Terrier brasileiro
Brasil FCI 341 - Terrier de talla grande y mediana.

Terrier brasileiro

Devido ao seu fácil treinamento e habilidades físicas, o Terrier brasileiro no Brasil é usado como cachorro de circo.

Conteúdo

História

Embora o Terrier brasileiro era originalmente do brasil, seus antepassados ​​não vieram da América do Sul, mas principalmente da Europa. No final do século XIX e início do século XX, muitos jovens brasileiros estudaram em universidades europeias, especialmente na Inglaterra e França. Não era incomum eles voltarem para casa casados ​​e suas esposas às vezes traziam pequenos cães terrier com eles. Estes foram misturados com os machos e fêmeas nativos, então uma raça de cachorro se desenvolveu, cujos membros pareciam diferentes e literalmente estranhos.

Mas em algumas gerações o fenótipo do Terrier brasileiro. Acredita-se que seja o resultado do cruzamento Pinscher, Chihuahua e Jack Russel Terrier.

Por certo, o Terrier brasileiro familiarizou-se com as diferentes condições de vida no Brasil: Inicialmente, as famílias com seus cães viviam no campo antes de serem atraídas pelos grandes centros urbanos, que se desenvolveu gradualmente. O Terrier brasileiro costumava servir principalmente como caçador de ratos. Entretanto, No entanto, seu campo de aplicação foi ampliado: eles são excelentes cães de guarda e família.

Criação seletiva desta raça de cão, muito apreciado no Brasil, mas quase desconhecido na Europa, começou por aí 1970. O Terrier brasileiro foi provisoriamente reconhecido pela FCI (Fédération Cynologique Internationale) em 1995 e de 2007 está completamente incluído como uma raça no catálogo da maior organização cinológica do mundo. Leva o número padrão 341 e está no grupo 3 (terriers), seção 1 (Terriers de médio e grande porte).

Características físicas

O Terrier brasileiro é meio do tamanho de um cão, construção fina e harmoniosa. Seu corpo quadrado com linhas externas arredondadas é firme, mas não muito pesado. O peso de um animal adulto é de no máximo oito a dez kg. Isso se aplica a homens e mulheres, embora a altura na cernelha seja diferente nos dois: Ao alcançar 35 - 40 centímetros em machos, é apenas 33 - 38 centímetros nas fêmeas.

Interessante e incomum é que Terrier brasileiro tem diferentes comprimentos de cauda desde o nascimento: De um toco rudimentar em uma cauda longa média a uma cauda cheia, você pode encontrar as expressões mais variadas. Esta característica característica da raça fornece Terrier brasileiro uma aparência individual e não diminui seu charme, pelo contrário.

O cão também deve seu carisma especial às pequenas orelhas dobradas, bem como os grandes olhos azuis redondos, Green, Brown, Cinza azulado ou marrom avermelhado com uma aparência aberta e animada. A cabeça parece muito expressiva. Tem uma forma triangular e é largo na base. O rosto se estreita visivelmente desde as orelhas amplamente espaçadas até a ponta do nariz. Devido ao sulco relativamente distinto na testa, parece pensativo.

O pêlo curto, suave, cão fino e apertado se sente muito bem, um pouco como o cabelo de um rato. Sem roupa interior. Áreas especialmente macias são encontradas na cabeça, as orelhas, a parte inferior do pescoço e a parte interna das pernas dianteiras. Como uma regra, um Terrier brasileiro é tricolor. A cor básica é sempre branca. É ladeado por marcas negras, vermelho azul e / ou marrom, eles fornecem um padrão distinto. Repetidas vezes, você ouve e lê que o Terrier brasileiro tem fortes semelhanças com Fox Terrier. Isso é inegável, mas existem diferenças visíveis: o focinho do brasileiro é muito mais curto e os contornos do corpo parecem mais arredondados, enquanto o corpo do Fox Terrier é mais angular.

Caráter e habilidades

O caráter de Terrier brasileiro pode ser descrito, acertadamente, tão pouco complicado. Seu comportamento social é mais uma vez muito melhor do que o de outros tipos de terrier. Por exemplo, a teimosia de Russel e eu sacudo Fox Terrier estão muito menos presentes na América do Sul. Ele é muito amigável com as pessoas que conhece e em relação ao contato com seus proprietários, pode-se usar termos como “amando” e “Concurso”. Também com outros cães, o Terrier brasileiro geralmente se dá bem.

