pelagem curta e fina o torna muito sensível ao frio, e ele precisa se relacionar com seus humanos de qualquer maneira, a quem ele está mais apegado do que às vezes se pensa.

Educação

O Sloughi ele é um cachorro tímido e se assusta facilmente com o que não conhece. Por conseguinte, sua socialização deve ocorrer desde uma idade muito jovem, quando é mais maleável, para que você enfrente o máximo de pessoas e situações e aprenda a adotar os comportamentos adequados em todas as circunstâncias, para se tornar um adulto perfeitamente equilibrado.

Você também deve colocá-lo em contato com outros animais, especialmente com gatos, roedores e outros pequenos animais, para tentar impedi-lo de vê-los como presas quando mais tarde cruzar com eles.

Com sua grande inteligência e apurado senso de observação, aprende rapidamente… Se quiser. Na verdade, obediência não é o seu ponto forte: Não é um cão que se esforça para satisfazer ou mesmo antecipar os pedidos de seu dono. Por conseguinte, você precisa ser firme em sua educação, mas também mostre paciência, respeitar o caráter dele. Tentar invadir só pode ser prejudicial para o futuro, já que é um animal orgulhoso e sensível, quem não aprecia repreensões. Seu temperamento o torna um cliente ideal para o método de treinamento de cães com reforço positivo, e doces costumam ser a chave do sucesso.

Último mas não menos importante, ensinar seu cão a lembrar é especialmente importante para poder desfrutar de passeios ao ar livre com paz de espírito, ja que ele Sloughi mantém um forte instinto predatório e, Por conseguinte, pode se lançar a qualquer momento em busca de um animal que considere uma presa. Isso é ainda mais verdadeiro porque, dada sua velocidade máxima, é muito difícil alcançá-lo.

Saúde

O Sloughi é uma raça de cachorro saudável. Tem um baixo risco de doenças hereditárias e uma expectativa de vida mais longa do que outros cães do mesmo tamanho.

No entanto, são propensos a lesões durante a corrida e são mais propensos a certas doenças.

Este é o caso, em particular, do atrofia progressiva da retina de tipo APR-RCD (displasia de bastonetes e cones), uma doença hereditária que causa uma malformação da retina: a visão do cachorro se deteriora com o 6 meses de idade e, de um modo geral, fica completamente cego antes do ano. Existe um exame de sangue que pode determinar se um indivíduo é ou não portador do gene responsável por esta doença. Por conseguinte, antes de adotar um representante desta raça, recomenda-se fazer o teste, para evitar qualquer risco neste nível. É claro, sabendo que é uma doença hereditária, um bom criador não cria um indivíduo portador do gene.

Como todas as raças de cães grandes, também é mais propenso a síndrome de dilatação-torção do estômago. Esta condição é uma emergência absoluta, pois é provável que morra se não for tratada por um veterinário muito rapidamente.

Além disso, como a maioria das raças de “Galgos (Lébreis)”, o Sloughi é especialmente sensível a anestesia e medicamentos. Por esta razão, é aconselhável recorrer a um veterinário que conheça as especificidades destes cães a este respeito.

Outra peculiaridade deste cão é sua alta tolerância à dor, então às vezes é difícil detectar que ele está sofrendo. Por conseguinte, esteja especialmente atento a qualquer mudança de comportamento que possa trair um problema de saúde.

Último mas não menos importante, devido às suas origens e sua pele, o Sloughi não é uma raça de clima frio. Por esta razão, quando as temperaturas estão baixas, é importante evitar passar muito tempo ao ar livre e cobri-lo com um casaco adequado para cães.

Expectativa de vida

12 anos

Limpeza

O Sloughi é o arquétipo do cão de cuidado fácil.

Escovar seu pêlo curto uma ou duas vezes por semana com uma escova macia ou luva de escovação é perfeitamente suficiente para remover pelos mortos e manter seu pêlo limpo.. Sua muda é ainda mais limitada, uma vez que, ao contrário de muitas outras raças, não sofre muda sazonal.

Além disso, o casaco é autolimpante, por isso não exala odores ruins e não é necessário lavá-lo regularmente. sob circunstâncias normais, duas ou três vezes por ano é mais que suficiente, mas, É claro, você não deve hesitar em dar banho em seu cão se ele estiver muito sujo e / ou se substâncias nocivas se espalharem por sua pelagem.

Como em qualquer corrida, a higiene oral é muito importante e não deve ser negligenciada. A escova de dentes é o acessório mais eficaz para prevenir o acúmulo de tártaro, fortalecer as gengivas e prevenir o mau hálito.

Além disso, embora seu cão não esteja particularmente em risco de infecções de ouvido, apesar da forma pendente de suas orelhas, seus ouvidos precisam ser inspecionados e limpos pelo menos uma vez por semana. Esta sessão semanal também é uma oportunidade para revisar - e, se necessário, limpar- os olhos.

Último mas não menos importante, o desgaste natural geralmente é suficiente para aparar suas garras. No entanto, quando você ficar mais velho e / ou menos ativo, pode ser muito longo, e então eles podem irritá-lo ou até mesmo machucá-lo. Neste caso, é aconselhável apará-los com uma lima especial ou com um aparador de garras.

Como no caso de qualquer cachorro, quanto mais cedo você se acostumar com as diferentes manipulações que o seu cuidado envolve, menos probabilidade você terá de ter problemas mais tarde.

Alimentos

A dieta do Sloughi deve consistir principalmente de carne magra, arroz e vegetais. É preferível escolher um alimento de qualidade, seja na forma de croquetes industriais, patê ou comida caseira. O valor a ser dado varia dependendo do tamanho, a idade e atividade física do animal. Por certo, não se deixe enganar por sua aparência esguia e costelas ligeiramente visíveis: isso faz parte de suas características físicas e não é um sinal de que ele está subnutrido. Não precisa se preocupar com isso, mas o anormal seria o oposto.

Em geral, quanto mais esforço e atividade seu cão faz, mais comida você vai precisar para compensar a perda de energia. É aconselhável dividi-lo em pelo menos duas refeições, uma de manhã e uma à noite, para reduzir a probabilidade de problemas digestivos, como inchaço ou distensão do estômago.

Para evitar o último, As refeições devem ser feitas em um local tranquilo e a uma hora de distância de caminhadas ou qualquer atividade física intensa.

Último mas não menos importante, como no caso de todos os cães, é fundamental garantir a disponibilidade de água doce ao longo do dia.

Uso

Conhecido como o “senhor dos cachorros” na cultura marroquina, o Sloughi há muito tempo é apreciado por suas habilidades de caça, agilidade, resistência e velocidade. Pode atingir uma velocidade de até 55 km / h ao longo 300 m, a ponto de haver um ditado árabe que diz “quando um Sloughi ver uma gazela arrancar uma folha de grama, estará na sua altura antes de você terminar de mastigar”.

No norte da áfrica, de onde ele é, Era usado principalmente como cão de guarda para proteger rebanhos, bem como para caçar lebres, raposas, chacais ou gazelas.

No entanto, em 1844, uma lei francesa proibia a caça com Galgos (Lébreis) e foi aplicado nos territórios do Magrebe que se tornaram parte da França no século 19.

De 2004, a caça com galgos é mais uma vez permitida em alguns países do Magrebe, mas sob certas condições. No entanto, ainda é proibido na Europa, exceto para a Espanha.

Nos Estados Unidos, às vezes tem sido usado para caçar coiotes.

Em suas terras natais, o Sloughi ainda é usado por nômades como cão de guarda de seus rebanhos, embora esta prática tenda a desaparecer à medida que as tribos se estabelecem.

Sua lealdade e devoção inabalável ao dono também os tornam bons cães de companhia., desde que suas famílias sejam capazes de atender sua grande necessidade de exercícios.

Último mas não menos importante, sua natureza esguia e atlética o torna um bom competidor em eventos de corrida e perseguição à vista, embora não seja tão rápido quanto um “Galgo inglês”.

Preço “Sloughi (Galgo árabe)”

O preço de um cachorro Sloughi intervalos entre 900 e 1300 EUR. O preço de uma cópia depende de sua conformidade com a norma, da reputação de sua linhagem, do prestígio do canil e também do seu sexo: as mulheres são consideravelmente mais caras do que os homens.

Também é possível importar um Galgo árabe direto do norte da áfrica. O preço de compra é mais acessível (entre 500 e 750 EUR), mas você deve respeitar os regulamentos relativos à importação de um cão do exterior, e os custos de transporte e taxas administrativas são adicionados ao preço de compra.

Adotando um Sloughi Também pode ser feito por meio de associações especializadas em galgos aposentados.. Muitos proprietários decidem se separar de seus Sloughi quando eles não podem mais competir. Às vezes, eles também são abandonados por proprietários que não estão suficientemente informados de suas necessidades. (especialmente em termos de atividade física) e eles não são capazes de cuidar deles adequadamente. Por esta razão, essas associações tentam oferecer uma segunda vida aos galgos que hospedam, permitindo-lhes encontrar uma nova família.

Classificações do "Sloughi (Galgo árabe)"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Sloughi (Galgo árabe)” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do "Sloughi (Galgo árabe)"

Fotos:

1 – Sloughi homem no pôr do sol por Denhulde, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
2 – Sloughi por Galeria de fotos do Tom
3 – Sloughi 2013 Helsinque por Tomasyna, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
4 – Sloughi por Mubarak Fahad
5 – Sloughi por http://www.sloughi-balkan.com/characteristics-2/
6 – Sloughi por https://www.akc.org/dog-breeds/sloughi/

Vídeos do "Sloughi (Galgo árabe)"


Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI:
  • Grupo :
  • Seção : . .

Federações:

  • FCI – Grupo 10: Seção 3: Galgos de pêlo curto
  • KC padrão (O Kennel Club) – Sabujo
  • El American Kennel Club (AKC) – Cães de caça

Padrão da raça FCI "Sloughi (Galgo árabe)"

Origem:
Marrocos, Argélia, Tunísia, Líbia

Data de publicação do padrão original válido:
08.01.1998

Uso:

Caça à vista.

classificação FCI:

Grupo 10 Galgos (Lébreis)
Seção 3 Galgos de pêlo curto

Aparência geral:

Por seu tamanho, Devido à finura de seus tecidos e sua musculatura delgada, sua aparência geral é a de um cão distinto e gracioso.

PROPORÇÕES IMPORTANTES:
  • Para um homem de altura ideal de 70 cm, a longa escápulo-isquídia do corpo deve medir 67-68 cm.
  • Para uma fêmea de altura ideal na cernelha de 65 cm, o longo escapuloisquidíaco do corpo deve medir 62-63 cm.
  • A relação entre o comprimento escapular-isquiático do corpo e a altura na cernelha é 9,6 : 10 (0,96).
  • A relação entre a profundidade do peito e a altura na cernelha é 4:10 (0,4).
  • A relação entre o comprimento do focinho e o comprimento da cabeça é 1:2 (0,5).


Comportamento / temperamento:

Embora nobre e orgulhoso, Ele é muito apegado ao seu dono e o defende em caso de necessidade. Tem um instinto de caça e é capaz de qualquer esforço sustentado; ele também gosta do doce conforto de uma casa.

Cabeça:

Ver Perfil, a cabeça é alongada, elegante e fino, mas muito importante. De cima, parece uma cunha muito alongada, o crânio formando a parte mais larga, que diminui progressivamente à medida que se aproxima da ponta do nariz.

Região craniana:
  • Crânio: Visto de perfil, é bastante plano, o comprimento entre as orelhas mede 12 - 14 cm. É bem arredondado nas costas formando uma curva harmoniosa nas laterais.. Os arcos supraorbitais quase não são visíveis. O sulco frontal quase não está marcado. A crista occipital e a protuberância quase não são visíveis.
  • Stop (depressão naso-frontal) : Ligeiramente marcado.

Região facial:

  • Trufa: Black, importante o suficiente para não parecer comprimido. Janelas abertas. Não sendo sustentado por uma estrutura óssea, desce muito ligeiramente
  • Focinho: Escrita cuneiforme, alongado sem exagero, sensivelmente do mesmo comprimento do crânio. O focinho é direto de sua junção com o crânio.
  • Lábios : Fino e flexível, apenas cubra o lábio inferior; a comissura deve ser o menos visível possível.
  • Mandíbulas / dentes: Dentes normais; mandíbulas fortes e regular; mordida da tesoura.
  • Olhos: Grande e escuro, bem alojado nas cavidades orbitais, às vezes um pouco coberto devido a uma ligeira inclinação das pálpebras. Expressão doce e um pouco triste, com um ar de nostálgico. Em cães de pêlo claro, olhos podem ser âmbar. As bordas dos olhos são pigmentadas.
  • Orelhas: Inserção alta, ligeiramente acima da linha dos olhos. Eles caem bem presos aos lados da cabeça, Não muito grande, forma triangular, ligeiramente arredondado na ponta.

Pescoço:

Longo, bem delineado, com seu perfil superior ligeiramente arqueado. Seu comprimento é sensivelmente igual ao da cabeça. A pele é fina, justa, sem papada. O cabelo é curto.

Corpo:

  • Top de linha: Suavemente e harmoniosamente dobrado com ancas bem protuberantes que estão na mesma altura ou ligeiramente mais altas que a da cernelha.
  • Cruz: Bem de saída.
  • Voltar: Curto, quase horizontal
  • Lombo de porco: Curta, limpar, largo e ligeiramente arqueado.
  • Alcatra: Huesuda, ampla inclinada sem cair.
  • No peito: Não muito largo, desce até o nível do cotovelo. Bem desenvolvido em comprimento. Costelas planas.
  • Linha inferior e barriga: Esterno longo e elevado. Ventre e flancos bem retraídos. A linha inferior desenha uma curva regular, nem interrompido nem muito arqueado.

Cola:

Fina, magro, inserido na extensão da garupa e transportado abaixo da linha das costas. Em seu comprimento, deve atingir pelo menos a ponta do jarrete. Em repouso, a ponta tem uma curvatura para cima marcada

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES: Pernas perfeitas.
  • Ombro: Longo e oblíquo.
  • Braço: Strong.
  • Antebraço: Ossudo e musculoso.
  • Carpo e metacarpo: Flexível e forte.
  • Pés anteriores: Fina, oval e alongado; destaque em muitos Sloughi, a forma de pé de lebre. Os dois dedos médios são claramente mais longos do que os outros. As unhas são pretas ou coloridas.
MEMBROS POSTERIORES: Vistos de atrás, equilíbrio perfeito; músculos planos; tendões protuberantes.
  • Coxa: Plano e musculoso.
  • Perna: Longo e musculoso.
  • Articulação do pé-quente (Hock): Forte e bem angulado.
  • Metatarso: Strong, Sem esporas.
  • Pés de volta: Fina, oval e alongado; destaque em muitos Sloughi, a forma de pé de lebre. Os dois dedos médios são claramente mais longos do que os outros. As unhas são pretas ou coloridas.

Movimento:

Paso, trote, galope. Passeio ágil e leve com bom alcance nos movimentos. Deve cobrir muito terreno.

Manto

  • PELE: Muito bem, ligado ao corpo, sem rugas ou queixo duplo.
  • CABELO: Muito curto, grosso e fino.
  • COR: Todos os tons de areia clara a areia vermelha; com ou sem máscara preta, com ou sem capa preta; gato malhado ou não; sombreado ou não.


Tamanho e peso:

ALTURA NA CERNELHA
  • Para machos: 66 - 72 cm
  • Para mulheres: 61 - 68 cm


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Má relação entre altura na cernelha e comprimento escapuloisquiático.
  • Cabeça e corpo um pouco pesados.
  • Pare muito ou pouco marcado.
  • Olhos claros.
  • Linha posterior não horizontal.
  • Garupa estreita, muito ou pouco inclinado.
  • Barriga ligeiramente retraída.
  • Costelas arredondadas
  • O peito não é longo o suficiente, visto na linha inferior do perfil interrompido.
  • Cauda muito curta, muito peludo ou muito gasto.
  • Músculos redondos e protuberantes.
  • Cabelo duro e grosso.
  • Pequena mancha no peito.


