▷ O mundo dos animais de estimação: Cães, gatos, aves, répteis, anfà­bios

Sabujo de Schwyz
Suiza FCI 59 . Sabujos de Médio Porte

Sabujo de Schwyz

O Sabujo de Schwyz eles são uma raça muito viva e enérgica que requer uma quantidade significativa de exercà­cios diários.

Conteúdo

História

O Sabujo de Schwyz tem origens antigas, os detalhes são um pouco confusos embora. Os cães deste tipo estão representados em mosaicos que datam da era romana helvética e os primeiros exemplares da raça foram muito procurados na Itália durante o século XV e depois pelos franceses no século XVIII..

Acredita-se que o Sabujo de Schwyz fue influenciado por los Sabuesos franceses traídos a Suiza por mercenarios viajeros y eventualmente llegó a ser una de las cinco variedades de “Sabujo Suà­ço”. Más específicamente, o Sabujo de Schwyz é uma das quatro raças à s vezes referidas – as outras variedades são:

O primeiro padrão de raça para o Sabujo de Schwyz foi estabelecido em 1882 e revisado em 1909. A raça foi aceita pela FCI com o nome de Schweizer Laufhund em 2001.

Características físicas

É um cão com altura média na cernelha. A estrutura do seu corpo indica força e tenacidade. A sua cabeça fina com focinho comprido e orelhas compridas conferem-lhe uma expressão de nobreza.

Tamanho: Machos: 49-59 cm. fêmeas: 47-57 cm.

Cor: Branco com manchas de sela laranja ou laranja, à s vezes com salpicos de laranja; um casaco laranja é permitido.

Caráter e habilidades

O Sabujo de Schwyz eles são uma raça amigável que pode se dar bem em um ambiente familiar, desde que seus requisitos de exercà­cio sejam consistentes. Estes cães se dão bem com outros cães e também podem ser gentis com crianças. Basta ter cuidado com gatos e outros animais domésticos, porque esses cães têm fortes instintos de caça – criar animais de estimação juntos e trabalhar na socialização precoce ajudará. También debes asegurarte de que tu perro haga mucho ejercicio mental y físico para evitar el tipo de aburrimiento que puede llevar a un comportamiento destructivo.

O Sabujo de Schwyz eles são uma raça muito viva e enérgica que requer uma quantidade significativa de exercà­cios diários. Estos perros necesitan al menos una hora de ejercicio moderado a vigoroso cada día y también apreciarán tener tiempo para correr en un patio cercado. Esta raça também pode ser uma boa candidata para esportes caninos, si está buscando oportunidades para conseguirle algún ejercicio adicional.

Treinamento

O Sabujo de Schwyz tem fortes instintos de caça que podem ser desenvolvidos e controlados por meio do treinamento. Estos perros están entrenados para cazar en jauría, então eles são um pouco independentes por natureza e podem ser teimosos à s vezes. Manter as sessões de treinamento curtas e oferecer muitas recompensas em alimentos ajudará a garantir o sucesso do treinamento., além disso, você deve manter uma mão firme e consistente na liderança desta raça. A socialização precoce também é importante para esta raça.

Classificações do "Sabujo de Schwyz"

Coexistência é importante que você tem com seu novo amigo. Plantearte antes de adquirir uma raça de cão "Sabujo de Schwyz" você sabe alguns fatores. Nem todas as raças de cães são capazes de viver em um apartamento, Você deve levar em conta a sua qualidade, sua necessidade de exercà­cio, sua interação com outros animais de estimação, seu cuidado e se você tiver crianças pequenas, o seu nà­vel de tolerância para com eles.

Adaptação ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cão amigável ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Perda de pêlo ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Nível de afeto ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade de exercício ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Necessidade social ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Casa ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Cuidado ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigável com estranhos ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Latindo ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Saúde ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Territorial ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Amigo dos gatos ⓘ

Avaliado 2 fora de 5
2 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Inteligência ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Versatilidade ⓘ

Avaliado 3 fora de 5
3 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Adequado para crianças ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Vigilância ⓘ

Avaliado 4 fora de 5
4 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Alegria ⓘ

Avaliado 5 fora de 5
5 fora de 5 estrelas (baseado em 1 Reveja)

Và­deos do "Sabujo de Schwyz"

Willie de Schwyzer Laufhund 2
Willie de Schwyzer Laufhund

Tipo e reconhecimentos:

  • CLASSIFICAÇÃO FCI: 59
  • Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas.
  • Seção 1.2: Cães do tipo hound de tamanho médio.. Com prova de trabalho..

