silky terrier australiano
Australia FCI 236

Australian Silky Terrier

O silky terrier australiano Não é apropriado viver com outros pequenos animais de estimação.

Conteúdo

História

O silky terrier australiano é um nativo de cão Austrália, Embora os tipos e raças ancestrais eram da Grã-Bretanha. Os ancestrais do Terrier Silky australiana incluem o Yorkshire terrier (originário da Inglaterra e Escócia antes de ser considerado) e o Terrier australiano (Ele desce do tipo trouxe wire-haired Terrier da Grã-Bretanha do século Austrália 19), mas os registros não indicam se início cães eram simplesmente Terrier brasileiro nascido com pele sedosa, ou se houve uma tentativa para criar uma raça à parte.

De acordo com o American Kennel Club, a corrida começou no final do século XIX, sendo resultado de cruzamentos entre um Yorkshire terrier e um Terrier australiano. No início, "a corrida era conhecida como"a seda de Sydney”, que foi principalmente na cidade de Sydney., Austrália. Embora a maioria das raças australianas são listadas como cães de trabalho, Australian Silky Terrier, considera-se, foi levantada - principalmente- para ser um animal de estimação urbano e companheiro da família, mas também É uma raça conhecida por matando cobras na Austrália.

Até 1929, o Australian Terrier, o silky terrier australiano e o Yorkshire terrier eles não foram claramente definidos, na mesma ninhada, foi à luz três cães de raças consideradas ao longo do tempo, diferentes. De acordo com as informações existentes, eles foram separados pela aparição em tipos diferentes depois que eles levantadas separadamente.

Após 1932 na Austrália, a miscigenação foi aprimorando, e em 1955 o nome da raça tornou-se oficialmente de seda australiano Terrier. A raça foi reconhecida pelo Conselho canina nacional da Austrália, em 1958 o grupo de brinquedo.

Durante e após a II Guerra Mundial soldados americanos que tinha sido enviado para a Austrália, retornar aos Estados Unidos, eles trouxeram vários Australian Silky Terrier. Fotos em jornais da época (1954), Eles mostram os soldados, de volta para casa vestindo seus animais de estimação Terrier de seda australiano, e isso causou um aumento na popularidade da corrida, e centenas Terrier de seda australiano foram importadas da Austrália para os Estados Unidos.

O American Kennel Club Ele reconheceu a raça como o Silky Terrier em 1959, como a United Kennel Club ((ESTADOS UNIDOS)UU.) em 1965, e o canadense Kennel Club. A raça é reconhecida por todos os grandes clubes caninos do mundo de língua inglesa, e internacionalmente pela Federation Cynologique Internationale como raça número 236.

Características físicas

Terrier de seda australiano é um Terrier, mas normalmente é colocado na Grupo do tipo de brinquedo cães, em vez do grupo Terrier, devido ao seu pequeno tamanho. A Federation Cynologique Internationale tem uma seção especial do grupo Terrier que inclui somente os cães menores, Enquanto outros clubes canina, Coloque a raça no grupo de brinquedo, mas universalmente todos concordam que o tipo de raça é Terrier.

O cabelo do seu manto é cinza, Textura macia do Griffon e azulado, suave e longa. Requer manutenção constante e escovação. Uma seda australiano Terrier deve ter aproximadamente 23 - 25 cm para atravessar e pesa entre 3.6 e 8 kg, Embora os passos podem variar entre as diferentes federações. Ele deve ser um pouco maior do que essa largura (cerca de um quinto maior do que a altura na Cruz).

australiano terrier El Silky, olhos pequenos, em forma de amêndoa. De acordo com as regras, os olhos são considerados a falta. As orelhas são pequenas e ereto. Ele tem uma cauda de ajustamento alto e pés pequenos, quase como um gato. O cabelo deve ser longo. Geralmente é cortar o cabelo na face e orelhas.

Esta raça deve ter com um barbeiro em três semanas e seus dentes devem ser escovados. O Terrier são conhecidos por terem problemas com dentes e gengivas.

A camada de Silky Terrier é muito suscetível a emaranhados e dos tapetes e exige escovação diária e o penteado. Esta raça exige um profundo compromisso com a proprietários. Para manter a pele brilhante, Lavagem regular é necessário. O uso de um xampu de abacate e farinha de aveia vai ajudar a aliviar o prurido de pele, característica desta raça seco.

Caráter e habilidades

O padrão da raça descreve o temperamento ideal de Terrier Silky australiana como uma forte advertência e ativa. Eles gostam de ter oportunidades para correr e jogar, mas você deve ter um jardim bem vedado. Eles também desfrutar de passeios vigorosos e jogar bola. O que pode ser feito para combater o tédio será bem recebido por estas pequenas.

Embora no passado era usado como rato-eared cão Embora actualmente a sua função principal é a ser animal de estimação na sua adaptação à vida em casas ou apartamentos sem qualquer problema. Se dá muito bem com as pessoas que respeitá-lo e cuidadas. Ela pode causar problemas com outros cães, pois apesar de seu pequeno tamanho, eles tendem a ser um pouco irritado. Não é adequado viver com outros animais de pequenos porte. Obrigado você estar andando. Vivem na média 15 anos.

Imagens Silky terrier

Vídeos Silky terrier

Grupo 3 / Seção 4 – Empresa de Terrier

Kelpie australiano
Australia FCI 293 . Cães Pastores

Kelpie Australiano

O Kelpie é muito inteligente, laborioso e está sempre alerta.

Conteúdo

História

O Kelpie australiano é um cão pastor desenvolvido por volta da década de 1870 por criadores australianos, misturando vários cães pastores de Tipo Collie importado diretamente da Inglaterra. Seu objetivo era desenvolver uma raça bem adaptada às condições climáticas australianas., especialmente para aquecer, e com independência suficiente para pastorear ovelhas e vacas em um vasto território sem muita supervisão.

até recentemente, pensava-se que a raça também estava misturada com os Dingoes, cachorro selvagem australiano, mas estudos genéticos recentes mostraram o contrário. No entanto, no final do século 19, a Kelpie australiano também misturado com cães pastores escoceses de pêlo curto, dando-lhe as características que tem hoje.

A palavra Kelpie tem sua origem na mitologia celta. Na verdade, uma lenda escocesa menciona espíritos metamórficos chamados kelpie, que aparecem mais frequentemente na forma de um cavalo feito de água, e à espreita nos rios e lagos da Escócia. Esses espíritos malévolos têm o objetivo de atrair humanos, especialmente para crianças e jovens, para a morte dele. Não está claro como o nome passou a ser associado a esta raça de cão.. No entanto, a história que surge com mais frequência, embora não seja oficialmente documentado, é de um criador escocês chamado George Robertson que, em 1872, diz-se que ele nomeou Kelpie um dos primeiros espécimes desta raça; este nome simplesmente teria permanecido posteriormente para designar todos os cães desta raça.

Hoje, há cerca de 450.000 cães pastores na Austrália, e a maioria deles são Kelpie australiano. Desde a década de 1930, dois tipos de kelpie foram usados ​​na Austrália: aqueles usados ​​como cães de trabalho e aqueles usados ​​como cães de exposição. Linhagens desenvolvidas à medida que a raça ganhou popularidade em exposições caninas. Dito isto, na maioria dos outros países, esta distinção realmente não existe.

Em qualquer caso., o Kelpie australiano foi exportado para muitos países. Isso é particularmente verdadeiro nos Estados Unidos., onde sua grande flexibilidade lhe permitiu se adaptar a diferentes climas e terrenos, bem como trabalhar com diferentes tipos de gado.

Seja na Austrália ou em qualquer outro lugar do mundo, o Kelpie australiano convenceu por sua versatilidade. Na verdade, não é apenas um excelente cão pastor, tanto em condições reais quanto em competições de cães pastores, também pode ser encontrado em muitas outras funções, como o cão farejador da polícia, cão de terapia ou cão de assistência para cegos.

Embora ainda não seja oficialmente reconhecido pelo American Kennel Club (AKC), o Kelpie australiano é autorizado de 2015 para participar de competições de cães pastores organizadas sob os auspícios da organização. Também não é reconhecido na Grã-Bretanha pelo Kennel Club.. Por outro lado, Fédération Cynologique Internationale (FCI) reconhece a raça de 1973.

Características físicas

O Kelpie australiano trabalhador e o Kelpie australiano competitivo parece semelhante, embora o último seja ligeiramente menor e um pouco menos fino. Eles são cães de tamanho médio, muito atlético e musculoso que não parece pesado. Suas características proporcionam grande flexibilidade de movimento e energia ilimitada..