Como seus parentes na família terrier, o Terrier brasileiro é extremamente espirituoso, e, portanto, ativo e animado. Você também poderia dizer: um verdadeiro brasileiro. Como um resultado., precisa de muito exercício. Ele gosta de acompanhar corredores e caminhantes e se divertir com as crianças., mas se contenta com aventuras divertidas no parque sem reclamar. Mas por favor, preste atenção na variedade: O cão encontra prazer em jogos de bola e recuperação. Move-se livremente e com elegância. Típicos são os passos curtos e rápidos.

O Terrier brasileiro é considerado um cachorro inteligente – mas é claro que isso requer uma certa quantidade de atividade, não apenas do lado de fora, mas também dentro de casa ou apartamento. Seu alto nível de atenção e o fato de ser inicialmente reservado a estranhos, seu latido acima da média geralmente o qualifica como um cão de guarda. Também vale a pena mencionar a capacidade do cão de ter empatia em quase todas as situações..

Em breve, É um excelente cão para uso doméstico e familiar ou social, que pode ser facilmente treinado com uma combinação bem-sucedida de orientação gentil e paciente. Entusiasta de esportes caninos (agilidade, Bola aérea). Além disso, se dá muito bem com cavalos, tornando-o um excelente companheiro para os donos de cavalos. Graças ao seu caráter agradável, o Terrier brasileiro também é adequado como um cão iniciante para pessoas que tiveram pouca ou nenhuma experiência de posse ativa de cães até o momento.

Considerando sua origem, o Terrier brasileiro é naturalmente usado para temperaturas tropicais. Por esse motivo, é recomendável desistir da raça se você vive em climas muito frios e chuvosos.

Cuidado e saúde do Terrier Brasileiro

A manutenção de Terrier brasileiro é relativamente fácil. Isto se deve principalmente à pelagem curta e lisa, sem subpêlo. O cachorro quase não perde pêlos, por isso, também é adequado para quem sofre de alergias que têm de passar sem os amigos de quatro patas de outras raças por motivos de saúde.

Falando sobre saúde:

Outro aspecto positivo é que o Terrier brasileiro eles são particularmente resistentes a doenças e têm uma alta expectativa de vida. Em média, eles vivem em 12 - 15 anos. Somente em relação aos ouvidos é necessário cuidado: Os cães têm o que é conhecido como orelhas inclinadas, o que significa que o canal auditivo está angulado. Isso torna a ventilação do ouvido interno um pouco mais difícil., que promove o estabelecimento de bactérias e fungos e aumenta significativamente a probabilidade de uma infecção no ouvido perigosa. Por esta razão, os ouvidos do Terrier brasileiro deve ser limpo regularmente e cuidadosamente. Para fazer isso, lóbulos das orelhas e limpadores de ouvido especiais são usados. Esses agentes ajudam a soltar a sujeira e a cera do ouvido e, por consequência, mantenha o quadrúpede saudável. Importante: Nunca use cotonetes. Eles teriam um efeito contraproducente.

Imagens do "Terrier brasileiro"

Fotos:

1 – Terrier brasileiro – Cão 2013 Helsinque 13-15/12/2013 por Tomasyna / CC BY-SA
2 – Juliana Lopes / CC POR por Brazilian Terrier, enviado do Flickr
3 – Mateus Hidalgo / CC BY-SA by Filomena e mais uma de suas caretas =) (Terrier brasileiro)
4 – Terrier brasileño por Sini Merikallio / CC BY-SA
5 – o 4 cores geneticamente possíveis do Terrier Brasileiro. Da esquerda para a direita: Preto tricolor, marrom tricolor, azul tricolor, isabela tricolor por TerrierBrasileiroDaPedraFilosofal / CC BY-SA
6 – Terrier brasileño por https://brit-petfood.com/en/breed-catalog/terriers/brazilian-terrier
7 – Terrier brasileño por https://pxhere.com/en/photo/1188027

Vídeos do "Terrier brasileiro"

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 341
  • Grupo 3: Terriers
  • Seção 1: Terriers de médio e grande porte. Sem prova de trabalho..

