Basset alpino
Austria FCI 254 - Farejadores de Rastro de Sangue

Perro tejonero alpino

O Basset alpino tem uma personalidade corajosa, amigável e inteligente

Conteúdo

História

A aparência deste cão de pernas curtas sugere uma raça muito antiga. O Basset alpino É uma das raças mais antigas de cães de caça da Europa Central. Já foi citado no século XVII e representado em pinturas.

No último quarto do século 19, O príncipe herdeiro Rudolph von Habsburg tinha este tipo de cão de caça liderado por seus caçadores profissionais. A aparência do cão ficou desequilibrada por muito tempo. Cada cantão elevou seu Basset alpino diferentemente.

Mas não é um cruzamento entre um Teckel e um Braco, como o nome sugere em alemão “Alpenländische Dachsbracke“, mas uma raça independente. Visualmente, o Basset alpino se aproxima do Dachshund, mas é muito maior e mais forte.

No século XIX, havia inúmeras subespécies de Basset alpino nos Alpes suíços, Bávaros e austríacos, que ainda diferia muito na aparência.

No final do século XIX, muitos criadores desta raça de cão estavam em Erzgebirge, então a corrida continuou chamando a si mesma Alpenländische Erzgebirgler Dachsbracke até 1975. Outro nome é o Dachsbracke austríaco.

Isso ocorre porque o clube atual Dachsbracken está localizado na Áustria. O propósito da criação, tanto então como agora, é manter a saúde e o desempenho desta raça ancestral de cães.

A fim de estabelecer uma forma constante, uma aparência uniforme e características de raça adequadas, o primeiro Clube Internacional de Dachsbracken foi fundada em Munique em 1896.

Em 1908 o clube se desfez novamente. Em 1910 o austríaco Dachsbracke Club foi fundado, que ainda se dedica a elevar o Basset alpino.

Em 1932, o Basset alpino foi oficialmente reconhecido pelo Kennel Clube Austríaco (juntamente com o “Sabujo-montanhês-da-baviera” e o “Cão-farejador-de-hanôver“) como a terceira raça de cão.

Em 1975 o Basset alpino recebeu reconhecimento da FCI, que finalmente classificou a raça entre os cães em 1991.

Uma corrida é bastante desconhecida fora da Áustria.

Características físicas

O Basset alpino é meio do tamanho de um cão. Tem pernas relativamente curtas, uma constituição forte, músculos firmes e ossos fortes.

É a altura para a Cruz de 34 - 42 centímetros. A altura na cernelha é medida do solo até o ombro em um cão solto. Para os machos, o tamanho ideal está entre 37 e 38 centímetros na altura dos ombros; para mulheres, são considerados ideais 36 - 37 centímetros.

Grande importância é atribuída a uma proporção ideal de proporções. A relação entre a altura dos ombros e o torso é 2 : 3, a relação entre o rosto e o crânio é 9 : 10.

A cabeça é mantida orgulhosamente ereta com uma leve inclinação para frente. As orelhas pendentes de implantação alta têm cabelo reto e caem livremente para os lados. Eles são grande, sem rugas e comprimento médio (atingindo aproximadamente os caninos) e arredondado na parte inferior.

O nariz, as pálpebras e lábios são pretos. Os olhos são castanhos profundos e ligeiramente amendoados. O dachshund alpino tem o típico “olhar bassê”. A cauda fica alta na raiz, mas é ligeiramente abaixado.

Em proporção ao corpo forte, pernas são relativamente curtas. O corpo é bem musculoso e com ossos fortes, com uma caixa torácica pronunciada, mas com uma cintura fina.

A pelagem do Basset alpino é denso e curto, apenas a parte inferior da cauda é ligeiramente mais longa. A pelagem ligeiramente opaca consiste em uma pelagem firme com um subpelo denso.

Permite boa repelência à água e um equilíbrio de ar perfeito no verão e um efeito de alto calor no inverno. Um cervo escuro, frequentemente com um leve toque, é a cor da pelagem mais comum.

Há também uma coloração preta com um bronzeado bronzeado delineado na cabeça). Pequenas marcas brancas são permitidas no peito. Nas patas, a coloração da pelagem das orelhas e cauda pode ser mais escura.

Caráter e habilidades

O Basset alpino ele é um cão de trabalho comprovado, tamanho pequeno a médio, que atende caçadores especialmente bem. Cães de caça gostam Basset alpino são usados ​​para trabalho de pesquisa após o disparo.

O cão obstinado não se distrai e segue com confiança os animais feridos. À primeira vista, o Basset alpino parece um cachorro vira-lata, mas esta raça robusta é um cão de caça e trabalho altamente especializado.

O bom sentido do olfato, Rastreamento seguro com vontade de rastreamento incondicional e alta acuidade de caça tornam esta raça um companheiro de caça ideal, pecuária e trabalho florestal na floresta e nas montanhas. O Basset alpino se sente mais confortável ao ar livre.

