Petite Gascão Saintongeois
Francia FCI 21 - Farejadores de médio porte

Petite Gascão Saintongeois

O Petite Gascão Saintongeois foi destinado, em suas origens, principalmente caçando a lebre.

Conteúdo

História

origem francesa, com o nome das províncias de Gasconha e Saintonge.

Em meados do século 20, alguns grandes caçadores do sudoeste selecionaram os menores espécimes de suas ninhadas de Gascon Saintongeois e eles consertaram essa variedade, destinado, em suas origens, principalmente caçando a lebre.

Foto: Little Gascon de Saintonge por Jérôme BARDIAU, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Características físicas

Cachorro de tamanho médio, bem proporcionado e distinto.

Tamanho:

Machos: 56 - 62 cm.
Fêmeas: 54 - 59 cm.

Caráter e habilidades

Cão multifuncional usado para caça de rifle. Pela sua origem caça principalmente a lebre, mas também é muito bom para caçar animais grandes.

Vídeos do Petite Gascão Saintongeois

Petit Gascon Saintongeois
Little Gascon Saintongeois

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 21
  • Grupo 6: – Sabujos Farejadores e Raças Assemelhadas.
  • Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

Federações:

  • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Farejadores de médio porte.
  • Sociedade Canina Central

Padrão FCI da raça Petite Gascão Saintongeois

Padrão FCI da raça Petite Gascão Saintongeois
TRADUCCÍON: Senhorita. IRIS Carrillo. Idioma oficial: FR.

ORIGEN: França.

FECHA DE PUBLICAÇÃO DO PADRÃO OFICIAL V.LFOI: 06.03.2007.

UTILIZAÇÃO:

Gcorreu Gascon Saintongeois: Usado para caça de rifle e às vezes para pequenos jogos, grande jogo e também a lebre. Geralmente é usado em embalagem ou sozinho, como rastreador.

Pequeño Gascon Saintongeois: Cão multifuncional usado para caça de rifle. Pela sua origem caça principalmente a lebre, mas também é muito bom para caçar animais grandes.

CLASAPLICAÇÃO FCI:

Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas

GBeira:

Seção 1.1: Farejadores de grande porte. Com prova de trabalho.

Ppequeno:

Seção 1.2: Farejadores de médio porte. Com prova de trabalho.

BREVE RESUMO HISTÓRICO:

GBeira: Em meados do século 19, Conde Joseph de Carayon- Lantour queria regenerar a raça enfraquecida de cães Saintonge e uniu os últimos descendentes com os Azuis da Gasconha do Barão de Ruble. Foi assim que o Gascon Saintongeois foi criado, mas isso levou ao desaparecimento do cachorro de Saintonge.

Ppequeno: Em meados do século 20, alguns grandes caçadores do sudoeste selecionaram os menores espécimes de suas ninhadas do Grand Gascon Saintongeois e fixaram esta variedade, destinado, em suas origens, principalmente caçando a lebre.

APARSEGURO GERAL:

GBeira: Cão muito bem construído, dando ao mesmo tempo uma impressão de força e elegância. Ele é meio francês quando se trata da cabeça, o casaco e a expressão.

Ppequeno: Cachorro de tamanho médio, bem proporcionado e distinto.

PROPORCIONES IMPORTANTE:

Altura na cernelha / comprimento escapular-isquiático em uma proporção de 10/10.5 O comprimento do focinho é igual para o crânio.

COMPORTAMIENTO / TEMPERAMENTO: Cachorro de carga por excelência, multa de olfato, negrito, dotado de uma bela voz. Junta-se ao bando por instinto. Está calmo, carinhoso e obedece ordens facilmente.

CASEMA: As linhas do crânio e do focinho são divergentes.

GION CRAEAL:

Cenfurecido: Visto de frente, é arqueado e bastante estreito; protuberância occipital é bem marcada. Visto de cima, as costas têm uma forma ogival pronunciada.

Ddepressão naso-frontal: Pouco aguçado.

GION FACELEL:

  • Trufa: Preto, bem desenvolvido, janelas abertas.
  • Labios: Cubra o maxilar inferior, o canto é discreto. A borda dos lábios é preta.
  • Cano nasal: Poderoso, ligeiramente arqueado.
  • Mandíbulas: Junta de tesoura. Os incisivos são apresentados em ângulos retos com as mandíbulas.
  • Bochechas: Fina.

