▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Jandaia-de-testa-vermelha
Aratinga auricapillus

Aratinga Testadorada

Conteúdo

Descrição:


Anatomia-papagaios-pt

A partir de 30 cm. comprimento e um peso de 130 gramas.
O Jandaia-de-testa-vermelha (Aratinga auricapillus) Ela é muitas vezes tratada como da mesma espécie, como o Jandaia-sol (Aratinga solstitialis) e o Jandaia-verdadeira (Aratinga jandaya).

O lordes, banda frontal e região ocular desta espécie é vermelho brilhante; o coroa é de cor amarelo ouro brilhante; abrigos de fones de ouvido, bochechas e ambos os lados do pescoço, Verde. A área do nuca e o manto são verde-pálido: o de volta e a parte superior da Grupa com diferentes tons de verde e com as pontas de cor vermelho ou laranja; área a Grupa e abrigos de supracaudales, Verde; as pequenas e médias empresas coberteras superior da asa, Verde; o grande coberturas e o primário, secundário, vexilos externo e dicas da primário, azul.

coberteiras infra-alares, laranja-vermelho; fundo do penas de voo cinza. O Queixo e o garganta verde com laranja descoloração em cima do amarelado a peito e cor vermelho pálido na barriga; cloaca, coxas e coberteras infracaudales, Verde. Na parte superior, o cauda, cor acastanhada com pontas azuis, à s vezes com o vexilos externo das canetas fora da cor azul; na parte inferior, o cauda, cinza.

O pico, cinzento-preto; cinza, a pele nua do anel orbital; à­ris amarelado; pernas cinza.

Ambos os sexos semelhantes.

Imaturo Tem pouco ou nada vermelho na Grupa, mais fora a cor amarela do coroa; a parte superior do peito é menos extensa e mais verde, a cor vermelha na barriga.

Subespécies de descrição:

  • Aratinga auricapillus auricapillus

    (Kuhl, 1820) – A espécie nominal.


  • Aratinga auricapillus aurifrons

    (Spix, 1824) – O partes superiores totalmente verde (sem margens vermelhas nas penas do de volta e quadril superior). Mais verde na zona superior da peito, falta o corante laranja do espécie nominal.

Habitat:

Vídeo – "Jandaia-de-testa-vermelha" (Aratinga auricapillus)

Eles vivem nas florestas, bem como nas clareiras e bordas do mesmo, incluindo florestas perenes atlânticas úmidas costeiras e florestas caducifólias fechadas do interior. Eles preferem formações primárias.

Escassa ou ausente de pastagens com árvores ou vegetação secundária, inclusive das proximidades dos remanescentes de matas originais. Observado para 2.180 m (Parque nacional Caparaó, ao sul de Espírito Santo). gregário, geralmente observada em rebanhos de 12-20 indivíduos, mais raramente em grupos de até 40.

Reprodução:

Existem poucos detalhes sobre a ecologia reprodutiva desta espécie., Embora provavelmente ninho nos meses de Novembro-Dezembro.

Tamanho de implementação em cativeiro é de 3-5 ovos.

Alimentos:

A dieta de Jandaia-de-testa-vermelha inclui diversas sementes e frutos. Reportados de alimentos incluem o milho, quiabo e frutas vermelhas doces não especificado..

Considerado um pragas de culturas em algumas áreas antes do declà­nio da população abrupta.

Distribuição:

O Jandaia-de-testa-vermelha (Aratinga auricapillus) são distribuà­dos na área sudeste da Brasil; do norte da Baía, Parte oriental da Goiás e Minas Gerais, Brasil, a leste e Sul, na costa leste da Brasil (Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e, possivelmente,, Santa Catarina).

As observações em Rio Grande do Sul, Aparentemente, eles estão errados, embora a espécie ainda possa ser encontrada no extremo leste da Mato Grosso do Sul.

Um único registro em 1918 em Paraguai, perto da fronteira com Paraná, Presumivelmente vindo de algum escapamento.

Usualmente raro e distribuição irregular, residentes, extinto em muitos lugares com sua atual intervalo definido pelos remanescentes de florestas.

O maior reduto de população da espécie situa-se em Minas Gerais, Brasil, onde a espécie era considerada comum em 1987 em diversas áreas. Eles são muito raros ou eles se tornaram extintos no Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Espirito Santo, e escasso em Goiás e Baía.

A diminuição da população é obrigação para o registro contà­nuo das florestas e para a sua captura para o comércio de aves.

Existem várias áreas protegidas com populações do Jandaia-de-testa-vermelha, tais como o Parque Nacional de Monte Pascoal (Bahia) e Parque Estadual do Rio Doce (Minas Gerais, Brasil).