Como cachorro da cidade, o Basset alpino é completamente inapropriado.

Depois que a caça é antes da caça. O cachorro gostaria de ir caçar todos os dias. O contato familiar é desejável, porque então o parceiro amigável mostra seu amor quase comovente e apego a “seu” pessoas. Ele se dá muito bem com crianças.

No entanto, o Basset alpino não é adequado como um cão de família puro. Também na cidade esta raça se sente extremamente desconfortável. O Basset alpino é um cão da floresta e da pradaria, por cujo cheiro fino os gases de escapamentos de automóveis e em geral, os cheiros da cidade, eles são uma punição.

Se esta raça ficar na cidade grande, sem a possibilidade de uma corrida diária de várias horas nos bosques e prados, proprietários podem ser chamados de cruéis com os animais sem eufemismos. Esta é certamente a razão pela qual esta raça de cão nunca foi vista na área urbana..

Para o Basset alpino uma tarefa é vital. Embora este cachorro precise de muito exercício, não é adequado para corridas longas ou saltos devido às pernas curtas. É um cão de busca, um cão rastreador típico.

Fora da temporada de caça, este cão com nervos fortes é excelente como cão de guarda e jardinagem. No entanto, esta não deve ser sua única tarefa. A manutenção temporária do canil não é problema para ele, contanto que você tenha contato regular com a família e tenha permissão para entrar em casa de vez em quando.

Dentro das quatro paredes humanas o cão se comporta de forma equilibrada e calma. No entanto, se você não está acostumado a muito, tende a mostrar problemas de comportamento, reclama muito ou busca uma alternativa de ocupação.

Animais pequenos, gatos, coelhos, pássaros ornamentais são vistos como presas e latem para eles extensivamente. O Basset alpino ele é amigável com outros cães.

Treinamento e uso “Basset alpino”

O treinamento de caça é um requisito básico para viver com um Basset alpino, é por isso que esta raça só é realmente encontrada entre caçadores ativos.

Este pequeno cão de caça é excelente na caça de lebre e raposa, bem como no monitoramento de cervos e corças. Com seu nariz muito fino, o Basset alpino mostra uma vontade incondicional de rastejar, segurança de movimento e controle de qualidade.
O impulso de movimento deste ágil cão de caça requer uma caminhada diária no campo de caça. Atitude é possível tanto em um canil espaçoso, como em casa. A própria casa deve ter um jardim.

Ficar em um pequeno apartamento na cidade seria uma tortura para o cachorro, até subir escadas não é uma opção para ele. Além disso, com a atitude do quintal ou do canil, uma conexão familiar próxima é útil para este cão amigável..

O Basset alpino observa a casa e a propriedade com cuidado e faz ruídos confiáveis, então não tende a morder. O Basset alpino é considerado muito robusto e insensível às condições meteorológicas. O cão robusto brilha com boa atitude para a vida com boa saúde.

Este cão gosta muito de trabalhar, o treinamento de caça é um requisito básico para viver com um Basset alpino, é por isso que esta raça só é realmente encontrada entre caçadores ativos.

Este pequeno cão de caça é excelente na caça de lebre e raposa, bem como no monitoramento de cervos e corças. Com seu nariz muito fino, o Basset alpino mostra uma vontade incondicional de rastejar, confiabilidade de pesquisa, bem como acuidade visual muito boa.

Educação e cuidados

Apesar de sua simpatia inata, esta raça de cachorro ainda requer liderança consistente desde o estágio de filhote. A educação leva muito tempo, então os donos de cães desta raça gostam de se organizar para trocar experiências.

Devido à sua natureza típica de raça, o Basset alpino tende a ser muito teimoso. No campo, eventualmente, você terá que tomar suas próprias decisões sem que seu mestre ou amante seja capaz de intervir.

Empatia e consistência prometem os melhores resultados na criação de seu filhote. O que você aprendeu uma vez, nunca se esqueça disso de novo.

Infelizmente, isso também se aplica a maus-tratos. Uma raridade indesejável é muito difícil de desaprender.

Limpeza “Basset alpino”

Como todo cachorro, este cachorrinho de caça precisa de cuidados. A pelagem deve ser escovada de vez em quando para afrouxar o subpelo denso e remover os pelos soltos.

Não há necessidade de cortar ou aparar. O cachorro também não gosta de tomar banho, a sujeira geralmente cai do casaco por conta própria. Após cada caminhada pelo território, a pelagem do pequeno ruminante deve ser verificada quanto a ramos, espinhos e parasitas.

Infelizmente, carrapatos também gostam da pele de Basset alpino. As orelhas devem ser verificadas regularmente quanto a infestações de ácaros. Garras muito longas indicam pouco exercício. Normalmente, as garras são afiadas ao caminhar e não precisam ser cortadas.