Federações:

  • FCI – Terriers. Seção 1 Terriers de médio e grande porte.
  • CBKC

Padrão da raça FCI "Terrier brasileiro"

Origem:
Brasil

Data de publicação do padrão original válido:
15.06.2018

Uso:

Usado para pequenos jogos de caça, como cão de guarda e companheiro.



Aparência geral:

É de tamanho médio, delgado, bem equilibrado, da estrutura firme, mas nãotambémpesado. O corpo é deaparênciaPraça, com linhas curvas.

PROPORÇÕES IMPORTANTES: Cão em forma de quadrado: o comprimento do seu corpo, do ombro à ponta da crista ilíaca, é aproximadamente igual à sua altura na cernelha.



Comportamento / temperamento:

Este é um cachorro sempre em movimento, alerta, ativo e perspicaz. Ele é amigável e gentil com conhecidos, masdesconfiado com estranhos.

Cabeça:

Ver os de cima, É de forma triangular, largo na base; orelhas são bem afastadas. A cabeça diminui visivelmente dos olhos até a ponta do nariz. Ver Perfil, a linha superior se eleva levemente da ponta do nariz até a depressão naso-frontal, principalmente entre os olhos, e continua em direção ao osso occipital com uma ligeira convexidade.

Região craniana:

Cenfurecido: É arredondado com uma testa moderadamente plana. Vistas de cima, as linhas laterais convergem para os olhos. A distância do ângulo externo do olho até a inserção das orelhas é igual à distância entre os dois ângulos externos dos olhos. O sulco frontalmédioestá bem desenvolvido.

Ddepressão naso-frontal (Stop): Pronuncia-se.

Região facial:

  • Trufa: Moderadamente desenvolvido. É de cor escura, de acordo com a cor do casaco, com narinas bem abertas.
  • Hocico: Visto de cima, tem a forma de um triângulo isósceles de ambos os cantos externos do olho até a ponta do nariz. É forte e bem moldado sob os olhos, com uma base inclinada que acentua a depressão frontal-nasal.
  • Labios: Seco eempresa. O lábio superior une exatamente o lábio inferior, cobrindo os dentes e permitindo que a boca seja completamente fechada.
  • Bochechas: Seco, bem desenvolvido.
  • Mandíbulas / Dentes: 42 dentes, regularmente implantados, bem desenvolvido. A mordida é em forma de tesoura.

OLHOS: EquidistantesDea protuberância occipitalatéa ponta do nariz. Eles parecem bem separados. A distância entre os cantos externos dos olhos é igual à distância do canto externo dos olhos até a ponta do nariz. Olhando para a frente, são um pouco proeminentes, grande esobrancelhassão levemente acentuados. Eles têm formaarredondadoe eles estão bem abertos. Sua expressão é alerta e perspicaz. A cor deve ser o mais escura possívele de acordo com a cor do casaco.

Variedade azul tem olhos cinza azulados, a variedade de cor marromtemOlhos castanhos, verde ou azule a variedadeemsabela, além das cores da variedade marrom, também pode ter olhos âmbar, tanto claros comoosCÛr.

ORELHAS: Implantadas lateralmente, de acordo com os olhos, bem separados um do outro. São de forma triangular e a ponta é pontiaguda. Eles parecem semi-eretos com a ponta dobrada para baixo em direção ao canto externo do olho.

Pescoço:

É de comprimento moderado, equilibrado em relaçãocomo chefe. Une-se harmoniosamente à cabeça e ao tronco.Bem definido, limpo e seco. A linha superior é ligeiramente arqueada.

Corpo:

Bem equilibrado. Não é muito pesado e tem uma forma quadrada, comlinhas curvasNada maudefinidas.

  • Línea superior: É firme e reto, subindo ligeiramente da cruz para a garupa.
  • Cruz: Bem pronunciado, junta-se harmoniosamente aos membros anteriores.
  • Espalda: Relativamente curto e bem musculoso.
  • Elemo: Curto e firme. Armoniosamente à la grupa.
  • Gsemelhança: Ligeiramente inclinado, o implante da cauda é baixo. Bem desenvolvido e musculoso.
  • Peco: Longo, profundidade, atinge o nível do cotovelo. Costelas bem arqueadas. O esterno é moderadamente curvado. O peitoril não é muito pronunciado e é moderadamente largo, permitindo a livre circulação dos membros da frente.
  • Línmenor ea e barriga: Ligeiramente curvado, que sobe para trás, mas não é extremamente retraído.