  • FALHAS DE DESCALIFICANTES:
  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • Corpo claramente mais longo do que alto, coxas mais baixas que a cernelha
  • Despigmentação das membranas mucosas na forma de pequenas manchas brancas.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Orelhas eretas ou semi-eretas com a ponta apontando para frente, orelhas muito longas, orelhas jogadas para trás (orelha em rosa).
  • Cabelo semi-longo.
  • Franjas nos membros e cauda.
  • Metacarpos ou metatarsais brancos (saltos), manchas brancas generalizadas no pelo
  • Cor não conforme com o padrão.




  • N.B.:
  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

  • Nomes alternativos:

      1. Uskay (Oska), Arabian Greyhound, Sloughi Moghrebi (Inglês).
      2. Lévrier arabe, Lévrier berbère (Francês).
      3. Arabischer, Nordafrikanischer, Berber Windhund (Alemão).
      4. Galgo árabe (Português).
      5. Lebrel bereber, Lebrel árabe (español).

    Spinone italiano
    Italia FCI 165 . Tipo Griffon.

    Spinone italiano

    Em alguns paises, o Spinone italiano não tem a divulgação que merece, porque raças mais rápidas de cães com maior capacidade olfativa são preferidas.

    Conteúdo

    História

    Como o nome sugere, o Spinone italiano -o “Spinone” – é originalmente da Itália, mais especificamente da região de Piemonte, no norte do país. É uma raça de cachorro muito antiga, e quem procura suas origens exatas encontrará mais perguntas do que respostas. No entanto, é geralmente aceito que é o resultado de vários cruzamentos ao longo dos séculos entre Setters italianos, Griffons da França, Mastins e cães brancos da Grécia.

    Há evidências de que seus ancestrais já caçavam nos Alpes e Apeninos mais do que 2000 anos. No entanto, a primeira referência clara à raça data da Idade Média, mais especificamente para o século XV, na forma de um afresco de Andrea Montegna (1431-1506) dentro do Palácio Ducal de Mântua (Itália), que representa um Spinone italiano. Dois séculos depois, Jacques Espée de Sélincourt, evoca en su manual The Perfect Hunter (1683) um italiano Griffon do Piemonte.

    Popular há séculos na Itália, o Spinone sofreu muito durante a segunda guerra mundial. O fim das hostilidades não significou uma melhora notável em sua situação, quando os caçadores italianos começaram a preferir raças importadas do exterior.

    Em 1949, Dr. Paolo Branzi e Dr.. Ezio Caraffini fundou La Famiglia dello Spinone -que desde então se tornou o Clube Spinoni Italiano- e eles tinham 59 representantes da raça em toda a Itália. Eles escolheram 10 deles para iniciar um programa de melhoramento com o objetivo de reconstruir a população e estabilizar suas características. Eles desenvolveram um primeiro padrão e contataram o Ente Nazionale della Cinofilia Italiana (ENCI), corpo de referência do país, iniciar os procedimentos necessários para o reconhecimento da raça.

    Seu trabalho valeu a pena, então isso em 1955 o Spinone Italiano foi reconhecido pela Fédération Cynologique Internationale (FCI). Então começou a se espalhar internacionalmente, embora tenha demorado um pouco, especialmente na América do Norte. Por esta razão, até 1995 el United Kennel Club (UKC) Americano não concedeu a ele seu reconhecimento. A outra organização de referência nos Estados Unidos, o American Kennel Club (AKC), fez o mesmo em 2000. O Canadian Kennel Club fez o mesmo em 2006.

    Na verdade, embora seja bastante comum em seu país de origem e seja o segundo cão de caça mais popular naquele país, sua distribuição internacional continua limitada. No entanto, é muito bem sucedido na Grã-Bretanha, onde o Kennel Club se registra entre 400 e 500 nascimentos todos os anos. Isso está longe de ser o caso na França.: com menos de dez entradas anuais no Livro das Origens da França (LOF), é claro que está longe de ter conquistado os corações dos caçadores franceses.

    Nos Estados Unidos, As estatísticas do AKC a colocam em torno da posição 110 (de 195) no ranking das raças mais populares do país.

    Foto: Eu encontrei este cachorro adorável enquanto caminhava por Dorset. Tirei uma foto e depois fiquei com muito medo da câmera. por Caroline Granycome, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    O Spinone italiano é bem construído, com músculos bem desenvolvidos e ossos fortes.

    Seu corpo, tão alto quanto longo, tem formato quadrado e termina em uma cauda espessa e espessa. A cauda pende em repouso e é horizontal quando em ação. As pernas são sólidas e terminam em pernas redondas compactas.

    A cabeça tem formato de ovo, com um crânio curvo e um focinho do mesmo comprimento que o crânio. A cor do nariz varia entre o rosa dos cães brancos e o marrom dos cães ruões. Os olhos são redondos, grande e distante. São de uma cor ocre mais ou menos escura. Forma triangular, as orelhas são bastante longas e caem ao longo das bochechas.

    O corpo do Spinone é totalmente coberto por pêlo duro e denso, sobre 4 - 6 cm de comprimento, que o protege quando ele desliza através da vegetação rasteira, mas também quando jogado em água fria. É mais curto no topo da cabeça e na frente das pernas. No rosto, uma densa camada de sobrancelhas grossas e uma barba cheia, típico da raça, que também o protege de silvas e arbustos. Abaixo desta camada superior está o pelo do cachorro, que tem a particularidade de não ter subpêlo.

    O casaco pode ser branco liso, branco com manchas laranja, castanha ou marrom, ou ruão com manchas laranja, castanha ou marrom. Cães tricolor ou de pêlo preto não são aceitos pelo padrão da raça.

    Último mas não menos importante, dimorfismo sexual é marcado: o macho é maior e, acima de tudo, significativamente mais massivo que a fêmea.

    Tamanho e peso

      Tamanho macho: De 60 - 70 cm
      Tamanho fêmea: De 58 - 65 cm
      Peso macho: De 32 - 37 kg
      Peso fêmea: De 28 - 30 kg

    Caráter e habilidades

    Geralmente mais fácil de conviver do que outros cães ponteiro, o Spinone Italianos eles são afetuosos e próximos de sua família, eles adoram brincar e passar a maior parte do tempo com eles. Embora sejam caçadores, Eles não são do tipo que pula no mar aberto e desaparece assim que uma presa em potencial chama sua atenção: eles nunca se afastam muito de seu mestre, preferindo ter sempre à vista.

    Seu carinho, paciência e caráter lúdico os tornam a raça ideal para uma criança. Ele adora crianças e é um excelente companheiro de brincadeiras para aqueles que já aprenderam a se comportar na presença de um cachorro. Menos recomendado para crianças mais novas, já que é grande o suficiente para empurrá-los e derrubá-los inadvertidamente. Em qualquer caso., independentemente de raça, as interações entre um cão e uma criança devem sempre ocorrer na presença de um adulto.

    O Grifo italiano também é sociável com outros cães. Griffon, aqueles que você está disposto a adotar como companheiros. Animais pequenos, como gatos, coelhos e outros roedores, têm mais com que se preocupar e são mais propensos a serem caçados como presas em potencial. No entanto, eles podem viver com um gato se tiverem sido criados com eles, mas é provável que este último ainda seja assombrado no jardim de vez em quando.

    Quanto aos humanos que são desconhecidos para ele, o Spinone é geralmente confortável com eles, especialmente se ele foi bem socializado desde seus primeiros meses. Na verdade, acostumado a viver com humanos por séculos, é mais do tipo que busca ativamente sua empresa. Também sofre facilmente de solidão: embora você possa passar algumas horas sozinho em casa sem dificuldade, não é aconselhável deixar tudo para um fim de semana. Adotar mais um cão pode ser uma boa maneira de oferecer companhia para ajudá-lo a evitar a solidão quando sua família estiver fora..

    Ele é tão ativo nos primeiros anos quanto calmo e controlado depois.. Isso pode ser visto em seu estilo de caça, isso é calmo e metódico.

    Dito isto, se você gosta de descansar no tapete da sala, isso não significa que você não precisa se exercitar. Para que você se sinta confortável e calmo quando chegar em casa, suas caminhadas diárias devem totalizar pelo menos uma hora. Embora sejam mais lentos do que outras raças de sinalização, eles são muito resistentes e podem se adaptar a muitos tipos de terreno. Por esta razão, se surgir a oportunidade de fazer uma longa caminhada de várias horas, ele está encantado. Durante o último, não tende a se afastar muito de seu mestre, para que possa ser percorrido sem coleira. Você pode morar em um apartamento, desde que você saia duas ou três vezes por dia, mas seu tamanho o torna inadequado para um pequeno estúdio.

    Ele prefere uma casa com um jardim onde ele possa se divertir e se livrar de qualquer criatura indesejada. No entanto, não é conveniente para você morar no exterior: você precisa estar em contato com sua família e você deve poder passar o máximo de tempo possível com eles.

    Por outro lado, É uma raça de cão inteligente que gosta de ser mentalmente estimulado. Bastante teimoso e mostrando pouco interesse em atividades que parecem inúteis, você precisa de um líder que oferece exercícios motivacionais. Exercícios de obediência, agilidade ou caça são uma ótima maneira de chamar sua atenção e estimulá-lo. O relacionamento também é algo instintivo nele, e você não será solicitado a carregar a bola ou o taco lançado por seu mestre. Ele não hesita em fazer o mesmo com os brinquedos espalhados pela casa quando quer mostrar que quer se divertir.

    Também é importante saber que sua bela barba fica molhada toda vez que você bebe. Ele tende a derramar água em toda a casa sempre que mata a sede, por isso, pode ser uma boa ideia colocar a tigela do lado de fora e não dentro de casa.

    Último mas não menos importante, embora não hesite em latir quando achar necessário, o Spinone italiano não é excessivamente vocal.

    Educação

    O Spinone italiano, como todos os cachorros, deve ser socializado desde tenra idade. É importante que você possa conhecer todas as pessoas que fazem parte do seu ambiente próximo ou distante (amigos, vizinhos, família…). Você também deve enfrentar todos os tipos de situações (andar por lugares diferentes, conhecer outros cães ou outros animais, viajar em diferentes meios de transporte) não ter medo uma vez que um adulto.

    Não deve demorar muito para que eles comecem a aprender a domesticar, que pode ser mais longo e complicado do que para a maioria das outras raças.

    Dado seu tamanho uma vez adulto, Também é útil acostumá-lo a ser manuseado sem vacilar desde tenra idade, para que as sessões de aliciamento sejam um momento de prazer compartilhado e não de tortura para ambos os protagonistas.

    O Grifo italiano ele é inteligente e tem uma personalidade forte. Você precisa de um mestre firme que saiba como ganhar seu respeito, mas mesmo se eu fizer, não gosta de fazer tarefas que parecem triviais. É um cachorro de trabalho, quem gosta de ser útil e prefere aprender, por exemplo, para pôr o jogo em dia ao invés de virar. Na verdade, se o seu mestre sabe como fazer e tem toda a paciência necessária, este cachorro pode fazer maravilhas, mesmo em competições de obediência e agilidade. O truque é motivar você, acima de tudo fazendo-o entender o interesse do comando.

    Não surpreendentemente, ele responde muito melhor aos métodos de treinamento de cães baseados em reforço positivo do que o treinamento tradicional de cães.. Saiba que o cumprimento do que é solicitado permite receber carícias, incentivo e mimos são a seus olhos uma razão legítima para se destacar e dar o melhor de si.

    Saúde

    O Spinone italiano geralmente é bastante robusto. Além dos problemas de saúde comuns a todos os cães grandes e uma doença genética grave, mas felizmente em processo de desaparecimento graças ao trabalho dos criadores, os riscos são baixos.

    Assim, as condições a que está especialmente exposto são :

    • La ataxia cerebelosa, uma doença genética que ataca o cerebelo e é o problema de saúde mais crítico nesta raça. Filhotes que receberam um gene portador de ambos os pais morrem antes de seu primeiro aniversário. No entanto, hoje em dia é extremamente raro, uma vez que os indivíduos portadores são eliminados dos programas de reprodução. Um criador de Spinone Italiano digno desse nome deve ser capaz de mostrar que os pais não são portadores, com base nos resultados do teste;
    • Displasia de quadril e cotovelo, problemas nas articulações que tornam o movimento difícil;
      dilatação-torção gástrica, frequentemente relacionado a uma ingestão muito rápida de alimentos, que pode ser fatal sem intervenção veterinária imediata;
    • Entrópio e ectrópio, malformações da pálpebra que podem ser corrigidas cirurgicamente se forem problemáticas;
      Hipotireoidismo, uma deficiência hormonal que causa uma desaceleração nas funções corporais;
    • Câncer (osso, fígado, base…), que, de acordo com um estudo conjunto do British Kennel Club e da British Small Animal Veterinary Association, é, com diferença, a principal causa de mortalidade nesta raça, com um 45% de mortes.

    Além disso, as orelhas moles e peludas do Spinone eles se sujam facilmente. Eles podem se infectar rapidamente se não forem limpos todas as semanas e após cada banho.

    Apesar da falta de subpêlo e de suas origens italianas, adapta-se muito bem a diferentes climas e é resistente ao calor e ao frio, mas as temperaturas extremas são difíceis de suportar. É necessário um abrigo para que fique na sombra quando o termômetro ultrapassar 30 °, e particularmente não gosta de passar a noite fora quando está -10 °.

    Último mas não menos importante, o Grifo italiano não muito sujeito à obesidade, especialmente se você tiver oportunidade suficiente para se exercitar. No entanto, um condutor responsável deve certificar-se regularmente de que tudo está em ordem, tendo o tempo para pesar seu cão.

    Expectativa de vida

    De 12 - 13 anos

    Limpeza

    A manutenção de Spinone italiano é simples, mas requer alguma disciplina, pois pode ser difícil e demorado se não for feito regularmente.

    A ausência de subpêlo significa que apenas uma pequena quantidade de cabelo é perdida. Uma escovação semanal é suficiente para remover a sujeira, remova os pelos mortos e desemaranhe os nós de sua pele. A muda mais frequente não é necessariamente necessária durante o outono e a primavera, já que a falta de subpêlo torna a queda não muito pronunciada. Por outro lado, E se “esquecer” uma ou duas sessões de preparação, a situação é complicada: os detritos se acumulam e formam nós que não podem mais ser desembaraçados com a escova. Então não há escolha a não ser desfazê-los manualmente ou até cortá-los com um cinzel. Dependendo do estado do casaco, isso às vezes pode levar mais de uma hora.

    Em qualquer caso., raramente precisa de um banho, a menos que esteja especialmente sujo ou fedorento após uma viagem. Exceto para exceções, dois ou três banheiros por ano são mais que suficientes, e toda vez que um shampoo suave para cães deve ser usado.

    As sessões semanais de higiene também são uma oportunidade para limpar os olhos do seu cão e escovar os dentes.. Você também não deve negligenciar o cuidado de seus ouvidos: orelhas caídas e peludas tendem a pegar sujeira, então o risco de infecção é alto. Pode ser limpo com um pano úmido.

    Além disso, barba tende a reter umidade e fica malcheirosa. Por esta razão, deve ser seco com uma toalha frequentemente e limpo de vez em quando.

    Último mas não menos importante, se você passa muito tempo ao ar livre, o desgaste geralmente é suficiente para lixar as garras do Spinone italiano, que crescem mais rápido do que a maioria dos outros cães. Se ficarem muito longos e puderem incomodar ou machucar você, deve ser aparado com um cortador de unhas especial.

    Uso

    O Spinone italiano é acima de tudo um cão de caça, uma missão que vem cumprindo há séculos e na qual se destaca. Sua capacidade de apontar metodicamente, fazer o jogo desaparecer e se recuperar os torna cães de caça muito versáteis. Isso é ainda mais verdadeiro porque, como o seu nome ilustra, derivado da palavra italiana para amora, eles são capazes de se infiltrar nos matagais mais espinhosos em busca de pequenos animais. Também é muito resistente.

    Quando não é usado para caça, pode ser usado para mostrar suas qualidades em vários esportes caninos, como agilidade ou obediência. Eles também são bons cães de guarda, mas sua falta de agressividade e o fato de latirem muito pouco os desqualifica como tutores. Dito isto, é impressionante o suficiente para que a maioria das pessoas maliciosas o ignore.