O Kelpie australianos são ligeiramente mais longos do que altos, o que lhes dá um corpo perfeito para correr. Eles têm uma aparência esguia, com um peito profundo e pernas longas e fortes. Uma de suas peculiaridades é que parece não fazer nenhum esforço ao correr, um pouco como se estivesse voando, com suas quatro pernas que parecem tocar o chão ao mesmo tempo.

O Kelpie australiano tem um crânio ligeiramente arredondado com orelhas grandes e retas no topo. O focinho é cônico, com uma boca bastante pequena e dentes grandes prontos para mastigar. Os olhos são ovais e em tons de marrom escuro.

Os padrões de Kelpie australiano estabelecidas pelas várias organizações que reconhecem a raça permitem uma gama bastante ampla de cores de pelagem. No entanto, nos países – como austrália – onde há uma distinção entre linhas de trabalho e linhas de exibição, apenas uma camada de cor sólida é reconhecida para o último. Na verdade, independentemente da linhagem, o Kelpie australiano é mais frequentemente preto ou chocolate com manchas vermelhas, cinza-azulado ou bege.
Seu cabelo é de comprimento médio e cobre um subpêlo bastante macio..

Caráter e habilidades

O Kelpie australiano não é um animal adequado para todas as famílias. Na verdade, é um cão extremamente inteligente e enérgico que requer muita atenção. Odeia ficar sozinho, e deve ser fortemente estimulado mental e fisicamente, por pelo menos duas horas de exercícios diários. Na verdade, não é de todo uma raça de cão adequada para uma pessoa idosa ou muito sedentária, mas sim para um mestre muito ativo e esportivo, disposto a fazer diferentes atividades com seu cachorro. Destaca-se em atividades que exigem agilidade, como Frisbee ou competições de agilidade.

Como a grande maioria dos cães pastores, para o Kelpie australiano ele gosta de estar ocupado; você nunca está mais feliz do que quando você tem uma tarefa a fazer. Assim, além das caminhadas e / ou corridas essenciais, é recomendado que cada cão brinque com ele ou o treine em várias atividades nas quais ele deve aplicar as instruções dadas por seu dono, o que ele faz com grande devoção e energia aparentemente ilimitada.

A falta de incentivo seria um grande problema para o Kelpie australiano; se entediado, pode se tornar destrutivo, desobediente e se envolvendo em vários outros comportamentos destinados a combater o tédio, se está ou não de acordo com as regras do lar. Por exemplo, pode roer vários objetos ou fazer o jardim parecer um campo minado cavando buracos em todos os lugares.

Por conseguinte, o Kelpie australiano ele não é um cão sedentário e só pode ser infeliz em uma casa que tem pouco tempo e / ou energia para lhe dar. Por outro lado, espaço não é necessariamente um problema, contanto que você receba atenção suficiente: pode até lidar com a vida em apartamento, sempre que ele tem a oportunidade de seguir seu mestre em excursões e atividades, e assim ser ativo diariamente.

Normalmente é um bom cão de família, mas você pode ser tentado a “jogar” com o pastor com as crianças ou mesmo com os visitantes que passam. Por conseguinte, tome cuidado especial com os mais novos, porque você pode ficar tentado a mordiscar seus calcanhares para levá-los de volta para onde você sente que pertencem, ou para incentivá-los a participar de uma atividade. Com o Kelpie, o instinto de pastor nunca está longe.

O mesmo vale para outros animais de estimação, portanto, deve ser mantido sob vigilância, se necessário. Em qualquer caso., socializá-lo desde tenra idade com outras espécies só pode ser benéfico para evitar que ele seja confundido com um rebanho quando for adulto.

Além disso, embora possam se dar bem com outros cães, geralmente preferem a companhia de humanos à de outros cães.

Embora originalmente desenvolvido para a vida na fazenda, o Kelpie australiano não é um cachorro para deixar ao ar livre, já que ele fica entediado rapidamente se for separado de sua família. No entanto, já que estão acostumados a operar de forma independente, sem muitas instruções, quer ser parte integrante da vida familiar e tende a agir como um membro da família em vez de um animal de estimação. Como um resultado., ele também é um cão sensível que não gosta de ser excluído das atividades familiares.

Com muita frequência, proprietários que não se deram ao trabalho de se informar seriamente antes da adoção acabam abandonando seus Kelpie australiano porque leva muito tempo e atenção. O personagem energético, A necessidade de atividade e inteligência de Kelpie deve ser levada muito a sério quando se trata de escolher a raça de cão a ser adotada. Em qualquer caso., quando suas necessidades são bem atendidas, ele é um companheiro muito legal e leal.

Ele não confia facilmente em estranhos e é muito territorial, também é um cão de guarda muito bom, muito alerta e vocal, que alerta assim que ouve um ruído estranho. Por conseguinte, é melhor evitar que estranhos ou mesmo animais de estimação de vizinhos se aventurem em seu território, já que eu poderia ser agressivo com eles. O latido alto do cachorro também pode ser problemático em um ambiente urbano; se o cachorro está destinado a viver na cidade, este é um aspecto que deve ser especialmente trabalhado como parte de sua educação.

Educação “Kelpie australiano”

O Kelpie australiano É uma raça de cão reservada a um proprietário experiente e muito ativo.. Durante o treinamento ou após, é importante fornecer regras claras e consistentes, porque funciona muito melhor em um ambiente estruturado.

No entanto, seu treinamento é facilitado pelo fato de que você precisa se manter ocupado, e, portanto, geralmente fica feliz em participar de atividades de treinamento de cães. Também pode ser treinado para participar de tarefas familiares: ou pegando o correio, pegando roupas ou brinquedos do chão ou ajudando a trazer mantimentos, sempre pronto para uma nova atividade, mesmo em uma idade jovem. Fazer o dever de casa é parte integrante da personalidade de Kelpie, e pode ajudá-lo a se sentir parte da família.

Essa vontade de ser ativo e útil torna o Kelpie australiano uma das raças de cães mais fáceis de treinar. Excel em esportes caninos, eles adoram aprender novos pedidos e gostam de ajudar o proprietário. O treinamento não é um problema particular, uma vez que eles são completamente obedientes quando são suficientemente estimulados intelectualmente e fisicamente. Por outro lado, o tédio se instala em breve, porque ele é um cachorro inteligente, e, portanto, aprenda rapidamente: é inútil fazê-lo repetir as instruções com muita frequência, mas ele deve ser capaz de encontrar novos desafios e novas atividades para ele regularmente. Uma boa solução pode ser ingressar em um clube de cães que oferece cursos de agilidade e jogos como o Frisbee. (discdog).

Técnicas de treinamento de cães baseadas em reforço positivo, levando a recompensar o cão pelo comportamento desejado, em vez de puni-lo por comportamento inadequado, são preferíveis com o Kelpie australiano, que tem uma personalidade bastante sensível e não responde bem à punição ou a um mestre excessivamente imponente. Na verdade, não adianta querer mostrar ao seu cachorro a todo custo que você é o dono, uma vez que ele não percebe seu cão como superior, mas sim como um companheiro. Por conseguinte, você deve tratá-lo com respeito e não subestimar sua inteligência, especialmente porque ele está acostumado a trabalhar sozinho e sem muitas instruções.

Último mas não menos importante, a educação deve dar prioridade à socialização do cachorro desde tenra idade, porque ele Kelpie australiano é um cão territorial e desconfiado. Caso contrário, você corre o risco de se tornar agressivo com estranhos e / ou outros animais. Isso o ajudará a aprender a reagir apropriadamente a estranhos., evitando que sua desconfiança natural se apodere dele.

Saúde “Kelpie australiano”

O Kelpie australiano geralmente é um cachorro saudável, mas você corre o risco de ter alguns dos problemas frequentemente associados ao grupo de cães pastores:

  • Abiotrofia cerebelosa;
  • Anormalidade do olho Collie: Apesar do nome, esta condição não afeta apenas Collie: o Kelpie australiano você também pode ser uma vítima disso. Esta doença recessiva hereditária pode até levar à cegueira;
  • Ruptura do ligamento cruzado anterior: ruptura deste ligamento localizado no joelho pode ser causada por trauma (20% dos casos), mas na maioria das vezes é simplesmente devido à fragilidade articular ou falso movimento. Também pode ser causado pela deterioração precoce da articulação, que é comum em cães muito ativos como Kelpie. É a causa mais comum de claudicação nesta raça, e pode causar artrite;
  • hipotireoidismo canino;
  • microftalmia de cachorro;
  • Atrofia progressiva da retina (ARP): é a doença hereditária mais comum em familia Collie.