Federações:

  • FCI – Grupo 6: Sabujos, farejadores e raças assemelhadas. – Seção 1.2: Sabujos de Médio Porte.
  • UKCScenthounds

Padrão da raça FCI "Sabujo de Schwyz"

Origem:
Suíça

Data de publicação do padrão original válido:
28.11.2001

Uso:

É um pequeno cão de caça que caça lebres, Veados, raposas e às vezes javalis. Ele é um caçador independente, caçando com uma casca. Procure e encurrale sua presa com grande segurança, mesmo em terrenos difíceis.



Aparência geral:

É um cão com altura média na cernelha. A estrutura do seu corpo indica força e tenacidade. A sua cabeça fina com focinho comprido e orelhas compridas conferem-lhe uma expressão de nobreza.

Existem quatro variedades de Sabujo Suà­ço :

  • Sabujo de Berna
  • Sabujo de Jura
  • Sabujo de Lucerna
  • Sabujo de Schwyz

PROPORà‡à•ES IMPORTANTES :

• Comprimento do corpo : Altura na cernelha = aprox. 1.15 : 1.
• Altura da cernelha : profundidade do peito = aprox. 2 : 1.
• Comprimento da ponte nasal : comprimento do crânio = aprox.. 1 : 1.



Comportamento / temperamento:

Vivaz e apaixonado pela caça. Sensà­vel, gerenciável e fiel.

Cabeça:

---

Região craniana:
  • Crânio : Longo, limitar, delgado, nobre. Crânio protuberante, protrusão occipital visà­vel. A direção do eixo longitudinal do crânio e do focinho mostra uma ligeira divergência. Sem sulco frontal, sem dobras ou rugas.
  • Nasofrontal depression (Stop) : Não muito desenvolvido.

Região facial:

  • Trufa : Totalmente preto, bem desenvolvido; narinas bem abertas.
  • Focinho : Nobre desenvolvido, limitar ; não é quadrado ou pontudo ; o focinho é reto ou ligeiramente convexo.
  • Lábios : Moderadamente desenvolvido, os lábios superiores cobrem perfeitamente o maxilar inferior ; canto ligeiramente aberto.
  • mandíbulas / Dentes : mandíbula poderosa. Mordedura em tesoura poderosa, regular e completa, ou seja, os incisivos superiores se sobrepõem aos inferiores sem deixar espaço entre eles e os dentes são implantados verticalmente na maxila. Mordida em torquês permitida. A falta de um ou dois PM1 ou PM2 é aceitável (pré-molares 1 ou 2) . M3 não são levados em consideração (molares).
  • Bochechas : Solto, arcadas supraciliares não salientes.

Olhos : Eles são mais ou menos castanhos claros ou escuros dependendo da cor da pelagem ; eles são de tamanho médio e ligeiramente ovais. As bordas das pálpebras são bem pigmentadas. As pálpebras são bem aderentes. A expressão é doce.

Orelhas : Colocado abaixo da linha dos olhos, na parte posterior da região craniana e nunca implantado em sua largura máxima. Seu comprimento deve atingir pelo menos a ponta do nariz. O pavilhão não é proeminente. As orelhas são finas. Ele os desgasta, dobrado e torcido ; eles são arredondados na parte inferior e têm uma pelagem fina e macia.

Pescoço:

Longo, elegante, com boa musculatura ; a pele da garganta está solta, sem formar barbelas perceptà­veis.

Corpo:

  • linha superior : O pescoço., parte traseira, a garupa e a cauda formam uma linha harmônica e nobre.
  • Cruz : Pouco forte, aplicação de pescoço grátis e elegante.
  • Voltar : Firme e direto. : Muscular e ligeiramente arqueado.
  • Alcatra : alongado, estende a linha do dorso de forma harmoniosa e desce suavemente. Não é mais alto que a cruz. A crista do ílio não é muito proeminente.
  • No peito : Mais profundo do que largo, bem descido, alcança as pontas dos cotovelos. Caixa torácica alongada com costelas ligeiramente arqueadas.
  • Linha inferior e barriga : Barriga ligeiramente puxada para trás ; flancos completos.