    Último mas não menos importante, o Grifo italiano ele também é um cão de companhia maravilhoso, amoroso e totalmente dedicado à sua família. Pode ser o companheiro ideal para um dono ativo que quer ter sempre o seu cão ao seu lado quando vai passear ou passear..

    Preço

    O preço de um cachorro Spinone italiano é de alguns 800 - 1000 euros na europa. No Canadá e nos Estados Unidos, geralmente está entre 1500 e 1800 $.

    Em todos os casos, não há diferença de preço perceptível entre homens e mulheres.

    Classificações do "Spinone italiano"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Spinone italiano" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do “"Spinone italiano"“

    Fotos:

    1 – Solid white Spinone italiano. by Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    2 – A brown roan Spinone Italiano by Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    3 – Spinoni italiani by Francesco Napoli
    4 – Spinoni italiani by Francesco Napoli
    5 – Brown roan spinone italiano. Risky Business Oliver Di La Ros by Canis Timberdoodle, Ron & Pat Rosinski (Usuário:Rrosinski), CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons
    6 – This is a Spinone, an italian pointing dog. Coatcolor is white-orange by Alefalfa, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Vídeos do “"Spinone italiano"“

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 107
    • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
    • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.3: Tipo Griffon (Spaniel). Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.3: Tipo Griffon
    • AKCHound
    • CKCMiscellaneous
    • KC – cão de caça
    • UKCGun Dog

    Padrão da raça FCI "Spinone italiano"

    TRADUCCÍON: Senhorita. IRIS Carrillo.

    Aatualizar: Senhorita. Brígida Nestler e Sr. Miguel Angel Martinez. Idioma oficial: IN.

    ORIGEN: Itália.

    FECHA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO OFICIAL V.LFOI: 13.11.2015.

    UTILIZAÇÃO: Cão mostra.

    CLASAPLICAÇÃO FCI:

    Grupo 7 Cães de Parar ou Cães Apontadores

    Seção 1.3 Cães Apontadores Continentais "Tipo Griffon" Com Prova de Trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO: As descrições bibliográficas mencionam um cão de pêlo áspero de origem italiana que parece ser o ancestral do atual Spinone.. Selincourt, no livro dele O caçador perfeito (O caçador perfeito) de 1683, fala de um "grifo" da Itália e do Piemonte. Na idade média, este cachorro foi frequentemente retratado por pintores famosos; a pintura mais conhecida é um afresco de Andrea Mantegna no palácio ducal de Mântua, Século 15.

    APARSEGURO GERAL:

    Cão de construção sólida, robusto e vigoroso com ossos fortes, músculos bem desenvolvidos com pêlo áspero.

    PROPORCIONES IMPORTANTE:

    A construção tende a se encaixar em um quadrado. O comprimento do corpo é igual à altura na cernelha, com uma tolerância de 1 - 2 cm mais longo. O comprimento da cabeça é igual a 4/10 a altura na cernelha, sua largura, medido ao nível dos arcos zigomáticos, tem menos da metade do comprimento. O lombo tem um pouco menos de um quinto da altura na cernelha de comprimento.

    COMPORTAMIENTO / TEMPERAMENTO: naturalmente sociável, dócil e paciente, o Spinone é um caçador experiente em todos os terrenos; muito resistente à fadiga, facilmente entra em vegetação rasteira espinhosa ou despeja em água fria. Possui disposições notáveis ​​para um trote prolongado e rápido; por natureza é um excelente retriever.

    CASEMA:

    A direção dos eixos longitudinais superiores do crânio e focinho é divergente.

    GION CRAEAL:

    • Crânio: oval, paredes laterais inclinam-se suavemente como um telhado com protuberância occipital bem desenvolvida e crista parietal bem marcada. A protuberância da testa não é muito desenvolvida, nem para a frente nem em altura. Os arcos superciliares não são muito proeminentes.
    • Stem: apenas marcado, enquanto o sulco frontal medial é bem pronunciado.

    REGIÃO FACIAL:

    • Nariz: colocado no prolongamento da ponte nasal, volumoso, aparência fofa com uma borda superior muito grossa e claramente arredondada. Cor de carne rosa em assuntos brancos, ligeiramente mais escuro em assuntos brancos e laranja, e marrom em assuntos de cor de fígado ruão. Perfil, o nariz se projeta acima da linha vertical frontal dos lábios. As narinas são grandes e salientes.
    • Hocico: O comprimento é igual ao comprimento do crânio, profundidade, medido no comprimento médio; atinge um terço do comprimento do focinho. O perfil é reto ou ligeiramente convexo (nariz romano). Faces laterais são paralelas, de modo que, visto de frente, o focinho parece quadrado. O perfil inferior é definido pelo lábio superior, o ponto mais baixo é o canto do lábio.
    • Labios: os lábios superiores são bastante finos e formam um ângulo aberto sob o nariz; na frente são arredondados, em seguida, cobrindo os lábios inferiores, alcançam o canto da boca onde formam uma ruga visível.
    • Mandíbulas / Dentes: Poderoso e normalmente desenvolvido, ramus de comprimento médio da mandíbula muito ligeiramente curvado. Arcadas dentárias bem adaptadas e completas: mordedura em tesoura ou pinça.
    • Bochechas: Fina.

    OJOS: Grande e bem separado. O olho está quase redondo; as pálpebras se ajustam muito bem ao olho que não é protuberante ou afundado; os olhos estão em um plano quase frontal. A íris é uma cor ocre, mais ou menos escuro dependendo da cor da pelagem.

    OREJAS: praticamente de forma triangular; seu comprimento não é maior que 5 cm até a linha inferior da garganta; largo estende-se para a frente do ponto de inserção da cabeça ao pescoço até o meio do arco zigomático. A ponta está perto da bochecha, não dobrado, mas voltado para dentro; A ponta da orelha é ligeiramente arredondada. Quase sempre carregado baixo, a orelha deve ter pouco poder de ereção. Cartilagem é fina. A pele é coberta por pêlos densos misturados com pêlos mais longos e esparsos, que fica mais grosso na borda.

    COMELLO:

    Poderoso e musculoso, claramente separado da nuca, misturando-se harmoniosamente nos ombros. O comprimento não deve ser menor que 2/3 do comprimento da cabeça; sua circunferência atinge um terço da altura na cernelha. A borda inferior mostra uma barbela dupla ligeiramente desenvolvida.

    COMERPO:

    Cabe quase em um quadrado.

    • Razãonea superior: O perfil superior típico começa com a cernelha ligeiramente marcada e continua com uma frente quase reta nas costas, em seguida, ele se junta em direção ao lombo com uma linha ligeiramente convexa até se juntar à região lombar sólida e bem arqueada.
    • Cruz: não muito alto, os topos dos ombros bem separados.
    • Dorso: a frente é quase reta, em seguida, sobe gradualmente em direção ao lombo antes de se inclinar para a parte traseira.
    • Lomo: Ligeiramente convexo, tem músculos e uma largura bem desenvolvida. A largura é quase igual ao comprimento.
    • Gsemelhança: Ampla, longo, bem musculoso e obliquo, forma abaixo da horizontal um ângulo de 30 ° a 35 ° que é medido a partir da obliquidade do osso do quadril.
    • Peco: desce pelo menos até o nível dos cotovelos, Largura, profundo e bem arredondado em altura média, onde seu diâmetro transversal atinge seu máximo e diminui sensivelmente na direção do esterno, mas não deve formar uma quilha na junção com o esterno. As costelas são bem arqueadas e inclinadas com um amplo espaço entre elas. Costelas traseiras (costelas falsas) eles são longos, oblíquo e aberto.
    • Lílinha inferior e barriga: quase horizontal na região esternal, então sobe ligeiramente em direção à barriga.

    COLA:

    Natural e grosso, particularmente na base; sem franjas; transportado horizontalmente ou para baixo; não abana muito durante a corrida. Se amputado para fins de caça, de acordo com a saúde e bem-estar animal para evitar ferimentos, cauda deve ter 15-25 cm de comprimento da base.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES:

    • Aaparência geral: visto de frente, são perfeitamente paralelos e perpendiculares ao solo. No perfil, o antebraço é vertical e a metacarpos é ligeiramente oblíquo.
    • Hombro: ombro poderoso e comprido, é um quarto da altura na cernelha e tem uma obliquidade abaixo da horizontal de aproximadamente 50 °; em relação ao plano mediano do corpo, as pontas das omoplatas não estão muito próximas. Perfeitamente livre em seus movimentos, o ombro tem músculos bem desenvolvidos; a abertura do ângulo escapulo-umeral é de aproximadamente 105 °.
    • Brazo: oblíquo abaixo da horizontal com uma inclinação de aproximadamente 60 °, dirigido quase paralelo ao eixo mediano do corpo. Está bien musculado.
    • Codo: Paralelo ao plano mediano do corpo. A ponta do cotovelo deve estar ligeiramente à frente da linha vertical, que cai da ponta da omoplata até o chão. A distância do cotovelo ao solo é igual a 50% a altura na cernelha.
    • Aantebraço: Um pouco mais longo que um terço da altura na cernelha, vertical tanto de frente quanto de perfil. Osso forte. O tendão posterior é fortemente acentuado de tal forma que o sulco entre o tendão e o osso é claramente visível.
    • Carpo (pulso): segue a linha vertical do antebraço. Osso pisiforme bem proeminente.
    • Metacarpo: plano e, visto de frente, segue a linha vertical do antebraço; no perfil, é ligeiramente oblíquo. Seu comprimento é de aproximadamente 1/6 da altura das pernas do chão até o cotovelo.
    • Pemé anterior: Compacto, rodada; dedos fortemente unidos e arqueados, coberto com cabelo curto e espesso, incluindo espaços entre os dedos. Almofadas, magro e duro, são mais ou menos pigmentados dependendo da cor da pelagem. Unhas fortes, curvado em direção ao solo e bem pigmentado, mas nunca preto.

    MEMBROS POSTERIORES:

    • Aaparência geral: no perfil, a borda posterior da coxa é ligeiramente convexa; boa angulação dos segmentos ósseos; os jarretes devem ser perpendiculares ao solo; visto por trás, posteriores são paralelos.
    • Coxa: o comprimento não deve ser inferior a um terço da altura na cernelha; ampla, ligeiramente oblíqua. A borda traseira ligeiramente convexa.
    • PemEsquema: comprimento excede ligeiramente a coxa; inclinação é de 55-60 ° abaixo da horizontal; músculos magros em cima; O sulco entre o tendão do jarrete e o osso é marcado e claramente visível.
    • Ajarretes: os lados laterais são muito largos. A distância entre a ponta do jarrete e o solo é de aproximadamente um terço da altura na cernelha. A abertura do ângulo da articulação tíbio-tarsal é de aproximadamente 150 °.
    • Metatarso: Forte e magro, o comprimento é igual à distância do jarrete ao solo. Assistido de qualquer lugar, metatarso é vertical. No lado interno pode haver um esporão articulado simples.
    • Pés de volta: Compacto, rodada, mas mais oval do que os pés anteriores; dedos fortemente unidos e arqueados, coberto com cabelo curto e espesso, incluindo espaços entre os dedos. Almofadas, magro e duro, são mais ou menos pigmentados dependendo da cor da pelagem. Unhas fortes, curvado em direção ao solo e bem pigmentado, mas nunca preto.

    MOVIMENTO:

    passo solto fácil; ao caçar um trote prolongado rápido com passos de galope intermitentes.

    PIEL:

    apertado ao corpo, deve ser grosso e firme. É mais fino na cabeça, garganta e virilha, sob os braços e na parte de trás do corpo; nos cotovelos é macio ao toque. A pele forma apenas duas dobras que começam nos ramos da mandíbula e desaparecem na primeira metade do pescoço (Gill). Quando a cabeça é portada baixa, apenas uma dobra é perceptível, descendo do canto externo do olho para a bochecha; em sua borda posterior, esta dobra termina em uma mecha de cabelo. A pigmentação da pele varia de acordo com a cor da pelagem.

    MANTO

    Pelo: De um comprimento de 4 - 6 cm no corpo, mais curto no focinho, o chefe, as orelhas, os lados da frente dos membros e pés. Na parte de trás dos membros, o cabelo é como uma escova áspera, mas nunca com franjas. Os pêlos longos e rijos formam sobrancelhas grossas e nos lábios formam bigodes grossos e também uma barba tufada.. Cabelo está duro, áspero, denso e bastante plano, com falta de camada interna.

    Codor: branco puro, branco com manchas laranja, manchado de branco com laranja, branco com manchas marrons (castanhas), ruão laranja ou ruão marrom (Brown). O tom de marrom preferido é a cor do "vestido do frade". As cores não permitidas são: tricolor, manchas marrons, preto em qualquer combinação.

    TAMÃO E PESO:

    Altura para a cruz: Machos: 60 – 70 cm. Fêmeas: 58-65 cm.

    Pisso: Machos: 32 – 37 kg. Fêmeas: 28-30 kg.

    FALTAS:

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão, e a capacidade do cão de realizar sua tarefa tradicional.

    • Cauda fina ou enrolada nas costas.

    FALTCOMO DESQUALIFICADORES:

    • Agressividade ou extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
    • Eixos craniofaciais superiores convergentes
    • Despigmentação total do nariz.
    • Ponte nasal côncava.
    • Boca prognática – o enognática acentuada.
    • Olhos gazeos.
    • Pigmentação negra da pele.
    • Manto tricolor, marcas bronzeadas ou pretas em qualquer combinação

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    Nomes alternativos:

      1. Spinone, Bracco Spinoso, Italian Spinone, Italian Griffon, Italian Wire-haired Pointer, Italian Coarse-haired Pointer (Inglês).
      2. Spinone italien (Francês).
      3. Italienischer Griffon, Spinone, Rauhaariger italienischer Vorstehhund, Italian Griffon, italienischer Spinone (Alemão).
      4. Spinone (Português).
      5. Espinone, Grifón italiano, Italiano de pelo duro (español).

    Braco-eslovaco
    Eslovaquia FCI 320 . Tipo Braco

    Braco-eslovaco

    O Braco-eslovaco em um cão obediente e fácil de treinar.

    Conteúdo

    História

    O Braco-eslovaco é uma raça relativamente nova. Remonta ao final da década de 1950, na Tchecoslováquia após a Segunda Guerra Mundial e acredita-se que tenha sido desenvolvido usando o Weimaraner, o Braco alemão de pelo duro e o Griffon de caça checo.

    A qualquer momento, os eslovacos que desenvolveram a raça perguntaram ao Club Weimaraner da Alemanha para reconhecer este cachorro com o nome de Weimaraner de pelo duro, mas o pedido foi rejeitado.

    O cão resultante é uma verdadeira maravilha, que combina os talentos de um cão de caça (nas planícies, na floresta e na água), um cão de trabalho e um cão de companhia. Adapta-se a todos os climas.

    Foto: Slovakian Wire-haired Pointing Dog por Ing. Michal Urbano (criadores HP), Domínio público, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    O Braco-eslovaco é um braco alto, solidamente construído e não muito pesado. Esta raça foi criada para ser um cão de trabalho, com nobreza em suas formas. A cauda é cortada pela metade quando permitido por lei. É bastante alto, usado em repouso e em ação horizontal. Os olhos são amendoados, âmbar, com uma expressão inteligente. Em cachorros e cães jovens, são azuis. As orelhas caídas são colocadas sobre o olho, eles são arredondados e não muito longos.

    Braco-eslovaco
    “Braco-eslovaco” durante a exposição de cães em Rybnik – pedra, Polônia

    O subpêlo consiste em uma penugem curta e fina que normalmente cai no verão. A camada superior é sobre 4 cm de comprimento, disco rígido, reto e bem colocado. Na parte inferior do focinho, os cabelos são mais longos e mais macios e formam um bigode. Acima dos olhos, são mais pronunciados e obliquamente eretos. A testa e o occipital são cobertos por cabelos curtos e duros. Eles são curtos e macios nas orelhas. A cauda também é fornecida com o cabelo, mas não é escovado. A cor básica é “cinza”: é uma areia sombreada com marrom. Marcas brancas são permitidas nas pontas das pernas e no peito. Manchas escuras menores ou maiores podem marcar cinza. Também há um casaco salpicado.