A maioria das doenças genéticas pode ser evitada por meio do controle estrito da genética dos animais de fazenda para reduzir a consanguinidade, bem como detectando essas doenças para evitar que os indivíduos portadores desses genes produzam descendentes. Estes são, É claro, aponta que qualquer criador de Kelpie australiano digno é particularmente atencioso.

Último mas não menos importante, o Kelpie australiano também se inclina para :

  • criptorquidia do cachorro;
  • Quadril Displasia.;
  • luxação da rótula. Pode ser de origem congênita, devido a trauma ou simplesmente causado por desgaste. O último caso é frequente em um cão ativo como o Kelpie australiano.

Você também tem um risco maior do que a média de estar acima do peso, então vigilância especial é necessária a este nível, em particular pesando regularmente seu cão para controlar seu peso.

Cuidado e manutenção “Kelpie australiano”

Como a pele do Kelpie australiano pode variar um pouco de um indivíduo para outro em termos de densidade e comprimento, assim como sua manutenção. No entanto, geralmente perde uma grande quantidade de cabelo ao longo do ano, então é necessário escovar o cachorro duas vezes por semana. A queda de cabelo é obviamente ainda mais pronunciada durante os períodos de queda, na primavera e no outono, e então é necessário optar por uma frequência diária para retirada de pelos mortos.

Por outro lado, é raro você ter que dar banho no seu cachorro: isso só é necessário se você entrar em contato com uma substância suja ou prejudicial.

Além disso, sendo uma raça de cachorro muito ativa, suas garras tendem a se desgastar naturalmente, e, portanto, raramente precisa ser aparado.

Olhando seus dentes, não representam nenhum risco particular. Tudo que você precisa fazer é escovar os dentes do seu cachorro uma vez por semana.

Em geral, o Kelpie australiano É um cão bastante fácil de cuidar. Por cima de tudo, é sua grande necessidade de exercício e estimulação intelectual que os torna um cão exigente no dia a dia.

Usos e atividades”Kelpie australiano”

Foi originalmente desenvolvido como um cão pastor para pastorear e guiar o gado, o Kelpie australiano desde então se tornou um companheiro versátil. É claro, também encontrado em competições de cães pastores, mas também como um cão farejador da polícia, cão de apoio psicológico, cão-guia para cegos, mas também simplesmente como um cachorro de família. Em resumo, é um animal versátil que gosta de se manter ocupado e se adapta facilmente a diferentes contextos.

Na Austrália, Embora o Kelpie ainda principalmente um cão pastor, também é cada vez mais usado como terapia e cão de companhia. Na verdade, sua sensibilidade e necessidade de estar na companhia de humanos fazem dele um cão excepcionalmente atencioso.

Na Suécia, Holanda e Finlândia, eles são usados ​​principalmente como cães de busca e resgate durante acidentes e desastres.

Quanto custa um “Kelpie australiano”?

Na Austrália, um filhote de Kelpie australiano normalmente vendido por cerca de 580 dólares australianos (Uns poucos 350 EUR). A maioria dos indivíduos oferecidos pertence a linhas de cães de trabalho.

Em outras partes do mundo, dependendo da linhagem e pedigree, o preço de um cachorro Kelpie australiano está entre 750 e 3.000 EUR. Como os indivíduos vendidos fora da Austrália vêm principalmente de linhas de cachorro, a faixa de preço é bastante ampla porque o preço sobe rapidamente se o filhote vier de uma linha com a reputação de ter se destacado na área.

Classificações do “Kelpie australiano”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Kelpie australiano” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do “Kelpie australiano”

Fotos:

1 – Diesel, a pure-bred Australian Kelpie por meu davepaku, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons
2 – Australian Kelpie, liver & tan por Canárias, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons
3 – Kelpie australiano por https://pixabay.com/es/photos/kelpie-australiano-perro-ovejas-4217941/
4 – AUSTRALIAN KELPIE, KORAD SE UCH Deepeyes Dance With Dragons III por Feira Sueca da Suécia, CC POR 2.0, via Wikimedia Commons
5 – Kelpie australiano por https://pixabay.com/es/photos/nube-roja-kelpie-perro-pastor-2992780/
6 – Chocolate Female Kelpie por Spinefly, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

Vídeos do “Kelpie australiano”

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 293
  • Grupo 1: – Cães de Pastor e Boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços).
  • Seção 1: Cães Pastores. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 1 cães de pastoreio, Seção 1 Cães Pastores
  • AKC – Pastoreio

Padrão da raça FCI “Kelpie australiano”

Nomes alternativos:

    1. Kelpie (Inglês).
    2. Kelpie (Francês).
    3. Kelpie (Alemão).
    4. Kelpie (Português).
    5. Kelpie (español).

Boieiros
Cães Boieiros de acordo com o FCI

Boyero

Conteúdo

Conhecido pelo nome de Cão Boieiros um número de raças de cães tradicionalmente foram utilizado para a gestão e a realização de gado.

O FCI raças de cães boyeros classificados em dois grupos distintos com base na sua aparência.
No grupo I, Seção 2, Ele colocou cães boyeros aparência lupóide (semelhante a um lobo) e no grupo II, Seção 3, para o trote da montanha.

Ler mais

Pastor australiano Cauda Stumpy
Autralia FCI 351. Cães Boieiros

Stumpy Tail

Tal como indicado pelo nome, a função primária do cão, e que não tem igual, é o gado de controlo e de pastagem em áreas abertas ou confinado, bem como condições adversas.
Sempre alerta, extremamente inteligente, vigilante, de grande coragem e confiabilidade, com uma devoção implícita à sua tarefa, tornando-se um cão de trabalho ideal com gado.

História

O "Stumpy Tail" tem uma longa história na Austrália, Ele foi cuidadosamente criado para guardar o gado no início do século XIX.
Há dois seculares de pensamento ao verdadeiro fundador da raça:

– A primeira versão é que Thomas Simpson Salão cruzou os cães de pastoreio norte da Inglaterra Smithfields com Dingos australianos indígenas, criando os primeiros pastores australianos chamados Heeler de Salão (1830).

– A segunda versão é que um fazendeiro chamado Timmins de Bathurst New South Wales, que em 1830 Smithfields cruzou com o cão nativo Australian Dingo, descendência, Vermelho, sem cauda, Eles eram conhecidos como "Timmins Biters".

Os cães foram excelentes no trabalho, mas muito grave com o gado. Outra cruz foi necessário. Um collie liso azul de Merle foi introduzido, Isto estabeleceu um excelente cão versátil, o antecessor do Sheepdog corrente de cauda Stumpy.

Smithfield contribuiu para o cão naturalmente ser Rabon, Dingo a cor vermelha e uma aceitação natural de condições adversas.
A cor azul veio do Collie azul de Merle que também eram conhecidos como German Coolies.

Geralmente "Stumpy Tail" foram criados em vastas áreas rurais da Austrália e apenas um pequeno número deles foram registrados no diário de bordo.

No 2001, essa raça antiga foi rebatizado o Cauda Stumpy australiana do cão de pastor.

CLASSIFICAÇÃO FCI: Grupo 1 Cães pastores e cães boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços).
Seção 2 Cães Boieiros.
Sem prova de trabalho.

Boiadeiro-australiano
Autralia FCI 287 - Boiadeiros

Pastor Ganadero Australiano

O Boiadeiro-australiano é um cão rústico, robusto e sem problemas de saúde.

Conteúdo

História

O Boiadeiro-australiano É um cão originários da Austrália Boyero. Em comparação com outras raças, sua história é muito bem documentada, porque é um relativamente recente.

No início do século XIX a indústria pecuária na Austrália tinha crescido para as planícies e sobre as grandes extensões de terras. O gado tinha-se tornado bestas selvagens e severas, a Smithfields, até então seus cães de pastoreio, eles já perderam o controle frequentemente gado. Estes cães-los devido ao calor e as distâncias viajaram para mover o gado, Eles também tendem a morder e latindo Monte, sabendo pasto ovelhas e gado não, e às vezes com chifres, Eles ficaram feridos. Este problema existia tanto na Austrália nos Estados Unidos, e enquanto os americanos inventaram os vaqueiros (Vaqueiros) Os australianos inventaram calças de brim de cães.

Em 1830 uma Cruz de Smithfields foi realizada com Dingos, o cão primitivo que vive na Austrália e matou o gado. Isso, considerar-se como uma Praga na altura, Ele passou a ser a melhor contribuição para esta corrida. Acreditava-se que clima mais rígida cães resultaria em, trabalho e mais silencioso. Foram cães de cabelo ruivo, silencioso, mas que mordían mais. Esta raça não foi bem sucedida e morreu.