Cola:

Inserido na extensão da garupa. É de comprimento médio e afunila em direção à  ponta ; no seu final tem uma ligeira inclinação para cima ; nobre. Em geral fica pendurado em repouso e ao caminhar com calma, sem mostrar uma curva importante ; quando está atento ou em ação, ele o carrega na linha das costas , mas nunca descansando nele ou enrolado. Está bem coberto de pelos, mas não tem uma forma de pico.

Extremidades

MEMBROS ANTERIORES :

  • Como um todo. : Eles são bem musculosos, magro e não pesado na aparência. Vistos de frente, são paralelos e de lado parecem verticais ; seus ossos são fortes com os pés apontados para a frente.
  • Ombro : Ombros oblà­quos longos, intimamente ligado à caixa torácica. A angulação ideal da articulação escapuloumeral é de aproximadamente 100°..
  • Braço : Um pouco mais longo que a omoplata, colocado obliquamente, intimamente ligado ao peito. A musculatura dele esta bem.
  • Cotovelos : Naturalmente colado ao lado.
  • Antebraço : Reto, forte, delgado.
  • Carpo : Strong, metacarpo largo : Relativamente curto; visto de frente está na linha perpendicular do antebraço; visto de lado é ligeiramente inclinado.
  • Pés dianteiros : arredondado, com dedos compactos ; almofadas duras e ásperas ; unhas fortes cuja cor depende da cor da pelagem.

MEMBROS POSTERIORES :

  • Como um todo. : Eles têm músculos fortes e estão em uma relação equilibrada com os membros anteriores ; visto por trás, os membros posteriores são verticais e paralelos.
  • Coxa : Longo e oblà­quo, poderoso embora seus músculos sejam finos. A angulação da articulação coxo-femoral é de aproximadamente 100°.
  • Joelho : Sem desvios internos ou externos. Angulação da articulação femoro-tibial aproximadamente 120°.
  • Perna : Relativamente longo, músculos e tendões finos e visíveis sob a pele.
  • Jarrete : Angulação da articulação tíbio-tarsal aproximadamente 130°.
  • Metatarso : Bem curto, colocado verticalmente e paralelo. Sem esporas, exceto nos países, em que a amputação não é permitida por lei.
  • Pés traseiros : arredondado, com dedos compactos, almofadas duras e ásperas ; unhas fortes cuja cor depende da cor da pelagem.

Movimento:

Está desdobrado, regular, harmonioso e com bom escopo. Apresenta bom impulso dos membros posteriores. Dirija os membros paralelos e retos. A cruz se move suavemente e regularmente para cima e para baixo, as costas permanecem retas e a cabeça e o pescoço balançam ligeiramente de um lado para o outro.

Manto

PELE : Multar, flexà­vel, bem aderente, cuja cor varia em cada uma das quatro variedades.

• Cão Bernese : A pele é preta sob o cabelo preto e marmorizado branco-escuro sob o cabelo branco.
• Jura Hound : Ela é preta sob o cabelo preto e mais clara sob o cabelo castanho.
• Cão de Lucerna : Ela é preta sob o cabelo preto e mais clara sob o cabelo manchado de azul..
• Cão de Schwyz : É cinza escuro sob o cabelo laranja e marmorizado branco-escuro sob o cabelo branco..

CABELO : É curto, suave, espesso, muito bom na cabeça e orelhas.

COR :

• Cão Bernese : Branco com manchas pretas ou uma mancha preta em forma de sela. Cor bronzeada de pálido a intenso sobre os olhos, bochechas, na parte interna das orelhas e ao redor do ânus. Às vezes é muito levemente respingado (salpicos pretos).

• Jura Hound : Bronzeado com capa preta, à s vezes com nuances de preto ou preto com bronzeado sobre os olhos, bochechas, ao redor do ânus e nas extremidades ; à s vezes com uma pequena mancha branca no peito ; esta mancha pode ser respingada (salpicos pretos ou cinza).