    Caráter e habilidades

    O Braco-eslovaco descrito no padrão FCI como fácil de treinar e compatível. Eles são selecionados por suas características de trabalho, como Cão apontador. Eles caçam nas planícies, florestas e água. Eles funcionam principalmente após o tiro, procurando e recuperando o jogo.

    O Braco-eslovaco é animado, feliz e ansioso para agradar. Ele tem muita energia e é muito inteligente, mas fica entediado facilmente. Isso às vezes pode tornar o treinamento um pouco difícil, e deve trabalhar para tornar as sessões de treinamento divertidas, interessante e não muito longo. Eles precisam de uma mão firme e consistente na disciplina com estrutura e limites. Palavras ásperas ou castigo físico devem ser evitados. Eles têm um forte vínculo com suas famílias, e pode desenvolver ansiedade de separação sem o condicionamento adequado.

    o Braco-eslovaco eles são os mais felizes fazendo coisas com seu dono. Isso torna a raça uma ótima candidata como companhia canina para proprietários que amam caminhadas., andar de bicicleta ou correr. É imperativo que eles tenham oportunidades de correr livremente, de preferência em uma área cercada, já que seu instinto de caça é muito forte, e o cão não será capaz de resistir ao impulso de perseguir a presa.

    Saúde

    O Braco-eslovaco é uma raça geralmente saudável, e criadores responsáveis ​​examinam seus criadores para condições de saúde, como cotovelo e displasia de quadril, atrofia progressiva da retina e catarata.

    Limpeza

    O Braco-eslovaco requer apenas um cuidado mínimo para manter boas condições. Limpá-los com um pano úmido geralmente é suficiente entre os banhos. Usar uma luva ou um pente no casaco durante o outono pode ajudar a manter a queda de cabelo em sua casa.. As unhas dos pés devem ser aparadas a cada quatro semanas. Um regime de cuidados dentários deve começar cedo para evitar problemas mais tarde na vida.

    Classificações do "Braco-eslovaco"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Braco-eslovaco" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vídeos do “"Braco-eslovaco"“

    Dog Breed Video: Slovakian Rough Haired Pointer
    Slovakian wire haired pointer – training

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 320
    • Grupo 7: – ães de Parar ou Cães Apontadores.
    • Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 7: Cães de Parar ou Cães Apontadores. – Seção 1: Cães de Parar Continentais. 1.1: Tipo Braco
    • KCgundog
    • AKCGroup: Foundation Stock Service

    Padrão da raça FCI "Braco-eslovaco"

    Padrão-FCI n ° 320 / 17.02.1998 / E
    BRACO ESLOVACO DE PELO DURO(Stavac de cabelo grosso eslovaco)
    TRADUCCION : IRIS Carrillo (Federação de canil de Porto Rico)
    ORIGEM : Eslováquia.
    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 06.01.1995

    UTILIZAÇÃO :

    Cão mostra.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    • Grupo 7 - Cachorros apontadores.
    • Seção 1.1 - Cães de Parar Continentais, tipo Braco. Com prova de trabalho.

    OLHAR GERAL :

    Este é um animal de força moderada. Embora ele seja um cão trabalhador, sua aparência é nobre. A cor da camada externa do cabelo é "cinza" e o cabelo é duro. Deve estar apto para trabalhar na planície, na floresta e na água e especialmente para o trabalho após o tiro, para procurar e trazer o jogo ferido. É um cão obediente e fácil de treinar.

    PROPORÇÃO SIGNIFICATIVA :

    A correlação entre a altura na cernelha e o comprimento do tronco deve ser 10:9 em machos e 10:8 nas fêmeas. Este animal deve ser construído solidamente, mas não parece áspero.

    CABEÇA :

    É bastante longo, fina, sem dobras na pele e é proporcional ao corpo.

    REGIÃO CRANIANA :

    • Crânio : Tem uma forma retangular; arcos superciliares devem ser pronunciados; O sulco frontal é visível. A protrusão occipital é palpável ao toque.
    • Nasofrontal depression (Stop) : Moderadamente inclinados (cerca de 45 °).

    REGIÃO FACIAL :

    • Trufa : É grande e de cor escura. As janelas estão abertas.
    • Focinho : Tem aproximadamente o mesmo comprimento do crânio. É alto e largo. Leme nasal é reto.
    • Lábios : Moderadamente desenvolvido. Eles são bem colados e de cor escura.
    • Mandíbulas / Dentes : Mandíbula uniforme e robusta. Os dentes são bem desenvolvidos. A articulação é em forma de tesoura.
    • Olhos : Eles são amendoados e bem afundados nas cavidades. Eles são de cor âmbar e têm expressão inteligente. Em cachorros e cães jovens são azuis. Pálpebras são escuras.
    • Orelhas : Eles são de comprimento conveniente e inseridos acima da região dos olhos. A raiz é larga e as pontas são redondas.

    PESCOÇO :

    É o comprimento médio, Delgado, sem dobras de pele. Ele é bem musculoso e se ergue alto na região da cernelha.

    CORPO :

    • Top de linha: Como um todo., o cachorro é muito compacto e bastante volumoso. As costas são retas e o pescoço é inserido alto. A cabeça do cachorro está levantada.
    • Cruz : É bem pronunciado e está bem conectado com as costas.
    • Voltar : Em linha reta, bem musculado. Sólido, ligeiramente inclinado para trás.
    • Alcatra : É largo e bastante longo, não muito alto ou muito oblíquo.
    • No peito : É bastante longo e largo. Tem forma oval e é proporcional ao resto do corpo. Desce até os cotovelos. As costelas são firmes e o peitoril é bem desenvolvido.
    • Ventre e flancos : Eles são moderadamente retraídos.

    CAUDA : É moderadamente grosso e inserido bastante alto. Quando o cachorro está em repouso, derruba-a e quando ela está em ação, pega horizontalmente. A cauda é muito peluda, mas não em forma de pincel. É cortado na metade de seu comprimento.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES : Como um todo., eles são bem desenvolvidos. Vistos de frente o de perfil, eles são de chumbo.

    • Ombro : Bem desenvolvido e musculoso. A omoplata é oblíqua.
    • Ângulo escapulo-umeral : É 110 °.
    • Ângulo do cotovelo : É 135 °. Antebraço : Vertical, magro e musculoso.
    • Carpo : É quase vertical. : Bem grosso, relativamente curto e quase vertical.
    • Pés dianteiros : Eles são redondos, dedos estão bem juntos e arqueados. Unhas e almofadas são escuras. As unhas internas dos dedos devem ser removidas.

    MEMBROS POSTERIORES : Como um todo e visto de perfil, eles são bem angulados. Visto de trás, eles são de chumbo.

    • Coxas : Eles são bastante longos, largo e bem musculoso.
    • Ângulo coxal-femoral : De 80 ° a 85 °
    • Ângulo femoro-tibial (joelho) : Entre 125 ° e 130 °.
    • Perna : Ampla, bastante longo e muito viscoso.
    • Ângulo do jarrete : Entre 125 ° e 135 °.
    • Metatarso : É quase vertical.
    • Pés traseiros : Eles são redondos, dedos estão bem juntos e arqueados. Unhas e almofadas são escuras. Os quintos dedos devem ser removidos.

    MOVIMENTO :

    É equilibrado e ágil. Durante o trabalho na planície, o cachorro galopa.

    PELE :

    Não muito grosso. É elástico e sem dobras. Sua cor é cinza.

    PELES

    CABELO :

    A camada interna do cabelo apresenta-se na forma de um cabelo curto e fino. Ela geralmente derrama durante o verão. A camada externa dos cabelos mede cerca de 4 cm; o cabelo esta duro, suave e preso. Os pêlos sob o focinho são mais longos e mais macios e formam uma barba. Acima dos olhos, os cabelos são mais marcados e aparecem obliquamente. A testa e o occipital são cobertos por pêlos curtos e duros. Eles são curtos e macios nas orelhas. A cauda é muito espessa.

    COR :

    A cor de base é areia marrom sombreada (é chamado de «cinza»), com variedades mais claras ou mais escuras, com ou sem marcas brancas nos membros e no peito. Também "cinza" com manchas mais ou menos grandes e, eventualmente, malhado.

    TAMANHO :

    Altura à Cruz : É de 62 – 68 cm nos machos e 57 – 64 cm nas fêmeas.

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTAS GRAVES

    • Aparência áspera e falta de elegância.
    • Cabeça muito grande.
    • orelhas muito longas ou muito grossas.
    • Dorso convexo.
    • Cabelo muito longo ou sedoso.
    • Cabelo muito curto, Sem barba.
    • Cor muito clara, puxando esbranquiçado.
    • Tamanho muito grande ou muito pequeno, em relação ao que é estabelecido pela norma.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Cão agressivo ou medroso.
    • Todos os defeitos anatômicos, como prognatismo superior ou inferior, entrópio, ectrópio, posição irregular do membro.
    • Qualquer outra cor de base diferente de "cinza" (cor de areia sombreado castanho).

    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Slovak Rough-haired Pointer, Slovakian Wirehaired Pointer (Inglês).
      2. (Nom d’origine : Slovensky Hrubosrsty Stavac), Griffon d’Arrêt Slovaque à poil dur (Francês).
      3. SHS, Slovenský hrubosrstý stavač (Alemão).
      4. Braco eslovaco de pêlo duro, (em eslovaco: Slovenský hrubosrsty stavac) (Português).
      5. Grifón de muestra eslovaco de pelo duro (español).

    Pequeno Sabujo Suíço
    Suiza FCI 60 . Farejadores de pequeno porte

    Pequeno Sabujo Bernés
    Pequeno Sabujo Bernés

    O cão Pequeno Sabujo Suíço, pouco estimulado, muitas vezes se torna um animal de estimação irritante que pode ser difícil de treinar.

    Conteúdo

    História

    No início do século XX, a caça começou a mudar na Suíça. Terrenos de caça privados foram introduzidos e o tamanho padrão do Sabujo Suíço ele era muito rápido e entusiasmado para caçar adequadamente dentro desses campos de caça menores. Os caçadores decidiram desenvolver uma raça diferente de caça que pudesse caçar com eficiência e eficácia em áreas de caça privadas fechadas.. Muitas pessoas pensam isso Pequeno Sabujo Suíço é apenas uma versão menor do Sabujo Suíço. Embora isso seja parcialmente verdade, Eles são uma raça diferente que se originou de cruzar o Sabujo Suíço com o Basset Hound. O objetivo final era desenvolver uma raça cada vez mais curta., mas também tinha as mesmas quatro variantes de cores que o Sabujo Suíço. Esperava-se que os cães resultantes tivessem um forte olfato para trabalhar o nariz e uma voz melodiosa para soar o alarme durante a caça..

    O Pequeno Sabujo Suíço Ele é um excelente caçador e tem a capacidade de rastrear cheiros por quilômetros em terrenos acidentados. O Pequeno Sabujo Suíço tornou-se o cão de caça de pessoas que caçam em terras privadas.

    O United Kennel Club reconheceu o Pequeno Sabujo Suíço em 2006. A Federation Cynologique Internationale (FCI) os aceitou e adotou o padrão oficial da raça sob o nome de Schweizer Niederlaufhund em 2015.

    O Pequeno Sabujo Suíço ainda um companheiro de caça popular em sua Suíça natal.

    Foto: Small Bernese Hound Smooth-coated male por Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    Em proporção menor que o Sabujo Suíço. O formato do corpo é retangular, moderadamente longa, e forte conformação. Cabeça de tamanho médio, fina, elegante, com expressão facial amigável
    e atencioso. Suas orelhas são muito longas, inserção baixa, e ele os usa dobrados. Membros finos e fortes. Ao caminhar com calma, ele fica com o rabo pendurado, em atividade, dobra ligeiramente para cima.

    O Pequeno Sabujo Suíço vem em quatro variedades diferentes. A única diferença entre as variedades é a cor, mas cada variedade tem seu próprio nome.

    Variantes Pequeno Sabujo Suíço

    Pequeno Sabujo de JuraPequeno Sabujo BernésPequeno Sabujo de SchwyzPequeno Sabujo de Lucerna
    Pequeno cão de Juraequeño de Jura
    Pequeno Sabujo de Jura
    Pequeno Sabujo Bernés
    Pequeno Sabujo Bernés
    Pequeno Sabujo de Schwyz
    Pequeno Sabujo de Schwyz
    Pequeno Sabujo de Lucerna
    Pequeno Sabujo de Lucerna
  • O Pequeno Sabujo de Jura tem uma pelagem lisa que é preta com manchas castanhas sobre os olhos.
    O Pequeno Sabujo de Jura tem apenas uma pelagem e pode ter apenas uma pequena quantidade de branco em seu corpo.
  • O Pequeno Sabujo Bernés tem dois tipos de pele:
    a pelagem lisa e a pelagem áspera.
    A pelagem áspera tem uma única pelagem dura e uma pequena barba.
    O Pequeno Sabujo Bernés é preto e branco com marcas de fogo sobre os olhos; muitos chamam de tricolor.
  • O Pequeno Sabujo de Schwyz tem uma pelagem lisa e única que é predominantemente branca com manchas amarelo-avermelhadas; manchas vermelho-alaranjadas também são aceitáveis.
  • O Pequeno Sabujo de Lucerna tem uma pelagem lisa e única que é predominantemente branca, mas salpicada de preto ou cinza dando a ilusão de um corpo azul. Eles têm manchas pretas com manchas castanhas sobre os olhos.

  • Fotos:

    1 – Small Bernese Hound Smooth-coated male por Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
    2 – Jura low-run dog by Bhv The Max
    3 – Este cão é um pequeno cão Schwyz por pets.ch
    4 – Little Lucerne Hound por catálogo carlosh

    Caráter e habilidades

    Quando ele está caçando, o Pequeno Sabujo Suíço é incansável e implacável, exibindo resistência e força de caráter impressionantes. Eles tendem a ser animados e excitáveis, ansiosos para fazer seu trabalho. A maioria da Pequeno Sabujo Suíço eles estão felizes em caçar independentemente, sem qualquer ordem real de seu mestre.

    Apesar de ter sido criado para caçar, a maioria dos membros da raça pode fazer a transição de cão de caça para animal de estimação da família facilmente e geralmente são afetuosos e demonstram seus donos. Eles são bons amigos de crianças e outros cães, mas eles não podem ser confiáveis ​​com pequenos animais, incluindo gatos e coelhos.

    Os temperamentos individuais variam, e enquanto alguns podem ser hóspedes calmos e pacíficos da casa, outros podem ser excitáveis ​​e nervosos. Cães com mais energia geralmente podem ser ensinados a se acomodar em ambientes fechados, uma vez que tenham sido devidamente exercitados.. Idealmente, o exercício deve ser feito na forma de caça, pois isso não apenas queima o excesso de energia, mas também ocupa sua mente curiosa. O cão Pequeno Sabujo Suíço, pouco estimulado, muitas vezes se torna um animal de estimação irritante que pode ser difícil de treinar.

    Não ser um cachorro agressivo, o Pequeno Sabujo Suíço não deve ser usado como cão de guarda, pois não tende a assustar intrusos e geralmente não sente a necessidade de proteger sua propriedade.

    Treinamento “Pequeno Sabujo Suíço”

    A frase “a síndrome de cachorro pequeno” pode ser mencionado quando se fala sobre Pequeno Sabujo Suíço, porque eles têm a reputação de agir como cães grandes em corpos de cães pequenos. Cheio de confiança, animado e independente, esta não é uma raça para o treinador novato. O trabalho de obediência pode ser um desafio particular, como eles têm um caráter de espírito livre e uma mente própria.

    Os treinadores devem ser firmes e inflexíveis, mantendo suas sessões de treinamento curtas e interessantes para manter o interesse do cão. Como esta raça gosta de assumir uma posição dominante no lar, ele deve aprender seu lugar desde cedo, para evitar qualquer mau comportamento.

    A maioria dos cachorros Pequeno Sabujo Suíço ainda são usados ​​como cães de caça na Suíça hoje, o que significa que seus requisitos de exercício são facilmente atendidos durante a temporada de caça. No caso de cães que não trabalham, ou quando a temporada de caça acabar, os proprietários devem reservar um tempo para atender às necessidades deste cão ativo.

