▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Aratinga-estrela
Eupsittula aurea

Aratinga Frentidorada

Conteúdo

Descrição:


Anatomia-papagaios-pt

Um comprimento entre 23-28 cm e um peso entre 74-94 (g).
O Aratinga-estrela (Eupsittula aurea) tem o frente laranja brilhante; o coroa uma cor azul profundo.

Cada olho é cercado por um círculo de pequenas penas laranja, delimitado na zona anterior com azul; frente a parte do lordes Laranja; bochechas Marrom oliva; abrigos de fones de ouvido Verde. Nuca, manto e de volta verde escuro; Grupa e abrigos de supracaudales Verde. Escapulários castanho esverdeado; abrigos de pequenos e médias empresas verde escuro; maiores coverts primários azul escuro. O primário azul no vexilos interno e dicas; o secundário blues. O penas de voo, abaixo, castanho acinzentado; coberteras superior da asa oliva amarelado cor pálida. O garganta eo topo peito cor marron-oliva; o partes inferiores cor azeitona. Na parte superior, o cauda verde escuro com matiz marrom na vexilos interno e com uma coloração azulada brilhante ao fim; por baixo marrom acinzentado.

Pico cinzento-preto; fechar anel orbital desencapado cinza; à­ris marrom amarelado; pernas cinza.

Ambos os sexos semelhantes.

Imaturo Eles têm um amplo remendo nu orbital, banda frontal mais perto, pico pálido e o à­ris cinza.

Habitat:

O Aratinga-estrela está presente numa variedade de habitats, especialmente limpo mas um pouco florestal, incluindo todos os tipos de floresta estacional decidual, floresta de galeria (especialmente no sul da sua gama), pântanos com Palmeiras mauritia e folhas, também em áreas cultivadas, abaixo o 600 m.

No Amazônia brasileira, Eles são distribuà­dos sob condições de vegetação de arbusto baixo em solos arenosos, evitando densas florestas. No interior do Brasil pode ser visto nas áreas caatinga e formações fechado com pastagem natural.

Em geral, pode ser vistas em bandos e em pares isolados durante a época de reprodução.

Tem sido capaz de observá-los está se alimentando com a Periquito-de-cabeça-azul (Psittacara acuticaudatus) em árvores de fruto e descansando em ramos com o Papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) e o Maitaca (Pionus maximiliani) em Piauí, Brasil.

Reprodução:

Ninho em cupins arborà­colas, troncos ocos ou nas ravinas. Aves observadas em ninhos entre junho e julho, em Peru e bandos de dividir em pares reprodutores durante o mês de janeiro Mato Grosso. Embreagem 2-3 ovos em (Argentina).

Alimentos:

Eles se alimentam de sementes (Não de celulose) de Ilex, Banisteriopsis, Campomanesia, eucalipto e Symplocos, frutas e flores de Erythrina e Terminalia, flores de Qualea e Garyocar e insetos, incluindo o cupins e larvas de mosca, besouros e traça. Eles produzem danos à s culturas em algumas áreas.

Quando a alimentação no solo (por exemplo, do grão depois da colheita), sua plumagem tende a sujar.

Distribuição:

Vídeo – "Aratinga-estrela"

Tamanho da área de distribuição (reprodução/residente): 5.730.000 km2

Distribuà­dos pelo centro e leste do América do Sul. Ao norte do Amazon A espécie é encontrada em Para e Amapá e a ilha Ilha Caviana (Foz do Amazonas), Brasil, bem como possivelmente no sul de Suriname. sul do Amazon o Aratinga-estrela estende-se por meio de Para, amazônia oriental, Rondà´nia e Mato Grosso, Brasil, para nordeste Bolívia e leste do Peru, onde foram observados na Santuario Nacional Pampa del Heath, e a leste, a maior parte do interior do Brasil até Baía, Minas Gerais, Brasil, Mato Grosso do Sul e o noroeste da Departamento de alto Paraná em Paraguai (no oeste e nordeste) e o norte da Argentina (Norte da Salta, Leste da Formosa, Correntes e, possivelmente, Chaco). Os relatórios de Rio Grande do Sul, Brasil, Eles parecem ser confundido.

Común na área central de sua área de distribuição, Ainda não aratinga mais comum em grande parte do interior da Brasil. Obviamente, mais local e escasso em direção as extremidades norte e sul de sua escala, com muito poucos relatórios recentes em Argentin- (Formosa em 1987 e Correntes em 1983), onde a abundância histórica sugere um declà­nio em grande escala durante o século 20.

Conservação:

Estado de conservação ⓘ


estado Preocupação menor ⓘ (UICN)ⓘ

• Categoria Lista Vermelha do UICN atual: Pouco preocupante.

• Tendência populacional: Estável.

Anteriormente classificado no género Aratinga.

O tamanho do seu mundo de população não foi quantificado, Mas esta espécie é descrita como “comum” (Stotz et ao., 1996). Sua população suspeitos de serem estável na ausência de evidência de qualquer redução ou ameaças substanciais.