Em 1840 outro agricultor com a mesma preocupação mas abordagem diferente, importou um par de Bearded collie Escócia de cabelos azuis, foram os cães que ladram muito. Os filhos deste casal cruzaram com o Dingo e tenho um cão de trabalho silencioso com pêlo azul ou vermelho.

Outras raças introduzidas esta Cruz: o Dálmata a fim de garantir que os cães também funcionará com cavalos e mais fiel e confiável para mestres. O Kelpies cor preta ou palha, Australian prevêem cães; reafirmar suas habilidades profissionais que foram perdidas ao atravessar Dálmatas. A influência de Dálmatas Crio filhotes com pêlo branco no nascimento e isso muda de cor às três semanas de idade, de uma pelagem lisa para outra cinza. Do Kelpie manchas coloridas nas pernas, no peito e cabeça. O resultado final foi um cão activo, compacto, com o cuidado de Dingo, a confiabilidade de um Dálmata, a habilidade de um Collie e um Kelpie, e único na coloração de peles de mundo.

No início da 1890 do Sr (a). Robert Kaleski se interessou por estes cães; como ele amante deles e o mesmo jornalista tempo decidi dar a conhecer esta corrida e torná-lo alcançado em 1903 o Kennel Club de Gales aceitou o primeiro padrão da raça. Fortemente acreditava na importante contribuição de sangue o Dingo para o gado pastando e eventualmente introduzidas dingos à passagem para manter o eficiente talonero.

Em novembro de 1988 Formou-se no Australian Cattle Dog Club of America na Califórnia. O 1 ° de Maio de 1980 Eles manifestaram-se a licença de AKC (American Kennel Club) e o 1 ° de setembro do mesmo ano foi concedido.

Em todos estes anos pastores de gado australianos vem ganhando terreno no trabalho e no coração dos mestres. Eles são conhecidos com muitos nomes ou apelidos: “Blueys” (azulitos), “Cães azuis” (cães azuis), “Heelers” (taloneros), “Queenlad heelers” (Rainhas taloneros), “Blue heelers” (Azul taloneros), “Vermelhos heelers” (Vermelho taloneros) e por isso são chamados erroneamente “Dingos”.

Características físicas

O Boiadeiro-australiano eles são uma raça moderada em todos os aspectos. Eles devem ser equilibrados, simétrica, compacto e robusto. Julgar esta corrida devemos buscar um harmonioso cão.

Muitas vezes ouvimos: “Ele deve ser de cabeça grande”; Isso é bom se o corpo está em consonância com a cabeça. O padrão da raça não requer uma grande cabeça, mas uma cabeça de acordo com o órgão, ou de uma estrutura óssea pesado, Se não concorda com o resto do cão.

O Boiadeiro-australiano ele é um cachorro que trabalha, criado fortes, compacto, simétrica, com a capacidade e a vontade de realizar sua atribuído não importa como será difícil tarefa. Sua combinação de substância, poder, balanço patrimonial e a condição muscular forte, leva a grande agilidade, força e resistência. Cão muito grande e gordo, como um muito pequeno e fino, eles teriam graves falhas. Temos de ver o cão completamente. A cabeça não faz um bom cão, não uma estrutura óssea muito bruto.

Lembre-se de: BALANÇO, SIMETRIA E MODERAÇÃO.

Como seu nome diz, É função primária e ninguém corresponde, É o controle e gerenciamento de gado nas extensões abertas ou fechadas. Sempre alerta, extremamente inteligente, Vigia, corajoso e confiável, com uma total devoção ao dever, tornando-se o cão ideal.

Um cão que é suave na natureza, fora da condição de obesa, perderá pontos. Eles são atletas e devem sempre dar essa aparência.

Na aparência se trata de desenhar a apresentação

  • O cabeça Ele é forte e deve ser proporcional ao corpo do cão, para manter a sua conformação geral. Crânio largo é ligeiramente curva entre orelhas. Os mejilla5 são muscular, Nem cru nem proeminente, mandíbula forte. Os lábios são limpos e apertado. !.nariz é sempre preto. A gula para medir a cabeça é da ponta do nariz, passando entre os olhos., parar de ponta de orelha; através do crânio volta através do olho para a ponta do nariz; Eles devem ser medidos um triângulo equilátero.
  • O olhos: eles são em forma de oval, médias, Proeminente nem afundado, eles devem expressar o estado de alerta e inteligência, são marrom escuro em cor.
  • O orelhas: eles devem ser de tamanho moderado, preferível para pequenas e grandes, Dica ampla de base e pontiaguda, ou como colher, Nem lanceoladas de morcego. Colocado separada cabeça inclinada para o exterior. Eles devem ser grossos, carnuda e coberto com peso no interior. Os dentes seria fortes, com separações de iguais, com aperto, mordida e tesouras, os incisivos inferiores apenas antes de fechar e jogar com os incisivos superiores.
  • O pescoço: é muito forte, muscular, Ele permite que você vire a cabeça para o corpo, Ele não deve ser solto ou ter pendurado pele.
  • Quartos de frente: o antebraço deve juntar o ombro quase em 90%. Há uma tendência em antebraços curtos que não permitem a você para o correto do tamanho necessário. Eles devem ser apenas como a Cruz até o cotovelo de cotovelo no chão. Ele não deve exceder a largura do peito para os cotovelos. A criação de exagero é um problema na corrida.
  • Proporções: O cão deve ser 10% mais do que alta, muitos estão infelizmente muito curtos e ele subtrai-lhes flexibilidade e movimento.
  • Quartos traseiros: forte, larguras, muscular. A alcatra bastante longa para inclinar, coxas longas, ampla e bem desenvolvida. Visto de trás deve ser paralelo e direitos, não muito perto de si, não muito separados.
  • O pernas: Ronda, com os dedos longos e juntos. Rolamentos rígidos, unhas curtas e fortes.
  • O cauda: colocado moderadamente para baixo, seguindo o contorno da coxa e alcatra de comprimento até chegar as jarretes. Quando descansar com uma ligeira curva. Movimento ou agitando a cauda deve ser gerado. Em nenhum momento a fila deve ser para além de uma linha vertical que parte da raiz (ou em espiral). A cauda deve ser abundante peles.
  • Quando está em movimento e andando: a ação é real, Free, flexível para incansável, e o movimento dos ombros e quarta frente é uníssono com a força do traseiro. A capacidade de movimentos rápidos e inesperados é elementar. Quando eles trotando pernas tendem a se juntar a terra como a velocidade está em ascensão.
  • Peso e altura: O macho pode ser medido em 46 cm para 51 cm, e pesam entre 20 e 26 kg. A fêmea pode ser medida em 43 cm para 48 cm, e pesam entre 18 e 23 kg. Aqui não há quase nenhum problema, porque os requisitos de altura foram mantidos com facilidade.
  • Peles: O cabelo é mole, com dupla camada, sendo o mais curto mais densa.; o cabelo da camada mais longa é fechado, cada cabelo é, reta e disco rígido, Porque que é impermeável. Sobre as patas o brasão é há muito tempo que unir as coxas. Na cabeça (mesmo dentro das orelhas) até a frente das pernas a pelagem é curta. Ao redor do pescoço, mais longo e mais grosso. Um fio de cabelo muito curto ou longo será uma falta.. Cabelo crespo em ondulada é evidente nas fêmeas muito adultos.
  • Cores do manto:
  1. Blue: a cor pode ser azul, grisalhos azul, Azul manchado com ou sem outras marcas. Permitido em marcas são, Black, Azul ou palha na cabeça, preferência simétrico. Palha de patas na metade e estendendo-se para a frente ao peito e garganta, e em garras. O Undercoat pode ser palha no corpo onde destaca-não para a camada superior azul. As marcas pretas sobre o corpo não são desejáveis.
  2. Red: a cor deve ser muito bom em todo o corpo, incluindo a camada inferior (branca ou creme), com ou sem marcas vermelhas na cabeça. Marcas simétricas são desejadas. As marcas vermelhas no corpo são permitidas mas não desejadas.

Há dois problemas principais na cor. Os cães azuis tendem a preto e o segundo são os cães vermelhos sem sardas. Este último é mais do que um problema, e uma das razões por que os vermelhos são menos dominantes do que azul.

Caráter e habilidades

O Boiadeiro-australiano são trabalhadores muito versáteis e incansáveis ​​que adaptam várias atividades. Eles têm sido usados como cães de busca e salvamento, Detectores de bombas e drogas, serviço e, evidentemente, cães, gado pastando.

A Boiadeiro-australiano não é o cão ideal para trancá-lo em um quintal. Estes cães necessitam trabalhar e conviver com pessoas ou pelo menos a presença de alguém ao seu redor na ausência de seu trabalho diário. Isolado no pátio de uma casa na cidade a borda para criar problemas.