    Um ambiente rural é o lugar ideal para Pequeno Sabujo Suíço, quem precisa de terreno amplo para explorar e não gosta de ficar confinado. É essencial que sua propriedade esteja bem vedada para evitar aventuras solo.

    Saúde “Pequeno Sabujo Suíço”

    Não existem muitas doenças que afetam o Pequeno Sabujo Suíço mais do que outras raças, mas há um punhado de condições que devem ser observadas em indivíduos:

    Infecções de ouvido

    As orelhas caídas são propensas a desenvolver infecções de ouvido, particularmente se um cachorro passa muito tempo fora de casa molhado e enlameado. Manter os ouvidos limpos pode evitar que isso se torne um problema.

    Quadril Displasia.

    Articulações do quadril malformadas podem levar a desconforto vitalício e mobilidade reduzida. Radiografias dos quadris (um processo chamado “pontuação do quadril”) deve ser realizada quando um cão reprodutor tem mais de um ano de idade para garantir que seus quadris sejam de boa qualidade para serem transmitidos.

    Limpeza “Pequeno Sabujo Suíço”

    Embora haja vários tipos de cabelo diferentes dentro da raça, todos são fáceis de manter e pouco precisam de cuidados. A escovação semanal será suficiente. O Pequeno Sabujo Suíço você só precisará tomar banho algumas vezes por ano. Se os proprietários sentirem necessidade de disfarçar seus “odor para cão” eles podem usar shampoo seco, evitando o risco de ressecar a pele e o pelo.

    Orelhas do Pequeno Sabujo Suíço deve ser limpo semanalmente e idealmente deve ser verificado diariamente em busca de sinais de infecção. Eles devem estar completamente secos após serem molhados.

    Classificações do "Pequeno Sabujo Suíço"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pequeno Sabujo Suíço" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vídeos do “"Pequeno Sabujo Suíço"“

    Cachorro suíço de perna baixa + Schweizer Laufhund + Cão laranja
    Schweizer Laufhund CERVA

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 60
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.3: Farejadores de pequeno porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.3: Farejadores de pequeno porte.
    • UKCScenthounds

    Padrão da raça FCI "Pequeno Sabujo Suíço"

    FCI Padrão No. 60 / 28.06.2002 / E
    SMALL SWISS HOUND (Cachorro suíço de perna baixa)
    TRADUCCION : Federação Canófila Mexicana a.c..
    ORIGEM : Suíça.
    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 28.11.2001.

    UTILIZAÇÃO :

    É um cão de caça no sentido estrito da palavra. Ele é um caçador independente, caçando com uma casca ; procura e encurrala sua presa com grande segurança, mesmo em terrenos difíceis. O Pequeno Sabujo Suíço também é usado para sangrar o animal ferido.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    Grupo 6 : Sabujos,cães rastreadores(exceto sighthounds e raças semelhantes).

    Seção 1.3 : Cães de caça de pequenos detalhes com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : Por volta do final do século passado, sistema de caça por zona introduzido em alguns cantões da Suíça. Os sempre premiados cães suíços de tamanho médio eram considerados rápidos demais para o distrito de caça, é por isso que eles decidiram substituí-los por pequenos cães do tipo hound. A nova raça pequena surgiu através de uma seleção planejada e cruzamentos apropriados até que o chamado "Niederlaufhund" fosse obtido sistematicamente., que tem as seguintes características : tem uma altura relativamente baixa na cernelha, semelhante ao cão suíço em sua atraente pelagem colorida, tem um latido harmonioso de um cão, tem uma vontade apaixonada de pesquisar, no trabalho de rastreamento e sangramento do animal ferido. The Little Swiss Hound Club, conhecido no início como o Clube do "Schweizerische Dachsbracken", foi fundada em 1º de junho, 1905.

    OLHAR GERAL :

    Cão bloodhound (Cachorro correndo), proporcionalmente menor do que o cão suíço, com altura na cernelha de 35-43 cm para os machos e 33-40 cm para as fêmeas; o formato do corpo é retangular, moderadamente longa, e forte conformação. Cabeça de tamanho médio, fina, elegante, com expressão facial amigável e atenciosa. Suas orelhas são muito longas, inserção baixa, e ele os usa dobrados. O tórax moderadamente largo e alto e o arco das costelas oferecem bastante espaço para o coração e os pulmões. Membros finos e fortes. Ao caminhar com calma, ele fica com o rabo pendurado, em atividade, dobra ligeiramente para cima.

    Variedades de cores :

    • Little Bernese Hound,
    • Pequeno cão Jura,
    • Pequeno Cão de Lucerna e
    • Pequeno cão de caça Schwyz.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : De olfato fino, é ágil e resistente ; pequeno cão de caça, apaixonada, que mantém a trilha segura e caça com uma casca harmoniosa e persistente. É gentil por natureza, nem medroso nem agressivo. O temperamento dele é calmo, mas animado.

    CABEÇA :

    Fina, elegante. Visto de frente, é longo e estreito e se alarga lentamente em direção às bochechas.

    REGIÃO CRANIANA

    • Crânio : Ligeiramente convexo, sem rugas na frente, sem sulco frontal. Crista occipital não proeminente. A linha que vai da crista occipital ao stop é quase tão longa e forma uma linha paralela com a linha que vai do stop ao nariz..
    • Nasofrontal depression (Stop) : Moderadamente marcado.

    REGIÃO FACIAL

    • Trufa : Está escuro com as janelas abertas.
    • Focinho : Poderoso, bastante longo e moderadamente profundo, nuca pontiaguda. O focinho de preferência reto ou ligeiramente convexo, bastante estreito.
    • Lábios : Lábios superiores ligeiramente caídos e com bordas arredondadas na frente, nunca apontou. Canto de lábio fechado.
    • Mandíbulas / Dentes : Mordedura em tesoura muito forte, regular e completa, ou seja, os incisivos superiores se sobrepõem aos inferiores sem deixar espaço entre eles. Os dentes são implantados em uma posição vertical na poderosa mandíbula. Mordida em torquês permitida. A falta de dois PM1 ou PM2 é tolerada (pré-molares 1 ou 2 ). La falta de M3 (molares 3) não é levado em consideração.
    • Bochechas : Mal desenvolvido.
    • Olhos : Escuro, límpios, de forma ligeiramente oval; expressão gentil. Eles não devem ser afundados ou protuberantes. A fenda das pálpebras é rígida com pálpebras bem aderentes. Bordas da pálpebra bem pigmentadas.
    • Orelhas : Inserção baixa, estreito e ligeiramente para trás, não mais alto que a linha dos olhos. Em seu comprimento, alcançam pelo menos a ponta do nariz ; Ele os usa bem dobrados e caem perto de suas bochechas ; sua textura é macia e eles são cobertos com cabelos finos. Pinna não se projeta.

    PESCOÇO :

    Moderadamente longa, leve e elegante, mas com bons músculos. A pele da garganta está solta, mas um queixo duplo notável não é desejado.

    CORPO

    • Top de linha : Gaita, desce ligeiramente da inserção do pescoço até a garupa.
    • Voltar : Em linha reta, empresa, moderadamente longa.
    • Lombo de porco : Largo e forte, flexível.Grupa : Desce suavemente em direção à inserção da cauda; quadris não devem ser visíveis.
    • No peito : Largura e altura, alcançando os cotovelos; a ponta do esterno é visível, mas não muito proeminente. As costelas são longas e moderadamente arredondadas. O arco costal se estende bem para trás.
    • Linha inferior e barriga : A linha da barriga é elevada ligeiramente em direção aos membros posteriores. Os flancos estão moderadamente cheios.

    CAUDA :

    Baixo definido em continuação harmônica com a garupa ; comprimento médio, alcançando pelo menos o jarrete ; com bastante cabelo ; termina em uma ponta elegante, featherless. Em repouso e ao caminhar, fica pendurado sem flexão perceptível. Quando ativo ou excitado, ele o usa ligeiramente levantado, mas nunca virou nas minhas costas.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES

    • Como um todo. : Seus músculos são fortes, mas não parece tão pesado. Vistos de frente, as patas dianteiras são finas, muito reto e vertical com bons ossos e pés sólidos, direcionado para a frente.
    • Ombro : Seus músculos são fortes ; as omoplatas são planas e juntas, relativamente longo e inserido obliquamente ; o ângulo da articulação do ombro é de cerca de 90 °.
    • Braço : Quase tão longo quanto as omoplatas, colocado obliquamente.
    • Cotovelos : Naturalmente colado na lateral.
    • Antebraço : Strong, Delgado, muito direto, um pouco mais curto que os braços.
    • Articulação Ulnar-carpal : Strong.
    • Metacarpo : Curta ; visto de frente, sua posição é vertical, nunca desviou ; visto de lado, nunca deve ser totalmente reto, mas ligeiramente inclinado em relação ao solo.
    • Pés dianteiros : Arredondado, empresa, Compacto. Dedo curto, bem arqueado. Almofadas duras e ásperas. Unhas sólidas. Pêlo fino entre os dedos.

    MEMBROS POSTERIORES :

    • Como um todo. : Eles têm músculos fortes, bem proporcionado em relação aos membros anteriores. Boas angulações nas articulações do joelho e jarrete (Tibio-Tarsian). Membros posteriores paralelos, nem muito perto nem separado. Na posição natural, eles devem ser colocados ligeiramente para trás. Ossos ligeiramente menos fortes do que os dos membros anteriores.
    • Coxa : Bom comprimento e largura, forte e bem musculoso.
    • Joelho : Boa angulação ; não entrou nem saiu.
    • Perna : Proporcionalmente longo, com posição inclinada. Os ossos são ligeiramente menos fortes do que os dos membros anteriores.
    • Articulação do pé-quente : Strong, bem angulado, colocação baixa.
    • Metatarso : Curta, visto por trás em uma posição reta e paralela.
    • Pés traseiros : Bastante redondo e firme ; dedos fechados e curtos ; almofadas duras e ásperas. Unhas fortes. Cabelo fino entre os dedos. Sem esporas, exceto em países onde a amputação não é permitido por lei.

    MOVIMENTO :

    • Movimentos naturais favoritos : trote ou galope, que cobrem muito terreno. Trote, o movimento deve ser livre e dinâmico, com passos longos dos membros anteriores e forte impulso dos posteriores. Os membros se movem em linhas retas e paralelas.
    • Ação frontal : Nem estreito, nem desviante, com os dedos nem muito afastados nem fechados.
    • Ação traseira : Praticamente paralelo, com um impulso perceptível, nem muito estreito nem muito largo, nem em forma de vaca nem em forma de barril.

    PELE :

    Bem aderente e alongado, sem rugas.

    PELES

    CABELO :

    • Pelo liso : Curta, suave, bem aderente, mais fino na cabeça e orelhas.

    • Pelo duro : Durado, elástico, boa pasta ; com pouco subpêlo ; a barba é subdesenvolvida.

    COR :

    Existem quatro variedades de cores.

    • Pequeno Sabujo Bernés: Esta variedade existe com cabelos duros e com cabelos lisos. Sempre tricolor : preto branco e castanho (Red). A cor básica é o branco com grandes placas pretas. Branco muito ligeiramente salpicado de preto é permitido. Cor de fogo (manchas marrom-avermelhadas) os olhos, bochechas, na parte interna e superior das orelhas e ao redor do ânus. Uma capa preta é permitida. Pele negra sob cabelo preto, Marmoreio branco-escuro sob o cabelo branco.
    • Pequeno Sabujo de Jura: Esta variedade existe com cabelos lisos, raramente com cabelo duplo (Stockhaar). De preferência, preto profundo com manchas castanhas sobre os olhos, bochechas, no peito e / ou extremidades. O bem : cor marrom-avermelhada (fogo) com capa preta ou "sela" preta. Uma pequena mancha branca no peito é tolerada. Pele negra sob o cabelo preto e mais clara sob o bronzeado.
    • Pequeno Sabujo de Lucerna: Esta variedade tem cabelo liso. Cor básica branca- denso acinzentado ou manchado de preto-esbranquiçado com grandes manchas escuras ou pretas. Cor de fogo (manchas marrom-avermelhadas) os olhos, bochechas, abaixo da inserção da cauda, no peito e membros. Uma capa preta é permitida. Pele negra sob o cabelo preto e mais clara sob o cabelo manchado de azul.
    • Pequeno Sabujo de Schwyz: Esta variedade tem cabelo liso. Cor básica branca, com placas grandes ou menores amarelo-avermelhadas ou vermelho-laranja. Alguns respingos vermelhos isolados não são considerados ausentes. Cães com capa vermelha são permitidos. Pele cinza escura sob o cabelo laranja e mais clara sob o cabelo salpicado de azul.

    TAMANHO

    Altura à Cruz : Machos : 35 – 43 cm,Fêmeas : 33 – 40 cm.Tolerância : +/- 2 cm

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    • Ossos que são muito finos ou muito grossos ; falta de substância.
    • Cabeça espessa, pouco harmonioso.
    • Nariz parcialmente cor de carne.
    • Olhos claros ou expressão perdida.
    • Conjunto de orelhas muito altas ; orelhas chatas, grosso ou muito curto.
    • Mandíbula notavelmente desenvolvida.
    • Sela ou costas arqueadas (carpa).
    • Garupa curta, inclinado.
    • Peito raso, plano ou em forma de barril. Caixa torácica irregular (costelas esmagadas : peito em forma de sino).
    • Cauda portada muito alta, muito curvado.
    • Membros anteriores dobrados, desviado para dentro ou para fora.
    • Direto de volta (ângulo amplo) ; braço muito curto.
    • Articulação ulnar-carpal fraca, metacarpos esmagados.
    • Pés esmagados, pés de lebre.

    • Angulações dos membros posteriores muito retas ; membros em forma de vaca ou barril.
    • Falta de cor e marcações.- No Little Bernese Hound : muitos respingos de preto no branco.- No Little Schwyz Hound : muitos respingos vermelho-laranja no branco. Pele de carvão (Tizne) nos ouvidos, na inserção da cauda e / ou nas placas.
    • Comportamento questionável, ligeiramente agressivo.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Comportamento muito temeroso ou agressivo.
    • Nariz totalmente cor de carne.
    • Prognatismo superior o inferior, arcade incisivo desviou.
    • Falta de incisivos ou caninos; caninos na posição errada; faltando mais de três pré-molares e / ou molares.
    • Entropión, ectrópio.
    • Esterno muito curto, peito quebrado.
    • cauda enrolada ou quebrada.
    • Todas as combinações de cores que não correspondem às indicadas na norma.
    • Altura na cernelha : Machos menor de 33 cm e maior que 45 cm. mulheres com menos de 31 cm e maior que 42 cm.

    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    OBS.. : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Schweizerischer Niederlaufhund (Inglês).
      2. Schweizerischer Niederlaufhund (Francês).
      3. Schweizer Niederlaufhund (Alemão).
      4. Schweizerischer Niederlaufhund (Português).
      5. (en suizo, Schweizerischer Niederlaufhund) (español).

    Sabujo Suíço
    Suiza FCI 59 . Farejadores de médio porte

    Sabujo de Schwyz
    Sabujo de Schwyz

    No padrão da raça, o temperamento de Cão suíço É descrito como “Vivaz e apaixonado pela caça, sensível, dócil e muito apegado ao seu mestre”.

    Conteúdo

    História

    Diz-se que o Sabujo Suíço está entre os membros mais antigos do Grupo de Hounds. De acordo com uma carta do século 15 para Ernst, Eleitor da Saxônia (1441-86), Os cães suíços de trabalho estavam entre os melhores. Imagens do século 17 mostram matilhas de cães “com a mesma cor e o mesmo tamanho, cabeças grandes e orelhas muito longas”.

    Três séculos depois, o escritor alemão de cães Richard Strebel escreveu em “Die Deutschen Hunde” (Raças de cães alemães, 1903-05) que cães que viviam separadamente em uma área restrita da Suíça, portanto, se desenvolveram separadamente.