Saúde “Basset alpino”

O Basset alpino é considerado muito resistente e tem uma pele estável. O cão robusto brilha com excelente saúde por toda a vida se for bem cuidado. No entanto, vacinações anuais nunca devem ser perdidas.

Doenças típicas podem ser, como em qualquer cachorro de pernas curtas, problemas nas costas. Um corpo bem musculoso sem excesso de peso irá neutralizar o risco de doenças nas costas.

Quando alimentado com comida molhada, dentes infelizmente tendem a formar tártaro. Neste caso, a escovação regular dos dentes é necessária para prevenir doenças dos dentes e gengivas.

Palitos e ossos em borracha são aceitos com prazer, mas eles não servem como uma atividade substituta. As orelhas devem ser verificadas e limpas regularmente.

Quanto tempo vive normalmente um cão “Basset alpino”?

Sua expectativa de vida chega a uma idade de até 15 anos com boa nutrição apropriada para a espécie e uma criação típica da mesma.

Ocasionalmente, cães pequenos excedem esta idade e, em casos raros, chegam a atingir uma idade superior a 20 anos. Animais subutilizados podem sofrer de problemas psicológicos que os tornam propensos a doenças e temperamentais.

Como proprietário responsável do cão, agora você sabe o que Basset alpino precisa viver uma vida longa, saudável e feliz.

Não precisa de um guardião, mas um companheiro ao nível dos olhos, que pode cuidar das necessidades deste cão de trabalho extensivamente.

Compre um “Basset alpino”

Este cachorro não é um cachorro de pelúcia, apesar de seu tamanho razoavelmente gerenciável. Os criadores desta raça são encontrados principalmente na Alemanha e na Áustria. Normalmente, os criadores ativos são os próprios caçadores ou rangers.

Das associações de reprodução, os cachorros da Basset alpino eles ocorrem principalmente para caçadores ativos. Você só pode comprar essa raça de um criador.

Se ele Basset alpino não usado para caça, é essencial ser membro de um clube desportivo para cães. Aqui, o foco está no rastreamento.

Como companheiro de brincadeiras de crianças, ele é extremamente paciente, mas ele não está feliz.

Os passeios de caça e rastreamento também não atenderão às necessidades deste cão trabalhador., isso não é o suficiente. Para pessoas mais velhas que não estão fisicamente aptas, bem como para solteiros que trabalham em tempo integral, o Basset alpino é absolutamente inadequado como um companheiro.

Se você quiser comprar um Basset alpino, você tem que ser um membro de um clube local. Pessoas de fora dificilmente têm chance.

Imagens “Basset alpino”

Vídeos “Basset alpino”

Classificações do “Basset alpino”

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Basset alpino” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ Cão amigável

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

Avaliado 1 fora de 5
1 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Sanita ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cascas ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ Territorial

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 254
  • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
  • Seção 2: Farejadores de Rastro de Sangue. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 2: Farejadores de Rastro de Sangue.
  • UKCScenthound Group

Padrão da raça FCI “Basset alpino”

FCI Padrão No. 254 / 08.07.1996 / E
DAXBRACKE DE LOS ALPES (Alpenländische Dachsbracke)
TRADUCCION : Federação Canófila Mexicana a.c..
ORIGEM : Áustria.
DATA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO ORIGINAL VÁLIDO : 10.10.1995.

UTILIZAÇÃO :

O Alpine Dachsbracke é um cão robusto e resistente às intempéries, útil para o caçador de montanha ; É usado como rastreador para a busca do veado ferido e como cão de caça na caça à lebre e à raposa..

CLASSIFICAÇÃO FCI :

  • Grupo 6 Sabujos, cães rastreadores, (exceto Lebreles) e raças afins.
  • Seção 2 Rastrear cães com prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO : Cães de caça com uma aparência geral muito semelhante à do Dachsbracke dos Alpes são usados ​​desde os tempos antigos. 1881 e 1885, O príncipe herdeiro Rodolf de Habsburgo permitiu que seus caçadores experientes trouxessem "Daschbracken" de Mürzsteg e Ischl para suas viagens de caça na Turquia e no Egito. Em 1932, O Daschbracke dos Alpes "Erzgebirge" foi reconhecido pela Federação Cinológica Austríaca como a terceira raça nacional de cães de caça. Em 1975, o nome foi alterado para "Alpenländische Daschbracke" e a FCI considerou a Áustria como o país de origem da raça. Esta raça foi classificada em 1991 na FCI na seção de cães de rastreamento.

OLHAR GERAL :

Pequeno cão de caça, forte, com estrutura corporal robusta e ossos pesados; pele densa, músculos firmes.