Dr. Harvey, Austrália veterinária, Ele tem dois estes cães e também freqüenta muito mais como pacientes. Os comentários: “O principal problema que eu vejo e que ultrapassa muito a outros, é o comportamento desses animais, tudo é devido ao tédio e falta de exercício. Uma vez que são muito bons guardiões, pessoas deixá-los em seu quintal, cuidar da casa, ignorando completamente suas necessidades de exercício e estimulação mental”.

A Boiadeiro-australiano pode morar em um apartamento ou em uma fazenda 20 hectares, o problema não é o espaço.; É o exercício e o tempo que o proprietário coloca em seu cão. Se não é dado um trabalho do cão, o mesmo vai inventar:

  • Desenho de jardins: buracos, plantas cortadas ou fora do lugar.
  • Design de interiores: tapeçaria de móveis, Mastigar cadeiras, cavar uma maneira fora da rua, espalhando lixo ao redor da casa, etc.
  • Outro problema muito comum nas cidades é a tendência natural com estes cães para proteger sua família e sua casa. Mesmo sem formação, Eles defendem seu território de forasteiros, incluindo o pastor, o carteiro e quem não está familiarizado

    Em alguns lugares rurais dos Estados Unidos comumente usado alertas que avisam que este lugar é guardado por Pastor Ganadero australiano, para evitar que estranhos vêm. Se há crianças executando, gritando, naturalmente qualquer cão de pastoreio deseja colocá-los sob controle do canto; com a morder e latindo. Se seus filhos tem visitantes é preferível manter o cão, porque ele não permitirá que seus mestres ser tocado, mesmo por jogo.

    Deve ser uma convivência social com crianças em tenra idade, cães são taloneros por natureza instintivamente perseguir outros animais, Ainda estes cães são muito adaptáveis e podem aprender a suprimir seu lado inclinações naturais. Eles são um companheiro perfeito para a família e seus filhos. Depois que você souber o cão e controles, sua obediência irá surpreender seus convidados.

    Dr. Harvey também acredita sobre coaching: “O Boiadeiro-australiano é muito manejável; como um ônibus e um estudioso do comportamento, Ele catalogado como o cão mais adaptável que havia trabalhado com. No entanto estes cães não respondem bem para o método no qual força-los.

    Após vários meses de desnecessariamente tentando formar uma fêmea com cintas de punição, correto e outros, optar por métodos mais motivacionais e os resultados foram excelentes. A confiança e entusiasmo podem ser vistos na posição da cauda. Um cão com uma cauda de soltar, provavelmente isso suprimida ou entediado, uma cauda levantada denota um cão activo e atento.

    Por conseguinte, os treinadores que sem o conhecimento da raça, usando os métodos tradicionais, tais como o desenho com o colar de punição; eles invariavelmente considerá-los tolos, irritado e difícil. Treinadores usando métodos positivos, eles acreditam que eles são muito atenciosos e disposto a aprender. Kalesky disse certa vez:: “A Boiadeiro-australiano devemos lembrar de um típico Dingo, e isto é muito importante se quisermos descrever a corrida.

    Antes de escolher o cachorro que temos de parar de pensar para o que eles querem esse cão, como um animal de estimação, como um cão de guarda, cão de pastoreio, cão para exposições de beleza, etc. Agora vamos ver como eles se comportam todos os filhotes de cachorro a maca. Aquele que vemos que luta contra todos os seus irmãos, serviria para proteger; o maior e que sempre dorme porque é onde a maioria comeu, Seria muito bem como um animal de estimação ou de beleza, chiquitos mais parecida com vendavais aprenderam a fazer um esforço extra para obter seus alimentos lutou contra os idosos, eles seriam ideais para o trabalho.. Mas não há nenhuma regra escrita que a natureza dos cães-lo moldado em uma grande porcentagem proprietários, desta forma um muito agressiva pode ser muito manso e vice-versa. Ter sempre em conta o parecer do reprodutor.

    Falhas ocorrem em todas as raças, sem eles, seria desafios para os agricultores. É importante estar atento às falhas para superá-los. As falhas são apenas um obstáculo na nossa tentativa de levantar o cão perfeito. Olhe para seu cão com os olhos do crítico, Consulte as falhas e se esforçam para rectificá-los. Não quero fingir que eles há não porque não é um cão perfeito.

    A lealdade de Boiadeiro-australiano vai mantê-lo ao lado de seu mestre, mais do que qualquer coisa no mundo, Eles devem estar com o mestre, acompanhá-lo e ajudá-lo em tudo. A maneira mais fácil de fazê-los felizes é tê-los no seu lado. Se você deixar a pista, Pode ser que o cão vai morder o calcanhar, Mas se você é o tipo ideal para ter um australiano, Esta morderá que você coração.

    Boiadeiro-australiano – Saúde

    Todos os cães têm o potencial de desenvolver problemas de saúde genéticos, e todas as pessoas têm o potencial para herdar uma determinada doença. Corra, não ande, qualquer criador que não oferece uma garantia de saúde em filhotes, para dizer que a raça é 100 problemas por cento saudável e não tem conhecido, ou para lhe dizer que seus filhotes estão isolados da parte principal da casa por motivos de saúde. Um criador respeitável será honesto e aberto sobre os problemas de saúde da raça e da incidência com que ocorrem em suas linhas. Os problemas observados no Boiadeiro-australiano incluem displasia da anca, luxação patelar, derivações portossistêmicas, atrofia progressiva da retina (PRA) e surdez genética.

    criadores cuidadosas examinar seus cães produzindo para doenças genéticas e se reproduzem apenas o saudável e melhores cópias que procuram, mas às vezes a mãe natureza tem outras idéias e um filhote de cachorro desenvolve uma dessas doenças, apesar de bons reprodutores práticas. Avanços na média medicina veterinária que na maioria dos casos cães ainda podem viver uma vida boa. Se você vai ter um filhote, pergunte ao criador sobre a idade dos cães em suas linhas e o que eles morreram.

    Lembre-se que depois de receber um novo filhote em sua casa, Ele tem o poder de proteger um dos problemas mais comuns de saúde: a obesidade. Manter um Boiadeiro-australiano com um peso adequado é uma das maneiras mais fáceis para a vida prolongar. Aproveite ao máximo suas habilidades preventivas para ajudar a garantir um cão saudável por toda a vida.

    Boiadeiro-australiano – Limpeza

    O Boiadeiro-australiano tem uma pelagem dura e plana que é resistente à chuva e sujeira. Isso torna a preparação uma tarefa simples – só precisa ser escovado uma ou duas vezes por semana para remover pêlos mortos. Para isso, você pode usar uma escova de cerdas ou cerdas escorregadias. Ele removerá seu subpêlo curto e denso uma ou duas vezes por ano, o que exigirá mais escovação. Outras ferramentas para manter à mão são um ancinho de pente e subpêlo.

    O Boiadeiro-australiano você só precisará de banhos ocasionais se ficar muito sujo. Verifique seus ouvidos para garantir que estejam limpos e secos e se não há evidência de infecção. Seu cão adulto precisará cortar as unhas uma vez por mês, dependendo do desgaste. Os filhotes podem precisar de um corte semanal nas unhas. Escove os dentes do seu cão regularmente para promover uma boa higiene dental e um hálito fresco.

    Avaliações Boiadeiro-australiano

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Boiadeiro-australiano” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 2 fora de 5
    2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Imagens do Boiadeiro-australiano

    Vídeos do Boiadeiro-australiano

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI:Grupo 1 –> Cães de Pastor e Boiadeiros (exceto Boiadeiros Suíços). / Seção 2 –> Boiadeiros. Sem prova de trabalho.
    • FCI 287
  • Federações:
    • FCI – Grupo 1 cães de pastoreio, Seção 2 Boiadeiros, exceto boyeros suíço
    • AKC – Pastoreio
    • ANKC – Grupo 5 (cães de trabalho)
    • CKC – Grupo 7 – cães de pastoreio
    • KC – Pastoral
    • NZKC – Cão de trabalho
    • UKC – cães de pastoreio
  • Padrão FCI da raça Australian Cattle Shepherd
  • Nomes alternativos:

      1. ACD, Cattle Dog, Blue Heeler, Red Heeler, Queensland Heeler (Inglês).
      2. Australian cattle dog (Francês).
      3. Australischer (Alemão).
      4. Australian Cattle Dog (Português).
      5. Ganadero Australiano, Boyero australiano, Perro Australiano de Ganado, Perro Ganadero Australiano (español).

    Australian Terrier
    Australia FCI 8 . Terrier de pequeno porte.