A espécie tem sofrido intenso comércio: a partir de 1981, data em que foi incluà­da no apêndice II, 61,311 os indivà­duos foram capturados na natureza para revenda no comércio internacional (Comércio de UNEP-WCMC CITES do banco de dados, Janeiro 2005).

"Aratinga-estrela" em cativeiro:

Isto é comum em cativeiro e amplamente comercializada.
Robusto, brincalhão, amigável e não tão barulhento como outras espécies de papagaios.
Fornecer regularmente ramos frescos para satisfazer sua necessidade de crack.

Não é uma espécie de complicado para a reprodução em cativeiro.

Nomes alternativos:

Peach-fronted Parakeet, Brown-chested Parakeet, Golden-crowned Parakeet, Peach fronted Parakeet, Peach-fronted Conure (inglês).
Conure couronnée, Conure à front d’or, Perriche couronnée, Perruche couronnée, Perruche ou (Francês).
Goldstirnsittich (alemão).
Aratinga-estrela, ararinha, jandaia, jandaia-estrela, maracanã-de-testa-amarela, Periquito-estrela, periquito-rei (português).
Aratinga Frentidorada, Aratinga frente durazno, Calacante frente dorada, Calancate Frente Dorada, Cotorra de frente naranja, Maracaná frente naranja, Periquito de Frente Dorada (espanhol).
Calacante frente dorada, Calancate Frente Dorada (Argentina).
Cotorra de Frente Dorada (Peru).
Maracaná frente naranja (Paraguai).
Tuíiapyteju, Ajuru-juvakang (Guarani).


Classificação científica:

Gmelin, Johann Friedrich
Gmelin, Johann Friedrich

Ordem: Psittaciformes
Famà­lia: Psittacidae
Gênero: Eupsittula
Nome científico: Eupsittula aurea
Citação: (Gmelin, JF, 1788)
Protonimo: Psittacus aureus

Aratinga-estrela imagens:


Espécies do gênero eupsittula
  • Eupsittula nana
  • —- Eupsittula nana astec
  • —- Eupsittula nana nana
  • —- Eupsittula nana vicinalis
  • Eupsittula canicularis
  • —- Eupsittula canicularis canicularis
  • —- Eupsittula canicularis clarae
  • —- Eupsittula canicularis eburnirostrum
  • Eupsittula aurea
  • Eupsittula pertinax
  • —- Eupsittula pertinax aeruginosa
  • —- Eupsittula arubensis de pertinax
  • —- Eupsittula pertinax chrysogenys
  • —- Eupsittula chrysophrys de pertinax
  • —- Eupsittula griseipecta de pertinax
  • —- Eupsittula pertinax lehmanni
  • —- Eupsittula pertinax margaritensis
  • —- Eupsittula pertinax ocularis
  • —- Eupsittula pertinax paraensis
  • —- Eupsittula pertinax pertinax
  • —- Eupsittula pertinax Esquivel
  • —- Eupsittula tortugensis de pertinax
  • —- Eupsittula pertinax venezuelae
  • —- Eupsittula xanthogenia de pertinax
  • Eupsittula cactorum
  • —- Eupsittula cactorum cactorum
  • —- Eupsittula cactorum caixana

  • Fontes:

    Avibase
    – Papagaios do Mundo - Forshaw Joseph M
    – Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
    Birdlife

    Fotos:

    (1) – Jandaia-coquinho (também conhecido como o Peach-fronted Conure) na Chapada das Mesas National Park, Brasil por Otávio Nogueira [CC POR 2.0], via Wikimedia Commons
    (2) – A Jandaia-coquinho em Dourados, Mato Grosso do Sul, Brazil By Dario Sanches from São Paulo, Brasil [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons
    (3) – Jandaia-coquinho (Aratinga aurea) empoleirar-se em um morro em Minas Gerais, Brasil pelo trabalho derivado: Snowmanradio (falar)Aratinga_aurea_-Brasil-8.jpg: Glauco Umbelino [CC POR 2.0], via Wikimedia Commons
    (4) – Aurea Eupsittula por Petyson Antonio (Próprio trabalho) [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons
    (5) – Aurea Eupsittula por Petyson Antonio (Próprio trabalho) [CC BY-SA 4.0], via Wikimedia Commons

    Sons: (Xeno-canto)

    5/5 (1 Reveja)
    Compartilhe com os seus amigos !!

    3 pensamentos "Aratinga-estrela”

    1. Olá, como sei a diferença do macho para a fêmea?
      Tenho um a mais de 10 anos e ele é muito apegado a mim, muito ciumento e na compania de outros da espécie ele ou ela fica muito agressivo.
      Se puder me ajudar ficaria agradecido!
      Excelente trabalho de vocês, fiquem com Deus!

      Resposta
      • Não é possà­vel determinar o sexo, não há diferenças físicas apreciáveis ​​entre os sexos. Só você pode saber pelo DNA : Iniciado por bem de caneta, extração de sangue ou, Se você quer saber também o status de seus órgãos reprodutivos, por endoscopia.

        Resposta

    Deixar um comentário