Cola:

Nnaturalmente curto ou longo; neste último caso, não pode exceder o jarrete. Conjunto forte e baixo, Felizmente realizada, formando uma curva suave quando é longo, não enrolado nas costas.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES:

  • Apariência geral: Visto de frente, são retas, moderadamente separado, na mesma linha dos membros posteriores, que também são retas, embora mais separado.
  • Hombros (Lâminas): Eles são longos.
  • Brazos (Úmero): Eles têm aproximadamente o mesmo comprimento que a escápula, formando com ele um ângulo de aproximadamente 110 °.
  • Cotovelos: Eles estão bem ligados ao corpo, no mesmo nível da linha inferior do tórax.
  • Antbraços: Em linha reta, magro, seca.
  • MetacarpoMuito moderado, reto e magro, quase perpendicular ao chão.
  • Pemé anterior: Compacto. Eles não se desviam ou interiormente, nem fora. Os dois dedos do meio são mais longos que os outros.

MEMBROS POSTERIORES:

  • Apariência geral: Notavelmente muscular, coxas bem desenvolvidas, mais separados que os membros anteriores.
  • Coxa (Fêmur): Bem desenvolvido e musculoso.JoelhoModeradamente angulado.
  • PemEsquema (tíbia): É proporcional ao tamanho da coxa.
  • CorvejónRelativamente curto e perpendicular ao chão quando o cão está de pé.
  • Metatarso: Em linha reta.
  • Pemé mais tarde: Compacto; com dedos mais longos quenos pés da frente.

Movimento:

Elegante, solto, passos curtos e rápidos.

Manto

Bem ajustado, sem folga. Seca.

Pelo: É curto, suave, fina, mas não macio. É colado à pele; você não pode ver a pele através dela. É mais fino na cabeça, as orelhas, abaixo do pescoço, na parte interior e a parte inferior dos membros anteriores e atrás de coxas.

Color: Cor de fundo branco predominante com marcaçõesBlack, Azul, marrom ou isabela. As seguintes marcas características sempre devem estar presentes: cor de fogo sobre os olhos, nos dois lados do focinho, bem como dentro dos ouvidos e na borda destes. Essas marcas podem existir em outras partes do corpo na borda das marcas.

A cabeça deve sempre ter marcasBlack, Azul, marrons ou isabelana testa e orelhas.latauma estrela e marcas brancas aparecem preferencialmente na ranhura da frente e nas partes l-teralesdo focinho, distribuído o mais harmoniosamente possível.



Tamanho e peso:

Alturpara a cruz:

  • Machos: entre 35 e 40 cm,
  • Fêmeas: entre 33 e 38 cm.

Peso: 10 kg aproximadamente.



Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

  • Manto escasso que revela a pele, pelo largo o atípico.
  • Defeitos nas marcas características
  • Ombros muito pesados ​​ou soltos
  • Bemta arqueada traseira
  • Falde harmonia, pele atípica.

FALTAS GRAVES:

  • Línsuperior e descendente da cruz à garupa.

FALTAS DESQUALIFICANDO:

  • Tímido agressivo ou extremo
  • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • Plano de grupo.
  • Prognatismo superior o inferio
  • Orelha totalmente ereta.


N.B.:
  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

EleAs últimas alterações estão em negrito.

TRADUCCION: IRIS Carrillo; Serviços de tradução Skrivanek. Idioma oficial: IN.

revisão: SR. Jorge Nallem.

Fonte: F.C.I - Fédération Cynologique Internationale

Nomes alternativos:

    1. Fox Paulistinha (Inglês).
    2. terrier brasileiro (Francês).
    3. Terrier Brasileiro (Alemão).
    4. Fox paulistinha, Foquinho (Português).
    5. Fox Paulistinha, Terrier Brasileiro (español).
Se você gostou, avalie esta entrada.
5/5 (1 Voto)

Partilhar é preocupar-se!!

2 reflexões sobre"Terrier brasileiro”

Deixar um comentário

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados comentário é processado.