▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Tiriba-fura-mata
Pyrrhura melanura


Tiriba-fura-mata

Conteúdo


Anatomia-papagaios-pt

Descrição:

26-28 cm. altura.

O Tiriba-fura-mata (Pyrrhura melanura) é distinguà­vel principalmente pela cauda e asas enegrecido (visà­vel em voo); tem o lordes, o frente, o coroa e a área traseira do pescoço, acastanhado, com dicas de marrons avermelhadas mais pálidas sobre a coroa, formando em conjunto uma mottle padrão; bochechas, abrigos de fones de ouvido e a área atrás da olhos, Verde; Marrom nas sombras da parte da coroa Verde na nuca.

Partes superiores Verde com tintura de olive em algumas penas. Principais coberturas Vermelho com pontas amarelas; Frente de borda da área, Red; coberteras superior da asa de cor verde, com azeite de tintura. Primário da verde escuro de cor azul, com extremidades escuro. coberteiras infra-alares Verde; fundo do penas de voo enegrecido. Garganta e as penas da parte superior da peito, Verde ou verde com margens pálidas, dando um efeito impressionante escamoso acinzentado; pálido de arestas que se tornou menos claro nos lados do pescoço; o barriga e coberteras infracaudales Verde com azeite de tintura escura. Na parte superior, o cauda de cor marrom escuro com as canetas fora verde; na parte inferior, o cauda preto brilhante.

Pico cinza pálido; anel orbital nua, esbranquiçado: à­ris castanho escuro; pernas cinza.

Ambos os sexos semelhantes. O imaturo tem menos vermelho (mais verde) na principais coberturas.

Subespécies de descrição

Subespécies de descrição
  • Pyrrhura melanura berlepschi

    (Salvadori, 1891) – Semelhante a Pyrrhura melanura souancei, pero con márgenes aún más amplios y pálidos en las penas do peito (Algumas aves de Equador com os seios quase inteiramente brancos), menos vermelho na borda frontal da área e patch Brown mais pronunciado na barriga. Bochechas tingido com cor azeitona, Uniforme vermelho na borda da carpo; abdómen mais uniforme de cor marrom/vermelho.

  • Pyrrhura melanura chapmani

    (Bond & Meyer de Schauensee, 1940) – Com escalas na peito mais largura de banda, Não amarela na área; amarelada na área da orelha e o verde da cauda mais escuro.

  • Pyrrhura melanura melanura

    (Spix, 1824) – Nominal.

  • Pyrrhura melanura pacifica

    (Chapman, 1915) – Mais escuro, Não amarela na área, cinza em torno do olho, cauda mais curta e avermelhada.

  • Pyrrhura melanura souancei

    (Verreaux,J, 1858) – Na parte superior da área Vermelho e amarelo; Verde na base do cauda mais extensa e peito com um pouco mais largas escalas.

Habitat:

Tiriba-fura-mata

O Tiriba-fura-mata Ocupa as formações tropicais temperadas, incluindo as florestas de Várzea, florestas de terra baixa e pre-montanos florestas tropicais e florestas da nuvem, muitas vezes em áreas parcialmente limpas e bordas de florestas secundárias; de 150-300 m Venezuela (nominal), 3.200 m no Oriental Andina pistas (souancei), 1.600-2.800m na encosta do Andes centrales (chapmani), a 1.700 m em Nariño (Pacifica), a 1500 m (berlepschi). Normalmente em bandos de 6-12 indivà­duos, ficar nas copas das árvores para descansar, mas em movimento é em direção aos ramos mais baixos para forragem.

Reprodução:

Poca información sobre la cría, observada durante os meses de abril a junho, cabeçalhos do Río Napo, Equador. Cópula observada em janeiro (Colômbia). Embreagem quatro ovos em cativeiro.

Alimentos:

Alguns detalhes sobre a dieta, com alimentos conhecidos, incluindo frutas de Miconia tkeaezans (Superior da Vale Magdalena). Fagara tachuelo e casca de árvore (Amazon).

Distribuição:

Tamanho da área de distribuição (reprodução/residente): 1.510.000 km2

La distribución del Tiriba-fura-mata está quebrado. Noroeste da América do Sul na bacia amazà´nica ocidental, porção ao sul bacia do Orinoco e inclinação da Pacífico do Andes, no sudoeste da Colômbia e Ocidente Equador.

Em Venezuela a espécie é encontrada no centro do Sul do Bolívar ao longo do topo da bacia amazà´nica ocidental da Brasil entre os rios negro e Rio Solimões. Ser distribuà­dos também neles Andes Central de Colômbia, no alto do Vale Magdalena, do Sul da Tolima até Huila e separados para o leste do Andes (em terra de baixa e até 500 m, no sopé) a partir do Montanhas Macarena, para o sul através de planà­cies orientais Equador e a nordeste e leste do Peru.

