Terrier escocês
Gran Bretaña Escocia FCI 73 . Terrier de pequeno porte.

O Terrier escocês é independente, auto-confiante, alegre, bastabte inteligente e teimoso.

conteúdo

História

O Terrier escocês, também conhecido como o Aberdeen Terrier, e popularmente como "Scottie", É uma das raças Terrier altas que foram agrupadas sob o nome de Skye Terrier, É uma das cinco raças de Terrier que se originou na Escócia, os outros quatro são os modernos Skye Terrier, Cairn Terrier, Dandie Dinmont Terrier, e West Highland White Terrier.

A verdadeira origem de uma raça tão antiga quanto Terrier escocês está escuro e sem documentos. Os primeiros registros escritos sobre um cão com uma descrição semelhante à do cão Terrier escocês foi em 1436, Quando Don Leslie descreveu em seu livro a história da Escócia 1436-1561.

Duzentos anos mais tarde, Sir Joshua Reynolds pintou o retrato de uma jovem mulher acariciando um cachorro de aparência semelhante à Terrier escocês de hoje em dia. O rei Jaime VI da Escócia era uma figura histórica importante que acompanha a história da Terrier escocês. No século 17, Quando o rei Jaime VI tornou-se James I da Inglaterra, enviou seis Terrier – acredita que os precursores do Terrier escocês- um monarca francês como um presente.. Seu amor e adoração para a corrida., Diz-se que você aumentou sua popularidade em todo o mundo.

No século 19, nas terras altas da Escócia, incluindo a ilha de Skye, o Terrier eram abundantes, originalmente conhecido pelo termo genérico “cabelo curto” o ” Skye Terrier“. No final do século 19, Foi decidido separar estes Terrier escocês e desenvolver linhas de sangue puro e raças específicas.

Originalmente, as corridas foram separadas em duas categorias – Dandie Dinmont Terriers e Skye Terrier (Noel Skye Terrier que é conhecido hoje, mas um genérico de nomes para um grande grupo de Terrier com diferentes todos os recursos, Ele veio a ilha de Skye).

A história escrita e desenvolvimento inicial da corrida começaram no final de 1870 com o desenvolvimento do cão mostra. A exposição de cães necessárias em relação a um padrão da raça e, por conseguinte, a aparência e temperamento do Scottie foi escrita pela primeira vez.

Enfim, O Skye Terrier foram divididos no que é conhecido hoje como o Terrier escocês, Skye Terrier, West Highland White Terrier e o Cairn Terrier.

Capitão Gordon Murray e Shirley foram responsáveis por estabelecer o tipo de 1879. Pouco tempo depois, em 1879, o Scottie foram primeiro expostos no Palácio de Alexandre em Inglaterra, Enquanto no ano seguinte, eles começaram a ser classificados em grande parte da mesma forma como é feito hoje. A primeira raça escrita padrão foi escrita por JB Morrison e DJ Thomson gray e apareceu no livro ilustrado Vero mostra de The Dog, publicado em 1880. O padrão descreve a cor da raça como “cinza, acinzentado ou tigrado “.

Em 1881, o “Terrier escocês Clube da Inglaterra” Ela foi fundada, sendo o primeiro clube dedicado à raça.

O Scottie é a única raça de cachorro que viveu na Casa Branca mais de três vezes.

Em Maio de 2007, Carnegie Mellon University, usou a imagem de um Terrier escocês como seu animal de estimação oficial.

É uma raça Terrier pequena com uma forma distinta e ele teve muitos papéis na cultura popular.

Eles têm sido pertencentes a uma variedade de celebridades, incluindo o Presidente 32 dos Estados Unidos, Franklin Delano Roosevelt, o Scottie “Fala” Ele inclui Franklin Delano Roosevelt em uma estátua em Washington, DC, assim como o 43 Th Presidente dos Estados Unidos afirma George W.. Bush . Eles também são conhecidos por ser uma peça para jogar o monopólio do jogo de tabuleiro.

Descrito como um cão territorial, lutador, eles podem ser um cão de guarda boas e tendem a ser muito fiel à sua família.
Scottish Terrier pode ser mais propenso a distúrbios de coagulação, transtornos comuns, doenças auto-imunes, alergias e câncer do que outras raças de cães e não uma doença é o nome da raça chamado Cãibra Scotty. É também um maior sucesso raças de cães no show de Westminster Kennel Club do cão com um show melhor em 2010.

Características físicas

O Scottish Terrier é pequeno mas resistente, eles têm pernas curtas, isto é Chunky e resistente, com um cabeça longa na proporção do seu tamanho. Scottish Terrier devem ter grandes patas adaptadas para escavação.