    Na década de 1890, parecia que cães de raça pura foram marcados para morrer na Suíça, apesar da criação do Sabujo de Schwyz, Sabujo de Berna e Sabujo de Lucerna. Alguns cães foram exportados para a Escandinávia e, graças ao cruzamento com cães nativos, o Stövares (cães escandinavos) eles estavam florescendo. Mas ao mesmo tempo, o Thurgauer Laufhund desapareceu silenciosamente na Suíça, e o Aargauer Laufhund deu lugar a Sabujo de Jura (Bruno du Jura).

    Em 1903, J. Dust del Swiss Kennel Club fundou o Schweizerische Laufhunde-Club (Swiss Hound Club) e em 1907 um apelo foi feito para salvar o Cão suíço de extinção. Então algo notável aconteceu: o clube da raça comprou cães suíços de boa qualidade e os deu a criadores e caçadores prudentes. Regras e regulamentos de teste foram desenvolvidos e uma série de obrigações foram estabelecidas: -) apenas um cachorro de cada vez durante a caça; b) o cachorro tinha que estar sob controle durante a caça; c) um cachorro que desapareceu durante a caça teve que retornar ao seu dono dentro de meia hora; y d) o cachorro deveria voltar assim que a buzina soasse, independentemente de o cachorro estar olhando. Usando essas regras, o clube da raça tentou excluir cães desobedientes e forçou os proprietários a criar e treinar adequadamente seus cães.

    Quatro variedades

    O desenvolvimento de Sabujo Suíço começou na década de 1930, mas levou tempo e esforço. Em 1937, apenas cinco cães foram incluídos no livro genealógico suíço. O Dr. O. Vollenweider conseguiu reunir 11 colecionadores de cães na cidade de Soleura, no noroeste da Suíça. Cães adequados foram selecionados para reprodução e, em 1933, um padrão de raça foi publicado. No padrão, variedades foram distinguidas pela cor e padrão da pelagem.

    Em 1944, 150 Hounds suíços foram inscritos em uma exposição de cães. (Como um país neutro, A Suíça não participou da Segunda Guerra Mundial) Não era mais proibido trabalhar com cães com a língua de fora, e os cães de mais de 20 polegadas (50 centímetros) a Cruz.

    Tenta salvar ou restaurar o Laufhund de Argovia eles não tiveram sucesso; em 1933, o padrão da raça foi cancelado. Quatro variedades permaneceram: o Sabujo de Berna, o Sabujo de Jura (Bruno du Jura), o Sabujo de Lucerna e o Sabujo de Schwyz. Seus nomes os conectam com cidades e áreas da Suíça (Berna, Luzerna, Jura), ou com a Suíça.

    É dito que entre 1902 e 1922, Uns poucos 1.200 cães suíços, principalmente Sabujo de Schwyz Branco amarelo, eles foram criados na Noruega. Alguns anos, havia mais cães suíços fora da Suíça do que em seu país de origem. Em 1993, sobre 1.000 cópias de Sabujo de Lucerna eles viveram na Suécia.

    A França é outro importador. Setenta e cinco Sabujo de Jura (Bruno du Jura) inscrito em uma exposição em Lyon em 1976. Não é surpreendente que o Jura é encontrado predominantemente na França e na Suíça, e que se estende à Alemanha. Desde o século 15, Hounds suíços também foram exportados para a Itália. De acordo com Räber, eles frequentemente se cruzavam com seu primo italiano, o Sabujo italiano de pelo curto.

    Foto: XXXVIII Wystawa krajowa psów rasowych w Częstochowie. Gończy ze Schwyz: Ella Haniccina Zahradka z hodowli Z Pastorowej Sfory należąca do Mariusza i Wioletty Antoszczuk por acorrentado, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Variedades Swiss Hound:

    1 "Sabujo de Schwyz"

    Sabujo de Berna

    O Sabujo de Berna É usado principalmente para caçar lebre.

    O Sabujo Suíço tem uma origem muito antiga. Su existencia en Suiza desde la época de los Romanos se compruebe gracias a un

    Leia mais

    2 "Sabujo de Schwyz"

    Bruno du Jura

    O Sabujo de Jura É muito distante com estranhos e necessita de tratamento firme se mantidos como animais de estimação.

    No ano de 1882 se estableció un estándar para cada una de las cinco

    Leia mais

    3 "Sabujo de Schwyz"

    Sabujo de Lucerna

    O Sabujo de Lucerna é um cão cheio de energia, mas gentil e dócil. Muito apegado ao seu mestre.

    A raça foi originalmente criada na área de Lucerna, Suíça. Ya en apariencia está estrechamente relacionado con el

    Leia mais

    4 "Sabujo de Schwyz"

    Sabujo de Schwyz

    O Sabujo de Schwyz eles são uma raça muito viva e enérgica que requer uma quantidade significativa de exercícios diários.

    O Sabujo de Schwyz tem origens antigas, os detalhes são um pouco confusos embora. Os cães de

    Leia mais

    Pastor-de-shetland
    Escocia FCI 88 . Cães Pastores.

    Shetland Sheepdog

    O Pastor de Shetland é muito familiar, adorável com crianças, inteligente e leal.

    Conteúdo

    História

    No século XIX, nas Ilhas Shetland do Norte da Escócia, os ancestrais de Pastor-de-shetland, frequentemente chamado de Sheltie, ajudaram rebanhos de ovelhas e soaram o alarme quando estranhos se aproximaram de sua fazenda.

    No entanto, as origens exatas deste cão são tão escuras quanto a névoa que cobre sua terra natal. Sua semelhança com ele Collie de pelo longo apóia a teoria de que é descendente desses cães, que se acredita ter sido importado da Escócia. No entanto, Criadores de Colleys e vários especialistas refutam esta afirmação.

    Para eles, o Abrigo teria se desenvolvido isoladamente nessas ilhas, e seriam o resultado de cruzamentos diferentes. As raças mais frequentemente citadas como contribuintes para sua criação são as Cão-islandês-de-pastoreio, o Yakki de Groenlandia (uma raça extinta), o Cavalier King Charles Spaniel, o Pomerânia e o Border Collie.

    Em qualquer caso., no início do século 20 era frequentemente cruzada Collie de pelo longo, o que reforçou a semelhança entre as duas raças.

    O certo é que seu pequeno tamanho foi fruto de um trabalho de seleção muito racional.. Semelhante a “Pony of Shetland”, conhecido por seu tamanho em miniatura, os locais deram preferência a animais que precisavam de pouca comida, uma mercadoria rara nesta região difícil.

    Embora o Pastor-de-shetland era especialmente apreciado em suas ilhas nativas por suas qualidades de cão pastor e alerta, foi principalmente sua aparência que lhe permitiu sair de lá. Os visitantes da Inglaterra no final do século 19 ficaram maravilhados com o tamanho pequeno e a textura da pelagem do cão. Pastor-de-shetland, e logo eles queriam levar algo para casa, o que eles fizeram. Em breve, alguns moradores decidiram começar a criar para exportação, selecionando criadores por altura e pelo. Mais e mais indivíduos partem para conquistar a Grã-Bretanha e o resto do mundo. No entanto, não houve padrões de raça nem consultas entre os diferentes criadores, então a corrida se desenvolveu em direções às vezes muito distantes umas das outras.

    As coisas mudaram após o reconhecimento oficial em 1909 pelo Kennel Club, a organização líder na Grã-Bretanha. O nome escolhido foi simplesmente o nome pelo qual o cão era conhecido até então, o Pastor-de-shetland. Este reconhecimento ajudou a estabilizar a raça ao estabelecer um quadro bem definido no qual os diferentes criadores deveriam trabalhar..

    No entanto, o nome escolhido não foi do agrado dos criadores de colleys, que os pressionou e ganhou seu caso em 1914: então foi oficialmente renomeado como Pastor-de-shetland.

    Entretanto, os primeiros espécimes chegaram aos Estados Unidos e, já em 1911, o American Kennel Club (AKC) também aceitou. Não foi até 1948 que o United Kennel Club (UKC), a outra organização de referência nos Estados Unidos, ele fez o mesmo. Foi seguido pela Fédération Cynologique Internationale (FCI) em 1954, bem como por todas as outras instituições importantes, incluindo o Canadian Kennel Club (CCC).

    Embora o Pastor-de-shetland agora é comum em todo o mundo, paradoxalmente, tornou-se raro em sua ilha de origem, onde foi substituído pelo Border Collie para pastar.

    Este declínio também pode ser visto no resto da Grã-Bretanha. Por exemplo, As inscrições anuais do Kennel Club caíram de mais de 1300 Menor que 800 em menos de uma década.

    O fenômeno também está ocorrendo nos Estados Unidos, onde ele agora ocupa a posição 25 (de um pouco menos que 200) nas classificações de popularidade do AKC, com base no número anual de pessoas registradas na organização. Em outras palavras, perdeu muito terreno em comparação com as décadas de 1980 e 1990, em que ele estava quase constantemente entre os 10 primeiro, alcançando um máximo de 40.000 registros em 1993. A queda é lenta, mas constante, desde o começo de 2010, Eu ainda estava no 20 primeiras posições.

    A corrida “Pai” do Pastor-de-shetland "o"Abrigo"quantas vezes alcunha", eles são o Border Collie.

    Características físicas

    O Abrigo eles têm um manto duplo, O que torna muito mais do que outros cães desta raça peleche. Cabelos longos, cobrindo a camada espessa e macia base, é o repelente de água, Enquanto a camada de base fornece alívio para o calor e o frio.

    Há três principais cores: Sable, Ele varia entre o dourado e mogno; Tri-color, formada por black, Branco e Tan, e azul mirlo, composta em tons de cinza, Branco, Black and Tan.

    Preto e branco: é menos comum, mas ainda aceitável.

    Areia: a cor mais conhecida, domina sobre outras cores. A sombra Sabre, ou mogno, por vezes, pode ser confundido com o Tricolor abrigo por causa da grande quantidade de sombreamento escuro em seus casacos. Outro nome para ele Abrigo “sombreamento”, é branco e sable trifactorado. Este nome vem da mistura de um tricolor e um sable e branco. Outros é aceitável mas menos comum cor Sable Merle, que às vezes pode ser difícil distinguir entre sable regular depois da hora de cachorro. O sabre mirlo tem manchas de castanho escuro sobre um fundo castanho claro, em comparação com o preto e cinza azul Merle.

    Existem outras duas cores que são um pouco raras, inaceitáveis no anel. O branco cor-cabeça (maioria de cabeça branca “normalmente” marcado), Ele é que o produto de dois cães cruzou branco facotrados. Merle duplo, o produto da passagem de dois Abrigo pássaro azul, eles podem ser ultrapassados, mas têm uma alta incidência da surdez ou cegueira do que outras cores.

    A altura ideal na Cruz, nos machos 37,5 cm. As fêmeas 35,5 cm. Um desvio maior de 2,5 cm acima ou abaixo destas medidas é considerada altamente indesejável.

    Caráter e habilidades

    É um cão de companhia excelente, altamente leais. É alegre, inteligente e sempre pronto para obedecer. O abrigo é amor, leal e afetuoso com a família e do curso, à margem, com estranhos; por esta razão que o abrigo deve ser socializado. Alguns podem ser muito reservado. Esta raça é muito bem com crianças se levantam com eles desde tenra idade; No entanto, seu pequeno tamanho torna mais fácil para uma criança para prejudicá-los acidentalmente, Esse monitoramento é necessário. Também considere trazendo um abrigo adulto para uma casa com crianças pequenas, eles podem não ser compatíveis.

    Alguns abrigo tendem a mostrar uma semelhante a uma personalidade Terrier que tende a ser hiperativo, e sempre pronto, No entanto este temperamento não é sancionado no padrão da raça. Alguns podem ser tímido, mas este temperamento especificamente não é recomendado pela norma. A tendência para a timidez, Ele pode ser reduzido com adequada socialização. O abrigo médio é um cão de guarda excelente, dar alarme barks quando uma pessoa está na porta ou passar um carro na rua.

    O instinto de pastoreio é forte em muitos abrigo. Amo a perseguir e pastagens incluindo, esquilos, Patos, pombos e crianças. O amor de abrigo executar em grandes áreas abertas.

    Eles normalmente gostam de jogar. Eles são melhores com um proprietário sensível, mas firme. O abrigo é, em primeiro lugar e acima de tudo, um pastor inteligente e amor para mantê-los ocupados, Apesar de seu nível de atividade, de um modo geral, Ele coincide com o nível de seu proprietário. Como eles são muito inteligentes, eles são altamente treinados. Falta de estimulação intelectual e exercício, Ele pode levar a comportamentos indesejáveis, incluindo barking excessivo, fobias e nervosismo. Felizmente os comportamentos irritantes podem diminuir em grande parte por uma hora de exercício para fazer o cão com seu proprietário.

    Em sua categoria., a raça domina concorrência cão agilidade. Eles também analisar a concorrência de obediência, Flyball, Pastagem, Controle e prova de talento.

    É um cão muito inteligente, De acordo com Dr. Cidade de Stanley, especialista em inteligência animal. O Abrigo É um dos cães mais brilhantes que ocupa o número da posição 6 no O ranking dos 132 corridas avaliadas. Sua pesquisa descobriu que uma média de de que abrigo poderia compreender um novo comando em menos 5 repetições e rendimentos para o comando pela primeira vez o 95% as vezes ou mais.

    Saúde

    Semelhante a Collie de pelo longo, Há uma tendência para herdar malformações e doenças nos olhos. Cada cachorro deve ter seus olhos examinados por um veterinário qualificado olho. Algumas linhas podem ser suscetíveis a hipotireoidismo, Epilepsia, Quadril Displasia., ou alergias de pele. A expectativa de vida do abrigo é entre 10 e 15 anos, Embora alguns em alguns podem ser mais e em outros podem ser menos.

    Doença de von Willebrand é um transtorno sangramento herdado. A raça de abrigo, cães afetados, como regra geral, eles não vivem muito tempo. O tipo de transportar abrigo III Von Willebrand, que, É a mais grave dos três níveis. Existem testes de DNA que foram desenvolvidos para encontrar a doença em cães abrigo. Ele pode ser feito em qualquer idade e vai mostrar um dos seguintes resultados: afetados, transportadora ou afetadas não. O abrigo pode também sofrer de hipotireoidismo, Ele é o baixo funcionamento da glândula tireóide. Os sintomas clínicos incluem, perda de cabelo, desmaio e baixo peso.

    Apesar de cães de raça pequena não são susceptíveis de serem afectadas por displasia da anca, Ela foi identificada em alguns espécimes de abrigo. Ocorre quando a cabeça do fêmur e o acetábulo não cabem corretamente, Isso faz com que a dor e/ou claudicação. Quadril Displasia é pensada para ser genético; Muitos criadores enviado para testar seus cães para certificar-se de que eles estão livres deste.

    Classificações do "Pastor-de-shetland"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Pastor-de-shetland" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 88
    • Grupo 1: – Cães de Pastor e Boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços).
    • Seção 1: Cães Pastores. Com prova de trabalho.
    • FCI – Grupo 1 cães de pastoreio, Seção 1 Cães Pastores
    • AKC – Pastoreio
    • ANKC – Grupo 5 (Cães trabalhadores)
    • CKC – Grupo 5 (Pastoral)
    • KC – Pastoral
    • NZKC – Trabalho
    • UKCScenthounds

    Padrão da raça FCI "Pastor-de-shetland"

    ORIGEM : Grã-Bretanha.

    UTILIZAÇÃO :

    pastor alemão.

    CLASSIFICAÇÃO FCI

    – Grupo 1 : Cães pastores e cães boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços).
    – Seção 1 : Cães Pastores.
    Sem prova de trabalho.

    OLHAR GERAL

    O Pastor-de-shetland é um cão de trabalho pequeno e de pêlo comprido, De grande beleza, sem sinais de peso ou aspereza, ação livre e graciosa. Sua estrutura deve ser simétrica para que nenhuma parte de seu corpo pareça desproporcional.
    As peles, juba e babador muito abundantes, a beleza da cabeça e a doçura da expressão se combinam para apresentar o espécime ideal.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES

    O crânio e o focinho devem ter o mesmo comprimento, o ponto de equilíbrio sendo o ângulo interno do olho.
    Um pouco mais longo da ponta do ombro à ponta da garupa do que a altura na cernelha.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO

    É um cão alerta, delicado, Inteligente, forte e ativo. Carinhoso e leal ao seu mestre, reservado com estranhos, mas nunca nervoso.