Uma população separada é distribuà­da a oeste da Andes, no noroeste do Sul do Equador, ao norte de Os rios, com um único check-in Naríño, a sudoeste da Colômbia.

Principalmente residente Apesar da aparente ausência durante algumas temporadas em algumas partes do Colômbia sugere movimentos regulares.

Desigualmente distribuà­da, em algumas áreas muito comuns, sendo o papagaio mais numerosos em algumas partes do intervalo como alta Vale do Magdalena e talvez as peças de Esmeraldas no noroeste da Equador.

Alegado diminuir em algumas áreas (por exemplo, vertiente Pacífica de Ecuador) devido à  perda de habitat. Pouco conhecido no leste da Peru. No es un ave de jaula popular a nivel local si ha sido comerciado internacionalmente en números significativos a finales de 1980 e é bastante conhecido em cativeiro fora da sua área de distribuição.

Distribuição de subespécies

Distribuição de subespécies
  • Pyrrhura melanura berlepschi

    (Salvadori, 1891) – Vale de Huallaga, Leste da Peru e sudeste do Equador no Cordillera Cutucú. Un ejemplar con características de esta especie fue observada en la cabecera del Vale Magdalena sugerindo sua distribuição em Colômbia.

  • Pyrrhura melanura chapmani

    (Bond & Meyer de Schauensee, 1940) – Encosta a leste da parte superior do Vale Magdalena no centro do Andes do Sul da Tolima até Huila em altitudes de 1600-2.800 m

  • Pyrrhura melanura melanura

    (Spix, 1824) – Nominal.

  • Pyrrhura melanura pacifica

    (Chapman, 1915) – Noroeste da Equador e sudoeste da Colômbia.

  • Pyrrhura melanura souancei

    (Verreaux,J, 1858) – Leste da Colômbia desde a Serra de dançar a Macarena a sudoeste, até Putumayo através do leste da Equador, possivelmente até o extremo norte de Peru. Provavelmente roçava nas inclinações orientais do Andes y en su mayoría reemplazado por la espécie nominal nas terras baixas.

Conservação:


estado


• Categoria atual da Lista Vermelha dos UICN: Pouco preocupante.

• Tendência populacional: Diminuindo.

Justificação da população

O tamanho da população mundo não foi quantificado, mas esta espécie é descrita como “bastante comum” (Stotz et ao., 1996).

Justificação da tendência

Esta espécie é suspeita que ele tem sido capaz de perder 6,95 - 7,1% de um habitat dentro de sua distribuição mais de três gerações (18 anos) en base a un modelo de deforestación de la Amazonía (Soares-Filho et ao., 2006, Pássaros, et para o. 2011). Dada a susceptibilidade das espécies para o cazay e/ou captura, Suspeita-se que diminuirá em <25% durante tres generaciones.

"Tiriba-fura-mata" em cativeiro:

Ave tímida e tranquilo, se acostumar com as pessoas ao longo do tempo. Colà´nias em grandes gaiolas são possà­veis.

Nomes alternativos:

Maroon-tailed Parakeet, Magdalena Parakeet, Maroon tailed Parakeet, Maroon-tailed Conure, Black-tailed Conure (inglês).
Conure de Souancé, Perriche de Souancé, Perruche de Souancé (Francês).
Braunschwanzsittich, Braunschwanz-Sittich (alemão).
tiriba-fura-mata (português).
Cotorra Colinegra, Perico de Cola Negra, Periquito Colirrojo (espanhol).
Periquito Colirrojo (Colômbia).
Periquito Colirrojo (Peru).
Perico Cola Negra (Venezuela).


Classificação científica:


Johann Baptist von Spix
Johann Baptist von Spix

Ordem: Psittaciformes
Famà­lia: Psittacidae
Gênero: Pyrrhura
Nome científico: Pyrrhura melanura
Citação: (von Spix, 1824)
Protonimo: melanurus Aratinga

Imagens do "Tiriba-fura-mata"

Và­deos do "Tiriba-fura-mata"

————————————————————————————————

“Tiriba-fura-mata” (Pyrrhura melanura)


Fontes:

Avibase
– Papagaios do Mundo - Forshaw Joseph M
– Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
Birdlife

Fotos:

(1) – Pyrrhura.cz
(2) – Tiriba pyrrhura berlepschi = berlepschi, Ssp de periquito-de-cauda-marrom. por John Gerrard Keulemans [Domínio público], via Wikimedia Commons

Sons: (Xeno-canto)

5/5 (1 Voto)
Compartilhe com os seus amigos !!

Deixar um comentário