Seus orelhas eles são eretos e o cauda É uma das características proeminentes da raça. Seus olhos eles são pequenos, claras e escuras marrom ou quase negros e amendoados.

O altura a cernelha para ambos os sexos deve ser de aproximadamente 25 cm, e o comprimento da parte de trás da Cruz até que a fila é de aproximadamente 28 cm. Em geral, é um cão bem equilibrado, Ele deve pesar 8.5 a 10 kg e uma fêmea 8 a 9,5 kg.

Scottish Terrier muitas vezes tem um disco rígido manto, áspero, longo, o mau tempo-resistente, uma camada externa e uma camada macia, densa anexado à pele. Combinado, com uma longa barba na camada, as sobrancelhas, as pernas e a parte inferior do corpo. O chefe, as orelhas, a cauda e costas são tradicionalmente curtos, eles são partes abrangidas pelo corte de cabelo do Terrier escocês.

O a paleta de camada Que vai de cinza escuro para preto de jato, o ” Tigrado “(uma mistura de preto e marrom).

A cor pode aparecer “trigo” (palha para quase branco), mas não deve ser confundido com o Cairn Terrier ou West Highland White Terrier .

Caráter e habilidades

A raça é conhecida por ser independentes e autoconfiantes, alegre, inteligente e tem sido apelidado o “Difícil de descascar”. Eles são descritos como muito afetuoso, Eles também têm descrito como teimoso. Às vezes é descrito como uma corrida distante, Embora tenha sido observado que eles tendem a ser muito leal e afetuoso para sua família.

O apelido de Earl de Dumbarton quarto corrida “o intransigente“. A raça moderna disse que foi capaz de rastrear sua linhagem para uma única fêmea, chamada lasca II.

Tem sido sugerido que o Terrier escocês pode ser um bom cão de guarda, devido à sua tendência a latir apenas quando necessário e que tende a ser reservado com estranhos. Terrier escocês foram criados para caçar e combater os texugos.

Por conseguinte, o Scottie é propenso a escavação, como perseguir pequenos vermes, como os esquilos, ratos e camundongos.

O Scottie são territoriais, eles são sempre aviso, eles são rápidos e energético em seus movimentos, talvez ainda mais do que outras raças de Terrier.

No que diz respeito à saúde, o Terrier escocês tem uma chance maior de desenvolver alguns tipos de câncer, com respeito a outro Thoroughbred.

Classificações Terrier escocês

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão “Terrier escocês” você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercício, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nível de tolerância para com eles.

adaptação ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Ⓘ cão amigável

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

A perda de cabelo ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

necessidade social ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

casa ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

sanita ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

cascas ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

saúde ⓘ

4.0 Avaliação
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

ⓘ territorial

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com gatos ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

inteligência ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

versatilidade ⓘ

2.0 Avaliação
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Crianças amigável ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

vigilância ⓘ

3.0 Avaliação
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

alegria ⓘ

5.0 Avaliação
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Imagens do Terrier escocês

Vídeos do Terrier escocês

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 73
  • Grupo 3: – Terriers
  • Seção 2: – Terrier de pequeno porte. Sem prova de trabalho.
  • Federações:
    • FCI – Terriers 2 Terrier de pequeno porte.
    • AKC – Terriers
    • ANKC – Terriers
    • CKC – Terriers
    • KC – Terriers
    • NZKC – Terriers
    • UKC – Terriers

    Padrão FCI da raça Terrier escocês

    Padrão FCI da raça Terrier escocês
    ASPECTO GERAL: É um cachorro compacto, Tamanho adequado para caça subterrânea quem deve excluir cães com excesso de peso. Seus membros são curtos; de porte alerta, apresenta uma imagem de grande poder e atividade em um volume reduzido. A cabeça dá a impressão de ser longa em comparação com o tamanho do cachorro. É muito ágil e ativo, apesar de seus membros curtos.

    PROPORÇÕES IMPORTANTES: O crânio e o focinho têm o mesmo comprimento.

    TEMPERAMENTO / COMPORTAMENTO: É um cão fiel, justo, nobre, independente e reservado, mas corajoso e muito inteligente. Ousado, mas nunca agressivo.

    CABEÇA: Longo, mas proporcional ao tamanho do cão. Realizar um pescoço musculoso de comprimento moderado, mostrando qualidade.

    REGIÃO CRANIANA:

    • Crânio: O comprimento do crânio deve permitir largura suficiente, embora mantendo a aparência de ser estreito. O crânio deve estar quase plano.
    • Depressão fronto-nasal (Parar): Leve, mas visível, entre crânio e focinho, bem ao nível dos olhos.