Raro em cativeiro, na maior parte de Brasil.

Distribuição de subespécies:

Conservação:

• Categoria Lista Vermelha do UICN atual: Quase ameaçada

• Tendência populacional: Diminuindo

O tamanho da população do Jandaia-de-testa-vermelha Ele não estimou formalmente e na ausência de dados suficientes, estima-se que existem mais de 10.000 cópias, mais ou menos equivalente ao 6.700 indivà­duos maduros; Contudo, pesquisa detalhada é necessária.

O população a espécie é suspeita que pode ser em declà­nio devido a contà­nua A perda de habitat e a sua captura para o comércio do animal de estimação.

• Tem havido desmatamento e fragmentação extensivos e contínuos de habitat adequado para esta espécie., para uso como plantações de café, soja e cana-de-açúcar em São Paulo, e gado em Goiás e Minas Gerais, Brasil (Snyder et ao., 2000).

• O capturar para o comércio, Ele provavelmente teve um impacto significativo, já que era relativamente comum nos mercados ilegais brasileiros em meados da década de 1990. 1980, importação de centenas de aves de Alemanha Ocidental na década de 1980. Contudo, o efeito preciso é obscurecido por um grande número de aves criadas em cativeiro, que presumivelmente ver reduzida a pressão sobre as populações selvagens restantes (SE Silveira em litt., 1999).

• Apesar de sua tendência a nidificar, vezes, perto de assentamentos humanos, Aparentemente não é a espécie mais favorecida para o comércio do animal de estimação (VT Lombardi em litt. 2011).

• Não há registros de perseguições em resposta à degradação das lavouras..

Ações de conservação em andamento:

Ações de conservação propostas:

    • Levantamento para localizar novas populações importantes e definir os limites de seu alcance atual..

    • Estudo para determinar sua dinâmica populacional e capacidade de dispersão., bem como fornecer uma análise detalhada de seus requisitos de habitat em diferentes locais.

    •Garantir a proteção das principais reservas.

    • Proteger as espécies sob a lei brasileira.

"Jandaia-de-testa-vermelha" em cativeiro:

Raro em cativeiro, na maior parte de Brasil.

Sua expectativa de vida é sobre 30 anos.

Nomes alternativos:

Golden-capped Parakeet, Flame-capped Conure, Flame-capped Parakeet, Gold-capped Conure, Golden capped Parakeet, Golden-capped Conure (inglês).
Conure à tête d’or, Conure à tête dorée, Perriche à tête d’or, Perruche à tête d’or (Francês).
Goldkopfsittich, Goldkappensittich (alemão).
jandaia-de-testa-vermelha, cara-suja, jandaia, periquito-de-cabeça-vermelha (português).
Aratinga Testadorada, Maracaná corona dorada, Periquito de Cabeza Dorada (espanhol).
Maracaná corona dorada (Paraguai).

Kuhl, Heinrich
Heinrich Kuhl

Classificação científica:


Ordem: Psittaciformes
Famà­lia: Psittacidae
Gênero: Aratinga
Nome científico: Aratinga auricapillus
Citação: (Kuhl, 1820)
Protonimo: papagaio auricapillus


jandaia-de-testa-vermelha imagens:



Espécies do gênero Aratinga
  • Aratinga weddellii
  • Aratinga nenday
  • Aratinga solstitialis
  • Aratinga maculata
  • Aratinga jandaya
  • Aratinga auricapillus
  • —- Aratinga auricapillus auricapillus
  • —- Aratinga auricapillus aurifrons

  • Fontes:

    Avibase
    – Papagaios do Mundo - Forshaw Joseph M
    – Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
    Birdlife

    Fotos:

    (1) – Um-Jandaia no Jurong Bird Park, Cingapura por Peter então (ParakeetUploaded dourado-tampado por Snowmanradio) [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons

    (2) – Imagem de um Periquito-de-cabeça-dourada no zoológico de Wrocław (Polônia) Por Nicolas Guérin (mensagens) (Próprio trabalho) [GFDL ou CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
    (3) – Uma Jandaia (também conhecido como Golden-capped Conure) em Seattle, Washington, EUA por Matthew Wilson (Picasa Web Albums) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
    (4) – Dois periquitos cobertas de ouro (também conhecido como Golden-capped Conures) em Seattle, Washington por Matthew Wilson (Picasa Web Albums) [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons
    (5) – Uma Jandaia (também conhecido como Golden-capped Conure) em cativeiro por Patrick Hawks de Sint Maarten (Pássaro é o wordUploaded por snowmanradio) [CC POR 2.0], via Wikimedia Commons

    Sons: Douglas Meyer (Xeno-canto)

    5/5 (2 Rever)

    Deixar um comentário