Tiriba-rupestre
Pyrrhura rupicola

Tiriba-rupestre

Conteúdo

Descrição:

25 cm comprimento e 70 (g). peso.

O Tiriba-rupestre (Pyrrhura rupicola) tem o lordes, o frente e a coroa, castanho escuro; bochechas, abrigos de fones de ouvido e área do supercà­lio, de azeitona bege; atrás do pescoço Marrom com bordas pálidas estreitas.

Partes superiores Verde. Coverts primárias externas, ALULA e a borda esquerda da asas vermelho brilhante; outros coberturas principalmente verde. O penas de voo, principalmente de cor verde azul, por cima com pontas pretas estreitas; cinza escuro abaixo.

coberteiras infra-alares Verde. As penas da garganta, lados pescoço e superior da peito, Base com margens brancas preto, tornando-se esbranquiçadas na parte inferior do peito e quase sem formação de faixa pálida contà­nua; barriga e coberteras infracaudales Verde com marrom mancha no centro da barriga. Na parte superior, o cauda principalmente verde.

Tiriba-rupestre

O pico ardósia cinza; Cere cinza pálido; anel orbital Off-White; à­ris marrom; pernas enegrecido.

Ambos os sexos semelhantes.

O imaturo tem principais coberturas quase completamente verde, bem como a ponta de asas.

Subespécies de descrição:

  • Pyrrhura rupicola rupicola

    (Tschudi, 1844) – O nominal


  • Pyrrhura rupicola sandiae

    (Bond & Meyer de Schauensee, 1944) – Ela difere da espécie nominal muito mais próximo do Margens de cinza para as penas do garganta e a frente da pescoço. Essas franjas pálidas medem apenas 2-2,5 mm. ampla (exemplares com nova plumagem) em comparação com o 4-5 mm da espécie nominal. Assim, a porção basal escura destas canetas é mais proeminente. O que mais, as bordas esbranquiçadas para as penas das costas da pescoço Eles são praticamente obsoletos e os lados da pescoço muito menor.

Habitat:

Vídeo – "Tiriba-rupestre" (Pyrrhura rupicola)

Habita en el bosque húmedo amazónico, formações de Várzea e o continente, abaixo 300 (m). As visitas foram registradas no leste do Andes. Voar em bandos de 30 indivà­duos, ou pequenos grupos em idade reprodutiva.

Reprodução:

Acredita-se que pode ninho nos meses de fevereiro-março, aunque la cópula de observadas durante o mês de setembro. Pà´r do sol até os sete ovos em cativeiro do que escotilha durante 23 - 24 dias.

Alimentos:

De um modo geral alimentação no dossel pero no hay información específica sobre la dieta o la cría.

Distribuição:

Pode ser visto na bacia ocidental do Amazona. Tem havido no leste da Peru do Sul da Loreto até Mãe de Deus e Puno, e no norte da Bolívia em Pando.

Também distribuà­do em Paz e os Yungas e nas terras baixas do norte da Beni, do leste até a fronteira com Rondà´nia em Brasil, com um recorde até agora no extremo oeste do Brasil (Rio Branco, Acre).

Em geral comum (Talvez mais escasso nas bordas da gama), Mas isso pode ser localmente diminuindo devido a alteração do habitat.

Distribuição de subespécies:

  • Pyrrhura rupicola rupicola

    (Tschudi, 1844) – O nominal


  • Pyrrhura rupicola sandiae

    (Bond & Meyer de Schauensee, 1944) – Sudeste da Peru, Extremidade oeste da Brasil e o norte da Bolívia.

Conservação:

Estado de conservação ⓘ


estado Pouco preocupante (UICN)ⓘ

• Categoria Lista Vermelha do UICN atual: Quase ameaçada

• Tendência populacional: Diminuindo

O tamanho da população mundial Capirotada papagaio não foi quantificado, mas esta espécie é descrita como “bastante comum” (Stotz et para o. (1996).

Esta espécie é suspeito que seja falta do 13,7 ao 15,5% de seu habitat adequado dentro de sua distribuição ao longo de três gerações (18 anos) baseado em um modelo de desmatamento do Amazonas (Soares-Filho et ao., 2006, Pássaros, et para o. 2011). Dada a susceptibilidade desta espécie ser perseguidos ou presos, leva à  suspeita de uma provável diminuição da população perto da 30% em três gerações.

"Tiriba-rupestre" em cativeiro:

Note-se que até o ano 1981, o Tiriba-rupestre considerou-se como uma raridade dentro das aves de capoeira. A partir dessa data começou a ser importados em quantidade, embora a um preço muito alto.