    REGIÃO FACIAL:

    • Trufa: Preto. Longo; de perfil, a linha do nariz ao queixo parece descer para trás.
    • Focinho: Deve ser forte e profundo em toda a sua extensão.
    • Mandíbulas / Dentes: Dentes grandes, com mordedura em tesoura perfeita e completa, isto é, a face interna dos incisivos superiores está em contato próximo com a face externa dos incisivos inferiores e os dentes devem ser implantados perpendicularmente às mandíbulas..
    • Bochechas: Eles não devem ser proeminentes.
    • Olhos: Amêndoa, castanho escuro, separados um do outro e Nada mau sob as sobrancelhas com uma expressão afiada e inteligente.
    • Orelhas: Limpar limpo, textura fina, pontudo, ereto e implantado acima do crânio, mas não juntos. Orelhas grandes e largas na base são muito indesejáveis.

    PESCOÇO: Muscular e de comprimento moderado mostrando qualidade.

    CORPO: A linha superior do corpo é reta e nivelada. Top de linha: Proporcionalmente curto e muito musculoso. Lombo de porco: Muscular e profundo.

    No peito: Um pouco largo suspenso entre os membros anteriores. Costelas bem arredondadas e bem achatadas para dar profundidade ao peito. O tórax vigorosamente ligado aos membros posteriores.

    CAUDA: Deve ser de comprimento moderado, dando ao cão uma harmonia geral. Espessa na sua implantação e desbaste em direção à ponta, transportado verticalmente ou com uma ligeira curvatura.

    MEMBROS

    MEMBROS ANTERIORES:

    • Aparência geral: O tórax está bem colocado na frente dos membros anteriores
    • Ombro: Largos e inclinados.
    • Cotovelo: Não deve ser virado para fora ou colocado sob o corpo.
    • Antebraço: Certo com bons ossos.
    • Metacarpo: Em linha reta.
    • Pés anteriores: Bom tamanho, com boas almofadas para os pés, dedos bem arqueados e juntos. Os pés dianteiros são ligeiramente maiores que os posteriores.

    MEMBROS POSTERIORES:

    Aparência geral: Notavelmente poderoso para o tamanho do cão. Nádegas grossas e largas.

    Coxa: Profundo.

    Joelho: Bem angulado.

    Metatarso: Jarretes curta, forte, sem virar para dentro ou para fora.

    Pés de volta: Bom tamanho, com boas almofadas para os pés, dedos bem arqueados e juntos. Os pés traseiros são ligeiramente menor que os anteriores.

    MOVIMENTO: Uniforme e fácil, direita para frente e para trás com um empurrão por trás dando um passo regular.

    MANTO

    • Cabelo: Colado ao corpo; camada dupla: camada interna curta, denso e liso; camada externa dura, fio denso e texturizado; as duas camadas protegem dos elementos.
    • Cor: Black, trigo ou qualquer cor tigrada.

    TAMANHO E PESO

    Altura à Cruz: 25 – 28 cm

    Peso: 8,5 – 10,5 kg.

    FALHAS: Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

    FALHAS DE DESCALIFICANTES:

    1. Agressividade ou extrema timidez.
    2. Qualquer cão mostrando sinais comportamentais ou anormalidades físicas claras será desclassificado.

    OBS..:

    1. Machos devem apresentar dois testículos de aparência normais, bem desenvolvidos e acomodados a bolsa escrotal.
    2. Apenas cães funcional e clinicamente saudáveis, com a conformação típica da raça, deve ser usado para parentalidade.

    As últimas alterações estão em negrito.

    TRADUCCION: Brigida Nestler / Versão original: (IN) Supervisão técnica: Miguel Angel Martinez

    Nomes alternativos:

      1. Scottie, Aberdeenie (Inglês).
      2. Scottish terrier (Francês).
      3. Scottish (Alemão).
      4. Scottish Terrier (Português).
      5. Scottie, Aberdeen terrier, Terrier escocés (español).

    Partilhar é preocupar-se!!

    5 1 voto
    Classificação do artigo
    Inscrever-se
    Notificar de
    hóspede

    Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados comentário é processado.

    3 Comentários
    O mais novo
    Mais antigas Mais Votados
    Comentários em linha
    Exibir todos os comentários

    Utilização de cookies

    Este web site utiliza cookies para que você tenha a melhor experiência de usuário. Se você continuar navegando você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionados e a aceitação de nosso política de cookies, Clique no link para obter mais informações.cookies de plugin

    ACEITAR
    Aviso de cookies
    ações
    3
    0
    Amaria seus pensamentos, por favor comente.x