    Australian Terrier

    O Australian Terrier é um cão cheio de energia, atencioso, com uma expressão facial que denota inteligência.

    Conteúdo

    História

    O Australian Terrier É uma raça de cão da família Terrier, classificados na seção 2.

    Devido à sua aparência, Ele é muitas vezes confundido com um Yorkshire terrier tamanho grande. Não é surpreendente porque, Esta raça vem de atravessar um Yorkshire Terrier e diferentes raças de Terrier entre o Skye Terrier, Cairn Terrier, o Norwich Terrier e outros Terrier Irlandês.

    Sua origem remonta-se no início do século XIX, quando acompanhados de seu Terrier famílias britânicas viajaram para a Austrália, e as vicissitudes do destino levou a que estes Terrier cruzado com o autóctonos…, e isto é como eles nasceram muitas corridas do mundo.

    Nos primeiros anos da sua existência, o Australian Terrier era conhecido pelo nome Broken-coated-Terrier o Broken-hair-buel-and-tan”.

    A formulação do primeiro padrão da raça, teve lugar no ano 1896, Enquanto o reconhecimento oficial do mesmo, está situado um pouco mais tarde... no 1933. Y, a revisão mais recente de dados padrão de 1962.

    Outros nomes: Terrier Australien

    Grupo 3 / Seção 2 – Terrier de pequeno porte..

    Características físicas

    É um cão muito (em relação à sua altura), aparência rústica, forte e robusto, com pernas curtas.

    A cabeça é alongada, Ele tem as trufas negras e scissor fechando dentadura. Ele apontou orelhas sendo olhos eretos e pequenos e escuros. A cauda é muitas vezes ser amputada.

    A altura do Terrier australiano é o máxima 25 cm. para a Cruz em homens e 22,5 - 23 nas fêmeas, o peso médio situa-se na 4.5 - 5 Kg.

    O cabelo é difícil, comprimento de linha reto e médio. Esta aparência rústica, precisamente, Uma vez que o cabelo é áspero ao toque e fora dá-lhe.

    A pele pode ser azul ou prata, com manchas de fogo (ou bronze) nas pernas e focinho, ou cor de areia clara ou Griffon.

    Filhotes nascem preto cor sólida e mudam de cor em três meses.

    Observações

    É uma raça de cão muito robusta, que muitas vezes tem um alto percentual de Diabetes Mellitus.

    O que é Diabetes Mellitus??

    Diabetes é definido como uma desordem no metabolismo dos hidratos de carbono, gorduras e proteínas causadas por deficiência de insulina, Pode ser absoluta ou relativa.

    A insulina é um hormônio secretado nas células beta do pâncreas, cuja produção permite para controlar o açúcar no sangue (níveis de glicose no sangue). Deficiência de insulina causa uma deterioração da capacidade dos tecidos para utilizar nutrientes, Isso se traduz em um aumento de glicose no sangue. (Hiperglicemia).

    Diabetes é classificada de acordo com a doença em seres humanos, i.e., como tipo I e tipo II.

    O tipo eu É caracterizada pela destruição das células beta, O que determina o fim de progressiva e completa perda de secreção de insulina. Cães sofrem de tipo Diabetes Mellitus pode ter um início súbito dos sintomas devido à perda rápida da capacidade de produzir insulina. Estes casos exigem insulinización da época do diagnóstico e são chamados de diabéticos 1.811 (DMID).

    Outros cães podem ter uma perda gradual da secreção de insulina, que suas células beta serão destruídas com lento. Estes animais podem ter um período inicial em que a hiperglicemia é leve ou fácil controle, Nesse caso é insulinoindependientes diabética (DMIID), Embora a longo prazo estes cães também precisam dela.

    Diabetes Mellitus Tipo II Ele é um pouco mais difícil de entender e é caracterizado por a que chamamos "resistência à insulina" e "disfuncional" células beta. A secreção de insulina por estas células será elevada, baixa ou normal, mas não o suficiente para superar a resistência a ele nos tecidos periféricos.

    Isto é, para explicá-lo de uma forma gráfica, É como se os tecidos periféricos não obedecer as ordens de insulina ou não eram capazes de fazer o que enviá-lo.

    Em termos de metabolismo ou síntese de glicose, Estes cães podem ter DMID ou DMIID, i.e., necessidade ou não de insulina de acordo com a magnitude do insulinorresistencia e o status funcional do beta na sua capacidade de produzir células e secretam o hormônio em pequena quantidade, normal ou alta.

    Cães também reconhece um diabetes secundário, produzido por uma intolerância de carboidrato (glicose) devido à presença de uma doença ou um tratamento de droga que antagoniza ou neutraliza os efeitos da insulina e pode levam à exaustão das células beta do pâncreas com o aparecimento da diabetes insulinodependiente.

    Os proprietários de cães diabéticos devem estar cientes de que a rotina no tratamento com insulina e alimentar tem de ser respeitado. Dois fixo-dose de insulina por dia associado com um alimento palatável para fornecer sempre a mesma fonte e a mesma quantidade de amido, sempre executar ao mesmo tempo pode reduzir o risco de hipoglicemia em cães diabéticos.

    Na América do Norte, área onde o Terrier australiano é muito popular, uma pesquisa sobre a incidência desta doença é realizada.

    Caráter e habilidades

    O padrão da raça descreve o temperamento ideal Terrier brasileiro como um aviso de espírito, “com a agressividade natural de uma manta e um caçador de cobertura“.

    Tendo em conta o Classificação dos cães de acordo com a sua inteligência funcional e obediência (Stanley Coren ’ s "A inteligência de cães") Australian Terrier fileiras 34. Significa que, é maior que a média, que indica uma boa capacidade de aprendizagem e formação.

    O australiano Terrier é um cão animado, atencioso, com uma expressão facial que denota inteligência, lealdade e fidelidade.

    Às vezes pode ser dominante para que uma boa formação desde tenra idade é a coisa certa.

    É perfeitamente adaptado para qualquer tipo de habitação, seja grande ou pequeno (Apartamento, Casa, Casa com jardim, etc.). Ele deve ser suficiente com escovação diária e uma caminhada.

    Australian Terrier fotos

    Vídeos Australian Terrier

    Avaliações do Australian Terrier

    Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Australian Terrier” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

    Adaptação ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Ⓘ Cão amigável

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    A perda de cabelo ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Nível de afeto ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade de exercício ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Necessidade social ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Casa ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Sanita ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com estranhos ⓘ

    Avaliado 3 fora de 5
    3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Cascas ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Saúde ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    ⓘ Territorial

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Amigável com gatos ⓘ

    Avaliado 1 fora de 5
    1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Inteligência ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Versatilidade ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Crianças amigável ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Vigilância ⓘ

    Avaliado 4 fora de 5
    4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Alegria ⓘ

    Avaliado 5 fora de 5
    5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 8
    • Grupo 3: – Terriers
    • Seção 2: – Terrier de pequeno porte. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Terriers 2 Terrier de pequeno porte.
    • AKC – Terriers
    • ANKC – Terriers

    Padrão FCI da raça Australian Terrier

    Padrão FCI da raça Australian Terrier
    OLHAR GERAL: É um cão robusto, Membro curto., alongado em proporção à sua altura, com o forte caráter típico dos terriers, sempre alerta, ativo e sólido.

    Sua pele grossa, sem cortar, acoplado a uma coleira bem definida em volta do pescoço que se estende até o esterno e sua cabeça longa e forte ajudam a criar uma aparência robusta e robusta.

    TOMPERAMENTO / COMPORTAMENTO: Na sua essência, ele é um terrier de trabalho, mas graças à sua fidelidade e seu caráter equilibrado, ele também é um cão de companhia.

    CABEÇA

    REGIÃO CRANIANA:

    • Crânio: Plano, largura moderada, cheio entre os olhos. Coberto por um suave "arco".
    • Nasofrontal depression (Stop): Luz, mas definido.

    REGIÃO FACIAL:

    • Trufa: Preto, tamanho moderado, espalhando para o nariz.
    • Focinho: Forte e poderoso, tem o mesmo comprimento que o crânio. O nariz deve ser forte e não cair abaixo dos olhos. O comprimento e a força do focinho são essenciais para capacitar mandíbulas temíveis.
    • Lábios: Black, apertado e limpo.
    • Mandíbulas / Dentes: Mandíbula forte e temível. Os dentes são grandes e colocados uniformemente; os incisivos superiores caem bem perto e na frente dos inferiores (mordedura em tesoura).
    • Olhos: Eles devem ser pequenos, oval, com uma expressão astuta, marrom escuro, bem separado e não proeminente.
    • Orelhas: São pequenas, na vertical, pontudo, bem transportado, moderadamente amplo, sem ter cabelos compridos, e muito atencioso (exceto filhotes com menos de 6 meses).