Seu comportamento ativo, seu personagem simpático, sua robustez e facilidade de jogam acoplados com o fato de possuir um muito pouca voz irritante, eles fazem um excelente animal dessas aves, os produtores que são iniciados neste maravilhoso hobby. Estas cualidades permiten intuir que de ser criadas a mano podrían ser unas mascotas encantadoras. É triste observar que, muitas vezes, la máxima principal que justifica a la avicultura “peça para preservar” se convierte en “jogo de vender”.

Nomes alternativos:

Black-capped Parakeet, Black capped Parakeet, Black-capped Conure, Rock Conure, Rock Parakeet (inglês).
Conure à cape noire, Perriche à cape noire, Perruche à cape noire (Francês).
Schwarzkappensittich, Schwarzkappen-Sittich (alemão).
tiriba-rupestre (português).
Cotorra Capirotada, Perico de Frente Negra (espanhol).
Wewey, Aboro gushóus (Chimane).


Classificação científica:

Tschudi-Johann Jakob de
Tschudi-Johann Jakob de

Ordem: Psittaciformes
Famà­lia: Psittacidae
Gênero: Pyrrhura
Nome científico: Pyrrhura rupicola
Citação: (Tschudi, 1844)
Protonimo: Conurus rupicola

Imagens "Tiriba-rupestre"



Espécies del género Pyrrhura
  • Pyrrhura cruentata
  • Pyrrhura devillei
  • Pyrrhura frontalis
  • —- Pyrrhura frontalis chiripepe
  • —- Pyrrhura frontalis frontalis
  • Pyrrhura lepida
  • —- Pyrrhura lepida anerythra
  • —- Pyrrhura lepida coerulescens
  • —- Pyrrhura lepida lepida
  • Pyrrhura perlata
  • Pyrrhura molinae
  • —- Pyrrhura molinae australis
  • —- Pyrrhura molinae flavoptera
  • —- Pyrrhura molinae hypoxantha
  • —- Pyrrhura molinae molinae
  • —- Pyrrhura molinae phoenicura
  • —- Pyrrhura molinae restricta
  • Pyrrhura pfrimeri
  • Pyrrhura griseipectus
  • Pyrrhura leucotis
  • Pyrrhura picta
  • —- Pyrrhura picta caeruleiceps
  • —- Pyrrhura picta eisenmanni
  • —- Pyrrhura picta picta
  • —- Pyrrhura picta subandina
  • Pyrrhura emma
  • Pyrrhura amazonum
  • —- Pyrrhura amazonum amazonum
  • —- Pyrrhura amazonum lucida
  • —- Pyrrhura amazonum snethlageae
  • Pyrrhura lucianii
  • Pyrrhura roseifrons
  • —- Pyrrhura roseifrons dilutissima
  • —- Pyrrhura roseifrons roseifrons
  • —- Pyrrhura roseifrons parvifrons
  • —- Pyrrhura roseifrons peruviana
  • Pyrrhura viridicata
  • Pyrrhura egregia
  • —- Pyrrhura egregia egregia
  • —- Pyrrhura egregia obscura
  • Pyrrhura melanura
  • —- Pyrrhura melanura berlepschi
  • —- Pyrrhura melanura chapmani
  • —- Pyrrhura melanura melanura
  • —- Pyrrhura melanura pacifica
  • —- Pyrrhura melanura souancei
  • Pyrrhura orcesi
  • Pyrrhura albipectus
  • Pyrrhura rupicola
  • —- Pyrrhura rupicola rupicola
  • —- Pyrrhura rupicola sandiae
  • Pyrrhura calliptera
  • Pyrrhura hoematotis
  • —- Pyrrhura hoematotis hoematotis
  • —- Pyrrhura hoematotis immarginata
  • Pyrrhura rhodocephala
  • Pyrrhura hoffmanni
  • —- Pyrrhura hoffmanni gaudens
  • —- Pyrrhura hoffmanni hoffmanni

  • Fontes:

    Avibase
    – Papagaios do Mundo - Forshaw Joseph M
    – Papagaios um guia para os papagaios do mundo – Tony Juniper & Mike Par
    Birdlife

    Fotos:

    (1) – Pyrrhura rupicola sandiae por pedroduarte
    (2) – Ssp de periquito-de-cauda-marrom. (na frente); e Pyrrhura rupicola, Black-capped Parakeet (para trás) por John Gerrard Keulemans [Domínio público], via Wikimedia Commons

    Sons: (Xeno-canto)

    0/5 (0 Votos)
    Compartilhe com os seus amigos !!

    Deixar um comentário

    Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados comentário é processado.