    CABEÇA

    A cabeça deve ser refinada e elegante sem exageros; visto de cima ou de lado deve ter a forma de uma cunha longa truncada, que é refinado desde as orelhas até a trufa. A largura e a profundidade do crânio devem ser proporcionais ao seu comprimento e ao comprimento do focinho. Deve ser considerado em conjunto com o tamanho do cão.

    REGIÃO CRANIANA

      – Crânio : Achatado, moderadamente largo entre as orelhas, sem protuberância occipital. A linha superior do crânio é paralela a – a linha superior do focinho.
      – Nasofrontal depression ( Stop) : Luz, mas definido.

    REGIÃO FACIAL

    A expressão característica é obtida a partir da perfeita harmonia e combinação do crânio e do focinho, do formulário, a cor e colocação de seus olhos e a posição correta e porte de suas orelhas.

      – Trufa : Preto.
      – Focinho : Bem arredondado.
      – Lábios : Black, empresa.
      – Mandíbulas / dentes : Mandíbulas de igual comprimento, rede e forte, mandíbula inferior bem desenvolvida. Dentadura saudável com mordedura em tesoura perfeita, regular e completa, Quer dizer que a face interna dos incisivos maxilares está em contato com o lado exterior dos incisivos inferiores e colocados perpendicularmente às garras. É altamente desejável que a dentadura contenha 42 dentes devidamente colocados.
      – Bochechas : Plano, amarre suavemente com o focinho.
      – Olhos : São médias, em forma de amêndoa e colocada em posição oblíqua. A cor deve ser marrom escuro, exceto no caso de espécimes merle, em que um ou ambos os olhos podem ser azuis ou com listras azuis. As bordas dos olhos devem ser pretas.
      – Orelhas : Pequeno, moderadamente largo na base, colocados bastante próximos uns dos outros no topo do crânio. Quando o cachorro está em repouso, eles são jogados de volta; quando ele está atento, ele os traz para frente e os carrega semi-eretos com as pontas caídas para frente.

    PESCOÇO

    Musculoso e bem arqueado, o suficiente para usar sua cabeça com orgulho.

    CORPO

      – Voltar : Em linha reta, com uma curvatura delicada.
      – Alcatra : Desce gradualmente em direção aos membros posteriores.
      – No peito : Profundo, desce até os cotovelos. As costelas são bem arqueadas, mas afunila na metade inferior para permitir o movimento livre dos membros anteriores e ombros.

    CAUDA

    Tem uma implantação baixa, vértebras diminuem gradualmente de tamanho em direção à ponta, que atinge pelo menos os jarretes. Possui cabelo abundante e uma ligeira curvatura para cima. Quando o cão está se movendo, ele pode ser carregado ligeiramente levantado, mas nunca nas costas e enrolado.

    MEMBRO:

    MEMBROS ANTERIORES

    Membros frontais parecem retos quando vistos de frente; eles são musculosos e bem proporcionados com ossos fortes, mas não pesados.

      – Ombro : As omoplatas devem ser inclinadas, separados na região da cernelha apenas pelas vértebras, e deve se inclinar para fora para permitir a curvatura desejada das costelas. A articulação do ombro deve ser bem angulada.
      – Braço : O braço e a escápula devem ter aproximadamente o mesmo comprimento.
      – Cotovelos : Articulação úmero-rádio-ulnar (cotovelo) é equidistante do solo à região da cruz.
      – Metacarpo : Forte e flexível.

    MEMBROS POSTERIORES

      – Coxa : Amplo e musculoso; o fêmur deve se juntar à pelve em um ângulo reto.
      – Joelho : A articulação fêmoro-tíbio-patelar deve ter uma angulação marcada.
      – Jarrete : Nítido, angular, bem descido. Com ossos fortes. Vistos por trás, devem ser retos.

    PÉS

    Oval, com almofadas fortes. Dedos arqueados e juntos.

    MOVIMENTO

    Movimento ágil, reunido e engraçado; com um impulso dado pelos membros posteriores que cobre a extensão máxima com o mínimo esforço. Movimento ambling é altamente indesejável, marchar através dos membros, balançando o corpo, bem como o movimento rígido e com deslocamento vertical significativo.

    PELES:

    CABELO

    O casaco é duplo: a pelagem externa é cabelo comprido, áspero e liso. O subpêlo é curto, suave e densa. A juba e o peito têm pelos abundantes. Os membros anteriores têm franjas abundantes. Membros posteriores, nos jarretes, eles são cobertos com cabelo muito abundante, enquanto sob eles, o cabelo está mais curto. A pelagem deve acomodar o corpo e não dominar ou alterar a forma do cão. O cabelo do rosto é curto. Espécimes de pêlo curto são altamente indesejáveis.

    COR

      – Cebellina : Claro ou escuro. Todos os tons são permitidos, de ouro pálido a mogno escuro; mas esses tons devem ser de um tom intenso. Lobo e cores cinza são indesejáveis.
      – Tricolor : Cor preta intensa no corpo, e neles manchas coloridas de fogo brilhantes são preferidas.
      – Blue Merle : Prata azul claro, salpicado ou manchado de preto. As manchas bronzeadas profundas são preferidas, embora sua ausência não deva ser penalizada. Grandes marcas pretas e marcas de ardósia ou ferrugem na camada externa ou interna do cabelo são altamente indesejáveis. A aparência geral deve ser azul.
      – Preto e branco e preto e castanho : Também são cores reconhecidas.
      Podem existir manchas brancas (exceto nos espécimes pretos e castanhos) na frente, a gola e o peitoril, o peito, os membros e a ponta da cauda. Todas ou algumas manchas brancas são preferíveis (exceto nos espécimes pretos e castanhos), mas sua ausência não deve ser penalizada. Manchas brancas no corpo são altamente indesejáveis.

    TAMANHO

    – Altura ideal na cernelha :
    – Machos : 37 cm
    – Fêmeas : 35,5 cm
    Um desvio maior de 2,5 cm acima ou abaixo dessas medidas é considerado altamente indesejável.

    FALHAS

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falha, e a gravidade disso é considerada em proporção ao grau de desvio do padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão.

    FALHAS DE DESCALIFICANTES

    Cão agressivo ou medroso.
    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    N.B.:
    Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para pais.

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO: 19.08.2013.
    TRADUCCION: Lic. Valverde Calvo (Costa Rica) e Jorge Nallem (Uruguai).
    Informações obtidas de http://www.fci.be/es/nomenclature/PERRO-PASTOR-DE-SHETLAND-88.html

    Nomes alternativos:

      1. Shetland Collie, Dwarf Scotch Shepherd, Sheltie (Inglês).
      2. Shetland, Sheltie (Francês).
      3. Sheltie (Alemão).
      4. Sheltie (Português).
      5. Miniature Collie, Sheltie (español).

    Smaland Hound
    Suecia FCI 129 - Farejadores de médio porte

    Smaland Hound

    O Smaland Hound é usado para caçar lebre e raposa; Não é um cão de carga e não é usado para caça de veados.

    Conteúdo

    História

    A história de Smaland Hound começa no condado de Smaland, no sul da Suécia; existia uma grande variedade de sabujos no século XIX. Alguns, de origem alemã, Polonês ou báltico, tinha chegado na companhia de soldados voltando após as grandes guerras entre 1611 e 1678.

    Estes cães de caça foram posteriormente cruzados com cães de fazenda locais do tipo Spitz e cães ingleses, se tornando os ancestrais de Smaland Hound. O tamanho, a cor e o comprimento da cauda variavam naquela época: alguns cães eram pretos e castanhos, outro vermelho ou amarelo. No entanto, manchas brancas eram comuns. Alguns filhotes nasceram com cauda curta.

    Durante os primeiros anos do século 20, grandes esforços foram feitos para reconstruir o tipo do antigo Smalandsstövare, especialmente a variedade de cauda curta. O primeiro padrão, escrito em 1921, permite que os cães tenham caudas curtas e longas. Foi decidido primeiro que a cor seria preto e castanho, mas vermelho e amarelo eram permitidos, bem como as manchas brancas.

    O Smaland Hound recebeu infusões contínuas de sangue novo, às vezes usando linhas fortes de outras raças de cães. O novo sangue foi usado pela última vez na década de 1990. 1950, Quando, por um curto período, cães de origem desconhecida foram registrados, mas tipo aceito, como Smaland Hound.

    Foto: Smalandsstovare por amoreaquattrozampe.it

    Características físicas “Smaland Hound”

    Smaland-Stövare
    Smaland-Stövare

    O Smaland Hound ele é um cachorro robusto, igual a Rottweiler, e elegante. Seus olhos são castanhos escuros com uma expressão calma. As orelhas estão espetadas para cima, ligeiramente levantado quando o cachorro está prestando atenção. Eles são carregados pendurados, com pontas arredondadas. A cauda é colocada na extensão da linha das costas, reto ou ligeiramente em forma de sabre. Pode ser curto ao nascer.

    Cabelo: duração média, áspero, bem preso ao corpo; mais grosso nas costas e decote. O subpêlo é colorido: preto e ardente (todos os tons variam de âmbar a marrom avermelhado). Pequenos pontos brancos são permitidos no babador e nos dedos.

    Tamanho: machos 46-54 cm (ideal 50 cm); fêmeas 42-54 cm (ideal 45 cm).

    Caráter e habilidades “Smaland Hound”

    Estas Cães formar um vínculo forte com seus proprietários, sendo leal e dedicado, gentil e amoroso, o que também os torna ótimos companheiros em casa.

    Quando eles caçam, eles são usados ​​principalmente para caçar raposas e lebres. Ele é dotado de um talento excepcional, ele é um cão corajoso e determinado.

    Em casa, é um gentil, companheiro de familia calmo e carinhoso. Eles são conhecidos por serem territoriais e desconfiados de estranhos, o que os torna bons cães de guarda que não deixarão de alertar seus mestres sobre saqueadores.

    O Smaland Hound é muito inteligente e eles aprendem facilmente. Ele se dá bem com seus colegas se eles cresceram juntos, mas deve ser apresentado com delicadeza e atenção a outros cães e outros animais.

    É um cão que precisa de muito tempo na presença de seu dono, você precisa de espaço e capacidade de gastar sua energia. Por conseguinte, não é um cão para donos que estão ausentes ou não têm tempo suficiente para se dedicar a ele.

    A raça precisa de espaço e, portanto, não é adequada para morar em apartamento.

    Classificações do “Smaland Hound”

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Smaland Hound" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vídeos do “Smaland Hound”

    Smålandsstövare / Smalands Hound / Smalandstevare

    harjakt med smålandsstövare diva

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 129
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.2: Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Farejadores de médio porte.
    • UKCScenthounds

    Padrão da raça FCI "Smaland Hound"

    FCI Padrão No. 129 / 12.1.1998 / E

    SMÅLAND HOUND
    (Smålandsstövare)

    TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..

    ORIGEM : Suécia.

    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 17.07.1997.

    UTILIZAÇÃO :

    Cão do tipo Bloodhound usado para caçar lebre e raposa. Não é um cão de carga e não é usado para caça de veados.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    ▷ Grupo 6 : Sabujos, cão de trilha (exceto sighthounds e raças semelhantes.
    ▷ Seção 1.2 : Farejadores de médio porte.
    Com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : No século 19, havia uma grande variedade de cães parecidos com cães de caça no condado de Småland. Alguns, cujos ancestrais vieram de cães alemães, Pólos e países bálticos, Eles haviam acompanhado os soldados que retornaram a Småland após participarem das grandes guerras (1611-1718). Ditos cães, junto com cães de fazenda tipo spitz locais, adicionado a cães ingleses, tornaram-se os fundadores do Småland Hound. Nesse tempo, havia diferenças de tamanho, bem como a cor e o comprimento da cauda. Alguns eram pretos e castanhos, outro vermelho ou amarelo; manchas brancas eram comuns. Alguns cães nasceram com cauda curta.
    No início do século 20, grandes esforços foram feitos para restaurar o antigo Småland Hound., principalmente na variedade de cauda curta, embora o primeiro padrão estabelecido em 1921 permitiu a cauda natural e a cauda longa. Foi decidido que a cor era principalmente preto e castanho, mas vermelho e amarelo também foram aceitos, bem como marcações brancas.

    O Småland Hound continuou a apresentar novos suplementos de sangue, às vezes com linhas fortes de outras raças. A última vez que sangue novo foi adicionado foi na década de 1950, quando, por um curto período, alguns cães do tipo aceito foram registrados como cães Småland, mas com antecedentes desconhecidos.

    OLHAR GERAL :

    É um cão robusto com aparência elegante. Ele é de constituição forte, sem ser pesado. O casaco deve ser áspero.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES :

    O corpo é quase quadrado. A altura do corpo deve ser quase igual à metade da altura na cernelha.

    COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO : Ele é um cachorro calmo, amando, temperamento entusiástico e confiável.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA :
    Crânio : Médio longo e fino. Ele é mais largo entre as orelhas.
    Stop : Bem definido; a distância do occipital ao stop deve ser igual à do stop à ponta do nariz.

    REGIÃO FACIAL :

    ▷ Trufa : Preto, com narinas grandes.
    ▷ Focinho : Bem desenvolvido, sem ser grosso ou pontudo. Ponte nasal reta e paralela à linha do crânio.
    ▷ Lábios : O lábio superior pende apenas ligeiramente sobre o lábio inferior.
    ▷ Bochechas : Eles não são importantes.
    ▷ MANDÍBULAS / dentes : Mordedura em tesoura. Dentes fortes e bem desenvolvidos.
    ▷ Olhos : Marrom escuro; expressão calma.
    ▷ Orelhas : Inserção alta, ele os levanta um pouco quando está atento. Eles são ligeiramente mais curtos do que a distância da base da orelha até o meio do focinho. Eles pendem achatados e as pontas são arredondadas.

    PESCOÇO :

    Moderadamente longa, poderoso sem ser grosso, desce harmoniosamente em direção aos ombros. A pele que cobre o pescoço é firme e flexível.

    CORPO :

    ▷ Cruz : Bem marcado.
    ▷ Voltar : Curto, e forte.
    ▷ Lombo de porco : Muscular e ligeiramente arqueado.
    ▷ Alcatra : Suavemente inclinada, longo e largo.
    ▷ No peito : Bem desenvolvido com costelas bem arqueadas.
    ▷ Linha inferior e barriga : Barriga ligeiramente retraída.

    CAUDA :

    • Pode ser longo e inserido em linha reta com as costas. Reto ou ligeiramente curvado em forma de sabre. Quase não atinge as articulações tíbio-tarsais. Caudas de comprimento médio também são permitidas. Quando o cachorro se move, é preferível que a cauda não seja transportada acima do nível das costas.
    • cauda curta é permitida, cauda natural ou de urso.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES :
    ▷ Informações gerais : Visto de frente, os membros anteriores são retos e paralelos. Ossos fortes devem dar a impressão de estar em harmonia com a aparência geral do cão..
    ▷ Ombro : Eles são longos, muscular, bem colado e bem direcionado para trás.
    ▷ Braços : Longo, formar um ângulo reto com os ombros.
    ▷ Cotovelos : Colado ao corpo, sem ser visível abaixo do tórax.
    ▷ Metacarpo : Flexível e ligeiramente inclinado com o antebraço.
    ▷ Pés anteriores : Empresa, com dedos bem angulados e fechados.

    MEMBROS POSTERIORES :
    ▷ Informações gerais : Visto de trás, eles são fortes e paralelos.
    ▷ Coxa : Tem músculos bem desenvolvidos, vistos de lado, as coxas são largas.
    ▷ Joelho : Bem angulado.
    ▷ Articulações do tarso quente : Com boa angulação
    ▷ Metatarso : Curta, magro e reto.
    ▷ Pés de volta : Semelhante ao anterior. Esporas são indesejáveis.

    MOVIMENTO :

    Paralelo, forte, cobre o espaço.