• Cão de Lucerna : Chamado de azul, com uma mistura de cabelos pretos e brancos, intensamente salpicado, com manchas pretas ou uma mancha em forma de "sela" ; cor bronzeada de pálido a intenso sobre os olhos, bochechas, sobre o peito., ao redor do ânus e nas extremidades ; uma capa preta é permitida.

• Cão de Schwyz : Branco com manchas de sela laranja ou laranja, à s vezes com salpicos de laranja ; um casaco laranja é permitido.



Tamanho e peso:

Altura à  Cruz :

  • Machos : 49-59 cm.
  • fêmeas : 47-57 cm Sem tolerância.


Falhas:

Qualquer desvio dos critérios acima é considerado faltando e a gravidade é considerada o grau de desvio do padrão e seu impacto sobre a saúde e o bem-estar do cão.

• Aparência áspera, vulgar, estrutura corporal fraca.
• Proporções discordantes entre o comprimento do corpo, a altura da cernelha e a altura do peito.
• Crânio muito largo, muito convexo ou muito plano.
• Pare muito marcado.
• Focinho muito curto ou muito longo, muito quadrado ou pontudo.
• Canal nasal côncavo.
• Ausência de mais de dois pré-molares PM1 ou PM2. Los M3 (molares 3) não são levados em consideração.
• Lábios grossos.
• Olhos claros, expressão aguda, pálpebras não aderentes.
• Orelhas muito curtas ou achatadas, grosso ou muito alto.
• Pescoço muito curto.
• papada excessiva.
• Sela ou costas arqueadas (carpa de volta).
• Garupa muito inclinada ou muito curta.
• Caixa torácica não profunda o suficiente, muito plano ou em forma de barril.
• Barriga retraída, flancos flácidos.
• Cauda com inserção ruim, carregado muito alto, muito curvado, encorvada, cauda muito grossa ou em forma de ponta.
• Membros com ossos muito finos ou em má posição.
• Ombros muito inclinados, braço muito curto.
• Articulações do carpo fracas.
• Angulações insuficientes dos membros posteriores ; membros em forma de vaca ou barril.
• Esporas nos membros posteriores, exceto em países onde a amputação não é permitida por lei.
• Pêlo áspero, Não suave.
• Falhas de cor e marcação.

  1. Sabujo de Berna : Muitos respingos de preto no branco. Castanho ou branco na parte externa das orelhas.
  2. Sabujo de Jura : Cor uniforme. Mancha branca perceptà­vel ou mancha muito salpicada no peito.
  3. Sabujo de Lucerna : Falta o respingo «azul». Bronzeado na parte externa das orelhas.
  4. Sabujo de Schwyz : Muitos respingos de laranja no branco. Cor uniforme. Branco na parte externa das orelhas.

• Comportamento levemente medroso ou agressivo.

FALTAS DE ELIMINAÇÃO

• Cão excessivamente medroso ou agressivo.
• Aparência geral atípica da raça.
• Trufa totalmente despigmentada.
• Prognatismo superior o inferior, arcade incisivo desviou.
• Ectrópio, entrópio (mesmo após a cirurgia).
• Cauda de chifre, threaded, nodosa o de gancho.
• Tamanho acima ou abaixo da tolerância.

Qualquer cão que mostre sinais claros de anormalidades físicas ou comportamentais deve ser desqualificado..



N.B.:

Os machos devem ter dois testículos de aparência normal totalmente descidos no escroto..

Fonte: F.C.I - Federação Cinológica Internacional

Variedades de “Sabujos Suà­ços”

Las cuatro variedades de Sabuesos suizos tienen sus propias características de caza específicas:

– O Sabujo de Berna, com sua linda garganta (“o uivador do Jura”), exigindo, usado principalmente para lebres;
– O “Sabujo de Jura“, um excelente recuperador
– O Sabujo de Lucerna, remanescente de Pequeno azul da Gasconha, ele é um cão ativo e apaixonado que caça veados muito bem;
– O “Sabujo de Schwyz”, menos difundido fora da Suà­ça, é reservado para coelhos e lebres.

5/5 (1 Voto)

Deixar um comentário