OJOS: oval, Brown. A borda das pálpebras é preta. A expressão é doce e confiante.

OREJAS: Bem, dobrado. Eles devem atingir pelo menos a ponta da trufa. Ocorre abaixo da linha dos olhos, bem de volta, deixando o crânio bem claro.

COMELLO: Médio em comprimento e espessura. É ligeiramente arqueado e tem poucas barbelas.

COMERPO

  • razãonea superior: É firme e não excessivamente longo.
  • Lomo: Está bem ligado ao corpo. É ligeiramente convexo, bastante musculoso e não muito longo.
  • Gsemelhança: Ligeiramente oblíquo, Largo o bastante.
  • Peco: Ampla, longo, desce ao nível dos cotovelos. A frente do baú é bastante aberta.
  • Costillas: Ligeiramente arredondado e longo. Flanco: Está um pouco levantado.

COLA: É grossa na base; muito fino na ponta. Alcança a ponta do jarrete. O porte elegante, Em forma de sabre.

EXTREMIDADES

MEMBROS ANTERIORES:

  • Aaparência geral: A sala anterior é poderosa.
  • Hombro: Bastante longo, muscular, moderadamente oblíquo.
  • Cotovelo: Bem apegado ao corpo.
  • Aantebraço: Ossos fortes.
  • Pemé anterior: Pequeno formato oval alongado. Os dedos são finos e juntos. As almofadas dos pés e as unhas são pretas.

MEMBROS POSTERIORES:

  • Aaparência geral: A sala dos fundos é bem proporcionada. Coxas: Longo e bem musculoso.
  • COrvejón: Largura, bem angulado. Bem inclinado, visivelmente direcionado para o eixo do corpo.
  • Pemé mais tarde: Pequeno formato oval alongado. Os dedos são finos e juntos. As almofadas dos pés e as unhas são pretas.

MOVIMENTO: Uniforme e solto.

PIEL: Elástico e não muito grosso. É branco com manchas pretas.

MANTO

Pelo: Curto e denso.

Codor: O fundo é branco, com manchas pretas; às vezes é manchado, embora não em excesso. Duas manchas pretas geralmente aparecem em cada lado da cabeça; cobrir as orelhas, ao redor dos olhos e bochechas-alcance. As bochechas são fogo de cor, de preferência pálido.

Duas marcas bronzeadas, localizado no topo das sobrancelhas, simular "quatro olhos". Eles também são observados, traços bronzeados no interior da orelha e manchas ao longo das extremidades. Alguns pelos castanhos podem aparecer na parte superior da orelha, sem dar à cabeça uma aparência tricolor. Às vezes, uma mancha típica de folha morta é observada na parte inferior da coxa, conhecido como "marca de veado".

TAMÃO:

Altura para a cruz:

GBeira: Machos: 65 - 72 cm.
Hfogo: 62 - 68 cm.
Ppequeno: Machos: 56 - 62 cm.
Hfogo: 54 - 59 cm.

Com uma tolerância de aproximadamente 1 cm.

FALTAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

Celes não estão vindo:

  • Curto.
  • Crânio largo.
  • Orelhas curtas; orelhas que são colocadas altas.
  • Ausência total de cor bronzeada.

Cuerpo:

  • Falta de volume
  • Márgen superior flácido.
  • Garupa afundada.
  • Cauda desviado.

Membros:

  • Estrutura óssea que não está suficientemente desenvolvida
  • Ombros muito oblíquos ou muito retos.
  • Pés esmagados.
  • Angulação posterior reta.
  • Articulação do jarrete fechada, visto por trás.

FALTCOMO DESQUALIFICADORES:

  • Agressividade ou extrema timidez.
  • Qualquer cão mostrando sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais.
  • Falta de tipo, e em particular o crânio largo e redondo.
  • Prognatismo superior ou inferior.
  • Olhos limpos
  • Qualquer outro casaco que não seja estabelecido no padrão.

N.B.:

  • Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
  • Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.
0/5 (0 Rever)
5 1 voto
Classifique a entrada

Partilhar é preocupar-se!!

Inscrever-se
Notificar de
convidado

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados comentário é processado.

0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Snippets de código PHP Distribuído por : XYZScripts.com
ações
0
Amaria seus pensamentos, por favor comente.x