    PELES

    CABELO :

    Médio longo, áspero, a camada externa colada é mais espessa nas costas e pescoço. O subpêlo é curto, denso e liso. Sobre a cabeça, orelhas e frente dos membros, o casaco deve ser curto e liso. Abaixo da cauda e na parte de trás das coxas, camada externa deve ser mais longa do que na parte de trás. O cabelo é abundante entre os dedos e as almofadas.

    COR :

    Preto e Tan. Fogo: qualquer tom de âmbar a marrom avermelhado. Algumas pequenas marcações brancas no peitoril e nos dedos são permitidas.

    TAMANHO :

    Altura na cernelha : Machos : 46-54 cm. Tamanho ideal : 50 cm.
    Fêmeas : 42-52 cm. Tamanho ideal : 46 cm.

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e sua gravidade é considerada até o grau de
    desvio padrão e suas consequências na saúde e bem-estar do cão.

    • Proporções incorretas, p.ej. corpo muito retangular.
    • Definição errônea de características sexuais.
    • Cabeça pesada, crânio largo.
    • Focinho curto ou pontudo.
    • Comissura labial pendular.
    • Prognatismo superior o inferior, mordida nivelada.
    • Olhos claros.
    • Costas muito longas.
    • Garupa curta, inclinado.
    • Cauda portada acima do nível das costas
    • Movimentos restritos dos membros posteriores.
    • Pele curta ou fina.
    • Falta de marcas de fogo; pontas pretas dos cabelos na cor bronzeada.
    • Muita cor branca ou cabelo branco em lugares não permitidos.
    • Fígado e cor marrom.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Covardia, agressão em direção do proprietário.
    • Cachorro muito reservado, temeroso.
    • Prognatismo superior o inferior marcado.
    • Variações na altura na cernelha menor ou maior que 1 cm.

    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. (Swedish: Smålandsstövare) (Inglês).
      2. Smålandsstövare (Francês).
      3. Småland-Bracke, Smålandsstövare (Alemão).
      4. Smalandsstovare (Português).
      5. Cazador de Småland (sueco: Smålandsstövare) (español).

    Sabujo de Schille
    Suecia FCI 131 - Farejadores de médio porte

    Sabujo de Schille

    A propagação de Sabujo de Schille é regular no seu país de origem, mas muito pequeno no exterior.

    Conteúdo

    História

    O Sabujo de Schille É uma raça de trabalho que existe na Suécia desde a Idade Média. No entanto, a raça não foi realmente estabelecida e reconhecida até 1952. Este reconhecimento é em grande parte devido a um criador, Per Schiller, quem deu o nome à raça.

    Em 1886, na primeira exposição de cães sueca, eles foram mostrados 189 sabujos. Entre eles estavam Tamburini e Ralla I, um irmão e uma irmã pertencentes a Per Schiller. Eles descendiam dos famosos cães de caça do Propriedade Kaflas. Esses cães provavelmente vieram do sul da Alemanha: bastante pequeno, fulvo com pelo preto e leves manchas brancas.

    O Sabujo de Schille eles foram baseados no cruzamento de cães suíços, Alemães e austríacos, bem como em cães de caça britânicos, especialmente o Harriers, para produzir uma raça rápida e leve que rapidamente adquiriu seu tipo. curiosamente, Per Schiller trabalhou ao lado de um médico sueco chamado Adolf Hamilton, e também levou ao desenvolvimento de um cão semelhante chamado Sabujo de Hamilton, que pode ser diferenciado de Sabujo de Schille pelo seu casaco tricolor.

    Ainda muito raro fora de seu país natal, o Sabujo de Schille foi reconhecido pelo Swedish Kennel Club em 1907.

    O Sabujo de Schille tem sido tradicionalmente usado como cão farejador, embora alguns o descrevam como um cão de caça. A raça é conhecida por sua velocidade e capacidade olfativa superior; capaz de rastrear rapidamente sua presa e uivar alto quando seu mestre se aproxima, alertando de sua posição. É um cão resistente que pode tolerar bem os invernos frios suecos.. Muitas vezes, trabalhe individualmente em vez de em matilha e normalmente cace coelhos e raposas. Ainda hoje, muitos cães ainda trabalham como caçadores, embora sejam igualmente bons animais domésticos.

    Fotos: Schiller Hound during International show of dogs in Katowice – Spodek, Poland por Pleple2000, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

    Características físicas

    A conformação de Sabujo de Schille é de um cão atlético, e com seu corpo bem musculoso e membros fortes, você é claramente adequado para sua função. Sua cabeça é relativamente pequena, mas longa e possui stop bem definido. A ponte do seu nariz deve ser reta e o nariz em si é preto com narinas largas. Seus olhos castanhos escuros são brilhantes e alertas, bem no fundo do seu rosto. Suas orelhas de implantação média e alta caem perto de seu rosto e não se estendem além de sua mandíbula. Seus membros longos e finos são paralelos e são certamente uma das principais razões para sua velocidade impressionante; dando a eles um passo muito longo. Seu corpo é retangular e eles têm um peito profundo com costas robustas e sólidas.. Sua cauda longa e afilada não deve ser portada muito alta no anel de exposição..

    O pelo brilhante e reto do Schillerstövare se encaixa perfeitamente em sua pele. O casaco de cima é bastante resistente, embora o pelo mais curto em seu rosto e orelhas seja mais macio ao toque. Predominantemente bronzeado, o casaco também tem um casaco preto proeminente. Apenas pequenas manchas brancas são permitidas na pelagem. Seu pelo é habilmente projetado para protegê-los em condições de tempo gelado.

    O Sabujo de Schille É um cão de tamanho médio a grande para a caça de raposas e lebre, o que isso mede 53-61 cm até a cernelha e pesa 18-25 kg . A pelagem é áspera e não muito curta, e está perto do corpo.

    Caráter e habilidades

    Esses cães vivazes vivem a vida ao máximo e são um prazer estar perto. Sempre alerta, precisam de muita atenção e desejam companhia humana. O Sabujo de Schille eles formarão um vínculo estreito com sua família, e embora tolerem bem as crianças, requer supervisão quando com crianças mais novas, pois podem ser bastante perturbadores.

    O Sabujo de Schille são normalmente mantidos dentro de casa e podem ser colegas de casa calmos e educados, embora eles possam latir melodiosamente às vezes. A natureza vigilante deste cão significa que ele sempre alertará seu dono sobre quaisquer convidados não anunciados., No entanto, eles não são territoriais o suficiente para serem usados ​​como cães de guarda. A desconfiança deste cachorro em pessoas novas pode ser um problema, embora isso geralmente possa ser superado por uma socialização precoce e completa.

    Embora não seja convencionalmente trabalhado em matilhas de cães, o Sabujo de Schille pode se socializar bem com outros cães se tiver a oportunidade. É claro, animais menores não estão seguros em sua companhia e provavelmente serão vistos como pouco mais do que uma presa.

    Saúde

    A maioria dos membros da raça vive até a adolescência e tende a gozar de boa saúde.. Existem algumas condições a serem consideradas quando se trata de Sabujo de Schille:

    Quadril Displasia.

    Quadris malformados resultam em uma marcha irregular, perda muscular ao longo da vida e desconforto. Os caninos afetados são tratados com uma variedade de terapias, incluindo fisioterapia, hidroterapia e analgésico farmacêutico. Programas de rastreamento prudentes em cães adultos em idade reprodutiva podem ajudar a reduzir a incidência geral na população. Se um cão em idade reprodutiva obtém uma pontuação baixa no quadril, deve ser castrado e removido do canil.

    Infecções de ouvido

    As orelhas caídas dos cães de caça são um ímã para infecções, pois criam ambientes úmidos dentro do canal auditivo para o desenvolvimento de bactérias e leveduras.. Manter os ouvidos limpos e secos pode reduzir o potencial de infecção. Se a cera se acumular, um limpador de ouvido deve ser usado. As infecções não devem ser infectadas e devem ser tratadas assim que forem detectadas. Infecções crônicas e queixosas podem representar um verdadeiro desafio para a cura e deixar o cão muito desconfortável e infeliz enquanto persistem.

    Classificações do "Sabujo de Schille"

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Sabujo de Schille" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do “"Sabujo de Schille"“

    Fotos:

    1 – Uma Sabujo de Schille fêmea por Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    2 – Uma Sabujo de Schille fêmea por Canárias, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    3 – Sabujo de Schille (Pôster de procurado de Schiller) Exposição canina internacional em Katowice 28 – 30. 03.2008 por Nome Lilly Mreal: Małgorzata Miłaszewska, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
    4 – Sabujo de Schille durante show de cachorros em Katowice, Poland por Lilly M, CC BY-SA 2.5, via Wikimedia Commons
    5 – “Sabujo de Schille” por https://pixabay.com/es/photos/cachorro-hound-schillerst%C3%B6vare-837998/
    6 – Sabujo de Schille (Pôster de procurado de Schiller) Exposição canina internacional em Katowice 28 – 30. 03.2008 por Nome Lilly Mreal: Małgorzata Miłaszewska, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

    Vídeos do “"Sabujo de Schille"“

    Schillerstøveren Cora jager hare som unghund.
    Uttak på hare med Schillerstøveren Tilda

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 131
    • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
    • Seção 1.2: Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

    Federações:

    • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Farejadores de médio porte.

    Padrão da raça FCI "Sabujo de Schille"

    FCI Padrão No. 131 / 12.01.1998 / E
    SCHILLER HOUND(Schillerstövare)
    TRADUCCION : Federação Mexicana de Canófila, A.C..
    ORIGEM : Suécia.
    DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 17.07.1997.

    UTILIZAÇÃO :

    Cão do tipo Bloodhound que late na trilha e é usado para caçar lebre e raposa. Não é um cão de carga, nem caçar em pares; também não é usado para caça de veados.

    CLASSIFICAÇÃO FCI :

    • Grupo 6 : Sabujos, cães de trilha (exceto sighthounds) e raças afins.
    • Seção 1.2 : Cães de caça de tamanho médio.

    Com prova de trabalho.

    BREVE RESUMO HISTÓRICO : Durante a primeira Exposição Canina realizada na Suécia em 1886, eles exibiram 189 cães tipo cão. Entre eles estavam um irmão e uma irmã, chamado Tamburini e Ralla I, pertencente a um fazendeiro chamado Per Schiller. Esses cães eram descendentes de cães de caça famosos mantidos na propriedade Kaflås. Esses cães provavelmente vieram do sul da Alemanha e eram relativamente pequenos, cor de bronze coberto por uma capa preta com algumas manchas brancas. O Schiller Hound foi posteriormente misturado com Swiss Hounds e consideravelmente com British Hounds., principalmente Harriers.

    Rapidamente, a raça tornou-se homogênea em tipo. O Schiller Hound foi reconhecido como uma raça pelo sueco KC em 1907.

    OLHAR GERAL :

    Ele é um cão bem proporcionado, tendinoso, aparência nobre. Mostre velocidade e força.

    PROPORÇÃO SIGNIFICATIVA : Corpo ligeiramente retangular.

    COMPORTAMENTO / TEMPERAMENTO :

    Vivaz e atencioso.

    CABEÇA :

    Alongada. Vista de frente e de perfil, cabeça deve ter uma aparência triangular, sem o focinho sendo apontado.

    REGIÃO CRANIANA :

    • Crânio : Apenas ligeiramente arqueado e mais largo entre as orelhas.
    • Nasofrontal depression (Stop) : Bem definido.

    REGIÃO FACIAL :

    • Trufa : Preto, com narinas bem desenvolvidas.
    • Focinho : Alongada, com ponte nasal reta e paralela à linha do crânio.
    • Lábios : Devem estar apertados e bem colados.
    • Mandíbulas/Dentes : Mordedura em tesoura, dentes fortes e bem desenvolvidos.
    • Bochechas : Eles não são proeminentes. : Marrom escuro, com expressão animada.
    • Orelhas : Inserção alta; quando eles avançam, as orelhas não alcançam o meio do focinho; levanta-os ligeiramente quando estão atentos. São macios, eles caem com a ponta perto das bochechas.

    PESCOÇO :

    Longo e forte, derrete suavemente em direção aos ombros. A pele que cobre o pescoço é firme e flexível. O decote superior deve ser bem arqueado nos homens.

    CORPO :

    • Cruz : Bem marcado.
    • Voltar : Reto e forte.
    • Lombo de porco : Muscular e ligeiramente arqueado.
    • Alcatra : Ligeiramente inclinado, longo e largo.
    • No peito : Profundo, longo e bem desenvolvido; deve chegar até os cotovelos. Costelas moderadamente saltadas.
    • Linha inferior e barriga : Barriga ligeiramente retraída.

    CAUDA :

    Inserido em continuação com a linha de fundo. Usado reto ou ligeiramente curvado em forma de sabre. É espesso na raiz e afunila em direção à ponta, atingindo as articulações tíbiotársicas. Quando o cão está movendo, é preferível que a cauda não seja transportada acima do nível das costas.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES :

    • Informações gerais : Ossos fortes em harmonia com a aparência geral do cão. Visto de frente, eles são retos e paralelos.
    • Ombro : Longo, muscular, bem direcionado para trás e bem colado.
    • Braços : Longo, formando um ângulo reto com os ombros.
    • Cotovelos : Bem apegado ao corpo, sem ultrapassar a linha do tórax.
    • Metacarpo : Elástico, ligeiramente inclinado em direção aos antebraços.
    • Pés anteriores : oval, com dedos bem angulados e próximos.

    MEMBROS POSTERIORES :

    • Informações gerais : Visto de trás, eles são fortes e paralelos.
    • Coxas : Coberto com músculos bem desenvolvidos; visto de perfil, as coxas são largas.
    • Joelhos : bem angulados.
    • Articulações do tarso quente : bem angulados.
    • Metatarso : Curta, magro e vertical.
    • Pés de volta : Semelhante ao anterior; ergôs são indesejáveis.

    MOVIMENTO :

    Paralelo, forte, cobre o espaço.

    PELES

    CABELO :

    Rude, Não tão curto, muito bem apegado ao corpo. Sobre a cabeça, orelhas e frente dos membros, o casaco deve ser curto e liso. A camada externa do cabelo pode ser mais longa abaixo da cauda e na parte de trás das coxas.

    COR :

    Griffon (fogo) com uma capa preta bem definida cobrindo as costas e os lados do pescoço, os lados do tronco e o topo da cauda. Algumas marcas brancas são permitidas no peitoril e nos dedos. Cabelos pretos misturados com cor fulvo não são permitidos (fogo) em cães adultos. No entanto, sim, marcas pretas são permitidas nas bochechas.

    TAMANHO :

    Altura à Cruz : Macho : 53-61 cm. Tamanho ideal 57 cm (22,5 polegadas).Fêmeas : 49-57 cm. Tamanho ideal 53 cm (21 polegadas).

    FALHAS :

    Qualquer desvio dos critérios acima mencionados é considerado uma falta e a sua gravidade é considerada com o grau de desvio do padrão e suas consequências para a saúde e bem-estar do cão..

    • Razões de comprimento corporal incorretas, a altura até a cernelha e a profundidade do tórax.
    • Características sexuais indefinidas.
    • Crânio largo, occipital pronunciado.
    • focinho côncavo.
    • Prognatismo superior o inferior, mordida nivelada.
    • bochechas proeminentes.
    • Olhos claros.
    • Garupa curta, inclinado.
    • Cauda portada acima da linha posterior.
    • ângulo obtuso entre as escápulas e os braços.
    • Movimento posterior restrito.
    • Manto indefinido com presença abundante de cabelos castanhos.
    • Denso manto negro que cobre o peito, os lados do corpo, ombros e coxas.

    FALHAS ELIMINATÓRIAS

    • Covardia, agressão em direção do proprietário.
    • Cachorro muito reservado, temeroso.
    • Prognatismo superior ou inferior pronunciado.
    • Altura na cernelha que excede os limites máximo ou mínimo.

    Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
    NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

    Nomes alternativos:

      1. Schiller Bracke, Schillerstövare (Inglês).
      2. Schillerstövare (Francês).
      3. Schiller-Bracke, Schillerstövare (Alemão).
      4. Schillerstövare (Português).
      5. Schillerstövare (español).