    COMELLO: Bom comprimento, ligeiramente arqueado, forte e caindo suavemente sobre os ombros oblíquos.

    COMERPO: Comprimento proporcional à altura, de construção forte. Ao avaliar o corpo, deve ser dada atenção à descrição do primeiro parágrafo, onde é «um cão robusto, pernas curtas e alongadas em proporção à altura ».

    • Voltar: Topline nível. Lombo de porco: Strong.
    • No peito: De profundidade e largura moderadas, com costelas bem arredondadas. O peitoril está bem desenvolvido, a região esternal relativamente profunda.

    CAUDA: Tradicionalmente amputada, Tanto amputada como natural, é de alta implantação, bem transportado, mas não na parte de trás.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES: Visto de frente, reto e paralelo, estrutura óssea boa. Os membros anteriores são ligeiramente emplumados até o metacarpo.

    • Metacarpo: Strong, sem inclinação.
    • Pés anteriores: Pequeno, rodada, Compacto, bem almofadado, com os dedos apertados e fechados, moderadamente arqueado. Os pés não devem ser torcidos para fora ou para dentro. As unhas são fortes, preto ou escuro.

    MEMBROS POSTERIORES: De comprimento moderado, larguras. Vistos de atrás, membros posteriores devem ser paralelos do jarrete ao pé, sem estar muito afastados ou muito próximos um do outro.

    • Coxa: Forte e musculoso.
    • Joelhos: Eles têm boa angulação.
    • Jarretes: Bem angulado, colocado bem sob.
    • Pés de volta: Pequeno, rodada, Compacto, bem almofadado, com os dedos apertados e fechados, moderadamente arqueado. Os pés não devem ser torcidos para fora ou para dentro. As unhas são fortes, preto ou escuro.

    MOVIMENTO: A ação deve ser livre, Agile, elástico e energético. Vendo de frente, membros anteriores devem se mover adequadamente, sem folga nos ombros, cotovelos, o carpos. Os membros posteriores devem dar impulso e poder, com livre circulação dos joelhos e jarretes. Vistas traseiras, as extremidades devem estar paralelas ao jarrete no chão, sem estar muito perto ou muito longe um do outro.

    MANTO

    Cabelo: Consiste em uma camada externa áspera e reta de aproximadamente 6 cm de comprimento, com um subpêlo de cabelo curto com textura macia. O focinho, membros e pés inferiores devem estar livres de pêlos longos.

    Cor:

    1. Blue, Aço azul, ou azul cinza escuro, com marcações bronzeadas intensas (não arenoso) no rosto, orelhas, parte inferior do corpo, extremidades inferiores e ao redor do ânus (exceto filhotes). Quanto mais intensa e definida for a cor, Melhor Qualquer mancha preta é indesejável. O arco na cabeça deve ser azul, prata ou um tom mais claro que o resto.
    2. Areia clara ou cor vermelha é aceitável com um arco de tom mais claro Qualquer mancha ou sombreamento escuro é indesejável.
    3. Em qualquer cor, manchas brancas no peito ou no pé são penalizadas

    TAMANHO E PESO:

    • Altura à Cruz: O desejável é aproximadamente 25 cm, as fêmeas são um pouco menores.
    • Peso: O desejável é aproximadamente 6,5 kg para os machos, fêmeas sendo um pouco mais leves.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima mencionados deve ser considerado falha, e a gravidade do que é considerado o grau de desvio para o padrão e seu impacto na saúde e bem estar do cão.

    FALHAS DE DESCALIFICANTES:

    • Agressividade ou timidez excessiva.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    OBS..:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    As últimas alterações estão em negrito.

    TRADUCCÍON: Federação Canofílica Mexicana A.C., Reveja técnica : M.A.Martínez (FCA)

    Nomes alternativos:

      1. Aussie (Inglês).
      2. Terrier australien (Francês).
      3. Aussie (Alemão).
      4. Terrier australiano (Português).
      5. Aussie, Terrier Australiano (español).

    Silky terrier
    Australia FCI 236 . Terriers de companhia

    Australian Silky Terrier

    O Silky terrier Não é apropriado viver com outros pequenos animais de estimação.

    Conteúdo

    História

    O Silky terrier é um nativo de cão Austrália, Embora os tipos e raças ancestrais eram da Grã-Bretanha. Os ancestrais do Terrier Silky australiana incluem o Yorkshire terrier (originário da Inglaterra e Escócia antes de ser considerado) e o Terrier australiano (Ele desce do tipo trouxe wire-haired Terrier da Grã-Bretanha do século Austrália 19), mas os registros não indicam se início cães eram simplesmente Terrier brasileiro nascido com pele sedosa, ou se houve uma tentativa para criar uma raça à parte.

    De acordo com o American Kennel Club, a corrida começou no final do século XIX, sendo resultado de cruzamentos entre um Yorkshire terrier e um Terrier australiano. No início, "a corrida era conhecida como"a seda de Sydney”, que foi principalmente na cidade de Sydney., Austrália. Embora a maioria das raças australianas são listadas como cães de trabalho, Australian Silky Terrier, considera-se, foi levantada - principalmente- para ser um animal de estimação urbano e companheiro da família, mas também É uma raça conhecida por matando cobras na Austrália.

    Até 1929, o Australian Terrier, o Australian silky Terrier e o Yorkshire terrier eles não foram claramente definidos, na mesma ninhada, foi à luz três cães de raças consideradas ao longo do tempo, diferentes. De acordo com as informações existentes, eles foram separados pela aparição em tipos diferentes depois que eles levantadas separadamente.

    Após 1932 na Austrália, a miscigenação foi aprimorando, e em 1955 o nome da raça tornou-se oficialmente australiano Silky Terrier. A raça foi reconhecida pelo Conselho canina nacional da Austrália, em 1958 o grupo de brinquedo.

    Durante e após a II Guerra Mundial soldados americanos que tinha sido enviado para a Austrália, retornar aos Estados Unidos, eles trouxeram consigo vários australiano Silky Terrier. Fotos em jornais da época (1954), Eles mostram os soldados, Voltar para casa vestindo seus animais de estimação australiano Silky Terrier, e isso causou um aumento na popularidade da corrida, e centenas de Australian Silky Terrier foram importadas da Austrália para os Estados Unidos.

    O American Kennel Club Ele reconheceu a raça como o Silky Terrier em 1959, como a United Kennel Club ((ESTADOS UNIDOS)UU.) em 1965, e o canadense Kennel Club. A raça é reconhecida por todos os grandes clubes caninos do mundo de língua inglesa, e internacionalmente pela Federation Cynologique Internationale como raça número 236.

    Características físicas

    O australiano Silky Terrier é um Terrier, mas normalmente é colocado na Grupo do tipo de brinquedo cães, em vez do grupo Terrier, devido ao seu pequeno tamanho. A Federation Cynologique Internationale tem uma seção especial do grupo Terrier que inclui somente os cães menores, Enquanto outros clubes canina, Coloque a raça no grupo de brinquedo, mas universalmente todos concordam que o tipo de raça é Terrier.

    O cabelo do seu manto é cinza, Textura macia do Griffon e azulado, suave e longa. Requer manutenção constante e escovação. Um australiano Silky Terrier deve ter aproximadamente 23 - 25 cm para atravessar e pesa entre 3.6 e 8 kg, Embora os passos podem variar entre as diferentes federações. Ele deve ser um pouco maior do que essa largura (cerca de um quinto maior do que a altura na Cruz).

    Australian Silky Terrier, olhos pequenos, em forma de amêndoa. De acordo com as regras, os olhos são considerados a falta. As orelhas são pequenas e ereto. Ele tem uma cauda de ajustamento alto e pés pequenos, quase como um gato. O cabelo deve ser longo. Geralmente é cortar o cabelo na face e orelhas.

    Esta raça deve ter com um barbeiro em três semanas e seus dentes devem ser escovados. O Terrier são conhecidos por terem problemas com dentes e gengivas.

    A camada de Silky Terrier é muito suscetível a emaranhados e dos tapetes e exige escovação diária e o penteado. Esta raça exige um profundo compromisso com a proprietários. Para manter a pele brilhante, Lavagem regular é necessário. O uso de um xampu de abacate e farinha de aveia vai ajudar a aliviar o prurido de pele, característica desta raça seco.

    Caráter e habilidades

    O Silky Terrier tem um caráter muito animado e vai latir para qualquer estranho imediatamente. Ele é inteligente e também um excelente cão de guarda, anunciando intrusos indesejados com um latido estridente.