PROPORÇÕES IMPORTANTES

• A relação entre a altura na cernelha e o comprimento do tronco é 2 : 3.
• A relação entre a região facial e a região craniana é 9 : 10.

TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO : Expressão inteligente e amigável. Personagem intrépido.

CABEÇA

REGIÃO CRANIANA

  • Crânio : Ligeiramente convexo. Sulco frontal marcado, protrusão occipital rasa.
  • Nasofrontal depression (Stop) : Marcado.

REGIÃO FACIAL

  • Trufa : Black.
  • Focinho : Strong.
  • Lábios : Bem aderente com pigmentação preta, arco labial moderadamente arredondado.
  • Mandíbulas / Dentes : Forte mordedura em pinça ou tesoura. Você quer uma prótese total com 42 Peças dentárias ; a falta de total PM1 e PM2 (pré-molares 1 ou 2) é tolerado ; o M3 (molares 3) eles não são tidos em conta.
  • Olhos : ÍRIS marrom escura; pálpebras aderentes ao globo ocular e pigmentadas de preto.
  • Orelhas : Inserção alta, que caem largas e planas sem formar dobras; comprimento médio (deve alcançar a presa) e bem arredondado em sua borda inferior.

PESCOÇO :

Não muito longo, muscular.

CORPO :

  • Tronco alargado, forte e bem musculoso.
  • Cruz : Moderadamente marcado.
  • Voltar : Em linha reta.
  • Lombo de porco : Curto e amplo.
  • Alcatra : Ligeiramente inclinado.
  • No peito : Profundo e largo com uma soleira bem marcada; a profundidade do tórax deve corresponder a aproximadamente metade da altura da cernelha.
  • Barriga : Moderadamente retraído.

CAUDA :

Inserção alta, grosso em sua raiz. Na sua parte inferior tem uma pelagem mais longa (escova de cola) ; a cauda é tão longa que chega quase ao chão ; leva ligeiramente inclinado.

MEMBROS

MEMBROS ANTERIORES : Eles são retos e fortes. Os membros parecem curtos em proporção ao resto do corpo.

  • Ombro : Adjacente, longo, colocado obliquamente, com boa musculatura.

MEMBROS POSTERIORES : Muscular, forte e com boas angulações ; visto de trás, o eixo dos membros é reto.

PÉS : Os pés dianteiros e traseiros são fortes e redondos ; os dedos estão muito próximos um do outro ; as almofadas são duras e as unhas são pretas.

MOVIMENTO :

Durante o movimento percorre o terreno, sem chutar. Seu passo favorito é o trote.

PELE :

A pele é elástica e dura e não forma dobras.

PELES

CABELO :

Cabelo duplo (Stockhaar), muito densa, com subpêlo grosso ; cobre todo o corpo e está bem aderido à pele.

COR :

A cor ideal é vermelho fulvo escuro, ligeiramente salpicado ou não preto, bem como a cor preta com manchas de fogo, cor marrom-avermelhada) bem definido na cabeça (quatro olhos), sobre o peito., Membro., pés e na parte inferior da cauda; uma estrela branca é permitida no peitoril.

TAMANHO E PESO

Altura à Cruz : 34 – 42 cm. Medida ideal : Machos : 37 – 38 cm,Fêmeas : 36 – 37 cm.

FALHAS : Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

FALHAS

• Ossos fracos.
• Pequeno músculo.
• Focinho muito pontudo, curto ou longo.
• Olhos muito claros, pálpebras não coladas.
• orelhas curtas ou pontudas.
• Ombros soltos.
• Má posição dos membros dianteiros ou traseiros.
• Pelagem muito curta ou rala.
• Variações mínimas de cor.

FALHAS ELIMINATÓRIAS

• cão agressivo ou medroso.
• Todas as variações que são consideradas essencialmente prejudiciais à sua utilidade na caça.
• Ausência de mais de dois pré-molares 1 ou 2 (sem levar em conta o M3).
• Altura na cernelha menor que 34 cm ou maior que 42 cm.
• Caráter fraco.

Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.
NOTA : Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.

Nomes alternativos:

    1. (ger. Alpenländische Dachsbracke) (Inglês).
    2. (alpenländische dachsbracke) (Francês).
    3. Alpenländische-Erzgebirgler Dachsbracke, Österreichische Dachsbracke (Alemão).
    4. Dachbraco alpino (Português).
    5. Tejonero de los Alpes, Basset de los Alpes, Dachsbracke de los Alpes (español).
0/5 (0 Rever)
5 1 voto
Classifique a entrada

Partilhar é preocupar-se!!

Inscrever-se
Notificar de
convidado

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados comentário é processado.

2 Comentários
O mais novo
Mais velho Mais votado
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Snippets de código PHP Distribuído por : XYZScripts.com
ações
2
0
Amaria seus pensamentos, por favor comente.x