    Devido ao seu pequeno tamanho, também adequado para um apartamento na cidade, mas também aprecia exercícios extensivos na natureza. Ele é um ótimo companheiro de quarto e um excelente animal de estimação para todos que gostam de cachorros pequenos com um coração grande.

    O Silky Terrier pode trazer muita alegria para os enfermos ou idosos, que pode até ser amarrado à casa, pelo menos se o cão ainda fizer exercícios adequados com parentes ou bons vizinhos.

    Como a maioria dos outros terriers, o Silkies eles estão muito alertas e ansiosos. O instinto de caça é geralmente bem desenvolvido, então o cão deve sempre ter oportunidade suficiente para se mover.

    Porque apesar de sua bela aparência ele Silky Terrier não é um cachorro de colo, mas um terrier típico que precisa de movimento e conexão familiar. Ele é um cão de companhia alegre e descomplicado, com muito temperamento e alegria de movimento, mas felizmente é fácil de treinar.

    Como o Silky Terrier também tem uma personalidade distinta, uma educação consistente e amorosa é essencial.

    Educação Silky terrier

    Embora o Silky terrier é um terrier em miniatura, ainda tem teimosia típica de terrier. É por isso que você deve mostrar a ele uma educação sólida. Se isso for praticado, o “Silky” vai se tornar um companheiro simples e obediente, mas – não pode sair da sua pele – também pode matar um rato ou camundongo de vez em quando. Sua inteligência pode ser promovida pelo trabalho cerebral e também podem ser ensinados pequenos truques.

    Cuidados e doenças Silky terrier

    Embora o cabelo dela não caia muito, o manto do seu Silky terrier precisa de muito cuidado. Precisa ser escovado diariamente para manter sua longa pelagem sedosa. Mas o cabelo liso e dividido torna a escovação relativamente fácil, se você não deixar ficar emaranhado.

    Doenças comuns:

    Dermatite sazonal (inflamação da pele causada principalmente por malassezias), intolerância a drogas (glicocorticóides), catarata, doenças do trato urinário (pedras de cistina).

    Imagens Silky terrier

    Vídeos Silky terrier

    Tipo e reconhecimentos:

    • CLASSIFICAÇÃO FCI: 236
    • Grupo 3: – Terriers
    • Seção 4: – Terriers de companhia. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Grupo 3 – Seção 4 Terriers de companhia.
    • AKC – Terriers
    • ANKC – Terriers
    • CKC – Terriers
    • KC – Terriers
    • NZKC – Terriers
    • UKC – Terriers

    Padrão FCI da raça Silky Terrier

    Padrão FCI da raça Silky Terrier
    ASPECTO GERAL: É compacto, moderadamente baixo, moderadamente longa, com uma estrutura refinada, mas com substância suficiente para sugerir a capacidade de caçar e matar roedores domésticos. O casaco de seda, liso e dividido ao meio para uma aparência elegante.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO: Deve apresentar características de Terrier, manifestando uma vivacidade aguda, atividade e condição saudável. Um pequeno terrier majestoso e corajoso que é incomparável como cão de companhia.

    CABEZA: A cabeça é de comprimento moderado, ligeiramente mais curto da ponta do nariz até a região entre os olhos, que da mesma posição para o occipital. A cabeça deve ser forte, com características de terrier, sendo moderadamente largo entre as orelhas.

    GIOhN CRANIANA:

    • Cenfurecido: Achatado e sem arredondamento entre os olhos, é dotado de um tufo de cabelo fino e sedoso que não cobre os olhos (uma queda de cabelo longa na face frontal ou bochechas é questionável).
    • Stop (depressão naso-frontal): Definido mas moderado.

    GIOhN FACIAL:

    • Trufa: Deve ser preto. Lábios: Aderente e fino.
    • Mandíbulas / Dentes: MANDÍBULAS fortes, dentes iguais e não cerrados; os incisivos superiores se sobrepõem aos incisivos inferiores (mordida da tesoura).
    • Ojos: São pequenos, oval, nunca redondo ou proeminente; sua cor deve ser o mais escura possível com uma expressão de inteligência aguda.
    • Obares: Eles devem ser pequenos, sob a forma de “V”; o pavilhão está bem; colocado no alto do crânio; ele os usa na vertical e eles são totalmente desprovidos de cabelo comprido.

    COMELLO: Comprimento médio, refinado e ligeiramente arqueado, graciosamente inserido nos ombros. Bem coberto com cabelos longos e sedosos.

    COMERPO: Deve ser moderadamente longo em proporção à altura do cão.

    • Línea superior: Nível sempre (em pé e em movimento.
    • Ele(m)o: Deve ser forte.
    • Peco: De profundidade e largura moderadas. Costelas bem arqueadas, estendido de volta para um lombo forte.

    COLA: Sesta amputada, é colocado alto e carregado ereto, mas não muito alto. Não deve ser fornecido com penas.

    Sem amputação, as três primeiras vértebras devem estar eretas ou ligeiramente curvadas, mas nunca curvado sobre a linha superior. Não deve ser parafusado. É longo, dando uma aparência de balanço. De acordo com a descrição da cauda cortada, a cauda não cortada também deve estar livre de penas.

    EXTREMIDADES

    MEMBROS ANTERIORES:

    • ApArience geral: Eles têm ossos finamente delineados e arredondados; são retos e bem posicionados sob o corpo sem mostrar fraqueza nos metacarpos.
    • Ho(m)bros (Lâminas): Fina e bem colocada de volta, bem adaptado com braços bem angulados e muito próximos às costelas.
    • Cotovelos: Eles não se desviam para fora ou para dentro.
    • Pemé anterior: Pequeno, com boas almofadas, dedos bem juntos; unhas devem ser pretas ou muito escuras.

    MEMBROS POSTERIORES:

    • Coxa (Fêmur): Bem desenvolvido. Joelhos: Eles devem ser bem angulados.
    • Corvejones: Bem angulado, vistos por trás, eles devem estar bem posicionados abaixo e paralelos entre si.
    • Pemé mais tarde: Pequeno, com boas almofadas, dedos bem juntos; unhas devem ser pretas ou muito escuras.

    MOVIMENTO: Deve ser grátis, reta, sem afrouxamento nos ombros ou cotovelos, sem desvios para fora ou para dentro dos pés e metacarpos. Os membros posteriores devem dar impulso com ampla flexibilidade nos joelhos e jarretes.. Visto de trás, o movimento não deve ser muito estreito ou muito largo.

    MANTO

    Pelo: Suave, fino e brilhante, textura sedosa. O comprimento do cabelo não deve impedir os movimentos do cão e deve permitir que a luz veja por baixo do cão. Os pés dianteiros e traseiros devem estar livres de cabelos longos.

    Color: Todos os tons de azul e castanho são aceitáveis, quanto mais intensas as cores e quanto mais claramente definidas, melhor. Prata e branco não são aceitos. Na cauda a cor deve ser azul a muito escura. É desejável que a mecha de cabeça seja azul ou fulvo. A distribuição da cor azul e castanho deve ser a seguinte: fogo ao redor da base das orelhas, focinho e lados das bochechas; azul da base do crânio à ponta da cauda, nos membros anteriores até perto da articulação do carpo e nos membros posteriores perto da articulação do jarrete; uma linha bronzeada é mostrada abaixo dos joelhos e das articulações do carpo e tíbio-tarsal aos dedos e ao redor do ânus. A cor azul do corpo deve estar isenta de bronzeado ou bronzeado. As marcas de fogo devem estar livres de manchas.

    A cor preta é permitida em cachorros, mas a cor azul deve ter definido para o 18 meses de idade.

    TAMÃO E PESO:

    Alturpara a cruz:

    Machos: 23 – 26 cm

    Fêmeas: pode ser ligeiramente mais baixo

    Pisso: Peso em proporção ao tamanho.

    FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALTAS SEVERAS:

    • Línea superior vencida o convexa.

    FALTAS DESQUALIFICANDO:

    • A(g)resividad o extrema timidez.
    • Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    N.B.:

    • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    EleAs últimas alterações estão em negrito.

    TRADUCCION: Federação Canofílica Mexicana A.C., Atualizada

    por J. Nallem (Uruguaio Kennel Clube), Revisao Tecnica: M.A.Martínez (FCA).

    Nomes alternativos:

      1. Silky Terrier (Inglês).
      2. Silky Terrier australien (Francês).
      3. Sydney Silky, Australian Silky (Alemão).
      4. Silky terrier, silky terrier australiano (Português).
      5. Silky, Aussie, Terrier Sedoso Australiano (español).
    Snippets de código PHP Distribuído por : XYZScripts.com